Issuu on Google+


Sumário

8 ré Alta_2 mia e Ma o n ro st a de G ção_30 Oficinas de Forma lemento E o m co Arte

Nossa trajetória, que se iniciou em 1968, alcançou a marca dos 40 anos, e nos fez refletir sobre nossa “Essência Institucional”. A equipe vivenciou um processo de discussão sobre a missão da instituição, o que possibilitou reafirmar nossa vocação, visão e atuação, e construir uma nova essência, pautada nos conhecimentos acumulados, na diversidade do trabalho, na estrutura de rede e numa visão clara dos princípios e conceitos que norteiam nossas ações, do ponto de vista da Formação e do Desenvolvimento Sustentável. Pudemos rever processos e aperfeiçoar os mecanismos de trabalho e comunicação, proporcionando uma atuação mais consciente e integrada de toda a equipe. 2008 foi também o ano em que consolidamos a parceria com o Fundo Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente – FUMCAD, com a aprovação de um número recorde de projetos, e a confiança de um número maior de empresas e pessoas físicas que nos apoiaram. Na área de parcerias estratégicas, levamos a metodologia do CorArrastão para a mostra de arquitetura e decoração CAD – Casa Arte e Design. Além de dar visibilidade ao projeto, a participação no evento possibilitou o envolvimento de profissionais da área da arquitetura com as melhorias habitacionais que realizamos nas casas do Jardim Vale das Flores, aproximando-os dos moradores dessa comunidade. O Projeto Arrastão também recebeu chancelas e reconhecimentos de importantes veículos de comunicação, pela qualidade do seu trabalho. A Revista Veja São Paulo, na edição de 24 de dezembro, apontou a instituição como uma das 35 melhores ONGs da cidade de São Paulo. O trabalho que desenvolvemos com adolescentes e jovens foi divulgado em programas de televisão, como o Jornal Hoje, o Criança Esperança e o Domingão do Faustão, da Rede Globo, onde alguns de nossos jovens, inseridos no mercado de trabalho, contaram suas histórias de vida em matérias e entrevistas ao vivo. Com todos esses resultados e avanços, o Projeto Arrastão sente-se renovado e fortalecido para dar continuidade à construção de um trabalho cada vez mais profundo e intenso com as comunidades atendidas, parceiros, Poder Público e sociedade em geral. Dessa forma, os desafios de 2009 são ladeados por um horizonte de oportunidades e iniciativas que continuarão fazendo da organização um organismo vivo, pulsante e catalisador de transformações, sonhos e projetos de vida. Vera Marmo Masagão Ribeiro Presidente do Projeto Arrastão

Washigton Gabriel

O ano de 2008 desafiou e marcou o mundo. Para o Projeto Arrastão, além das adaptações e transformações que todos viveram, o ano foi especialmente significativo.


Leila Rosa

É com a formação e o crescimento das pessoas que constroem as comunidades do Campo Limpo e Taboão, buscando o desenvolvimento integrado e sustentável de cada uma, de toda a Comunidade e a evolução da nossa sociedade.

03


São Paulo • SP

Cidade de São Paulo

Onde atuamos O Projeto Arrastão atua na zona sul da cidade de São Paulo, atendendo a população dos distritos de Campo Limpo, Capão Redondo, Vila Andrade, Jardim São Luiz e Jardim Angela, que abrangem bairros como Jardim Maria Virgínia, Jardim Umarizal, Vila Nova Pirajussara, Capelinha, Jardim Vale

Taboão da Serra

das Virtudes, Valo Velho, Jardim Ampliação e Vila Suzana, dentre outros. Além disso, atendemos uma parcela da população do Município de Taboão da Serra.

1 3 2 5

Habitação Na região do Campo Limpo (distritos de Campo Limpo, Capão Redondo

4

e Vila Andrade), 40% da população reside em favelas, sendo que 27% dos domicílios não possuem rede de esgoto. Além disso, existem 6.434

Aspectos demográficos Distrito

População

1. Campo Limpo

191.527

2. Capão Redondo

240.793

3. Vila Andrade

73.649

4. Jardim Sao Luis

265.707

5. Jardim Angela

320.026

TOTAL

1.091.702

domicílios em áreas de risco.

Emprego Os trabalhadores ganham uma renda mensal média de R$ 700,00, sendo que 20% dos jovens de 16 a 29 anos encontram-se desempregados.

Escolaridade A taxa de analfabetismo é de 6,32%, sendo de 1,27% a taxa de abandono do ensino fundamental e de 7,79% a taxa de abandono do ensino médio.

fontes: Censo Escolar/INEP | CIEE/SEE | IBGE – Censo demográfico 2000 | Pesquisa de Emprego e Desemprego SEADE/Dieese Prefeitura do Município de São Paulo | SABESP/2007 | SEHAB (dados de 13/01/2009) | SGM, SMSP, UNESP e IPT, 2003

05


Arquivos Projeto Arrastão/ Arquivos Projeto Arrastão/ Arquivos Projeto Arrastão/ Criação coletiva do Cardume de mães.

Considerar o contexto histórico, cultural e social da região em que atuamos é fundamental para que a essência do nosso trabalho seja verdadeira e significativa para o público que dele se beneficia. Por isto, ao longo dos 40 anos de atuação, construímos um vínculo de confiança com a comunidade dos distritos de Campo Limpo, Capão Redondo, Vila Andrade e do município de Taboão da Serra. São elas que sinalizam os caminhos da nossa atuação e participam ativamente dos processos de trabalho. Dessa forma, as pessoas atendidas se tornam agentes de transformação social, desenvolvendo a autonomia necessária para promover as mudanças de sua própria realidade. Estruturada nos programas família, desenvolvimento comunitário, saúde preventiva e voluntariado, a área social desenvolve projetos específicos para as necessidades que se apresentam em cada um desses eixos, e também envolve a sociedade civil com a questão social. Todo trabalho é realizado em rede, por meio de parcerias e articulações com órgãos públicos, empresas e demais Desenho de Isabella Moreira Basso

organizações sem fins lucrativos, além de voluntários, que somam capacidades, potenciais e conhecimentos e contribuem com o desenvolvimento integrado e sustentável da região.


