Page 1

parque

Mais AcessĂ­vel PDP - Proposta de Desenvolvimento Projetual


4 5 6 7

d

5. Mapas............................................................................................................................. 5.1 Plano Diretor............................................................................................................... 5.2 Zoneamento............................................................................................................... 5.3 Área de Intervenção................................................................................................... 5.4 Levantamento............................................................................................................ 5.5 Mapa de Implantação................................................................................................ 5.6 Mapa do Parque......................................................................................................... 5.7 Mapa dos arredores - Portões 1 e 2...........................................................................

11 11 12 13 14 15 16 17

n

4. Logotipo......................................................................................................................... 9 4.1 Estudo de logo........................................................................................................... 10 4.2 Logotipo final............................................................................................................. 11

Í

3. Referências Visuais........................................................................................................ 8

e

2. Conceitos de Criação...................................................................................................... 2.1 Acessibilidade............................................................................................................. 2.2 Contemporaniedade.................................................................................................. 2.3 Sustentabilidade.........................................................................................................

c

1 1 3 3

i

1. Briefing........................................................................................................................... 1.1 Contexto do Projeto, estético, social, cultural, político, econômico e tecnológico.... 1.2 Razões que motivaram o projeto, público alvo e materiais utilizados....................... 1.3 Oportunidade, problema, objetivos, justificativas.....................................................


6. Tipografia....................................................................................................................... 20 6.1 Estudo da tipografia associada a cores...................................................................... 20 6.2 Tipografia final........................................................................................................... 21

e c

5.8 Mapa dos arredores - Portões 3 e 4........................................................................... 18 5.9 Mapa dos arredores - Portão 10................................................................................ 19

9. Visão geral do sistema................................................................................................... 31 9.1 Evolução das peças.................................................................................................... 31 9.2 Peças finais................................................................................................................. 39

d

26 27 28 29 30

n

8. Pictogramas.................................................................................................................... 8.1 Setas........................................................................................................................... 8.2 Sanitários................................................................................................................... 8.3 Acessibilidade............................................................................................................ 8.4 Estacionamento.........................................................................................................

i

7. Cores............................................................................................................................... 23 7.1 Cor aplicada as peças................................................................................................. 24

Í

10. Bibliografia................................................................................................................... 42


• Através de uso de materiais recicláveis e não prejudiciais ao meio ambiente; • Implantação de mapas grandes e bem detalhados em cada acesso; • Informações sobre os arredores do parque, locais de acesso a transporte público e pontos de referência em cada portão; • Implantação de placas direcionais nas esquinas e locais estratégicos; • Zoneamento do parque pelos acessos do parque até a marquise; • Estratégia de sinalização através de conectores;

Briefing

1.1 Contexto do Projeto, estético, social, cultural, político, econômico e tecnológico.

1


e c Briefing d i n

• Com a falta de sinalização eficiente no Parque Ibirapuera, viu-se que era preciso desenvolver um projeto voltado para aqueles que não possuem familiaridade com o local. É necessário a melhoria da sinalização direcional para banheiros, bebedouro, restaurantes e cantinas, além da indicação às saídas com acesso a transporte público e que estejam dentro dos padrões da acessibilidade. • O público alvo são todos os usuários do parque, principalmente deficientes físicos e visuais. • Para a sinalização do Parque Ibirapuera, será utilizado de materiais que atentem o princípio de sustentabilidade, como o alumínio reciclado.

Í

1.2 Razões que motivaram o projeto, público alvo e materiais utilizados.

2


Na nova proposta de sinalização do Parque Ibirapuera é necessário a implantação mapas grandes e detalhados em todos os acessos, juntamente com placas informando sobre os arredores do parque, os locais de acesso a transportes públicos e os pontos de referência mais próximos daquele portão. Há necessidade de mais placas direcionais nas esquinas ou em locais estratégicos, guiando a trajetória dos visitantes, principalmente daqueles que não são muito familiarizados com o parque. Propõe-se a confecção de mapas de orientação para serem vendidos em todos os portões de acesso. É importante apontar que toda sinalização deverá ser configurada para que suas informações sejam visíveis também para deficientes físicos e compreensíveis para os deficientes visuais. Sendo assim, as peças serão traduzidas em português, inglês e braille.

