Page 1

ano IX | nยบ 42 | JAN/2014 R$ 9,90

Elder

Heronildes

80 anos de paixรฃo por Mossorรณ


Editorial |Expediente

Olá meus amores!

EDITORA-CHEFE Marilene Paiva – (84) 9803.8646 (84) 9494.3901 marilene.paiva@gmail.com

A

doro começar. Todo início chega com a força do desafio. Do novo. E estamos aqui, diante de um 2014 inteirinho pra gente encantar quem é o nosso motivo maior: você, leitor da Revista Presença. Nesta 42ª edição, contamos com a colaboração dos amigos André Barreto e Anderson Leite, publicitário e arquiteto, dois bacanas, que estrearam as nossas páginas além mar com a Presença Internacional na Tailândia. Algumas pessoas ganham a nossa admiração pelo simples fato de existirem. Elder Heronildes é um deles. Não poderíamos ter uma capa melhor para iniciarmos o ano com muita garra. Muita elegância. Dr. Elder, no auge dos seus 80 anos, é sinônimo de uma vida plena, reconhecidamente voltada à cultura, família e à cidade de Mossoró. Mossoró orgulha-se de ser pólo. Ponto de partida para as rotas do turismo potiguar e cearense. Nós descobrimos as maravilhas do litoral Costa Branca, seus hotéis de charme, pousadas e restaurantes e apresentamos à vocês. Pois é... somos bonitos por natureza. Confira as belezas. Então é carnaval na terra do futebol. Pierrôs, colombinas e foliões se vestem de alegria e desfilam suas dores e delícias. Ahhh quer saber? É uma delícia circular, trabalhar com uma equipe compromissada e competente. Vamos confiar. Acreditar nas possibilidades, caminhar lado a lado com os sonhos. Luz e muito amor pra vida da gente. Até maio.

Master produções e eventos

Acesse nosso site: www.marilenepaiva.com.br

4 Presença

COMERCIAL E MARKETING Augusto de Lima – (84) 9830-8221 8740-1510 / 9191-7132 / 8169-1500 augustolima377@gmail.com REVISÃO Marilene Paiva CAPA Ricardo Lopes Fotógrafo COLUNISTAS E COLABORADORES Augusto de Lima Bento Carlos Carlos Augusto Fátima Carlos Georgiano Azevedo José de Paiva Rebouças Lia Baby Teens Liliane Oliveira Marilene Paiva Rafaella Costa Sâmela Soraya Gomes Sara Hayana FOTÓGRAFOS COLABORADORES Ricardo Lopes Charles Paiva Kedma Soraya Projeto Gráfico, Criação e Finalização: Terceirize Editora LTDA Fone: (84) 3211.5075 www.terceirize.com RESPONSABILIDADE Os textos assinados ou afirmações contidas nesta revista são de responsabilidade de seus autores, não refletindo necessariamente a opinião política dos editores. É proibida a reprodução total ou parcial de textos ou imagens por qualquer meio sem autorização.


Presenรงa |Section

Presenรงa

5


Presença |Sumário

46 Maria Eloilma

Empreendedora de sucesso é mais do que inteligência, bom astral e carisma. Confira na entrevista exclusiva.

63 MN Imóveis

Entrevista com o empresário José Márcio de Oliveira que assumiu a MN Imóveis em sua totalidade.

16

Elder Heronildes 80 anos de paixão por Mossoró

66 On Line

A empresária natalense Ana Paula Lamas Cachina e esposo, colhendo os bons frutos da dedicação às lojas de vestuário masculino.

Seções

36

10 Moda Trend Georgiano Azevêdo

AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL

12 Fashionismo fátima carlos

28 Presença Internacional André dias

32 Especial Arquitetura

O controle de sua casa na palma das mãos. Tendência que torna as casas mais sustentáveis e menos agressivasao meio ambiente.

Anderson Leite

40 Presença Masculina Marilene Paiva

42 Presença Feminina Rafaella Costa

44 Presença Plural Carlos augusto

58 Presença Estética Sara Hayana

78 Presença Vip Lyddianny Silveira

82 Eccomi Qui Dani Cavallari

52 Presença Línguas Ediane F. a. Rosado

92 Presença Educação Pe. Charles Lamartine

100 Facebook Sâmela soraya gomes

38

Quarto de bebê

A escolha pelas cores neutras, bege e branco, e do estilo clássico dos móveis, aliada a iluminação transmiti uma sensação de calma, aconchego e tranquilidade ao espaço.

76 Detox Gourmet

Saúde 24 - Gabriela da Escóssia 26 - cleide santos 52 - Thiago Abrantes 84 - bento carlos

Ultrasociety 14 - Andrea Rosado 56 - eduarda queiroz 72 - Natália Britto 88 - sf construtora

6 Presença

Ficha Técnica: Foto e tratamentos de imageM da modelo: Paulo Eduardo Beleza: Paulo Júnior Looks e acessórios: Sempre Chic

Capa especial


Presenรงa |Section

Presenรงa

7


Moda |Trend Por Georgiano Azevedo georgianoazevedo@gmail.com Sócio da Tráfego Models, produtor de desfiles e colunista de moda

VALE “QUASE” TUDO!!! O momento é de liquidações por todo o Brasil. É hora de saber escolher peças do verão com precinhos especiais e que você vai poder usar e abusar na temporada de inverno que está chegando. Podemos adiantar: esqueçam as estampas tropicais, use somente até o Carnaval!!!

De olho nos lançamentos de outono-inverno 2014 apresentados no São Paulo Fashion Week, Fashion Rio e Minas Trend Preview, escolhemos algumas tendências e montamos looks com peças do verão que continuarão no inverno. E o melhor, todas com descontos de até 70%. Se jogue!!!

Saia lápis virou um clássico. Essa é Renata Campos. Pode ser usada com blazer ou até com cropped top. O blazer é Nem Marluce Alfaiataria com detalhe esportivo. Look total Wagner Kallieno já em clima de Copa do Mundo

Bordados, transparências e recortes... Forever!!! Aqui, na linha festa Wagner Kallieno

Roupas detalhe em tassel, pingente em formato de franjinhas que costuma incrementar cortinas, vai está por todos os lugares. O vestido é Wagner Kallieno para Maison Tráfego

8 Presença


Na cartela de cores dos homens, o azul aparece em tudo, como na bermuda Complexo B, usada com t-shirt DogVille e jaqueta Complexo B

Três tendências num só look: animal print, saia peblun e jaqueta em couro com tachas. A saia é Wagner Kallieno, a regata é Hara Flor e a jaqueta é Carmen Steffns

Maxi-blazer é a bola da vez. Ótimo quando usado com essa legging Renata Campos

Na coleção masculina, a camisa (Victor Dzenk) fica mais ampla e a calça (acervo) fica mais curta

FICHA TÉCNICA Fotos: Marcelo Bento Styling: Luis Henrique e Georgiano Azevedo Assistentes de produção: Helena Paiva e Lucas Vieira Beleza: Lucas Vieira (Salão Fernando Fernandes Visual) Modelos: Renata Alves, Juliana Pinto e Vitor Andrade (Tráfego Models) Agradecimentos: Maison Tráfego, DogVille, Hara Flor e New Marluce. A menina calça Carmen Steffens e o menino usa Raphael Steffens.

Presença

9


10 Presenรงa


Presenรงa

11


Moda |Fashionismo Por Fátima Carlos fatimacarlos_estilo@hotmail.com É graduada em geografia pela UERN. Começou a trabalhar com moda aos 13 anos, por influência da mãe, que era costureira. Hoje tem seu ateliê

Finess O ano novo chegou e, junto com ele, os eventos, festas que exigem da mulher elegante ainda mais glamour e finesse na hora de escolher a roupa certa para estar deslumbrante nessas ocasiões, que pode ser uma formatura onde você é a estrela da noite, ou seja, a formanda, um casamento onde você figura como madrinha ou convidada de bom gosto, que opta pelo mais ousado, como os curtinhos nada básicos e sexys da Mabel Magalhães e Patrícia Bonaldi. E nesse clima de glamour, convidamos a bela colunista social Rafaella Costa para posar de top model, usando looks especiais para esses eventos, comprovando que elegância e bom gosto caminham lado a lado. Agradecimentos: Mozart Christian (Salão Ângela Santos), Carmen Steffens e Garbos Hotel.

12 Presença


Presenรงa

13


Especial |Ultrasociety Por Marilene Paiva marilene.paiva@gmail.com Jornalista, apresentadora de tv e colunista social

Noite de lua, estrelas, céu e mar.

Níver 5 estrelas de

Andrea Rosado Feliz, feliz, Andrea na sessão bolo confeitado

A Casa das Ondas, de Chrystian de Saboya e Keith, recebeu amigos e familiares para festejar o aniversário da toda linda, empresária Andrea Jales Rosado.Com o marzão de Tibau compondo o cenário,delicinhas de Socorro Paiva e muita alegria no ar,Andrea,feliz feliz agradeceu à vida.

Irlanda Carlos e Morais

Marina Fagundes e Gregório Rosado

Marcelo Duarte e Daniela Rosado do Amaral

Andrea, Chrystian de Saboya, Keith e Valentina

Andrea no momento parabéns pra você

Andrea, Thayná e Gustavo, Sergio Lago e Mariah Rosado

Andrea, Isolina Melo e Iris Menezes

Andrea, Conceição Rosado, Cleiber Moreira,Isabelly Trindad e Arturo Rosado

Andrea,Tássio e Elizenir Rosado

Elizenir, Ione Brasil, Iara Menezes e Luzia Pinto

Andrea, Laíre e Sandra Rosado 14 Presença

Confira a cobertura completa no site: www.marilenepaiva.com.br


Presenรงa

15


Fotos: Ricardo Lopes

Presenรงa |Section

Elder

Heronildes, 80 anos de paixรฃo por Mossorรณ 16 Presenรงa


Presença |Capa Um intelectual, mas, acima de tudo, um homem apaixonado pela família e pela terra onde nasceu e sempre viveu. É assim que se define o advogado e escritor Elder Heronildes da Silva, que ao completar oito décadas, abre as portas de sua vida para que seus conterrâneos e admiradores o conhecerem um pouco mais. Vindo de uma família simples do bairro 12 Anos, em Mossoró, Elder constituiu uma família de advogados, profissão exercida também por sua esposa Zélia Macedo, com quem é casado há 52 anos, e seus dois filhos George e Disraeli Macedo. Nesta entrevista, conversamos sobre sua trajetória de vida e de conquista. por José de Paiva Rebouças PRESENÇA – O que mudou na vida em 80 anos? Elder Heronildes - Na verdade, mudou muita coisa porque são 80 anos de existência, de vida e momentos diferentes. Aconteceram coisas diferentes de uma década para a outra. A vida hoje é muito agitada, muito trepidante e eu diria até um pouco desumanizada. A gente tinha aconchego na cidade, tinha uma vivência mais tranquila, mais calma. Podia-se até admirar com mais sossego, mais tranquilidade a cidade; podendo sentir os seus elementos vivos, a sua história. Hoje, só através de programas, de atividades culturais desenvolvidas pelo município através de teatro, através de espetáculos grandiosos. Antes, vivia-se isso, humanamente na cidade. Lembro agora o que, com a sua proverbial sabedoria, e com seu estilo inconfundível, já dizia Machado de Assis: “Uma cidade é um corpo de pedra com um rosto.” Em Mossoró, há muito que vem sendo retirado de suas entranhas, o seu rosto. Aqui, parece que nada se preserva tudo se transforma, em escombros... E nestas oito décadas, deu para perceber o tempo passando? Dá para perceber e vai ficando na memória aqueles tempos de juventude. A gente percebe hoje o quanto era bom. A minha juventude, eu lembro com saudade, com afeto e carinho. Nasci no bairro 12 Anos e ali,

vivi muito tempo de minha infância. Depois, mais adulto, é que meu pai construiu uma casa aqui no centro da cidade, aí nós viemos para cá. Mas a minha vida foi uma grande parte, ali no bairro 12 Anos e eu me lembro com saudade, com uma lembrança suave e agradável da vivência dessa época. Era como se fosse uma zona rural, imperava o bucolismo, numa existência lúdica. Fale um pouco de sua história, de sua trajetória de vida. Bom. Eu nasci em 1933, onde hoje é a rua Felipe Camarão, aquela que desce do Aeroporto, no bairro 12 Anos. Aliás, toda a minha família nasceu no bairro 12 Anos. Os meus estudos primários foram feitos no bairro mesmo. Deixei a escola por causa da palmatória, mas, posteriormente, quando viemos para a cidade, (centro) eu passei a estudar no Grupo Escolar 30 de Setembro. Depois, passei para a União Caixeiral, que era Escola Técnica de Comércio União Caixeiral. Lá fazíamos o básico e o técnico em contabilidade. Eu me formei lá e fui orador da turma. E, nesta vida de estudante, eu tive uma atividade muito grande na liderança estudantil do Centro Estudantal, que era uma entidade muito vibrante, muito atuante e tinha um desempenho muito significativo na comunidade. Foi época em que fui presidente do CEM, nos idos de cinqüenta.

