Page 1

ANO VII - EDIÇÃO DIGITAL 07 // Monte Alegre - Pará - Brasil, Sábado 11 de dezembro/2010

www.tribunadacalhanorte.com.br / www.tcnnews.com.br

CAOS NA SAÚDE DE MONTE ALEGRE

JAC é o campeão Obidense de futebol 2010

Prédio da Unidade de Combate a Dengue usa fossa sanitária sem tampa «Pág. 19

«Pá.16

DEPUTADO FEDERAL

Wlad é acusado de proteger empresário acusado de pedofilia Pág. 10

UFOPA de Monte Alegre recebe programação do I Ciclo de Extensão

EDUCAÇÃO

Ano letivo das escolas de Juruti podem estar incompleto Pág. 06

GERAL

Pág. 12

Terminal hidroviário está em risco de desabamento Pág. 08

STF mantém decisão contra exprefeito de Almeirim «Pág. 04


02

Monte Alegre, Pará, Sábado 11 de dezembro/2010

Crença, fé e magia na primeira infância Aline Wolff da Fontoura

A psicóloga Sônia Bagatini também assessora de diretoria da organização filantrópica SOS Casas de Acolhida, que cuida de crianças vítimas de violência de zero a seis anos, afirma que os s ím b o lo s n a ta lin o s devem ser inseridos ainda nas vivências da primeira infância pelos pais e adultos responsáveis. De maneira positiva, ela frisa um elevado benefício ao introjetar os valores que o Natal representa, não apenas no final do ano, mas, também, na rotina do dia-a-dia. "E o Papai Noel é a parte mágica disso, vem para reforçar valores e crenças por meio de conversas entre as crianças e os adultos. Depois, na entrega dos presentes, o amor que todos merecem é desencadeado pelos símbolos", diz a psicóloga lembrando que é incorreto corrigir comportamentos em troca de presentes. "Infelizmente, o Papai Noel tem sido usado para assustar, tão errado como os pais que, por exemplo, prometem uma bicicleta no Natal se a criança for aprovada na escola", desabafa. Sônia chama a atenção de pais e cuidadores para a possibilidade de que a criança pequena

Construção civil faz crescer empregos no Pará desenvolva sequelas ao seu desenvolvimento biopsicossocial quando exposta aos seus atos indesejáveis, em situações que a figura do Papai Noel é distorcida e temida. "Por exemplo, se a criança ainda faz xixi na cama, é comum ser humilhada na frente dos familiares", mostra. O ideal, de acordo com a profissional, seria deslumbrar o Natal como a visita de Noel que vem reforçar tudo aquilo que a criança tem de positivo, servindo de estímulo para que ela se motive a conquistar mais comportamentos positivos. "Os resultados seriam bem melhores", frisa. Percebido pela sociedade como um terno pai que chega às famílias de todo o mundo uma vez por ano, o comportamento

do bom velhinho deve ser o daquele que reconhece as potencialidades da criança, que reforça os valores positivos e, assim, retribui com o presente. "Isso é Natal de verdade, pois para a criança o julgamento não é importante, muito menos em público", reforça a psicóloga. O Natal, nas SOS Casas de Acolhida, é transmitido como uma festa de celebração de amor, paz e valores que se constrói durante o ano todo. Como deveria acontecer em todos os lares, afasta julgamentos e "compra" de comportamentos desejáveis. O bom comportamento, contudo, deve ser uma conquista da interação entre pais e filhos ao longo do desenvolvimento infantil.

C o m a retomada do crescimento econômico, praticamente todos os setores do Estado do Pará apresentaram alta, com destaque para a construção civil. Embora o setor tenha apresentado recuo na geração de empregos formais em outubro, o balanço do ano de 2010 e dos últimos 12 meses mostra um espetacular desempenho na geração de postos de trabalho. Os dados foram divulgados pelo Dieese/PA (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos) na sexta-feira (3). O s a l d o negativo em outubro foi de 0,40%. Foram feitas 4.301 admissões contra 4.556, desligamentos gerando um saldo negativo de 255 postos de trabalho

ADMINISTRAÇÃO E PUBLICIDADE Av. Nilo Peçanha, s/n, Ed. Ribeiro, sala 03. Centro CEP 68220-000 MONTE ALEGRE - PARÁ Propriedade da empresa O SUSSUARANA CARDOSO

E-mail: comercial@tribunadacalhanorte.com.br

SUCURSAL SANTARÉM Trav. Professor Carvalho, 1113, Sala C. Aparecida CEP. 68040-470 Santarém - Pará

www.tribunadacalhanorte.com.br

TELEFONES: (93) 3533-1554 / 8805-0183 9122-5016 / 9145-7591 REDAÇÃO: (93) 8130-2439

Email: redacao@tribunadacalhanorte.com.br

CNPJ nº 07081356/0001-46 DIRETOR-EDITOR - Genival Cardoso DIRETORA ADMINISTRATIVA - Ocidete Sussuarana CHEFE DE REDAÇÃO - Sales Martins

formais. Já no período compreendido entre janeiro e outubro deste ano, o cenário é oposto. Houve um crescimento de 12,77% na geração de empregos na construção civil paraense. Foram 45.467 admissões contra 38.373 desligamentos, gerando um saldo positivo de 7.094 postos de trabalho. Os números também são positivos quando o período em análise são os últimos 12 meses. O levantamento feito pelo Dieese/PA aponta que de novembro de 2009 a outubro de 2010 houve um crescimento de 10,89% na geração de postos de trabalho no setor. Foram 51.814 admissões contra 45.942 desligamentos em todo o Pará, gerando um saldo positivo de 5.872 postos de trabalho.

Os artigos e colunas assinadas, são de inteira responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião deste jornal

www.tcnnews.com.br


03

Monte Alegre, Pará, Sábado 11 de dezembro/2010

OAB vai à Justiça contra 14º salário para deputado E

m sessão do C o n s e l h o Seccional que será realizada dia 9 de dezembro, o presidente da OAB-PA, Jarbas Vasconcelos (ao lado do também advogado Alberto Campos, na foto Yan Fernandes) apresentará proposta de Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade) contra a Emenda Constituicional 47/2010, de autoria do deputado Domingos Juvenil, que dá nova redação ao inciso 9 do a r t i g o 9 9 d a Constituição Federal e dá outras providências. A emenda aprovada dia 1 de dezembro, garante aos parlamentares o recebimento de remuneração para participar de convocações extraordinárias, popularmente conhecida como jeton. Em outras palavras,

significa dizer que os parlamentares receberão uma indenização no valor de um subsídio (salário extra) no final do ano - o 14ª salário se fizerem sessões extras nos períodos de recesso, o que representa mais R$ 12 mil para cada um. A opinião da OAB sobre o assunto ficou bem clara durante coletiva à imprensa, realizada hoje (2) à tarde, na sede d a O r d e m . Questionado pelos jornalistas sobre a opinião da Ordem sobre o caso, Jarbas afirmou que, em nome da sociedade, a OAB não aceitará esse comportamento que atenta contra a moralidade pública. "A aprovação dessa emenda é inoportuna, é imoral, é inconstitucional", disse ele, reprovando a atitude dos parlamen-

tares. Esse privilégio havia acabado em 2007 e agora, no final da gestão, a Assembléia Legislativa retroage e aprova a emenda. A OAB está se insurgindo contra essa decisão e fará de tudo para que

essa imoralidade não tenha curso. "Nós pretendenmos ajuizar uma Ação Direta de Inconstitucionalidade junto ao Supremo Tribunal Federal, por meio do nosso Conselho Federal. "A Ordem entrará com pedido de

liminar para que havendo alguma sessão extraordinária, não haja pagamento de j e t o n " , d i s s e Vasconcelos e finalizou: "Não tenho dúvida de que seremos vitoriosos nessa causa".

