Page 1

CONSTRUร‡รƒO CONTERN PARTICIPA DE CONSร“RCIO PARA O LOTE DA JACU-PรŠSSEGO, A MAIS IMPORTANTE OBRA VIรRIA DO MOMENTO NA GRANDE SP CONSTRUCTION CONTERN PARTICIPATES IN A JOINT VENTURE FOR CONSTRUCTION WORKS OF JACU-PรŠSSEGO LOT, THE MOST IMPORTANT HIGHWAY CONSTRUCTION PROJECT IN THE GREATER SP AT THIS MOMENT EVENTOS O 10ยบ MICHELIN CHALLENGER BIBENDUM APONTOU ALTERNATIVAS PARA MINIMIZAR A QUANTIDADE DE POLUENTES NA ATMOSFERA EVENTS 10TH MICHELIN CHALLENGE BIBENDUM SHOWED ALTERNATIVES TO MINIMIZE THE AMOUNT OF POLLUTANTS DISCHARGED IN THE ATMOSPHERE.

Outra vez

Pelo segundo ano consecutivo, a TRACBEL รฉ considerada a melhor Revenda de Mรกquinas e Insumos do Paรญs em eleiรงรฃo da Revista Exame 1ST ONCE AGAIN โ€“ FOR THE SECOND CONSECUTIVE YEAR, TRACBEL IS ELECTED BY EXAME MAGAZINE THE BEST MACHINE AND INPUT DEALER IN BRAZIL

26

nยบ

!./9%!2s*5.*5.!'/!5'ssWWWTRACBELCOMBR


2

TracbelMagazine


TracbelMagazine

3


P

Por: Leonardo Bastos e Pedro Blank Fotos: Leonardo Bastos e Fred Wanderley

painel tb tb at a glance

ExpoZebu 2010 termina com alta de 23% no faturamento A maior exposição pecuária zebuína do mundo, a ExpoZebu 2010, terminou em maio, no Parque Fernando Costa, em Uberaba (MG), com balanço positivo. Os 43 remates realizados nos 12 dias de feira movimentaram R$69.802.480,00, melhor resultado das últimas quatro edições da mostra e alta de quase 23% em relação a 2009. No ano passado, os 48 remates faturaram R$56.784.330,00. Um dos destaques na raça Gir Leiteiro foi o criador da região de Teófilo Otoni, César Khoury, com o touro CK Labor que, dentre os 36 animais que participaram do primeiro teste de pré-seleção da ABCGIL/FAZU/Embrapa para a progênie da raça, liderou todas as etapas, terminando

na liderança do grupo. Hoje o CK Labor está contratado pela Alta Genetics Central de Inseminação, em Uberaba (MG).

O vice-presidente da TRACBEL, Luiz Gustavo Pereira, César Khoury, criador de Gir Leiteiro, e Ricardo Rodrigues, da TRACBEL TRACBEL’s vice-chairman, Luiz Gustavo Pereira, César Khoury, breeder of Milk Gir, and Ricardo Rodrigues, from TRACBEL

Volvo CE recebe dupla premiação por excelência em engenharia de equipamentos A Volvo Construction Equipment foi reconhecida pelos “notáveis resultados no projeto de equipamento”. Após 9,2 mil votos dos leitores da revista Diesel Progress, organizadora da competição, a VCE ganhou dois prêmios: “Melhor Escavadeira Hidráulica”, com seu modelo EW160, na categoria de equipamentos de construção médios& pesados, e “Melhor Motoniveladora”, com o modelo G930, na categoria de equipamentos para construção de estradas. Os vencedores foram selecionados com base em uma lista final de três máquinas, em 13 categorias distintas. Os prêmios foram entregues numa cerimônia organizada pela empresa ZF, fornecedora de sistema de trens-de-força e patrocinadora dessa premiação.

Scott Hall, vice-presidente executivo da Volvo Construction Equipment, recebeu as duas premiações. “É sempre bom ganhar prêmios, especialmente quando resultam de uma votação de um público tão conhecedor como os leitores da revista Diesel Progress”, disse ele. Segundo Mike Brezonick, editor adjunto e editor-chefe da revista, os prêmios celebram os esforços dos engenheiros que, muitas vezes, não são reconhecidos. “Nossa premiação saúda as incontáveis horas e esforços devotados aos projetos dos equipamentos atuais. Queremos celebrar a conquista singular na engenharia e no projeto dos equipamentos motorizados”, explica.Essa foi a segunda vez que a premiação por excelência em engenharia de equipamentos foi patrocinada pela ZF. A primeira ocorreu em 2008, na Conexpo.

ExpoZebu 2010 ends with revenues increased by 23% The major zebu cattle exhibition in the world, ExpoZebu 2010, held at Fernando Costa Park, in Uberaba (MG), ended in May with a positive balance. The 43 cattle transactions carried out in the 12 days of fair amounted to R$69.802.480,00, the best result in the past four editions of the exhibition, increased by almost 23% compared to 2009. Last year, the 48 transactions yielded R$ 56.784.330,00. One of the outstanding animals of the Milk Gir breed was the bull CK Labor, belonging to César Khoury, from the region of Teófilo Otoni. Among the 36 animals that participated in the 1st PRESELECTION TEST OF ABCGIL/FAZU/ EMBRAPA for the Progeny of the breed, this bull was ranked first in all the phases, ending the process in the leading position of the group. Today, CK labor is hired by Alta Genetics Central de Inseminação, in Uberaba (MG). Volvo CE is awarded a double prize for excellence in equipment engineering Volvo Construction Equipment has been recognized for the “noteworthy results in equipment design”. After 9.2 thousand votes from the readers of Diesel Progress magazine, which organizes the competition, VCE was awarded two prizes: “Best Hydraulic Excavator”, with its model EW160, in the medium & heavy construction equipment category, and “Best Motor Grader”, with model G930, in the road construction equipment category. The winners have been selected from a final list of three machines, in 13 different categories. The prizes were awarded in a ceremony organized by the company ZF, supplier of driving gear systems and sponsor of this award. Scott Hall, Volvo Construction Equipment’s executive vice-chairman, received the two prizes. “Being awarded prizes is always rewarding, especially when they result from voting from such an expert public, like the readers of Diesel Progress magazine”, he said. According to Mike Brezonick, deputy editor and chief editor of the magazine, the prizes celebrate the efforts of the engineers that many times are not recognized. “Our prizes are a reward for the uncountable hours and efforts intended for the designs of the current equipment. We want to celebrate the singular achievement in the engineering and design of engine-driven equipment”, he explains. That was the second time the prize for excellence in equipment engineering was sponsored by ZF. The first one was held in 2008, at Conexpo. Elba is a TOP CRANE 2010 company in the safety category