Presença

17


Presença |Capa

Quem foram seus pais? Meu pai foi Francisco José da Silva, conhecido como Velho Darico, ou Mestre Darico, porque foi pedreiro, e em seguida, mestre de obras. Heronildes ele botou depois. Minha mãe, Francisca Laura da Silva, Dona Tita. Eram pessoas boas, gentis, agradáveis e, apesar de pouca instrução, deram a toda família educação, respeito, hombridade, seriedade. Ele nasceu em Caraúbas, era da família dos Dias, dos “Durão”, e ela em Mossoró, da família dos Mendonça. Todos nós nascemos no bairro 12 Anos. O casal teve oito filhos. Vivos, apenas eu e minha irmã Enetildes (Dita), esta com noventa anos. Mora em Natal. Qual é a imagem de Mossoró da sua infância? Recorda-se muita coisa que hoje não existe mais, como o trem que passava várias vezes durante o dia. Nós morávamos ali perto, onde hoje é a Felipe Camarão, víamos com freqüência o trem, a estação que derrubaram esta outra parte da estação que, graças a Deus, preservaram. Então, eu via isso daí. O trem me traz muitas recordações. Recordo-me muito da vida no bairro 12 Anos, com meus irmãos, a tranquilidade como se vivia ali. Quando se vinha para a cidade era um acontecimento. Quer dizer, quando a gente vinha para o centro. E vínhamos tranquilamente a pé, qualquer hora, inclusive de noite, sem problema nenhum. Hoje é muito diferente, até para sair ou chegar em casa a gente tem receio. Então, são esses momentos que eu lembro com saudade. São lembranças idas e vividas, envolvendo pessoas e fatos que habitaram e existiram pelas ruas, vielas, becos, praças e avenidas, agora diferentes e sem a beleza de antigamente. Quantos prédios, verdadeiros monumentos históricos, destruídos, alguns deles até construídos por meu pai, como Mestre de Obras, dando lugar a simples estacionamentos, ou a outros que mais parecem uns monstrengos... Quem me dera poder ver, hoje, as belezas arquitetônicas de antigamente. Quando o Sr. chegou na faculdade de Direito já

18 Presença

estava casado com a Dra. Zélia Macedo. Mas e antes dela, deu para aproveitar a boemia, ou naquele tempo era mais difícil para um jovem ser boêmio? Não, era até mais tranquilo. Eu tive um período de boemia, eu Jaime Hipólito, Dorian Jorge Freire, Pedrinho Batista, Zé Leite de Aragão Mendes, Zé Maria Souza Luz e outros. Frequentávamos festa na ACDP, festa no Ipiranga. Naquela época de solteiro a gente ia ao cabaré, íamos a pé e voltávamos a pé de madrugada e ninguém tinha medo de nada. Não fazia medo mesmo porque ninguém iria maltratar a gente. Nós participávamos de noitadas alegres, íamos às festas, aos bailes. Tive uma vida muito intensa nesse período que você titulou de boemia. E aí apareceu Zélia? E aí apareceu Zélia e passamos a fazer a festa em conjunto. A gente se conhecia há muito tempo, mas o namoro começou numa noite de São João na Casa do Estudante, no dia 24 de junho de 1959. Casamo-nos no dia 25 de março de 1961. Houve a cerimônia de pedido da donzela, todo aquele ritual? Teve, meu irmão, Francisco Heronildes (Nias) foi quem fez o pedido ao pai dela. Aí veio imediatamente a advertência de que queria o casamento logo. E em que vocês trabalhavam? Na época, eu tinha uma atuação em rádio e jornal e tinha o cargo de despachante estadual. Nesse tempo, tinha a obrigatoriedade de toda mercadoria só sair depois de passar pelo escritório do despachante. Eu era concursado. Zélia era auxiliar de despachante. E o casamento mudou muito a sua vida? O casamento foi uma maravilha, realmente para mim foi uma maravilha. Deu-me novo alento, me deu tranquilidade. Minha família é maravilhosa, minha mulher, então, nem se fala. O casamento para mim foi um bálsamo. Porque eu vivia solteiro e o casamento


Presença |Section

Solenidade de colação de grau da UERN em 1976. Magnífico Elder Heronildes, prefeito Dix Huit Rosado, Deputado Federeal Vingt Rosado e o secretario de educação João Faustino

Elder Heronildes e Zélia, com a família Disraelli, Mazé e o neto Valentin

é uma felicidade, dá certa segurança, certa estabilidade de comportamento, de vida. Aí vieram os filhos. Em 1962, George, em 1965, Disraeli. Depois os netos: Thales, de George. Valentino, de Disraeli. Aí é que aumenta esta grandeza interior que a gente sente no lar. A mulher, os filhos, os netos, a casa, tudo isso engrandece a pessoa. Aqui em sua casa todos são formados em Direito, tanto o Sr. como a Dra. Zélia e seus filhos George e Disraeli. Como é que o Direito entra na vida de vocês? Eu sempre gostei do Direito. Achava bonito. Aí fiz vestibular. Zélia também simpatizava, principalmente pelo Direito Penal. Os filhos, não sei se por influência nossa, ou por que gostavam também, seguiram o mesmo caminho. Como foi sua entrada na Universidade? Bem. Eu terminei o técnico na Escola de Comércio “União Caixeiral”, em 1958/1959, e pas-

Elder, orador da turma de Direito, UFRN 1968

sei uns tempos sem estudar. Depois resolvi fazer vestibular em Natal, em 1964, já casado. Passei. Nesse tempo, a gente podia cursar Direito sem frequentar as aulas. Fazíamos aquele período de frequência e voltávamos. Fazíamos os trabalhos em casa, as pesquisas e tudo. De forma que eu me formei na Faculdade de Direito de Natal ainda na Ribeira, não era Universidade. Fui escolhido, por unanimidade, como o orador da turma. E lá, também me envolvi na política estudantil. Logo no primeiro ano fui instado a participar de uma chapa para o Diretório Acadêmico: era Ney Lopes para presidente do diretório e eu para vice. Mas veio o golpe militar e nem ele foi eleito e nem eu. Eles cortaram pela raiz. Após a minha formação, exerci o cargo de advogado da COMEMSA, empresa concessionária de energia elétrica, depois COSERN, até a minha aposentadoria. E também advogado da SOCÉL, empresa industrial salineira, valendo salientar que, exerci, também, o cargo de advogado do BANDERN.

Presença

19


Presença |Capa |Section

O que mudou no comportamento das pessoas depois do golpe militar de 1964, além da circunstância política que já conhecemos? É a tal história: o golpe militar mexeu com muita gente, porque mudou a ação do governo em relação às pessoas. Para o governo militar, todo mundo que discordasse era comunista e aí haja punições. Eu, inclusive, fui malquistado, fui punido, porque nós fazíamos oposição ao governo do Estado. Naquela época, idos de sessenta, imperava um radicalismo sério,

Zélia e Elder com ministro-presidente do Tribunal Superior do Trabalho, Francisco Fausto de Medeiros e sua secretária, Dra. Zilmar, na diplomação da Ordem do Mérito Judicial do Trabalho, em Brasília, Agosto 1998

20 Presença

envolvendo os grupos políticos. O Governador do Estado aproveitou o Ato Institucional, editado pelo governo militar, para editar outro Ato Institucional, aqui, tendo como alvo principal, naturalmente, os adversários. Então, nós entramos na lista: eu Jaime Hipólito, Souza Luz e muitos outros; entramos na malha repressiva. Inclusive houve a instauração de uma Comissão de Inquérito, na qual fomos indiciados. O presidente da Comissão, e todos os membros, eram secretários do Governo. Fiz a defesa, mas foi inútil porque, mesmo depois da defesa, fui demitido. Depois o Tribunal deu ganho de causa a um Mandato de Segurança que impetrei. Isso deu lugar a que, no próprio âmbito do Exército, eu fosse chamado para

responder ao Inquérito Policial Militar (IPM), com base nas leis editadas pelo governo militar. Como era a convivência de vocês no cenário político de Mossoró dessa época? Olhe, eu sempre tive uma posição política clara e ostensiva. Inclusive me candidatei a vereador, pelo PR, então dominado pelos Rosados, não fui eleito, mas exerci o mandato por algum tempo. Eu tinha uma participação muito grande, ligada às esquerdas, embora depois do golpe militar tenha ficado engajado politicamente na Arena, porque não podia e nem queria, ir para o MDB que era o partido do Governador. Então eu fiquei muito ligado a Vingt Rosado, mas depois que ele se juntou a Aluízio eu me separei e fiquei mais ligado aos Maia. Como eu sempre tive uma participação política e atuava na imprensa, o que eu escrevia e dizia no rádio incomodava a muita gente, inclusive as lideranças. Como era a sua atuação na imprensa? A gente escrevia politicamente contra o governo, inclusive críticas contundentes, até agressivas, pois havia um comportamento radical generalizado. Nós fundamos o Diário de Mossoró, que tinha como diretor Dix-huit Rosado, eu como secretário e Jaime Hipólito redator chefe, isso antes de 1964, ano que deixou de circular. O jornal, inclusive, ia circular com críticas aos militares e, por um acidente que houve na máquina impressora, o jornal acabou não circulando e, muita gente, pensou que a gente estava com medo de fazer circular o jornal. Mas, realmente, não circulou por causa desse problema na máquina. Foram impressos apenas uns 20 ou 30 jornais que foram vendidos na base de 50 cruzeiros, na época, comprados justamente pelos adversários para mandarem para o governo e as Forças Armadas. Ia sair, inclusive, com o manifesto de Vingt Rosado em apoio a João Goulart. Qual foi a maior perseguição que o Sr. sofreu? Bom, eu fui fundador e presidente da União Universitária Mossoroense. E quando nós fazíamos reunião da entidade lá na Universidade, tinha um capitão


Presença |Section

do Exército que ficava passando assim em nossa frente. Como se tivesse ameaçando, amedrontando. Era o capitão Duó. Inclusive foi ele quem recolheu o jornal Diário de Mossoró e mandou para o 16 RI que acabou me chamando para depor; depois mandaram encaminharam o processo para a auditoria militar em Recife e, graças a meu advogado, que impetrou um “habeas corpus”, o inquérito foi arquivado pelo Superior Tribunal Militar, por um voto de minerva do ministro Presidente, que era paraibano. Aliás, vale ressaltar que teve uma atuação muito favorável a mim o ex-governador do Estado, Tarcísio Maia, que, naquela época, era presidente do Ipase e era amigo desse paraibano e fez gestões no sentido de amenizar as coisas, de forma que consegui o voto favorável. As lembranças desse período de Ditatura lhe afetaram muito? É, me afetaram muito, porque afetaram minha família. Você está numa situação, está com a vida tranquila e, de repente se vê envolvido num emaranhado de atitudes repressivas... É um constrangimento grande. Inclusive, falando neste assunto, eu quero aqui fazer justiça a um homem: a Joaquim Borges. Eu estava em casa – a gente morava na Almir de Almeida Castro com a travessa, hoje, O Mossoroense – morava na esquina era um dia de domingo, a porta estava aberta, estava sentado no sofá que tinha na sala, Zélia lá pra dentro, quando entrou um cachorro bem grande. Porque, quando eu estava em Natal, diziam que eu ia ser preso em Mossoró; quando eu estava em Mossoró, diziam que eu ia ser preso em Natal... Quando entrou um cachorro bem grande, eu disse: “pronto, Zélia, os homens chegaram, e veio um cachorro na frente.” O cachorro chegou, agachou-se ali, perto do sofá, e aquele homenzarrão entrou. Era Joaquim Borges, que era Vice-Prefeito e, naquele tempo, o cargo de Vice-Prefeito acumulava com o de presidente da Câmara. Ele veio me convidar para ser chefe de gabinete da Câmara Municipal. Então eu disse: “olhe Joaquim, você sabe da minha situação, todo dia eu posso até ser preso aqui ou em Natal e pode lhe afetar como presidente da Câma-

ra.” Ele disse: “bom, eu fiz a minha parte, se você não tem coragem de fazer a sua...” “Aceitei, aceitei e fiquei até o fim do mandato dele.” O Sr. chegou a ser reitor da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). O Sr. participou da fundação desta instituição? Participei, juntamente com João Batista Cascudo, com Padre Sátiro, Vingt-un Rosado; eles com participação mais de frente e eu com atuação mais discreta. De-

pois fui procurador da Universidade, fui professor, até me aposentar, Vice-Reitor em 1973. Quando a reitora, Professora Maria Gomes de Oliveira, que tinha sido eleita e nomeada, aceitou o cargo de secretária de Educação em Natal, eu tirei dois anos do seu mandato, depois fui eleito e nomeado Reitor e passei mais quatro anos, tendo sido ainda, posteriormente, eleito e nomeado, novamente, Vice-Reitor. Quer dizer: passei muitos anos como dirigente da Universidade. Uma entidade pequena, cheia de carências e necessidades, era municipal, diferente de hoje. Vivia mais de verbas conseguidas a duras penas no Ministério da Educação e, neste aspecto, ressalte-se, por dever de justiça, o trabalho do ex-deputado Vingt Rosado, que a ajudou bastante.

Elder governador do Lions Internacional distrito L-25, recebendo o abraço do folclorista Câmara Cascudo em 1975

Presença

21


Presença |Capa |Section

Desde cedo o Sr. tem o contado com o jornalismo, que lhe levou à literatura. Mas quando de fato começa a literatura em sua vida? A literatura começa justamente pelo envolvimento com o jornalismo e com a leitura. Desde criança eu gosto de ler. Essa mania continua ainda hoje. Naquela época eu lia Gibi, Guri, Fantasma – o espírito que anda, o meu predileto. Fui crescendo e não perdi a mania de ler. Eu leio constantemente. Daí para escrever foi um passo. Comecei a escrever em casa, depois fui para a rádio Tapuyo, fui escrever para jornal. O meu primeiro livro foi Gente e Fatos que São Presença em Mossoró. O último livro foi a Rua de Jaime e Outros Temas. Ao todo são quatro livros. Pretendo juntar a papelada e fazer e publicar outro livro, no próximo no, se Deus quiser. Hoje o Sr. é presidente da Academia Mossoroense de Letras. Como ela surgiu? A iniciativa foi de Vingt-un Rosado. Ele tinha muitas iniciativas neste sentido. Era um sonhador de grandes sonhos, que realizava os seus sonhos. Antes já tinha contribuído para a fundação do Instituto Cultural do Oeste Potiguar, ICOP, que eu também participo, fui também seu fundador e presidente por mais de 10 anos. Sou, também, membro da Academia Norte Rio-Grandense de Letras. Então, voltando à Academia Mossoroense de Letras - AMOL tinha a comissão organizadora, formada por Vint-um Rosado, Raimundo Soares de Brito, Benedito Vasconcelos Mendes, Paulo de Medeiros Gastão; agora, havia muitas outras pessoas envolvidas: Dorian Jorge Freire, Padre Sátiro Cavalcante Dantas, Jaime Hipolito, Raimundo Soares de Souza, Sebastião Vasconcelos, Padre Huberto Bruining, eu e muitos outros. A Academia é composta por 40 escritores. Em 25 de setembro de 1988 ela foi fundada, tendo como primeiro presidente Vingt-Un Rosado, que passou para Raimundo Soares de Brito que ficou até 2007, quando eu assumi, até hoje. Portanto, há 25 anos foi fundada a Academia. Completa agora suas “Bodas de Prata”.

