Issuu on Google+

» Desporto

AF Évora - Divisão de Honra

SC Borbense empata no Escoural

Publicação quinzenal I Propriedade: Mediaborba, Lda. I Director: David Guégués

1º Convívio “Joga à Bola” 2011/2012 em Estremoz

Bruno Pires assina pela SaxoBank » páginas 8 e 9

Ano XVII I Nº. 456 I 27 de Outubro de 2011 I Preço (IVA incluído): 0,50 euros I terrasbrancas@net.sapo.pt

Festa da Vinha e do Vinho em Borba Junta de Freguesia de Glória volta a oferecer vacinas contra a gripe

Evento vai decorrer no Pavilhão de Eventos de Borba, entre 05 e 13 de Novembro, com cerca de 100 expositores e 18 produtores de vinho do Alentejo. » pág. 6

» pág. 4

Passaporte emitido na Loja do Cidadão

1.ª Bienal Internacional da Pedra

» pág. 2

Encerramento de actividades do

Governo Civil

terminou com balanço positivo

» pág. 3

» pág. 6

Dormidas no Alentejo sobem 16,9% em Agosto » pág. 4

Requalificação do Rossio de Cima em Montoito » pág. 3


2

Ano XVII I Nº. 456 I 27 de Outubro de 2011

» Editorial Mais descobertas, não obrigado! » David Guégués

Acabei de saber, pelo noticiário, de que irão proceder a diversas prospecções, no Alentejo, em busca de ouro. Numa análise imediata e sem ser repensada, julguei logo que, em caso da existência e descoberta do dito cujo, seria algo de extraordinário, pois, pagavam-se as dívidas, enchiam-se as caixas fortes de todos os bancos e, como é hábito, enchiam-se também os bolsos de mais uns quantos usurpadores Nacionais. Conclusão, para nós, simples e anónimos indígenas, ficava tudo na mesma, e, sendo assim é bem feito que não descubram coisa nenhuma. Pois sempre que existiram algumas ditas descobertas, o povo é que sofreu e pagou os custos e uns, poucos, é que usufruíram das benesses.

» Notícias Passaporte emitido na Loja do Cidadão O Instituto dos Registos e do Notariado, IP e o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras celebraram um protocolo de colaboração, no passado dia 21 de Setembro, que torna possível fazer o pedido de Passaporte Electrónico Português através dos serviços de registo, Conservatórias e Lojas do Cidadão, em todas as sedes de concelho. Em Borba, o PEP pode ser requerido na Loja do Cidadão e, nos restantes concelhos da zona dos mármores, nas respectivas Conservatórias.

Caminhada à Adega Monte dos Seis Reis em Estremoz Integrada no projecto “Estremoz…Mexa-se!”, decorreu no passado dia 23 de Outubro, mais uma caminhada, desta vez à Adega Monte dos Seis Reis. Tratou-se de um percurso rural, com uma extensão de 8 quilómetros, que contou com a participação de 36 caminhantes. No final da

caminhada decorreu uma visita guiada com prova de vinhos e lanche convívio oferecido pela referida Adega. Esta iniciativa foi apoiada pela Adega Monte dos Seis Reis, pelos Bombeiros Voluntários, PSP e Sapadores Florestais.

“Portugal Europeu: meio século de História” em exposição em Estremoz Decorre em Estremoz, desde Segunda-feira e até 18 de Novembro, a exposição “Portugal Europeu: Meio Século de História”, no Centro Cultural Dr. Marques Crespo. Esta exposição tem como base um conjunto de fotografias com imagens de documentos, fotografias de época, citações, referências e marcos históricos da história diplomática portuguesa contemporânea, com incidência nas relações entre o nosso país e o processo de integração europeia. Divide-se em quatro períodos marcantes da História de Portugal,

com início no pós-segunda guerra mundial. Dirigida e organizada pelo Gabinete em Portugal do Parlamento Europeu e pela Representação da Comissão Europeia em Portugal, a exposição tem a chancela científica do Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e conta com o apoio da Câmara Municipal de Estremoz e do Centro Europe Direct do Alto Alentejo do Instituto Politécnico de Portalegre.”

Concerto comemorativo do Dia da Música No próximo Domingo, pelas 16.00 horas, na Igreja de São Francisco, vai realizar-se um concerto comemorativo do Dia da Música, pela Sociedade Filarmónica Luzitana. Em 1840 foi instituída a Sociedade Filarmónica Luzitana, a partir da extinta Banda Marcial do

Batalhão de Voluntários de Estremoz da Rainha D. Maria II. Foi galardoada com o Título de Real, condecorada como a mais antiga do país, recebeu Medalha de Ouro de Instrução e Arte e, em 1993, a Câmara Municipal de Estremoz atribuiu-lhe a Medalha de Mérito Municipal.

Agência de Viagens e Turismo Rainha Santa Isabel Largo Combatentes da Grande Guerra, 9 e 10 7100 - 111 Estremoz Telefone: 268 333 228 | Fax: 268 333 285 * Na Rota do Estreito - Sul De Espanha e Marrocos - Visitando: Sevilha - Algeciras - Ceuta - Tetuan - Tânger - Gibraltar - Puerto de Santa Maria - Cádiz - Jerez de la Frontera [Super Oferta] - Dias 29 Outubro a 01 de Novembro * Montes Pintados – De 29/10 a 01/11 – Visita a Tarouca, Pinhão, Fontes, Miradouro de S. Leonardo da Galafura, entre outros – Inclui provas de vinho, visitas as Caves Murganheira, jantar temático, recital de Viola e Violino * AMESTERDÃO – 29/10 a 01/11 – Programa especial Feriado de Todos os Santos * Circuito de Andaluzia – Córdoba, Granada, Serra Nevada, Sevilha – De 29/10 a 1/11 * A Flor do Cacto – TEATRO POLITEAMA – Nova peça de Filipe La Féria – Dia 30 de Outubro * Fim de Semana em TOLEDO – Cidade Monumental e Multicultural – Dias 5 e 6 de Novembro * Feria do Cavalo da Golegã – Dia 12 de Novembro * XXVIII Feira da Castanha da Vila de Marvão / Almoço convívio no Restaurante O Sobreiro – Dia 12 de Novembro * Programa de S. Martinho – Hotel S. Pedro em Arouca – Dias 12 e 13 de Novembro * Almoço de S. Martinho – Quinta do Castro – Visita à Quinta dos Loridos (Jardim Buddha Eden) – Dia 13 de Novembro * Tailândia – Luzes de Sião – De 15 a 24 de Novembro – Visita a Bangkok, Ayuthaya, Phitsanukole, Sukhothai, Chiang Rai, Triângulo de Ouro * S. Martinho na Pateira de Fermentelos – Dias 19 e 20 de Novembro – Novidade!! * Circuito da Jordânia, Nabateus e Mar Morto – Dias 20 a 27 de Novembro * Fim de Semana em Córdoba e Medina Azahara – Dias 26 a 27 de Novembro * S. Martinho – Hotel D. Luís em Coimbra – Dias 26 e 27 de Novembro * Marina D’Or – Oropesa del Mar – De 27/11 a 4/12 * Madrid – Museus e Compras de Natal – Com visita ao Vale dos Caídos e El Escorial - De 8 a 11 de Dezembro * Axarquia e Alpujarras – Visitando: Almuñecar, Nerja, Frigiliana, Alpujarras e Málaga – De 1 a 4 de Dezembro * Fim de semana no Porto – Visitas, iluminações e compras de Natal – Dias 17 e 18 de Dezembro

SEDE: Av. do Povo, 48 a 52 - 7150 BORBA – Telefs.: 268894218 – 268894644 – Fax: 268894644 DELEGAÇÃO: Rua Combatentes Ultramar, 30 – Telef./Fax: 268801493 RIO DE MOINHOS


Ano XVII I Nº. 456 I 27 de Outubro de 2011

equipamentos ali sediados obrigam. A obra, cuja conclusão está prevista para o final deste ano, compreende um investimento na ordem dos 160.800,00 euros. Como tal, a zona designada como Rossio de Cima será alvo de uma intervenção profunda que visa converter todo o espaço numa zona de lazer pontuada com um agradável espaço verde. Este, será guarnecido com mobiliário urbano, mesas de merendas, papeleiras, bancos, de forma a

proporcionar as condições necessárias ao usufruto de todos os frequentadores. A complementar, o requalificado Rossio de Cima contará com vias de circulação pedonal, novos parques de estacionamento e iluminação pública. O Município de Redondo entende a obra de requalificação do Rossio de cima em Montoito como uma necessidade premente, cuja execução contribuirá de forma efectiva para a dignificação da freguesia de Montoito.