A G930, fabricada pela Volvo, foi eleita a melhor motoniveladora do mercado pela revista Diesel Progress G930, manufactured by Volvo, was elected the best motor grader in the market by Diesel Progress magazine

4

TracbelMagazine

A Volvo também ganhou o prêmio de melhor escavadeira hidráulica Volvo has also been awarded the prize for the best hydraulic excavator

Elba Equipamentos e Serviços S.A., one of the major internal logistics companies for the steelmaking and mining segments, has been


Elba é empresa TOP CRANE 2010 na categoria segurança A Elba Equipamentos e Serviços S.A., uma das maiores empresas de logística interna para os segmentos de siderurgia e mineração, recebeu, recentemente, o prêmio Top Crane. De realização anual e instituído pela Revista Crane do Brasil, a premiação tem como objetivo promover o reconhecimento público das empresas de destaque em serviços de elevação, movimentação e transporte de cargas pesadas e especiais. A Elba foi eleita a empresa Top Crane 2010 na categoria SEGURANÇA, considerando-se como critérios o investimento anual em segurança, o número de acidentes de trabalho, o recorde de dias trabalhados sem acidentes e as certificações obtidas na área. Para celebrar a con-

quista, a diretoria da Tracbel homenageou a Elba Equipamentos com a entrega de uma placa comemorativa pelo prêmio e pelos 50 anos da empresa.

LIBRARY Diretoria da TRACBEL entrega placa comemorativa pelos 50 anos da Elba Equipamentos TRACBEL’s board of directors delivers a plate celebrating Elba Equipamentos’ 50th anniversary

Biblioteca O PODER DO TWITTER O que é e como funciona o Twitter? Como empresários, executivos, prestadores de serviços e profissionais em geral podem utilizar essa ferramenta nos seus negócios? Esse livro explica como incorporar o Twitter em suas estratégias de marketing. Ao longo do texto, o leitor conhecerá a origem desse site. Também mostra o seu desenvolvimento como instrumento de mídia social e seu potencial como ferramenta de marketing. Trata da importância de aprender a fazer seu perfil e a obter seguidores, em quantidade e qualidade. Além disso, saberá como divulgar sua marca, atrair novos clientes e ampliar suas vendas. É possível ver os tipos de twitters e como escrevê-los da melhor forma possível para que atendam aos seus objetivos, aprendendo a gerenciar equipes virtuais.

Preço estimado: R$ 44,90 Autores: Joel Comm e Ken Burge Editora: Gente Páginas: 296

recently awarded the Top Crane prize. This annual prize, created by the Crane do Brasil magazine, has the purpose of promoting the public recognition of outstanding companies carrying out heavy and special load hoisting, handling and transportation services. Elba has been elected the Top Crane 2010 company in the SAFETY category, which criteria are the annual investment in safety, the number of work accidents, the record of worked days without accidents, and the certifications obtained in this segment. To celebrate this achievement, Tracbel’s board of directors paid homage to Elba Equipamentos by giving them a plate celebrating the prize and the company’s 50th anniversary.

AS PESSOAS EM PRIMEIRO LUGAR “As pessoas em primeiro lugar” constitui um verdadeiro manifesto contra as desigualdades que afligem os países em desenvolvimento. Em seus eruditos artigos e conferências, reunidos na primeira parte do livro, Amartya Sen trata de alguns dos temas-chave do novo século, segundo seu pensamento econômico inovador, concentrando o foco nas iniquidades que atingem os sistemas de segurança social da maioria dos países. Segundo Sen, a solução passa pela reversão dos mecanismos de perpetuação da pobreza, da ignorância e da violência – um imperativo ético baseado na dignidade inalienável da pessoa humana. Bernardo Kliksberg, na segunda parte, se dedica a investigar os gargalos sociais do desenvolvimento da América Latina. O economista aborda o problema central da exclusão em suas múltiplas manifestações: jovens ao mesmo tempo desempregados e fora da escola, marginalização das populações indígenas e afro-americanas, violência urbana. Sua visão integral da economia - que não negligencia a importância das manifestações culturais - perpassa o amplo panorama estatístico apresentado, fundamentando propostas para a imediata redução e, a longo prazo, eliminação das injustiças causadoras do subdesenvolvimento. Preço estimado: R$ 58,00 Autores: Amartya Sen e Bernardo Kliksberg Editora: Cia. das Letras Páginas: 408

THE POWER OF TWITTER What is Twitter and how does it work? How can businessmen, executives, service providers and professionals in general use this tool in their businesses? This book explains how to incorporate Twitter into their marketing strategies. Over the text, the reader will know the origin of this site. It also shows its development as a social media instrument and its capabilities as a marketing tool. It is about the importance of learning to make their profile and get followers, with quantity and quality. Besides that, they will know how to advertise their brands, attract new clients, and increase their sales. It is possible to see the types of tweets and how to write them as best as possible so that they meet their purposes by learning how to manage virtual teams. Estimated price: R$ 44,90 Authors: Joel Comm and Ken Burge Publishing House: Gente Pages: 296 PEOPLE IN FIRST PLACE People in First Place is a real manifest against the inequalities that affect the developing countries. In his erudite articles and conferences, gathered in the first part of the book, Amartya Sen approaches some of the key issues of the new century according to his innovative economic ideas, focusing on the inequalities that hit the social security systems in most of the countries. According to Sen, the solution is in reversing the mechanisms of perpetuation of poverty, ignorance and violence – an ethical imperative based on the inalienable dignity of the human beings. Kliksberg, in the second part, investigates the social obstacles to the development of Latin America. The economist approaches the core problem of exclusion in its multiple manifestations: young people unemployed and out of school simultaneously, marginalization of the Indian and Afro-American populations, urban violence. His full vision of the economy - which does not neglect the importance of the cultural manifestations - exceeds the broad statistical panorama presented, launching proposals for the immediate reduction and, in the long run, elimination of the injustices causing underdevelopment. Estimated price: R$ 58,00 Authors: Amartya Sen and Bernardo Kliksberg Publishing House: Cia. das Letras Pages: 408 TracbelMagazine

5


I

ÍNDICE CONTENTS

do Presidente 08 Palavra Word by the Chairman

Terram reforça frota com Volvo Rents Terram reinforces fleet with Volvo Rents

09 Entrevista Interview

Salum Construções encara desafios do setor Salum Construções faces challenges of the segment