22 Presença

Elder com a Governadora Rosalba Ciarline, então Senadora, em sua posse na Academia Norteriograndense de Letras, em 21 de outubro de 2005 em Natal

Elder com Zélia, a nora Andrea e o filho George Macêdo Heronildes

Elder, nestes 80 anos de vida, destaca-se o seu empenho e compromisso com o cotidiano e as transformações de Mossoró. Pessoas puxam pessoas, fatos fazem emergir fatos, saudades e outras lembranças acarretam outras saudades e outras lembranças, como palavras alimentam e dão origem a outras palavras. Realmente eu tenho uma dedicação muito grande a Mossoró, porque aqui eu participei e exercitei várias funções e tive uma vida intensa em matéria de atividades, com envolvimento de pessoas e fatos. Aqui é minha amada cidade, a minha querida Mossoró, por isso, quero destacar o Lions Clube, onde fui presidente, por mais de uma vez, depois governador / fundador do Distrito L-25, hoje L A – 5, de Lions


Presença |Section

Elder recebendo um beijo do neto Thales Dourado Lemos Macêdo Heronildes

Elder concedendo entrevista ao jornalista Will Vicente no auditório da OAB/RN em 2013

Internacional, que abrange os Estados da Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte, isso entre 1974 e 1975, com posse em São Francisco, na Califórnia (EUA). Sou membro efetivo da Maçonaria, fui venerável da Loja Maçônica Jerônimo Rosado em 1997/1999; fui membro do Tribunal de Justiça Maçônico e vice-presidente deste Tribunal no Rio Grande do Norte; fui Grão-Mestre Adjunto do Grande Oriente no Estado. Lembraria, ainda, com certa emoção, que fui presidente de uma entidade, hoje inativa, Centro dos Artistas, do bairro Doze Anos, sociedade fundada em 1922, entre outros, por meu pai, Francisco José da Silva, Velho Darico. Tudo isso, em função, evidentemente, da minha dedicação e da minha vida em Mossoró.

Apresentadora Marilene Paiva rendendo homenagem ao Dr. Elder na Academia Maçônica de Letras do Rio Grande do Norte

Agora, para completar tudo isso, seu filho mais novo, Disraeli Macedo Heronildes, está transferindo seu escritório de advocacia de Natal para Mossoró, reunindo-se novamente à família. Este é outro grande momento de sua vida? Este é mais um passo e um passo agradabilíssimo que nos enche de prazer e contentamento. Graças a Deus, esse passo aconteceu nos meus 80 anos de vida que espero que se prolonguem um pouco mais. Completar 80 anos com a família reunida é um grande presente? É um grande presente. 80 anos com Disraeli e a família reunidas, é de encher de alegria qualquer coração.

Presença

23


Presença |Saúde Por Gabriela da Escóssia Pinheiro CREFITO 94156-F Bacharel em Fisioterapia, Pós-graduação em Fisiologia e Cinesiologia do Exercício e Fisioterapeuta da Clinica de Ortopedia e Traumatologia Dr. Marcos Pedrosa

Vem chegando

o verão!

O verão chegando e com ele a busca pelo corpo perfeito vem só aumentando e aqueles que ainda não atingiram sua tão sonhada perfeição seguem correndo contra o tempo para ficar em forma e com isso gastando horas e horas nas academias para perder peso e tonificar os músculos. Quando se entra em uma academia ou se inicia um treinamento desportivo, é comum querer sempre demonstrar o “máximo” de suas capacidades físicas e ter uma resposta rápida para o seu objetivo, o que faz com o que, depois de alguns dias, não consiga mover os ombros, joelhos e as demais articulações. Para melhor compreensão da importância do assunto é necessário saber que articulação ou juntura é a conexão entre duas ou mais peças esqueléticas (ossos ou cartilagens). Essa união não só colocam as peças do esqueleto em contato, como também permitem que o crescimento ósseo ocorra e que certas partes do esqueleto mudem de forma durante o parto. Além disto, capacitam que partes do corpo se movimentem em resposta a contração muscular. Embora apresentem consideráveis variações entre elas, as articulações possuem certos aspectos estruturais e funcionais em comum que permitem classifica-las em três grandes grupos: fibrosas, cartilaginosas e sinoviais. Onde a articulação fibrosa é aquela q apresenta tecido fibroso interposto entre os ossos, a cartilaginosa é aquela que apresenta cartilagem entre os ossos e a sinovial é classificada de acordo com os eixos de movimento (uniaxial, biaxial, triaxial e poliaxial). A condromalácea é a algia mais comum entre os praticantes de academia, devido a realização de certos movimentos de forma não adequada. Os ligamentos são feitos de tecido conjuntivo, estabilizando uma articulação. A lesão do ligamento pode ser resultado de um movimento incomum ( não fisiológico ), normalmente provocados

24 Presença

por movimentos repetitivos ou fraqueza muscular. O tendão é feito de tecido conjuntivo fibroso que une o músculo ao osso. O excesso de treinamento pode causar uma inflamação, que são as tendinites e consequentemente provoca a dor. Muito importante quando se iniciar um treinamento esportivo conhecer a sua capacidade muscular para que não ocorra danos as suas articulações, nunca começar com a carga total, sempre mudando o treino gradativamente por que os métodos de treinamento e estilo de vida podem afetar sue corpo em geral. Para minimizar as chances de lesões importante realizar um aquecimento adequado antes de qualquer treino, mover as articulações através de movimentos leves, jamais intensos, alongar a musculatura durante 20 minutos, após o treino, deixando seu músculo pronto para iniciar o relaxamento, jamais ignore a dor. A fadiga é um efeito colateral normal dentro de um treino, mais a dor não. Importante: não queira resultados rápidos, pois isso pode prejudicar suas articulações, não faça atividades físicas sem o auxilio de uma educador físico, procure sempre o acompanhamento de uma fisioterapeuta especializado. Se necessário, tenha a ajuda de uma equipe multidisciplinar (médico, fisioterapeuta, educador físico e nutricionista), que seus resultados serão bem melhores.


Presenรงa |Section

Presenรงa

25


Presença | Saúde cleide santos Presença por |Section fisioterapeuta, Pós-graduada em Terapia Manual e responsável pela mais nova unidade do ITC Vertebral.

Tratamento revolucionário para hérnia de disco e outras patologias da coluna chega a Mossoró Unidade do ITC Vertebral - desenvolvedor da técnica de Reconstrução Músculo - Articular da coluna Vertebral, que já atendeu mais de 3 mil pacientes em todo o país - inaugura na cidade de Mossoró. Desenvolvido pelo ITC Vertebral (Instituto de Tratamento da Coluna Vertebral), o método não-cirúrgico para tratar hérnia de disco e outras lesões da coluna como lombalgia, cervicalgia, dor ciática, protusão discal, espondilose, artrose, hérnia de disco, etc... Intitulado Reconstrução Músculo - Articular da Coluna Vertebral - passou a ser oferecido este ano em Mossoró agora, os portadores desses problemas poderão se beneficiar da técnica revolucionária que já tratou mais de 3 mil pacientes em todo o país. “Quando tivemos contato com a técnica da Reconstrução Músculo - Articular da Coluna Vertebral e vimos os altos índices de sucessos do método, percebemos que poderíamos oferecer aos Mossoroenses o melhor tratamento hoje disponível para as patologias da coluna”, explica a fisioterapeuta Cleide Santos - formada pela Universida-

26 Presença

de potiguar (UNP) Natal, Pós-graduada em Terapia Manual (escola da terapia Manual e Postural) responsável pela mais nova unidade do ITC Vertebral. O grande diferencial da Reconstrução Músculo - Articular da Coluna Vertebral está em oferecer o início, o meio e o fim do tratamento para os problemas da coluna, isso significa que o paciente é acompanhado durante todo o tratamento e depois é encaminhado e orientado para a prática de uma atividade física que ira manter os resultados. Para ressaltar que tratar hérnica e demais patologias da coluna, vem sendo um grande desafio para os profissionais da saúde. Para se ter uma ideia, segundo a Organização Mundial da Saúde, cerca de 80% da população terá pelo menos um episódio de dor nas costas durante a vida. Além disso, de acordo com o IBGE, somente a Hérnia de disco acomete 5,5 milhões de brasileiros, sendo a segunda causa de afastamento do trabalho, perdendo apenas para as doenças do coração. Outro diferencial da Reconstrução Músculo-Articular é o tempo de duração do programa. Em apenas dois meses, são obtidos 87% de bons resultados até em pacientes mais graves. O progresso deve-se às 05 (cinco)etapas do protocolo: Fisioterapia Manual, Mesa de tração eletrônica, Mesa de flexão-descompressão,estabilização vertebral, musculação ou Pilates. Todas as técnicas utilizadas neste programa apresentam evidências científicas comprovadas no Brasil e nos Estados Unidos.

www.itcvertebral.com.br / www.herniadedisco.com.br


Presenรงa |Section

Presenรงa

27


Presença |Internacional Por André Dias Presença |Section publicitário, artista digital, cozinheiro amador e viajante

Tailândia um beijo na bochecha da indochina, e de raspão na cochinchina Sim, pra lá da Índia e embaixo da China fica a Tailândia. Terra de povo gentil, de muitos aromas e paisagens de tirar o fôlego, sejam elas urbanas ou naturais. O mesmo fôlego é tirado quando você prova sua culinária rústica, de sabores explosivos que encantam o paladar ocidental e cria admiradores mundo a fora. Vizinha das antigas possessões francesas no oriente Laos, Camboja e Vietnã (incluso a sua porção sul, a “famosa” Cochinchina), os países da formação original da Indochina. A Tailândia hoje, junto com as cidades-estado Singapura e Hong Kong são as economias que se destacam na região, os centros financeiros e de negócios nesta fronteira da Ásia com a Oceania. Sendo a Tailândia a grande conexão entre os dois continentes. Então, tudo e todos passam por ali. Sofrendo influências culturais e religiosas de dois gigantes históricos a Tailândia tem uma religião sincrética entre o Hinduísmo e o Budismo, onde centenas de deuses e demônios (os espíritos do contra ou opostos) hindus se misturam com a ideia de não haver um deus, como prega o Budismo. Nosso Candomblé e Umbanda parecem con-

28 Presença


Restaurante Sirocco no alto do Hotel Lebua State Towers em Bangkok

tos infantis quando explicados diante de tanta complexidade. Mas, o que importa é que toda esta aparente confusão (para nossos destreinados olhos e ouvidos) gerou uma cultura milenar rica, bela e um povo muito pacífico e de espírito humilde, gentil. Bangkok sua capital, fica perto do golfo de Siam, na parte mais baixa de um grande vale, ou no “fundo da tigela de arroz”, em alusão as plantações de arroz que se alastram por todo canto. Possui mais de 11 milhões de habitantes, é caótica e frenética, apesar de ser uma cidade que dorme. Às 22 horas quase tudo está fechado, bares e baladas se encerram por volta das 2 da madrugada. Nos bairros da moda e centros financeiros, Siam e Silom, não há como você não se surpreender com os neons e fachadas hi-tech de grandes hotéis e shoppings (muitos deles) e as linhas elevadas do Skytrain. Em baixo, carros, scooters e tuk-tuks disputam espaço na mão inglesa e dentro de regras que só eles entendem, numa visão meio Gotham City, meio Blade Runner. Se Salvador gaba-se de tem uma igreja para cada dia do ano, Bangkok tem 3.000 templos.