Prejuízo por atraso pode chegar a R$ 116 bilhões O presidente do consórcio Norte Energia, Carlos Nascimento, disse essa semana que, caso a Hidrelétrica de Belo Monte (PA) não entre em operação na data prevista, os prejuízos poderão chegar a R$ 116 bilhões. Segundo Nascimento, todas as demandas dos órgãos ambientais envolvidos na construção da usina têm buscado soluções para que a construção seja iniciada. “ T e m o s

respondido a todas as demandas e estamos procurando, em todas as reuniões com os órgãos ambientais, levar os problemas e procurar soluções”, afirmou o executivo na reunião da subcomissão temporária do Senado destinada a acompanhar a execução das obras de Belo Monte. A previsão é que a instalação do canteiro de obras da usina se dê no inicio de 2011. O coordenador de Energia Hidrelétrica

e Transposições do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Thomaz Miazak de Toledo, informou que ainda faltam condicionantes para serem cumpridas, antes que seja concedida a licença de instalação da Hidrelétrica de Belo Monte. De acordo com Toledo, ainda faltam a reforma de equipamentos de saúde e de educação e a implanta-

ção de redes de saneamento básico nos municípios atingidos pela usina. O procuradorchefe da Procuradoria da República no Pará, Ubiratan Cazzeta, alertou para o fato de os impactos já estarem ocorrendo nos municípios atingidos pela construção da usina. “A simples instalação do canteiro de obras traz impactos. [Houve] impacto imobiliário em Altamira, que fez com que os imóveis tripli-

cassem de preço”, exemplificou o procurador. Ele voltou a dizer que o Ministério Público do Pará é contra a instalação da usina porque há processos em tramitação que podem fazer com que a obra seja paralisada. “Há pendências jurídicas que podem levar a ter de parar as obras ou realizar um estudo que deveria ser feito e não foi”, alertou ele. (Agência Brasil)


04

Monte Alegre, Pará, Sábado 11 de dezembro/2010

Definitivamente Aracy não assume a Prefeitura de Almeirim A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Ellen Gracie negou seguimento (arquivou) à Reclamação (RCL) 10978, pela qual Aracy do Socorro da Gama Bentes, candidato a prefeito do município de Almeirim (PA), pretendia reverter decisão da Justiça Eleitoral que lhe negou o registro da candidatura e, por conseguinte, anulou os votos que obteve no pleito. Na RCL, ele alegou que foi eleito para o cargo de prefeito, mas não pôde assumir por ter seu registro de candidatura negado. Sustentou a necessidade de preservação da competência do STF, “já que violação de garantia constitucional a ser perseguida pelo Supremo que se pretende ver respeitada

e obedecida é a que diz respeito ao reconhecimento do exercício do direito ao cargo público para o qual foi eleito”. DECISÃO - Além de endossar as decisões da Justiça Eleitoral, a ministra Ellen Gracie observou que o último recurso proposto para alterar a decisão do TSE transitou em julgado em 17 de setembro do ano passado. Portanto, segundo ela, a decisão não pode mais ser objeto de reclamação, conforme prevê a Súmula 734 do STF. Dispõe aquela Súmula: “Não cabe reclamação quando já houver transitado em julgado o ato judicial que se alega tenha desrespeitado decisão do Supremo Tribunal Federal”. O CASO - A negativa de registro da candidatura

de Aracy ocorreu sob alegação das contas do período de 1997 a 2000 terem sido rejeitadas, quando exerceu o cargo de prefeito de Almeirim. S e g u n d o consta do acórdão (decisão colegiada) do TRE/PA, que endossou a decisão de primeiro grau de negar o registro da candidatura, Aracy Bentes teve contas de convênios com diversas esferas da Federação rejeitadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU), pelo Tribunal de Contas Estadual (TCE/PA) e pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), mediante decisão irrecorrível. Diante disso, o Tribunal aplicou o disposto no artigo 1º, inciso I, letra g, da LC 64/94 (inelegibilidade). (STF)

Qualificação de microempresários encerra com bons resultados

O

setor moveleiro de Oriximiná concluiu mais uma importante fase para o seu desenvolvimento. Esta semana foi realizado o encerramento da parceria entre a Mineração Rio do Norte, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do P a r á ( S ebrae/Santarém) e a Associação dos Moveleiros do Município de Oriximiná

(ASSOMOR). O convênio firmado no início de 2008 teve o objetivo de qualificar os microempresários do setor de móveis em diversas áreas como: gestão empresarial, qualidade, atendimento, além de melhorar o produto com uso da tecnologia e prospectar novos mercados. “Após esses quase três anos de trabalho, sentimos uma melhora significativa de todos. O projeto chega ao fim com um

saldo muito positivo”, afirma a representante do Sebrae/PA presente na cerimônia de encerramento, Fátima Paixão. Para o gerente d e R e l a ç õ e s Comunitárias da MRN, José Haroldo de Paula, a iniciativa capacitou os moveleiros e apresentou ferramentas de gestão antes desconhecidas. “O projeto funcionou como um curso técnico. Nossos

projetos sociais buscam a auto sustentação, demos o suporte inicial, agora estão prontos para conquistar novos mercados”, afirma. Guido Martins, presidente da ASSOMOR, comparou a associação a uma orquestra, “durante o curso cada um aprendeu a tocar seu próprio instrumento, a partir de agora vamos afinar e buscar harmonia para uma grande apresentação ao

público". Além do desenvolvimento sustentável, com este projeto a MRN reforça seu compromisso de atuar socialmente na área de Meio Ambiente, pois ainda está prevista a doação de madeiras legalizadas para a Associação de Moveleiros do Município de Oriximiná. O projeto ainda contemplou a certificação de duas movelarias no programa de qualidade 5S.


05

Monte Alegre, Pará, Sábado 11 de dezembro/2010

Exposição Internacional de Presépios é realizada em Óbidos

A

Prelazia de Óbidos realiza a 1ª Exposição Internacional de Presépios do Baixo Amazonas. O acervo contém 10 presépios vindos de 9 países, inclusive da cidade natal de Jesus Cristo: Israel (Belém), Peru, Angola, Malawi, Rep. Dem. do Congo, Camarões, Austria, Itália e Alemanha. O Brasil será representado pelos presépios feitos pelas nove comunidades católicas da cidade de Óbidos. Também haverá exposições individuais, ou seja, os artesões locais poderão apresentar suas obras de arte. As famílias obidenses são convidadas a participar com seus presépios para

embelezar este evento natalino. Segundo a devoção franciscana, o presépio foi encenado pela primeira vez por São Francisco de Assis, na cidadezinha de Greccio, na Itália. A representação foi feita ao vivo no dia 25 de dezembro de 1223, usando animais e pessoas da região. Com os franciscanos, essa devoção ganhou o m u n d o . Óbidos outrora recebera o nome de “Cidade Presépio” e está foi uma das motivações que levou ao bispo D. Bernardo Johannes Bahlmann, ofm, a idealizar a amostra de Presépios que acontece dos dias 10 a 26 de dezembro no Cliper de Sant'Ana.

