Page 1

Novembro/2012


O suporte midiático na educação

“Não podemos perder de vista que as mudanças da realidade socioambiental e das posturas dos indivíduos dependem da Educação Ambiental, sem ela não se faz essa transformação”. (LEME, 2006)

Ao longo do ano letivo de 2012 os alunos dos nonos anos A, B e C do Ensino Fundamental da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Heitor Villa-Lobos, localizada na cidade de Ariquemes-Rondônia-AmazôniaBrasil, foram estimulados a construir uma leitura de mundo pautada em problemas e soluções sistematizadas na visão de sustentabilidade. Vídeos, palestras, visitas orientadas, pit stop, rádio escola, oficinas de mídias e de reciclagem, debates, mesa redonda, leituras online etc, foram estratégias usadas pelos professores, numa visão interdisciplinar, para que esta edição inédita da revista digital pudesse acontecer. Entre as propostas teremos temas como: “artesanato”, “lixo urbano”, “preservação da floresta”, “lazer e sustentabilidade”, “uso, tratamento e armazenamento da água”, “reciclagem”, “piscicultura”, “turismo” e “saneamento básico”.

A proposta de comunicação e expressão ancorada na linguagem midiática, tem o apoio pedagógico das professoras Maria Cecília Correa de Andrade e Telma Oliveira Medeiros, ambas especialistas em Mídias Educacionais. A visão socioambiental presente nesta edição tem o suporte da vice diretora Zenaide Gambarti e da professora Inês Kochinski, as quais não mediram esforços para subsidiar a proposta embasada na disciplina de Geografia. Assim como o maestro Heitor Villa-Lobos conseguiu reproduzir sons amazônicos em sua extraordinária concepção musical, os nossos alunos aprendizespesquisadores têm aqui a missão de apresentar uma cidade que querem ver.

Professora Telma Oliveira Medeiros


Proposta 01

Belezas e mistĂŠrios sobre o turismo em Ariquemes

Convidamos-lhes a adentrar nesta Revista Digital e saber mais sobre o municĂ­pio de Ariquemes. Seja mais um a nos privilegiar...


Ariquemes O nome Ariquemes é uma homenagem a tribo indígena Arikeme, habitantes originais dessa região, estes índios falavam o txapakura. A tribo foi extinta, mas gravou seu nome na história de Ariquemes. História: Por volta de 1794 o Vale do Jamari, onde surgiu o núcleo que deu origem ao município de Ariquemes, era conhecido pela abundância de suas especiarias nativas, destacando o cacaue o látex da seringueira. A região habitada por extrativistas e índios possuía vários seringais, principalmente o Seringal Papagaios. A ocupação do Vale do Jamari ocorreu por volta de 1900 principalmente durante o primeiro ciclo da borracha, mas sua ocupação efetiva começou a partir de 1909 com a construção da linha telegráfica de Cuiabá a Santo Antônio do Rio Madeira, cuja expedição era chefiada pelo Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon em sua terceira viagem pela Amazônia. Em 1915, essa região foi delimitada pela Resolução nº 735, de 6 de outubro, e denominado 3º Distrito do município de Santo Antônio do Rio Madeira. Período de grande migração nordestina, com os imigrantes ocupando terras e extraindo as riquezas naturais, especialmente o látex da borracha, de grande procura internacional.


Com as altas produções de borracha da Malásia, os seringais amazônicos entraram em decadência somente vindo a recuperar-se com a eclosão da II Guerra Mundial, em 1939. A Amazônia via-se envolvida num conflito em função da borracha, iniciando, o segundo ciclo econômico com reflexos em todos os seringais já existentes. Novos imigrantes nordestinos surgir na Amazônia para contribuir com o trabalho na guerra que se desenrolava na Europa e no Oriente. Em 13 de setembro de 1943, o Presidente Getúlio Vargas, por meio do Decreto Lei nº 5912, cria o Território Federal do Guaporé, e a região passou a fazer parte do município de Porto Velho como Distrito de Ariquemes. Induzido pelo Governo Federal, houve um fluxo migratório de nordestinos que se transformaram em seringueiros, formando um exercito de "Soldados de Borracha". Terminado o conflito mundial diminuiu o interesse pela borracha Amazônica.

Em 1958 com a descoberta da cassiterita, minério de estanho, novos contingentes migratórios ocorreram vindos de diversos pontos do país. Os garimpeiros se estabeleceram em volta do campo de pouso de aeronaves que escoavam a produção do minério, centralizaram suas moradias e os estabelecimentos . comerciais.


