Issuu on Google+


A QUINTA A QUINTA Uma história extensa que nasce em 1953

Uma história extensa que nasce em 1953

Diz a história que na década de 50 o proprietário desta quinta era um grande produtor de cereais, que um dia foi a Lisboa participar num concurso e foi vencido por um alentejano cuja produção era superior à dele. Como não se deu como convencido, quando voltou a Trás-os-Montes, mandou construir uma casa igual à do seu adversário de modo a poder competir em igualdade de circunstâncias. Não se sabe se voltou para vencer, mas o facto é que aumentou consideravelmente as suas produçõres locais.

Diz a história que na década de 50 o proprietário desta quinta era um grande produtor de cereais, que um dia foi a Lisboa participar num concurso e foi vencido por um alentejano cuja produção era superior à dele. Como não se deu como convencido, quando voltou a Trás-os-Montes, mandou construir uma casa igual à do seu adversário de modo a poder competir em igualdade de circunstâncias. Não se sabe se voltou para vencer, mas o facto é que aumentou consideravelmente as suas produçõres locais.


Foi no ano de 1997 que Fernando Batista e Lourdes Gonçalves adquiriram a Quinta do Ermeiro, tendo dado início ao seu processo de remodelação no sector agrícola, até ao que se pode ver actualmente. A plantação de nova vinha e a reconversão do olival, nogueiral e amendoal, permitiu aumentar a capacidade de produção e respectiva qualidade. Toda esta renovação foi feita em simultâneo com a reconstrução da casa principal e adaptação ao Turismo Rural, de modo a permitir receber hóspedes e quem queira partilhar e sentir a vida na Quinta. Foi no ano de 1997 que Fernando Batista e Lourdes Gonçalves adquiriram a Quinta do Ermeiro, tendo dado início ao seu processo de remodelação no sector agrícola, até ao que se pode ver actualmente. A plantação de nova vinha e a reconversão do olival, nogueiral e amendoal, permitiu aumentar a capacidade de produção e respectiva qualidade. Toda esta renovação foi feita em simultâneo com a reconstrução da casa principal e adaptação ao Turismo Rural, de modo a permitir receber hóspedes e quem queira partilhar e sentir a vida na Quinta.


O NOSSO CONCEITO O NOSSO CONCEITO

Lazer e Tranquilidade Lazer e Tranquilidade são adjectivos que bem descrevem este espaço rural, onde podemos decidir que rumo dar ao nosso tempo. Uma refeição na companhia da Lourdes e do Fernando, os proprietários da Quinta do Ermeiro, pode ser um bom princípio para planear o que fazer nos dias seguintes. No livro de José Saramago “Viagem por Portugal”, o escritor dedica algumas páginas da sua obra a um episódio ocorrido na Igreja de Carrazedo de Montenegro, que nos estimula a visitar este local. Lazer e Tranquilidade Lazer e Tranquilidade são adjectivos que bem descrevem este espaço rural, onde podemos decidir que rumo dar ao nosso tempo. Uma refeição na companhia da Lourdes e do Fernando, os proprietários da Quinta do Ermeiro, pode ser um bom princípio para planear o que fazer nos dias seguintes. No livro de José Saramago “Viagem por Portugal”, o escritor dedica algumas páginas da sua obra a um episódio ocorrido na Igreja de Carrazedo de Montenegro, que nos estimula a visitar este local.


TURISMO TURISMO A REGIÃO

A REGIÃO

Situada a 8Km de Valpaços, a 6 de Carrazedo de Montenegro e a 30 de Chaves. A Quinta do Ermeiro apresenta uma dimensão invulgar de 200ha nesta zona transmontana, que é característica pela exploração de minifúndio, com pequenas propriedades, fazendo lembrar um pouco uma Herdade Alentejana.

Situada a 8Km de Valpaços, a 6 de Carrazedo de Montenegro e a 30 de Chaves. A Quinta do Ermeiro apresenta uma dimensão invulgar de 200ha nesta zona transmontana, que é característica pela exploração de minifúndio, com pequenas propriedades, fazendo lembrar um pouco uma Herdade Alentejana.

A casa principal comum só com 1 piso em forma de “U”, com um pátio central e fechado, faz lembrar uma casa típica de Andaluzia, dando um aconchego peculiar a por quem lá pernoita.

A casa principal comum só com 1 piso em forma de “U”, com um pátio central e fechado, faz lembrar uma casa típica de Andaluzia, dando um aconchego peculiar a por quem lá pernoita.


Locais de interesse:

Locais de interesse:

- Serra da Santa Comba - Igreja Matriz (séc. XVII/XVIII) (Água Revés e Castro) - Fonte de mergulho: Fonte de S. Pedro (séc. XIX) - Igreja Matriz de Santa Maria de Emeres - Pelourinho Santa Maria de Emeres - Igreja de S. Nicolau Carrazedo Montenegro séc. XVIII, possuindo no seu interior duas imagens góticas de granito.