A abertura oficial aconteceu ontem, 10 de dezembro, as 18 horas com uma

Celebração Eucarística na Catedral de Sant'Ana. Durante o

evento houve outras apresentações natalinas que abrilhantaram o local.

Invasores de área onde viveu irmã Dorothy são obrigados a sair do local Reintegração de posse de área no a s s e n t a m e n t o Esperança, em Anapu (PA), deverá ser cumprida nos próximos dias. A Justiça Federal do Pará deferiu, no dia 4 de novembro, liminar ajuizada pela Procuradoria Federal Especializada junto ao Incra (PFE/Incra), determinando a desocupação da área destinada à reserva legal do Projeto de Desenvolvimento Sustentável (PDS) Anapu I, popularmente conhecido como Esperança, localizado no lote 55, Gleba Bacajá, a 687 km da capital. A área, que ficou internacionalmente conhecida devido ao assassinato da missionária norte-

americana Dorothy Stang, é irregularmente ocupada por 22 famílias, que terão de se retirar do local no prazo de dez dias, a partir da notificação. Os ocupantes são acusados de derrubar a floresta em busca de madeira. Segundo o Relatório de Vistorias da Supervisão Ocupacional no PDS Anapu I, elaborado pela área técnica do Incra em Santarém em 4 de agosto de 2010, "há um intenso mercado de compra, venda e troca de terra" no local da ocupação e "tais pessoas vêm demarcando parcelas de 100 hectares e fazendo a derrubada de floresta para a introdução de roças com o objetivo de

se estabelecerem na área da reserva legal do PDS". A descrição dessa situação foi fundamental para a determinação do juiz da 9ª Vara Federal de Belém, Carlos Eduardo Castro. Na decisão, ele afirma que a permanência dos ocupantes na área, além de dificultar a implantação do PDS, representa inúmeros danos socioambientais, "haja visto o latente desmatamento que vem ocorrendo em razão da extração de madeiras ilegais e conflitos fundiários, o que pode acarretar, inclusive, mais mortes no local". A ocupação não é recente. Em meados de 2008, uma equipe técnica do Incra

identificou 16 famílias na área. Todas foram advertidas a abandonar o local, uma vez que se tratava de Reserva Legal e elas não possuíam anuência da autarquia para ocupar a área. A orientação do Incra não foi acatada e, desde então, o número de famílias subiu para 22. Também há registro de outros conflitos fundiários de menor gravidade no lote, que se destina à criação de uma agrovila com substituição da pastagem pelo plantio de cacau pelas famílias assentadas nas 30 parcelas individuais. Além dessas, há mais 23 famílias que reivindicam ser assentadas nas parcelas, e outras 18

que já constam na R e l a ç ã o d e Beneficiários (RB) do PDS, mas ainda não foram realmente assentadas. O Projeto de Desenvolvimento Sustentável Anapu I foi criado em novembro de 2002 por meio da Portaria nº 39/2002. A área de aproximadamente 253.600 hectares abriga 183 famílias cuja subsistência é baseada no extrativismo, na agricultura familiar e em outras atividades de baixo impacto ambiental, mediante concessão de uso, em regime comunial, associativista, condominial ou cooperativista.(Assessoria de Comunicação MDA/Incra)

Social


06

Monte Alegre, Pará, Sábado 11 de dezembro/2010

Ano letivo das escolas de Juruti podem estar incompleto Diretor de ensino disse que a SEMED tem cumprido o seu papel Sales Martins

A

s escolas do município de Juruti podem estar com dias do ano letivo incompleto, uma vez que as aluas iniciaram atrasadas, não houve reposição e estão finalizando o calendário ainda este neste mês de dezembro. A denúncia partiu da bancada dos vereadores democratas na câmara municipal. O vereador Carlos Alberto afirmou que existem irregularidades nos dias letivos e que o encerramento na rede municipal de educação no dia 10 dezembro não completa o ano letivo estabelecido pela lei. “Tivemos acesso ao calendário escolar do ano de 2010 e podemos constatar que não daria o que regimenta a LDB, ela determina que seja 800 horas aula ou 200 dias letivos e, pelas nossas contas dão um pouco mais de 190 dias, pelos diários de alguns

professores podemos verificar que até 170 dias é o que tem dado no diário de alguns professores”, denunciou o vereador. Os vereadores fizeram uma representação junto ao Ministério Público que já está em andamento e pediram informações da Secretaria Municipal de Educação, SEMED, “Recebemos um outro calendário, que veio todo adulterado da SEMED com relação ao primeiro que nós tivemos, agora nós vamos anexar junto ao Ministério Público para que ele possa investigar a questão dos dias letivos”, disse, acrescentando que também pediram ao MP a investigação da possibilidade da adulteração de informações repassadas para a câmara. “Também se constatado que foi adulterado, que nós já comprovamos que houve adulteração nas informações para a câmara, é um crime que

a secretaria cometeu que pode ser punida por dar uma informação erronia”, concluiu Carlos Alberto. A Secretaria Municipal de Educação através do diretor de ensino, Aleilson Vidinha, informou que o calendário do primeiro semestre, do mês de fevereiro a junho, não houve nenhuma interrupção e seguiu tudo normalmente. Já do mês de agosto em diante existiu algumas alterações, mas não atrapalharam a execução dos dias letivos. “Nós temos no calendário 215 dias letivos, a LDB determina que nós trabalhemos no mínimo 200 dias letivos, então a SEMED tomou essa decisão juntamente com a prefeitura de encerrar o calendário no dia 10 de dezembro ficando no saldo de 202 dias a mais da proposta que está posto” disse Aleilson.

Vereador afirma que SEMED adulterou o calendário

Justificando as acusações, o diretor de ensino afirmou que “o que pode estar acontecendo é que alguns professores, diretores, não devem ter registrado as suas atividades desenvolvidas corretamente”. Aleilson esclareceu ainda que a função da SEMED é a responsabilidade de planejar o calendário, “as ações é encaminha para os professores e diretores, eles é que são os executores desse plano”, salientou, alertando ainda que “As escolas que até o dia 10 não alcançarem os 200 dias letivos, que é o caso da Rosa de Saron, Maria Lucia entre outras que começaram o ano letivo atrasado, vão permanecer em funcionamento até que se conclua os duzentos dias letivos” finalizou. Escolas do Estado – Denúncias vinda de pais de alunos, afirmam que as escolas do Estado também não

Sua mensagem natalina para milhares de Jurutienses

Anuncie no pacote publicitário de natal do AGORA JURUTI FALE CONOSCO PELO FONE: (93) 9122-5016

estão cumprindo com o calendário letivo desse ano. Segundo um dos pais, que tem dois filhos na escola Emanoel Salgado Vieira, as aulas iniciaram com bastante atraso, primeiro porque não havia carteiras para os alunos, depois entraram em greve, quando as aulas iniciaram não houve reposição aos sábados, além da escola adotar diversas programações festivas em que os alunos tinham horário de aula reduzida para se dedicarem aos ensaios. Com todos esses entraves no período letivo, as aulas estão sendo encerradas no dia 23 de dezembro. A reportagem do jornal Tribuna da Calha Norte tentou entrar em contato com a direção da Unidade Regional de Educação, URE, com sede na cidade de Óbidos, mas não o diretor não foi localizado.