Gota d´Arte é a nova associação do concelho de Elvas Biblioteca do Agrupamento de Escolas de Vila Viçosa aberta ao Sábado O Agrupamento de Escolas de Vila Viçosa, atento aos problemas de acesso a meios culturais e de promoção da leitura das populações que serve, nomeadamente as mais afastadas da sede do concelho, tem vindo a aumentar os seus esforços de resposta a estas situações, sendo exemplo disso a intenção de dotar o Pólo da Biblioteca Escolar, em São Romão, de meios mais modernos e adequados. Sendo certo que este objectivo ainda está a ser iniciado, avançou desde já com a possibilidade de abrir essas instalações aos Sábados de manhã, entre as 10.00 e as 13.00 horas, num esforço

financeiro e de pessoal, único no concelho. Assim, o Agrupamento coloca à disposição dos alunos, dos pais e encarregados de educação e de toda a comunidade, o fundo documental, sendo que, em breve, conta dinamizar algumas sessões temáticas e actividades lúdicas. Permite-se, assim, requisitar livros, ouvir música ou simplesmente ver um filme nas instalações da Biblioteca, podendo-se ainda consultar os catálogos on-line na página web em http://agrupescolasvvicosa.no.sapo.pt, solicitar o livro pelo mail bibliotecasvvicosa@gmail.com e levantá-lo no Sábado pela manhã.

Prémio Literário Hernâni Cidade 2011 Já se encontram apurados os vencedores da edição de 2011 do Prémio Literário Hernâni Cidade que teve como tema “A paisagem que inspirou a minha infância” no género Narrativo. A cerimónia de entrega dos prémios decorreu no passado Sábado, no auditório do Centro Cultural de Redondo, e antecedeu o recital de música e poesia “Pega o Homem na Palavra”. 1º Prémio – Carla Patricia Pires Martins – Évoramonte; Título do trabalho - Laços 2º Prémio – Maria da Glória Duarte Marreiros José – Portimão; Título do trabalho - Sonhos Floridos 3º Prémio – Ana Maria da Silva Cunha – Braga; Título do trabalho - O Canto das Cerejas Menção Honrosa – João Manuel Chambel

A associação sócio-cultural Gota d´Arte foi inaugurada no passado dia 22, pelo Presidente da direcção da colectividade, Alcides Rodrigues e pelo Presidente da Câmara Municipal de Elvas, José Rondão Almeida. A Gota D´Arte situase no edifício do antigo GAT (traseiras da Pousada de Elvas) e tem como objectivo contribuir para a melhoria da qualidade de vida e bemestar da população local. Esta instituição pretende desenvolver um projecto com duas vertentes: uma de apoio social aos mais carenciados; outra que possibilite o acesso da comunidade, especialmente às camadas mais jovens, independentemente das condições económicas ou origem social. Na vertente cultural e artística vão estar à

disposição dos alunos, ainda este mês, aulas de música, dança, teatro, fotografia, desenho, pintura, escultura, apoio às actividades escolares e outras actividades de tempos livres. Na vertente social e,

numa primeira fase, a Associação propõe-se colocar em funcionamento um centro de dia para idosos, a abrir ainda no ano de 2012.

Veículos todo-o-terreno partiram de Reguengos de Monsaraz até ao Algarve Gonçalves Pedro – Montijo; Título do trabalho - Reino de Aquém e Além Terras de Redondo Menção Honrosa - Paulo Jorge Coelho Carreira – Batalha; Título do trabalho - Uma Paisagem, A Minha Mãe Prémio Juventude - Ana Marisa Palmeiro Gonçalves – Redondo; Título do Trabalho - A Paisagem que inspirou a minha infância

Reguengos de Monsaraz recebeu no dia 15 de Outubro, a partida da quarta edição do Passeio Todo-o-Terreno Turístico organizado pela revista Turbo. Esta iniciativa que decorreu em parceria com o Entreposto Veículos Hyundai e o Município de Reguengos de Monsaraz, visou divulgar as regiões que percorreu num espírito de convívio em família, sem qualquer objectivo competitivo. Com uma centena de pessoas inscritas, o passeio passou este ano pelo interior do Alentejo

e terminou no Algarve. Os participantes tiveram a oportunidade de conhecer o concelho de

Reguengos de Monsaraz, principalmente o seu património megalítico, arquitectónico e gastronómico.

Encerramento de actividades do Governo Civil Requalificação do Rossio de Cima em Montoito Em função da construção do novo Centro Escolar e do Pavilhão Polivalente na freguesia de Montoito cujas obras já estão concluídas, o Município

de Redondo está a proceder à requalificação de toda zona envolvente de forma a que esta possa responder às exigências a que os novos

No passado dia 14 de Outubro, o Governo Civil de Évora desenvolveu a última actividade pública por si promovida. Assinalando o encerramento do Projecto “Bombeiros (de) Todos Nós!” e a derradeira utilização da “Escola de Trânsito do GCDE”, pelo menos no formato que hoje lhe conhecemos, foram desenvolvidas no Parque de Manobras de Arraiolos várias actividades nas áreas da Protecção Civil e da Segurança Rodoviária, envolvendo

muitos dos jovens e dos parceiros que ao longo destes últimos anos ajudaram a construir estes projectos, que foram levados por diante também com o apoio e a divulgação dos órgãos de comunicação social. Numa sessão informal, foram entregues os prémios de participação do “Concurso Escolar BTN” e da acção “Bombeiro por um Dia”.


4

Ano XVII I Nº. 456 I 27 de Outubro de 2011

Jornadas de Enfermagem Cirúrgica em Évora As equipas de enfermagem dos Serviços de Cirurgia Geral e de Cirurgia de Ambulatório do Hospital do Espírito Santo de Évora, EPE, realizaram as I Jornadas de Enfermagem Cirúrgica, entre 20 e 21 de Outubro, no Auditório do Colégio do Espírito Santo, Universidade de Évora. “Olhares sobre o doente cirúrgico no caminho da qualidade” foi o lema das Jornadas, que pretenderam contribuir para o aperfeiçoamento dos enfermeiros, com o objectivo da prestação de

cuidados de excelência. A organização das jornadas defendeu que os profissionais de saúde devem ser “construtores activos” do seu próprio saber, em constante actualização do percurso profissional, para adquirir novos conhecimentos e competências. O encontro juntou médicos cirurgiões, enfermeiros e alunos de Enfermagem, em torno de temas relacionados com patologias, procedimentos e recursos tecnológicos.

Marvão acolhe o IV concurso de tapas e pinchos medievais Esta vai ser a primeira edição que se celebra fora de Espanha. Além do certame gastronómico no qual onze delícias culinárias vindas de outras cidades integrantes da Rede de Cidades e Vilas Medievais competirão por se converter na melhor tapa histórica de 2011, também terá degustação popular nos bares e restaurantes do Concelho de Marvão ao preço de 1,5 euros por petisco e de 2,5 euros se acompanhado de cerveja, vinho ou água. A Vila de Marvão e o seu imponente castelo flanqueado por guaritas, baluartes e precipícios abismais que a individualizam, acolherão nos dias 5 e 6 de Novembro a IV Edição do Concurso Internacional de Pinchos e Tapas Medievais. Esta competição gastronómica onde a história se faz sabor e ingrediente, terá duas partes. Na popular, o público poderá provar os manjares medievais em onze bares e restaurantes de Marvão e restante concelho ao preço de 1,5 euros a tapa ou de 2,5 euros se acompanhada de cerveja ou vinho. No certame culinário, onze cozinheiros(as) autores

dos petiscos medievais lutarão por alcançar o título honorífico de melhor chef medieval do ano 2011. O concurso propriamente dito está convocado para a tarde de sábado, 5 de Novembro, na Pousada de Santa Maria de Marvão. Com entrada livre, o público poderá comprovar como a dezena de damas e cavalheiros, vindos da diagonal em Rede de Cidades e Vilas Medievais que atravessa a Península Ibéria de Norte a Sudoeste, compete em boa lide cozinhando as suas delícias ao vivo num concurso em que cada arma, forjada de gastronomia local, é única e intransmissível. A apresentação do júri internacional e a entrega de prémios terão local no mesmo sábado, a partir de 21:00 horas, no palco da competição num ato ao que assistirão as autoridades locais dos municípios da Rede. Na gala de prémios também se poderão degustar as tapas e pinchos apresentados a concurso.

Capoulas Santos reuniu com o governo finlandês sobre a reforma da PAC Capoulas Santos reuniu em Bruxelas com o Secretário de Estado da Agricultura e Florestas finlandês, Risto Artojki, para uma troca de pontos de vista sobre as propostas legislativas sobre a reforma da Política Agrícola Comum (PAC), tema também na agenda do Conselho de Ministros da Agricultura dos 27, reunido esta semana. O eurodeputado português é o relator do Parlamento Europeu para os regulamentos dos pagamentos directos e do desenvolvimento rural. O pagamento para as zonas com desvantagens naturais e a competitividade do sector florestal são

questões sensíveis para aquele país, que espera ainda que a nova política agrícola europeia estabeleça um equilíbrio razoável entre as exigências burocráticas para os agricultores e a prática de uma agricultura sustentável e mais amiga do ambiente. “A Finlândia, apesar de se situar geograficamente no outro extremo da UE em relação a Portugal, será um precioso aliado dos interesses portugueses, sobretudo no que diz respeito ao reforço das elegibilidades para o sector florestal”, afirmou o eurodeputado português à saída da reunião.