O novo presidente da Sobratema, Mário Humberto Marques, garante que os fabricantes de máquinas e equipamentos pesados estão prontos para atender à demanda Sobratema’s new chairman, Mário Humberto Marques, ensures that the heavy equipment and machine manufacturers are ready to meet the demand

14 Mineral Business Mineronegócio

Artigo do engenheiro José Mendo analisa a mineração nos próximos quatro anos Article by the engineer José Mendo analyzes the mining business in the next four years

16 Intelligence and market

Inteligência de Mercado

Leila Fernandes aponta tendência positiva para o mercado de equipamentos de construção no Brasil Leila Fernandes shows a positive tendency for the construction equipment market in Brazil

18 Construção Construction

Contern entrega obra viária no Complexo Jacu-Pêssego, em São Paulo Contern hands over highway construction works at Jacu-Pêssego Complex, in São Paulo Miller Empreendimento inova na construção de casas populares Miller Empreendimento innovates in the construction of popular houses

6

TracbelMagazine

26 Sugar-alcohol

Sucroalcooleiro

Com investimento de R$300 milhões, Usina Vale do Tijuco, em Uberaba, inicia as atividades With R$ 300 million investment, Vale do Tijuco Plant, in Uberaba, starts activities

28 Pós-venda After-Sale

TRACBEL leva demonstrações de linha de equipamentos compactos nos canteiros de obras dos clientes TRACBEL makes demonstrations of compact equipment line in its clients’ jobsites

30 Capa Cover

Exemplo de solidez empresarial, a TRACBEL é eleita pela revista Exame como a melhor revendedora de máquinas e insumos do Brasil, pelo segundo ano consecutivo BAn example of a sound company, TRACBEL is elected by Exame magazine the best machine and input dealer in Brazil for the second consecutive year e Eventos 34 Feiras Fairs and Events

A 10ª edição do Challenge Bibendum mostrou alternativas para diminuir a poluição no mundo The 10th edition of Challenge Bibendum showed alternatives to reduce pollution in the world


Governo do Espírito Santo investe na aquisição de máquinas para o desenvolvimento do Estado Government of the State of Espírito Santo invests in the purchase of machines aiming at the development of the State

60 Agronegócio Agribusiness

VT Maq investe em tratores da Série MF 7000 Dyna-6 VT Maq invests in MF 7000 Dyna-6 tractors

TRACBEL inaugura nova unidade em Marília para atender ao setor sucroalcooleiro e ao de construção TRACBEL opens new unit in Marília to meet the sugar-alcohol and construction segments Sustentável 43 TBSustainable TB Uma das maiores cimenteiras do mundo, Holcim coloca em prática projeto de moradias populares sustentáveis One of the major cement plants in the world, Holcim puts sustainable popular house projects into practice

64 Locação Rental

48 Mineração Mining

Jaguar Minning é a quarta maior produtora de ouro do País Jaguar Mining is the fourth largest gold producer in Brazil

Aficionado por equipamentos, empresário monta empresa de locação Fond of equipment, businessman incorporates a rental company Versatilidade das minicarregadeiras Volvo conquista mercado Versatility of Volvo skid steer loaders captures market Esporte 68 Sports

Nadador patrocinado pela TRACBEL é uma das promessas do esporte paraolímpico brasileiro Swimmer sponsored by TRACBEL is one of the promises of the Brazilian paralympic sport Turismo 72 Tourism

Destaque na última Copa do Mundo, Uruguai atrai turistas que gostam de praia e de paisagens calmas Holding an outstanding position in the latest World Cup, Uruguay attracts tourists who enjoy beaches and calm landscapes Extrabase prevê triplicar demanda até 2020 Extrabase projects a tripled demand by 2020

56 Infraestrutura Infrastructure

Obras de infraestrutura aquecem a economia do Centro-Oeste Infrastructure works rev up the economy in the Center-West region

58 Economia Economy

Credifibra oferece facilidade na liberação do crédito para implementos e pós-vendas Credifibra offers easy credit for implements and after-sales

TracbelMagazine

7


P

Foto: Arquivo Tracbel

palavra do presidente word of the chairman

M

eus amigos, Temos o prazer de levar a vocês a 26ª edição da TRACBEL MAGAZINE com uma notícia que é motivo de orgulho para todos: nós somos a “Melhor Revenda de Máquinas e Insumos” do Anuário Melhores e Maiores da Revista Exame deste ano. Ficamos satisfeitos em anunciar aos nossos parceiros, fornecedores e colaboradores que a TRACBEL encerrou o último ano com o melhor desempenho em crescimento das vendas, liderança de mercado, liquidez corrente, rentabilidade e riqueza gerada por empregado. O reconhecimento da Revista Exame, sem dúvida, deixa clara a diretriz que norteia o dia a dia da TRACBEL: ser a melhor empresa em seu segmento. Dessa forma, cumprimos a nossa missão de oferecer aos clientes as melhores opções em equipamentos pesados, bem como assistência ágil e eficaz. E o reconhecimento da Exame veio em um ano complicado

para a economia mundial. Mesmo no período de recessão, a TRACBEL não abriu mão de cumprir suas metas. Ficamos igualmente felizes em presenciar nossos parceiros vencendo os resquícios da crise mundial que afetou o setor produtivo. A 10ª edição do Michelin Challenge Bibendum apresentou informações objetivas sobre os avanços tecnológicos do nosso segmento para os líderes políticos e empresariais. Ainda nesta edição, queremos dar as boas-vindas ao novo presidente da Sobratema (Associação Brasileira de Tecnologia para Equipamentos e Manutenção), Mário Humberto Marques, que mostra na entrevista deste número como o País está bem servido em máquinas e equipamentos. Forte abraço a todos e excelente leitura!

D

ear friends, We have the pleasure to provide you with the 26th issue of TRACBEL MAGAZINE with news that is a reason of pride to all of us: we were elected “The Best Machine and Input Dealer” by Exame Magazine’s “Melhores e Maiores” this year. We are happy to tell our partners, suppliers and employees that TRACBEL has ended last year with the best performance in sales growth, market leadership, current ratio, profitability, and employee-generated wealth. This recognition by Exame Magazine certainly shows clearly the guideline that directs TRACBEL’s daily routine: to be the best company in its segment. This way, we have fulfilled our mission to provide our clients with the best heavy equipment options, as well as with an agile and effective assistance. And this recognition came in a difficult year for the world economy. Even in the recession period, TRACBEL has been able to achieve its targets. We feel equally happy to witness our partners being able to overcome the leftovers of the world crisis that affected the production sector. The 10th edition of Michelin Challenge Bibendum presented objective information on the technological advances in our segment to political and corporate leaders. Also in this issue we would like to welcome the new chairman of Sobratema (Associação Brasileira de Tecnologia para Equipamentos e Manutenção), Mário Humberto Marques, who shows in the interview of this issue that the country is in an outstanding position regarding machines and equipment. Best regards and have a pleasant reading!