07

Monte Alegre, Pará, Sábado 11 de dezembro/2010

SINTEP de Almeirim elege nova diretoria A eleição da nova diretoria da subsede aconteceu no dia 29 no distrito de Monte Dourado e no dia 30 na sede do município de Almeirim. Na eleição participaram 3 chapas. A chapa 1 dirigida pelo professor Wisnei Messias, chapa 2 por Waldimarcia Carvalho e a chapa 3 coordenada pelo professor Edilson Cardoso. Os vencedores foram os integrantes da chapa 1 que foram empossados no ultimo sábado (04) no auditório do Sintep. A n o v a diretoria ficou assim constituída: presidente - Wisnei Messias, coordenador distrital Waldimarcia Carvalho, secretário de finanças Vando Luiz, secretário geral - Edilson Cardoso, Cinthia Mirnada, secretária de formação - Adimilson Caldeira, secretário de assuntos previdenciários, Elenise Aguila; secretários de assun-

tos jurídicos, Ivanete Queiroz, secretários de esporte, cultura e lazer. Também tomaram posse os suplentes Doralicwe Colares, Edson Maraes, Edenildo Eieira, Elizete Rodrigues, Nazaré Costa, Elias Lobato e

Elides Matos. Para o novo coordenador, Wisnei Messias, que falou a reportagem do jornal Tribuna da Calha Norte, disse que “o sindicato é uma entidade de negociação da categoria é um forte instrumento político de

reivindicação e ampliação de direitos”. Comentou ainda dos seus trabalhos, “A nova coordenação tem um trabalho pela frente inclusive em relação ao planos de cargo, carreira e remuneração dos trabalhadores na

educação do município”, e das eleições “sob o lema 'defenda seus direitos' conquistamos a maioria dos trabalhadores na educação, saímos vitoriosos em um processo transparente o Sintepp deu um show de democracia!”, finalizou.

Professores indígenas são capacitados em Oriximiná No dia 2 de dezembro a Secretaria Municipal de Educação de Oriximiná realizou palestras sobre práticas pedagógicas voltadas para a área indígena. As

palestras aconteceram no Bancrévea, com a participação de 100 professores indígenas. Na abertura do evento, eles cantaram o Hino Nacional Brasileiro

Monte Alegre é palco da II FECULTUR Amanhã, 12 de dezembro, na praça da matriz de Monte Alegre, estará sendo realizado a II FECULTUR, que tem como tema a frese “Valorizando a cultura Pinta Cuia”. O evento inicia a partir das 17h, com comidas típicas

na língua way way. Todos são da aldeia Mapuera, situada no alto Rio Trombetas próximo à Cachoeira Porteira que fica a 18 horas de barco de Oriximiná.

do município, exposição de artesanatos, cantores locais e as revelações que serão escolhidas hoje, sábado, no show de talentos que ocorre na quadra poliesportiva do bairro de Curaxi. Acontece ainda a apresentação dos projetos pelos alunos, dos vários cursos existente na EETEPA e apresentação dos novos cursos que funcionarão no escola. O evento é idealizado pela professora turismologa, Rafaela Leite, que é coordenadora dos cursos de técnico em guia Turístico e hospedagem.

Joelma Castro, chefe de Seção de Educação Escolar Indígena disse que o objetivo é dar mais espaço para os indígenas na área

educacional. Atualmente a prefeitura dá assistência educacional para onze aldeias e no próximo ano esse número vai aumentar para dezesseis. (Diário do Pará)


08

Monte Alegre, Pará, Sábado 11 de dezembro/2010

ALENQUER

Terminal hidroviário está em risco de desabamento

O

Terminal Hidroviário de Alenquer, interditado por intermédio do poder executivo da cidade após diagnosticar que havia fissuras na estrutura física, volta à cena devido o risco de desabamento do local. Após dois anos

de paralisação do terminal onde eram feitos os embarques e desembarques de passageiros, foi constatado que os pilares que dão sustentação a plataforma estão completamente comprometidas. O concreto, por não ser de boa qualidade, está

se soltando e a ferragem, exposta a água que ao longo dos anos vem deteriorando. “Foi feito um levantamento com fotografias, a partir do momento que a parte de engenharia da prefeitura tiver acesso a essas fotografias que serão repassadas para

a defesa civil, será feito um levantamento técnico e a partir daí será construído uma manifestação onde nós colocaremos a disposição o ponto de vista técnico da prefeitura do quão é importante e quais são as falhas mais urgentes a serem corrigidas dentro do porto”, explica o Secretário de Administração de Alenquer. Segundo a Defesa Civil do município, os riscos de desabamento são bem maiores do que quando foi feito o primeiro laudo, pois devido à seca do rio se tornou possível ver com mais precisão o problema e diagnosticar as providências mais rigorosas que devem ser tomadas quanto ao uso do local. “A gente vai providenciar a interdição total da área, até com limite de aproximação porque a gente ta vendo que ninguém sabe a hora que isso

aqui pode desabar”, alerta Joelino Teles, da Defesa Civil de Alenquer. O projeto é de responsabilidade do Estado, mas a Secretaria de Estado e Desenvolvimento Urbano (SEDURB) atestou não recebimento da obra. Segundo o documento da Secretaria de Administração da Prefeitura, a estação hidroviária foi inaugura sem o consentimento do Estado. No mesmo documento a empresa executora do projeto assume as responsabilidades quantos aos vícios de construção constatados na execução do contrato, dentro dos limites que o projeto define. A prefeitura aguarda a decisão do Ministério Publico Federal, da ação movida junto órgão, sobre o destino do Terminal Hidroviário de Alenquer. Fonte – No Tapajós. Com informações de Frank de Oliveira

Ufopa realiza seminários acadêmicos em Juruti e Oriximiná A Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) realiza neste final de semana, dias 11 e 12 de dezembro, seminários acadêmicos nos campi de Juruti e Oriximiná. Aberta ao público, a programação contará com apresentações de estudos realizados pelos graduandos da UFOPA que fazem parte do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor). Outro destaque são as palestras do Ciclo de Extensão da Ufopa, que é promovido pelo Centro d e F o r m a ç ã o Interdisciplinar (CFI). A conservação de bacias hidrográficas é o tema d o d e b a t e e m

Oriximiná, que acontecerá no sábado, dia 11, a partir das 8h30, no Clube Bancrevea, situado na Av. Barão do Rio Branco, no Centro. Os palestrantes serão os professores Arthur Matos, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), e Fábio Aprille, do Instituto de Ciências e Tecnologia das Águas (ICTA) da Ufopa. O debate será presidido pelo Prof. Carlos França, que coordena as atividades d o P a r f o r e m Oriximiná, e contará com a participação do Coordenador do Campus de Oriximiná, prof. Domingo Diniz,

como relator. A partir das 14 horas, haverá a apresentação das pesquisas realizadas pelos acadêmicos do Parfor ao longo do primeiro semestre de estudos, denominado F o r m a ç ã o Interdisciplinar I, que é ministrado pelo CFI. Juruti - O 1º Encontro Acadêmico-Científico da Ufopa no Campus Juruti inicia-se neste sábado, 11, às 8h30, com cerimônia de abertura e mesaredonda sobre o tema "Desenvolvimento, biodiversidade e construção do conhecimento na Amazônia", que contará com a participação dos professores da Ufopa Ademir Terra,

