Page 21

Antologia Poética

21

Ave, língua negra prosa, resistência de Lorosa’e. Ave, Salve, língua puta, moura torta, minha musa.”

Susanna Busato é uma gaivota paulistana. Filha dos anos 60, meio hippie nos anos 1980, virou professora universitária nos anos 1990 com a poesia na rota da vida. Durante os voos virou Mestre em Comunicação e Semiótica (PUC/SP) e Doutora em Letras (UNESP/São José do Rio Preto), onde fincou o bico como professora de Poesia Brasileira. Hoje se dedica a devorar nos lírios as serpentes que habitam seu corpo. Por isso traça roteiros pra tudo. Viaja dormindo, sonha acordada e realiza os desejos em voo rasante. Deixou seus rastros e pensamentos em várias revistas como a Revista Cult, Revista Brasileiros e nas eletrônicas como Zunái, dEsEnrEdoS e Aliás, Cronópios, Gérmina, e outras revistas acadêmicas. Num dos vôos, ganhou o Prêmio Mapa Cultural Paulista na fase estadual, Categoria Poesia, em 2010. Prefaciou dois livros de poemas, Signicidade, de Frederico Barbosa e Poesia sem Pele, de Lau Siqueira e organizou três livros de ensaios sobre questões estéticas da poesia contemporânea. Agora está aguardando o nascimento próximo de sua plaquete de poemas, Papel de Riscos, pelo Centro Cultural São Paulo

A Arqueologia da Palavra e a Anatomia da Língua  

Antologia organizada pelo poeta moçambicano Amosse Mucavele com poetas do Brasil, Portugal e Moçambique e outros países de língua portuguesa...