- Serra da Santa Comba - Igreja Matriz (séc. XVII/XVIII) (Água Revés e Castro) - Fonte de mergulho: Fonte de S. Pedro (séc. XIX) - Igreja Matriz de Santa Maria de Emeres - Pelourinho Santa Maria de Emeres - Igreja de S. Nicolau Carrazedo Montenegro séc. XVIII, possuindo no seu interior duas imagens góticas de granito.


TURISMO TURISMO

CASAS Espaços de repouso, constituídos por distintos elementos autónomos pertencentes a uma todo mas denominadas desde sempre por “Casas”, onde os adornos decorativos e funcionais tipicamente transmontanos marcam presença, devidamente equipadas para lhe fornecer uma experiência acolhedora e impar. Todas viradas para o pátio central em forma de “U” fechado, faz lembrar uma casa típica de Andaluzia, dando um aconchego peculiar a por quem lá pernoita.

CASAS Espaços de repouso, constituídos por distintos elementos autónomos pertencentes a uma todo mas denominadas desde sempre por “Casas”, onde os adornos decorativos e funcionais tipicamente transmontanos marcam presença, devidamente equipadas para lhe fornecer uma experiência acolhedora e impar. Todas viradas para o pátio central em forma de “U” fechado, faz lembrar uma casa típica de Andaluzia, dando um aconchego peculiar a por quem lá pernoita.


CASA D’ERMEIRO - 1 quarto + wc (2 pax) CASO DO PAQUETE - 2 quarto + wc + sala (4 + 2 pax) CASA D’ERMEIRO - 1 quarto + wc (2 pax) CASA DO PAQUETE - 2 quarto + wc + sala (4 + 2 pax)


CASA DA ANA - 3 quarto + 3 wc + sala (6 pax) CASA DO CASEIRO - 2 quarto + wc + sala (4 + 3 pax) CASA DA ANA - 3 quarto + 3 wc + sala (6 pax) CASA DO CASEIRO - 2 quarto + wc + sala (4 + 3 pax)


TURISMO TURISMO

ACTIVIDADES Dentro da quinta: - Tiro aos Pratos - Passeios de Bicicleta - Passeios a Pé - Piscina - Vindimas e lagaradas Fora da quinta: - Subida à Serra de Santa Comba, com vista panorâmica privilegiada - Passeios de BTT - Pena Aventura Park – atividades radicais a 55Km - Casino de Chaves a 30Km - Visita às Minas de Ouro Romanas – Tresminas a 36Km No Séc. I iniciou-se a exploração das Minas Romanas de Tresminas - A maior exploração de ouro da Peninsula Ibérica que ocupou cerca de 2000 homens durante 200 anos. - Castro do Alto da Torre Provável Castro militar onde foi encontrado o “Tesouro de Emeres”, achado de cerca de 700Kg moeda do Séc. II e III a apenas 800m da Quinta. - Castro de Argeriz e Santuário Rupestre Importante Castro a 2 horas de passeio a pé ou de BTT.


ACTIVIDADES Dentro da quinta: - Tiro aos Pratos - Passeios de Bicicleta - Passeios a Pé - Piscina - Vindimas e lagaradas Fora da quinta: - Subida à Serra de Santa Comba, com vista panorâmica privilegiada - Passeios de BTT - Pena Aventura Park – atividades radicais a 55Km - Casino de Chaves a 30Km - Visita às Minas de Ouro Romanas – Tresminas a 36Km No Séc. I iniciou-se a exploração das Minas Romanas de Tresminas - A maior exploração de ouro da Peninsula Ibérica que ocupou cerca de 2000 homens durante 200 anos. - Castro do Alto da Torre Provável Castro militar onde foi encontrado o “Tesouro de Emeres”, achado de cerca de 700Kg moeda do Séc. II e III a apenas 800m da Quinta. - Castro de Argeriz e Santuário Rupestre Importante Castro a 2 horas de passeio a pé ou de BTT.


TURISMO TURISMO

CAÇA Na Quinta do Ermeiro, podem organizar-se largadas de perdizes, faisões e patos, ou desafiar os javalis com esperas pacientes. Os tordos também por lá passam. Hoje a caça e caçadores são alvos de críticas, mas foi a caça que muito contribuiu para a afirmação do homem como ser superior do reino da natureza e a primeira escola de virtudes. Sem caça e caçadores teria o homem sobrevivido? Foi certamente pela caça que o homem começou

a organizar-se para se defender das feras, para conseguir alimentos e agasalho. Aguçou o engenho, inventou armas de defesa e abate, formou os primeiros grupos organizados e nasceram os primeiros chefes. As primeiras manobras que utilizaram vieram a ser base das primeiras tácticas militares. Aprenderam a organizar-se e a cooperar, a dividir e especialmente a Conviver. Não há conhecimento de nenhuma civilização antiga em que a caça não represente atividade de superior importância.


