Page 1

A ADESÃO DO PACIENTE HIPERTENSO AO TRATAMENTO: O USO DA COMUNICAÇÃO TERAPÊUTICA ASSOCIADA À TECNOLOGIA EDUCACIONAL NA PROMOÇÃO DA SAÚDE* Drª Grazia Maria Guerra1,2, Enfª Isabela Ribeiro Braga Fistarol1,2, Profº Drº Heno Ferreira Lopes1, Drº Dante Marcelo Artigas Giorgi1, Profª Drª Fernanda M Consolim-Colombo1, Drº Chao Lung Weng3, Drª Margarida Vieira4, Drª Mirian Tsunemi5, Profº Drº Luiz Aparecido Bortolotto1

1. Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (InCor FMUSP) – São Paulo 2. Centro Universitário São Camilo – Mestrado Profissional em Enfermagem no Processo do Cuidar – São Paulo 3. Telemedicina da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – São Paulo 4. Universidade Católica Portuguesa UCP – Cidade do Porto, Portugal 5. Departamento de Bioestatística do Instituto de Biociência da UNESP SP – Botucatu *Projeto com Financiamento FAPESP 2012/50559-1

Introdução: A hipertensão arterial sistêmica (HAS) é um importante fator de risco para as doenças cardiovasculares e tem se tornado um problema comum de saúde pública no mundo decorrente do aumento da longevidade. O grande desafio para as próximas décadas será melhorar a adesão terapêutica dos portadores de doenças crônicas degenerativas. Objetivo: O presente estudo tem o objetivo de avaliar o impacto de um programa de promoção em saúde utilizando a Comunicação Terapêutica e a associação de Tecnologias Educacionais Informatizadas por meio da telemedicina (Mobile Health e Webgame) na melhoria do comportamento da adesão do paciente ao tratamento. Método:

Serão

selecionados

50

pacientes

randomizados

divididos

aleatoriamente em dois grupos, de acordo com o atendimento de casos novos matriculados no Ambulatório da Unidade de Hipertensão do Instituto do Coração na Unidade do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. A amostra selecionada será de conveniência de acordo com os dias da


semana estabelecidos conforme disponibilidade das pesquisadoras e da anuência dos pacientes. Os indivíduos passarão por consulta de Enfermagem a cada 20 dias, utilizando a abordagem da “Comunicação Terapêutica” associada à “Tecnologia Educacional” por um período de 120 dias. Para este estudo foram desenvolvidos os roteiros de dramaturgias onde o paciente se reconhece em situações do cotidiano para seu autocuidado e o web-game uma estratégia inovadora que originou um jogo educativo informatizado (webgame), que tem a perspectiva de apoiar o tratamento do paciente, facilitando o entendimento e o conhecimento. O web-game foi elaborado em quatro blocos de questões relacionados: Detecção da hipertensão, Medicação, Nutrição e Atividades de Compensação. Além das interações tecnológicas haverá estudo da MAPA (Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial), e os Instrumentos de Avaliação: Qualidade de Vida WHOQOL-BREF, Teste de MORISKYGREEN (para avaliar adesão ao tratamento) e Índice de Religiosidade Escala de DUREL para avaliação de desfecho em saúde. Conclusão: Trabalho está em fase de desenvolvimento.

Drª Grazia Maria Guerra - grazia.guerra@incor.usp.br Enfª Isabela Ribeiro Braga Fistarol – isabela.braga@gmail.com Profº Drº Heno Ferreira Lopes - hipheno@incor.usp.br Drº Dante Marcelo Artigas Giorgi - hipdante@incor.usp.br Profª Drª Fernanda M Consolim - hipfernanda@incor.usp.br Drº Chao Lung Wen – chaolung@terra.com.br Drª Margarida Vieira - mmvieira@porto.ucp.pt Drª Miriam Tsunemi - mtsunemi@ibb.unesp.br Drº Luiz Aparecido Bortolotto - luiz.bortolotto@incor.usp.br

A148  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you