No dia 15 de abril de 1970, o Ministério das Minas e Energia, por meio da portaria nº, proibiu a lavra manual de garimpagem da cassiterita sob argumento de ser predatória, determinando que a exploração das jazidas minerais fossem mecanizadas através de empresas. A partir daí, Ariquemes passou a ser apenas ponto de parada ao longo da BR-364. Em 1972, Começaram os estudos realizados pelo INCRA nas áreas desapropriadas, que resultaram nos projetos de assentamento "Burareiro" e "Marechal Dutra". A partir de 1975, esses projetos entraram em fase de implantação. O crescimento populacional é sentido e envolve a ação conjunta do INCRA, Governo do Território e Prefeitura Municipal de Porto Velho na criação de um planejamento urbano, com vista, a ocupação racional e planejada da área. Antônio Carlos Cabral Carpinteiro, prefeito de Porto Velho, determinou a transferência da sede do Distrito, localizada as margens do rio Jamari, onde atualmente se localiza o bairro Marechal Rondon, para outra localidade próxima a BR-364, onde foi instalada a cidade planejada dividida em setores: Institucional, Industrial, Comercial e Residencial. No dia 11 de fevereiro de 1976, a primeira árvore foi derrubada surgindo à Nova Ariquemes. A vila passa a ser chamada de Vila Velha.


Apesar das tentativas, o povo ali reside e manteve-se em grande parte ocupando a área atualmente incluída no plano urbano que representa uma referência histórica do município. Ainda hoje, pode se encontrar alguns pioneiros da imigração nordestina e seus descendentes do segundo ciclo da borracha, ruínas da instalação do posto telegráfico o mastro, além de alguns móveis, constituindo-se em memória viva daquela época. Em 11 de outubro de 1977, através da Lei nº 6448, Ariquemes adquire sua emancipação política com a instalação política do município no dia 21 de novembro.

Referências: www.ecoviagem.uol.com.br/brasil/rondonia/ariquemes/. Acesso em 13 de novembro de 2012. http://media.d24am.com/24am_web/387/noticias/images/thumbs/1 876_640x385_scaled_0492678001276287696.jpg. /. Acesso em 13 de novembro de 2012. http://www.alertanoticias.com.br/arquivo/cache/2012/05/04/image m/garimpo-bom-futuro-ndash-garimpeiro-fica-preso-em-maraca-seafoga-e-e-socorrido-em-estadograve489x346_3852aicitonp16scpevq71a8v1rhs1i911epvntb1.jpg.


Proposta 02

PISCICULTURA E TURISMO

Bruna Eloiza Guimar達es Silva Danielle Silva Souza Ingrid Lorrainy Souza Joicynara Reis Nunes Milena Cardoso Santana Thalia Batista Ferreira.


A tilápia do Nilo (Sarotherodon nilóticos) é um peixe africano da família Cichlidae, conhecido pelos antigos egípcios já em 2000 A.C. Alimenta-se de plâncton mas aceita bem ração artificial. Sinonímia Oreochromis nilóticos. A piscicultura é uma atividade praticada há muito tempo, existindo registros de que os chineses já há cultivavam vários séculos antes de nossa era e de que os egípcios já criavam a tilápia do Nilo há 4000 anos.


Embora não haja uma definição única do que seja Turismo, as Recomendações da Organização Mundial de Turismo Nações Unidas sobre Estatísticas de Turismo, o definem como "as atividades que as pessoas realizam durante suas viagens e permanência em lugares distintos dos que vivem, por um período de tempo inferior a um ano consecutivo, com fins de lazer, negócios e outros.’’


Justificativa das escolhas: O grupo escolheu esses temas justamente para identificar o problema que Ariquemes tem com a piscicultura e o turismo, pois não são muitos vistos pela a população.

A piscicultura se preocupa com o cultivo dos peixes sendo em grandes dimensões artificiais ou naturais.

A idéia do turismo é criar um ponto turístico para a cidade pois não há muitos lugares onde os visitantes possa conhecer. Até mesmo trazer pessoas de outros estados ou quem sabe países.


A nossa proposta é de criar um Resort em Ariquemes e popularizar a cidade e o estado. Com os visitantes , Ariquemes poderá de desenvolver na economia, na industrialização e até na população. E também no Resort ter aquários com vários tipos de peixes da região e mostrar o quanto Rondônia e Ariquemes tem a oferecer aos turistas .