EDP investe um milhão em Mora A EDP iniciou o investimento de cerca de um milhão de euros no reforço e remodelação da rede eléctrica do concelho, nomeadamente a interligação Maranhão – Cabeção – Mora – Couço e a conversão de 15/30 Kv do Cacho de Varejola. A empreitada, no valor de 1.022 mil euros, incluiu um segundo posto de transmissão (PT) na zona industrial de Mora, num investimento de 28 mil euros.

Com esta acção, que termina em 2012, a EDP pretende eliminar as constantes falhas de fornecimento de energia que se verificam no concelho de Mora, sobretudo na freguesia de Cabeção e em algumas áreas da parte industrial. Para a autarquia foi dado mais um passo para a promoção da qualidade de vida dos seus munícipes.

EDITAL A Câmara Municipal de Borba, reunida ordinariamente em 12 de Outubro de 2011, pelas 10.00 horas, no Salão Nobre dos Paços do Município, estando presentes os Senhores vereadores Humberto Luís Russo Ratado, Rosa Maria Basílio Véstia, Hugo Alexandre Godinho Mendanha e, ao abrigo do disposto nos artigos.78º e 79º da Lei nº.169/99 de 18 de Setembro, com as alterações introduzidas pela Lei nº.5-A/2002 de 11 de Janeiro, o Senhor vereador Bento Fernando Aires Pereira em substituição do Senhor vereador Joaquim José Serra Silva que, por motivos profissionais, não pode estar presente, sob a Presidência do Senhor Ângelo João Guarda Verdades de Sá, e em conformidade com o nº.4 do artigo 92º da Lei nº.169/99 de 18 de Setembro na nova redacção dada pela Lei nº.5-A/2002, de 11 de Janeiro, torna público que foram tomadas as seguintes deliberações relativamente aos pontos abaixo indicados. Ponto 2. Ordem do Dia Ponto 2.2 – Requerimento – Deliberado, por unanimidade, emitir parecer favorável sobre o pedido de constituição de compropriedade apresentado por Maria de Lurdes Lourinho Consolado Barata e Armando de Jesus Barata, referente a vários prédios rústicos, nos termos do disposto no artigo 54º da Lei nº.64/2003, de 23 de Agosto. Ponto 2.3 – Constituição de Fundo Permanente – Deliberado, por unanimidade, constituir um fundo permanente para o vereador Hugo Alexandre Godinho Mendanha, no valor de 600,00 Euros, tendo em vista o pagamento de pequenas despesas correntes urgentes e inadiáveis. Ponto 2.4 – Caducidade de licenciamento – Processo 33/99 – Construção de Casão Agrícola – Deliberado, por unanimidade, declarar a caducidade do referido licenciamento, atendendo a que a obra não foi concluída no prazo do alvará. Ponto 2 .5 – Caducidade de licenciamento – Processo 09/08 – Alteração de Oficina de Mecânica Auto – Deliberado, por unanimidade, declarar a caducidade do referido licenciamento, a que não foi requerido o alvará no prazo de um ano. Ponto 2.6 – Aprovação de Proposta de Regulamento de Horário de Trabalho do Município de Borba – Deliberado, por unanimidade, aprovar o referido Regulamento. Ponto 2.7 – Ratificação de Convénio de Colaboração em matéria de práticas profissionais entre a entidade Promotora Ayuntamiento de MARACENA e a entidade Colaboradora Câmara Municipal de Borba - Deliberado, por unanimidade, ratificar o referido Convénio. Ponto 2.8 – Revogação da deliberação da Câmara Municipal tomada em 14/09/ 2011 (Ponto 2.3 – Cobrança Coerciva de Dívida) – Deliberado, por unanimidade, revogar a referida deliberação, referente à dívida da Sociedade Imobiliária Jerónimo Cavaco, Ldª., em virtude de ter havido um lapso da divisão financeira, ficando assim aquela deliberação sem efeito Ponto 2.9 – Aprovação de Contrato de Subvenção a celebrar entre o Município de Borba e a Intendência Departamental de Rivera para realização de acções de visibilidade (DVD), no âmbito do Projecto URB-AL III Aglomerados Urbanos em Área Protegida – Deliberado, por maioria, aprovar o referido Contrato. Ponto 2.10 – Aprovação de Contrato de Subvenção a celebrar entre o Município de Borba e a Intendência Departamental de Rivera, para realização de Subprojecto Preservação e Uso Sustentável do Monte Nativo”, no âmbito do Projecto URB-AL III “Aglomerados Urbanos em Área Protegida” – Deliberado, por maioria, aprovar o referido Contrato. Ponto 2.11 – Aprovação de Contrato de Subvenção a celebrar entre o Município de Borba e a Intendência Departamental de Rivera, para realização de Subprojecto “Desenvolvimento de Circuitos Bi-Nacionais na Região API”, no âmbito do Projecto URB-AL III “Aglomerados Urbanos em Área Protegida” – Deliberado, por maioria, aprovar o referido contrato. Ponto 2.12 – Aprovação de Contrato de Subvenção a celebrar entre o Município de Borba e o Município de Alegrete, para realização de Subprojecto “Preservação e Uso Sustentável da Mata Nativa”, âmbito do Projecto URB-AL III “Aglomerados Urbanos em Área Protegida” Deliberado, por maioria, aprovar o referido Contrato. Ponto 2.13 – Aprovação de Contrato de Subvenção a celebrar entre o Município de Borba e a Fundação Maronna, para realização de Subprojecto “Produção de Leite em propriedades situadas na área de abrangência do URB-AL PAMPA”, no âmbito do Projecto URB-AL III “Aglomerados Urbanos em Área Protegida” – Deliberado, por maioria, aprovar o referido Contrato. Para conhecimento geral se publica o presente edital e outros de igual teor, que vão ser afixados nos lugares do costume. Borba, 13 de Outubro de 2011 O Presidente da Câmara (Dr. Ângelo João Guarda Verdades de Sá) Praça da República - 7150-249 Borba I Telef.: 268 891 630 I Fax: 268 894 806 I www.cm-borba.pt I gap@cm-borba.pt


Ano XVII I Nº. 456 I 27 de Outubro de 2011 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 A Câmara Municipal de Sousel, em parceria com a Casa do 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 Alentejo e com o apoio da Turismo do Alentejo, ERT, promoveu 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 a diversidade e a qualidade da cultura e gastronomia do 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 concelho alentejano, entre os dias 19 e 22 de Outubro, em 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 Lisboa. 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 Neste contexto, durante a Semana Cultural e Gastronómica 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 do Concelho de Sousel, que decorreu na Casa do Alentejo, 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 o público teve a oportunidade de degustar produtos regionais, 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 assistir a demonstrações de artesanato e conhecer diferentes 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 actividades culturais, apresentadas pelas quatro freguesias 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 do município. 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 O cartaz da iniciativa integrou ainda uma mostra de parte do 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 espólio que integrará a maior colecção de Imagens de Cristos 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 existente no país, com cerca de 1486 peças. A exposição foi 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 composta por peças seleccionadas da colecção de arte sacra 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 que, devido ao número e variedade, se divide em vários 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 núcleos a serem inseridos na Exposição Permanente do 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 futuro Museu dos Cristos de Sousel. 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 A Rodoviária do Alentejo e a Trevo, empresa de Transportes 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 Rodoviários de Évora, acabam de lançar um passe combinado, 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 com o objectivo de facilitar a vida a todas as pessoas que 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 diariamente se deslocam entre a periferia e a cidade de Évora 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 proporcionando maior comodidade. 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 A integração tarifária destes dois operadores, permitirá aos 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 seus utilizadores viajar com um único título, dentro e fora da 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 cidade de Évora de uma forma mais prática, rápida e com todo 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 o conforto. 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 Através de um cartão único que pode ser recarregado a 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 bordo de qualquer autocarro da Rodoviária do Alentejo cuja 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 origem ou destino seja Évora, o passe combinado está 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 disponível desde o dia 21 de Outubro. O carregamento inicial 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 deverá ser feito na bilheteira da Rodoviária do Alentejo em 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 Évora. 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 O Parque Monte Selvagem, em Montemor-o-Novo, inicia em 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 Novembro o período de “hibernação”, já habitual, de três 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 meses. Durante Novembro, Dezembro e Janeiro, o Parque 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 estará dedicado a actividades de manutenção e melhorias 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 para um reinício cheio de novidades, em Fevereiro de 2012. 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 Porque esta pausa não é absoluta, durante os três meses de 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 hibernação, o Monte Selvagem abre as portas a grupos com 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 mais de 20 pessoas, desde que a visita seja previamente 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 marcada e, uma vez aberto nesses dias, receberá qualquer 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 pessoa que apareça: Em Novembro, já sabemos que o 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 Parque estará aberto nos dias 1, que é feriado, e também nos 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 dias 7, 11, 14, 15, 16, 18, 19 e 25! 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 Quem desejar conhecer ou recordar o Parque nos meses de 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 Inverno, deverá sempre consultar previamente o site 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 www.monteselvagem.pt para verificar as novas datas de 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 abertura ao público. Esta informação é permanentemente 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 actualizada, sempre que ocorram novas marcações ou que 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 as condições climatéricas do momento ditem alterações de 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 planos. 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456