Luiz Gonzaga de Magalhães Pereira Presidente do Grupo Tracbel

Luiz Gonzaga de Magalhães Pereira Tracbel Group's Chairman

EXPEDIENTE TRACBEL MAGAZINE Edição: Media Press Assessoria e Comunicação

Concepção/Finalização: 2 Pontos Comunicação

Coordenador Editorial: Leonardo Bastos

Tiragem: 13.000 exemplares Auditada pela Trevisan, conforme relatório em poder da TRACBEL Magazine.

Editor: Pedro Blank - RG: nº MG 08193 JP Gestão Administrativa: Thaiz Tartari Projeto Gráfico: Denilson Gambito Ilustrações: Rafael Resende Tradução: Adriana Martins da Costa Versão Traduções Técnicas Ltda. Revisão: Marlene Hostalácio Impressão: Gráfica Del Rey

8

TracbelMagazine

BDO Trevisan

Marketing & Comunicação: Eduardo Zago, Isabella Bregunci, Johny Henrique, Marina Albino e Thaiz Tartari Capa: Denilson Gambito Coordenação fotográfica: Infoto

Publicidade: Leonardo Bastos leonardo@mediapresscomunicacao.com.br 31 3504.0300 Correspondências: Via Expressa de Contagem, 3.600 Contagem – MG Cinco/Perobas – 32 370-485 Fone: 31 2104.1800 tbmagazine@tracbel.com.br TRACBEL S/A Presidente: Luiz Gonzaga M. Pereira Vice-Presidente: Luiz Gustavo R. M. Pereira Diretor HUB MG/Centro: Manoel Ribeiro Diretor HUB ES/Norte: José Maria Miguez

Diretor HUB SP/RJ: Luiz Luvisário Diretor de Pós-Venda, Rental e Compactos: Reinaldo Inácio Diretor de CSC & Suporte Central: Gustavo Horta Gestor de Operações e Logística: Emílio Machado Gerente de RH Coordenadora Social: Mara Cely Rocha * TRACBEL MAGAZINE é uma publicação trimestral da TRACBEL S.A. destinada aos setores da siderurgia, da mineração, da construção pesada e do agronegócio. Os artigos refletem individualmente as opiniões de seus autores. Nenhuma informação desta publicação poderá ser copiada ou reproduzida por qualquer veículo impresso ou eletrônico, sem permissão, por escrito, da TRACBEL MAGAZINE.


E

Por: Fred Wanderley Fotos: Divulgação

ENTREVISTA

INTERVIEW

EQUIPMENT FOR EVERYBODY - Sobratema’s new chairman, Mário Humberto Marques, takes office in a peak moment for the heavy machine segment, and ensures manufacturers are ready to meet the demand

T

EQUIPAMENTOS PARA TODOS Novo presidente da Sobratema, Mário Humberto Marques, toma posse em um momento de alta para o setor de máquinas pesadas e garante que os fabricantes estão prontos para atender à demanda

O

novo presidente da Sobratema (Associação Brasileira de Tecnologia para Equipamentos e Manutenção), Mário Humberto Marques, tomou posse em meio a um cenário positivo para o segmento. As obras de infraestrutura que acontecem do norte ao sul do Brasil mantêm a demanda por máquinas de linha amarela em alta. Mesmo com a procura elevada, as notícias são boas. “Hoje, não há atraso no cronograma de execução das obras por falta de equipamentos”, garante Marques.

A TRACBEL MAGAZINE acompanhou a posse de Marques no último dia 15 de março, em São Paulo, quando Afonso Mamede encerrou seu mandato à frente da Sobratema. Para conhecer um pouco mais do perfil de Marques, a reportagem fez uma entrevista especial com o atual presidente. Ele é formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Uberlândia (MG), possui MBA em Finanças no Ibmec e pós-graduação em Gestão de Negócios pela USP (Universidade de São Paulo).

he new chairman of Sobratema (Associação Brasileira de Tecnologia para Equipamentos e Manutenção), Mário Humberto Marques, has taken office amidst a positive scenario for the segment. The infrastructure works carried out from northern to southern Brazil keep the demand for yellow-line machines at its peak. Even though the demand is high, news is good. “Lack of equipment is no longer a reason for a delayed work completion schedule”, Marques ensures. TRACBEL MAGAZINE attended Marques taking office last March 15, in São Paulo, when Afonso Mamede ended his term as Sobratema’s chairman. To know a little more about Marques, this magazine has made a special interview with him. He is graduated in Mechanical Engineering by Universidade Federal de Uberlândia (MG), has taken a Business Management post-graduation course in USP (Universidade de São Paulo), and has a master’s degree in Finance from Ibmec. At present, Marques works at Andrade Gutierrez. In the company, he collects successful cases, such as the improved fleet management procedures, development of the Supply Chain program, improved Web platform supply processes, and guidelines for execution of the company’s own e-procurement. See below the main sections of the interview with Marques, who will run Sobratema for the 2010-2013 period. TracbelMagazine

9


TRACBEL MAGAZINE – The mining and construction markets are revved up. How does Sobratema see this recovery? Mário Humberto Marques: The equipment manufactured in Brazil can be technologically compared to that provided in any other place in the developed world, such as Europe and the United States. Regarding emission of pollutants, the engines manufactured here do not meet the European and American requirements but, in terms of technology and data processing, the Brazilian equipment compares to the best in the world.

