Issuu on Google+

Crianças com dificuldades de comunicação – Programa de orientação para famílias


• Foi criado em 1977 por Ayala Manolson, Fonoaudióloga Canadense. • Surgiu da necessidade de maximizar os resultados da terapia fonoaudiológica.


• HANEN

-“It Takes two to talk” -“More than words”


Ë um programa desenvolvido para pais de crianças que estão dentro do espectro autista. É direcionado tanto para as crianças verbais como as não verbais.


É um programa de treinamento criado para ensinar os pais de crianças pequenas do espectro autista estratégias práticas para serem utilizadas durante a rotina diária para ampliar o repertório comunicativo da criança.


1. Educacional-Oferece aos pais informações sobre o caminho que a criança percorre para desenvolver a linguagem. 2. Intervencionista-Oferece aos pais oportunidade de aprender e aplicar estratégias facilitadoras da comunicação. 3. Apoio Mutuo-Os pais têm a chance de trocar idéias,dúvidas e informações, com outros pais que vivem situações semelhantes.


O programa de orientação familiar deve ajudar a recuperar a espontaneidade e a naturalidade perdidas no momento em que os pais entram em contato com as dificuldades comunicativas do filho.


O programa é direcionado para os pais. Entretanto, estão convidados a participar todas as pessoas que mantêm contato freqüente com a criança (avós,babás,...).


•1. Para o controlar a ansiedade dos pais, pois são eles que mais sentem as dificuldades da criança.


2. Para melhorar a comunicação da criança, pois quando orientados conseguem maximizar as oportunidades de aprendizagem da linguagem que surgem nas atividades cotidianas.


3. Para reduzir o prazo da terapia fonoaudiol贸gica.


A participação dos pais permite: • Maior e melhor compreensão das dificuldades da criança. • Auxílio na seqüência das atividades desenvolvidas no consultório. • Adoção de posturas mais eficazes na interação com a criança.


• O programa de orientação pode ser realizado em grupo ou individual. • Para o trabalho em grupo no mínimo quatro casais e no máximo oito. • Os grupos devem ser formados de pais de crianças com nível semelhante de desenvolvimento de linguagem.


Os grupos favorecem as trocas de experiĂŞncias


Os empecilhos criados para a formação dos grupos, fazem com que o modo mais freqüente de orientação, seja o individual.


• Tanto as sessões individuais como as grupais acontecem uma vez por semana. • As sessões individuais têm duração de uma hora e as grupais de duas horas.


Em média o programa tem a duração de 12 semanas ( 9 encontros e três filmagens).


• Apresentação do programa aos pais/Aplicação do questionário sobre o desenvolvimento da comunicação. • Anamnese • Avaliação da criança. • Filmagens periódicas • Sessões de orientação e análise dos vídeos.


• Os programas de orientação incluem a realização de três filmagens.A primeira é realizada após duas sessões de orientação, a segunda após a quinta sessão de orientação e a última após a oitava sessão. • Os pais são filmados,separadamente,interagindo com a criança. • Cada filmagem tem duração de cinco minutos.


Qual importância das filmagens para as sessões de orientação?


A análise dos vídeos possibilita: 1. Elaboração de um quadro claro das aptidões comunicativas da criança. 2. Avaliação dos valores pessoais,conhecimentos, sentimentos e comportamentos. 3. Análise das informações e valores novos. 4. Auto-reflexão sobre as estratégias interativas utilizadas. 5. Ação: Colocação das idéias em prática.


Todo o programa Ê realizado com os pais. A criança participa apenas das filmagens.


Todas orientações devem ser compatíveis com o nível de desenvolvimento da linguagem e o estilo interativo da criança


O programa MORE THAN WORDS enfatiza a importância do afeto, da previsibilidade e do uso de suporte visual para otimizar a aprendizagem da linguagem das crianças do espectro autista.


As estratégias ensinadas para os pais preconizam a comunicação social e têm como objetivo ajudar a criança a atingir as seguintes metas: a)Melhorar a comunicação de duas vias. b)Melhorar a linguagem receptiva. c)Melhorar a linguagem expressiva. d)Desenvolver formas mais funcionais de comunicação.


Inicialmente os pais recebem informações sobre o desenvolvimento da comunicação da criança.


Posteriormente aprendem formas de interagir que vão promover maior desenvolvimento da comunicação


Responder as iniciativas da crianรงa


Seguir a lideranรงa da crianรงa


Construir e participar de açþes conjuntas nas rotinas de brincar


Aproveitas as situações de vida diária para estimular a interação


A maior parte das estratÊgias abordadas no programa visam valorizar as respostas e comportamentos da criança


Uso de livros e brincadeiras como eliciadores da comunicação.


Uso de pista visuais como suporte para as interações e construção das brincadeiras com outras crianças.


A base da orientação familiar é a motivação dos pais.


A motivação surge quando o fonoaudiólogo ressalta os pontos fortes da interação


As falhas n達o devem ser apontadas como ERROS e sim como aspectos a serem melhorados.


Os comentårios e orientaçþes devem ser relembrados em todos os encontros.


A cada nova filmagem e discussão, a atuação dos pais é modificada e ampliada.


Os pais incorporam novas atitudes, e passam a utilizá-las gradualmente utilizam-nas em situações do cotidiano vividas com a criança.



Crianças com dificuldades de comunicação - Deborah Rolim