Entrada : Programa completo de esportes, jogos, saúde, lazer, conveniência, segurança e serviços. Point com bar do chopp, pizzaria, Coffee Shop e diversões variadas como boliche, bocha, sinuca, salão de jogos, e tudo isso bem em frente ao parque aquático e a um belíssimo gramado com área de areia e tochas para os luaus.

Restaurante, Boate e Casa de Espetáculos envidraçados, com ar condicionado, tudo sobre a maravilhosa ambientação da piscina.

.

Regulamento do Condomínio assegurando dinâmica e animação continua e típicas de um Grande Resort Internacional.


Haverá um lugar no qual vai terão paredes de vidro, como um aquário, onde se encontrarão os peixes da região.


‘’O uso das viagens serve para regular a imaginação através da realidade, e assim ao invés de imaginar como as coisas talvez sejam, você vê como elas realmente são.’’ Referências: http://www.realnobile.com/imoveis-riodejaneirorj/boraborabarra-resort-apartamentos.html. Acesso em 22 de novembro de 2012. http://blogs.jovempan.uol.com.br/melhoridade/aquario-desantos-oferece-muitos-cursos-durante-as-ferias/. Acesso em 22 de novembro de 2012. http://fotoreialmeida.blogspot.com.br/2009/11/aquario-desantos.html. Acesso em 22 de novembro de 2012.


Proposta 03

PisciculturA e Turismo Aline Brandt Luiz Fernando T. da Silva Vinicius Aurélio Kreuzberg Vitoria Vemdramel

Piscicultura “A piscicultura é a produção de peixes, moluscos, crustáceos, é a atividade com o uso de recurso da água para a criação, engorda e comércio de peixes, utilizando-se de tanques, viveiros ou açudes principalmente de água doce.” OSTRENSKY, Antonio. Piscicultura,.revista, agropecuária, Rio grade do sul, 1998 .

Turismo “O turismo é a atividade realizada com fins de lazer, mas, a pessoas que usam o turismo para os negócios http://conceito.de/turismo


Projeto sustentável  Objetivo:

- Criar um aquário ecológico onde serão criadas diversas espécies de peixes da nossa região, como por exemplo: pirarucu, tambaqui, pintado etc... Nesse projeto iremos criar um tanque que é também aquário, o qual servirá para criação de peixes típicos da região que possa ser ponto turístico regional.


Extinção dos peixes .

Um dos motivos para projeto, é a extinção de milhares espécies de peixes, que são mortos por dia, vítimas da pesca predatória, da poluição e das usinas hidrelétricas, espécies de peixes típicas da região aos poucos desaparecem dos rios.

Benefícios . Geração de emprego; . minimizar a extinção dos peixes de água doce como o pirarucu, lambari, peixe-boi, pacu etc...


Proposta 04

LIXO URBANO

Alexandre Borgheti Bertok Amanda Moro Caetano Caroline Taynara Piva Faria Daniela Vendramini Maciel Eduarda Arruda de Amorim Gabriela de Kassia F. Rosário João Lucas Rodrigues dos Santos Robson HenriqueGomes

O que é Lixo ? Lixo, ou resíduo, é qualquer material sem utilidade para quem o detém. O termo lixo aplica-se geralmente para materiais no estado sólido.

Destinos do lixo:

• Lixão São depósitos de lixo a céu aberto, sem nenhum tipo de tratamento.

• Aterro sanitário É um depósito que, antes de receber o lixo orgânico, é preparado para evitar a contaminação do meio ambiente.


Razões para reciclar: Reciclar significa reaproveitar produtos usados como matéria-prima. Ou seja, a garrafa PET, uma vez utilizada, transforma-se em uma nova garrafa PET ou em algum outro produto (como cartão magnético). Por isso, quanto mais você reciclar, mais você estará contribuindo para preservar o meio ambiente.


Catadores de materiais recicláveis: O Catador é um sujeito que, historicamente, tira do lixo o seu sustento, seja através da prática da coleta seletiva junto a alguns parceiros que doam o seu lixo ou, melhor ainda, seus recicláveis selecionados

na fonte.

