Issuu on Google+

CONCEITOS LUMINOTÉCNICOS

Conceitos luminotécnicos Glossário dos mais importantes termos de iluminação Referências alfanuméricas e numéricas Tabela de símbolos


Glossário dos mais importantes termos de iluminação Como uma disciplina técnica e científica, a tecnologia empregada na iluminação possui linguagem técnica própria e conceitos que definem as características das lâmpadas e luminárias. Isso garante uma padronização das unidades de medida. Os termos mais importantes estão aqui descritos.

Intensidade luminosa I é a medida do fluxo luminoso F emitido em um determinado ângulo F.

Fluxo luminoso: F Refere-se à quantidade total de luz emitida por uma fonte. Unidade de medida: lúmen (lm).

Intensidade luminosa: I Refere-se à intensidade do fluxo luminoso projetado em uma determinada direção. Unidade de medida: candela (cd).

Diagrama polar

Iluminância: E Refere-se ao fluxo luminoso que incide sobre uma superfície situada a uma certa distância da fonte. Ela é a radiação entre intensidade luminosa e o quadrado da distância. Luminância: L Unidade de medida: candela por metro quadrado (cd/m2). Refere-se à intensidade luminosa produzida ou refletida por uma superfície aparente.

Eficiência energética Unidade de medida: lumens/watt (lm/W). É a relação entre o fluxo luminoso e a potência consumida. Uma lâmpada incandescente standard clara produz de 10 a 15 lm/W, uma fluorescente compacta DULUX®, de 50 a 87 lm/W, e uma lâmpada de vapor de sódio NAV®, de 80 a 150 lm/W. Temperatura de cor Unidade de medida: Kelvin (K). É a grandeza que expressa a aparência da cor da luz. Quanto mais alta a temperatura de cor, mais branca é a cor da luz. A “luz quente” é a que tem aparência amarelada e temperatura de cor baixa, 3.000K ou menos. A luz “fria”, ao contrário, tem aparência azulvioleta, com temperatura de cor elevada, 6.000K ou mais. A “luz branca natural” é aquela emitida pelo sol em céu aberto ao meio-dia, cuja temperatura de cor é de 5.800K.

Diagrama Cromático

ian

ck

lan

P va

r

Cu

Cor da luz A cor da lâmpada pode ser definida em termos de temperatura de cor. Existem três principais categorias: Luz quente < 3300K Luz fria, entre 3300K e 5000K Luz do dia > 5000K Apesar de terem a mesma cor de luz, as lâmpadas podem ter diferente reprodução de cores. Reprodução de cor (Ra ou IRC) É a medida de correspondência entre a cor real de um objeto ou superfície e sua aparência diante de uma fonte de luz. A luz artificial, como regra, deve permitir ao olho humano perceber as cores corretamente, ou o mais próximo possível da luz natural. Lâmpadas com índice de reprodução 100 apresentam as cores com total fidelidade e precisão. Quanto mais baixo o índice, mais deficiente é a reprodução de cores. Os índices variam conforme a natureza da luz e são indicados de acordo com o uso de cada ambiente.

Iluminância E Vida Mediana Unidade de medida: horas (h). É o número de horas resultantes, em que 50% das lâmpadas ensaiadas ainda permanecem acesas.

Luminância L

superfície aparente

ár

ilu

Observador

ea

m

in

ad

a

intensidade luminosa Curva de Distribuição Espectral LUMILUX® Cor 840

As mais importantes fórmulas fotométricas:

Intensidade luminosa [cd]

Iluminância [lx]

8.02

Fluxo luminoso em um ângulo sólido ângulo sólido Ω [sr] Fluxo luminoso que incide na área [lm] Área iluminada[m2]

L

itensidade luminosa [cd] superfície aparente [m2]

eficiência luminosa h [lm/W]

fluxo luminoso [lm] consumo de energia [W]

luminância [cd/m2]

8.03


TABELA DE SÍMBOLOS – CONCEITOS LUMINOSOS OSRAM Símbolos gerais

Lâmpadas de descarga

Potência em watts Corrente em amperes

Distância a em mm

Módulos de LED

Tensão em volts

Tipo de LED

Fluxo luminoso em lumens

LEDs/módulo

Intensidade luminosa em candelas

Dados elétricos

Base/soquete

Tensão de alimentação

Figura número Peso

Smallest unit

Overall module

Dados elétricos Dados elétricos

Largura b em mm

Formato

Altura h em mm

Dimensões

Comprimento l em mm

Dimensões internas

Comprimento l máx. em mm

Comprimento de onda

Comprimento l1 em mm

Cor

Comprimento l1 máx. em mm

Reatores eletrônicos

Comprimento l2 em mm

Modelo de lâmpada

Comprimento l2 máx. em mm

Fator de potência

Diâmetro d em mm

Distância entre furos de fixação a em mm

Ângulo de abertura em graus

Corrente nominal na tensão 230 V/240 V em miliampere

Índice de reprodução de cor

Intervalo de temperatura ambiente permissível

Temperatura de cor em Kelvin

Potência do sistema (lâmpada + reator)

Vida útil ou custo–benefício

W Potência da lâmpada em alta freqüência

Perdas no sistema

Variação da tensão de alimentação AC permitida

Lâmpadas halógenas

Variação da tensão de alimentação DC permitida

Distância do filamento à base em mm

Ballast factor (fator de fluxo luminoso)

Curva de distribuição de intensidade luminosa

Freqüência de funcionamento do reator

Lâmpadas fluorescentes

Distância máx. entre reator e lâmpada

Diâmetro d1 em mm

Potência total

Modelo de reator eletrônico utilizado

Fluxo luminoso nominal da lâmpada

Altura máxima em mm

Fator de fluxo luminoso Fator de eficácia

8.4


Osram conceitos