Presença |Section

Mural pintado à mão folheado em ouro

Detalhe do obelisco: caquinhos de porcelana colorida

Eu e Guardião do Templo

Buda sentado de ouro sobre lotus de mármore

Presença

29


Existem três sabores tipicamente tailandeses: limão kaPresença |Section

ffir ultra-aromático tanto em folhas quanto a casca da fruta, capim-limão (lemongrass) que perfuma chás, caldos e curries sua raiz dura pode ir bem picada em refogados ou simplesmente amassada para liberar o sabor, e galangal o gengibre típico da Tailândia que é base para uma das sopas mais famosas pelas bandas de lá, também vai em alguns curries. Você deve estar se perguntando sobre a prostituição e as cenas urbanas confusas do filme Se Beber Não Case 2. Sim, tudo aquilo existe. Quanto a prostituição é algo que o governo e cidadãos fazem força para esconder, mas há! Existem bairros famosos, nas praias fica mais fácil localizar. Você também percebe vários gringos europeus tendo sua “girlfriend experience”, quando eles alugam uma “namorada” para todo o período das férias, andam de mãos dadas e tudo mais. Mesmo assim a Tai-

tudo seja impecavelmente bonito e bem cuidado, como os Jardins, Cambuí ou Barra da Tijuca. Lá, é sempre tudo junto e misturado mesmo. Se você não tem um espírito mais relax em relação a isto, vai se chocar ao dar dois míseros passos após a calçada do seu hotel. Ainda falando do famoso filme, imperdível a ida aos restaurantes Sirocco e The Dome, ambos no topo do hotel Lebua e cenários do filme (onde os gangsters ameaçam os personagens dos filmes). Do 68º andar você tem uma vista magnífica de toda a cidade. Vale um jantar ou simples parada no skybar do Sirocco, ao ar livre, para um drink e uns cliques. Faça reserva, vista-se com traje social e prepare-se para pagar 300 Baht por um refrigerante, o que equivale a um salário mínimo tailandês, e o mesmo que você paga 30 Baht em uma lanchonete qualquer da cidade. Mas, não se

lândia recebem milhares de famílias como turistas. Não é uma Sodoma a céu aberto. Já o visual das ruas lotadas de ambulantes, lojinhas, casas velhas e fios por todos os lados, não precisa procurar, este é o visual inteiro da cidade. Mesmo nos bairros chiques do Siam e Silom os prédios residenciais e comerciais, ultramodernos e bem cuidados são entremeados por prédios antigos e simples onde a manutenção é zero. A pintura é a mesma da inauguração do prédio, décadas atrás e ponto. É assim e assim ficará. Não há as famosas “ilhas classe A”, uma rua ou bairro onde

assuste com um câmbio de 13:1 a conta fica uma experiência cara, mas não diferente de um restaurante similar do Rio de Janeiro ou São Paulo. Delicie-se com caviar Petrossian, trufas negras e lagostas do Maine. E o que é a vida sem pequenos luxos e autogratificação? Bangkok é o paraíso das massagens. Em toda e qualquer rua você verá lojinhas ou salões de beleza oferecendo uma lista gigantesca de opções, desde a mais simples “foot massage” até a tailandesa tradicional (não sexual, okay?). Nestes locais mais simples a maioria das massagens que não sejam

30 Presença


de corpo inteiro, são realizadas em poltronas e em ambientes coletivos, inclusive com vitrine. Se você curte um pouco mais de privacidade, recomendo procurar algum dos bons SPAs da cidade. Então, o que custava 300 Baht, passa a custar 3.000 Baht, mas compensa. Locais impecáveis, atendimento acima da média de qualquer SPA brasileiro, pois o twist tailandês é impossível de ser copiado. Para quem está curioso em saber como é uma massagem tailandesa, digo que é algo extremamente relaxante, mas o que você me diria sobre uma massagem onde não usam óleo e sim um conjunto de calça e bata de linho para aliviar o atrito dos polegares, punhos, antebraços, cotovelos e pés do terapeuta em você? Sim, isto mesmo. Quase uma luta, é executada em um tatame, e aquela tailandesa minúscula e aparentemente frágil, põe você em diversas posições de ioga,

te contorce, te balança e te estica inteiro, enquanto pressiona Presença |Section todo seu corpo dos pés a cabeça em toque ora suaves, ora intensos. E você por duas horas, oscila entre o real arrependimento e o êxtase. Gemer não é opcional e faz parte do pacote, feche os olhos e se deixe levar, no final você sai dolorido, mas com a coluna no lugar e querendo uma cama para dormir profundamente (se o SPA for em seu próprio hotel, melhor ainda). Um último aviso: eles não recomendam mais de uma massagem destas por semana. Para quem quiser se aventurar na culinária tailandesa, segue uma receita deliciosa para o café da manhã ou lanche da tarde, perfeita para se dividir com a família e amigos, simples e com ingredientes que temos por aqui. Se você ama tapioca, delicie-se com esta versão “de rua”, crocante por fora e cremosa por dentro e que pode levar diversos recheios. Enjoy!

KHANOM KROK – bolinho crocante e cremoso de arroz, coco e goma de tapioca - 500ml leite de coco - 3/4 de xícara de chá + 1 colher de sopa de farinha de arroz - 1 1/2 colher de sopa de goma de tapioca seca - 1/4 de xícara de chá de coco ralado fresco (se for usar o seco use menos) - 1/4 de xícara de chá de açúcar refinado (se for cristal use menos) - 2 colheres de sopa de arroz cru - 1 colher de chá rasa de sal - Oléo de soja para untar a forma - Cebolinha picada, castanha de caju, milho verde, presunto picado ou gergelim para a cobertura - Mel ou xarope de Maple para acompanhar Bata no liquidificador o arroz cru com o coco ralado e o leite de coco, até triturar bem o arroz. Junte a farinha de arroz, a goma, o açúcar e o sal, bata até incorporar tudo.

Na Tailândia eles têm assadeiras próprias com pequenos buracos esféricos, um pouco maiores que uma moeda de R$ 1,00. Aqui, podemos improvisar com uma assadeira de minicupcakes. O importante é aquecê-la e untar cada buraco com óleo (faça uma trouxa de papel toalha embebida no óleo), manter o fogo médio, quase baixo. Ponha o líquido até a borda de cada buraco (ele não cresce) e tampe. Espere uns dois minutos e ponha um pouco da cobertura em cima, tampe por mais uns 2 minutos e veja se a borda já está dourada e crocante. Se estiver, retireos da forma com a ajuda de uma colher. Pode servilos soltos ou com duas metades juntas, formando uma esfera. Sirva-os ainda quentes cobertos por mel ou xarope de maple. Sawadee Krap!

Presença

31


Especial |Arquitetura por Anderson Leite

arquiteto e designer de interiores, formado pela Unimep. Reside em Indaiatuba/Sp e possui projetos em SP capital e interior, MG, RJ, PR e Miami.

Mix e bossa

no Decor “Gosto de resolver e executar o projeto dos sonhos de cada cliente, adicionando um pouco de bossa, humor e arte.” Com esta premissa o arquiteto nos conta como foi o processo de criação e o que encontramos neste projeto. Para este projeto, o arquiteto optou por peças de design arrojado aliado á peças kitsch e moveis com desenhos exclusivos feitos pelo profissional para o decor num completo mix de referências. O apartamento deveria refletir o perfil cosmopolita e descolado do proprietário além de não seguir a risca nenhum perfil de decoração e sim ter como proposta uma junção de peças sofisticadas, ícones do design contemporâneo além de peças de arte e alguns antiques garimpados pelo tempo. Como tudo na vida, as vezes a necessidade de um é diferente a de outro, o mesmo com a funcionalidade. O mais importante é se atentar as necessidades de cada espaço e da família que vai ocupa-lo. Uma composição de tons de cinza criam a base neutra para os móveis selecionados. Sofá em pele de vaca desenhado para o projeto, poltrona de cifres de alce e de couro de Timothy Oulton e um busto em mármore convivem com peças moderninhas como o banco puppy, as cadeiras de Konstantin Grcic e a poltrona Spoon de Thomas Heatherwick.

32 Presença


Presenรงa |Section

Presenรงa

33


Presença |Arquitetura A cor entra no decor com a composição em metacrilatos de André Dias e o grafite de Rogerio Pedro, além dos Toy Art e cerâmicas de Jonathan Adler. As telas de André Dias (o metacrilato “Monalisa Bubble Wrap” e o díptico “Meu LAgrenée: Alegoria dos cinco sentidos”) foram executadas por encomenda para o projeto atendendo assim os tamanhos e a explosão de cores necessária. “A cor que faz bem para o seu projeto. A que dá o toque a mais ou a que amarra todos os espaços com maestria e personalidade.” Conta o arquiteto. Para o dormitório, cabeceira também desenhada pelo arquiteto com veludo vinho, roupa de cama Missoni Home e tela alemã encontrada num antiquário na Turquia. Luminárias Tolomeo fecham o decor para o dormitório que conta com tapete francês Aubousson no piso. O resultado é uma decoração contemporânea, cosmopolita com pitadas de humor e cidadã do mundo, assim como o proprietário.

34 Presença


Quem fez o quê: Francesco (estofados sob medida e cabeceiras), Timothy Oulton NY (móveis), Artefacto (móveis), Magis Italy(móveis), Decoratto (móveis), André Dias Arte Digital (telas em metacrilato), Delta Campinas (cozinhas e armários), Irani Neri (cortinas), Vertz (luminária Moooi), Rogerio Pedro (grafite), Cleide Teller (tapetes orientais), Restoration Hardware NY (luminária), Design Within Reach MIAMI(móveis), Jonathan Adler Miami (cerâmicas) e Concierge Decor (importação de móveis para decoração)

Presença |Section

Presença

35


Presença |Tecnológica

AUTOMAÇÃO

residencial

O termo Automação Residencial significa controlar diversas partes, sistemas ou aparelhos da sua casa através de controles remotos, telefones celulares ou, em alguns casos, deixar que um computador tome a decisão de forma autônoma. A Automação Residencial que também é conhecida por Domótica, Casa Inteligente ou Smart Home, é definida por um conjunto de tecnologias que ajudam na gestão e execução de tarefas domésticas cotidianas e proporciona maior nível de conforto, comodidade e segurança além de racionalizar o consumo de energia elétrica. Algumas aplicações mais comuns da Automação residencial são: climatização, controle da temperatura da água do banho e da piscina, fechamento/travamento de portas, janelas e portões, controle automático ou remoto de persianas e cortinas, iluminação, irrigação de jardins, simulação de presença, dispenser de ração e água para animais domésticos, monitoramento autônomo dos sistemas residenciais, controle dos sistemas de áudio e vídeo e sistemas de segurança eletrônica. Um exemplo de controles remotos locais ou à distância através de smartphone e internet é, por exemplo, encher e pré-aquecer a banheira para que o banho esteja preparado ao se chegar em casa, ou verificar se todas as portas e janelas estão fechadas e trancadas.

36 Presença

Funções autônomas controladas por sistema de computador podem, por exemplo, fechar as cortinas ao detectar no ambiente, excesso de calor e claridade devido à incidência direta da luz solar. Uma função autônoma também pode controlar o nível de água das caixas d’água e até ligar para um celular pré-programado e avisar que está faltando água ou energia elétrica. Com as atuais tecnologias, praticamente tudo pode ser controlado sem se importar a distância que a pessoa esteja da sua casa e a Automação é, via de regra, personalizada, pois, a integração de sistemas, permite que o projeto seja sempre feito e dimensionado de acordo com as necessidades e desejos de cada cliente. Outra tendência atual é que os sistemas de Automação Residencial tornem as casas mais sustentáveis e menos agressivas ao meio ambiente. Isso é possível integrando ao projeto sistemas de gerenciamento e otimização do uso da energia elétrica, geração de energia elétrica a partir da energia solar, dentre outras possibilidades.

Site corporativo: www.smart-tronic.com.br comercial@smart-tronic.com.br


Presenรงa |Section

Presenรงa

37


Presença |Iluminação

Quarto de 38 Presença

Bebê


por Lia Baby Teens A concepção de qualquer projeto, seja ele para ambientes sociais, ou mais reservados, como quartos, deve sempre levar em conta os conceitos de conforto, praticidade e beleza. Para a ambientação deste quarto, pensado pela mãe do bebê e executado por Lia Baby Teens, não foi diferente. A escolha pelas cores neutras, bege e branco, e do estilo clássico, trás uma atmosfera aconchegante ao quarto, ao mesmo tempo que harmoniza perfeitamente com o berço Luis XV em madeira. Outro detalhe importante neste ambiente é a iluminação, para transmitir a sensação de calma, aconchego e tranquilidade ao espaço. Composto por lâmpadas de LED amarelas, o lustre branco com cristais e as arandelas, todos do Parque Elétrico, são os pontos de destaque do quarto. O lustre evidencia o estilo clássico com toques de sofisticação, enquanto as arandelas, instaladas ao lado do berço, elimina a necessidade do abajur. A escolha pelas lâmpadas de LED, tendência para projetos de ambientação, beneficia o projeto em vários aspectos. Além de deixar o ambiente mais confortável, este tipo de material não transmite calor, é mais econômico e possui maior durabilidade que as lâmpadas comuns. Com tanta preocupação e detalhes tão bem pensados, o resultado não poderia ser outro: conforto e sofisticação em um ambiente repleto de carinho para o mais novo membro da família.

Presença

39


Presença |Masculina Por Marilene Paiva

Presençamarilene.paiva@gmail.com |Section Jornalista, apresentadora de tv e colunista social

40 Presença

Arquitetura: pra viver Arte: pra inspirar Conceito: luxo é viver bem! Conforto: um sofá bem fofo e muitas almofadas Cor: technocolor Cultura: essencial Decoração: sentir-se em casa Destino: cada um tem o seu Estilo de trabalho: alegre, aconchegante e pessoal Felicidade: terminar um trabalho com a mesma alegria de quando começou Funcionalidade: essencial pero no mucho Indispensável em um projeto: o dispensável! Livro: adoro biografias Material: flores! Moderno: conceito antigo Música: trilha sonora do dia Não vive sem: um abajour O projeto dos sonhos: o próximo! Objeto desejo: uma luminária Tascia by Achille Castiglioni Obra referência: muda a toda hora Ousadia: paredes brancas Pesquisa: 24 horas por dia Planta: mandacaru Profissional que te inspira: todos que dão o próximo passo, mas adoro os trabalhos que David Hicks nos deixou. Retrô: pés-palito Se não fosse arquiteto, seria: infeliz Sustentabilidade: todo dia Tecnologia: as vezes acho chato Um marco: Florença Viagem: sempre a próxima Vida: a soma de tudo acima e mais um pouco!


Presenรงa |Section

Presenรงa

41


Presença | Feminina por Rafaella Costa Presença rafaellarcosta@gmail.com |Section Colunista social do jornal gazeta do oeste / assessora de comunicação

Sânzia

Fernandes

Aniversário - 29-04- 1972.

Down - A desigualdade social.

Profissão - Empresaria e Nutricionista.

Trilha Sonora - Vários estilos.

Uma qualidade - Meu Jeito simples. Um defeito - Ser um pouco acomodada e me satisfazer com qualquer coisa. Às vezes deixo de voar mais alto.

Elegante - Pessoa educada. Digna - De rainha na minha casa no meio dos meus três homens... Adoro. Sempre - Ser justa. Nunca - Humilhar as pessoas.

Inesquecível - O nascimento dos meus filhos, momentos únicos.

Difícil - Educar os filhos nos dias de hoje.

Admirável - Jean Carlo, meu esposo, sua determinação em tudo na vida isso me inspira.

Do lado esquerdo - Meu marido e meus filhos.

Prazer - Meu trabalho, amo o que faço. Lazer - Estar com meus filhos. Um Perfume - Poême (Lancome).

Importante - Meus pais, pessoas humildes com corações enormes, muito orgulho deles. Valoroso - Minha família, meu maior patrimônio.

Lembrança - Da minha infância das brincadeiras com minhas irmãs.