Ricardo Scoles e Dércio Duarte, como palestrantes; Rosivanderson Baia, como mediador; e Síria Ribeiro, da FIT, como relatora. Em seguida, haverá a apresentação oral dos seguintes estudos: Desmatamento da mata ciliar na comunidade Bom-Que-Dói"; "Horta escolar em Santa Maria, Curumucuri"; "Educação ambiental no ensino-aprendizagem"; "Educação ambiental no Ensino Superior no curso de graduação de Biologia da Ufopa na cidade de Juruti"; e "A importância da higiene na escola: incentivo aos alunos de duas escolas". Às 14h30 ocorrerá a

mesa-redonda "Sustentabilidade na Amazônia do Século XXI: teorias e práticas" e, em seguida, serão apresentados os trabalhos: "A leitura no processo ensinoaprendizagem: um estudo comparativo entre os alunos da quarta série do Ensino Fundamental na rede municipal e estadual do município de Juruti no ano de 2010; "Gravidez na adolescência: uma comparação nos municípios de Juruti e Terra Santa, no período de 2008 e 2009"; "Dificuldades na frequência às aulas de EJA à noite", "Biblioteca itinerante"; e "Produção Textual".


09

Monte Alegre, Pará, Sábado 11 de dezembro/2010

JURUTI

Vereadores questionam problemas na administração do matadouro Sales Martins

Não é novidade que o matadouro de Juruti está fora dos padrões de higiene exigido pela lei, entretanto já houve melhorias desde o ano passado, através de um trabalho que vem sendo desenvolvido pelos vereadores do município, agora além da higiene o problema é a administração. Para avançar ainda mais na melhoria em infra-estrutura do matadouro, foi estabelecido em uma reunião na câmara municipal, acordos com os responsáveis do matadouro visando a sua melhoria. Na reunião ficou definido o número de abatimentos por semana, qualidade, preços da carne, do baú (transporte) e a mudança do administrador. Apesar do preço da carne ter subido, denuncias são feitas quanto a qualidade do produto e o gerente continua o mesmo. Os açougues da cidade dizem que receberam uma

notificação por escrito do Sr. Antônio Gomes, responsável pela entrega de carne, comunicando o aumento no valor do transporte, explicando que o preço de R$ 10,00 seria aumentado para R$ 15,00. O documento justificava que o reajuste é devido o transporte do carro, apesar de ser público. Os vereadores questionaram a atitude e se reuniram com o secretário de produção e armazenamento do município, Raimundo Dinho. Que ao ouvir o questionamento dos vereadores anulou imediatamente o documento e fez críticas quanto a essa atitude, já que o caminhão é da prefeitura, esteve com problemas mecânicos mas já está concertado. JOGO DE EMPURRA – O responsável pela entrega da carne, Antônio Gomes, foi convidado a participar de uma reunião, com os vereadores de Juruti e o secretário de produção e armazenamento do município, Raimundo Dinho. Perguntado, pela vereadora Andréia

Vereadores pediram explicação da taxa de transporte que foi aumentada Alves, “quem lhe autorizou a fazer esse documento”, Antônio Gomes respondeu afirmando que foi o próprio secretário de produção e armazenamento. Dinho imediatamente alegou dizendo, “Sim, mas eu disse para você fazer uma reunião com os açougueiros para ver se eles concordavam, mas parece que você não fez isso”. Quanto ao gerente do matadouro, o secretário também não sabia explicar quem era. O nome do administrador só veio

ao conhecimento de todos quando Antônio Gomes, afirmou que continuava o Rogério, que é funcionário da ADEPARÁ e estava na cidade de Oriximiná. A i n d a n a reunião os vereadores em consenso criticaram a quebra do acordo feito com o poder legislativo municipal, considerando uma falta de respeito. Pediram para que o abate no matadouro ocorra três vezes por semana, já que a procura cresceu devido ao seguro defeso e que fosse agendado uma

reunião com o atual gerente do matadouro. Os vereadores ainda questionaram também a falta de higiene, durante a visita realizada por eles até o matadouro da cidade, o vereador Izael Amaral, disse que orelhas, rabos, patas entre outros restos dos animais abatidos estão ao redor do matadouro causando insalubridade no local e pediu que as denúncias feitas por ele, seja tomadas as devidas providências pelo secretário Raimundo Dinho.


10

Monte Alegre, Pará, Sábado 11 de dezembro/2010

WLADIMIR COSTA

Federal do Povão. Seus interesses em Primeiro lugar! O deputado mais votado no estado do Pará, é o que possui o maior número de acusações ilícitas, entre elas, a compra de votos.


11

Wlad é acusado de proteger empresário acusado de pedofilia Da Redação

O

deputado federal mais votado do estado do Pará, Wladimir Costa, é acusado de fazer parte de um grupo de autoridades paraenses que teriam atuado ilegalmente em favor de um empresário suspeito de abusos sexuais contra meninas. A matéria foi publicada no jornal Folha de São Paulo, nela são descritos como acusados um juiz, um delegado, um advogado, uma jornalista e o deputado federal

Wladimir. De acordo com a denuncia feita pela Folha de São Paulo, a polícia fez interceptações telefônicas, autorizadas pela Justiça realizadas entre novembro do ano passado e julho deste ano. As gravações apontam o deputado federal Wladimir Costa (PMDB) como sendo um dos principais articulares da proteção a Antonio Carlos Vilaça, de 56 anos, acusado de pedofilia. As escutas mostram o parlamentar conversando com interlocutores sobre a

Diário do Pará

Monte Alegre, Pará, Sábado 11 de dezembro/2010

Autoridades encobriram Vilaça, acusado de abuso sexual necessidade de convencer a mãe de uma das vítimas a desmentir sua própria versão. Os grampos também sugerem, segundo conclusão da polícia, que Wlad ajudou a “vazar” para Antonio Carlos Vilaça a informação sobre a ordem de prisão emitida contra ele em abril. O vazamento teria permitido ao empresário uma fuga temporária, tendo ele ficado foragido por

uma semana. O deputado, conforme consta do inquérito, teria recebido a ajuda do advogado João Neri, que prestou assessoria jurídica à coligação eleitoral da governadora Ana Júlia Carepa durante a última campanha. O deputado Wladimir divulgou uma nota em que tachou de “armadilha” a investigação policial e se disse vítima de perseguição da cúpula da Polícia

Civil do Pará, que, conforme frisou, nutre em relação a ele “um ódio fervoroso”. Segundo o parlamentar, o ódio resulta das denúncias que fez sobre “diversos casos de desvio de conduta” de policiais. Sobre Vilaça, Wladimir Costa afirmou, na nota, que conhece o empresário, mas ressaltou que, se o mesmo for considerado culpado, quer que ele (Vilaça) “apodreça na cadeia”.