Em 2008, as palestras do Arrastão pela Cidadania abordaram assuntos como prevenção à violência doméstica; posição da mulher na família e na sociedade; gravidez precoce; prevenção ao uso de drogas; reciclagem e reaproveitamento do lixo; eleições e o voto consciente; democracia representativa e participativa; regularização fundiária e Plano Diretor; direitos e deveres relacionados à guarda dos filhos. Com relação a 2007, percebemos uma manifestação e participação mais ativa do público durante as palestras. Arquivo Projeto Arrastão

Não era raro um participante lançar Arquivo Projeto Arrastão

com segurança uma indagação ao

A Isabella se tornou uma pessoa mais calma e eu também. Muitas vezes no desespero acabei errando, mas através dessa parceria foi mais fácil perceber algumas falhas e consertar alguns erros. O tratamento é importante para termos uma família estruturada, perceber que podemos acertar e que a terapia em grupo não é perda de tempo e sim o resgate de uma família, um lar com amor, confiança e capacidade de melhora.

Programa família Célula fundamental da sociedade, a família é a base do trabalho da área social. Famílias bem estruturadas, com valores afetivos, éticos, de cidadania e solidariedade, dão suporte ao desenvolvimento pedagógico dos seus filhos e possuem grande potencial de liderança na comunidade. Para atender pais e filhos de forma integrada e fortalecer os laços familiares, a área social e a área pedagógica desenvolvem trabalhos conjuntos, com a atenção voltada para o contexto familiar. Isto possibilita minimizar e solucionar questões familiares que possam comprometer o aprendizado das crianças, adolescentes e jovens inscritos no Projeto Arrastão. Assim, paralelamente às atividades regulares oferecidas para os educandos, determinadas ações são realizadas especialmente para as famílias, de maneira a integrar mães, pais, irmãos, tios e avós ao ambiente

Ana Maria Basso (mãe de Isabella Basso, de 13 anos), sobre o atendimento psicológico que ambas receberam.

e à cultura do Projeto Arrastão. Palestras e rodas de conversa, reuniões de pais e eventos de integração contribuem para melhorar a qualidade

palestrante, promovendo uma roda de discussão sobre o assunto em pauta. Isto mostra que as pessoas da comunidade estão expressando suas opiniões com mais segurança e olhar crítico, um passo importante para o exercício pleno da cidadania. “Eu mudei depois das palestras. Muitas das coisas que são faladas a gente consegue empregar na nossa vida, na nossa família. Eu era muito tranquila, não ligava para nada; aí eu comecei a despertar para as coisas do mundo. Eu não tinha informação, achava que não precisava. Agora eu gosto de ouvir e tento fazer com que as pessoas também despertem.” diz Vera Lúcia Gomes da Silva, dona de casa. Além das atividades de cidadania, as famílias recebem atendimento psicológico, a fim de tratar situações delicadas que possam afetar a estrutura familiar. Para isto, contamos com o apoio da Sociedade Brasileira de Psicanálise, do IPPIA – Instituto de Psiquiatria e Psicoterapia da Infância e da Adolescência e da Faculdade de Psicologia da UNIBAN, Campus Campo Limpo. A atenção com a família acontece desde o primeiro contato com o Projeto Arrastão, já no momento da procura por vagas. Devido à grande demanda, a área social desenvolveu o projeto Caiu na Rede é Peixe, que consiste na análise do perfil socioeconômico de cada família, e na identificação de suas necessidades e problemas específicos. Em 2008, o projeto atendeu 525 famílias, que aguardam uma vaga para seus filhos.

de vida das famílias.

Desenho de Gabriela

08

09


167

atendim e pediánttros icos

Em 2008, foram realizadas palestras e rodas de conversa sobre doenças sexualmente transmissíveis, saúde do homem, problemas respiratórios, prevenção e combate às pragas urbanas; campanhas de vacinação, atendimentos odontológicos, oftalmológicos, pediátricos e de enfermaria, e exames de glicemia e aferição de pressão arterial. Além disso, o Projeto Arrastão está equipado com um ambulatório e um consultório odontológico, onde uma auxiliar de enfermagem e uma Alme Al Alm A lme meeid m iida da d aR Roch Roc Ro och oc o cha

dentista realizam consultas e atendimentos diários às crianças, adolescentes e jovens inscritos na instituição.

Programa saúde preventiva Uma rede composta pelo Projeto Arrastão, empresas e voluntários, e pelos Arquivo Projeto Arrastão

equipamentos públicos de saúde da região do Campo Limpo, desenvolve ações educativas e preventivas na área da saúde e atendimentos às crianças, adolescentes, jovens e adultos da comunidade. Os objetivos são facilitar o acesso da população ao atendimento médico e divulgar informações importantes sobre prevenção e cuidados com a saúde, relacionadas aos problemas que costumeiramente afetam a comunidade. Uma vez por mês, o Projeto Arrastão realiza o Sábado da Saúde, evento composto de ações informativas lúdicas e dinâmicas, que facilitam o entendimento do público sobre as orientações que são transmitidas por profissionais especializados.

Esse trabalho para mim é um abrir de olhos. Qualquer dorzinha agora eu vou ao médico. Eu prometi que qualquer d ccoisa que eu tivesse agora, eu ia ver. E é isso que eu ensino para as pessoas também. p

A palestra que eu mais gostei foi uma que falou sobre a saúde da mulher. Antes do Projeto Arrastão eu não me cuidava muito, agora eu vou ao médico. Depois que eu saio da palestra eu fico pensando “eu preciso ir ao posto para ver as coisas que eu tenho”. Eledita Pereira dos Santos.