Atualmente, Marques está na Andrade Gutierrez. Na empresa, coleciona cases de sucesso, como o aperfeiçoamento dos procedimentos de gestão da frota, desenvolvimento do programa Supply Chain, bem como aprimoramento dos processos de suprimentos em plataforma Web e orientação para a realização do e-procurement próprio. Abaixo, confira os principais trechos da entrevista de Marques, que ficará à frente da Sobratema no triênio 2010-2013. TRACBEL MAGAZINE: Os mercados de mineração e construção estão aquecidos. Como a Sobratema vê esse novo aquecimento? Mário Humberto Marques: Os equipamentos fabricados no Brasil se equiparam, tecnologicamente, aos equipamentos fornecidos em qualquer outro lugar do mundo desenvolvido, como a Europa e os Estados Unidos. Eventualmente, na questão de emissões de poluentes, os motores fabricados aqui não atendem às exigências da Europa e dos EUA, mas, em termo de tecnologia embarcada e informática, os equipamentos são equiparados aos melhores do mundo. TB: Hoje, qual a relação entre demanda de equipamento e oferta? Marques: Há uma superoferta de equipamentos. O que ocorre é que as máquinas fabricadas no Brasil já começam a ter um prazo de entrega um pouco dilatado, pois o cliente quer comprar o equipamento fabricado aqui, já que terá um financiamento como o FINAME. No entanto, quando você olha o mundo, há oferta de equipamentos em quantidade. A Europa está em uma recessão enorme, os Estados Unidos também, a China não absorve toda a produção que ela tem no seu mercado interno e já não exporta mais para

10 TracbelMagazine

“Quando se pensa em termos de obras ferroviárias, em pavimentos, todos estão aquecidos de norte a sul do Brasil” “All the segments related to railway works and pavements are revved up all over Brazil”

outros mercados. TB: Então, existe hoje uma superoferta de equipamentos no mundo? Marques: As obras de infraestrutura executadas pelas empresas de construção são feitas com equipamentos próprios ou locados. Hoje, não há atraso no cronograma de execução das obras por falta de equipamentos. Se eventuais atrasos existem são por outras

TB: What is the current relation between equipment demand and supply? Marques: There is an excessive equipment supply. The machines manufactured in Brazil are beginning to have their delivery time a little expanded, as clients want to buy equipment manufactured here because of the FINAME financing. However, considering the world, there is plenty of equipment supply. Europe and the United States are going through a huge recession, and China cannot absorb all the production available in its home market and no longer exports to other markets. TB: So, is there nowadays an excessive equipment supply in the world? Marques: The infrastructure works carried out by the construction companies are performed using either own or rented equipment. Today, the work completion schedules are no longer delayed because of lack of equipment. Contingent delays are due to other reasons, and the market is ready to meet the demand in the necessary amounts. TB: Can you tell us which segment is more revved up in Brazil today? Marques: The infrastructure-related segments. All the segments related to railway works and pavements are revved


razões, pois o mercado está apto a atender à demanda nas quantidades necessárias.

up all over Brazil. Important sanitation and port programs are beginning to be developed. And the machines for each of these types of works are not necessarily the same: the most relevant production machines are different. We have been able to meet this demand with equipment manufactured in Brazil and abroad.

TB: Podemos falar qual setor está mais aquecido no Brasil, hoje? Marques: Tudo que se refere à infraestrutura. Quando se pensa em termos de obras ferroviárias, em pavimentos, todos estão aquecidos de norte a sul do Brasil. Agora, entra um programa muito forte de saneamento, obras portuárias. E as máquinas para cada tipo dessas obras não são necessariamente iguais: as relevantes, de produção, são diferentes. Nós temos conseguido atender com equipamentos feitos no Brasil e fora dele. TB: O senhor, além de novo presidente da Sobratema, é diretor de equipamentos da Andrade Gutierrez. Qual a estratégia da empresa para adquirir equipamentos? Marques: Nós agimos como qualquer outra empresa. Identificada a necessidade, fazemos uma consulta aos principais fabricantes, se existem no mercado nacional. Verificamos as alternativas de locação. Fazemos uma análise estratégica. Qual o tempo de permanência daquele bem no nosso ativo? Qual a destinação final depois do uso? Tendo esses dados em vista, analisamos o que é mais vantajoso: locar ou comprar. Se for locar, locamos. Se for comprar, compramos. TB: Por que as empresas brasileiras veem os equipamentos nacionais melhores que os importados? Marques: A principal razão é o financiamento, mas há razões secundárias. Toda a questão de valor de mercado, assistência pósvenda, ou seja, peças de reposição, mecânicos, treinamentos, entre outras. Nisso, o fabricante nacional,

“Não existe nada mais caro que uma máquina que para de produzir por falta de peça ou porque não há quem saiba repará-la” “Nothing is more expensive than a machine that stops producing because of lack of parts or because no one can fix it”

aqui estabelecido, tem mais estrutura, até obrigatória, para poder dar esse atendimento. Muitas vezes o equipamento é importado por questão de oportunismo. Ele pode estar aqui buscando uma oportunidade. Quem, por alguma razão, não levar essas questões em conta, pode ter problemas. Pode ter máquinas paradas por falta

TB: Besides being Sobratema’s new chairman, you are Andrade Gutierrez’s equipment director. What is the company’s strategy to purchase equipment? Marques: We act like any other company. When the need is identified, we consult with the main manufacturers if such equipment is available in the home market. We check the rental alternatives. We make a strategic analysis. How long will that item remain in our assets? What is its final destination after use? Taking these data into consideration, we analyze what is more advantageous: either rent or buy. If rental is more advantageous, we rent it. Otherwise, we buy it. TB: Why do the Brazilian companies think the national equipment is better than the imported equipment? Marques: The main reason is the financing, but there are secondary reasons. Issues like market value, after-sale assistance, spare parts, mechanics, training, among others, are taken into consideration. The national manufacturers established here own a better, even compulsory structure to provide support. Many times the equipment is imported for a matter of opportunity. It may be here seeking an opportunity. Those who, for any reason, do not take these issues into account may have problems. Machines might get inoperative because of lack of technical assistance. Nothing is more expensive than a machine that stops producing because of lack of parts or because no one can fix it.

TracbelMagazine

11


de assistência técnica. Não existe nada mais caro que uma máquina que para de produzir por falta de peça ou porque não há quem saiba repará-la. TB: Há alguma área do setor nacional que precisa de mais tecnologia na fabricação das máquinas? Marques: O mercado brasileiro é um mercado importante para nós, mas ele é muito pequeno se comparado com o mercado mundial; muito pequeno se comparado com a União Europeia, os Estados Unidos ou a China. O mercado é hoje do tamanho da Índia, mas a Índia, logo, vai ser maior que o Brasil. No consumo mundial de máquinas amarelas, o Brasil representa 2,5% do mercado. Isso é muito pouco. Nós temos o interesse relativo dos fabricantes espalhados pelo mundo: eles estão atentos ao nosso mercado porque em suas respectivas bases estão deprimidos. Atualmente, eles procuram locais para colocar suas máquinas. TB: Há carência de algum tipo de equipamento no Brasil? Marques: Vários tipos de equipamentos importantes sequer são produzidos aqui. Guindastes de maior capacidade são todos importados. Não acredito que seja extremamente importante eles serem fabricados no País. São investimentos muito altos e as fábricas têm que viabilizar suas produções. Não vejo nenhum mal em continuarmos importando, desde que o governo tenha sensibilidade para oferecer baixas taxas alfandegárias, quando não há similar nacional, e rapidez nas liberações alfandegárias, para não gastarmos grandes somas em armazenagens. Outras máquinas

12 TracbelMagazine

TB: Is there any national segment that requires more technology in the manufacture of machines? Marques: The Brazilian market is important to us, but it is very small if compared to the world market; very small if compared to Europe, the United States or China. The Brazilian market is today the same size as the Indian market, but India will soon be bigger than Brazil. Brazil represents 2.5% of the world yellow machine market. This is very little. We get a relative interest from the manufacturers spread all over the world: they are attentive to our market because they are going through a recession in their respective bases. They are now looking for places to sell their machines.