Briefing

1.3 Oportunidade, problema, objetivos, justificativas

3


Aspectos Perceptivos

Resultado

Limpeza visual Cores Vivas Alto contraste entre elementos Legibilidade

Tipografia: Curva e sem serifa. Cores: Azul claro, rosa claro, verde e magenta. Formas: Curvas e orgânicas.

Modernidade

Formas simples Formas retas predominantes Cores mais claras Baixo contraste nos tons Limpeza visual

Tipografia: Curva e sem serifa. Cores: Azul claro, rosa claro, verde e magenta. Formas: Curvas e orgânicas.

Acessibilidade

Harmonia entre os elementos Harmonia nas cores/proximidade Proximidade espacial Formas curvas predominantes Alinhamentos prefeitos Cores comuns

Tipografia: Curva e sem serifa. Cores: Azul claro, rosa claro, verde e magenta. Formas: Curvas e orgânicas.

Sustentabilidade

Conceitos de Criação

Conceitos Atribuídos

4


Conceitos de Criação

2.1 Acessibilidade

5


Conceitos de Criação

2.2 Contemporaniedade

6


Conceitos de Criação

2.3 Sustentabilidade

7


Mapa de orientação - Fonte: < http://www.kojima.com.br>

Direcional - Fonte:<http://pt.wikipedia.org/wiki/Parques_Reais_de_Londres>

Mapa de orientação - Fonte: < http://www.kojima.com.br>

Referências Visuais

Placa - Fonte:<http://ParquesReaisdeLondres>

8


4.1 Estudo de logo

Parque

Logotipo

Parque

Parque

9


parque

Logotipo

4.2 Logotipo Final

10


5.1 Plano Diretor

Mapas

A estratégia de sinalização foi estabelecida através de conexões dos pontos principais e dos acessos com a marquise.

11


5.2 Zoneamento

Mapas

O zoneamento do parque foi feito atravĂŠs de conexĂľes dos acessos com a marquise.

12


5.3 Área de intervenção

Mapas

O projeto desenvolveu-se numa área piloto, a partir das conexões dos portões 1, 2, 3, 4 e 10 com a marquise. As peças serão implantadas na área piloto e após um período de avaliação de sua eficiência, a estratégia de sinalização será aplicada nas demais áreas do parque, finalizando o sistema.

13


Mapas

5.4 Levantamento

14


Mapas

5.5 Mapa de implantação

15


Mapas

5.6 Mapa do Parque

16


Mapas

5.7 Mapa dos arredores - Port천es 1 e 2

17


Mapas

5.8 Mapa dos arredores - Port천es 3 e 4

18


Mapas

5.9 Mapa dos arredores - Port達o 10

19


Cambria

Corbel

Signika

Cambria

Corbel

Signika

Cambria

Corbel

Signika

Tipografia

6.1 Estudo da tipografia associada a cores

20


6.2 Tipografia final

L

Tipografia

A família tipográfica a ser utilizada é a Signika, desenvolvida especialmente para projetos de sinalização. Não serifada, a Signika traduz leveza e simplicidade em suas sutis formas curvilíneas, agregando assim, tais valores ao projeto de forma bastante eficiente. Nas peças do projeto, foi utilizada a Signika Negative Regular devido a um contraste maior com o fundo.