5

Semana Cultural e Gastronómica do concelho de Sousel

Rodoviária do Alentejo e TREVO lançam passe combinado

Monte Selvagem “hiberna” para defesa dos animais

Dormidas no Alentejo sobem 16,9% em Agosto Segundo os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), em Agosto o número de dormidas registadas nas unidades de alojamento do Alentejo foi de 208,5 mil contra as 178,4 mil registadas em igual período de 2010, o que conclui uma subida de 16,9%. O Alentejo foi assim, de acordo com o relatório, a região portuguesa a apresentar a melhor prestação no referido mês. O INE adianta ainda que “no Alentejo, os bons resultados devemse não só ao crescimento da procura mas também ao aumento da oferta turística dos estabelecimentos da região. O mercado interno, que em Agosto representava 77% do total de dormidas na região, cresceu 13% relativamente ao período homólogo. O mercado espanhol (+31,3%) foi o mais importante entre os emissores (32% do total do dormidas de não residentes)”. No que respeita aos proveitos, o Alentejo foi também a região que

mais cresceu nos dois indicadores. Nos totais registou um crescimento de 15,1% e nos de aposento subiu 17,1%. “Estes resultados revelam que a qualidade e a excelência do destino são valores reconhecidos pelos mercados emissores. É com orgulho que vejo o trabalho de equipa que tem vindo a ser realizado pela Turismo do Alentejo com todos os agentes públicos e privados do sector a dar frutos, os seja a traduzir-se no constante aumento das dormidas na região”, afirma António Ceia da Silva, Presidente da Entidade Regional de Turismo. O mesmo responsável lembra ainda que “o Alentejo tem sido, nos últimos três anos, a única região nacional a apresentar, consecutivamente, resultados positivos. Para além de conquistar, há dois anos seguidos, o título de Melhor Região de Turismo Nacional nos Publituris Portugal Travel Awards, os designados Óscares do Turismo.

Junta de Freguesia de Glória volta a oferecer vacinas contra a gripe No contexto actual de crescente austeridade económica e financeira no mundo e no país não podemos ficar indiferentes a todo este processo. Este período requer de todos os actores sociais e intervenientes na sociedade uma atenção redobrada, uma vez que começam a surgir novas formas de pobreza e exclusão social. Assim sendo, e dando continuidade a um esforço que tem vindo a fazer para apoiar as franjas mais desprotegidas da população, a Junta de Freguesia de Glória vai voltar a disponibilizar, de forma gratuita, as vacinas contra a gripe, para a população idosa da freguesia. Desta forma, todos aqueles estiverem interessados, e reuniram as condições para o efeito, poderão deslocar-se à extensão do Centro de Saúde de Glória, até ao próximo dia 10 de Novembro, para serem vacinados de forma gratuita pelos especialistas em saúde. Neste momento de maior austeridade, a Junta de Freguesia da Glória garante que está ao lado da população, fazendo um esforço para apoiar os seus fregueses em temas tão importantes como a saúde e o bem-estar.


6

Ano XVII I Nº. 456 I 27 de Outubro de 2011

Festa da Vinha e do Vinho em Borba O Pavilhão de Eventos de Borba vai receber, entre os dias 05 e 13 de Novembro, a vigésima edição da Festa da Vinha e do Vinho. O evento volta a contar com a organização do Município de Borba, ATEVA, CVRA e Turismo do Alentejo, ERT. Durante nove dias, os vinhos do Alentejo serão promovidos, com a presença de 18 produtores e, segundo a organização, cerca de 150 marcas para os visitantes poderem comprar e degustar. Há várias edições que o evento possibilita a prova dos vinhos aos visitantes, permitindo ao consumidor conhecer os vinhos que irá adquirir e escolher de forma segura, com informação técnica dos respectivos produtores. Além dos vinhos, tema central, o evento terá este ano cerca de 100 expositores, em diversas

feiras temáticas, desde a gastronomia, ao artesanato, produtos regionais, doçaria, serviços ligados à vinha e ao vinho, mostra empresarial e de colectividades do concelho. A gastronomia assume nesta edição particular evidência, com a criação da “Hora do Petisco”, em horários definidos, disponibilizando diversos petiscos típicos da região por um valor unitário de 2,50 euros. Também para promover a qualidade e excelência da cozinha alentejana, haverá actividades de showcooking. No dia de S. Martinho, tradicionalmente celebrado com vinho novo, a expectativa centrase na segunda produção de vinho de talha, uma iniciativa que juntou a autarquia local e a Adega Cooperativa de Borba, reabilitando a antiga adega

1.ª Bienal Internacional da Pedra terminou com balanço positivo A 1.ª Bienal Internacional da Pedra - Stone Project chegou ao fim com um balanço muitíssimo positivo. De 8 a 16 de Outubro muitos foram os arquitectos, altamente conceituados em todo o mundo, que passaram por Vila Viçosa e que, de uma forma privilegiada, tiveram a oportunidade de conhecer a riqueza do mármore do concelho, bem

como a beleza patrimonial e histórica de Vila Viçosa. Também os estudantes de arquitectura, mais de uma centena e meia,n : estiveram em Vila Viçosa para desenvolver projectos que visam a aplicação do mármore, o aproveitamento da pedra depositada nas escombreiras e a reconversão de pedreiras em espaços privilegiados para a utilização humana.

do Centro Cultural de Borba e uma tradição que se tem vindo a perder no concelho, muito usual em tabernas que produziam o seu próprio vinho em talhas de barro. Ao longo dos nove dias, este ano a organização decidiu-se pela entrada gratuita nos dias 07, 08 e 09 de Novembro, vários espectáculos decorrem em dois palcos, no Pavilhão de Eventos e Pavilhão de Espectáculo, procurando ir ao encontro dos vários escalões etários e sensibilidades culturais, com destaque para as actuações de Jorge Roque, vencedor do programa da RTP “Operação Triunfo” em 2010, Gala da Rainha das Vindimas, Trovadores de Redondo, Micaela, Manuel João Vieira com “Fados do Lello Perdido”, tributo a Xutos & Pontapés

e Queen, pelos grupos Gritos Mudos e One Vision, respectivamente, e a “Viagem p’lo Fado”, com as vozes de António Pinto Basto, José Gonçalez e José Geadas, e, para os noctívagos, o espaço de animação nocturna com vários DJ’s. De realçar ainda a participação significativa das associações e colectividades do concelho, com a realização de várias actividades desportivas que irão movimentar centenas de participantes em actividades como a malha, passeio equestre, BTT, rugby, futebol de veteranos e atletismo, e na composição de quadros no cortejo alegórico da vinha e do vinho.


Ano XVII I Nยบ. 456 I 27 de Outubro de 2011

7


8

Ano XVII I Nº. 456 I 27 de Outubro de 2011

» Desporto

AF Évora - Divisão de Honra

Divisão de pontos em jogo equilibrado Campo 25 de Abril Árbitro: Pedro Ramalho; Assistentes: Gonçalo Bráulio e Rui Romão

Escouralense

1

1

Rodrigo, Rui Benavente, P. Santos, Paulo Pinheiro, Fábio Neves, Nuno Aldeias, Vasco (Pedro Lopes 45'), Fradinho (Jean 65'), Luís Balão, Nhau, Luís Rodrigues (Batista 85') Treinador: Balão

Borbense

Pedro, Tiago (Pedro Galvão 82'), Varela, Luís Espiguinha, Márcio, Luís Mendes, Filipe, Nuno Bravo, Ruca, Libério (Zé Generoso 60'), Tó Manuel (Guilherme 90') Treinador: Luís Canhoto

O forte vento que se fez sentir na tarde de Domingo, acabou por condicionar o desempenho das duas equipas. Aproveitando o vento a favor na primeira parte, a equipa da casa entrou mais pressionante, e conseguiu algum domínio. No entanto, o Borbense, sempre que podia, ia respondendo, procurando criar perigo junto da baliza adversária. Num lance junto da baliza de Pedro, este, numa boa intervenção, evitou

CAMPEONATO DISTRITAL DE SÉNIORES - DIVISÃO DE HONRA 4ª Jornada - 23/Outubro/2011

Sporting de Viana Canaviais Giesteira O Calipolense CF Estremoz Oriolenses Escouralense

0 1 0 3 1 1 1

1 1 2 1 1 3 1

Equipa

Monte Trigo Santiago Maior Perolivense Lavre Portel SC Bencatelense SC Borbense

1 2 3 4 5 6 7

5ª Jornada - 30/Outubro/2011

-

Portel Monte Trigo Santiago Maior SC Bencatelense Perolivense Giesteira Lavre

8

Sporting de Viana Canaviais Oriolenses Escouralense SC Borbense O Calipolense CF Estremoz