Roselita Alves, dona de casa. Ro

10

11


Arquivo Projeto Arrastão.

Em parceria com o ITD – Instituto Tecnológico Diocesano, o Projeto Arrastão mantém desde 1999 um programa de alfabetização de adultos. Todas as noites, a agitação das crianças e dos adolescentes dá lugar à sabedoria e experiência de vida de mulheres e homens da comunidade de Parque Pinheiros, que após trabalharem o dia todo

230 pessoas capaci ta

prrofissionalmendas te

Arquivo Projeto Arrastão.

O Projeto Arrastão participa

do conhecimento. Em 2008, e homens da região. A formação

do Campo Limpo, que fortalecem

e a metodologia são totalmente SXC.

a comunidade para o enfrentamento dos problemas locais, visando

aprender, e mergulham no universo o programa atendeu 80 mulheres

de importantes redes da região

em baixa

chegam à instituição com sede de

desenvolvidas pelo ITD.

sua mobilização para intervir em políticas públicas. Algumas redes foram criadas por causa de ações articuladas pelo Projeto Arrastão, como o Pólo de Prevenção à Violência, que fomenta debates sobre o tema e propõe soluções de forma conjunta; e a Rede Praça, que visa resgatar as atividades O fortalecimento da comunidade do Campo Limpo é fundamental

culturais e esportivas na Praça do

para sua autonomia, para que ela participe ativamente dos processos

Campo Limpo, e propor ao Poder

de seu desenvolvimento. Sob esta premissa, o Projeto Arrastão realiza

Público melhorias para essa

ações de mobilização comunitária e formação de lideranças, envolvendo

importante área verde da região.

o Projeto Arrastão oferece cursos e oficinas de capacitação profissional que possibilitam a elevação da renda das famílias e estabelece parcerias com instituições de colocação profissional. Em 2008, foram realizados cursos de culinária e artesanato, que capacitaram cerca de 230 pessoas da comunidade.

da comunidade assumem um papel empreendedor no caminho

É um curso muito bom, dá para aprender bastante coisa. Eu já fazia bolos de aniversário para vender. O curso me valeu como um complemento. Eu aprendi os confeitos, os recheios e hoje uso isso nos produtos que eu vendo. São receitas fáceis de fazer e econômicas. E meus clientes estão gostando.

da transformação social, sendo capacitados a dar continuidade às ações

Rosália Mota de Santana, empregada doméstica.

diretamente a comunidade no enfrentamento dos seus problemas e na construção de soluções sustentáveis, que valorizem seus recursos humanos, culturais, ambientais e materiais. Dessa forma, os membros

e projetos desenvolvidos. Além disso, a articulação promovida pelo Projeto Arrastão com o Poder Público, empresas e movimentos sociais locais possibilita a intervenção da comunidade em políticas públicas e a sustentabilidade das ações de desenvolvimento comunitário.

12

Diante da alta demanda da região por trabalho e emprego,

O Projeto Arrastão capacita as pessoas da comunidade a pensar e agir para transformar. 13


Almeida Rocha

Almeida Rocha

em baixa

Em 2008, o projeto deu um passo

nomes das ruas e vielas pelos

para expormos o CorArrastão.

A iniciativa inicial trazida por uma voluntária, de pintar as fachadas das

significativo: 43 famílias receberam

próprios moradores, que agora

A divulgação para arquitetos

casas para resgatar a autoestima dos moradores, deu origem a um

o título de posse de suas casas,

aguardam a aprovação legal.

e pessoas ligadas à área foi

importante projeto de revitalização habitacional no Jardim Vale das

no programa de regularização

Outro importante destaque em

determinante para o envolvimento

Flores, localizado em Taboão da Serra, no entorno da instituição.

fundiária desenvolvido pelo

2008 foi o reconhecimento do

desses profissionais com as

Daí resultou a parceria com a Prefeitura Municipal de Taboão da Serra,

Governo Federal, no qual o

trabalho pelo IAB – Instituto de

melhorias das casas do Jardim

firmada em 2007, que chancelou o trabalho do Projeto Arrastão, dando

Projeto Arrastão é assessor

Arquitetos do Brasil, que premiou

Vale das Flores, o que se deu com

origem ao Projeto de Melhorias Habitacionais e Urbanas do Parque

técnico social. A conquista desse

o Projeto de Melhorias Habitacionais

a destinação de sobras de

Pinheiros, que utilizou a metodologia aplicada no CorArrastão. Formou-se

direito está relacionada a todo o

e Urbanas com menção honrosa, na

material de construção, que foram

então uma rede de profissionais de setores variados, que unem capacidades,

trabalho anterior que desenvolvemos:

categoria Habitação de Interesses

reaproveitadas pelos moradores.

conhecimentos e potenciais, o que possibilitou a melhoria de cerca de

a mobilização comunitária em

Sociais, por sua diferenciação em

2008 foi, portanto, um ano

300 casas da comunidade. Para assegurar a participação da comunidade

torno da questão da habitação;

termos de efetiva participação

de expansão e conquistas para

em todos os processos, capacitamos agentes comunitários para a

a articulação com o Poder Público

social. Além disso, tivemos uma

o CorArrastão, marcadas pela

mediação entre os moradores e a Prefeitura. Além disso, arquitetos

para a execução de melhorias; a

participação significativa na

consolidação de importantes

parceiros da instituição realizam vistorias técnicas e apontam as

organização da numeração das

mostra de arquitetura e decoração

parcerias, que serão fundamentais

melhorias necessárias, descritas em plantas desenhadas para cada

casas com a participação ativa da

CAD – Casa Arte e Design, que

para a continuidade das ações

uma das casas vistoriadas.

comunidade; a escolha dos

nos cedeu um espaço exclusivo

na comunidade.

