Page 1


andy collins

1ª Edição

2018


Direção Editorial: Roberta Teixeira Produção Editorial: Beatriz Soares Arte de Capa: Dri K.K. Design

Revisão: Kyanja Lee Diagramação: Carol Dias Ícones de Diagramação: Freepik/Flaticon

Copyright © Andy Collins, 2018 Copyright © The Gift Box, 2018 Todos os direitos reservados. Nenhuma parte do conteúdo desse livro poderá ser reproduzida em qualquer meio ou forma – impresso, digital, áudio ou visual – sem a expressa autorização da editora sob penas criminais e ações civis. Esta é uma obra de ficção. Nomes, personagens, lugares e acontecimentos descritos são produtos da imaginação da autora. Qualquer semelhança com nomes, datas ou acontecimentos reais é mera coincidência. Este livro segue as regras da Nova Ortografia da Língua Portuguesa.

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) Bibliotecária Responsável: Bianca de Magalhães Silveira - CRB/7 6333 C712 Collins, Andy Cage / Andy Collins (Pseudônimo). – Rio de Janeiro: The Gift Box, 2018. 256p. 16x23cm. ISBN 978-85-52923-15-2 1. Literatura brasileira. 2. Romance. I. Título.

CDD: B869.3


Cage: substantivo: cela, prisĂŁo. Verbo: prender, enjaular.

5


6

andy collins


01 CAGE Onze anos atrás — Gravata estúpida — murmuro em frente ao espelho, tentando pela quinta vez fazer o maldito nó. — O que há de errado? — Meu pai entra no quarto e, ao perceber meu desespero, sorri. — Está tentando se enforcar, Cage? — Muito engraçado, papai. Ele se aproxima apoiando a bengala ao lado da minha cama, segura a gravata e faz um nó perfeito. Suspiro aliviado. Já estou alguns minutos atrasado para encontrar Erin, eu tenho certeza de que ela está uma fera comigo. Sei disso por causa das treze mensagens de texto que enviou nos últimos trinta minutos. — Você está elegante — meu pai diz orgulhoso. — Erin vai gostar. — Espero que sim, esse terno custou uma grana. — Não há dinheiro que pague o sorriso daquela garota quando ela te vir assim. — Meu pai sorri. Eu sorrio, sei que meu pai está realmente orgulhoso. Não é apenas um terno que estou usando, é o terno da minha formatura. Ele foi meu maior incentivador, e eu logo me mudarei para cursar faculdade e seguir meu sonho. Jogar na NFL. Foram oferecidas várias bolsas de estudo. Meu pai, eu e Erin analisamos cada uma delas, e, no fim, Erin me convenceu a ir para Nova Iorque. Ela sabia que meu sonho era jogar nos Jets. — Sabe de uma coisa, Cage — ela disse no dia em que aceitei a bolsa de estudos. — Quando tudo isso acabar, você estará tão cheio de mim que provavelmente irá me mandar embora. — Ela sorriu, mas sabia que nada no mundo faria com que eu a mandasse embora de jeito nenhum. Erin iria para Massachusetts cursar literatura Inglesa, ela queria

7


ser professora. — Vamos nos ver sempre, e passaremos os fins de semana juntos — eu disse, lembrando-a de que estávamos separados por apenas poucas horas de distância. — Eu sei — disse ela quando tocou meu queixo. — Quando vai ver o apartamento? — Na segunda pela manhã. Você tem certeza de que não quer ir comigo? — Ainda tenho algumas coisas para ver, então não posso ir. — Ela encostou a cabeça no meu peito. — Mas eu sei que vou amar qualquer um que escolher. — Onde está o seu irmão? — pergunta meu pai, fazendo-me voltar ao presente. — Ele saiu mais cedo. — Dou de ombros. — Às vezes eu me pergunto que tipo de brincadeira a vida quis fazer — resmunga e pega a bengala. — Como assim? — pergunto sorrindo, porque eu já sei a resposta. — Me pergunto como dois irmãos podem ser tão diferentes, em absolutamente tudo. Dou de ombros mais uma vez, meu pai sempre menciona isso. Enquanto trilhava meu caminho pelo futebol, meu irmão seguia o dele para se tornar médico. Somos como o dia e a noite. Meu pai é um jogador aposentado que ganhou rios de dinheiro durante sua carreira e, depois que a nossa mãe morreu em um acidente que o deixou com um problema permanente na perna, não foi só sua carreira a ir por água abaixo. Tom Nolan se tornou amargo, e nos criou com punhos de ferro. Nunca disfarça sua repulsa pela escolha de Luke por medicina, mas meu irmão simplesmente ignora. Ele treina tanto quanto eu, e tenho certeza de que se não fosse sua paixão pela carreira, estaríamos indo jogar juntos. Mas existe algo primordial para exercer qualquer profissão — paixão —, e Luke não tem isso pelo futebol, diferente de mim. Eu respiro o campo, anseio pelos treinos, meu corpo é condicionado para isso. E aos dezessete anos, já tinha conseguido mais propostas do que qualquer jogador na história.