Curiosidades: • No Brasil, são 88 milhões de toneladas de lixo por ano, ou 470 quilos por habitante. •No mundo, o Japão é um dos países que mais reciclam: 50% do lixo é reaproveitado. •Fonte:http://www.uniagua.org.br/public_html/website/default.asp?tp =3&pag=curiosidades.htm


Proposta Sustentável Ariquemes nos dias de hoje não é totalmente subdesenvolvida sobre o lixo, pois já temos a construção de um aterro sanitário e temos a coleta seletiva. Em Ariquemes e região, muitas coisas que mais precisamos consumir vem de outras lugares, sempre em caixas . Aí vem a nossa proposta, podemos reutilizar essas caixas para separar ainda melhor o lixo, ajudando na coleta e no modo de reciclar. Com a separação do lixo em nossas casas, teremos também a separação na hora da coleta, com caminhões separados, para obter melhor resultado na hora de reutilizar pois se misturarmos o lixo, algumas coisas que poder reciclar acaba virando lixo comum, o lixo orgânico como cascas de frutas podem ser reutilizado em casa, no vasos de plantas ou em hortas, basta apenas fazer uma preparação que se encontra na internet. Fonte:http://adsfacavcmesmo.blogspot.com.br/2008/03/aduboorgnico-caseiro-composteira.html

Essa proposta foi escolhida em alguns debates reunidos os alunos do grupo para saber o que seria mais sustentável sem ser tão caro.


Proposta 05

Uso da Água  Adriana Lima Garcia  Damaris Xavier Dórea  Emily Thauany Deldoti  Felipe Marroco  Wagner Oliveira da Silva

 A água é um recurso

natural de valor inestimável.  Mais que um insumo indispensável à produção, é um recurso estratégico para o desenvolvimento econômico, ela é vital para a manutenção dos ciclos biológicos, geológicos e químicos, que mantêm em equilíbrio os ecossistemas.


Por que Economizar ?  É uma referência cultural e um bem social

indispensável à adequada qualidade de vida da população.  A terra tem 1,4 bilhão de quilômetros cúbicos de Água, mais qualquer impressão de abundância é ilusão. Em primeiro lugar, quase a totalidade disso (97,5%) está nos mares e oceanos.  Do restante, 70% está presente na forma de gelo, nos polos ou cumes montanhosos.  Do que sobra, a grande parte alimenta aquíferos subterrâneos , e apenas 0,3% está presente em superfície, em lagos e rios.


Como Economizar ?  Não passe de 5 minutos no banho e feche o   

registro ao se ensaboar Ao fazer a barba e lavar o rosto só abra a torneira na hora do enxágue Não use a privada como lixeiro ou cinzeiro e não dê mais descargas que o necessário. Ao lavar a calçada não utilize a mangueira como se fosse vassoura. Utilize uma vassoura de verdade e depois jogue um balde d’água (assim você economiza até 250 litros de água). Regando plantas você gasta cerca de 186 litros de água limpa em 30 minutos. Para economizar, guarde a água da chuva e regue sempre de manhã cedo, evitando que a água evapore com o calor do dia.


Não adianta só economizar: é preciso brigar por políticas que cuidem dos rios e lagos e garantam água potável para todos.

“É triste pensar que a natureza fala e que o gênero humano não a ouve.” Victor Hugo


Proposta 06

USO DA ÁGUA Adrieli Martins Gomes Eduarda Vicente De Souza Jhonatan Oliveira Vitória Oliveira Freitas Victória Santos Pereira

Conceito O conceito da nossa proposta é usar racionalmente a água. Desperdiçamos muitos litros de água todos os dias, e pretendemos, por meio desta , mostrar o uso correto da água.


Escolhemos essa proposta, porque atualmente nós usamos indevidamente a água. Por mais que tenhamos água em abundância, principalmente na nossa região, se não cuidarmos desse bem tão precioso, não poderemos usá-la futuramente. A escassez da água potável irá afetar todos os seres vivos de nosso planeta, pois como todos nós aprendemos desde pequenos, a água é um elemento essencial para a nossa sobrevivência.


O nosso projeto se baseia no uso de cisternas para a captar a água da chuva, e também, o tratamento da água dos esgotos, que mesmo não podendo ser utilizada para a higienização e para a alimentação depois de tratada, ainda pode ser usada nos serviços domésticos e para regar plantas, não só nas residências assim como as planta que ficam nos espaços públicos de Ariquemes. Porém, tudo isso não vale apena, se não houver a colaboração popular.


Ao contrário do que se pensa a água é infindável. Entretanto, isso não significa que podemos usá-la de qualquer maneira. O uso do nosso projeto pode ajudar na questão do desperdício e da poluição, pois a água da chuva pode ser reutilizada e a água dos esgotos pode, ao invés de ser jogada em rios nos ser também reaproveitada.


Proposta 07

Foto: Elda Correa

Lazer e Sustentabilidade Ana Paula Wessling Elda Correa Kauane Palhano Lorrayne C. Stopazzoli Marinalva R. Cardoso Thais F. P. Bueno

Foto: Elda Correa


O que é lazer? Podemos dizer que lazer, é uma forma de utilizar seu tempo dedicando-se a uma atividade que você goste de fazer, o que não significa que seja sempre uma mesma atividade.

Juntando lazer com sustentabilidade, podemos encontrar várias atividades diferentes, mas não aqui onde vivemos, é por isso que tivemos a idéia de desenvolver atividades interessantes visando a conscientização em geral, quanto a importância da sustentabilidade para os dias de hoje.


Justificativa desta proposta • Escolhemos esta proposta por causa da falta de meios de lazer saudáveis em nossa cidade. Como por exemplo um passeio no fim de tarde ao bosque, uma excursão por lugares naturais, o contato com Fauna e a Flora local, ou até mesmo um piquenique com a família e amigos.


• Transformar áreas desocupadas e terrenos baldios em jardins botânicos, parques ou hortas comunitárias. • Pátios de escolas públicas em parques abertos para uso da comunidade após o horário escolar. • Utilizar os rios e igarapés aqui da região como espaço para a prática da pesca esportiva, passeios de canoa, caminhada em trilhas etc. • Criar hotéis fazenda, com tirolesa e trilhas que aproveitem a floresta tendo acompanhamento de guias mostrando a sua importância para o bioma.

Foto: Elda Correa


Efeitos da Proposta • •

• •

Aumentar o turismo Ao lado do turismo vem também, o aumento da economia Evitar que terrenos baldios sejam utilizados para depositar lixos Dar um bom visual a cidade Mostrar que mesmo longe do desenvolvimento somos capazes de criar lugares sustentáveis e agradáveis Aumentará a saúde da população Foto: Elda Correa

Referências: •http://www.arquipelagotours.com/excursoesfluviais.htm •http://www.fatorbrasis.org/cu. Acesso em 13/11/2012. •http://www.mundoeducacao.com.br/geografia/cultura-regiaonorte.htmltura. Acesso em 13/11/2012. •http://www.ressoar.org.br/dicas_sustentabilidade_sustainable _cities_chicago.asp. Acesso em 13/11/2012. •http://www.cidadessustentaveis.org.br/boas_praticas/exibir/18 6. Acesso em 13/11/2012.


Proposta 08

artesanato em ariquemes Izadora Oliveira Godois. Diogo de Matos Thales Henrique Gomes Pinheiro. Leandro Atilla Martins da Silva, Kaline Gonzaga dos Santos e Pedro Marcos dos Santos Queiróz.

Proposta: Nos chamou atenção um projeto ousado e criativo, que é a criação de um museu literalmente artesanal, construído por garrafas pets, latinhas, tampinhas entre outros materiais.


ARIQUESANAL


ESCOLHENDO A PROPOSTA!!! A escolha da proposta teve o objetivo de conscientizar a população da importância da reciclagem de materiais, de um modo simples e divertido, e também auxiliar na prolongação da duração do aterro sanitário de forma que muitos materiais a serem descartados seriam enviados ao museu e utilizados para a criação de várias obras de arte.


Benefícios do Ariquesanal Segunda a aluna Izadora Oliveira Godoi (idealizadora da proposta), o museu poderá trazer muitos benefícios a nossa cidade. Veja alguns a seguir

* Renda para famílias, através das aulas de artesanato. *Conscientização da população sobre a reciclagem, e como reutilizar materiais que seriam descartados. *Ponto turístico. * E como já falamos, a prolongação da duração do aterro sanitário.


Materiais para serem reciclados

Confira agora alguns dos muitos materiais, que podem ser reutilizados. Revistas ou jornais (papel).

Latinhas (metal).

Garrafas Pets (plástico). Depois de você conhecer a brilhante proposta do museu Ariquesanal, com grande entusiasmo esperamos que não fique só no papel mais também seja implantado na nossa cidade de Ariquemes, te desafiamos!!!! Que tal você fazer uma proposta sustentável ?. Faça um projeto para minimizar algum problema que foi identificado. Pesquise, ouse e principalmente não tenha vergonha de expor as suas ideias.


Proposta 09


Proposta 10

LIXO URBANO Camila Burdim de Lima Faria Jaqueline de Oliveira Lorena Gabriel Moura Késia Thaísa da Rocha Ruas Natalia Santos de Ângelo Thiffany Lima Ratk


Além de gerar emprego e renda, a reciclagem proporciona uma redução da demanda de matériasprimas e energia, contribuindo também para o aumento da vida útil dos aterros sanitários. Certos resíduos, no entanto, não podem ser reciclados, a exemplo do lixo hospitalar ou nuclear. Fonte:http://pt.wikipedia.org/wiki/Lixo

Antigo Lixão de Ariquemes


Resíduos Orgânicos O chamado lixo orgânico tem origem animal ou vegetal. Nessa categoria incluise grande parte do lixo doméstico, restos de alimentos. Quando acumulado ou disposto inadequadamente, o lixo orgânico pode tornar-se altamente poluente do solo. A disposição inadequada desses resíduos cria um ambiente propício ao desenvolvimento de organismos patogênicos. O lixo orgânico pode entretanto ser objeto de compostagem para a fabricação de adubos ou utilizado para a produção de combustíveis como biogás.


Outros tipos de Resíduos Resíduo sólido urbano: inclui o resíduo doméstico e resíduo produzido em instalações públicas. Resíduo industrial: é gerado pela indústria. Resíduo hospitalar: por conter agentes causadores de doenças, o lixo hospitalar é separado do restante dos resíduos produzidos . Resíduo nuclear: restos de combustível nuclear. Resíduos de construção e demolição: são resíduos de obras civis. Resíduos portuários, aeroportuários e de outras áreas alfandegárias: os resíduos provenientes de outros países podem ser classificados como perigosos, pois são possíveis agentes contaminantes e vetores de doenças endêmicas.


Aterros sanitários Aterros sanitários são considerados como uma solução prática, relativamente barata de disposição final de resíduos urbanos e industriais. Após o esgotamento do aterro, essas áreas podem ser descontaminadas e utilizadas para outras finalidades. O aterro deve ser adequadamente impermeabilizado e operado, pois só assim não será fator de poluição ambiental e contaminação do solo. Aterro Sanitário de Ariquemes


Sete motivos para reciclar 1. Gera empregos 2. Preserva os recursos naturais 3. Conserva o solo 4. Economiza energia e água 5. Salva árvores 6. Previne enchentes 7. Evita intoxicação


Proposta 11

Rede de Esgoto Carlos Eduardo Alves Polgar Felipe Marroco Igor Roberto Garcia Bronstrup Johnny Valentim de Souza Laerty Ferreira Moura Lucas Mendes Cerqueira

O Esgoto Sanitário é formado por canalizações que levam seus dejetos de sua casa para as redes coletoras, onde fazem várias paradas. Uma delas são para separar os resíduos sólidos da água.


Consequências A falta de rede de esgotos, além de trazer danos à saúde, provoca mau cheiro e entope os canos das casas próximas do rio. Quando chove, a situação ainda piora: casas são alagadas e acumula esgoto e lixo em locais indevidos.

Doenças Transmitidas A falta da rede de esgoto pode transmitir doenças como: diarréia, hepatite A, verminoses, infecções bacterianas, febre tifóide e cólera


Proposta O serviço de rede de esgoto é essencial, pois ele coleta dejetos de nossas casas e das indústrias. Isso trará melhoras a saúde da comunidade e trará soluções sanitárias e ambientais para toda comunidade, além de economizar o dinheiro público com gastos no tratamento das doenças veiculadas pela contaminação da água.


Proposta 12

Matheus Alves Bento, Wesley Bastos da Silva Thaisa Moura Mendes Ana Clara Blasco Paes Ribas Natacha Maciel dos Santos Jessé Dutra da Silva. Do ponto de vista econômico, o artesanato está imerso na crise agrícola de auto- subsistência, que obriga ao artesão diversificar a sua fonte de renda com outras atividades. O Estado de Rondônia encontra-se na Região Amazônica e, portanto possui uma grande variedade de flora e fauna.


A produção artesanal, além de prover o artesão com abundante matériaprima, principalmente madeira, sementes, fibras naturais, pedras semipreciosas e derivadas como a borracha e o barro. O artesanato é dividido na maioria das vezes em cinco categorias: madeira, latinha, borracha, garrafa pet e o barro. Falaremos de sustentabilidade enfatizando a madeira e o barro e as garrafas pets.

03


Temos várias possibilidades de fazermos o artesanato como: cortina, carrinho, colares, brincos , bordas de chinelos e etc. Um dos materiais que dizem não ser sustentável é a madeira, só que é sustentável por que é possível os artesãos usarem madeira apreendida do IBAMA, isso é sustentável.