Insuportável - A mentira.

Mania - Não tenho.

Fiel - Coisa rara nos dias de hoje.

Um dom - Ser mãe é minha maior realização.

Necessário - Deus na nossa vida sempre.

SER - Uma pessoa melhor a cada dia tento sempre.

42 Presença

Estilo - Moderno.

Dinheiro - Muito bom pra quem sabe tê-lo.

TER- Saúde e felicidade sempre.

Saúde - Primeira coisa que precisamos na vida.

Competente - Jean Carlo, meu esposo.

Nota dez - A caridade de algumas pessoas.

Poder - Deitar a noite e ter minha consciência tranquila, isso não tem preço.

Nota Zero - A impunidade no Brasil. Não sei onde vamos chegar.

Up - A alegria da minha casa, dos meus filhos... Felicidade e saúde é tudo em uma família.

Sonho - Ver meus filhos crescerem com saúde e envelhecer ao lado do meu amor... Isso me basta.

Luxo - Minha loja... Encanta-me!!!


Presenรงa |Section

Presenรงa

43


Presença |Plural Por Carlos Augusto ccaamossoro@gmail.com Pós-graduado em Ciências Econômicas, franqueado do CCAA em Mossoró e Diretor da Cia do Intercâmbio Mossoró

E o jeitinho brasileiro, será que tem jeito ? O nosso Brasil é considerado como o país do “jeitinho.” Somos famosos mundialmente por “dar um jeitinho para tudo” e pela nossa malandragem. O potencial brasileiro para a improvisação e para a criatividade, características centrais do jeitinho, é ao mesmo tempo algo que podemos sentir orgulho e vergonha, pois ao mesmo tempo que o jeitinho se refere a uma habilidade refinada para a resolução criativa de problemas, também se refere à nossa capacidade engenhosa de agir corruptamente para obter benefícios pessoais de maneira criativa. E assim nos tornamos Brasileiros. O advogado marcou o atendimento para as 13 horas no próprio escritório por se tratar de um assunto que ia demandar a presença do sócio. As 14 horas ligou para o escritório pedindo a atendente que se desculpasse comigo mas é que estava “enganchado” no fórum e iria se atrasar um pouquinho. Como se não já estivesse atrasado!! Às 14 horas e 10 minutos a atendente me chamou para me levar a sua sala. O advogado apareceu as 14 horas e 30 minutos para me dar um alô dizendo ir ali rapidinho na sala do sócio e retornaria em segunda. Porém só retornou as 15 horas e 10 minutos, quando, então, sem a presença do tal sócio, começou nosso atendimento depois de 2 h e 10 minutos atrasado. Um colega me chama para um chopp, no shopping e fica de passar em casa as 18 horas. Passou as 18 horas e 50 minutos. Pediu desculpas pelo atraso mas é que de ultima hora recebeu a ligação de uma “pessoa” que há muito tempo não via e achou “chato” pedir para a “pessoa” ligar depois, adiando a conversa. Era mais simples atrasar nosso compromisso em intermináveis 50 minutos sem ne-

44 Presença

nhuma explicação, me deixando a ver navios. E daí vem o efeito cascata: a promoção de chopp toma dois e paga um e fritas grátis que era só ate as 19 horas dançou; A dentista marca a consulta, a primeira do dia para as 8 horas. Chegou as 9 horas e 50 minutos porque estava atendendo na cidade vizinha onde é contratada pela prefeitura local. Pediu desculpas enquanto colocava as luvas, e sem nenhum constrangimento aparente pelo atraso me mandou abrir a boca porque iria anestesiar a área a ser trabalhada... Brincadeira ne??? Atrasos acontecem e ninguém pode se gabar de nunca ter se atrasado para um compromisso ou deixado alguém esperando sem poder dar notícias. Mas certos atrasos podem ser evitados. Se um encontro é marcado para determinada hora muitas vezes temos que reestruturar nossa agenda para poder chegar na hora, principalmente se for médico ou dentista. Mas quando somos regularmente atendidos uma hora e meia depois alguma coisa esta errada. Seja um consultório ou salão de beleza agenda existe para organizar horários. Acredito que ninguém se atrasa por gostar, mas quando se torna habitual (porque em algumas pessoas, atrasar está no DNA) o atraso deixa de ser habitual e se torna falta de educação, de respeito e de consideração. Seja que motivo for, essa moda de profissionais atrasarem seus compromissos e tentarem usar o jeitinho brasileiro de se desculpar já poderia estar se aposentando para dar lugar a outras práticas: educação ,gentileza, e consideração. Conselho: Deixa o jeitinho Brasileiro para o fundo de seu quintal. Simples assim ...


Presenรงa |Section

Presenรงa

45


Fotos: Kedma Soraia

Presença |Empreendedor

por Izaíra Thalita Lima Maria Eloilma Bezerra de Menezes é mais do que inteligência, bom astral e carisma. É a melhor divulgadora das peças das lojas Mil Opções e Feminina Bijuterias, que administra em Mossoró com competência. Quando usa as lindas peças, colares, brincos, pulseiras, anéis que revende nas duas lojas, logo atrai as atenções e conquista novas clientes. “Nosso sucesso está no fato de que não vendemos mercadorias, mas sim beleza, auto-estima. A mulher quer se sentir em foco e nossas peças as deixam mais bonitas e confiantes”, afirma. A dedicação com que administra aliado ao carisma e à paixão que nutre por Mossoró, são a combinação perfeita para um excelente resultado nos negócios. Conheça mais da empresária de sucesso e entenda como as empresas de Eudimário Bezerra e Mauro Eduardo Ricciardi chegaram a esse nível de crescimento no Ceará e no Rio Grande do Norte.

Eloilma Menezes Uma empresária de sucesso

46 Presença


Presença |Empreendedor

PRESENÇA – Nos fale sobre como foi o início da Mil Opções e Feminina Bijuterias, como foi iniciar essa atividade aqui no Rio Grande do Norte? ELOILMA – Foi um começo já com uma experiência iniciada há 25 anos comércio cearense e nos deslocamos para o Rio Grande do Norte há treze anos, por entendermos que é um empreendimento de interesse de um público feminino bem exigente que acompanha a tendência, para melhorar o seu visual, se embelezar e presentear. Não vendemos mercadoria, vendemos beleza, auto-estima! E para nós é uma satisfação saber que a gente, através das nossas peças, vai dar o ‘ponto final’ no estilo de uma mulher, fazendo com ela se sinta mais fina, mais bela, mais elegante. Ali naquele momento, na escolha de uma peça que ajuda a compor o visual que a mulher quer, passamos a ter uma cliente fidelizada. P – Como foi a chegada ao mercado Mossoroense? E – A primeira loja foi aberta em Natal e de lá, viemos para Mossoró apostando no público feminino para ofertar opções diversificadas. Já devido à esse sucesso maravilhoso na capital houve o interesse em expandir mais. Foi com esse espírito empreendedor que a família resolveu também estender para Mossoró focando da prosperidade dessa cidade de grandes eventos festivos, que movimenta o comercio, sentindo também que aqui tem um público feminino bem exigente e vaidoso. Hoje temos duas lojas, ambas localizadas no Centro de Mossoró. Começamos ofertando uma mercadoria de um padrão e logo passamos a artigos mais elaborados como semi-joias, folheados, uma mercadoria que atende a todos os públicos, do cliente mais simples ao mais exigente. Temos mercadorias de shopping, todos os lançamentos de feiras, somos muito atualizados. P – E esse público que você já falou que é exigente busca que tipo de produtos na Mil Opções e na Feminina Bijuterias? Há uma atração maior desse público pelas peças com durabilidade, a

qualidade, pelo preço ou pelo designer? E – O que atrai mesmo o público é poder acompanhar o que está se usando, as tendências, a moda, os lançamentos. Hoje, por exemplo, estão usando os brincos Max, e essas peças vem com qualidade, de vários fornecedores. Em geral se busca mais pelo designer. Mas, hoje temos uma clientela muito vaidosa em que 60% das clientes querem mesmo é a qualidade. Daí a gente perceber que as nossas mercadorias, que já eram atraentes, passaram a sair mais quando priorizamos a qualidade, passamos a comprar semi-jóias, pedras, folheados, prata, carteiras de festa no melhor estilo. P – O que a senhor acha quando falam que a região oeste tem realmente, um potencial para empresários que apostam no público feminino, já sabendo que em muitas residências, as chefes de família são as mulheres? Há mesmo essa efervescência para o seu setor? E - Acredito que para o meu setor e para todos os setores. É claro que essa efervescência já foi bem maior, mas estamos respondendo e vivenciando uma crise mundial que respingava, uma gotinha e hoje está diferente, vemos que essa crise tomou proporções maiores, abalou o Brasil, o Nordeste e a nossa região no oeste potiguar. Também a seca, enfrentamos uma estiagem muito grande e que trouxe uma repercussão negativa em todos os setores do comércio, não apenas o nosso. De maneira geral o comércio é muito bom. P – O que é preciso fazer então, nestes momentos de dificuldade, qual a estratégia das empresas para não perder esse público consumidor ou, de estar sempre chamando a atenção desse público? E – O que chama a atenção das lojas Feminina Bijuterias e Mil Opções é que nós temos qualidade, variedade e acima de tudo, preço. Nós trabalhamos com um preço sem igual. Temos por exemplo um cinto que hoje é sucesso no Brasil e esse cinto em outros estabelecimentos custa oitenta reais, nas

Presença

47


Presença |Empreendedor |Section

nossas lojas custa apenas vinte reais. É ter preço competitivo. Inclusive, nossas lojas vendem varejo e atacado e há revendedoras de toda a região, e até das cidades próximas a Natal e do estado do Ceará, devido a grande variedade com aquele preço que elas sabem que vão poder atrair clientes para seus comércios e lojas, assim é preciso ter novidades, qualidade, variedade e principalmente preço. P – Como vocês fazem a atualização das mercadorias? E – Nós participamos de todas as feiras nacionais do nosso setor, tanto em São Paulo, quanto em Belo Horizonte (MG), e até no exterior três vezes ao ano, de todos os lançamentos, pois entendemos que não é possível ficar de fora. As nossas clientes exigem atualização, exigem novidades e precisamos trazer isso para perto delas. P – O fato de ser uma mulher que tem também o perfil de muitas clientes das lojas facilita ou dificulta na hora da escolha do que trazer para as lojas? E – Facilita, com certeza! A mulher é vaidosa

48 Presença

por natureza, o que lhe dá uma sensibilidade maior, não apenas para saber o que vai vender mais, mas também o que é mais bonito, que vai embelezar. Produzo-me com o que vendemos nas lojas e me sinto a imagem da empresa, com 64 anos, sou eu quem faz a maior propaganda da Mil Opções e Feminina Bijuterias, onde vou estou inteirinha com acessórios das nossas lojas. Carrego comigo não apenas no coração, mas em todo o meu ser. P – O que a senhora pode dizer a pessoas que buscam no seu exemplo inovar ou mesmo ingressar numa atividade que visa atender a esse público feminino. É uma aposta boa? E – Acho que a vida é um desafio em que é preciso primeiro ser corajoso ou corajosa. Depois disso, a melhor dica é a de amar profundamente tudo o que você faz. Fora isso, eu tenho um amor especial por Mossoró, amo mesmo e isso ajuda em tudo o que eu faço. O amor é a mola principal, sabia? O segredo do sucesso é colocar amor, paixão e dedicação no que faz. Dá muito certo comigo e tenho certeza que não sou a única a pensar assim.


Presenรงa |Section

Presenรงa

49


Presenรงa |Section

50 Presenรงa

Praรงa Rodolfo Fernandes, 30 Centro - Mossorรณ/RN - FONE (84)3314-1948 e-mail: eloilmabezerra@hotmail.com

Rua Coronel Gurgel, 284 Centro - Mossorรณ/RN - FONE (84)3316-0007 e-mail: milopcoes_bijouterias@hotmail.com


Presenรงa |Section

Praรงa Rodolfo Fernandes, 30 Centro - Mossorรณ/RN - FONE (84)3314-1948 e-mail: eloilmabezerra@hotmail.com

Rua Coronel Gurgel, 284 Centro - Mossorรณ/RN - FONE (84)3316-0007 e-mail: milopcoes_bijouterias@hotmail.com

Presenรงa

51


Presença | Saúde por Dr. Thiago Abrantes thiago-abrantes@hotmail.com

médico gastroenterologista

Clínica reúne conhecimento e inovação tecnológica

A gastroenterologia na cidade possui um espaço completo que vai da prevenção ao tratamento de doenças do aparelho digestivo Há três anos os médicos Thiago Abrantes e André Camurça inauguraram em Mossoró uma clínica especializada em gastroenterologia onde o paciente poderia, em um só lugar, realizar exames de prevenção, buscar o tratamento adequado e iniciar uma nova rotina de cuidados com a saúde gastrointestinal. Essa foi a idéia principal do Instituto de Endoscopia de Mossoró. O espaço possui uma equipe multidisciplinar, que vai do nutricionista ao especialista em cirurgia do aparelho digestivo. A gastroenterologia é mais uma dentre as especialidades da medicina que está em constante atualização. Os médicos precisam, além da exigência de conhecimento amplo e atualizado sobre a área, do auxílio de equipamentos avançados que permitem identificar problemas de saúde e, principalmente, prevenir o seu aparecimento. “O Instituto de Endoscopia dá ao mossoroense a possibilidade de realizar um tratamento completo sem precisar se deslocar para os grandes centros urbanos, como Natal e Fortaleza”, explica o médico Thiago Abrantes. Na lista de procedimentos, a clínica oferece o exame de Phmetria, considerado o mais adequado para o estudo do refluxo ácido gastroesofágico. A finalidade é identificar a intensidade do problema e a relação com queixas digestivas, otorrinolaringológicas, respiratórias ou cardiológicas. Antes de ser disponibilizado pelo Instituto de Endoscopia de Mossoró, o exame era realizado apenas em Natal.

