Page 1


Taquicardias de QRS Estreito Classificação e Diagnóstico

Silvio Alves Barbosa Médico Assistente – Serviço Holter - InCor


TAQUICARDIAS • Conceito: F.C. > 100 bpm • Classificação quanto ao local de origem: – Supraventricular – Ventricular

• Classificação quanto à duração do QRS: – Com QRS estreito – Com QRS largo


TAQUICARDIAS

Supraventricular Via an么mala (WPW)

Ventricular Feixe de His


TAQUICARDIAS

QRS estreito >

supraventricular ventricular

QRS largo

supraventricular Com BR prévio Com aberrância Com pré excitação


TAQUICARDIA SINUSAL • Início e fim graduais • P semelhante à do ritmo normal • P apiculada e > amplitude • PP pode ser irregular


TAQUICARDIAS SUPRAVENTRICULAR • Taquicardia por reentrada nodal • Taquicardia atrioventricular (WPW) • Flutter atrial • Fibrilação atrial • Taquicardia atrial

TPSV


TAQUICARDIA SUPRAVENTRICULAR

ECG Atividade Atrial: • Morfologia e Duração da Onda P • Frequência atrial • Relação A:V • Posição da onda P em relação ao QRS


TAQUICARDIA POR REENTRADA NODAL


Taquicardia por reentrada nodal Ritmo sinusal

TRN

TRN

Forma “comum”

Forma “incomum”


Taquicardia por reentrada nodal

•FC entre 150 e 250 bpm •Em geral QRS estreito •P “escondida” no QRS (forma comum) •Pseudo S (D2/D3) e/ou pseudo r’ (V1) •Início e fim súbitos •Manobra vagal pode interromper


TRN

DII

DIII


• TRN – entrada e saida


TRN incomum

Prof. A. Friedmann


Taquicardia regular QRS estreito

1- Ritmo sinusal 2- Taquicardia juncional (com dissociação AV) 3- Taquicardia juncional (com ondas P retrógradas) Prof. A. Friedmann


TAQUICARDIAS

Via an么mala (WPW)

Feixe de His


Taquicardia atrioventricular associada com conex茫o an么mala Ritmo sinusal

Taquicardia atrioventricular ortodr么mica

Taquicardia atrioventricular antidr么mica


Síndrome de Wolff-Parkinson-White

Síndrome de pré- excitação: S. W.P.W. manifesta:  Intervalo PR curto  QRS alargado – onda delta


Síndrome de Wolff-Parkinson-White

• Extrassístole atrial

- sem delta


Taquicardia atrioventricular Wolff-Parkinson-White

• • • •

Início e fim súbitos P retrógrada aparece depois do QRS (segmento ST ou início da T) QRS durante taquicardia é estreito (sem delta) Alternância elétrica


Taquicardia atrioventricular Wolff-Parkinson-White

Prof. A. Friedmann


TPSV

Prof. A. Friedmann

• •

TSV com ondas P após o QRS (RP < PR) Alternância elétrica


Taquicardia atrioventricular (via anômala oculta)

• • •

Início e fim súbitos P retrógrada aparece depois do QRS (segmento ST ou início da T) QRS durante taquicardia é estreito (sem delta)


Taquicardia atrioventricular conexão anômala lenta

• Tipo Coumel


Taquicardia atrioventricular conex茫o an么mala lenta


Taquicardia atrioventricular conex茫o an么mala lenta


TAQUICARDIA PAROXÍSICA SUPRAVENTRICULAR Diagnóstico diferencial com outras taquicardias de QRS estreito:  Flütter atrial  Fibrilação atrial  Taquicardia atrial


AE

Flütter atrial • • • • • •

Freq. Atrial 250 a 350 bpm “dente de serra” Condução a 2:1 RR regular Freq. Ventricular em torno de 150 bpm Manobra vagal aumenta o grau de BAV


Flutter atrial com condução AV variável


Fibrilação atrial


Taquicardia atrial • • •

Freqüência atrial entre 150 e 200 bpm P de morfologia diferente da sinusal Pode haver bloqueio AV


Taquicardia atrial


Taquicardias supraventriculares


Diagnóstico diferencial das TSV Relação P retrógrada e QRS • P coincidente com o QRS: • TRN comum

• RP curto: • TAV • TJ

• RP longo: • TRN incomum • TAV de Coumel • TA


Taquicardias com QRS estreito


Taquicardia - QRS estreito RR

Irregularmente irregular

Regular

Fibrilação atrial

Regularmente irregular

Verificar ondas P Visíveis

Não vísiveis Relação 1:1 com QRS? Adenosina / MSC

Não

Sim Pseudo-R/Pseudo-S?

Flutter / TA

Sim TRN

Não RP curto

RP longo

TAV

TA / TRN INCOM / COUMEL

Aula aula taquicardiasqrsestreito  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you