Wladimir pode ter sua candidatura cassada O Ministério Público Eleitoral (MPE) encaminhou ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Pará representação em que acusa o candidato à reeleição como deputado federal Wladimir Afonso da Costa Rabelo, o mais votado no Estado para a Câmara dos Deputados, de oferecer gratuitamente cursos de informática para conseguir votos. Caso a Justiça considerá-lo

culpado, Wladimir Costa poderá ficar impedido de tomar posse ou será cassado. Segundo a representação, enviada ao TRE dia 12 de novembro, o candidato agiu com o apoio do irmão, Wlaudecir Antônio da Costa Rabelo, e de um funcionário de uma rádio em Itupiranga, no Sudeste paraense. Alunos do curso de informática confirmaram ao MPE que

propaganda feita por carro de som no Município informava que Costa era o proprietário da rádio Jovem FM, onde o curso era oferecido. O diretor da rádio e coordenador da campanha do candidato, Murilo Santos Ferreira, afirmou que o curso era promovido pela própria sociedade W. A. C. Rabelo e Cia Ltda., permissionária da rádio. O curso,

oferecido gratuitamente a estudantes com mais de 15 anos de idade, começou em 12 de setembro, com previsão de término em 12 de dezembro. Segundo depoimentos de instrutores, 1180 alunos foram matriculados, sendo 840 na sede do município de Itupiranga e 340 no distrito de Cajazeiras. “Embora a empresa permissionária da rádio responsável pelo curso não tenha,

Sua mensagem natalina para milhares de Jurutienses

Anuncie no pacote publicitário de natal do AGORA JURUTI FALE CONOSCO PELO FONE: (93) 9122-5016

formalmente, como sócio o representado Wladimir Costa, a apuração realizada deixou claro que é de reconhecimento unânime no Município a vinculação entre o candidato e a rádio, sendo ele tido como proprietário pelos habitantes do local”, observam os procuradores eleitorais André Viana e Bruno Araújo Soares Valente no texto da representação. Com informações do Diário do Pará.


12

Monte Alegre, Pará, Sábado 11 de dezembro/2010

UFOPA de Monte A programação do I C

Lenne Santos

O

município de Monte Alegre é um dos beneficiados com a criação de um dos seis campi descentralizados da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA). Em Monte Alegre, a UFOPA terá quadro fixo de docentes e técnicos, com aulas regulares já a partir de 2012. O anúncio foi feito pelo Pró-Reitor de P l a n e j a m e n t o Institucional, Prof. Aldo Queiroz, durante palestra proferida dentro da programação do “I Ciclo de Extensão” do Centro de Formação Interdisciplinar CFI/UFOPA, na tarde

do último sábado, dia 4, na escola Orlando Costa, onde ocorreu também o I Salão de Trabalhos Acadêmicos de Alunos do Plano Nacional de Formação da Educação Básica (PARFOR). “Inicialmente, vamos implantar dois cursos da área técnica que serão definidos de acordo com o potencial econômico da cidade”. Queiroz afirmou também que já está definida a área onde serão construídas as futuras instalações do campus, ele só não revelou a localização do terreno. I Ciclo de Extensão Com o tema “Educação e Desenvolvimento”, o I Ciclo trouxe à cidade a

Profa. Lucineide Pinheiro, secretária Municipal de Educação de Santarém, e a Profa. Tânia Brasileiro, da Universidade Federal de Rondônia (UNIR), que coordena o Curso de Mestrado em Educação daquela universidade. A P r o f a . Lucineide Pinheiro falou de como a educação pode ser utilizada como ferramenta para promover o desenvolvimento social e humano. “Quanto maior o grau de escolaridade das mães, menor é o índice de mortalidade dos filhos”, afirmou, lembrando pesquisa feita entre mães de baixa renda que haviam concluído o

Ensino Fundamental. “Filhos de mães alfabetizadas são mais saudáveis”. O compromisso de todos com uma educação de qualidade deu o tom da palestra da Profa. Tânia Brasileiro, da UNIR. “Pensar desenvolvimento global é pensar em educação inclusiva”, disse ela, ressaltando o papel da escola como “comunidade de aprendizagem”. Ela também lembrou uma das metas do programa “Todos Pela Educação”, que até 2022 prevê acesso à educação básica para 100% das crianças brasileiras. “Hoje, temos registros de que 84% das nossas crianças estão matri-

culadas, não é pouco, mas ainda não é o que queremos”. Trabalhos Acadêmicos - No dia seguinte às palestras do I Ciclo, foi realizado o I Salão de Trabalhos Acadêmicos dos alunos do PARFOR. Os alunos expuseram, para avaliação dos professores, o resultado dos trabalhos elaborados para as disciplinas cursadas durante o primeiro semestre de formação. Eles foram cuidadosos com o visual e mandaram fazer camisetas estilizadas para usar no dia da apresentação. Os alunos tiveram como atividade avaliativa a elaboração de um trabalho científico que tivesse estreita relação com a comunidade na qual estão inseridos. O resultado foi exposto em forma de banner. Ao todo foram expostos 13 painéis. Três equipes optaram pela apresentação oral. Entre os temas expostos destacamos o que tratou do tema que mais chama atenção na cidade de Monte Alegre:

Inicialmente, vamos implantar dois cursos da área técnica que serão definidos de acordo com o potencial econômico da cidade”, Aldo Queiroz.


13

Monte Alegre, Pará, Sábado 11 de dezembro/2010

Alegre recebe Ciclo de Extensão “As pinturas rupestres do Parque Ambiental (PEMA): desafios e possibilidades da educação ambiental”, orientado pela Prof. Dra. Kátia Correa (Instituto de Ciências da Educação); o trabalho teve como foco os alunos da comunidade do Ererê, que fica no entorno do parque. “Nosso objetivo foi apreender o significado que os alunos atribuem a essas pinturas, ou o que eles realmente conhecem acerca dos desenhos. Queríamos saber também de que forma os professores trabalham essa temática”, disse Arenildo Santos Silva, um dos integrantes da equipe. A equipe pretende levar até a escola o resultado da pesquisa, por meio de palestras aos alunos. Pretende ainda elaborar, a partir dos resultados, material didático para auxiliar os professores. “Identificamos por meio da pesquisa que nós, montealegrenses, ainda sabemos muito pouco sobre essas pinturas. Muitos trabalhos científicos foram elaborados, porém esses resultados muitas vezes não chegam até nós”. Outro trabalho que chamou atenção foi o realizado pelas alunas do curso de Química e Biologia da comunidade Setor 1 e Setor 4, localizada às margens da PA 254, intitulado “Plantas medicinais curando doenças: medicina caseira como alternativa de cura”. “A comunidade enfrenta muitos problemas

porque não sabe utilizar corretamente as plantas medicinais. O nosso trabalho contemplou isso. Buscamos ensinar como confeccionar pílulas, chás, pomadas, xaropes e principalmente mostramos como usar a dosagem certa”, afirmou Maria José Oliveira da Silva. O Prof. Gilberto César Lopes Rodrigues, do Instituto de Ciências da Educação (ICED), um dos avaliadores, ficou bastante impressionado com o trabalho. “O mais importante é que percebemos um retorno para a comunidade. Esse é o papel da universidade, que, por fazer parte de um contexto sociocultural, deve dar retorno para a comunidade na qual está inserida”. O coordenador da atividade em Monte Alegre, Prof. João Feitosa, afirmou que ficou bastante satisfei-

to com a qualidade dos trabalhos. “Essa mostra reflete de maneira surpreendente como os alunos conseguiram captar a proposta da UFOPA e realizaram pesquisas com conteúdo interdis-

ciplinar”. Para muitos dos professores que compõem as turmas de alunos do PARFOR, cursar as disciplinas exige dedicação e muito esforço. É o caso de Raimundo Rodrigues,

que dá aulas há 10 anos numa escola rural da comunidade de São Pedro, no município de Prainha, distante 130 km de Monte Alegre. Ele viaja de carro, moto e barco para chegar à sala de aula. “A viagem até é desgastante, a gente não dorme direito no barco e ainda assim tem de se concentrar na aula. Mas esse sacrifício vale a pena. A experiência como aluno da UFOPA/PARFOR está sendo gratificante para mim. A proposta da interdisciplinaridade é muito importante para o meu crescimento profissional”. O professor Raimundo leciona numa escola rural da comunidade Malval, localizada a 40 quilômetros da sede do município, que recebe 85 alunos; a maioria estuda em salas multisseriadas. Na escola há apenas dois computadores usados, que foram doados por uma organização nãogovernamental que atua na comunidade. Eles não possuem acesso à Internet na escola. “Participar de momentos como este é fundamental para o meu crescimento profissional, e consequentemente melhoria das minhas aulas”.