52 Presença

Outro diferencial dos exames realizados no Instituto de Endoscopia é o acompanhamento de um médico anestesiologista. “Essa é a proposta de atendimento humanizado, pois o paciente tem um profissional especializado em anestesia para que os procedimentos possam ocorrer de forma tranqüila, minimizando os desconfortos”, ressalta Thiago. O Instituto de Endoscopia de Mossoró localiza na Rua Ferreira Itajubá, no bairro Santo Antônio. A estrutura é composta por salas de exames, consultórios, espaços funcionais e de repouso médico. Exames diagnósticos realizados: - Endoscopia digestiva alta; - Retossigmoidoscopia flexível; - Colonoscopia ; - Colangiopancreatografia endoscópica retógrada; - Manometria esofágica; - Phmetria esofágica. Procedimentos terapêuticos realizados: - Polipectomias; - Eletrocoagulação com plasma de argônio; - Tratamento de hemorragia digestiva com clipagem e argônio; - Papilotomia endoscópica; - Colocação de balão intragástrico; - Dilatação endoscópica de esôfago e cólon; - Colocação de próteses; - Retirada de corpo estranho


Presença | Saúde

Exame de colonoscopia é o mais eficaz na prevenção do câncer de intestino

A incidência no Brasil cresce e tumor já é o quarto mais comum no país Conhecida como uma endoscopia feita por via retal, a colonoscopia pode identificar inflamações na parede intestinal, além da presença dos pólipos, que são tumores apontados como pré-cancerosos. Mas sobre esse procedimento ainda impera o preconceito e a falta de informação de uma parcela da população. Isso contribui para o surgimento de casos de câncer de intestino em estágio avançado, reduzindo as chances de cura. De acordo com o médico Thiago Abrantes, aproximadamente 20% da população acima dos 50 anos tem pólipos. Por isso a indicação do exame para homens e mulheres a partir dessa faixa etária. Para os que possuem casos de câncer na família, o ideal é se submeter ao procedimento já a partir dos 30 anos. A colonoscopia é indicada a cada dez anos, a partir do primeiro procedimento. Muitos médicos, por segurança, a indicam com uma freqüência de intervalo

menor, a cada cinco anos. Alguns sintomas devem ser observados pelo paciente, sendo imediata a procura de um especialista. São eles: sangramento digestivo baixo, diarréia crônica e dores contínuas. Segundo o Instituto Nacional do Câncer, o tumor é o quarto mais comum em homens (ficando atrás de próstata, pulmão e estômago) e o terceiro mais comum em mulheres (depois de câncer de mama e colo de útero).

Você sabe o que é a cápsula endoscópica? É um procedimento onde o paciente ingere uma cápsula, que na verdade é uma microcâmera. Esta cápsula fotografa o tubo digestivo em alta velocidade e com qualidade de imagem em alta resolução. O exame pode ser direcionado a partes específicas do aparelho digestivo : esôfago, intestino delgado (fino) ou cólon (intestino grosso). O Instituto de Endoscopia de Mossoró oferece o procedimento que funciona como um exame complementar para estudo do intestino delgado.

Presença

53


Presença | Saúde

Balão intragástrico é alternativa para o tratamento da obesidade Procedimento não cirúrgico é realizado em Mossoró e tem indicações e cuidados específicos Estima-se que cerca de 45% da população de Mossoró encontra-se com sobrepeso ou obesidade tipo 1. E ainda: 2,5% situam-se na condição de obesidade mórbida, ou seja, o excesso de peso está associado a uma elevada incidência de complicações na saúde, como patologias do coração, podendo reduzir a expectativa de vida. O Instituto de Endoscopia de Mossoró inova ao oferecer o Programa de Tratamento Endoscópico e Cirúrgico da Obesidade. Dentre os métodos e procedimentos realizados, a colocação do balão intragástrico é mais uma das alternativas para o tratamento de pessoas com sobrepeso ou obesidade leve. Trata-se da inserção de um balão inflável de silicone dentro do estômago do paciente via endoscopia para provocar a sensação de saciedade e a conseqüente perda de peso. Mas, atenção. Há indicações específicas para a inserção do balão intragástrico. “ A colocação do balão intragástrico é indicada para pessoas com Índice de Massa Corporal ( IMC) acima de 27,5 e com obesidade grau 1, moderada (IMC maior que 30)”, explica o especialista em cirurgia do aparelho digestivo, Thiago Abrantes. Pacientes que podem se submeter ao procedimento são aqueles com dificuldades para perder peso através de dietas e exercícios físicos. O balão intragástrico permanece no corpo do paciente por seis meses. Tempo necessário para a redução de até 20% do peso. Alguns fatores são determinantes para o resultado satisfatório, dentre eles: o metabolismo do indivíduo e a adesão a

54 Presença

uma atividade física. A redução dos quilos é maior no primeiro mês de uso do balão. “É quando o paciente chega a perder até 5% do seu peso, o que equivale às vezes a dez quilos, mas isso é analisado individualmente”, detalha Thiago. A proposta do balão intragástrico é a de reeducar o paciente, fazendo com que ele adquira novos hábitos alimentares e seja incentivado a praticar exercícios. A colocação é apenas um tratamento auxiliar, não cirúrgico. Além disso, ele não provoca nenhuma mudança metabólica. Após um semestre, o balão é retirado também através de endoscopia, quando ele é esvaziado e removido. As únicas contra-indicações são para pessoas com transtornos psiquiátricos e doenças gastrointestinais, como úlceras. “É rara a intolerância ao objeto, mas ela pode ocorrer”, alerta Thiago complementando sobre a necessidade de um diagnóstico clínico com profissionais especializados. Por Nathalia Rebouças


Presenรงa

55


Especial |Ultrasociety Por Marilene Paiva marilene.paiva@gmail.com Jornalista, apresentadora de tv e colunista social

Paz, amor e muita alegria na festa de 15 anos de

Eduarda Queiroz Pessoas e profissões. Cores e nomes. Talentos somados para o sucesso da festa de 15 anos de Eduarda Queiroz,dia 30 de novembro, na Fazenda Santa Luzia. Os pais da aniversariante, Jair e Lucineide, felizes, receberam maravilhosamente bem. Socorro Paiva esmerou-se no cardápio de delícias.Bolo e doces maravilhosos. A decoração.Um espetáculo a parte.O nome Eduarda em flores, arcos em sintonia de luz e cores.E o tema?Paz e Amor.Sugestão exclusiva de Duda. Executada com Maestria por Liane Dantas, gestora Master Eventos.O high society ficou encantado com a noite do debut de Dudinha Queiroz que entrou para o ranking das melhores festas do Rio Grande do Norte,em 2013.

56 Presença

Confira a cobertura completa no site: www.marilenepaiva.com.br


Presenรงa

57


Presença |Estética por Sara Hayana sarahayana@hotmail.com

Fonoaudióloga

Fonoaudiologia

estética e ginástica facial

Muitas são as áreas que têm como foco o rejuvenescimento e envelhecimento saudável – como a dermatologia, a nutrição, a cirurgia plástica; e é cada vez mais abundante o número de publicações científicas comprovando que viveremos muito mais tempo que nossos antepassados. Evidentemente, a maioria de nós quer viver por muitos anos, mas com qualidade de vida e driblando os efeitos do tempo no nosso corpo! A proposta da Fonoaudiologia Estética Facial é justamente atenuar os sinais de envelhecimento – as rugas, os vincos que surgem na nossa face, no pescoço... Nessa abordagem, o efeito de rejuvenescimento é alcançado por meio da reorganização dos movimentos dos músculos envolvidos em algumas das funções orofaciais. O cliente vai aprender, por exemplo, atenuar o excesso de mímica facial que usa ao falar ou diminuir a contração exagerada ao mastigar e deglutir/engolir alguns alimentos. Além do trabalho muscular, usamos como recurso técnico, na terapia, as massagens faciais que irão tornar a pele mais vascularizada e com mais viço. É importante ressaltar que Fonoaudiologia Estética Facial não é ginástica facial. Na ginástica facial, a repetição de um mesmo movimento, para aumentar a contração/tônus muscular, não promove a reorganização funcional dos músculos faciais, como acontece no trabalho fonoaudiológico.

58 Presença


Presenรงa |Section

60 Presenรงa


Presenรงa |Section

Presenรงa

61


Fotos: Kedma Soraia

Presença |Section

MN IMÓVEIS

está mais fortalecida O empresário José Márcio de Oliveira e a sua esposa Roseane Maia assumiram a MN Imóveis em sua totalidade. Desde então, o casal vêm empreendendo mudanças na empresa, todas para melhor. Vários projetos estão para serem lançados em 2014 em Mossoró e em cidades próximas como é o caso de Martins, onde a MN Store já atua há dois anos, e agora Portalegre e Serrinha dos Pintos. Márcio fala com empolgação de todos os projetos, das mudanças que vêm realizando na empresa e ainda dá uma lição de como empreender com sucesso no mercado imobiliário, unindo experiência e credibilidade. Confira:

62 Presença


Presença |Empreendedor por Izaíra Thalita Lima PRESENÇA – A MN imobiliária está em um novo momento. Recentemente você adquiriu a parte que era do sócio, Nilton e consequentemente isso traz algumas mudanças de visão empresarial. Mas o que muda efetivamente na MN diante dessa nova realidade? MÁRCIO OLIVEIRA – Para nós, finalizarmos esse ano maravilhoso de 2013 é dizer que foi uma conquista ter adquirido a parte da MN Imóveis que pertencia ao meu sócio, e hoje a empresa só pertence a mim e a minha esposa, Roseane Maia que é minha esposa e sócia e em relação aos nossos projetos e sonhos, temos muita coisa em mente. Somos sonhadores, e tento colocar à cada momento, esses sonhos em prática. Pelo fato de ter um sócio, a gente às vezes tinha divergências quanto à opiniões e cada um respeitava a parte de cada um, mas agora temos liberdade para agir. Dentro desses projetos que temos na MN, vamos colocar em prática em 2014 o correspondente bancário e teremos aí uma nova modalidade de trabalho para dar agilidade maior nos financiamentos da casa própria, abrir contas correntes, fazer empréstimos, cartões de crédito, enfim, esse é um projeto que realizaremos agora em 2014. Outros projetos são as MNs Stores que são itinerantes. Nós vamos lançar em 2014 em Serrinha dos Pintos, Portalegre e Martins e para Mossoró temos outros projetos como o loteamento Jardins que iremos lançar. São projetos que viemos trabalhando há certo tempo e estar à frente da MN hoje é também ter a certeza de que não estou só, comigo tem toda a nossa equipe, permanecemos no mesmo lugar, a sede na João Escóssia, não mudou nada, o que mudou é que Márcio comprou os 50% de Nilton da empresa. Continuamos investindo a cada dia, na qualificação dos corretores, desde a inscrição ao CRECI, a capacitação, o treinamento, com cursos para que possamos sempre estarmos atendendo e cada vez melhor o nosso cliente. A MN tem uma história na cidade de Mossoró e conquistou muita credibilidade. Como você percebe esse mercado olhando para essa história? Esse mercado que é um mercado de tanta responsabilidade porque vender imóveis não é tarefa tão simples, como muitas pessoas podem pensar. Estamos lidando com sentimentos fortes do ser humano, quando estamos colocando em suas mãos um terreno, uma casa ou apartamento, ou casa de cam-

po, há uma confiança muito grande que é depositada em nós e principalmente quando é uma compra feita na planta, aí é que a responsabilidade é maior e a confiança é maior. Por isso, é preciso ter cuidado e saber com qual parceiro se está trabalhando, com qual construtora, como vai direcionado o produto e como vamos direcionar esse produto, como vamos realizar esses sonhos dos clientes e que fazer um trabalho numa qualidade tal, que as pessoas ao invés de vir criticar, venham ao final agradecer pelo fato de ter colocado ele em um bom produto. O corretor tem um papel fundamental nisso, para fazer a junção do imóvel com o cliente. Somos idealizadores, formadores de bairros, de cidades. O corretor na maioria das vezes encontra uma área e vai ao incorporador dizer à este que há necessidades de determinado tipo de imóvel. Assim é que surgem diversos projetos e estes são lançados. Para mim é uma felicidade imensa poder te falar em relação a aquisição da MN Imóveis. Mossoró tem mesmo esse mercado dinâmico tendo em vista que a cidade têm crescido nas prêmios de reconhecimento da marca. De que maneira a experiência conta nessa hora em que a empresa resolve colocar o seu nome em um novo projeto? É importante sempre vender o que é certo, com humildade e honestidade. A nossa equipe de vendas sabe que não adianta vender um produto mal vendido. Implantamos aqui na MN já depois que assumimos totalmente a empresa, a cultura de não fazer parcerias e de não pagar a quem não é corretor. Aqui na nossa porta semanalmente batem pessoas querendo ser atravessador, vender nosso produto a outras pessoas e assim dividir a comissão. Isso a gente não faz. Primeiro que é preciso ter o CRECI, se for autônomo, pessoa física é a primeira condição, pois não vou alimentar uma cadeia de pessoas que estão no submundo, trabalhando numa classe de forma irregular. Eu pago meus impostos e encargos tributários, anuidade do meu CRECI pessoa física e jurídica e por isso não comungo com esse tipo de atitude. Então, o cliente quando vai comprar um imóvel, ele tem de ver o imóvel, ver a documentação do imóvel, saber quem está construindo, saber quem está vendendo e o cliente pode saber tudo isso através do corretor de imóveis e o corretor têm, portanto, esse papel importante. O cliente deve pedir a escritura do imóvel, o registro, se o corretor

Presença

63


Presença Presença|Section |Empreendedor

é credenciado e qual o número do seu CRECI e vai se cercando de cuidados para que se prevenir de outros problemas futuros. A gente tem esse cuidado, busca vender essa imagem, essa transparência. Estamos tendo Êxito. Temos uma equipe qualificada, que é a maior e melhor equipe de Mossoró, digo isso com orgulho, são quinze pessoas experientes, qualificadas que entendem o mercado e como funciona, tanto em relação aos clientes quanto à concorrência. Nas nossas reuniões sempre enfatizo que é preciso trabalhar de forma transparente. Dinheiro é bom, mas não é tudo, fazer uma venda mal feita e achar que obteve sucesso é a certeza de dar dois passos para trás. Esse é o nosso recado para quem busca seu imóvel, especialmente

pela primeira vez, para que busque dos detalhes, por menos que seja, mas que tire as dúvidas.

e vemos isso. Vender em épocas de vacas gordas é bom, mas vender em época de vacas magras é outra coisa, exige um diferencial e o corretor precisa estar preparado para trabalhar no baixo e no alto. Não vejo nenhum problema. Poderíamos ter melhorias em nossa cidade que em muito acrescentaria como, por exemplo, um aeroporto, por Mossoró ser uma cidade pólo para muitos municípios da região e até cidades de estados vizinhos, que convergem para cá. Evidente que um aeroporto atrairia mais turismo, mais negócios. No mais, vejo que temos excelentes profissionais, arquitetos, construtores, temos uma planície excelente em que se olha pra todos os lados da cidade e há muito para crescer em termos de construções, muita terra para edificar e a quanto mais projetos são lançados, mais pessoas vão se interessando, mais empresas, universidades e

indústrias vão chegando também.