8

andy collins


Nem preciso mencionar o quanto meu pai está orgulhoso. — Estou atrasado. — Pego a flor que comprei para Erin. — Luke deveria ter esperado, vocês dois tinham que tirar uma fotografia juntos, ou alguma merda dessas, como manda a tradição — Meu pai começa a resmungar enquanto descemos as escadas. — Prometo que assim que o encontrar, tiro uma foto para o senhor. — Tem certeza de que é seu irmão que irá para a faculdade de medicina? Luke não tem responsabilidade nenhuma. — Papai... — advirto. É sempre o mesmo discurso. — Estou falando sério, Cage, seu irmão não pensa em ninguém além de si próprio. Como no mundo ele vai conseguir se tornar médico? — Não preciso ser Madre Tereza para me tornar um médico, papai. Luke entra na sala, ele está sem gravata e com o terno pendurado em um dos braços. — Você vai salvar vidas, Luke, vidas diferentes da sua, pense nisso — aconselha meu pai. — Eu já pensei, e é por isso que vou me tornar o melhor cirurgião que essa cidade já viu. — Ele abre um enorme sorriso. — Eu não duvido. — Coloco a mão no ombro dele. — Você será o melhor, meu irmão. — Quebre alguns ossos no campo, e eu irei consertá-los — responde, e acredito mesmo na capacidade dele. — Contanto que não sejam os meus. — Sorrio e paro ao seu lado. Luke fica ao meu lado enquanto nosso pai tira uma fotografia; três cliques depois e estamos saindo pela porta. Meu irmão avisa que irá me encontrar no baile, enquanto vou buscar Erin. Ela deve estar uma fera, e eu adoro vê-la assim. Observo a picape do Luke se afastar, enquanto abro a porta da minha e entro. Bem, talvez nosso pai possa estar enganado. Luke e eu temos muitos gostos semelhantes, a prova disso está nos carros que usamos. O mesmo modelo — um Discovery da Land Rover —, cada um ganhou o seu no mês passado, como presente de formatura. Ligo o som e “When You Were Young”, do The Killers, está tocando, é impossível conter o sorriso no rosto. Erin adora essa música, e só em pensar no sorriso dela, eu fico mais ansioso ainda.

9


Tenho planos para essa noite, planos que envolvem Erin e eu no meio de lençóis, numa suíte reservada no melhor hotel da cidade. Depois que ela me avisou que poderia passar a noite fora, providenciei tudo, e eu quero fazer com que cada minuto valha a pena. Nossa primeira vez foi rápida, confusa e dolorida. Quero fazer mais, quero dar a ela a melhor noite. Ela é a minha garota, a mulher que eu amei desde a primeira vez em que coloquei os olhos naqueles cabelos ruivos e nas sardas em seu rosto. Ela merece o mundo, e estou mais do que disposto a dá-lo para ela.

10

andy collins

Profile for The Gift Box

Cage  

Leia o primeiro capítulo do livro "Cage", da autora Andy Collins. ----------------------------- Mentiras são fáceis de se dizer, fluem com...

Cage  

Leia o primeiro capítulo do livro "Cage", da autora Andy Collins. ----------------------------- Mentiras são fáceis de se dizer, fluem com...

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded