Issuu on Google+

Autores: Luciana Hernandes Duarte Matiussi Coordenadora NúcleoTelessaúde Andradina

Rosemeire Francé Coordenadora CONSAÚDE- Andradina Antonio Claudio Galvão Apoiador COSEMS- São José dos Campos Carmem Silvia Guariente Paiva Secretária de Saúde de Pereira Barreto

PROGRAMA TELESSAÚDE BRASIL REDES EM PARCERIA COM O CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE SAUDE

INTRODUÇÃO E JUSTIFICATIVA

Com o advento da Portaria do Gabinete do Ministro Nº 2.554, de 28 de outubro de 2011 que instituiu o Programa de Requalificação de Unidades Básicas de Saúde, o Componente de Informatização e Telessaúde Brasil Redes na Atenção Básica, o município de Andradina que integra o CIR de Gestão Regional dos Lagos juntamente com todos os municípios dos CIR de Gestão Regional dos Consórcios e os municípios do CIR de Gestão Regional Central de Araçatuba em parceria com o CONSAÚDE localizado em Andradina apresentaram um Projeto para implantar o Telessaúde.

OBJETIVOS •

Agilizar atendimento do paciente com prevenção de doenças e tratamento precoce;

Diminuir sequelas e melhoria da qualidade do atendimento público de saúde;

Diminuir riscos e agravos de deslocamento de pacientes;


Economizar recursos financeiros do setor público ( diminuindo encaminhamentos);

Proporcionar formação dos profissionais da saúde do sistema público (multiprofissional) ;

Realizar contatos online e offline com os centros de referências universitários de maior complexidade;

Proporcionar inclusão social e digital.

Viabilizar contratação através do Consórcio.

MÉTODO

Planejamento Estratégico: •

Divulgar e apresentar o programa nas reuniões de CGR, solicitar apoio aos gestores;

Elaborar cronograma de visitas nos municípios;

Avaliar a conectividade da rede de informática para acesso em sistema;

Divulgar o Programa aos profissionais médicos;

Montar sala de vídeo conferência;

Solicitar aos profissionais idéias para elaboração de vídeo conferências de acordo com a realidade da região;

Teleconsultorias;

Visita dos monitores para orientar o trabalho dos profissionais tirando dúvidas.

DISCUSSÃO •

Falta de equipamento de informática com configuração adequada para acesso as Teleconsultorias;

Dificuldade de conectividade da internet nos municípios;

Dificuldade em relação às distancias entre municípios;

Falta de adesão de alguns profissionais;


Parceria com a DRSII - Araçatuba;

Parceria com o COSEMS através do seu apoiador Cláudio Galvão;

Comprometimento da maioria dos secretários municipais de saúde da região e dos funcionários do Núcleo Telessaúde de Andradina.

RESULTADOS •

Formação do Núcleo Telessaúde com contratação por Processo Seletivo.

Três salas de vídeo conferência.

Atendimento com visitas pela equipe as unidades participantes do Programa.

Aquisição de Veículo.

Consultas através de 2ª opinião formativa.

Realização de Web conferências.

CONCLUSÃO

O Projeto Telessaúde Brasil Redes unanimidade na região devido ao fato dos municípios entenderem que é uma das estratégias da Política Nacional de Educação Permanente do SUS que pode propiciar um canal de diálogo rápido e fácil com outros profissionais e serviços para qualificação do cuidado na atenção básica. A parceria feita com o CONSÓRCIO DE SAÚDE foi estratégia fundamental para a viabilização e avanços do Programa.

Luciana Duarte Matiussi- lu_matiussi@hotmail.com Rosemeire Francé- roseconsaude@hotmail.com Antônio Cláudio – cg.galvao@ig.com.br Carmem Silvia – carmems@pereirabarreto.sp.gov.br


A030