Issuu on Google+

Título: Plataforma de Telessaúde - HealthNet: uma ferramenta para teleconsultorias assíncronas Autores: Tatiana de Paula Santana da Silva1, Mariana Boulitreau Siqueira Campos Barros1, Karol de Cássia Lima da Silva1, Danielle Alves dos Santos1, Mariana Cordeiro de Melo Batista1, Paula Rejane Beserra Diniz1, Magdala de Araújo Novaes1. Núcleo de Telessaúde da Universidade Federal de Pernambuco, Programa Rede de Núcleos de Telessaúde de Pernambuco/Telessaúde Brasil Redes. Recife-PE, Brasil.

Objetivos: Apresentar a utilização da Plataforma de Telessaúde HealthNET no serviço de teleconsultoria assíncrona provido pela Rede de Núcleos de Telessaúde de Pernambuco – RedeNUTES, membro do Programa Telessaúde Brasil Redes. Métodos: Trata-se de um relato de experiência sobre o uso da Plataforma de Telessaúde HealthNET como ferramenta para o serviço de teleconsultoria assíncrona provido pela RedeNUTES para os profissionais da atenção primária em Pernambuco. A plataforma foi desenvolvida pelo Núcleo de Telessaúde da UFPE, e se constitui como uma rede social disponível na Internet, permitindo a criação de comunidades para oferta de serviços de teleassistência, tais como teleconsultorias e telediagnóstico. A RedeNUTES criou sua comunidade no ambiente em fevereiro de 2012 e desde então disponibiliza a seus usuários (médicos, enfermeiros, agentes comunitários, etc.) o acesso a esta ferramenta a partir do portal da RedeNUTES. Resultados: A seleção dos teleconsultores e telerreguladores cadastrados na comunidade RedeNUTES é realizada pela equipe de serviços de telessaúde e se baseia na qualificação do profissional para atender a demanda recebida, conforme as solicitações enviadas para a plataforma. Hoje as especialidades mais demandadas são: pediatria, dermatologia, ginecologia e obstetrícia, clínica geral e farmacologia. O processo de solicitação da teleconsultoria, disponível 24 horas na internet, é iniciado a partir do envio de um questionamento na plataforma de telessaúde, que em seguida é avaliado pelo Telerregulador o qual encaminha para o Teleconsultor mais apropriado. A partir deste momento é estabelecido um canal direto do profissional solicitante com o Teleconsultor cuja interação tem o prazo de 72 horas úteis para ter sua primeira resposta, e ser retroalimentado até o efetivo encerramento da demanda. Discussão: No cenário assistencial pernambucano existem alguns desafios no que tange ao acesso aos serviços de saúde de forma equânime e integral. A


falta e a alta rotatividade de profissionais de saúde nos postos de trabalho municipais, principalmente na atenção primária à saúde, a lacuna na regulação assistencial e consequente aumento das filas nos equipamentos de saúde principalmente nos grandes centros urbanos retratam um pouco desta problemática, sendo necessária a implantação de iniciativas sanitárias alternativas. Diante dos desafios assistenciais supracitados, cabe a inserção de serviços de telessaúde, no intuito de integração ensino e serviço para oferta de Teleconsultorias, Telediagnósticos e Segunda Opinião Formativa, a partir de uma plataforma que centralize a oferta destes serviços, colaborando para a cooperação clínica entre os profissionais em toda a rede de atendimento. Conclusão: A aplicabilidade da telessaúde na área assistencial pode contribuir para a qualificação da rede de saúde. A teleassistência, sobretudo com as solicitações das teleconsultorias pelos profissionais da Atenção Primária à Saúde na Plataforma de Telessaúde – HealthNET, promove a diminuição de encaminhamentos desnecessários assim como a humanização no serviço. Baseado no panorama atual da telessaúde e nas dificuldades relacionadas à obtenção de recursos, a equipe envolvida no projeto RedeNUTES objetiva disponibilizar a Plataforma de Telessaúde HealthNet também como um aplicativo móvel, oferecendo ao profissional de saúde novas interfaces para relatar os casos e interagir mais facilmente com a ferramenta a partir de dispositivos móveis como tablets e smartphones.

Autores: Tatiana de Paula Santana da Silva – tatiana.santana@nutes.ufpe.br Mariana Boulitreau Siqueira Campos Barros – mariana.barros@nutes.ufpe.br Karol de Cássia Lima da Silva – karolina.silva@nutes.ufpe.br Danielle Alves dos Santos – danielle.alves@nutes.ufpe.br Mariana Cordeiro de Melo Batista – mariana.batista@nutes.ufpe.br Paula Rejane Beserra Diniz – paula.diniz@nutes.ufpe.br Magdala de Araújo Novaes – magdala.novaes@nutes.ufpe.br


A159