Com a ajuda do CorArrastão 43 famílias receberam, em 2008, o título de posse de suas casas 14

Financiador

15


Arquivo Projeto Arrastão.

Fruto da parceria com o Design Possível, o Núcleo de Moda e Design é um espaço de capacitação e formação de mulheres na área da costura e empreendedorismo, que fomenta o desenvolvimento socioeconômico local, com alternativas sustentáveis de geração de renda. Lonas de painéis publicitários, que antes eram jogadas no lixo, transformam-se em

2

418

matéria prima para confecção de bolsas e acessórios modernos e ecologicamente corretos, que aliam artesanato, moda, design e sustentabilidade. Após 2 anos de capacitação, o grupo Cardume de Mães, composto por 10 mulheres da comunidade, está atualmente em processo de

36.260

emancipação e autogestão produtiva, recebendo ampla formação com vistas à sua independência. Alguns passos nessa direção já foram dados: o grupo desenvolveu uma identidade visual e atendeu diretamente alguns clientes, com ampla autonomia. Além disso, as mães do Cardume multiplicam seus conhecimentos para outras mulheres, em cursos de curta duração. As bolsas coloridas e exclusivas que elas confeccionam marcaram presença em importantes feiras e eventos, como a Craft Design, o Balcão da Cidadania e o Bazar do Bem Possível , o que possibilitou maior visibilidade ao trabalho e novas parcerias.

Ações voluntárias remontam à origem ao Projeto Arrastão e estão fortemente ligadas à nossa essência. Em 2008, consolidamos ações realizadas nos anos anteriores e tivemos uma presença maior do voluntariado corporativo. Funcionários de importantes empresas planejaram conosco atividades adequadas ao nosso público e às nossas necessidades. Demos continuidade às ações educativas da área da saúde, realizadas

Para mim o Núcleo de Moda e Design representa muito. Aprendi muito, principalmente a trabalhar em grupo. Hoje me considero uma profissional na área de costura.

mensalmente pelo Instituto Criança é Vida, e às atividades recreativas que os alunos do Colégio Guilherme Dumont Villares trazem semanalmente às Alcoa, trouxeram mais verde para nossa área. As crianças e adolescentes aprenderam técnicas de permacultura e hoje têm um cuidado especial com a horta, os girassóis e as mudas que ajudaram a plantar. Já os voluntários da Fundação Itaú Social reforçaram a importância do trabalho em equipe com uma grande gincana, que envolveu inclusive a catalogação de livros da Biblioteca. “O que ficou para mim dessa oportunidade foi a constatação de que muito mais do que doar, nós recebemos” , conta Fernanda Scopel Sakamoto, voluntária do Banco Itaú. Além de mobilizar a sociedade civil para a questão social, o programa voluntariado possibilita uma rica interação e troca de experiências entre públicos diversos e o aperfeiçoamento de métodos e procedimentos adotados pela organização.

16

Considero a iniciativa extremamente educativa. O mais legal foi que os responsáveis pela área de meio ambiente da Alcoa explicaram para as crianças o plantio de árvores e a importância da preservação. Elas se mostraram muito interessadas e conscientes.

Arquivo Projeto Arrastão.

crianças. Duas grandes ações de plantio, da Timberland e do Instituto

Eliane Mario Marques, integrante do grupo Cardume de Mães.

Financiador

Luciana Sartori, voluntária da Alcoa.

17


Arquivo Projeto Arrastão/ Almeida Rocha/ Arquivo Projeto Arrastão/ Criação coletiva do Arrasta-Lata.

ntil a f n i o ã ç a c u coro ed e m d e a o ã m t s a r a r g r o pr ea arras ta -lata nte mbie a o i e m e d o ens v o j núcle e d o ã ç a for m e d a m a ção r g a o r m p r o f e d o t emen ar te como el

O Convênio com a Prefeitura Municipal da Cidade de São Paulo consiste no financiamento e apoio técnico para a Educação Infantil e para o Centro para Crianças e Adolescentes, possibilitando ao Projeto Arrastão intervir nas políticas públicas da Educação, adaptando as propostas e metodologias pedagógicas. Diante disso, os programas e projetos da área pedagógica constituem-se numa formação ampla e complexa para crianças, adolescentes e jovens, com o intuito de fortalecer a identidade histórica e cultural, desenvolver o senso crítico, a autonomia e a capacidade de liderança, possibilitando a construção de projetos de vida empreendedores. Com o olhar atento ao contexto social e familiar, são trabalhados conteúdos como comunicação e expressão, leitura e escrita, matemática, artes visuais, educação ambiental, cidadania, música

Desenho de Thais Pereira de Carvalho

e esportes, de acordo com as necessidades e aptidões de cada faixa etária. O Projeto Arrastão trabalha pela formação de cidadãos participativos, conscientes de seu papel na sociedade e na comunidade em que vivem, para que possam contribuir para uma sociedade mais justa.