64 Presença

Qual a maior dificuldade que na sua percepção existe hoje na cidade de Mossoró para a sua área, um desafio a ser vencido ainda? Olha, nós temos o desfio maior é ter mão de obra qualificada, isso é difícil, mas o mercado em si está aberto. Muitas pessoas dizem que houve um ‘boom’ e parou. Digo que pode ter oscilado um pouco, mas não parou, a não ser para aquelas pessoas que não tem idéias, que não buscam avançar. A MN tem sete anos de existência, caminha para o oitavo ano

E os projetos da MN em Serrinha dos Pintos, Portalegre e Matins, qual o perfil destes projetos que estão sendo colocados e para qual público? Estamos em Martins há mais de dois anos e é uma cidade diferente, de potencial turismo, que tem um clima agradável, assim como Portalegre, de um povo simples e humilde, uma cidade calma e a nossa idéia de ir para lá era o de dar condições das pessoas de lá da cidade comprar imóvel, como os filhos ausentes de Martins comprarem e ainda, abrir mais um leque de opções para o mossoroense que está bem localizado geograficamente, pois temos há trinta ou 40 quilômetros das praias, se quiser pode tranquilamente ir à duas capitais – Natal


Presença Presença |Empreendedor |Section

e Fortaleza – mas se quiser curtir um frio, tem duas serras bem próximas da cidade para ir lá, curtir um vinho e ler um livro, descansar, praticar esportes. E nós queríamos muito abrir essa opção quando chegamos por Martins. Lançamos lá oito projetos, destes, 90% comercializados e entre eles dois nossos que são o Brisas da Serra que é um condomínio fechado e o Serra Verde, loteamento. Esticamos para Portalegre, um projeto que a gente vende e administra e foi um sucesso total no lançamento e em Serrinha dos Pintos, que é de um empresário de lá que reside em Mossoró. A intenção é fazer essa oferta e com isso agregar algum valor à estas cidades, à sua economia e em Martins, vimos que a prefeita da cidade tem feito investimentos,

junto com os vereadores emprenhados nisso, e há uma expectativa grande para um teleférico, que há muitos anos é pedido e está prestes a se concretizar.

são parceiros nossos, são pessoas que podem facilitar a venda para os nossos clientes. Então quem pergunta já de pronto tem acesso a essas informações, de profissionais, de mão de obra e de lojas que trabalham e atendem bem e a gente indica com o maior prazer.

tos que são os Jardins, 360 lotes na BR -304, com Chalés em Tibau, teremos o lançamento do projeto em Serrinha dos Pintos, outro em Portalegre e o lançamento novo em Martins e os projetos aqui em Mossoró, dos parceiros que foram lançados no finalzinho de 2013. No mais é continuar investindo na qualificação dos corretores, essa é nossa meta para 2014. Aproveitamos para lembrar de agradecer aos nossos clientes, parceiros, amigos, corretores, funcionários da MN, equipe de vendas que é o meu corpo na empresa, a minha equipe administrativa, à nossa agência de propaganda Personal Marketing do amigo Joseildo, à Assessoria Jurídica da Dra. Fernanda e Dr. Glênio, arquitetos parceiros. Agradecer e desejar a todos eles um ano de muitas coisas boas, saúde e paz e um 2014 de muita luz, mas principalmente de muita paz.

Então 2014 tem tudo para ser um ano de continuidade desse sucesso todo da MN, mas agora muito mais fortalecida? Com certeza, esse final de ano foi um pouco apertado, mas nós já organizamos a parte interna da ‘casa’, na sua decoração, na qualificação dos corretores que contam com consultoria, palestras, cursos, implantando novos serviços e juntando as peças para que a partir do dia cinco de janeiro, ao retornar do recesso, possamos retomar à todo o vapor, com os proje-

Além de efetuar a venda há uma preocupação em auxiliar os clientes quanto a formas para a construção do imóvel nestas cidades? Como vocês têm feito? Os comerciantes da cidade nos dizem que a chegada da MN na cidade realmente trouxe um impacto na economia local. Que está comprando, está construindo e no que constrói precisa do marceneiro, do eletricista, encanador, precisa comprar o material de construção, e tem tudo lá, comerciantes que

Presença

65


Presença|Entrevista

On line

em pleno crescimento por Izaíra Thalita Lima A empresária natalense Ana Paula Lamas Cachina e o esposo Ulisses estão colhendo os bons frutos diante da dedicação empreendida no crescimento das lojas de vestuário masculino Online: São doze unidades só no Rio Grande do Norte e quatro unidades no vizinho estado da Paraíba. Aos 30 anos, a empresária Ana Paula fala sobre o bom momento dos negócios e os projetos de investimento para 2014, expansão que só pode acontecer diante de organização, planejamento e principalmente na oferta de produtos que atendem ao mercado de moda masculina, com muita qualidade.

66 Presença


Presença|jafljslakajal

PRESENÇA – Como se deu o começo dos negócios e em especial as lojas Online? Você administra sozinhos os negócios? ANA PAULA - A Online surgiu em 1995, com o intuito de oferecer roupas de qualidade e com preços competitivos perante o mercado. Hoje temos um escritório administrativo, que conta com uma equipe altamente capacitada, todos os setores são departamentalizados para que haja uma melhor organização, sou formada em administração de empresas, e MBE em consultoria empresarial, tive que unir o útil ao agradável, tive realmente que aprender a administrar da forma correta e sempre com muita ética, eu e meu esposo Ulisses somos sócios majoritários da empresa, e administramos ela em conjunto.

O que você destaca como sendo o diferencial de suas lojas? Qualidade e preços diferenciados perante o mercado.

Além de Mossoró em quais cidades mais você possui lojas? Natal: Shopping Via Direta, Norte Shopping e Hiper da Prudente de Morais, Mossoró: West Shopping, Shopping Liberdade e Shopping Boulevard, Santa Cruz, Currais Novos, Caicó, Assú, Areia Branca, Pau dos Ferros (RN). Cajazeiras, Guarabira e Patos (PB) são duas lojas - uma no Patos Guedes Shopping e outra no centro da cidade.

É verdade que os homens estão mais cuidadosos com o visual? Sim, os homens atuais são bem mais cuidadosos, do que os homens dos anos passados. A partir dos anos 90 o homem vem cuidando e mudando suas concepções com sua imagem, cores de roupas e etc.

Quais são os maiores desafios para quem atua com esse segmento? O maior desafio de qualquer segmento é manter-se no mercado. E só com muito planejamento é que se consegue permanecer. A que você credita o crescimento das lojas e da sua clientela? Qual é o perfil do cliente Online? Cliente Online é aquele que procura qualidade, e ao mesmo tempo, preços bons, cliente Online procura moda atual de bom gosto, que segue tendências, agregando sempre muito estilo.

Como você tem percebido o consumidor mossoroense e mesmo da região oeste para as compras de final de ano? Um consumidor exigente com o que compra, procurando sempre um diferencial competitivo e um excelente atendimento. Como são mostradas as coleções da Online e de maneira procura chamar a atenção do público masculino para as novidades? Nossas coleções são mostradas pelas nossas redes sociais e por coquetéis de lançamentos de coleção.

O que mais atraem os homens? Estar bem vestido ou vestir-se com muito conforto? Um pouco dos dois, mas o conforto ainda é um fator primordial para o homem. Quais são os próximos projetos para a ONLINE? Expansão de franquias, esse é um projeto para 2014, pois até o instante momento a Online conta apenas com lojas próprias. O que você pode dizer a outros empreendedores que desejam seguir pelo segmento de moda masculina em nosso estado? Que tenha perseverança, determinação, jogo de cintura, criatividade, dentre outros fatores... Muita organização em seus empreendimentos.

Presença

67


Presenรงa |Section

68 Presenรงa


Presenรงa |Section

Presenรงa

69


Presenรงa |Section

70 Presenรงa


Presenรงa |Section


Presença | Ultrasociety por Rafaella Costa Presença rafaellarcosta@gmail.com |Section Colunista social do jornal gazeta do oeste / assessora de comunicação

Os sonhos

mais lindos... Foi uma das mais lindas festas de debutantes já realizadas em Mossoró, os 15 anos de Natália Britto entrou para a história dos grandes eventos da nossa cidade... E tudo isso, não apenas pela grandiosidade, mas, pelo esmero com que tudo foi preparado, pelo carinho que a sua mãe, Rafaela Britto dedicou a cada detalhe, suas avós Francys e Glorinha, o pai Adrialison Gurgel que esteve presente em todas as reuniões, a maninha Lara, que fazia questão de estar ao lado. 11 de outubro de 2013, nos salões do Garbos Recepções e Eventos, reunindo familiares e convidados vips, numa plateia que se emocionou com todo o tradicionalismo ali presente e a representação daquele momento para as famílias Britto e Gurgel.

72 Presença

Confira a cobertura completa no site: www.marilenepaiva.com.br


Presenรงa |Section

Presenรงa

73


Presenรงa |Section


Presenรงa |Section

Presenรงa

75


Fotos: Kaká Fernandes

Presença |Dieta

Kathallen, Jailson e Rafaella

Detox gourmet

Com o padrão de vida atual, estamos constantemente expostos a substâncias prejudiciais, que comprometem o bom funcionamento do corpo. Nossa alimentação é geralmente pobre em vitaminas e rica em hormônios, produtos industrializados, uso de medicamentos, agrotóxicos, aditivos alimentares, açúcar, adoçantes, gordura, embalagens plásticas, poluentes do ar e da água, entre outros. Esses contaminantes químicos ao entrarem em contato com o nosso organismo trazem prejuízos à saúde, levando ao acúmulo de toxinas. O Detox Gourmet é um programa de desintoxicação alimentar, com duração de 05 dias, em que você terá 06 refeições diárias, todas com caráter desintoxicante e com um toque gourmet, atendendo aos padrões da gastronomia funcional. O café da manhã e o lanche serão entregues em sua residência diariamente. O almoço e o jantar serão realizados no Restaurante Lounge 144, quando serão entregues o seu lanche da tarde e a ceia.

76 Presença

Os benefícios da dieta • Desintoxicação do organismo; • Reconstituição da integridade intestinal; • Melhorias da pele e cabelos; • Diminuição da retenção de líquidos (inchaços), do cansaço excessivo, do excesso de gases, da falta de concentração, das dores de cabeça. • Perda de peso e medidas, como consequência da dieta Detox, garantindo assim uma melhor qualidade de vida.

Serviços Oferecidos: • Avaliação nutricional com nutricionista antes e após o programa; • 6 refeições/dia de caráter detox e gourmet seguindo princípios da gastronomia funcional; • Os lanches entregues em recipientes de vidro que serão presenteados a você no final do programa; • O Suco Vivo entregue de manhã cedo em sua casa diariamente, armazenados em garrafas de vidro; • 1 litro de chá que varia todos os dias para um melhor aproveitamento de suas diferentes propriedades terapêuticas, também armazenado em garrafas de vidro; • Orientações nutricionais pertinentes ao detox todos os dias, nos encontros com as nutricionistas; • Prescrição de suplementos e fitoterápicos que auxiliam no processo de detoxificação.


Presenรงa |Section

Presenรงa

77


Presença | VIP

FORÇA,

o teu nome é

mulher!

por Lyddianny Silveira* Leitora de Shakespeare? Não sou, confesso. O que li de suas obras, a exemplo de 95% das pessoas que juram tê-lo feito, são passagens transcritas por outros autores ou percebidas em montagens de seus textos no teatro e na TV. Certo dia, por exemplo, deparei-me com esta frase atribuída a ele num artigo de jornal: “Fragilidade, o teu nome é mulher!”, o que me leva a concluir, com todo respeito, que até os gênios escrevem bobagens. A percepção do poeta falhou, convenhamos, pois, na verdade, temos de ser fortes desde meninas, a fim de nos firmarmos. Se você é mulher, sabe perfeitamente do que estou falando. Se é homem, basta olhar à própria volta. Veja meu caso: tenho duas filhas, Yasmin, de 15 anos, e Luara, de oito. Sou mãe desde a idade da primeira e, apesar da inabalável fé em Deus e do total apoio da família, nunca me dei ao luxo de ser frágil. Ah, lembro-me agora de “Maria, Maria”, de Milton Nascimento e Fernando Brant: “é preciso ter raça/ é preciso ter gana”. De outro modo, impossível conjugar a maternidade, o trabalho, as atribuições de dona de casa, os estudos. Isso, sem descuidar dos parentes, dos amigos, do tempo para cuidar do corpo e da mente, além dos momentos de curtição, que ninguém é de ferro. Fragilidade? Francamente, Shakespeare! * 31 anos, mãe de Yasmin e Luara, empresária, integrante do corpo jurídico do escritório Abreu Advogados, dona de casa, mulher.