Apenas R$ 20,00 POR ANO ENTRE EM CONTATO CONOSCO PELO EMAIL: assinatura@tribunadacalhanorte.com.br


14

Monte Alegre, Pará, Sábado 11 de dezembro/2010

DATA DA VEICULAÇÃO: 24 de dezembro/2010 FECHAMENTO DA EDIÇÃO: 22 de dezembro/2010 SOLICITE ORÇAMENTO PELO EMAIL: comercial@tribunadacalhanorte.com.br


15

Monte Alegre, Pará, Sábado 11 de dezembro/2010

D

ando continuid a d e a Operação Delta, iniciada em abril deste ano, a Polícia Federal deflagrou ontem, sextafeira 10, a operação "Alvorecer” para investigar e comprovar a participação de pessoas físicas e jurídicas, possivelmente organizadas em quadrilha, envolvidas em prática de crimes ambientais diversos. As operações visam combater o desmatamento e o comércio ilegal de madeira na Região Metropolitana de Belém, após a coleta de dados importantes acerca da suspeita de corrupção em órgão de fiscalização ambiental do Pará. S e g u n d o informações da Polícia Federal, no curso das investigações foram constatadas a participação de servidores da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) numa rede de corrupção. Os trabalhos investigativos se centralizaram no comando do grupo criminoso e foram obtidos indícios contra dez pessoas. Destas, a PF já prendeu quatro. Sebastião Ferreira Neto, conhecido como “Ferreirinha”, exvereador de Marabá e presidente do Águia Futebol Clube, foi preso em Marabá. Em Belém, foram presos Cláudio Cunha, ex-secretário adjunto da Sema; Paula Fernanda Viegas, chefe d o S e t o r d e Georreferenciamento; e Wandserson do Egito

Ex-vereador de Marabá e presidente do Águia Futebol Clube, foi preso em Marabá

Servidores que atuavam em rede de corrupção da Sema são presos Sena, despachante Corretor da Sema. O esquema se baseava na aprovação ilegal de vistorias e de licenças para a exploração de madeira e planos de manejo, por meio do pagamento de propina por empresários madeireiros aos servidores de diversos escalões da Sema. A facilitação e os pagamentos ilícitos se davam através de despachantes, os quais tinham relação com os servidores públicos contratados para reprimir a prática da

qual tiravam proveito pelo cargo ocupado. "As ações da quadrilha eram audaciosas e organizadas. Há indícios de fraude em mais de 200 processos, que geraram enormes prejuízos e a circulação ilegal de centenas milhões de reais. O valor da 'propina' dependia do cargo do envolvido e da sua ingerência na agilização para aprovação e na capacidade de dar aparência de legalidade ao esquema", explica. Corrupção - A corrup-

ção era dividida em dois níveis: no primeiro os funcionários subalternos recebiam valores para desempenhar atos ou dar agilidade à tramitação de processos; num segundo nível, os funcionários do alto escalão cobravam um percentual do valor total do planos de manejo florestal para aprovar o plano, não importando se os mesmos estariam irregulares ou não. Durante as investigações, que aconteceram também no curso da última campanha eleitoral,

constataram-se indícios de que a gestão da Sema também pode ter sido utilizada como meio de apoio político para campanhas a cargos eletivos. Os mandados de prisão temporária e de busca e apreensão aos envolvidos no caso foram expedidos pela 9ª Vara da Justiça Federal da capital. No total, já são dez acusados: seis servidores da Sema, um servidor do Ibama, que fôra cedido para atuar j u n t o a q u e l a Secretaria, e três despachantes do setor. "Vale consignar que o prejuízo causado por este esquema de corrupção é dos mais variados e já conhecidos pela sociedade. Ademais, neste caso, o dano ambiental é evidente. Ao se aprovarem projetos de manejo florestal em área que não apresenta condições, agride-se o meioambiente para resguardar interesse de poucos, muitos dos quais pagos com dinheiro público exatamente para coibir as práticas das quais se elocupretavam", afirmou em nota a Polícia Federal. Os presos serão indiciados por violação aos artigos 313-A, 317, 319, 321 e 288 do Código Penal (servidores púplicos) e art. ART 288, Art. 332 e Art. 333 (particulares), além do artigo 50-A da Lei 9605/98, com penas previstas de 2 a 12 anos de prisão. Fonte - Diário On Line

Apenas R$ 20,00 POR ANO Entre em contato conosco pelo Email: assinatura@tribunadacalhanorte.com.br


16

Monte Alegre, Pará, Sábado 11 de dezembro/2010

DESCASO COM SAÚDE DE MONTE ALEGRE

Unidade de combate a dengue trabalha em prédio que tem

fossa sanitária sem tampa


17

Monte Alegre, Pará, Sábado 11 de dezembro/2010

Caixa d'água em amianto está preste a desabar. No solo uma cisterna que está com a tampa de acesso aberta

Prédio quase desabando está propício a reprodução do mosquito Aedes aegypti Da Redação

N

o local onde funciona a divisão de combate contra o mosquito da dengue, no município de Monte Alegre, o PACS (Programa de Agentes Comunitário de Saúde), apresenta condições favoráveis para a reprodução do mosquito Aedes aegypti, devido a estrutura precária do prédio. São vários os problemas existentes no prédio, que seria a residência oficial do prefeito, mas que ao longo dos anos abriga secretarias, antes,

funcionava a Secretaria M u n i c i p a l d e Educação, coordenada pela vice-prefeita, Aldenora Coutinho. O prédio está deteriorado e sem condições para abrigar os agentes de saúdes do município. No prédio, uma das fossas sanitárias está sem tampa há vários meses, exposta a céu aberto, as duas caixas d'água estão quase caindo, uma está sem tampa e a outra quebrada. Além disso, as caixas ainda são de amianto, um produto que apresenta substâncias cancerígenas e por esse motivo foi proibida de ser utilizada como

reservatório de água. Uma cisterna que serviria para abastecer as caixas d'águas também está sem tampa. Os problemas ainda se estendem nos banheiros, onde somente um deles funciona em precárias condições, tendo os funcionários do PACS que carregar água em um recipiente improvisado para usar no vaso sanitário, porque não dispõe de caixa descarga. A situação é preocupante, pois com esses reservatórios desprotegidos e as chuvas desse período, a água fica acumulada se tornando uma maternidade para os mosquitos

fêmeas do Aedes aegypti depositam seus ovos. Assim a saúde da população fica desprotegida, uma vez que o espaço que deveria promover a saúde está se tornando em um criadouro de mosquitos que transmitem a dengue. Durante a presença da reportagem do jornal Tribuna da Calha Norte, os funcionários do PACS, preferiram manter silêncio e não dar nenhuma declaração oficial, com medo de represálias. A informação é que duas semanas atrás, um senhor esteve no local para tirar a medida de um dos reservatórios de água e

Dizeres afixado na porta do banheiro

encaminhar para a Secretaria Municipal de Saúde, que já foi administrada por vários secretários, a qual o último foi o advogado Salim Sadala e hoje é chefiada pela vice-prefeita, a professora Aldenora Coutinho. No prédio do PACS funciona a divisão de combate a dengue e lestiomaniose; a vigilância sanitária e de saúde. A reportagem do jornal Tribuna da Calha Norte tentou entrar em contato com a secretária de Saúde, Aldenora Coutinho, mas até o fechamento desta edição ela não atendeu a reportagem.