Almeida Rocha

A Brinquedoteca é um local Almeida Rocha

Contribui para ampliar o repertório de conhecimentos de crianças e adolescentes de 6 a 14 anos, com atividades complementares à educação formal. Oficinas de informática, educação ambiental, música, artes plásticas, leitura e escrita, e atividades recreativas dão vazão à criatividade

3as e1ad2olescentes

A instituição busca desenvolver integralmente crianças de 2 a 5 anos, em seus aspectos cognitivos, físicos, afetivos e sociais, com atividades que estimulam o aprendizado e a criatividade, levando em conta

crianç no CCA

e imaginação típicas dessa faixa etária e colocam em prática os conhecimentos adquiridos. Além disso, são desenvolvidas ações educativas que envolvem as crianças e os adolescentes com os problemas sociais de sua comunidade,

415 criança

na educaçção ins

extremamente apropriado para a atividade do brincar e para o desenvolvimento da criatividade, da coordenação motora e da socialização das crianças. Jogos, carrinhos, bonecas, fantasias, 1 TV de 60 polegadas e diversos desenhos animados fazem a diversão das

preparando-os para o exercício da cidadania.

crianças, que frequentam o espaço

fantil

diariamente e emprestam um brinquedo toda sexta-feira, para

sempre a importância do brincar. Promove também a assistência à saúde

brincarem em casa com a família.

e ao bem-estar das crianças, por meio de atendimentos médicos

Atividades que estimulam o interesse e gosto pela leitura estão presentes

e odontológicos, alimentação saudável distribuída em 5 refeições diárias,

em todos os programas do Projeto Arrastão e ganham espaço na Biblioteca

e horários próprios para higiene e descanso. O dia a dia das crianças

e na Sala de Leitura. Na Biblioteca Jorgito, constam 11 mil livros catalogados,

começa no refeitório e passa por diversos espaços educacionais apropriados

3 jornais diários, revistas semanais, vídeos educacionais e 5 computadores

para as atividades, como salas de aula, biblioteca, brinquedoteca, sala

conectados à Internet, que são utilizados pelos educandos. Já a Sala de Leitura

de informática, playground, pátio e quadra esportiva.

propicia um ambiente mais descontraído para apresentar de forma lúdica às

A Brinquedoteca também é utilizada por crianças de escolas públicas da região, e pelas famílias das criançass d do Projeto Arrastão.

crianças e jovens o universo das letras, representado por 700 livros infanto-juvenis. Além disso, um de nossos projetos, o Ler e Entender, tem como objetivo desenvolver habilidades de leitura e expressão por meio de pesquisas, escrita e saraus de poesias, produção de livros e mediações de leitura, dentre outras.

Financiador Educação infantil e CCA

20

Financiador do Projeto Ler e Entender

21


Arquivo Projeto Arrastão. Almeida Rocha

Arara -Azul (Guarânia) scendo Arara -Azul, quando o sol está na ndo Abre as asas e pro céu vai ascende ar Na palmeira de acur i vai descans r Comer castanhas, para se rev igora

Arrasta-Lata & Arrastão em Coro

possibilitou um conhecimento maior sobre a fauna, a geografia e a cultura

Aprendi como o lixo que jogamos fora é insignificante para muitas pessoas, e se soubermos usá-lo de uma melhor forma, podemos fazer inúmeras coisas com sabedoria e criatividade. Tudo que aprendi e que continuo aprendendo no Arrasta-Lata vou aproveitar na minha vida, mesmo quando não estiver fazendo mais parte do grupo.

brasileira e despertou o grupo para a preservação do meio ambiente.

Tainara Luz de Oliveira Severino, 13 anos.

Música como forma de expressão, fortalecimento da identidade e conscientização sobre temas do dia a dia e da cidadania. Estes são os propósitos do Arrasta-Lata e Arrastão em Coro, grupos de formação continuada de percussão e coral, compostos por crianças e adolescentes entre 6 e 14 anos. Com enfoque em ritmos populares brasileiros, os integrantes aprendem a linguagem musical e desenvolvem a acuidade auditiva, o senso rítmico e a afinação. Com instrumentos musicais a partir de materiais recicláveis, os 60 integrantes do Arrasta-Lata conscientizam o público sobre a importância da preservação ambiental, notadamente sobre o problema do lixo, muito presente na região do Campo Limpo. Desde que o grupo foi criado, em 1999, já realizou diversas apresentações em empresas, centros culturais e eventos. O coral foi iniciado em 2008, com um grupo de 80 crianças e adolescentes. Os educadores compuseram letras que tratam dos bichos do Brasil e de seu habitat, adequando os ritmos de cada canção à cultura da região onde vivem os animais. Isto

22

dia Arara -Azul, quando cheg a o meiofria Na lagoinha , com esper teza se res r E ap roveita a bocaiuva para almoça ntar Comer co quinhos, até quando agüe Arara -azul, Arara -azul, No galho da seriguela Como é bom te ver voar Onde a vida se revela Bicho bom é bicho solto é o Pantanal Céu anil para conquistar Terra boa

Penha Trecho da Letra de Edson Música Xavier Bartaburu

Financiadores

23


Eu explico para minha mãe que ela tem que reciclar. Eu ensino ela a cuidar das plantas. Já pensou esse mundo sem plantas? É muito triste ver a fumaça cobrir as plantas.

Criação coletiva do Núcleo de Meio Ambiente.

Wesley Rodrigues Santos, 7 anos.

nh

o

aia M de

ne

se

De

Núcleo de meio ambiente A educação ambiental permeia todas as atividades desenvolvidas pelo Projeto Arrastão, desde a Educação Infantil até as ações realizadas com a comunidade. Com foco na questão do lixo e seus efeitos no córrego Limpo - conteúdos ambientais são disseminados em aulas teóricas e vivenciados em atividades práticas, como oficinas de reaproveitamento

Para proporcionar educação

de materiais para a construção de brinquedos educativos e instrumentos

ambiental à comunidade,

musicais, plantio de árvores, campanhas de mobilização da comunidade

o Núcleo de Meio Ambiente

e intervenções locais. Essas atividades contribuem para envolver crianças,

promove ações integradas

adolescentes e jovens com a questão ambiental da sua região,

com a área social, inserindo

despertando-os cada vez mais para uma postura responsável e consciente,

a questão ambiental nas

e formando-os para multiplicarem as ações desenvolvidas no Projeto Arrastão.

palestras, cursos, eventos

Desenho de Kevia

e nos mutirões do CorArrastão. Além disso, o Núcleo possui

Arquivo Projeto Arrastão

Pirajussara - um dos principais problemas que afetam a região do Campo

Quando eu passo de ônibus pela ponte do Rio Pinheiros, e vejo aquele rio parado, todo poluído, me dá uma tristeza. Eu tenho vontade de fazer a faculdade logo, criar um projeto para dar um jeito nele. Eu tenho muitos planos para colocar tudo que quero logo em prática. Mayra Gabriela Oliveira Nascimento, 17 anos.

um galpão de coleta, para onde a comunidade destina seu lixo reciclável, o que mostra seu envolvimento e participação com essa problemática ambiental.