CAÇA Na Quinta do Ermeiro, podem organizar-se largadas de perdizes, faisões e patos, ou desafiar os javalis com esperas pacientes. Os tordos também por lá passam. Hoje a caça e caçadores são alvos de críticas, mas foi a caça que muito contribuiu para a afirmação do homem como ser superior do reino da natureza e a primeira escola de virtudes. Sem caça e caçadores teria o homem sobrevivido? Foi certamente pela caça que o homem começou

a organizar-se para se defender das feras, para conseguir alimentos e agasalho. Aguçou o engenho, inventou armas de defesa e abate, formou os primeiros grupos organizados e nasceram os primeiros chefes. As primeiras manobras que utilizaram vieram a ser base das primeiras tácticas militares. Aprenderam a organizar-se e a cooperar, a dividir e especialmente a Conviver. Não há conhecimento de nenhuma civilização antiga em que a caça não represente atividade de superior importância.


TABERNA TABERNA SERVIÇOS É o local ideal para se saborear pratos típicos transmontanos, confecionados localmente, quer sob pedido ou sob recomendação. Funcionamento por marcação. SERVIÇOS É o local ideal para se saborear pratos típicos transmontanos, confecionados localmente, quer sob pedido ou sob recomendação. Funcionamento por marcação.


PRODUTOS PRODUTOS Vinho Tinto (premiado medalha de bronze 2011) As massas vínicas são canalizadas para um lagar onde se faz a tradicional pisa com os pés. A fermentação ocorre com controlo de temperatura < 20ºC. Durante este período que varia entre os 4 e 6 dias, a manta é regada varias vezes ao dia. A remontagem programada em função do estado de maturação das uvas, e do tipo de vinho a obter.

VINHO Nos 6ha de vinha é onde tudo começa até à elaboração dos vinhos disponíveis que começam a ser reconhecidos. Uma adega moderna mas adequada aos métodos tradicionais, permite elaborar os vinhos que respeitam o potencial da DOC Trás-OsMontes. A colheita é manual e seletiva, com a realização de monda quando necessário. As uvas são transportadas em caixas de 20Kg. Após a recepção das uvas, estas são desengaçadas e esmagadas. VINHO Nos 6ha de vinha é onde tudo começa até à elaboração dos vinhos disponíveis que começam a ser reconhecidos. Uma adega moderna mas adequada aos métodos tradicionais, permite elaborar os vinhos que respeitam o potencial da DOC Trás-Os-Montes. A colheita é manual e seletiva, com a realização de monda quando necessário. As uvas são transportadas em caixas de 20Kg. Após a recepção das uvas, estas são desengaçadas e esmagadas.

Termina a fermentação alcoólica e maloláctica em cubas de inox, seguindo para as barricas de Carvalho. É engarrafado sem colagem ou filtração de modo a que possa evoluir na garrafa, sujeito a criar um ligeiro depósito ao longo dos anos.

Vinho Tinto (premiado medalha de bronze 2011) As massas vínicas são canalizadas para um lagar onde se faz a tradicional pisa com os pés. A fermentação ocorre com controlo de temperatura < 20ºC. Durante este período que varia entre os 4 e 6 dias, a manta é regada varias vezes ao dia. A remontagem programada em função do estado de maturação das uvas, e do tipo de vinho a obter. Termina a fermentação alcoólica e maloláctica em cubas de inox, seguindo para as barricas de Carvalho. É engarrafado sem colagem ou filtração de modo a que possa evoluir na garrafa, sujeito a criar um ligeiro depósito ao longo dos anos.


Vinho Rosé

Vinho Rosé

Com um especial cuidado todo o vinho é feito a partir do mosto lágrima de uvas tintas, controlando-se a oxidação e a temperatura. A fermentação dá-se lenta e em frio, preservando-se os aromas das castas.

Com um especial cuidado todo o vinho é feito a partir do mosto lágrima de uvas tintas, controlando-se a oxidação e a temperatura. A fermentação dá-se lenta e em frio, preservando-se os aromas das castas.

Vinho Branco Sem maceração, o mosto é controlado quanto a oxidações e preservado em frio antes de entrar em fermentação, permitindo obter um vinho frutado mas característico da região.

Vinho Branco Sem maceração, o mosto é controlado quanto a oxidações e preservado em frio antes de entrar em fermentação, permitindo obter um vinho frutado mas característico da região.


PRODUTOS PRODUTOS

AZEITE

AZEITE

10ha olival com as variedades: - Cobranรงosa - Verdeal - Madural

10ha olival com as variedades: - Cobranรงosa - Verdeal - Madural


MEL

MEL

Colmeias na quinta Rosmaninho e Urze Biológico

Colmeias na quinta Rosmaninho e Urze Biológico

FRUTOS SECOS

FRUTOS SECOS

12ha Nogueiras e amendoeiras Sobreiros de onde é extraída a cortiça que posteriormente é utlizada nas rolhas de produções especiais.

12ha Nogueiras e amendoeiras Sobreiros de onde é extraída a cortiça que posteriormente é utlizada nas rolhas de produções especiais.


CONTACTOS CONTACTOS

Quinta do Ermeiro Santa Maria de Émeres 5445 - 154 Carrazedo de Montenegro Telf. 278 783 226 Telm. 963 032 235 Email. fernandobatista@quinta-ermeiro.com Funcionamento: Todos os dias, por marcação Funcionamento: Todos os dias, por marcação


www.quintadoermeiro.com


Catalago quinta2