Issuu on Google+

Jornal do Dia Sorocaba, 5 de outubro de 201 3 2ª edição Informativo produzido pelos alunos do 8º ano A do Colégio Uirapuru

Consumo e Vaidade

Ana Luiza Bastos

O que é consumo e vaidade para jovens de 1 0 a 1 8 anos? A reportagem da página 4 aborda isso e mostra como esse assunto é tratado pelos jovens.

Alunos do Uirapuru visitam Parati

Viagem a Parati Os alunos do 8º ano do Uirapuru conheceram a cidade de Parati, no litoral norte, onde aprenderam muitas coisas sobre a história, biologia e geografia do local.

Veja mais na página 02. Acervo Colégio Uirapuru 25 ANOS COLÉGIO UIRAPURU

Alunos entrevistam professora Renata Mascarenhas

A entrevista do Jornal do Dia com a professora do Ensino Fundamental I, Renata Mascarenhas Viera de Lima, faz parte do projeto de 25 anos do Colégio Uirapuru e tem como objetivo contar como era o colégio antigamente.

Página 03.

A h i stóri a e m fotos

Mostra 1999

Confira o mural com fotos de diversos períodos do Colégio Uirapuru, ao longo de 25 anos de existência.

Página 03.


Jornal Do Dia_____________________________________________________________p. 2

Viagem a Parati 2013 David Vecina, Bruno Melaré, Luciano Vettorazzo No dia 05 de junho os alunos do 8° foram à uma viagem a Parati, com a agência de turismo Educar e aprenderam sobre a história, a geografia e a biologia local. Na manhã do segundo dia, eles caminharam e aprenderam sobre o antigo caminho do ouro que era utilizado para transportar o ouro no período colonial. Neste mesmo dia, participaram de uma gincana no centro de Parati, onde aprenderam muito sobre a história do lugar, depois disso tiveram um jantar temático no

hotel.

Já no terceiro dia, acordaram pela manhã e foram ao porto de Parati, e pegaram uma escuna em direção à Ilha do Algodão. Na escuna, foram divididos em três bases: uma de geografia, outra de biologia e, por último, a de história. Depois disto, entraram no mar e aprenderam sobre as espécies marinhas do local. Mais tarde, foram de escuna até o local do mangue, onde também foram divididos em três grupos em diferentes locais da praia. Cada grupo aprendeu sobre coisas diferentes da praia, como a biodiversidade do mangue, e sobre os ventos marítimos do

E XP E D I E N T E

Fotos:Ana Luiza Bastos

Informativo produzido como parte do projeto "Jornal" para as disciplinas de História e Língua Portuguesa - 2º semestre/201 3 - Colégio Uirapuru. Professores responsáveis:

- Ana Luiza Bastos (História) - Patricia Souza da Silva (Língua Portuguesa) Textos/ Fotos:

local. Após isto, voltaram ao hotel onde jantaram e puderam ir ao centro da cidade para comprar lembranças. No quarto e último dia, acordaram cedo e foram de ônibus para a usina nuclear de Angra dos Reis, onde aprenderam sobre como a usina produz a energia e, também, como funciona o sistema de segurança do local. Depois voltaram ao hotel e tiveram seu último almoço na cidade. Após o almoço, todos se recolheram a seus quartos para arrumarem suas coisas e se dirigirem ao ônibus para voltarem à Sorocaba.

Caminho do Ouro

- David Vecina - Celso Diniz - Bruno Melaré - Luciano Vettorazzo - Felipe Pessato - Gabriel Rodrigues

Caminho do Ouro


Jornal Do Dia_____________________________________________________________p. 3

"É uma vida" Hoje, no Jornal do Dia, entrevistamos a professora do 4º ano do Colégio Uirapuru, Renata Mascarenhas Vieira de Lima, que tem 43 anos e trabalha no Uirapuru desde sua fundação. Como você começou a sua história no Colégio Uirapuru? Renata: Desde antes de o colégio ser fundado, eu já trabalhava na OSE Centro quando não existia o Uirapuru. Depois, quando abriu o Uirapuru, eu dava aulas de ballet e ficava nas duas escolas. No ano seguinte, eu fiquei somente no Uirapuru e comecei a dar aula para pré-escola, depois fui para o Fundamental I, onde dei aula para 1 º,2º,3º,4º e 5º anos. Jornal

do

Dia:

Jornal do Dia: Quais diferenças você vê entre o colégio que você conheceu quando começou a trabalhar e o de hoje em dia? Renata: Antes era uma escola pequena, hoje já é bem maior, não tinha tantos alunos quanto hoje,

os prédios estão maiores também. No começo, era somente um prédio, hoje são quatro. É gostoso você ver como a escola vai crescendo, eu me sinto responsável por cada tijolo, porque eu os vi sendo colocados.

Jornal do Dia: De que maneira o Uirapuru influenciou a sua vida? Renata: Em tudo, na verdade, é a minha vida, porque eu comecei a trabalhar como auxiliar na OSE Centro quando eu tinha 1 6 anos. Hoje eu tenho 43, então é uma vida. Tem dias que eu fico muito mais tempo aqui do que na minha casa, em todos os sentidos: os meus filhos estudam aqui, adoram aqui também, as minhas amigas são as que trabalham aqui. Um dos meus filhos, que já acabou o colégio, estudou aqui desde o berçário, hoje ele está no quarto ano da faculdade de Engenharia Mecatrônica. E também tenho uma filha que está no 3º ano, e também estuda aqui desde o berçário.

Acervo Colégio Uirapuru

Logo Colégio Uirapuru ­ 1995

Colégio Uirapuru

Professora Renata

Confira algumas fotos da história do Colégio Uirapuru.

Sala de aula ­ 1989

Mostra 1996

Gincana 1993


Jornal Do Dia_____________________________________________________________p. 4

Meninas são mais consumistas que meninos? David Vecina

Os alunos dos oitavos anos do Uirapuru receberam a tarefa de entrevistar 1 0 pessoas entre 1 0 e 1 8 anos, sob o tema “consumo e vaidade”. Foram entrevistados 5 meninas e 5 meninos e os resultados estão apresentados a seguir. A maioria dos meninos não acha que pessoas bonitas têm mais chances na vida, eles acham que só importa a inteligência. Já a maioria das meninas acha que sim, usando o argumento de que as pessoas bonitas são notadas primeiro do que as outras. 80% do meninos e das meninas se preocupam com a sua forma física. Todos os meninos entrevistados praticam esportes, o que é muito bom para a saúde. Dentre as meninas, apenas uma não realiza atividade física. No que diz respeito à satisfação com o próprio peso, existe uma diferença muito grande entre os sexos, pois a maioria dos meninos está contente com seu peso, mas as meninas gostariam de ser mais magras. Nenhum menino faria uma cirurgia plástica com fins estéticos. Somente uma menina seria capaz de corrigir o nariz por meio de uma cirurgia.

O gráfico abaixo mostra que mais da metade das meninas se considera consumista, enquanto nenhum menino tem essa opinião sobre si. Entre os meninos, dois não lembravam quando haviam realizado a última compra, dois haviam comprado peças de roupa e um comprou um relógio. Entre as meninas,

duas também não lembravam a última compra, uma comprou um anel, outra um celular e outra uma peça de roupa.


Jornal do Dia - 8ºA