24

25


Empreendedorismo juvenil Para fomentar o empreendedorismo social juvenil, firmamos parcerias com renomadas instituições, que investem no potencial dos jovens para transformarem a realidade em que vivem. Consolidamos com a Ashoka Empreendedores Sociais, a parceria no Programa Geração Muda Mundo, o que possibilitou a capacitação empreendedora de novos jovens, que apresentaram projetos de trabalho em diferentes áreas de atuação. Firmamos uma nova parceria com o Citigroup, que envolveu profissionais, Arquivo Projeto Arrastão.

universitários e educadores na formação direcionada para o desenvolvimento de planos de negócio que promovam o desenvolvimento da região do Campo Limpo. Os 30 jovens que participaram do programa elaboraram iniciativas empreendedoras que compreendem atuações culturais e esportivas ligadas à dança, teatro e música, dentre outros. No final dos programas, 13 projetos empreendedores foram aprovados por bancas técnicas julgadoras e contarão com um recurso inicial para serem implementados pelos jovens.

Mediação de leitura Ao longo de 2008, atividades de leitura foram inseridas em todas as oficinas realizadas com os jovens, para despertar o interesse e gosto pelos livros, jornais Para nós, os jovens possuem um grande potencial transformador, principalmente

e revistas, e mostrar a importância da leitura para o desenvolvimento pessoal e

se tiverem oportunidades para investir em seus sonhos e escolhas. Por isso,

profissional. Capacitamos 70 jovens para a mediação de leitura, e eles

estimulamos o espírito empreendedor, para que eles ampliem o olhar sobre as

realizaram essa atividade nos espaços internos do Projeto Arrastão, com as

oportunidades de trabalho que se apresentam e consigam construir projetos de

crianças, e também em espaços públicos, como praças, escolas e até mesmo

vida consistentes e viáveis. Com o olhar atento aos interesses e demandas dos

dentro de ônibus. Isso possibilitou uma maior desenvoltura na sua comunicação

jovens da região do Campo Limpo, promovemos oficinas de empreendedorismo

com diferentes públicos, habilidade que os ajudará no mundo do trabalho.

social, ética, educação ambiental, informática, esportes, culinária e artes

7 30 jovens atendidos

plásticas. Esses temas são trabalhados em atividades que desenvolvem a leitura, a comunicação oral e escrita, o trabalho em equipe, o olhar crítico, a construção de argumentação e a resolução de situações problema, com o objetivo de preparar os jovens para o ingresso na vida profissional, com consciência de suas aptidões e responsabilidades. Além disso, eles são inseridos nas ações realizadas pelo Projeto Arrastão, o que estimula seu envolvimento e comprometimento com a causa da organização. Para que desenvolvam cada vez mais um papel ativo frente à sua comunidade e à sociedade, criamos o Fórum da Juventude, que propicia um espaço exclusivo de voz para o jovem manifestar suas opiniões e interesses, discutir temas como política, uso de drogas e meio ambiente e avaliar, em conjunto com os educadores, o Programa de Forma��ão de Jovens.

26

Aprendi a me comportar em uma entrevista de emprego e a desenvolver projetos para a comunidade. Aprendi competências empreendedoras para minha vida.

30% inseridos no mercado

10% em cursos profissionalizantes

10%

em cursinhos pré-vestibular

4% no ensino superior

de trabalho Financiadores do Empreendedorismo juvenil

Letícia Muniz, 17 anos.

27


rrastão. A Projeto Arquivo Arquivo Projeto Arrastão.

Oficinas de gastronomia Curiosos com as cores e aromas que se apresentaram durante as oficinas, os jovens receberam informações importantes sobre temas relacionados à área da gastronomia e vivenciaram na cozinha didática um verdadeiro ambiente de trabalho, onde experimentaram receitas e prepararam coquetéis. As oficinas desenvolvem habilidades específicas para a atuação no

o social motivou a criaçã o para a transformação açã nic mu co da ça for A bdesign, audiovisual r. Oficinas de rádio, we do va ino o jet pro sse de unidades jovem para novas oport do te on riz ho o am e jornalismo ampli de reflexões e debates o senso crítico por meio de trabalho, despertam ativa na comunidade. entivam a intervenção sobre temas atuais e inc ção para e servem de experimenta qu as, iad var s dia mí Os jovens produzem spot.com), (http://nossamare.blog ré Ma ssa No g Blo O as próprias oficinas. de são inseridas ideias, virtual dessa turma, on por exemplo, é o espaço muita interatividade. notícias, que propiciam opiniões, entrevistas e no Projeto Arrastão, ou uma rádio interna Em 2008, o Núcleo cri informação e vivência portante ferramenta de a Rádio Maré, uma im ens, que também a foi montada pelos jov prática. Toda a acústic cleo de Comunicação ambientação para o Nú produziram uma nova aprendizado. ento com o espaço de im nc rte pe seu o a orç Maré Alta. Isto ref rcado de trabalho ão desses jovens no me Para possibilitar a inserç área, como conta com parceiros na a ão, o Projeto Arrastão da comunicaç ssibilitam Novas Mídias, que po e ma ne Ci , TV de o Instituto Criar imentos adquiridos. d mento dos conhec o aprofunda

mercado da alimentação. Alguns jovens já deram os primeiros passos para essa atuação profissional e estão trabalhando em estabelecimentos de

6 jovens no

Joana, a rede de fast food Mc Donald´s e o Le Manjue Bistro, especializado em alimentos orgânicos e parceiro da instituição. “Semana passada eu fiz uma sobremesa que eu aprendi no Projeto Arrastão, todo mundo adorou.