Signika Negative Regular na cor preta e Signika Regular no vermelho

21


Signika Regular

Avenid a IV Centenário

Acesso ao Viveiro Access to Vivarium

Tipografia

parque

Este portão está aberto das 7h às 17h, após as 17h somente para evento s This gate is opened from 7h to 17h, after 17h only for events

Signika Negative Regular

1,2 m

22


Cores

A escolha da paleta de cores do projeto baseia-se no conceito do contraste simultâneo cromático. Quando uma determinada cor é predominante em um ambiente, nossos olhos buscam por sua complementar para compensar seu excesso, estabelecendo contraste e harmonia entre as matizes. Tendo em vista de que a cor predominante no Parque Ibirapuera é o verde, utilizou-se o magenta para compor a maior parte das peças do sistema. O verde não foi totalmente excluído das peças pois devido a sua predominância no parque, este traduz a identidade do ambiente e da associação com a natureza. Assim, para que tais identificações não fossem perdidas, os totens localizados na parte externa do parque são verdes. Por localizarem-se na parte exterior, a visibilidade das peças não será prejudicada e ainda levará a ideia de natureza para fora do parque. Nas placas de identificação dos sanitários, serão utilizadas rosa, azul marinho e azul claro.

23


7.1 Cor aplicada as peças

Audito ri um

Magenta C: 0% M: 100% Y: 0% K: 0% Pantone: 226 RAL: 4010

Auditó ri o

Verde C: 65% M: 0% Y: 100% K: 0% Pantone: 369 RAL: 6038 Avenid a IV Centenário

Cores

parque

Acesso ao Viveiro Access to Vivarium Este portão está aberto das 7h às 17h, após as 17h somente para evento s This gate is opened from 7h to 17h, after 17h only for events

1,2 m

Totem de identificação

Totem externo

24


Azul Marinho C: 100% M: 85% Y: 20% K: 15% Pantone: 295 RAL: 5017

Cores

Rosa C: 5% M: 60% Y: 20% K: 0% Pantone: 1765 RAL: 3015

Azul Claro C: 75% M: 40% Y: 5% K: 0% Pantone: 284 RAL: 5012

25


Pictogramas

A família de pictogramas foi criada a partir da Signika Negative Regular, tipografia utilizada nas peças do projeto.

26


8.1 Setas

Pictogramas

As setas foram criadas a partir da letra K maiĂşscula.

27


8.2 Sanitários

MÓDULO

Pictogramas

Para o desenho dos pictogramas das placas de identificação dos sanitários, foram utilizadas as letras O e V. Foi criado um módulo a partir da letra V, utilizado também na criação de outros pictogramas.

28


8.3 Acessibilidade

Pictogramas

Para o desenho dos pictogramas referentes à acessibilidade, foram utilizadas as letras I, O e V, baseado nos símbolos do padrão internacional de acesso. O módulo criado a partir da letra V foi utilizado na criação desses pictogramas.

29


8.4 Estacionamento

Pictogramas

Para o desenho do pictograma de estacionamento foram utilizadas as letras I, O e o m贸dulo criado a partir da letra V.

30


9.1 Evolução das peças

Visão Geral do Sistema

Estudo 1

Parque

Portão

7A

Avenida Quarto Centenário

Acesso ao Viveiro Manequinho Lopes Aberto das 7h às 17h, após as 17h somente para eventos

Access to Vivarium Manequinho Lopes Open from 7h to 17h, after 17h only for events

Totem informativo

Painel reclinado com informações em braile

31


Mapa do parque Park map

Viveiro Manequinho Lopes Vivarium Manequinho Lopes

Port達o 6 Gate 6 Pista de cooper Jogging track

Parquinho Playground

Mapa de orienta巽達o

Vis達o Geral do Sistema

Parque

Parque

Totem direcional

32


Parquinho

parque

Oca

Playground

Pista de cooper

Portão

Jogging track

Portão 6 Gate 6

Viveiro

Sanitários

Vivarium

Restrooms

Access to Vivarium

Aberto das 7h às 17h, após as 17h somente para eventos Open from 7h to 17h, after 17h only for events

Totem das áreas externas dos portões

Auditorium

Acesso ao Viveiro

Auditório

Avenida IV Centenário

Totem de identificação

Visão Geral do Sistema

Estudo 2

Placa direcional

33


Visão Geral do Sistema

Você está aqui You are here

Mapa do parque Park map .... ..... ...

..

...

....

..

..

.... ..... ...

..

