Page 1

Título: Projeto Jovem Doutor: experiência de tutoria em projeto de promoção e educação em saúde nas comunidades

Autores: Clayton Henrique Rocha; Ana Paula Morais; Rosângela Suetugo Chao; Chao Lung Wen

Disciplina de Telemedicina da Faculdade de Medicina da USP. São Paulo/SP

Objetivos Relatar a experiência na atuação em projetos de extensão utilizando recursos multimeios e de teleeducação como propostas de educação e promoção de saúde na comunidade.

Métodos Este estudo se baseada no relato de experiência dos autores nos projetos “Ambiente vivencial de aprendizado com utilização de multimeio” e “Jovem Doutor: Educação e promoção de saúde por meio de Teleducação Interativa”.

Resultados Em ambos os projetos, os alunos bolsistas, chamados de tutores, desenvolveram atividades de educação e promoção em saúde para a comunidade, com supervisão do professor orientador. No primeiro projeto, o objetivo foi formar agentes multiplicadores de saúde, que atuassem nas escolas utilizando dinâmicas e experimentos como método de transmitir conhecimento.

Para

tornar

isso

possível,

os

tutores

pesquisaram,

desenvolveram material com recursos de baixo custo e de fácil repetição e realizaram atividades presenciais para a população, utilizando uma linguagem acessível. Foram abordados quatro temas onde os participantes eram convidados a fazer parte das atividades, desenvolvendo no final uma síntese. Essa atividade foi realizada em três situações diferentes e com públicos distintos, e após cada realização era discutida dificuldades e possibilidades de melhorias a fim de aprimorar os experimentos e o conhecimento dos tutores. O projeto foi implantado na cidade de Tatuí, pelo grupo de alunos das escolas


municipais que participam do Projeto Jovem Doutor. O segundo projeto, tinha como proposta formar multiplicadores utilizando como ferramenta a educação à distância. Nesse projeto, o número de temas foi de 28 e teve duas etapas: a primeira foi a formulação dos módulos do curso, com suporte do professor orientador, e a segunda foi a execução de um curso que contou com um público superior a 100 alunos de ensino fundamental, médio e técnico. A primeira etapa teve duração de aproximadamente três meses e a segunda etapa foi desenvolvida em nove semanas. Em cada semana, os alunos iniciavam um novo módulo de ensino, composto por vídeos em computação gráfica 3D e infográficos, e um fórum de discussão, onde durante três dias da semana os tutores lançavam perguntas bem como respondiam as dúvidas dos alunos.

Discussão Em ambos os projetos os tutores ficaram incumbidos de pesquisar e montar o material, com um conteúdo simples e com uma linguagem acessível. Foi necessário estudar e discutir cada tema, pois nem todos os assuntos eram de conhecimento. Também foram realizadas visitas em museus para aprofundar o conhecimento de como aplicar dinâmicas e desenvolver atividades interativas.

Conclusão Em ambos os projetos, mesmo seguindo metodologias diferentes, foram igualmente produtivos e ricos para os tutores, aprofundando o conhecimento sobre o assunto e possibilitando ao tutor abordar de forma mais confiantes os assuntos. Possibilitaram desenvolver o papel de líderes, de assumir responsabilidades e de trabalhar em grupo, atuando assim também na formação acadêmica e profissional dos tutores. Vale ressaltar que projetos dessa natureza beneficiam a comunidade uma vez que possibilita a difusão do conhecimento sobre saúde de maneira rápida e segura, além de interativa.

Clayton Henrique Rocha – claytonhr@usp.br Ana Paula Morais – ana.paula@telemedicina.fm.usp.br Rosângela Suetugo Chao – rosangela@telemedicina.fm.usp.br Chao Lung Wen – chao@usp.br

A172  
Advertisement