9 10 11 12 13 14

Monte Trigo Sporting de Viana Oriolenses O Calipolense Portel CF Estremoz Escouralense SC Bencatelense Lavre Perolivense SC Borbense Canaviais Santiago Maior Giesteira

J

V

E

D

GM

GS

P

4 4 4 4 4 4 4 4 4 4 4 4 4 4

4 3 3 3 2 2 2 2 1 1 1 0 0 0

0 0 0 0 1 1 1 0 1 1 1 1 1 0

0 1 1 1 1 1 1 2 2 2 2 3 3 4

12 7 6 6 7 6 7 7 4 2 6 4 3 0

0 2 5 5 2 7 4 7 4 4 6 9 8 14

12 9 9 9 7 7 7 6 4 4 4 1 1 0

AF Évora - 1.ª Divisão CAMPEONATO DISTRITAL DE SÉNIORES - 1ª DIVISÃO 4ª Jornada - 23/Outubro/2011

Arcoense Corval Brotense Cabrela Luso Morense Santana do Campo Alcaçovense

5 2 1 1 4 1 0

1 3 5 2 1 3 0

Fazendas do Cortiço Aldeense Arraiolense São Manços S.B. Outeiro Rosário Valenças

1 2 3 4 5 6 7

5ª Jornada - 30/Outubro/2011

Arcoense Aldeense Arraiolense São Manços S.B. Outeiro Rosário Fazendas do Cortiço

-

8

Corval Brotense Cabrela Luso Morense Santana do Campo Alcaçovense Valenças

9 10 11 12 13 14

Equipa

J

V

E

D

GM

GS

P

Arraiolense Cabrela Rosário Arcoense Aldeense Alcaçovense Brotense Corval Luso Morense Valenças São Manços Fazendas do Cortiço Santana do Campo S.B. Outeiro

4 4 4 4 4 4 4 4 4 4 4 4 4 4

4 3 3 2 2 1 2 2 1 1 1 1 0 0

0 0 0 1 0 3 0 0 2 2 1 0 1 0

0 1 1 1 2 0 2 2 1 1 2 3 3 4

13 9 7 8 5 3 6 7 6 2 3 3 1 2

2 3 3 3 8 0 7 6 4 3 7 10 6 13

12 9 9 7 6 6 6 6 5 5 4 3 1 0

o primeiro golo depois de a bola ter embatido no seu poste esquerdo. Para a segunda parte, esperava-se que fosse o Borbense a surgir mais dominador. E tal veio mesmo a acontecer, pois, logo aos 48 min. Ruca, isolado, abriu o marcador. A partir deste lance, o Escouralense procurava reagir e o Borbense aproveitava os lances de contra-ataque para chegar junto da baliza de Rodrigo. A meio da segunda parte, na sequência de um livre, o central local Pinheiro elevou-se na área dos visitantes e conseguiu o empate. Até ao fim do jogo, o equilíbrio foi a nota dominante, mas, perto do final, Ruca teve nos pés uma grande hipótese de “matar” o jogo, mas Rodrigo defendeu com segurança. Em suma, jogo equilibrado, com um resultado que se aceita. 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 O Monte Trigo começa a assumir-se como o mais forte candidato ao título, apesar de ainda só terem 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 decorrido quatro jornadas, já alcançou a liderança isolado, depois de uma vitória tangencial no terreno 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 de outro candidato, o Sporting de Viana, esta época bastante reforçado com vários jogadores oriundos 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 do Lusitano de Évora, equipa que foi forçada a terminar com a equipa sénior, devido a dificuldades 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 financeiras que tem vindo a afectar o histórico clube eborense. 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 Fim-de-semana vitorioso para as equipas do concelho de Vila Viçosa, com resultado idêntico alcançado 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 por O Calipolense e SC Bencatelense, com a equipa da sede de concelho a subir ao quarto lugar. 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 Quanto às restantes equipas, alinharam todas pelo empate a uma bola. O CF Estremoz recebeu o Portel 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 e somou mais um ponto, mantendo-se nos primeiros lugares, o SC Borbense foi ao Escoural alcançar 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 o primeiro empate da época, e o Santiago Maior deslocou-se a Évora empatar no campo do Canaviais 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 e somar o primeiro ponto no campeonato. 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901

Zona dos Mármores no campeonato

12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 O Arraiolense mantêm-se na liderança, com quatro vitórias nas jornadas já disputadas, e com uma média 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 de golos superior a três golos por jogo. 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 O SC Arcoense impôs um dura goleada ao Fazendas do 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 Cortiço, que recebeu, marcando cinco golos e sofrendo 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 um, igualando o marcador do Arraiolense na jornada. O 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 Rosário subiu ao segundo lugar, em igualdade de pontos 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 com o Cabrela, depois de uma vitória folgada em Santana 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 do Campo. Na próxima jornada, o SC Arcoense volta a 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 jogar em casa diante do Corval e o Rosário recebe o 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 Alcaçovense. 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901

Zona dos Mármores no campeonato

Camadas jovens Campo José Vitorino Árbitro: Rui Romão

Benjamins

Terena

0

David Veva, João Reis, José Tata, Nuno Rebola, Vitor Frade, Paulo Ramalho, Alex Ramalho, Ivan Galhetas, Tiago Ramalho, Pedro Queimado, Rui Silva Treinador: Pedro Melo

7

Borbense

Bernardo Lameira, João Lérias, Miguel Brinquete, Luís Caldeira, Duarte Ferreira, João Generoso, Alexandre Calado, Manuel Vicente, Miguel Vicente, João Lobo, Diogo Vinagre Treinador: Hélder Aldeagas

Equilíbrio desfeito ao cair do pano O equilíbrio foi a nota dominante desta jornada inaugural, com as equipas a equivalerem-se tanto na entrega, como no marcador. Ambas procuraram a vitória, vitória que acabaria por sorrir à equipa forasteira quando já se contabilizava a divisão de pontos. O primeiro período decorreu com, ambas as equipas, a recearem-se mutuamente e a não criarem grandes ocasiões de perigo, por essa razão não se pode estranhar o nulo no marcador no final dos primeiros 15 minutos. O segundo período começa praticamente com o tento inaugural do CF Estremoz, com Ruben a elevarse e a ser mais forte que o ultimo reduto azul e branco. Gonçalo igualaria a partida quase no final do segundo período, antecipando-se ao guarda-redes estremocense. No terceiro período, acabaria por ser mais forte, a equipa de Estremoz, período no qual alcançou dois tentos, colocando o marcador em 1-3 favorável aos miúdos de Estremoz. Para o quarto, e último período, estava guardado o mais emotivo dos quatro períodos. Quando parecia que a equipa de Estremoz tinha

Estreia com o pé direito Os Benjamins do Borbense estrearam-se no passado fim-de-semana da melhor maneira, alcançando uma goleada frente à equipa do Terena. Tratou-se de um jogo de “sentido único”, com os azuis e brancos de Borba a darem muito boa conta do recado, dominando por completo a equipa local. O treinador Hélder Aldeagas, que se estreava no comando técnico do Borbense, colocou de início uma equipa mais experiente e, ao longo do jogo, foi gerindo o plantel por forma a que todos os jogadores dessem o seu contributo de forma positiva. Destaque para a estreia em jogos oficiais dos jovens Bernardo Lameira e Miguel Brinquete. Boa arbitragem.

Campo Municipal de Borba Árbitros: Carlos Carola e Gonçalo Freira

Infantis

Borbense

3

Nuno Rijo, Rui de Sá, João Gonçalves, Carlos Basófias, Rafael Silva, André Bento, Gonçalo Ferreira Treinador:

João Batista

4

Estremoz

Pedro, André, Ruben, Gonçalo, Francisco, José Coelho, Tiago Mota

Treinador: Luís Carapinha

o jogo controlado, Gonçalo reduziu para 2-3 e, no último minuto, Rafael assina uma bonita jogada pessoal, e coloca justiça no marcador, igualando a partida a três bolas. Nos últimos segundos, com a equipa de Estremoz a querer chegar à vantagem, o último reduto borbense não conseguiu afastar uma bola aparentemente controlada e Tiago Mota acabou por fazer o resultado final, 3-4.


Ano XVII I Nº. 456 I 27 de Outubro de 2011

Iniciados

Campo Municipal de Borba Árbitro: José Gonçalves; Assistentes: Paulo Moura e Albertino Murteira

Borbense

2

Filipe Garcia, Alexandre (Dinis 70'), L. Rosa, Iuri, Caneira, Rui Cristo, Marmelo (Sardinha 55'), Macareno (Barradas 35'), J. Russo (André 32'), N. Carapinha (D. Borba 70'), P. Martins (T. Ferreira 70') Treinador: Leão

0

Estremoz

Gonçalo, José Carujo, José Carlos, Cácá, Ruben, Tiago, Miguel, David, Pífaro, Marianito, Pardana

Treinador: Duarte Grego

Vitória importante Foi um jogo que, durante a primeira parte, foi disputado a meio campo, não havendo muitas oportunidades de golo para qualquer das equipas. Na segunda parte, parecia que a história se iria repetir, mas, aos 45 minutos, num canto a favor do Borbense, os locais chegaram ao golo por meio de Alexandre que marcou um “golo olímpico”. Após este golo, o jogo ficou mais aberto, com o Estremoz a ter menos preocupações defensivas o que possibilitou mais espaço para o Borbense, que, na sequência de uma rápida jogada chegou ao segundo golo por Pedro Martins, num remate de fora da área. Até ao fim do jogo, o Estremoz tentou o golo de honra, mas tal não lhe seria permitido pela defesa local. Vitória justa do Borbense, num jogo bem disputado pelas duas equipas. Arbitragem sem reparos.