“Hoje, não há atraso no cronograma de execução das obras por falta de equipamentos” “Lack of equipment is no longer a reason for a delayed work completion schedule”

especializadas que também não temos aqui, e sequer teremos, são para projetos ferroviários.Temos grandes projetos nessa área em construção e todas as máquinas são importadas. z

TB: Is there shortage of any type of equipment in Brazil? Marques: Several types of important equipment are not produced here. Larger-capacity cranes are all imported. I do not believe it is extremely important they are manufactured in Brazil. They are a very high investment and the factories have to make their production feasible. There is no problem in importing them, provided that the government is sensitive enough to charge low customs rates when there is no similar national equipment available and provide quick customs clearance, in order to prevent companies from spending large amounts of money with storage. Other specialized machines we do not have here either, and we will never have, are those intended for railway projects. We have large projects being developed in this segment and all the machines are imported. z


Agora seu pneu MICHELIN

TĂ Ă NA MĂƒO!

O cartão BNDES traz grandes vantagens para você comprar pneus MICHELIN. - Facilidade de financiamento. - Prestaçþes com parcelas fixas e iguais. - Baixos juros ao mês. Confira as revendas MICHELIN participantes no site: www.cartaobndes.gov.br

GARANTA JĂ O SEU!

UUU KGAFCJGL AMK @Pq1!

TracbelMagazine

13


M

MINERONEGÓCIO Mineral Business

O Brasil de 2011 a 2014 e a Mineração

A

EXAME “Melhores e Maiores”, em sua edição de 2010, recentemente entregue a seus assinantes – a qual, por sinal, conferiu à nossa querida TRACBEL, pela segunda vez, o prêmio de “Melhor Revenda de Máquinas e Insumos do País”! –, destaca, no que diz respeito ao Brasil e a seu futuro próximo, dentre outros, que “a sequência de resultados expressivos da economia brasileira, desde meados de 2009, levou à eliminação da capacidade ociosa que foi gerada pela crise internacional”, conforme afirmou Aurélio Bicalho, economista do Itaú Unibanco. Por sua vez, o Jornal Valor enfatiza a recuperação rápida do nosso país e o mercado promissor que daí resultará, já em 2010, o que fará com que muitas empresas decidam investir no Brasil: a propósito, o referido jornal destaca que, segundo o BNDES, “de 2010 a 2013, os investimentos mapeados para infraestrutura, no Brasil, somam, hoje, R$264 bilhões. Ainda segundo o Valor, “US$220 bilhões em investimentos em energia e transporte era o volume em carteira (do Banco) no início de 2009”; por seu turno, Gradin, presidente da Brasken, afirmou: “Acreditamos que o Brasil vai crescer mais de 7%, e nossa empresa vai seguir esse ritmo. Estou muito otimista”. No que diz respeito à Mineração, nossa querida Vale, líder mundial em minério

14 TracbelMagazine

BRAZIL 2011 TO 2014 AND MINING

E

de ferro, segundo a “Brasil Mineral”, na pessoa do seu presidente Roger Agnelli, o jornal afirma que a empresa “crescerá, até 2014, no Brasil e no mundo, e, só em minério de ferro, elevará sua capacidade de produção para cerca de 450 milhões de toneladas/ano, por volta de 2014, o que representará um acréscimo de produção da ordem de 50%, ou seja, um pouco mais do que uma BHP”. “Nesse contexto”, lembra-nos o CGEE – Centro de Gestão e Estudos Estratégicos, Organização Social sob a supervisão do Ministério da Ciência e da Tecnologia, “o governo brasileiro tem urgente e forte desejo de tornar vários setores industriais mais competitivos na indústria global”. Produtividade é, pois, a palavra-chave, e nós, da Mineração, temos que nos destacar a respeito, já que somos a base do desenvolvimento sustentável e, como tal, alicerces do emprego, da renda e da inclusão social – mãos à obra, pois! z

XAME “Melhores e Maiores”, in its 2010 issue, recently distributed to its subscribers – which, by the way, has awarded our dear TRACBEL, for the second time, the prize “Better Machine and Input Dealer in Brazil”! – emphasizes, regarding Brazil and its near future, among others, that “the sequence of significant results of the Brazilian economy, from the middle of 2009, has led to the elimination of the idle capacity that was generated by the international crisis”, according to Aurélio Bicalho, Itaú Unibanco’s economist. On its turn, Jornal Valor emphasizes the quick recovery of our country and the promising market resulting therefrom, in 2010, which will make many companies invest: by the way, the referred to publication emphasizes that, according to BNDES, “from 2010 to 2013, the investments in infrastructure mapped in Brazil amount today to R$264 billion”. Also according to Valor, “US$ 220 billion investments in energy and transportation were the amount prevailing in the beginning of 2009”; Gradin, chairman of Brasken, stated: “We believe Brazil will grow more than 7%, and our company will follow this rhythm. I am very optimistic”. According to Brasil Mineral magazine, regarding mining, our dear Vale, world leader in the iron ore market, by its chairman Roger Agnelli, states that this company “will grow, by 2014, in Brazil and in the world, and regarding iron ore only, it will increase its production capacity to approximately 450 million tons/ year, by 2014, which represents a production increased by 50%, that is, a little more than BHP”. CGEE – Strategic Study and Management Center, a social organization under supervision of the Ministry of Science and Technology, reminds us that “in this context, the Brazilian government has the urgent, strong desire to make several industrial sectors more competitive in the global industry”: productivity is then the key word, and we, from the mining segment, have to take an outstanding position about that, since we are the basis for the sustainable development and, consequently, the basis for jobs, income and social inclusion – let’s start working then! z

