Page 14

( scanner) Fotos: divulgação

Sem raízes O projeto “Latitudes”, estrelado e produzido por Alice Braga e Daniel de Oliveira e dirigido por Felipe Braga, estreia no final de agosto e começo de setembro, em formatos para TV, Internet e cinema. Para a Internet, será veiculada uma versão em 12 minutos, em formato convencional de ficção, em canal customizado em parceria com o Google. No canal TNT, será dividido em episódios de 22 minutos de duração, mesclando ficção, making of e a rotina de ensaios dos atores. Após cada exibição, o conteúdo será disponibilizado, sob demanda, na plataforma do projeto. A distribuição para salas de cinema ainda está sendo negociada. “Nosso desejo era o de produzir um filme, um projeto cinematográfico que não se restringisse a uma janela específica, que o definisse como ‘série de TV’, ‘websérie’, ‘série’, ‘longa-metragem’, etc. Como e quando ele será assistido, com que minutagem e em qual janela... Essa é uma pergunta para ser respondida pelo espectador”, diz o diretor do filme. “Latitudes” narra os encontros e separações de um casal sem raízes, que se encontra em hotéis de alto padrão, estações de trem e aeroportos na América Latina, Europa e Ásia. No filme, Alice Braga é Olívia, uma editora de moda que viaja o mundo pesquisando tendências, e Daniel de Oliveira é José, um renomado fotógrafo que viaja o mundo fazendo editoriais. A produção é da LosBragas e da House Entertainment.

Thaíde, Rita Batista, Mariana Weickert e China são os repórteres da quarta temporada de “A Liga”, que estreou com novos quadros.

Ligados O programa “A Liga” estreou sua quarta temporada na Band. Três novos integrantes se juntam ao apresentador Cazé Peçanha e ao músico Thaide na equipe de repórteres: a apresentadora Mariana Weickert, a repórter Rita Batista e o músico China. De acordo com Sebastian Gadea, diretor do programa, a temporada tem 26 episódios, seis a menos que no ano passado. O programa tem dois novos quadros. “7 Dias” mostra um dos apresentadores vivendo na pele situações extremas durante uma semana. Em um dos episódios, o músico China passou uma semana bebendo e convivendo com alcoólatras. Já o quadro “Mundos Opostos” acompanha dois personagens com opiniões divergentes sobre um assunto e promove o debate entre eles. Em uma das edições do quadro, o programa apresentará um pastor evangélico ex-gay e uma drag queen militante dos direitos dos homossexuais. O programa apresenta também uma nova proposta visual, com o uso de câmeras 5D, que permitem maior qualidade de imagem, e novas aberturas. “A nova identidade visual e a qualidade da imagem vão ao encontro da estética que queremos no programa, é um selo nosso. Com isso visamos um público mais amplo que aquele que consome jornalismo normalmente”, disse Gadea.

Personagens de “My Dear Handyman”, coprodução da Globo com a Telemundo baseada na novela “Fina Estampa”.

14

"Latitudes", da LosBragas e House Entertainment, tem formatos para TV, Internet e cinema.

Coprodução

Embaixo d’água

“My Dear Handyman”, produção em espanhol baseada na história de “Fina Estampa”, estreou nos Estados Unidos em julho. A atração é uma coprodução da Globo com a Telemundo, rede de televisão americana voltada para o público latino. “My Dear Handyman” será licenciada pela Globo para os mercados europeu e africano em parceria com a Telemundo, e exclusivamente pela emissora brasileira para o mercado asiático.

O Canal Off estreou a série “Naufrágios”. Os 13 episódios do programa foram realizados pela produtora Macadâmia Filmes e trazem os mergulhadores Silvia Sampaio, Douglas Monteiro e Ninha Santhiago em uma aventura pelos mais importantes naufrágios da costa brasileira. A inovação fica por conta do uso de modernos equipamentos de comunicação embaixo d’água, onde o trio interage, discutindo e apresentando cada detalhe dos mergulhos.

T e l a

V i v a

j u l 2 0 1 3

Revista TelaViva - 239 - Julho de 2013  
Revista TelaViva - 239 - Julho de 2013  

Revista TelaViva - 239 - Julho de 2013

Advertisement