Juniores

Parque Desportivo do SL Évora Árbitro: Diamantino Guerreiro; Assistentes: Bruno Barão e João Ezequiel

SL Évora

1

André, Pastor, Russo, Mamede, Ricardo, Serrote, Soares, Tó-Zé, Cardoso, Paulo, Vila

Treinador:

9

0

Borbense

João Ferrão, Mauro Franco, Brazão (Macoi 4'), Bruno Barreiras (Duarte 75'), Vitor Fusco, Filipe, Charroco, João Catita, João Costa (Abilio 45'), Mauro (Rui 67'), André Cabaço Treinador: Carlos Espiga/Fábio Boleta

Árbitro incompetente castiga Borbense Foi um jogo com alguns casos, o primeiro dos quais a interrupção ordenada pelo árbitro aos 17 min, quando verificou que não estavam presentes os agentes da autoridade! Após um pausa de cerca de meia hora o jogo reatou-se, com a equipa da casa a aproveitar o vento a favor para se adiantar no marcador, em lance precedido de falta. Este seria um dos muitos erros do árbitro Diamantino Guerreiro, que, como de costume, acabou por ser a figura negativa da tarde! Ainda na primeira parte, na sequência de um livre bem apontado por Charroco, um jogador do Borbense, quando tentava a recarga, é rasteirado, sem que o árbitro nada assinale. No seguimento de um canto, seria ainda um defesa da casa a cortar, com a mão, mais um lance de perigo, sem que o árbitro assinalasse a correspondente infracção! Na segunda parte, o Borbense dominou e continuou a criar lances de perigo na baliza adversária, mesmo jogando em inferioridade numérica pela expulsão do lateral Vitor. Num desses lances, Duarte é agredido pelo guarda-redes local, mas, para ser coerente com a péssima arbitragem que protagonizou, o árbitro nada marcou. Resultado final 1-0 para os locais, em jogo marcado também pela lesão do central azul e branco Brazão que fracturou o braço logo as 4 minutos. Arbitragem deplorável.

1º Convívio “Joga à Bola” 2011/2012 em Estremoz Realizou-se na tarde do passado sábado, o 1º convívio “Joga-à-Bola” 2011/2012. este projecto, que vai na sua 4ª época, tem atingido resultados fantásticos e contou com cerca de 200 atletas no escalão de Traquinas. O Sport Clube Borbense, através da Escola de Formação de Futebol, participou em mais um convívio incluído no programa “Joga a Bola”. O Prof. Luís Paixão levou até Estremoz 12 atletas, “Traquinas” (2003/ 2004). A equipa “Azul e Branca” esteve incluída no grupo A, e obteve os seguintes resultados: Terena, 0 - SC Borbense, 5 (Joãozinho 3, Miguel Banza e Guilherme) SC Borbense, 1 (Miguel Banza) – CF Estremoz, 3 Tourega, 1 - SC Borbense, 2 (Miguel Banza e Fábio Talhinhas) Morense, 0 - SC Borbense, 5 (Diogo Trincheiras, Guilherme, Miguel Banza 2 e Luís Curvo) O próximo convívio joga-se novamente em Estremoz, no próximo Sábado, mas para o escalão de Petizes.

Bruno Pires assina pela SaxoBank O ciclista alentejano, natural do Redondo, vai pedalar, em 2012, na mesma equipa de Sérgio Paulinho e de Alberto Contador, a dinamarquesa SaxoBank. Depois de ter corrido pela Leopard, equipa dos irmãos Schleck, Bruno Pires mostra-se muito satisfeito com a mudança: "Estou muito feliz e honrado pela confiança demonstrada por Riis e pela SaxoBank. É um passo importante na minha carreira e acredito que vá crescer bastante, uma vez que estarei rodeado por algumas das pessoas mais profissionais e experimentadas do ciclismo". Antes de emigrar, Bruno Pires correu pela Maia e pela Barbot, tendo ganho a Volta ao Alentejo em 2007 e o campeonato nacional em 2006. Agora, assinou por uma das melhores equipas do mundo, num contrato de uma época.

CURIOSIDADE: Lei 8 - Pontapé de saída e recomeço do jogo Introdução A escolha dos campos é determinada por um sorteio efectuado por meio de uma moeda. A equipa favorecida pela sorte escolhe a baliza em direcção à qual atacam durante a primeira parte. Á outra equipa será atribuído o pontapé de saída do jogo. A equipa que escolheu o campo efectuará o pontapé de saída na segunda parte do jogo. No começo da segunda parte do jogo, as duas equipas trocam de campo e atacam na direcção contrária. Pontapé de saída O pontapé de saída é um processo de começar ou recomeçar o jogo: - No início do jogo. - Depois de ser marcado um golo. - No começo da segunda parte do jogo. - No começo de cada período dos prolongamentos, se for caso disso. Pode obter-se um golo directamente dum pontapé de saída. Procedimento - Todos os jogadores devem encontrar-se no seu próprio meio campo - Os jogadores da equipa que não executa o pontapé de salda devem encontrar-se pelo menos a uma distância de 9,15m da bola, até que ela entre em jogo - A bola é colocada no solo sobre o ponto central - O árbitro dá o sinal do pontapé de saída - A bola entra em jogo logo que seja pontapeada e se mova para a frente - O executante do pontapé de saída não pode jogar a bola uma segunda vez antes que esta tenha sido tocada por outro jogador Quando uma equipa marcar um golo, será a equipa que sofreu o golo que procede ao novo pontapé de saída Infracções / sanções Se o executante do pontapé de saída jogar a bola uma segunda vez antes que esta seja tocada por outro jogador: - Um pontapé - livre indirecto será concedido à equipa adversária no local em que a infracção foi cometida (Ver Lei 13 – Local dos pontapés - livres). Por qualquer outra infracção ao procedimento do pontapé de saída: - O pontapé de saída será repetido Bola ao solo Qualquer jogador pode disputar a bola (guarda-redes incluído). Não há número mínimo ou máximo de jogadores para disputar uma bola ao solo. O árbitro não tem poderes para decidir quem pode ou não pode disputar a bola ao solo. Depois de uma interrupção temporária do jogo provocada por uma causa não prevista nas Leis do Jogo, o jogo deve ser recomeçado com uma bola ao solo. Procedimento O árbitro deixa cair a bola no solo no local onde ela se encontrava no momento da interrupção, a não ser que se encontrasse dentro da área de baliza, caso em que o árbitro fará o lançamento da bola sobre a linha da área de baliza paralela à linha de baliza, no ponto mais próximo do local em que a bola se encontrava quando o jogo foi interrompido. O jogo recomeça logo que a bola toque no solo. Infracções / Sanções O lançamento da bola ao solo deve ser repetido se: - A bola é tocada por um jogador antes de entrar em contacto com o solo - A bola sai do terreno de jogo depois de ter ressaltado no solo sem que nenhum jogador lhe tenha tocado QUESTÃO 19: Após um lançamento de bola ao solo, a bola sai do terreno de jogo sem que tivesse tocado em qualquer outro jogador. O que deve fazer o Árbitro? R – Deverá repetir o lançamento de bola ao solo no mesmo local. Para remeter alguma questão ou situação que gostava de ver esclarecida, basta enviar um email para godinho_vipi@hotmail.com.

- Oficina de chocalhos - Comércio de artesanato - artigos equestres e correaria - cadeiras alentejanas

Tel. 268 323 130 / 268 324 181/ 967 623 057 www.casagalileu.com.sapo.pt psimsim@hotmail.com Rua Victor Cordon, 16 7100 - 560 ESTREMOZ


10

»

Ano XVII I Nº. 456 I 27 de Outubro de 2011

Opinião

Prevenção das quedas do idoso » Unidade de Cuidados na Comunidade de Borba A propósito do dia internacional das pessoas idosas (1 de Outubro), a Unidade de Cuidados na Comunidade considerou pertinente abordar um tema que nos é muito caro: como prevenir as quedas nas pessoas idosas? Em Portugal, os acidentes domésticos e de lazer são monitorizados pelo Observatório Nacional de Saúde, que coordena um sistema de recolha de dados, designado ADELIA - Acidentes Domésticos e de Lazer Informação Adequada. Da análise dos dados do último relatório publicado, relevamos alguns factos: - Em cada ano, uma em cada três pessoas idosas sofre um acidente doméstico. - A maioria dos acidentes com pessoas idosas ocorre dentro de casa. - Nas pessoas idosas, os acidentes são essencialmente devidos a quedas. - O tempo de internamento por acidentes com pessoas idosas é cinco vezes superior ao das crianças. Como evitar acidentes com pessoas idosas?

