Page 26

( internacional)

Mais perto BBC Worldwide se reestrutura para atender melhor os mercados locais, e desloca decisões sobre a América Latina de Londres para Miami. Escritório no Brasil ainda não está nos planos.

A

BBC Worldwide passou por uma reestruturação, terminada em abril deste ano, que descentralizou a tomada de decisões. No caso da América Latina, a gestão foi deslocada de Londres para Miami. Segundo Fred Medina, VP responsável pela área, o redesenho torna a estrutura da empresa mais próxima à de seus clientes na região. “As estruturas na América Latina são verticalizadas, então montamos nossa estrutura de forma a termos uma relação mais dinâmica com os clientes, com diversos pontos de entrada para todos os nossos serviços”, disse à TELA VIVA. Embora o Brasil seja o maior mercado da região, ainda não há planos da BBC Worldwide abrir uma estrutura maior por aqui, além do escritório comercial que mantém em São Paulo. “É uma questão de escala. O Brasil é um país caro e ainda não justifica uma grande estrutura local”, disse Medina. Ele ressalta que há, no entanto, diversos pontos e contato das emissoras brasileiras com a distribuidora, em mercados internacionais como MipTV e Mipcom, no showcase mundial que a BBC realiza anualmente em Liverpool e no Rio Showcase, que ela promove no Brasil (mas que é voltado a todo o mercado latino-americano) e que este ano acontece em agosto. A programadora, que é o braço comercial da TV pública britânica, anunciou o time que vai

cuidar das operações na América Latina e no mercado hispano dos Estados Unidos. A equipe executiva estará baseada no novo escritório em Miami e se reportará a Medina. Quatro executivos foram contratados. Karen Harrison assume o cargo de vicepresidente de finanças, e passa a ser responsável pelo desenvolvimento e gestão de todos os aspectos financeiros da região. Alejandra Olea junta-se à empresa como vice-presidente de vendas integradas, com

dos 34 canais da programadora, apenas um está hoje no país.

FOTO: divulgação

a função liderar a equipe responsável pelo canal de distribuição, programas de vendas e vendas de formatos, além de supervisionar o desenvolvimento de negócios e capturar o crescimento adicional de ganhos de receita para BBC Worldwide. David Hanono assume o cargo de diretor de desenvolvimento digital, responsável por liderar o desenvolvimento de negócios de vídeo digital na região. Rafael Alamo foi contratado para o cargo de gerente de recursos humanos, responsável pela estratégia de gestão de pessoas e cultura organizacional a nível regional. Outros seis executivos que já faziam parte da divisão da América Latina e no mercado hispânico dos EUA completam a equipe. Gareth Williams deixa o cargo de vice-presidente de programação e assume como vice-presidente de branding. Sergio Leos, vice-presidente de marketing e vendas publicitárias continua a liderar os esforços de

“Mantemos uma estrutura com diversos pontos de entrada para novos serviços.” Fred Medina, da BBC Worldwide

26

T e l a

V i v a

j u l 2 0 1 3

marketing em todas as áreas de negócios da empresa e passa a ser também responsável pelo desenvolvimento de vendas publicitárias na América Latina e no mercado hispânico dos EUA. Alessandro Stroscio, vice-presidente de produtos de consumo, Alexandre Torres, vice-presidente de negócios e assuntos jurídicos, Frank Novo, diretor de operações e Viviana Rubinstein, diretora de comunicações e relações públicas, continuam a liderar seus departamentos dentro da nova estrutura da empresa na região. Crescimento A BBC Worldwide também divulgou seu relatório financeiro referente ao ano de 2012 (período de 31 de março de 2012 a 31 de março de 2013). A empresa teve crescimento de 3% em suas receitas totais, que ficaram em £ 1,116 bilhão. O lucro cresceu menos, 1%, totalizando £ 156 milhões. O lucro da empresa ajuda a financiar a TV pública no Reino Unido. A BBC Worldwide distribui 34 canais, dos quais apenas um, o BBC HD, está no mercado brasileiro até agora. No entanto, ela atua fortemente no País no licenciamento de programas para emissoras abertas e pagas no país. A empresa também anunciou que os investimentos em conteúdos somaram £ 176 milhões no período. O número de assinantes dos canais da BBC no mundo cresceu de 356 milhões no período anterior para 406 milhões em 2012/13. O Brasil foi um dos 15 países que entraram para a base da programadora no último ano. Da redação

Revista TelaViva - 239 - Julho de 2013  
Revista TelaViva - 239 - Julho de 2013  

Revista TelaViva - 239 - Julho de 2013

Advertisement