.. .... ... ..

..

..

parque

Mapa de orientação

Sinalização horizontal tátil

34


Animals forbidden inside the playground

Visão Geral do Sistema

Masculino

Feminino Placas de identificação dos sanitários

Proibida a entrada de animais no parquinho

Placa restritiva

35


Você está aqui You are here

Auditorium

Auditório

Totem de identificação

.. . ..

..

..

.. ...

parque

Mapa do parque Park map

braille

Visão Geral do Sistema

Estudo 3

Mapa de orientação

36


Avenida IV Centenário Pista de cooper

Portão 6 Gate 6

Proibida a entrada de animais no parquinho

Viveiro

Sanitários

Animals forbidden inside the playground

Vivarium

Restrooms

Jogging track

Acesso ao Viveiro Access to Vivarium Este portão está aberto das 7h às 17h, após as17h somente para eventos

Placa direcional

Placa restritiva

Visão Geral do Sistema

parque

Totem das áreas externas dos portões

37


HOMEM

Visão Geral do Sistema

MULHER

Placas bandeira para identificação dos sanitários

38


1,75 m

0,1 m 0,3 m

Visão Geral do Sistema

Audito ri um

Auditó ri o

9.2 Peças finais

0,1 m

0,7 m

Totem de identificação

39


Mapa do parque Park map

braille 1,75 m

0,2 m

0,3 m

Visão Geral do Sistema

parque

0,2 m 1,90 m

Mapa de orientação

40


Avenid a IV Centenário

Acesso ao Viveiro Access to Vivarium Este portão está aberto das 7h às 17h, após as 17h somente para evento s This gate is opened from 7h to 17h, after 17h only for events

0,1 m 0,5 m

1,2 m

0,4 m

Visão Geral do Sistema

parque

0,2 m

Totem das áreas externas dos portões

41


ARCO SINALIZAÇÃO UNIVERSAL. Conceitos. Disponível em: <http://www. arcomodular.com.br/portugues/artigos-2/conceitos> Acesso em: 20 abril 2013.

ABNT – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Acessibilidade em consulta nacional. Disponível em: <http://www.abnt.org.br/m5.asp?cod_ noticia=1098&cod_pagina=962 > Acesso em: 20 abril 2013 SINALIZAR BLOG. Entendendo o que é “sinalização”. Disponível em: < http:// sinalizarblog.com/2011/04/16/entendendo-o-que-e-sinalizacao/ > Acesso em: 20 abril 2013.

Bibliografia

EFDEPORTES. Acessibilidade em locais públicos e privados. Disponível em: <http://www.efdeportes.com/efd139/acessibilidade-em-locais-publicos-e-privados. htm > Acesso em: 20 abril 2013.

INFOESCOLA. Braile. Disponível em: <http://www.infoescola.com/portugues/ braile/ > Acesso em: 02 maio 2013. NOVA ESCOLA. Como funciona o sistema Braille? Disponível em: <http:// revistaescola.abril.com.br/inclusao/educacao-especial/como-funciona-sistemabraille-496102.shtml > Acesso em: 02 maio 2013

42


Chelles & Hayashi. SUSTENTABILIDADE, Release publicado no site <http://www.estudiodecomunicacao.com.br/sala-de-imprensa/sustentabilidade-etendencia-nos-projetos-de-design/ > Acesso em 7 de maio de 2013. Observatório de Turismo da SPTuris. Disponível em: <[http://vidaeestilo.terra.com. br/turismo/masp-e-ponto-turistico-mais-procurado-em-sao-paulo,e2c4baa6f6fec310 VgnVCM20000099cceb0aRCRD.html> Acesso em 7 de maio de 2013.

Bibliografia

MUNDO DA SUSTENTABILIDADE. “Sustentabilidade em empresas”, por Daniela Gomes. Disponível em: <http://sustentabilidades.com.br/index.php?option=com_ content&view=article&id=274&catid=3 > Acesso em: 7 maio de 2013.

43


Sinalizaçao ibirapuera  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you