Instituto Criar

SXC.

Eu tenho orgulho de falar que eu sou do Arrastão, ele abre a cabeça do jovem para o mundo lá fora.” Hortência de Moura Assis, jovem que trabalha no Le Manjue Bistro. Financiadores

28

Financiadores

Criação coletiva Núcleo de Comunicação Maré Alta

segmentos diversificados, como o restaurante da Maternidade Santa


Arquivo Projeto Arrastão. Almeida Rocha

Arquivo Projeto Arrastão.

Os trabalhos realizados nas oficinas de artes plásticas proporcionam o aprendizado de linguagens artísticas e noções de estética, a expressão da identidade individual, social e cultural dos jovens, o autoconhecimento e autoestima. Em 2008, as produções artísticas feitas pelos jovens ganharam reconhecimento em

Em parceria com o Instituto Vivo, o Projeto Arrastão esteve durante

exposições e eventos onde foram

4 meses em cartaz no Teatro Vivo, com a peça Sapato Apertado, criada

expostos, como a CAD – Casa Arte

e produzida por jovens integrantes do grupo Quereres, a partir da

e Design, mostra de arquitetura

metodologia do Programa de Formação de Jovens. O processo de montagem

e decoração; a II Mostra Fiesp de Responsabilidade Socioambiental

proporcionou aos jovens o contato e a troca de experiências com

Eu nunca tinha pensado na possibilidade de estar no palco apresentando uma peça para tanta gente. É muito bom saber que alguém acreditou no meu potencial. Mayra Gabriela Oliveira Nascimento, 17 anos.

30

e o restaurante parceiro da instituição,

profissionais de diversas áreas relacionadas ao teatro, como Canto,

o Le Manjue Bistro.

Cenografia, Dramaturgia, Dança, Música, entre outras. Entre esses profissionais, destacam-se o cenógrafo Jonas Soares e o coreógrafo Rubens Oliveira. Ambos integraram programas de formação do Projeto Arrastão e hoje estão inseridos no mercado de trabalho. A peça abordou as histórias dos protagonistas: o que é ser jovem e viver

Financiadores

numa comunidade de baixa renda, os conflitos das relações afetivas, o medo de assumir responsabilidades e de atender a expectativas.

31


Almeida Rocha/ Almeida Rocha/ Marina Boyadjian/ Arquivo Projeto Arrastão.

aP

tin

ria

to

nh

se

Victoria Cristina Paurá

De

e od

Vic

is Cr

rá au

A continuidade e o aperfeiçoamento dos nossos programas e projetos dependem de uma rede de parcerias que nos apoiam com recursos financeiros e materiais, o que possibilita infraestrutura adequada, alimentação e recursos humanos para realizarmos nossas ações e ampliarmos os resultados e impactos sociais. Para tanto, nossa área de desenvolvimento institucional cuida da imagem do Projeto Arrastão, do relacionamento com pessoas físicas e jurídicas, da captação de recursos, da divulgação de nossas ações a diversos públicos, e da assessoria de imprensa.


Arquivo Projeto Arrastão.

Comunicação

Desenvolvimento institucional Captação de recursos 4,46% 5,04%

4,04%

Buscamos fontes diversificadas de recursos para assegurar

16%

a sustentabilidade financeira da instituição. Com a Campanha Cardume Cidadão, envolvemos pessoas físicas e empresas de pequeno porte com nossas ações, que nos apoiam periodicamente com doações mensais, trimestrais ou semestrais.

20,13%

Em 2008, fidelizamos os parceiros do cardume, que receberam notícias mês a mês sobre nossas atividades. Consolidamos também a parceria com o Fundo Municipal de Direitos

50,33%

da Criança e do Adolescente – FUMCAD e com Ministério da Cultura, mobilizando pessoas físicas e jurídicas a apoiarem nossos projetos

pessoa física pessoa jurídica fumcad prefeitura de SP corrida pela cidadania outras receitas

34

Boas notícias na rede Nosso site, reformulado em 2007, se tornou um importante canal de comunicação com nosso público. Educandos, imprensa, parceiros, amigos e a sociedade em geral encontram notícias atualizadas sobre as atividades que acontecem no nosso dia a dia. Recebemos uma média mensal de 18 mil visitantes, nacionais e estrangeiros, de variadas faixas etárias, que nos contataram para saber como multiplicar nossas ações em outras regiões, adquirir produtos, realizar atividades voluntárias, dentre outras solicitações. Para quem quer se manter constantemente informado, enviamos uma vez por mês o Boletim Informativo eletrônico, que reúne as principais notícias e eventos de cada mês.

Em 2008, cerca de 160 pessoas se cadastraram por mês para receber o informativo, que hoje é direcionado a 3.488 pessoas.

aprovados no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e na Lei Rouanet, beneficiando-se de incentivos fiscais. Em parceria com a MPR Assessoria Esportiva, do preparador físico

Eventos

Marcos Paulo Reis, realizamos anualmente a Corrida pela Cidadania,

Divulgamos também nossas ações em eventos externos alinhados

nosso principal evento em termos de mobilização de público e

aos nossos valores. Participamos pela primeira vez da Mostra Fiesp

captação de recursos. Alcançamos um número recorde de empresas

de Responsabilidade Socioambiental, o que resultou em novas parcerias,

patrocinadoras em 2008, na 7ª edição do evento, que reuniu atletas

principalmente para o Núcleo de Moda e Design, que trabalha com

profissionais, como a saltadora Fabiana Murer e a dupla de nado

o reaproveitamento de materiais. Tivemos um espaço exclusivo

sincronizado Lara Teixeira e Nayara Figueira, esportistas, corredores

na CAD – Casa Arte Design para expor a metodologia e os resultados

amadores e os jovens do programa de iniciação esportiva do Projeto

do CorArrastão, que atraiu a atenção e interesse de profissionais

Arrastão, além das crianças, que participaram das provas infantis.

da arquitetura para esse importante projeto de revitalização habitacional.