José Mendo Mizael de Souza, Engenheiro de Minas e Metalurgista, EEUFMG, 1961. Presidente da J. Mendo Consultoria Ltda., presidente do CEAMIN (Centro de Estudos Avançados em Mineração), presidente da APROMIN (Associação Brasileira para o Progresso da Mineração), presidente do Conselho Empresarial de Mineração e Siderurgia da ACMinas, consultor da TRACBEL - E-mail: mendodesouza@jmendo.com.br

José Mendo Mizael de Souza, Mining Engineer and Metallurgist, EEUFMG, 1961. Chairman of J.Mendo Consultoria Ltda, Chairman of CEAMIN - Centro de Estudos Avançados em Mineração (Advanced Mining Study Center), Chairman of APROMIN - Associação Brasileira para o Progresso da Mineração (Brazilian Association for Mining Progress), and Chairman of the Corporate Mining and Steelmaking Board of ACMinas – Associação Comercial de Minas - TRACBEL’s Consultant - E-mail: mendodesouza@jmendo.com.br


VOLVO RENTS. ABRINDO NOVAS PORTAS PARA VOCÊ FECHAR NEGÓCIOS.

WWW.VOLVOCE.COM/RENTALBR

Confiança. Flexibilidade. Agilidade. A Volvo amplia a oferta de soluções a seus clientes e traz mais uma novidade para o seu negócio: Rental. A partir de agora, você encontra a mesma tecnologia e os valores fundamentais da Volvo também para aluguel de máquinas. E o melhor de tudo: a um click de você. Através da opção Rental, viabilizamos contratos que se ajustam às necessidades das obras e projetos de cada cliente. Acesse www.volvoce.com/rentalbr e conheça todas as vantagens da solução Rental. More Care. In Every Rental.

MORE CARE. IN EVERY RENTAL. Consulte seu distribuidor Volvo CE e saiba mais sobre os equipamentos para aluguel disponíveis para sua região.

Unidades Tracbel: Ananindeua PA 91 3073.1800 • Barretos SP 17 3321.0610 Bebedouro SP 17 3344.0050 • Brasília DF 61 3709.0000 • Contagem MG 31 2104.1800 Goiânia GO 62 4011.3550 • Guaíra SP 17 3332.0181 • Macapá AP 96 3213.1181 Manaus AM 92 3131.8300 • Marília SP 14 3402.6700 • Marituba PA 91 3073.1800 Palmas TO 63 4001.1450 • Ribeirão Preto SP 16 3902.4300 • Rio de Janeiro RJ 21 3543.3999 • São Paulo SP 11 3623.1620 • Serra ES 27 3016.2999 • Sumaré SP 19 3854.9000 • Uberlândia MG 34 3015.0500 • Postos Avançados de Serviços: Ipatinga MG 31 2104.1800 • Juiz de Fora MG 31 2104.1800 • Parauapebas PA 94 3346.3966 Passos MG 31 2104.1800 • Varginha MG 35 3214.1800 • www.tracbel.com.br TracbelMagazine

15


I

inteligência de mercado MARKET INTELLIGENCE

O mercado de equipamentos de construção no Brasil

O

mercado de equipamentos de construção continua com tendência positiva no Brasil. Através dos anos, o seu perfil tem mudado, acompanhando a necessidade de seus usuários. As aplicações ficaram mais específicas. Há dez anos, o volume das vendas internas girava em torno de seis mil unidades, considerando os equipamentos de aplicação geral e os compactos. Em 2008, chegou perto de 15 mil e, em 2009, mesmo com a crise mundial, ficou em cerca de 14 mil unidades. Em 2010, até maio, esse mercado estava em torno de 9 mil unidades, o que representa 64% do volume comercializado ao longo de todo o ano passado. A esse volume devem ser somadas as unidades importadas de distintos países – cerca de mil unidades divididas entre as linhas de produto. É interessante observar, além da representatividade cada vez maior dos equipamentos compactos (retroescavadeiras, escavadeiras compactas, minicarregadeiras), também uma alteração na participação de cada linha de produto nos equipamentos de aplicação geral. Dentre os movimentos mais interessantes está o da linha de escavadeiras de esteiras. Em 2001, as escavadeiras de esteiras representavam 22% do volume dos equipamentos de aplicação geral. Em 2009, chegaram a 32%. Em 2010, representam cerca de 29%. Também é importante mencionar que a linha de escavadeiras hidráulicas representa aproximadamente 40% do volume importado. É, portanto, possível entender que

16 TracbelMagazine

a maioria dos fabricantes com instalações no País tenha colocado seu foco nessa linha de produto, com novos modelos e novas linhas de produção nas fábricas existentes ou nas novas fábricas que deverão ser construídas em um ou dois anos. Além do aumento das importações por fabricantes não estabelecidos aqui. Esse mesmo crescimento do volume de escavadeiras acontece em várias partes do mundo, como em países da América Latina. Outra linha de produto que também cresceu em representatividade, entre os de aplicação geral, foi a dos compactadores: de 8% em 2001 para 18% em 2009, mantendo por volta de 16% em 2010. Também as importações desse produto têm sido significativas: em média 20%. Com os investimentos atuais e previstos para, entre outros, a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016, que exigirão importantes aportes em infraestrutura, veremos a consolidação dessas linhas de produtos para o mercado brasileiro. A multiplicidade de trabalhos, para acompanhar as oportunidades atuais, faz com que o mercado de equipamentos de construção se consolide e que os clientes possam escolher aquele equipamento que melhor atenda à necessidade de seu negócio. z

Leila Fernandes Consultora de Marketing Mais de 20 anos atuando em Marketing e Inteligência de Mercado, no mercado nacional e internacional. Formação e MBA em Administração , Marketing e Gestão de Pessoas. leilamf@uol.com.br