Os profissionais de saúde podem ajudar as pessoas idosas a prevenir as quedas! Como? - Alertando e ajudando a identificar, durante as Visitas Domiciliárias, os factores reversíveis e sugerir intervenções baseadas na evidencia. - Investigando o risco de osteoporose, tratando e encorajando os doentes a usarem protectores de anca. - Formando os prestadores de serviços a pessoas idosas na organização das actividades de lazer que promovam o exercício e a actividade física Prevenir as quedas no quarto é uma questão de prudência! - Procure utilizar uma cama larga, com altura suficiente para que, sentado, consiga apoiar os pés no chão. Quando passa da posição de deitado para a posição de pé, sente-se primeiro, espere um pouco e só depois é que se levanta. Aguarde um pouco antes de começar a andar. Ao deitar-se, utilize sempre um travesseiro para apoiar a cabeça. - Use uma mesa de cabeceira, de preferência, com bordos arredondados e procure fixá-la ao

A redução de lesões pode melhorar a qualidade de vida e reduzir os gastos dos serviços de saúde devido a lesões nesta faixa etária. O primeiro passo é compreender as suas causas. Nas pessoas idosas a diminuição da massa muscular, a osteoporose, a diminuição da visão e da audição, assim como a falta de condições de segurança da casa e do jardim aumentam a probabilidade de cair. As quedas podem ser prevenidas fazendo pequenos ajustamentos na casa e no estilo de vida, mas, promover a segurança, é também, garantir que as pessoas idosas se alimentam convenientemente e se mantêm fisicamente activas. Convém conhecer alguns factores de risco de quedas: - Viver sozinho. - Tomar medicamentos, em especial medicamentos psicotrópicos. - Doenças crónicas tais como artroses, depressão, doença pulmonar crónica. - Mobilidade reduzida - Dificuldades cognitivas e demência. - Redução da acuidade visual. - Calçado e vestuário inadequado. - Uso de bengalas ou andarilhos - Subir para escadotes, cadeiras, bancos, árvores, autocarros. - Pisos escorregadios ou irregulares, pavimentos degradados.

chão ou à parede, para evitar que se desloque caso necessite apoiar-se nela. - Mantenha uma cadeira ou poltrona, para que possa sentar-se a calçar meias e sapatos. - Coloque um candeeiro de fácil acesso junto da cama e /ou utilize luzes de presença para que se possa orientar, caso tenha necessidade de se levantar de noite. - Prefira um telefone sem fio, que possa ter na mesa de cabeceira, para que não seja necessário levantar-se durante a noite à pressa para atender ou fazer uma chamada. Prevenir as quedas na casa de banho é uma questão de sensatez! - O piso da casa de banho deve ser antiderrapante. - Se necessitar utilize barras de apoio (varões de segurança) no polibã ou na banheira, nas paredes próximas da sanita. Instale estes varões de segurança prioritariamente no local onde toma banho Não se apoie nos suportes das toalhas ou dos sabonetes, pois estes não são seguros. - Coloque o tapete anti-derrapante no fundo da banheira /polibã. - Nunca feche a porta da casa de banho à chave, para o caso de precisar de ajuda. Prevenir as quedas na cozinha é uma questão de precaução! - Os armários não devem ficar em locais muito altos. Guarde os objectos que são pouco utilizados

nos armários superiores e os de uso frequente, em locais de fácil acesso. - Evite colocar peso nas portas do frigorífico e utilize as prateleiras que não exijam que baixe ou levante muito os seus braços. Prevenir as quedas na sala é uma questão de conforto! - Procure utilizar cores claras nas paredes e aumentar a iluminação. Uma boa regra é completar a iluminação com candeeiros de fácil manutenção. - Opte por sofás e poltronas confortáveis, com assentos que facilitem os actos de sentar e levantar. - Evite esquinas de vidro, metal ou materiais cortantes em mesas de apoio. - Não use tapete em baixo da mesa da sala jantar e deixe um espaço à volta da mesa para a movimentação das pessoas. - Prefira pisos antiderrapantes. Prevenir as quedas em toda a casa é uma questão de bom senso! - Mantenha uma boa iluminação em toda a casa e uma luz acesa na entrada principal. - As lâmpadas devem ser de fácil manutenção e substituição. - Nunca deixe fios eléctricos e de telefone desprotegidos. Prenda-os à parede. - Evite tapetes soltos no chão, principalmente nas escadas. - Pinte de cores diferentes ou faça marcas visíveis no primeiro e no último degrau das escadas. Elas devem ter degraus com piso antiderrapante. - Use sapatos com saltos largos e calcanhares reforçados, para evitar que o pé se movimente. Não use chinelos. Prefira os sapatos fechados. - Não use camisolas e roupões compridos, para evitar tropeçar, principalmente se tiver que se levantar no meio da noite. - Ao dormir, deixe uma luz de presença acesa para auxiliar a visão, caso acorde no meio da noite. - Em zonas alcatifadas, assegure-se que a alcatifa está bem fixa, sem rugas ou zonas gastas. - Procure sentar-se numa cadeira firme, alta e

com apoio de braços para auxiliar a levantar e a sentar. - Mantenha o chão limpo e seco nomeadamente nas zonas de acesso às escadas. - No quintal, evite a acumulação de folhas e flores húmidas no chão. Concluindo: Muitos acidentes devido a queda podem ser prevenidos e a redução de lesões provocadas por quedas, contribui para uma melhor qualidade de vida especialmente nos idosos. Há situações em que os auxiliares de marcha são imprescindíveis (bengala, andarilho: por exemplo). No entanto há outros equipamentos simples e/ou pequenos ajustamentos que ao serrem instalados nas nossas casas, fazem toda a diferença: - Promovem a segurança - Ajudam a realizar as nossas actividades com maior segurança Não hesite em contactar os profissionais de saúde, caso necessite de informação e/ou orientação acerca deste tipo de equipamentos. A equipa da Unidade de Cuidados na Comunidade de Borba está ao dispor de todos através dos contactos: - Tel: 268848110(ext: 134/135) Ou nas suas instalações na Rua Quinta da Prata - BORBA Bibliografia - Divisão de Doenças Genéticas, Crónicas e Geriátricas; DGS –”Programa Nacional para a Saúde das Pessoas Idosas” Circular Normativa Nº: 13/DGCG DATA: 02/07/ 04 - Divisão de Doenças Genéticas, Crónicas e Geriátricas; DGS –”Prevenção dos Acidentes Domésticos nas Pessoas Idosas” DATA: Julho de 2004 - Clínica de Vertigem e Desequilíbrio, Lda, Apoio Abbott II Products, Lda. - “Prevenção de Quedas no Idoso”- Jan-2011


Ano XVII I Nº. 456 I 27 de Outubro de 2011

»

»

Opinião

Acordo de cooperação unifica as equipas de intervenção precoce na infância nos concelhos de Vila Viçosa e Borba » A ELI de Vila Viçosa e Borba O Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância (SNIPI), criado pelo Decreto-Lei nº 281/2009 de 6 de Outubro, é desenvolvido através da atuação coordenada dos Ministérios do Trabalho e da Solidariedade Social, Ministério da Saúde e Ministério da Educação, com envolvimento das famílias e da comunidade. A nível local este Sistema atua através de equipas multidisciplinares com base em parcerias institucionais. Na nossa localidade, a Santa Casa da Misericórdia de Vila Viçosa, Instituição Particular de Solidariedade Social assume-se como entidade promotora do Serviço Local de Intervenção Precoce na Infância, não apenas para o concelho de Vila Viçosa, como até então, mas também para o concelho de Borba. Portanto, as anteriores, Equipa de Intervenção Precoce de Borba e Equipa de Intervenção Precoce de Vila Viçosa, como eram conhecidas pelos munícipes, têm nova designação: Equipa Local de Intervenção (ELI) de Vila Viçosa e Borba. O atual Protocolo de Cooperação visa criar as condições

necessárias para o desenvolvimento do SNIPI no Alentejo, de forma a garantir as condições de desenvolvimento das crianças, dos 0 aos 6 anos, com funções ou estruturas do corpo que limitam o crescimento pessoal, social e a sua participação nas atividades típicas para a idade, bem como das crianças com risco grave de atraso no desenvolvimento tal como preconizado nesse Decreto-Lei e de acordo com os critérios de elegibilidade definidos pela Comissão Coordenadora do SNIPI. Segundo esta informação, a ELI de Vila Viçosa e Borba avalia e intervém em função das necessidades de cada criança elegível e do contexto familiar, de modo a prevenir ou reduzir riscos de atraso no desenvolvimento ou alterações específicas do mesmo. A ELI de Vila Viçosa e Borba é formada pelos seguintes técnicos: técnica de serviço social, psicóloga, fisioterapeuta, terapeuta da fala, uma educadora e professora especializadas em educação especial e uma professora de apoio educativo. A sua intervenção decorre nos contextos de vida da criança, sobretudo, familiar e escolar. Atualmente a ELI de Vila Viçosa e Borba acompanha 59 crianças e respetivas famílias e continua a desenvolver na comunidade o projecto de rastreio do desenvolvimento infantil. A ELI de Vila Viçosa e Borba considera oportuno informar os munícipes que os locais de atendimento são os seguintes: ´- Santa Casa da Misericórdia de Vila Viçosa (sede da ELI), na Avenida Bento de Jesus Caraça nº.6, Vila Viçosa (telf: 268 980 291; fax: 268 999 635); - Centro de Saúde de Borba, Avenida Quinta da Prata, Borba (telf:268 848 110; fax: 268 801 042).

