Page 1

Avaliação da Repolarização Ventricular: Intervalo QT, dispersão do QT e alternância da onda T Prof. Dr. Carlos Alberto Pastore Livre-Docente da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo


CASO 37


CASO 37


CASO 37 HISTÓRIA CLÍNICA C.S., 1 ano, fem. Convulsões e sincopes ANÁLISE DO ECG Ritmo sinusal regular com freqüência de 126 bpm. Onda P normal, Pri=normal para a FC. QRS estreito sem sinais de sobrecargas ou bloqueios. Segmentos ST prolongados, seguidos por ondas T alternadamente positivas e negativas. QTc (Bazzet) QT 0,48 RR

0,48

 0,694(VN  0,440)

COMENTARIOS A síndrome do QT longo congênito (LQT) é considerada atualmente, como uma doença dos canais iônicos devido as alterações genéticas. É causa de elevado numero de mortes súbitas em jovens, podendo ocorrer em 10% dos pacientes pediátricos sem sintomas precedentes. Nos Estados Unidos da América causa de 3 a 4000 mortes súbitas por ano. Há onze tipos de LQT (LQT1 a LQT11), sendo que as alterações ocorrem nos canais de K, exceto no LQT3, em que o canal cardíaco afetado é o Na. O LQT pode cursar com surdez neurosensorial (Síndrome de JerwellLange e Nielson). Os sintomas como síncopes se devem a taquicardias ventriculares polimórficas (Torsades de Pointes). A onda T alternante ao ECG é sinal de gravidade, predispondo às taquicardias ventriculares pela maior instabilidade elétrica. Os casos de QT longo adquirido se devem principalmente à ação medicamentosa ocasionando alterações iônicas. CONCLUSÃO - QT longo congênito


CASO 38 Mulher, 73 anos, fadiga e torpor progressivos hรก 02 semanas.


CASO 38 Dados clínicos Mulher, 73 anos, procurou PS por fadiga progressiva e torpor. ECG da admissão mostrou elevação do segmento ST em parede lateral. Feito diagnóstico presuntivo de IAM.Após 2 semanas a paciente apresentou quadro de TPSV. Aspectos ECG  Taquicardia regular de QRS estreito / Ausência de onda P : provável TRN. Discussão:  Metástases cardíacas ocorrem em 1.5% a 21% dos pacientes com tumores malignos. Estes podem causar arritmias supraventriculares e ventriculares, distúrbios da condução, alterações da repolarização ventricular e alternância elétrica. Ocasionalmente, uma metástase pode simular um quadro de IAM. A elevação do segmento ST com padrão persistente e progressivo sugere invasão tumoral do miocárdio. Diagnóstico clínico: Invasão tumoral do miocárdio (metástase de câncer broncogênico). Conclusão: Padrão de pseudo infarto. TPSV.

09casos  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you