Issuu on Google+

Paraíba - Brasil - Dezembro - 2011 / No 12

EMPRESAS DE TECNOLOGIA DA PARAÍBA CONQUISTANDO O MUNDO Internacionalização de serviços e produtos TIC tem sido uma constante para os parceiros do Farol Digital www.faroldigital.org.br

www.faroldigital.org.br

2011 | Revista Farol Digital| 1


Inovação

A TECGEO desenvolvendo um SIG WEB como ferramenta de apoio a acessibilidade Adriana S. B. Rodrigues* Thatyana C. D. Guerra* Joab Alves da Silva** * Diretoras da Empresa TECGEO ** Estagiário da Empresa TECGEO adriana@tecnologiageo.com.br thatyana@tecnologiageo.com.br joab@tecnologiageo.com.br

Todo ser humano que vive em sociedade possui o direito garantido pela constituição à educação, segurança, saúde, trabalho e lazer. Tais prerrogativas contribuem para o processo de inclusão social e desenvolvimento saudável daqueles que apresentam algum tipo de deficiência, seja ela física ou sensorial. Pessoas detentoras de deficiência física, por exemplo, para usufruírem de seus direitos e exercerem www.faroldigital.org.br

22 | Revista Farol Digital|2011

a cidadania necessitam quebrar alguns paradigmas que ainda vigoram no mundo globalizado. A liberdade para comunicação, de acesso às edificações de uso comum, garantias de segurança e autonomia para que os portadores de deficiência possam utilizar equipamentos do meio urbano, serviços públicos e privados, são alguns dos objetivos esperados e muitas vezes insuficientes para os mesmos. Com a aceleração do processo de emancipação das cidades, surge então um fenômeno que requer constante monitoramento e avaliação da nossa realidade. Dentre as necessidades da atualidade, pode-se afirmar que a obtenção de informações e localização espacial de produtos ou serviços tem recebido olhares atentos por parte da sociedade. Buscando orientar o usuário no tocante à realidade de cada local a partir da cuidadosa análise de dados georreferenciados oriundos do envolvimento do ser humano para


“Dentre as necessidades da atualidade, pode-se afirmar que a obtenção de informações e localização espacial de produtos ou serviços tem recebido olhares atentos por parte da sociedade.” com o espaço em que atuam, as tecnologias espaciais estão permitindo um significativo desenvolvimento social, econômico, cultural e nas políticas assistenciais aos cidadãos. Diante deste cenário, o presente trabalho busca representar geograficamente os locais que atendam e suportem indivíduos portadores de deficiência de locomoção, especificamente os cadeirantes. Como suporte ao indivíduo com necessidades especiais, a forma mais comum utilizada para a obtenção de informações de acessibilidade se daria pelo registro dos mesmos, ou através de terceiros, em oportunidades anteriores. Com o avanço da tecnologia esta tarefa torna-se possível através dos Sistemas de Informações Geográficas (SIG’s), que de maneira geral são constituídos por um conjunto de ferramentas destinadas à obtenção, armazenamento, análise, manipulação e exposição de conteúdo espacialmente distribuído. A TECGEO inova com o desenvolvimento e utilização de um Sistema de Informações Geográficas denominado GeoAccessibility, através dele será possível mapear pontos e seguir rotas específicas que atendam as necessidades da população com mobilidade reduzida e que enfrentam dificuldades no cotidiano, possibilitando-os atuar em sociedade e desfrutar dos bens e serviços como qualquer cidadão. O simples desejo de ir ao Shopping Center e poder ter acesso direto à rampa para cadeirantes, ou identificar o trajeto seguido pelo transporte público com suporte ao portador de deficiência física, são algumas das soluções pretendidas pelo sistema. O presente trabalho surgiu da necessidade de se possuir um sistema inteligente de aplicar novas tecnologias à locomoção, tarefa esta desempenhada pela maioria da população, com olhar em especial para os portadores de deficiência física. Atentando

para a demanda do público em questão e visando contribuir tecnologicamente e socialmente, observa-se que o SIG representa uma ferramenta adequada para atender colaborativamente aos anseios daqueles que precisam da informação geográfica. Visando atender este contexto, será necessária a implantação de um sistema capaz de gerenciar informações para o armazenamento e a disseminação de dados georreferenciados, desenvolvendo um sistema computacional em ambiente web e vinculado a um Banco de Dados Geográficos. O GeoAccessibility tem como objetivo a consulta ágil e eficaz, bem como o monitoramento através da análise integrada de dados geográficos de espaços da sociedade. Algumas regiões foram selecionadas como área prioritária pela grande concentração de estabelecimentos comerciais, órgãos públicos e privados, além da alta dinâmica populacional encontrada. Diante da necessidade de auxiliar o portador através de um SIG Web foi necessário coletar as informações em campo através de um GPS, adequar e gerar uma base cartográfica e georreferenciar os pontos de acessibilidade para implementação do sistema. De posse das informações, utilizamos o ArcGIS Desktop, software ESRI, líder mundial no mercado de geotecnologia e que corresponde ao software mais completo da atualidade. Para o desenvolvimento do SIG WEB e buscando combinar os serviços web baseados em Sistemas de Informação Geográfica (SIG) foi utilizado o ArcGIS Server com Flex e a API específica para desenvolvimento (ArcGIS API for Flex), que permite-nos a criação de aplicativos para internet com características de sofisticados programas para desktop, dando aos usuários mais possibilidades de interação via web. A publicação dos mapas através do ArcGIS Server e sua organização no banco de dados apresenta como produto final um webmapping capaz de proporcionar diversas ferramentas que possibilitam interação facilitada com o usuário final. Desta maneira, foi desenvolvida uma interface intuitiva para servir de protótipo simples e funcional, atendendo as necessiwww.faroldigital.org.br

