Page 1

DEPARTAMETO DE CIÊCIAS FÍSICO FÍSICO- QUÍMICAS E GEOGRÁFICAS

VISITA DE ESTUDO À ECOSTA SUL DO VULCÃO DO FOGO

QUINTA QUINTA- FEIRA , 4 de NOVEMBRO DE 2010

Ponto de Encontro- 9h 15 min, na Escola Secundária das Laranjeiras (Sala de Professores) Partida (em automóvel)- 9h 30 min Início do Percurso Pedestre Pedestre- 10 horas, Remédios da Lagoa Lanche – 12 horas Regresso à Escolas – 15 horas


OBJECTIVOS: - Identificar algumas espécies da flora endémica e nativa dos açores; - Observar o grau de invasão de algumas linhas de água por plantas invasoras; - Observar algumas captações de água para consumo; - Debater a influência da ocupação dos solos na perda de bioidiversidade; - Observar o estado de algumas matas após o corte e reflectir sobre o modo como é feita a reflorestação;


VISITA DE ESTUDO À ECOSTA SUL DO VULCÃO DO FOGO TEXTO DE APOIO Zona com um declive bastante acentuado, situada no flanco sul do Vulcão de Água de Pau. No topo do vulcão existe uma caldeira com 3 km de diâmetro e 100 a 300 m de profundidade, formada há cerca de 15 000 anos, ocupada pela Lagoa do Fogo. A actual configuração da caldeira terá surgido acerca de 5 mil anos e a última erupção ocorreu em 1563.

Ao longo do percurso situam-se várias captações de água para abastecimento público pertencentes à Câmara Municipal da Lagoa.

Sobretudo na parte mais baixa e ao longo das linhas de água predominam plantações de criptoméria (Criptomeria japónica), espécie originária do Japão que terá sido introduzida nos Açores há cerca de 150 anos.

Na primeira parte do percurso, vamos observar alguns cortes efectuados em matas de criptoméria e verificar que não foram efectuadas as limpezas necessárias à desobstrução das linhas de água.

Depois de percorrida a parte mais baixa, iremos caminhar em locais onde ainda se encontram vestígios da flora primitiva dos Açores, onde teremos a oportunidade de observar algumas espécies endémicas como o louro, a urze, o folhado, o cedro do mato, a malfurada, etc.


Louro

Cedro do Mato

Malfurada

Em relação à fauna, as principais espécies que poderão ser observadas são as aves, com destaque para o tentilhão, o melro-negro, o milhafre, o canário-da-terra, a alvéola e o santantoninho.

Tentilhão

Pombo torcaz

Alvéola

Caso haja tempo disponível e “força” para caminhar um pouco mais, completaremos a nossa saída de campo com uma visita a uma zona de pastagens, onde poderemos visitar um pequeno túnel cuja razão de existência continua, para mim, a ser uma incógnita.

Teófilo Braga

Visita de estudo Vulcão do Fogo  

Folheto de Preparação da Visita

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you