Page 36

fotos: divulgação

pking4th/shutterstock.com

TECNOLOGIA interessante, sempre que se lança algo novo há a vontade de se beneficiar com a novidade, mas também a cautela de não perder o que já se tem. No fim, precisamos de modelos em que todos ganhem, e não onde um ganhe tirando do outro”. As negociações para oferecer conteúdo publicitário complementar e venda de produtos relacionados aos programas na segunda tela passam pelo mesmo processo. “Para nós é ótimo que um programador queira estender sua publicidade para outros dispositivos usando nossos serviços, mas, antes de tudo, a publicidade é uma receita dele”, diz. A integração entre dispositivos passa também pela evolução do Wi-Fi. “Estamos buscando evoluir nossos roteadores para oferecer uma velocidade praticamente igual à que chega pela fibra”, diz Fonseca. De acordo com Patricio Latini, a Arris está se preparando para essa demanda. “Hoje temos tecnologia de Wi-Fi que atinge velocidades muito próximas à da que chega pelo cabo. A tecnologia já está pronta e a estamos demonstrado para as operadoras”, diz. Convergência Em uma realidade na qual a programação da TV passa a ser transmitida na mesma rede e com os mesmos protocolos que os dados da Internet, os diversos dispositivos usados para prover serviço na casa dos clientes podem estar com os dias contados. De acordo com Latini, a tendência é que os serviços de banda larga e TV concentrem-se todos em um único aparelho. “Estamos

“Tecnologias como reconhecimento facial e o armazenamento na nuvem permitem que eu recomende conteúdo para cada usuário. Será uma evolução dos serviços de IPTV para um serviço mais avançado.” Hugo Marques, da Cisco 36 | t e l e t i m e | j u l h o 20 1 3 | e s p e c i a l i p t v e s e rv i ço s

“O principal desafio é garantir a qualidade e a integração com os outros dispositivos da casa.” Patricio Latini, da Arris

trabalhando em um projeto para isso. A tendência é que as casas tenham um único home gateway multimídia, capaz de gerenciar os serviços e distribuir o conteúdo para todos os dispositivos”, diz. Para o consultor de vídeo da Cisco, Hugo Marques, essa transformação, aliada a investimentos em nuvem, permitirá economia na atualização de dispositivos. “Antes, se você quisesse mudar de SD (standard definition) para HD (high definition), precisava trocar o set-top box. Agora se tiver um home gateway inteligente fazendo a distribuição, eu elimino essa necessidade”. Para ele, a evolução do serviço demandará investimento em CDN (content distribution network, veja matéria neste suplemento), redes inteligentes de distribuição de conteúdo, e armazenamento de conteúdo na nuvem. Dessa forma, diz, é possível economizar com o investimento no backbone das redes e ter maior flexibilidade para atender picos de demanda. “Pode-se armazenar o conteúdo sob demanda em nuvem e distribuí-lo conforme ele é demandado, reservando espaço para o que for ao vivo nas redes multicast. E levando o conteúdo para mais perto da demanda, é possível reduzir o investimento em rede”. Ele destacou a possibilidade de usar tecnologias de SSO (Single Sign-on), como reconhecimento facial, para identificar quem é o assinante usando o dispositivo e recomendar conteúdo. “Isso, unido a uma série de dados e ao armazenamento na nuvem, permite que eu recomende conteúdo para cada usuário. Será uma evolução dos serviços de IPTV convencionais para um serviço mais avançado”. De acordo com Patrício Latini, a evolução do serviço será gradual, dependendo, principalmente, do quanto o cliente estiver disposto a pagar pelo serviço. “Em mercados com maior poder de compra, a evolução é mais rápida. A operadora depende da disposição do cliente adquirir novos serviços, e nós da disposição da operadora para investir. Não é algo que acontecerá de uma hora para outra, como virar uma chave”, diz. “No fim, vemos que é todo um ecossistema com três pontas: fornecedor, operador e programador trabalhando para entender o que o cliente, no centro, demanda”, diz Gustavo Fonseca.

Teletime - 167 - Julho de 2013  
Teletime - 167 - Julho de 2013  

Teletime - 167 - Julho de 2013

Advertisement