Issuu on Google+

Muito se quis explorar sobre o plágio de Yann Martel, autor do livro que originou o filme, sobre Max e os Felinos de Moacyr Scliar, mas enquanto o conto de Scliar era uma metáfora eminentemente política – o jaguar, (leia-se a ditadura), como “uma realidade feroz que poderia usar da violência a qualquer instante sobre o outro” – o conto de Martel vinha com a causa honorária de provar a existência de Deus.


CLASSIFICAÇÃO DOS CONTOS: O conto é uma obra de ficção,um texto ficcional. Cria um universo de seres e acontecimentos de ficção, de fantasia ou imaginação. Como todos os textos de ficção, o conto apresenta um narrador, personagens, ponto de vista e enredo.


CARACTERÍSTICAS DOS CONTOS: É uma narrativa linear e curta, tanto em extensão quanto no tempo em que se passa. A linguagem é simples e direta, não se utiliza de muitas figuras de linguagem ou de expressões com pluralidade de sentidos. Todas as ações se encaminham diretamente para o desfecho. Envolve poucas personagens, e as que existem se movimentam em torno de uma única ação. As ações se passam em um só espaço, constituem um só eixo temático e um só conflito. A habilidade com as palavras é muito importante, principalmente para se utilizar de alusões ou sugestões, frequentemente presentes nesse tipo de texto.


O narrador é a voz que conta a história - pode ser o próprio autor, ou pode ser uma invenção, uma personagem, principal ou secundária:

NARRAÇÃO

consiste em arranjar uma sequência de fatos na qual os personagens se movimentam num determinado espaço à medida que o tempo passa.

O texto narrativo é baseado na ação que envolve personagens, tempo, espaço e conflito.

Narradorpersonagem

• Conta na 1ª pessoa a história da qual participa também como personagem.

Narradorobservador

• Conta a história do lado de fora, na 3ª pessoa, sem participar das ações

Narradoronisciente

• conta a história em 3ª pessoa e, às vezes, permite certas intromissões narrando em 1ª pessoa


►Conflito: é uma oposição entre elementos da história

– fatos, personagens,ambiente, ideias, desejos, opiniões – da qual resulta uma tensão que organiza os fatos. ►Introdução (ou apresentação): geralmente coincide com o começo da história. Nela o narrador costuma apresentar os fatos iniciais, as personagens e, eventualmente, o tempo ou o espaço. ►Complicação (ou desenvolvimento): é a parte do enredo em que é desenvolvido o conflito. ►Clímax: é o momento culminante da história, o momento de maior tensão, aquele em que o conflito atinge o seu ponto máximo; Desfecho (desenlace ou conclusão): É a solução do conflito, a parte final: boa, má, surpreendente, trágica, cômica, feliz, etc.


TEMPO Cronológico:

Psicológico:

Técnica do flashback:

é o tempo que é o tempo que é um recurso narrativo transcorre a ordem transcorre numa ordem que consiste em voltar natural dos fatos no determinada pela no tempo. enredo, do vontade, pela Ocorre, por exemplo, começo para o final. memória ou pela quando uma Está ligado ao enredo imaginação do narrador personagem lembra um linear, ou seja, à ordem ou personagem. É fato ou conta a outras em que os fatos característico de personagens fatos que ocorrem. Chama-se enredo não linear, ou acrescentam tempo cronológico seja, do enredo em que informações ou porque pode ser medido os acontecimentos estão esclarecem uma em horas, meses, fora da situação, um anos, séculos ordem natural. enigma.


Espaço Físico (ou geográfico):

Social (ambiente):

é o lugar onde acontecem os fatos é o espaço relativo às condições que envolvem as socioeconômicas, morais e personagens: uma máquina do psicológicas que dizem respeito às tempo, uma casa, uma praça, personagens. Possibilita situar as Londres. O espaço personagens pode ser descrito detalhadamente ou na época, no grupo social e nas suas características podem aparecer condições em que se passa a história, diluídas projetar os na narração. Quase sempre é possível conflitos vividos por elas, fornecer identificá-lo como espaço aberto ou pistas para certo tipo de desfecho. fechado, urbano ou rural, etc.


Em dupla, relacione os itens a seguir ao conto que vocês estão assistindo. Fale sobre: • • • •

1). Narrador: 2). Personagens: 3). Tempo: 4). Espaço:


Metáfora

Alegoria

Ironia

• A metáfora consiste em retirar uma palavra de seu contexto convencional (denotativo) e transportá-la para um novo campo de significação (conotativa), por meio de uma comparação implícita, de uma similaridade existente entre as duas.

•A alegoria encerra uma comparação alargada entre uma realidade concreta e animada, que é mostrada ao leit or/ouvinte como objetivo de explicar/clarificar uma entidade ab strata (intelectual, moral,psicológica, sentimental, teórica). Esta realidade mental, de mais difícilcompreensão, é representada at ravés de entidades concretas, objetivas,normalmente seres hum anos ou animais, com uma finalidade didática. • Na linguagem cotidiana, a ironia tem um significado depreciativo, sarcástico ou de zombaria. Mas não é esse o sentido da ironia socrática. No grego, ironia quer dizer "interrogação".


“Quem conta um conto, aumenta um ponto.” 5) Discorra sobre o desfecho do conto. Se você tivesse que dar-lhe um outro final, qual seria? 6) O conto trabalha o real ou o fantástico? Justifique.


Zebra (o budista), a Hiena (o cozinheiro), Orange Juice a mamãe orangotango, vemos a mãe de Pi, enclausurada, de luto e resignada perante a situação em que se encontrava. Mesmo assim, não abandonou seu espírito maternal, até o último instante.


Luciane aula as aventuras de pi