2011 | Revista Farol Digital| 23


SIG Web GeoAccessibility disponível em www.tecnologiageo.com.br/extra/GeoAcessibilidade.

dades de seus usuários, de modo a fornecer dados que retratam a atual situação da acessibilidade em alguns bairros específicos do município de João Pessoa-PB. Ao acessar o endereço web da aplicação, o usuário terá acesso ao Sistema de Informações Geográficas para auxílio aos deficientes físicos ou pessoas com mobilidade reduzida. O sistema tem como tela inicial o mapeamento dos pontos de acessibilidade coletados em campo, conforme

apresentado na Figura 1. A partir de determinado ponto selecionado, o usuário poderá visualizar todos os seus atributos, bem como sua localização na base cartográfica. A aplicação ainda oferece todas as ferramentas de controle utilizadas no SIG (pan, zoom in, zoom out); itens de medição, para que o usuário possa navegar sobre determinada área do município de João Pessoa, realizar análises do local e conhecer os principais atributos

Figura 1: Aplicação GeoAccessibility Fonte: TECGEO, 2011.

de acessibilidade abordados, como rampas, estacionamentos, paradas de ônibus e banheiros. O SIG-Web proposto foi desenvolvido para ser executado sobre um servidor web com base nas funcionalidades existentes na plataforma ArcGIS, contendo recursos descomplicados para visualização, consultas e seleção da informação geográfica e alfanumérica. A interface é composta por um menu principal contendo uma barra horizontal com 8 (oito) ferramentas específicas (widgets) para atender às atividades a que o sistema propõe. O menu com as ferramentas do sistema oferece recursos de fácil utilização até mesmo pelos usuários menos experientes, sendo respectivamente da esquerda para direita: Legenda, Marcações, Consultar Banheiros, Consultar Estacionamentos, Consultas Avançadas, www.faroldigital.org.br

24 | Revista Farol Digital|2011

Desenhar e Medir, Geocolaborar e Impressão. O comando de mapas base fornece a opção de selecionar diferentes imagens da mesma localidade. Normalmente, os mapas base são usados no visualizador para mostrar imagens de satélite (Imagem) e mapas de rua (Streets) denominados basemaps. Este componente recupera todas as camadas (layers) base de mapas fundamentais para a obtenção da informação visual no sistema, como por exemplo, banheiros, estacionamentos, rampas e paradas de ônibus. Estas camadas são especificadas no arquivo de configuração do aplicativo contido dentro de um campo específico e cria-se um botão de controle para cada uma delas. Existe ainda um menu de navegação utilizado para direcionar o mapa e as visualizações de tela do sistema. Esse comando é composto por duas funções principais, distribuídas entre as setas de controle direcionais. As setas menores, centralizadas no ícone,


registram as visualizações anteriores movimentadas no mapa base, já as setas maiores do painel de navegação servem como instrumento de movimentação pela imagem do mapa. Um importante aspecto a ser tratado na aplicabilidade dos SIGs com auxilio a acessibilidade de deficientes é que, além das funcionalidades de pesquisa em banco de dados convencionais, existe o fator localização que é bastante relevante neste tipo de sistema de informação. O usuário ao procurar um ponto acessível, tem a sua disposição uma ferramenta visual para auxiliar na sua pesquisa. Conhecendo ou não o local desejado, o mesmo pode ter noção de distancia do seu destino em relação aos principais pontos da cidade georreferenciados na base cartográfica do SIG. Uma das principais preocupações no desenvolvimento da interface da aplicação foi de permitir aos usuários um acesso fácil e

Figura 2: Seleção por Atributos Fonte: TECGEO, 2011.

Figura 3: Consulta por estacionamentos Fonte: TECGEO, 2011.

www.faroldigital.org.br

2011 | Revista Farol Digital| 25


rápido à informação. Para isto foi desenvolvido um conjunto de funcionalidades que permitem selecionar, identificar e localizar rapidamente os pontos desejados. Esta seleção tanto pode ser feita através dos atributos alfanuméricos dos dados (quantidade de vagas por estacionamento, por exemplo), quanto espacialmente (selecionando através do mapa). Após a identificação e seleção do ponto pretendido, é possível ter acesso à informações mais detalhadas da feição selecionada, conforme apresentado nas figuras 2, 3 e 4. O SIG web apresenta-se como uma ferramenta essencial capaz de promover a exploração, o processamento e as rotinas de análises destes dados catalogados na geografia. A tecnologia empregada pela TECGEO nestes sistemas vem sendo utilizada em inúmeras situações em que se faz necessário a tomada de decisões de natureza crítica, fazendo crescer a demanda por resultados precisos e cada vez mais significativos.

Figura 4: Geocolaboração e visualização de rampas Fonte: TECGEO, 2011.

@TecgeoX GESTÃO DE INFORMAÇÃO INTELIGENTE Seu melhor parceiro para soluções estratégicas.

www.tecnologiageo.com.br

Parceira Oficial na Paraíba:

Av. Juarez Távora, 522 - Sala 306 Emp. Maximum - Torre. João Pessoa-PB. CEP 58.040-021. Skype: tecgeox Fone: (83) 3244-7755 | Fax: (83) 3512-6908 contato@tecnologiageo.com.br


SIG WEB Acessibilidade