04


As latinhas são os materiais que os artesãos mais reaproveitam para fazer artesanato. Elas são aproveitadas 100% para fazer colares, pulseiras, cortinas, brincos, bordas do chinelos e panela de pressão. O artesanato é conhecido mundialmente por suas caracterizações em figuras , madeira, garrafas pets e latinhas. Isso é presente no conceito de sustentabilidade que temos que assumir rapidamente.

05


O artesanato ĂŠ a mais simples e complexa das obras de arte!


Proposta 13

Alexia Pereira de Campos Gabriela dos Santos Aquino Hélio Bueno Lima Letícia Karolayne da Silva Nadhia Oliveira Pereira Thais Campos Elaine Cristina dos S. Silva

Muitos materiais podem ser reciclados. Os exemplos mais comuns são o papel, o vidro, o metal e o plástico. As maiores vantagens da reciclagem são a minimização da utilização de fontes naturais, muitas vezes não renováveis e a minimização da quantidade de resíduos que necessita de tratamento final, como aterramento, ou incineração.


Impactos da reciclagem O lixo causa impactos no meio ambiente, e reciclando matérias o lixo diminui. A população está aumentando e com isto eles vêm utilizando mais objetos e o pior não é isso o pior é que eles descartam muitos objetos que podem ser reciclados e reutilizados. E descartando estas objetos em lugares errados, o índice de reciclagem diminui. O Brasil já teve vários índices de reciclagem alta, como em 2010, 9,7% das latas vendidas. E em 2008 o Brasil atingiu o segundo lugar na reciclagem do pet com 54,7% perdendo para o Japão com 69,2%.


Redução do lixo O Brasil produz aproximadamente 115 mil toneladas por dia. A reciclagem colabora com a limpeza do meioambiente e, simultaneamente, economiza recursos naturais e energia. Ou seja, reciclar é muito importante para nós, para o meio ambiente e para os aterros sanitários que irão durar mais tempo. Reduzir o lixo também é uma ótima opção para todos preservar o meio ambiente. Uma dica é você observar quanto lixo um produto produz antes mesmo de levá-lo para casa.

Referências: http://pt.wikipedia.org/wiki/Reciclagem. Acesso em 13 de novembro de 2012. http://www.sindercrj.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=149&Itemid=149 . Acesso em 13 de novembro de 2012. http://www.educacao.cc/ambiental/problemas-causados-pelo-lixo-na-aguasolo-e-saude/ Acesso em 13 de novembro de 2012. http://www.ecycle.com.br/component/content/article/37-tecnologia-afavor/651-pelo-decimo-ano-seguido-brasil-tem-maior-indice-de-reciclagemde-latas-de-aluminio-do-mundo.html. Acesso em 13 de novembro de 2012. http://www.ressoar.org.br/dicas_reciclagem_panorama_brasil_plastico.asp Acesso em 13 de novembro de 2012.


Proposta 14

Rede de esgoto: uma palavra abstrata em Ariquemes

Diêgo Holanda Natália Porpino André Gabriel Silva Leonardo Emanuel Yan Lorbiesky

É com muito prazer que fechamos esta edição da Revista Digital, esse grande projeto que nos proporciona o aprofundamentos dos conhecimentos sobre os assuntos que tratamos aqui.


A NOTICIA BOA

‘’Bocas-de-lobo’’ são construídas no Setor 06

Há pelo menos um mês equipes da SEMOSP- Secretaria Municipal de obras e serviços públicos de Ariquemes vem trabalhando forte nas travessas Vinicius de Moraes e Alceu Amoroso Lima no Setor 06 para terminar os serviços de construção de ‘’bocas de lobo’’ antes do início das chuvas.

Alguns moradores das travessas reclamam da morosidade em que são realizados os serviços ‘’ Eles inventaram de fazer esse serviço logo agora que as chuvas estão começando, isso aqui quando chove fica barro puro’’ Diz Neide moradora da travessa.

Boca de lobo na 7ª rua do Setor 06


Manilhas na 6ª rua do Setor 06, abaixo a placa da prefeitura com as informações da obra.

Essa obra é necessária para que quando ocorra chuva a água não fique sobre a rua por muito tempo, para que ela escoe rapidamente e vá para o local correto que nesse caso é o igarapé Traíra.


