Issuu on Google+


Ficha Técnica: Titulo: Alexandre Honrado Autores: Ana Novo Nº 4527 Teodoro Freitas Nº 4518 Turma A Data e Local: Junho 2011 Viana do Castelo IPVC | Escola Superior de Educação


Alexandre Honrado nasceu em 1960, em Lisboa. “Eu tive a sorte que muita gente não tem: nasci e cresci numa casa cheia de livros, e depois vicieime. (…) A casa, que já estava cheia de livros, tornei-a uma casa cheia de muitos livros. “

Escreveu o primeiro livro por volta dos sete anos, uma espécie de álbum ilustrado com que presenteou uma professora. O episódio serviu para reforçar um amor pela escrita que o foi acompanhando nas redacções por onde passou e nos muitos livros que já publicou. “Dos sete para os oito anos, ofereci um livro escrito por mim à minha professora. O livro foi escrito com as maiores das patetices, porque tinha umas anedotas, umas adivinhas, uns contos patéticos e desenhos feitos por mim.”


Começou por criar peças infantis, levadas à cena em muitas escolas, depois contos, que lia na rádio, e em 1984 publicou a sua primeira obra de literatura infantil, Castelinhos no Ar, «uma história muito pequenina» com preocupações ecológicas derivada de um desses contos. Não se ficou pelo jornalismo e pela literatura infantil; é também autor de ficção para adultos, manuais escolares, filmes e programas de televisão (como a Rua Sésamo) e foi professor do Ensino Superior (isto para além da licenciatura em História…).

“A ficção é a liberdade total.”


Com mais de quatro dezenas de títulos publicados em Portugal e no estrangeiro Alexandre Honrado é considerado um autor de referência junto do público juvenil. É na escrita que se sente mais confortável e uma boa parte do estímulo surge nas respostas que lhe chegam dos leitores mais jovens.

“O leitor mais novo tem esta vantagem de não nos dar palmadinhas nas costas.”

Várias vezes premiado, o autor gosta de destacar a atribuição do Prémio de Literatura Infantil Comemorativo do 60º aniversário da Maternidade Alfredo da Costa ao seu livro História Dentro de uma Garrafa.


São numerosos os temas que aborda na sua escrita, incluindo-se entre eles a

natureza, a História, as artes, o amor, a família (os diversos tipos de família, o casamento e o divórcio), a

os

adolescência

comportamentos aditivos. Os protagonistas são

maioritariamente

animais e insectos, crianças ou

adolescentes e a relação estabelecida com o leitor é sobretudo de empatia e partilha.

e


O rapaz que aprendeu a voar


Viagem ao alto de um ramo


O barquinho que cresceu‌


Hoje n達o quero dormir!!!


O sonho de Xelรก


Palavras para Lavras


Outras obras (mais recentes) (2006). Sonho na Terra dos Morangos. [S.l.]: Grupo Morangos (ilustrações de António Albuquerque).

(2007). A Casa de Muitos Mistérios. Lisboa: Lisboa Editora (edição literária de Madalena Jorge Dine e Graça Magalhães). (2007). Terror e Crime entre Fraldas e Diamantes. Porto: Ambar (ilustrações de

Rogério Taveira). (2008). «Os Lusíadas» para os Mais Pequenos. Porto: Ambar (ilustrações de Maria

João Lopes). (2009). Quem Dá Prenda ao Pai Natal? Lisboa: Gradiva (ilustrações de Raquel Pinheiro).

(2010). Leia: Código V. Lisboa: Gradiva (ilustrações de Joana Neves).


“Deve-se lavar as mãos do cérebro antes de pegar num conto para crianças.”


"Descobri que era escritor quando o

pessoal me passou a chamar assim."


Alexandre Honrado