78 Presença

ficha técnica Fotos: Paulo Eduardo Beleza: Paulo Júnior Looks e Acessórios: Sempre Chic


Presenรงa

79


Presenรงa |Section

80 Presenรงa


Presenรงa |Section

Presenรงa

81


Presença | Eccomi Qui por Dani Cavallari

Colunista de moda

Tendências

Querido leitor, estamos mais uma vez juntos na Presença. Aqui falaremosde todas as news do mercado europeu. Dicas do inverno europeu e da primavera. As coleções de sapatos e bolsas e suas

tendências, muitas griffes como a Fendi, Dior, YSL, Givenchy dão continuatividade as suas peças, mudam apenas nos tons, as geometrias são as mesmas. Porém tem na Vogue Italy ,” One Bag para 100 looks”

Uma dica da colecao de inverno para uma ocasiao muito especial for night, Um pretinho nada basico da Yves Saint Laurence, sapato Fendi, e bolsa Jimmy Choo. NEws do mundo fashion O estilista chines, que atua no mercado de Londres, Jimmy Choo, tornou- se PURE TREND das celebridades. Brilhou na entrega do globo de ouro 2014 fazendo literalmente os pés DELAS!

Queridas amigas mossoroense, convenhamos, o sol de Mossoro é de pedir socorro, aqui vai uma SUPER dica para pele, e ela vai te agradecer! existe no mercado um remedio “ integrador alimentar”, chamado CAROVIT FORTE PLUS, ele sim faz milagre, é indicado para combater o envelhecimento precoce da pele causado pelo sol, fumo e manchas, um verdadeiro Milagre eu uso e indico, junto um protetor solar fator 100.

82 Presença


As geometrias das bags, continuam agitando o mercado, mesmo as tradicionais e classicas como a griffe Italiana Fendi, ousa nos designe, aqui uma barbara bolsa em couro de vitelo martelado, bege num modelo excentrico. A outra queridinha do momento na europa é a griffe Parisiense Mulberry, aqui temos uma classica mala, porem em ton moderno “Verde Copa mundial 2014” Nao sei se foi uma homenagem ao Brasil, mas as griffes Italianas Prada, Dolce e Gabanna e outras mais se renderam ao verde e Amarelo, nas colecoes 2014. Viva o Brasil!

Dica “Dior”, Perfume Miss Dior, primeira criacao de perfume lançado pela marca Dior em 1947, homenagem feita a irma dele Catherine “Dolce e Audace”, assim ele descreveu o perfume e sua querida irma, desde entao ate hoje Sucesso mundial. Dani indica! assim como os lancamentos atuias, o baton chiqueresmoooo Diorific, o gloss Dior addict para dar volume aos labios, os esmaltes com cores vibrantes como o rouge 999, e a mascara para cilios DiorShow.

Presença

83


Presença |Saúde Por Bento Carlos

Presençabc.medeiros@yahoo.com.br |Section Físico, Fisioterapeuta e Cabelereiro

Acupuntura

Acupuntura: é um conjunto de práticas terapêuticas inspirado nas tradições médicas orientais. Consiste na estimulação de locais anatômicos sobre ou na pele – os chamados pontos de acupuntura. Diferentes abordagens para o diagnóstico, prevenção e tratamento de doenças são realizadas, entretanto o procedimento mais adotado no mundo SEUS BENEFÍCIOS As doenças que podem ser tratadas com a acupuntura elas estão separadas por estruturas funcionais, na ortopedia, por exemplo, é possível tratar reumatismo, lesões ortopédicas, fibromialgia, dores relacionadas às articulações, recuperações pós-cirúrgicas por fraturas, entre outras. Doenças ginecológicas, como infertilidade provocada principalmente pela ansiedade, doenças de origem gástricas, cardíacas, entre várias outras, também estão relacionadas. Entre as queixas que mais atende estão às doenças de origem endócrina, como lentidão do metabolismo e os hipotireoidismos. Também dores menstruais, TPM, enxaquecas, rinites, situações hormonais, em relação a colesterol e triglicerídeo alto, as doenças psicológicas, como transtorno do pânico, ansiedade, depressão, tratamento de rugas, sistema supre renal, ptose visceral, desintoxicação sistémica também estão entre elas. a acupuntura é um tratamento complementar, ou seja, integra o tratamento convencional das doenças.

84 Presença

atualmente é a penetração da pele por agulhas metálicas muito finas e sólidas, manipuladas manualmente ou por meio de estímulos elétricos. A acupuntura busca a recuperação do organismo como um todo pela indução de processos regenerativos, normalização das funções alteradas, reforço do sistema imunológico e controle da dor.

Acupuntura na fisioterapia Corresponde à aplicação da acupuntura aos problemas de saúde que são objeto da fisioterapia enquanto técnica e teorias específicas, e não apenas uma área de atuação profissional restrita aos especialistas desse saber. O termo Fisioterapia vem das palavras gregas: “Physis”, que significa “Natureza” e “Therapeia”, que quer dizer “Tratamento”, pode ser definido em sentido amplo, a ciência que estuda o movimento humano e que utiliza recursos físicos no tratamento e cura. É notável a semelhança do objeto dessa profissão “capacidade física”’ com os objetivos da acupuntura, notável também a utilização de meios físicos como estímulo, calor, massagem, os sistemas de exercícios físicos referidos e mais recentemente: frio, eletricidade, raio laser embora a perfuração com agulhas seja uma particularidade oriental e dos grupos indígenas que praticam escarificações. A relação que tanto a fisioterapia como a medicina tradicional chinesa desenvolveram sobre o efeito da temperatura, o frio e o calor na reabilitação e tratamento de doenças ainda está para ser desenvolvido, especialmente na prática da hidroterapia.


Presenรงa |Section

Presenรงa

85


Presenรงa |Section

86 Presenรงa


Presenรงa |Section

Presenรงa

87


Especial |Ultrasociety Por KARENINE FERNANDES kareninefernandes@gmail.com COLUNISTA, APRESENTADORA, RADIALISTA, ASSISTENTE SOCIAL E EMPRESÁRIA

Novo cartão-postal

de Mossoró Na noite de 21 de novembro o Grupo SF entregou à cidade de Mossoró o residencial Cristais do Alto, um empreendimento audacioso, de fazer os olhos brilharem com tanta beleza. O momento foi de agradecimentos, de compartilhar com clientes e amigos mais uma conquista do grupo que tem sido destaque em todo o Estado pelos produtos e serviços prestados com qualidade de sua marca registrada comprovada em mais de 600 unidades entregues e na satisfação de cada cliente pela escolha certa. Parabéns a toda a família do Grupo SF, que tanto me orgulha em fazer parte e viver todos os dias da minha vida.

88 Presença

Confira a cobertura completa no site: www.marilenepaiva.com.br


Presenรงa |Section

Presenรงa

89


Presença | LÍNGUAS por Ediane Fenandes de Almeida Rosado Diretora do CNA ediane_fernandes2@me.com Pedagoga com Especialização em Gestão Educacional

CNA um novo olhar sobre o ensino da lingua

estrangeira

Seja qual for a sua necessidade, o CNA tem o curso certo para você. Inglês e Espanhol para usar no trabalho, na escola e na faculdade. Para conhecer gente de outras culturas, viver experiências inesquecíveis, viajar, fazer amigos, relacionar-se. Na net, na night, em conference calls. Ensino de idiomas para a vida. Porque é na vida que você mais precisa dele. Com mais de 30 anos de experiência, o CNA tem 650 escolas em todo o território nacional, nas quais estudam cerca de 500 mil alunos. No CNA Mossoró você aprende através de uma metodologia comunicativa, aliada à equipe pedagógica e ao material didático, garante o aprendizado com eficiência e rapidez. O aluno obtém fluência nas quatro habilidades da língua: falar, compreender, ler e escrever, sempre através da vivência de situações reais do dia-a-dia, ouvindo música, assistindo a filmes e videoclipes, participando de atividades e jogos. Você aprende o idioma naturalmente, através de muita conversação. Trabalhamos com acompanhamento individual e com aula de reforço para aqueles alunos que venham a ter dificuldade com a língua. O Material Ditático foi feito sob medida para o aluno brasileiro, todos os livros, CDs de áudio e de multimídia, materiais de apoio, entre outros, são criados com exclusividade para o CNA.Os professores CNA não vêm com legendas, ou seja, o ensino do idioma é realizado através do uso da própria língua. Dinâmicos e criativos, eles passam por treinamentos, reciclagens e capacitações constantes. Uma grande novidade é o CNA Fast um curso rápido com duração de 15 meses, distribuídas em três módulos, todos com material didático exclusivo. O curso é direcionado para os profissionais que precisam aprender ou aprimorar a língua inglesa em curto ou médio prazo para evoluir em suas carreiras dentro das organizações. Seu conteúdo é baseado em situações cotidianas do ambiente profissional. CNA. Você gosta. Você aprende.

90 Presença


Presenรงa |Section

Presenรงa

91


Presença | EDUCAÇÃO por Pe. Charles Lamartine de Sousa Freitas

Fotos: Gildo Bento

Graduado em Serviço Social pela Uern, em Teologia pelo Ateneu Pontifício Regina Apostolorum (Roma) e Mestre em Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana (Roma)

Ensino e inovação Colégio Diocesano com um olhar no futuro investe em novos recursos didáticos e fortalece essas ferramentas para o aprendizado

92 Presença


Presença |Section por Rosilene Ramos Diante das constantes transformações sociais ocorridas nas últimas décadas os problemas e temas do mundo atual são muito mais complexos. O boom tecnológico, a globalização e a sociedade do conhecimento impõem novos desafios à educação, pois é preciso a escola auxiliar os alunos na tarefa de aprender a aprender sempre e desenvolver-se numa perspectiva de formação integral do ser humano. O projeto educativo do Colégio Diocesano Santa Luzia busca constantemente atender as novas exigências sociais, por meio de uma proposta pautada em princípios éticos, religiosos, investigativos que inclui estratégias inovadoras e recursos que possibilitam um ensino completo e aprendizado significativo de seus alunos. Em 2012 a chegada do vice-diretor Pe. Charles Lamartine impulsionou mudanças estruturais significativas. Para o ano de 2014 além do investimento na reformulação e construção de novos espaços

educativos houve um forte investimento na qualificação dos profissionais e estruturação do currículo. Norteando-se pelos princípios científicos que fundamentam cada área de conhecimento novos componentes curriculares como aulas de música, aula de xadrez e a robótica educacional passaram a integrar a proposta curricular da escola. O colégio destaca para este ano a importante parceria com o Sistema Ari de Sá de Ensino e apresenta um diferencial: os livros e materiais didáticos do Sistema Ari de Sá são adotados já a partir da educação infantil. Portanto, todos os segmentos da escola utilizam os livros SAS, o que garante uma unidade gradual e sequenciada de trabalho e formação global dos nossos educandos. Esses materiais prezam pela exploração dos conteúdos de modo contextualizado, além de trazer atividades desafiadoras e que instigam a reflexão, colaborando na apreensão e na ampliação dos assuntos abordados.

Roda de leitura Sarau de poesia

Aula de música

Presença

93


Laboratório de ciências

Robótica Educacional

Aula de Xadrez

A Parceria com o Sistema de Ensino Ari de Sá garante além da aquisição do material didático, assessoria educacional/pedagógica e formação para a gestão escolar. Em consonância com as mudanças didático-metodológicas o espaço físico necessitou ser redesenhado: a reforma das bibliotecas infantil e central fortalecerá nosso trabalho de incentivo à formação de leitores, já os Laboratórios de Robótica, Redação, Ciências e Raciocínio Lógico, montados com equipamentos e tecnologia de ponta favorecem o trabalho científico por meio da experiência prática. Nossos projetos anuais como a Semana Cultural, Sarau de Poesias e feira Científica DIOTEC promovem uma importante inserção cultural e integram o conhecimento com a inovação tecnológica. Iniciativas que buscam garantir a qualidade e eficiência do ensino em nossa instituição que tem como meta consolidar-se como um grande com-

94 Presença

plexo educacional, no qual o aluno possa desenvolver habilidades, fomentar valores humanos, atitudes e se apropriar de conhecimentos fundamentais para a vida. Destaca Pe. Charles Lamartine. Equipe DIOCESANO SANTA LUZIA

Praça Dom João Costa, 511 Santo Antonio - Mossoró/RN (84) 3316-3766

www.cdsl.com.br


Presenรงa |Section

Presenรงa

95


Presenรงa |Section

96 Presenรงa


Presenรงa |Section

Presenรงa

97


Presenรงa |Section

98 Presenรงa


Presenรงa |Section

Presenรงa

99


Presença |Section

Boa-noite, Brasileiros. Que nosso país possa evoluir, abominar VERDADEIRAMENTE a corrupção e não só aquela que se vê na TV, retratada nas novelas e/ ou nos políticos ; a corrupção nossa de cada dia, viva no cotidiano, é de onde nasce a acomodação e aceitação passiva do crime contra o patrimônio público, contra a ética. Que possamos nos enxergar nos macro e micro universos e que as mudanças comecem com uma verdadeira vivência dos valores que privilegiem o desenvolvimento, a aceitação da diferença e eliminação da tola hipocrisia que muitas vezes enche as bocas de belos discursos e esvazia as ações para um mundo melhor. Que possamos crescer. Da melhor forma.

100 Presença


Presenรงa |Section

MOURA RAMOS

Presenรงa

101


Presenรงa |Section

As melhores trilhas e hospedagens que atraem o turismo para a regiรฃo

Presenรงa

103


Matéria |Capa

104 Presença


Matéria |Capa

Presença

105


Presenรงa |Section

106 Presenรงa


Presenรงa |Section

Presenรงa

107


Presenรงa |Section

108 Presenรงa


Presenรงa |Section

Presenรงa

109


Presenรงa |Section

110 Presenรงa


Presenรงa |Section

Presenรงa

111


Presenรงa |Section

112 Presenรงa


Presenรงa |Section

Presenรงa

113


Presenรงa |Section

114 Presenรงa

Presença 42ª Edição  
Advertisement