18

Monte Alegre, Pará, Sábado 11 de dezembro/2010

POLÍCIA

Polícia intensifica trabalho em Almeirim Eranildo Cruz

Os trabalhos policiais no município de Almeirim tem se intensificado e obtido resultados positivos. Estouro de bocas de fumo, combate ao tráfico de motos, redução da violência são algumas das atividades que vem sendo desenvolvida na cidade. E m u m a operação conjunta, entre policia militar e civil, desfizeram uma boca de fumo localizada, no bairro Nova Vida. No local foi apreendido 72 cabeças de maconha e cocaína, 03 balas, 01 arma de pressão, vários

documentos e cartões de clientes. O dono da boca, Cinei Lima de Santos, 27 anos, foi preso em flagrante. A operação foi comandada pelo sargento da policia militar, Neisonor Figueira e Max Lins, da policia civil participaram da operação os cabos Roni, Amaral e outros. O sargento Neisonor disse que, “já estouramos a primeira sabemos que tem muitas, mas estamos no encalço de outra, nos não vamos nos afobar, terá a hora certa para diminuir o roubo e o crime. Temos que combater o tráfego

de drogas na cidade”, enfatizou. A policia militar tem o apoio da policia civil que possui o mesmo objetivo, trabalhar pela segurança. “A proposta é lutar para reduzir à violência a criminalidade e o tráico de entorpecente”, argumentou, acrescentando que o policiamento está sendo ostensivo, uma blitz foi montada para verificar motos

roubadas. O n o v o delegado do município, Marco Antônio Pitiman Machado, disse que, para diminuir a criminalidade vai trabalhar em parceria entre policia civil, militar, sociedade civil organizada e a população para colaborar com as investigações. “Temos projetos para serem implantados na cultura e no esporte

para tirar jovens e adolescentes da ociosidade, vamos fazer parceria com a câmara e prefeitura para desenvolver projetos de artesanatos com os detentos para que eles possam se socializarem e aprendem profissões”, disse o delegado. Além disso, pretende reformar a delegacia para evitar fugas também através de parceria.

MONTE ALEGRE

Meninas eram abusadas Homem é acusado de tentar matar a esposa sexualmente pelo padrasto com uma foice

Na Unidade Policial do município de Monte Alegre, a senhora Marilene Santos de Almeida, registrou B.O. contra o Sr. Raimundo Sanches da Silva, de tentar matá-la com uma foice. De acordo com Marilena, ela estava em casa, quando o homem, com quem estava vivendo três meses junto, chegou embriagado tentando arrombar a porta, como não conseguiu pulou a janela e tentou agredi-la com a arma “Ai ele pulou e tentou me cortar, eu lutei muito com ele, tomei a foice e joguei no terreiro (quintal)” disse. Já o acusado da agressão, Sr. Raimundo, afirma que foi a sua companheira que o agrediu com a foice, “ela é que tentou me matar, quando cheguei em casa ela veio me agredir com uma foice”, afirmou. Raimundo Sanches ainda disse que o único momento que agrediu a mulher foi quando ela mordeu o seu escroto. As agressões eram visíveis no rosto da denunciante. O homem foi preso e enquadrado na Lei Maria da Penha.

Duas meninas, uma de 11 e outra de 14 anos de idade, eram estupradas pelo padastro, Moacir de Souza Nogueira, 41 anos, a violência já vinha ocorrendo a mais de dois anos no município de Belterra. O abuso ocorria dentro da casa da família, mais precisamente no quarto do casal. De acordo com o relato das menores, o padrasto arrancava as suas roupas, puxava os cabelos e ameaçava as meninas de morte para não contarem nada a mãe, as vítimas temiam pela sua vida e a de sua mãe. Quando se

recusavam a manter relações eram espancadas, uma das garotas esta com problema auditivo devido as pancadas que recebeu na região do ouvido. A mãe não podia fazer nada, pois também recebia ameaças e era agredida pelo seu companheiro, com quem vivia há sete anos. O filho mais velho deixou de trabalhar para garantir proteção à família. O caso foi registrado na delegacia de policia daquele município, mas até agora a família não recebeu nenhuma posição. O meliante está

A mãe das vítimas pede justiça foragido. O delegado disse que a mãe sempre negou. Quando fez o primeiro inquérito em 2009 ela e a vítima negaram o abuso.


19

Monte Alegre, Pará, Sábado 11 de dezembro/2010

ESPORTE

‘Eu já sabia

JAC Campeão!’

Fotos - Edsérgio Moraes

Torcedores exibiam faixas convincentes da vitória do JAC Futebol Clube no ultimo final de semana, em Óbidos

PÁGINAS SEGUINTES. Pôster do Time JAC. Campeão Obidense de Futebol 2010


FOTO - EDSÉRGIO MORAES

O JORNAL DO POVO

EM PÉ – Gico Figueira(Técnico) Bacu, Clenildo Orelhudo (goleiro), Fabiano, João, Saulo, Pedro Gago, Va Francineto, Santana, Neguinho, Márcio(Presidente) Teco Santarém (Massagista), Jhay (Vice-Presidente AGACHADOS – Endrio, Gunga, Dinaldo, Cascata, Maneco, Sineca, Euler, Patrick, Bié, Dinei, Wilke (Direto

CASA DOS

TECIDOS

Verea

Carlos Gu

-PTB

A Força


CASA DOS PECADORES TUDO EM MATÉRIA DE PESCA COM OS MENORES PREÇOS

an, e. or).

ador

uimarães

B-

Jovem

CRO/PA - 2979

Rua Siqueira Camos, 94. Centro - ÓBIDOS Av. 24 de Dezembro, 1930. ORIXIMINÁ

Vereador

José Carlos Preto -PTB-

Trabalhando com o Povo

LOTERIA MULTI SORTE ÓBIDOS - PARÁ


22

Monte Alegre, Pará, Sábado 11 de dezembro/2010

JAC é o campeão Obidense de futebol 2010 A equipe do JAC Futebol clube conquistou no último sábado, na cidade de Óbidos o título de campeão de futebol Obidense de 2010, ao vencer por um placar de 1 x 0 a equipe do Juventus, pela segunda partida da final do campeonato de futebol amador. O evento foi organizado pela Liga Desportiva Obidense. O jogo foi no estádio municipal Aryzão, com a presença de um grande público. O gol da partida foi marcado por Wenderson Amorim ao 35 minutos do segundo tempo. Veja as Imagens ao lado.


TRIBUNA DA CALHA NORTE  

Jornal da cidade de Monte Alegre, Pará. Brasil. Edição digital, número 07.

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you