35


Clipping

36

37


Dados

Diretoria e Conselho

Razão social Arrastão Movimento de Promoção Humana

Endereço Rua Dr. Joviano Pacheco de Aguirre, 255 Bairro do Campo Limpo CEP 05788-290 São Paulo - SP

Site

Diretoria

Conselho jovem

Vera Marmo Masagão Ribeiro

Alice Ciampolini Bourroul

www.arrastao.org.br

Contato

Presidente

55 11 5841-3366

Carlos Ciampolini

arrastao@arrastao.org.br

Diretor Financeiro

Conselho consultivo Luiz Masagão Ribeiro

Luiz Masagão Ribeiro Filho

Presidente

Cecília P. de A. Assumpção

Registros

Diretora Administrativa

38

Vice-Presidente

CNPJ 43.082.197/0001-68 43.082.197 / Inscrição Estadual 149618987115 / CCM 1.103.932-9

Conselho fiscal

CNAS 2 268380/71 de 02 de Agosto de 1972 / COMAS 632/2006

Marcelo Puggina

Certificado de Entidade Ent de Fins Filantrópicos: Resol.nº 54 de 22 de abril de 2003 Reg. Secret. Estad. Estad Assist. Desenvolvimento Social: nº 2558 de agosto de 1971 Reg. Conselho Estadual Est de Assist. Social: nº 0094/SP/99 de 05 de abril de 2000 Reg. Conselho Estad. Est Auxílio e Subvenções: nº 110/84 de 27 de outubro d 1984 Reg. Secretaria Municipal Mu de Assistência Social: nº 0.207-0 de 17 de março de 1984 Reg. Conselho Municipal Municip dos Direitos da Criança e Adolescente: 248/94 de 27 de abril de 1994 ã de Utilida Instituição Utilidade Pública Federal: Decreto nº 91108 de 12 de março de 1985 Instituição de Utilida Utilidade Pública Estadual: Decreto nº 1020 de 06 de fevereiro de 1973 o de Utilidade Utilida Instituição Pública Municipal: Decreto nº 9892 de 13 de março de 1972

Paulo Masagão Ribeiro

Fernanda P. de A. Assumpção

Maria Cristina Ciampolini Marcelo Ciampolini Neto

Diretora Secretária

Betina Machado Ferraz

Carolina Tommaso

Maria P. B. Vieira da Cunha

Diretor Financeiro

Maria Rita Tostes da Costa Bueno

Carolina Porto Paes Barretto

Andrea Masagão R. Moufarrege

Paola Ferraz

Carlos Borges Campos

Paulo Ciampolini

Flora Arruda Botelho Ramenzoni

Tiago Ribeiro do Valle

Ibsen Ramenzoni Laura F. Ferraz Maria Cecília Munhoz Saliés Maria Isabel Tostes Bueno Valéria Wey Barbosa de Oliveira Vera de Paula Freitas Vera Lucia Ribeiro do Valle Vicente de Tommaso Neto Wilma F. Tommaso

39


Parceiros Financiadores institucionais

Parceiros técnicos

Apoiadores institucionais

Voluntariado corporativo

• Centro de Voluntariado de São Paulo

• Agente Cidadão

• Fundação Itaú Social

• Childhood Brasil (Instituto WCF-Brasil)

• Balcão da Cidadania

• Instituto Aloa

• Design Possível

• Bazar do Bem Possível

• Rede Drogasil

• FICAS

• CAD Casa Arte e Design

• Timberland

• Fundação Abrinq

• Craft Design

• Instituto Criar de TV, Cinema

• Dana Brasil

e Novas Mídias

• Fundação Itaú Social

• Instituto Criança é Vida

• Instituto Société Générale

• Instituto Sedes Sapientae

• Instituto Unibanco

• Odontoprev

• Instituto Vivo

• Popovic & Ostrowska

• Le Manjue Bistro

Arquitetos Associados (Aline Ostrowska) • UNIBAN

• Marcos Paulo Reis Assessoria Esportiva

• Studio Kitty (Ana Cristina Carvalho)

• Mitsui & CO. (Brasil) S.A.

• Sutaco - Superintendência do Trabalho

• Symantec

Artesanal nas Comunidades

• Banco Calyon S/A • BMF&Bovespa • Dressing

• Futura Corretora • GU Energy Gel

Assessorias • Jurídica

• Multigrain Group

Marrey Jr. e Quiroga Advogados

• Auditoria Pricewaterhouse Coopers International Services Ltda.

Ficha técnica Textos Área de Comunicação Projeto Arrastão Redação e edição Júnia Milani Ferrentini

• Equipav Bioenergia

• Hipica Paulista

Mattos Filho, Veiga Filho,

40

Patrocinadores 7ª Corrida pela cidadania

• ICE Instituto de Cidadania Empresarial

• WTorre S/A

Assistente de redação Natália Oliveira Pinto Sousa Pesquisa de imagens Priscilla Oliveira • Projeto Gráfico Núcleo de Comunicação Design Possível Direção de arte Karina Castardelli Assistente de arte Ana Tanaka Impressão Editora Referência Ltda.



Relatório de 2008