AVENIDAS DE ARIQUEMES FICAM ALAGADAS APÓS FORTES CHUVAS Uma chuva forte de pouco mais de 15 minutos é o suficiente para deixar várias avenidas de Ariquemes alagadas, como a Canaã e Jamri no Setor 01 e Guaporé no Setor 06. Isto ocorre na Avenida Jamari e Canaã porque as bocasde-lobo existentes nessas avenidas não são suficientes para captarem toda a água da chuva que fica sobre o asfalto e na Avenida Guaporé porque não há bocas de lobo no trecho entre a Avenida JK e a 4ª rua do Setor 06. A solução para esses problemas é a construção de mais bocas-de-lobo ou a ampliação das existentes, isso para resolver isso onde já há esse problemas, mas onde ainda é possível prevenir o que se deve fazer primeiramente é cobrar do poder público que não construa mais asfaltos em ruas sem que seja feito todo o serviço necessário como a rede de captação de águas de chuva e dos moradores o calçamento de somente meias calçadas para que a outra metade possa ser grama para que a água possa ter maior absorção, com simples ações de planejamento é possível evitar esses problemas no futuro.


ESPECIAL

SANEAMENTO BÁSICO ENTENDA O QUE É: Saneamento básico é a limpeza, desinfecção, o manejo de água pluvial e de resíduos sólidos, abastecimento de água potável, a coleta e tratamento de esgoto, a limpeza urbana e o controle de pragas e qualquer tipo de agente patogênico, para que tragam qualidade de vida as pessoas. Com o saneamento obtemos uma cidade limpa e sem doenças. Mas nem todas as cidades têm um bom saneamento básico

DE QUEM É A RESPONSABILIDADE? Com a nova lei do saneamento básico aprovada em 2007, a responsabilidade por esse serviço ficou de certa maneira como sendo de todos, mas ainda continua sendo a maior parte do município, a começar com a criação do plano municipal de saneamento básico, em Ariquemes especificamente o serviço seria de responsabilidade do município mas devendo ser executado pela CAERD.


CONHEÇA A SITUAÇÃO DO SANEMENTO BÁSICO EM ARIQUEMES NAS SUAS DIVERSAS ÁREAS COLETA DE LIXO

Após uma crise na coleta do lixo da cidade em 2004 não houveram mais problemas generalizados, isso se deve a um bom planejamento executado pelo município nessa questão, reforçando a ideia de que se não se quer ter problema com algo no futuro tem que ser feito planejamento prévio.

ESPECIAL

LIMPEZA DE VIAS

COLETA DE ESGOTO

A cidade tem nos seus primeiros setores: 1,2,3 e 4 ruas asfaltadas e a maioria das casas com calçada mas entre elas está um dos maiores problemas no quesito limpeza que são as alamedas, estas que quando aberta a cidade, tinham a intenção de ser um espaço para que as famílias pudessem se reunir para relaxar em nos fins de tarde, hoje serve de esconderijo para marginais. A solução ecológica para as alamedas é o que foi feito em algumas que é o calçamento das mesmas com bloquetes e ainda a plantação de gramas em suas laterais. Isso é necessário para ajudar no escoamento da água em fortes chuvas o que não seria possível se estas fossem asfaltadas já que com o asfalto não há absorção da água o que ocorre nos bloquetes por conta dos seus orifícios de ligação uns com os outros.

Ao contrário de muitas cidades brasileiras, em Ariquemes são poucas as ruas onde as pessoas despejam nas vias em frente de casa seus dejetos. Aqui a cultura é outra, a das fossas, mas ela não é nem um pouco melhor do que as valas a céu aberto nem para o meio ambiente nem para as pessoas já que estas contaminam o lençol freático da cidade que é de onde vem a água dos poços fonte de água ainda pra boa parte da população que não conta com o abastecimento da CAERD. A solução ecológica para esse problema é fazer uma rede de captação em toda a cidade, que leva os dejetos para uma estação de tratamento onde há todo o processo de transformação dos dejetos em água potável novamente para ser despejada no rio. Em Ariquemes dá certo, basta querer!


Colocando em ação Depois de você conhecer a brilhante proposta do museu Ariquesanal, com grande entusiasmo esperamos que não fique só no papel mais também seja implantado na nossa cidade de Ariquemes, te desafiamos!!!! Que tal você fazer uma proposta sustentável ? Faça um projeto para minimizar algum problema que foi identificado. Pesquise, ouse e principalmente não tenha vergonha de expor as suas ideias.

Propostas de Desenvolvimento com Sustentabilidade em Ariquemes/Rondônia  

Projeto pedagógico desenvolvido na disciplina de Geografia com alunos do 9º ano do Ensino Fundamental na Escola Heitor Villa-Lobos, Ariqueme...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you