Ocorrências Guarda Nacional R epublicana

Ocorrências nos concelhos de Estremoz, Borba, Arraiolos; Mora e Vimieiro. No Período de 10 a 23 de Outubro de 2011. Acidentes de Trânsito – Neste período ocorreram: 4 em Arraiolos; 1 em Mora, dos quais resultaram danos materiais. Furtos – Furto de cabo eléctrico, em Mora, no valor de 85,00 euros; furto em interior de residência de diversos artigos, em Arraiolos, de valor não indicado; furto em interior de estabelecimento de diversos artigos, em Arraiolos, no valor de 207,00 euros; furto em interior de estabelecimento de diversos artigos, em Arraiolos, no valor de 200,00 euros; furto de cobre em interior de Posto de Transformação, em Veiros, no valor de 6.000,00 euros; furto de cinco animais da espécie suína em exploração agrícola, em Vimieiro, no valor de 1.300,00 euros; furto em interior de edifício industrial de diversos artigos, em Arraiolos, no valor de 2.000,00 euros; furto em interior de estabelecimento de diversos artigos, em Arraiolos, no valor de 200,00 euros; furto em interior de silos de diversos artigos eléctricos e em alumínio, em Pavia, de valor não indicado; furto de um gerador, em Mora, de valor não indicado. Outras Denúncias – Posto de Mora - 1 crime de falsificação de assinatura; Posto de Mora - 1 crime de falsificação de documento; Posto de Borba - 1 crime de violência doméstica; Posto de Arraiolos - 2 crimes de ofensas à integridade física simples; Posto de Arraiolos - 1 crime de dano; Posto de Arraiolos - 1 crime de ofensas à integridade física simples; Posto de Arraiolos - 1 crime de difamação; Posto de Pavia 1 crime de ameaças; Posto de Vimieiro - 1 crime de violência doméstica; Posto de Mora - 1 crime de dano; Posto de Mora - 1 crime de ofensas à integridade física simples; Posto de Borba - 1 crime de violência doméstica; Posto de Borba - 1 crime de ofensas à integridade física simples. Detenções - Posto de Estremoz deteve quatro cidadãos romenos, maiores de idade, por suspeita de crimes de tentativa de furto e dano de cabo eléctrico de um pivot de rega. Após serem identificados e por determinação do MP competente foram postos em liberdade passando processo a inquérito Posto de Estremoz deteve cidadão português maior de idade em cumprimento de mandado judicial após de cumprimento de formalidades legais foi colocado em liberdade. Posto de Estremoz deteve cidadão português maior de idade em cumprimento de mandado judicial que determinava o seu internamento num centro educativo onde recolheu. Posto de Arraiolos deteve em flagrante delito quatro cidadãos portugueses, dois de sexo masculino e dois de sexo feminino, maiores de idade, por crimes de furto de tubos em inox do interior de edifício industrial. Mesmos ficaram detidos para serem presentes hoje a Tribunal da Comarca de Arraiolos. Outros - Em Borba suicidou-se meio enforcamento indivíduo sexo masculino, 52 anos idade. Após formalidades legais o corpo foi entregue à família.

Av. D. Dinis de Melo e Castro, 17 7150-105 BORBA PORTUGAL e-mail: lamarmores@iol.pt

[PROPRIETÁRIO E EDITOR] MediaBorba - Sociedade de Comunicação Social, Unipessoal, Lda. Rua Fernão Penteado, 20 I 7150-128 Borba I NIPC: 505 680 386 [ADMINISTRAÇÃO E REDACÇÃO] Rua Fernão Penteado, 20 I 7150-128 Borba I Telefone: 268 894 580 I Fax: 268 890 677 [DIRECTOR] David Guégués [COORDENADOR DE REDACÇÃO] João Oliveira [RESPONSÁVEL DE MARKETING E PUBLICIDADE] Cristina Espanhol [REDACÇÃO] Benjamim Espiguinha, João Oliveira, Joaquim Trincheiras [COLABORADORES] João Azaruja, Manuel Esteves, Tomé Leitão, Joaquim Coimbra, Centro de Saúde Borba, ELI de Vila Viçosa e Borba [PUBLICIDADE] Telefone: 268 894 580 I Fax: 268 890 677 I E-mail: terrasbrancas@net.sapo.pt [TIRAGEM] 3000 Exemplares [REGISTO DE IMPRENSA] n.º 117749 Membro da [DEPOSITO LEGAL] n.º 290807/09 [IMPRESSÃO] FIG-Indústrias Gráficas, S.A. I Rua Adriano Lucas - 3020-265 COIMBRA Telef. 239 499 922 I Fax: 239 499 981 I e-mail: fig@fig.pt

11

Telef.: Fábrica: Fax: Movil:

268 800 290 268 894 588 268 800 299 917 828 157


» Agenda Cinema Estremoz - Teatro Bernardim Ribeiro Cuidado com o que desejas (M/12) 28 de Outubro - 21.30h Realizador: David Dobkin Com: Jason Bateman, Ryan Reynolds, Olívia Wilde Borba - Cine-Teatro O Panda do Kung Fu 2 (M/6) 30 de Outubro - 15.30 e 21.00h Realizador: Jennifer Yuh Com: Jack Clack, Angelina Jolie, Jackie Chan, Gary Oldman, Jean- Claude Van Damme e Dustin Hoffman (vozes)

Música Estremoz – Modas à Campaniça Até Jazz Café - 28 de Outubro - 23.00h Espectáculo de música tradicional alentejana. Borba – AlgoRítmico Cine-Teatro - 29 de Outubro - 15.00h Filme/Concerto sobre a matemática pelo Space Ensemble. Estremoz – Encontro de Coros do Orfeão de Estemoz Tomaz Alcaide Teatro Bernardim Ribeiro - 29 de Outubro 18.00h O Orfeão de Estremoz Tomaz Alcaide organiza mais uma vez o seu encontro anual de coros amadores, dando a conhecer ao público estremocense a sua actividade coral, bem como a de outros grupos. Com um repertório bastante variado, este momento cultural promete ser animado, sendo já habitual neste Mês da Música. Não perca! Coros convidados: Coral Stravaganzza (Vila Franca de Xira) e Coral Vila Flor (Porto de Mós).

Redondo – Les Six - Contemporâneus Auditório do Centro Cultural - 29 de Outubro - 21.30h “Les Six” é o nome pelo qual ficou conhecido o grupo de seis compositores franceses do início do século XX. Este grupo era constituído, entre outros, por Francis Poulenc, Darius Milhaud e Georges Auric. Pretendiam acima de tudo transportar para a música a noção de clareza, brevidade e economia de expressão, através do uso de melodias populares, influências do jazz com ritmos sincopados e música de circo. Redondo – AlgoRítmico Auditório do Centro Cultural - 30 de Outubro - 16.00h Filme/Concerto sobre a matemática pelo Space Ensemble. Estremoz – Concerto Comemorativo do Dia da Música pela Sociedade Filarmónica Luzitana Igreja de São Francisco - 30 de Outubro - 16.00h Este concerto é uma organização da Sociedade Filarmónica Luzitana com o apoio da Câmara Municipal de Estremoz e da Paróquia de Santo André.

Diversos Arraiolos – 12.ª Mostra Gastronómica - Feira do Tapete - 4.º Festival da Empada Pavilhão Multiusos - 28 de Outubro a 06 de Novembro Vila Viçosa – Espectáculo de Dança Contemporânea Cine-Teatro Florbela Espanca - 29 de Outubro - 21.30h Pela Companhia de Dança Contemporânea de Évora. Redondo – Festa Halloween Café Concerto do Centro Cultural - 30 de Outubro - 21.30h A noite das bruxas volta ao café concerto. Desta vez o Centro Lúdico de Redondo preparou um conjunto de actividades que prometem uma noite cheia de magia e personagens fantasmagóricas. Borba – Feira de Todos os Santos Parque de Feiras e Exposições - 01 e 02 de Novembro Borba – Festa da Vinha e do Vinho Pavilhão de Eventos - 05 a 13 de Novembro


Terras Brancas n.º 456