The construction equipment market in Brazil

T

he construction equipment market keeps a positive tendency in Brazil. Over the years, its profile has changed, according to its users’ needs. The applications have become more specific. Ten years ago, the internal sales volume was approximately 6,000 units, taking into consideration the general application equipment and the compact equipment. In 2008 it reached almost 15,500, and in 2009, even with the world crisis, it amounted to approximately 14,000 units. By May, 2010, this market reached approximately 9,000 units. It corresponds to 64% of 2009’s volume. This volume should be added by the units imported from different countries, not considered in the volume of 9,000 units mentioned above. At least 1,000 units are divided among the product lines. Besides the increased number of compact equipment (backhoes, compact excavators, skid steer loaders), there has been a change in the share of each product line in the general application equipment. The crawler excavator line is an example of this change. In 2001, the crawler excavators represented 22% of the general application equipment volume. In 2009, this volume reached 32%. In 2010, it has reached approximately 29% by now. It is also worth of mention that the hydraulic excavator line represents approximately 40% of the imported volume. Therefore, it is possible to understand why most of the manufacturers with facilities in Brazil have focused on this product line, with new models, new production lines in the existing factories or new factories that shall be built within one or two years, besides the increased imports by manufacturers not established here. And this same increased excavator sale volume can be seen in other countries of Latin America and in several parts of the world. Another general application equipment line that also had its sales volume increased was the compactors, from 8% in 2001 to 18% in 2009, and approximately 16% in 2010. The imports of this product have also been significant, averaging 20%. The current and estimated investments for 2014 World Cup, 2016 Olympic Games and the consequent infrastructure works will make these product lines consolidated in the Brazilian market. The variety of works to follow up the current opportunities makes the construction equipment market get consolidated and allows clients to choose the equipment that better meets their business needs. z Leila Fernandes Marketing Consultant More than 20 years acting in Marketing and Market Intelligence in the home and foreign market. Graduation and master’s degree in Administration, Marketing and People Management. leilamf@uol.com.br


CONECTANDO AO MUNDO DA AGRICULTURA

7-10 janeiro de 2011 Georgia World Congress Center Atlanta, Ge贸rgia, E.U.A. www.agconnect.com

An AEM Trade Show

TracbelMagazine

17


C

Por: José Oswaldo Cardoso (de São Paulo) Fotos: José Oswaldo Cardoso

Construção Construction

Contern entrega lote da Jacu-Pêssego em setembro

Contern hands over JacuPêssego lot in September Company participates in consortium that builds lot 3 of today’s most important highway work in the Greater SP

Empresa participa de consórcio que constrói o lote 3 da mais importante obra viária do momento na Grande SP

O

s quase 25 anos de experiência no mercado da construção civil deram à Contern Construções e Comércio Ltda., empresa do Grupo Bertin, as credenciais necessárias para participar de grandes obras. Veja no boxe. A prova mais recente desse status no setor e da qualidade de seus feitos é a participação na construção dos 5,2 km do lote 3, do Complexo Viário JacuPêssego, na zona leste da capital paulista, em parceria com a CR Almeida, formando o Consórcio Nova Jacu-Sul. Após a inauguração do Trecho Sul do Rodoanel Mário Covas, o sistema viário cujo eixo central é a Avenida JacuPêssego tornou-se a obra viária de maior importância na região metropolitana de São Paulo. Ela ligará o Trecho Sul do Rodoanel às rodovias paulistas que chegam pelo norte de São Paulo. Até que se construa o Trecho Leste do Rodoanel, o complexo será uma alternativa para o tráfego que se utilizaria daquele sistema viário. As seis faixas – cada uma com 3,5 metros de largura em duas pistas de ro-

18 TracbelMagazine

lamento – não significaram uma obra com grande complexidade construtiva. De acordo com o diretor operacional da Contern, José Alberto Bethonico, o maior desafio de engenharia no Complexo Viário Jacu-Pêssego foi a diversidade de metodologias construtivas. Ele se refere, além da terraplenagem e pavimentação, aos viadutos, fundações, estruturas e diferentes obras de arte ao longo do percurso em que foram adotadas soluções de engenharia diversas. A Contern está capacitada, pela sua experiência, pelo seu portfólio, a executar as obras do lote 3 da Jacu-Pêssego de forma isolada. “Mas, devido aos prazos exigidos em contrato, a opção foi por participação em consórcio, propiciando maior celeridade na entrega”, explica Bethonico, lembrando que, no final de maio, a obra estava num pico de utilização de equipamentos beirando a 900 unidades. Segundo o gerente de engenharia da Contern, Antônio Edilberto Castro Lisboa, naquele momento estavam

T

he almost 25 years of experience in the civil construction market provided Contern Construções e Comércio Ltda., a company of the Bertin Group, with the necessary credentials to participate in major works. The most recent evidence of this status in this segment and of the quality of its achievements is the participation in the construction of the 5.2 km of lot 3 of Jacu-Pêssego Highway Complex, in the east zone of the capital city of the State of São Paulo, in partnership with CR Almeida, forming Nova JacuSul Consortium. After completion of the South Section of Mário Covas Ring Road, the highway system which central axis is Jacu-Pêssego Avenue became the most important highway work in the metropolitan region of São Paulo. It will connect the South Section of the Ring Road to the state highways that come from northern São Paulo. Until the construction of the East Section of the Ring Road, the complex will be an alternative for the traffic that would use that highway system. The construction of the six traffic lanes – each of them 3.5 m wide – on two roadways were not a highly complex work. According to Contern’s operational director, José Alberto Bethonico, the greatest engineering challenge in Jacu-Pêssego Highway Complex was the diversity of construction methodologies. He refers, besides earthmoving and paving, to the viaducts, foundations and different engineering


Antonio Castro Lisboa, gerente de engenharia, e José Alberto Bethonico, diretor operacional, ambos da Contern Antonio Castro Lisboa, Engineering Manager, and José Alberto Bethonico, Operational Director, both from Contern

sendo empregados 1.200 funcionários diretos da empresa e cerca de mil prestadores de serviço indiretos, totalizando 2.200 trabalhadores sob o comando da Contern. Bethonico lembra que o uso de equipamentos de terraplenagem e movimentação de terra foi bastante intensivo ao longo da obra. “A participação das escavadeiras Volvo foi fundamental durante os trabalhos de infraestrutura do lote 3 da Jacu-Pêssego”, diz. Nessa fase, foram movimentados 2 milhões de m3 de terra e as intensas chuvas em

São Paulo redobraram os trabalhos de homens e máquinas na obra. Desde 2005, a Contern trabalha com equipamentos Volvo em sua frota, atendida pelo dealer Tracbel da capital paulista. A frota de máquinas Volvo da empresa conta com 22 escavadeiras hidráulicas (20 EC210BLC e 2 EC360BLC) e uma carregadeira de pneus L60F. Para Bethonico, a opção pelo uso dos equipamentos Volvo se deu especialmente em função da necessidade de padronização da frota, facilidade de linhas de crédito junto ao fabricante, flexibilidade das negociações e eficiência de consumo bastante significativa durante a operação. “O consumo da máquina Volvo é 10% mais baixo do que o das concorrentes do mesmo porte”, assegura. Com equipamentos de 3 anos de idade, em média, a empresa não tem problemas com a manutenção. “Em comparação com outras máquinas da mesma classe, as escavadeiras Volvo ganham na economia de combustível e na baixa manutenção”, afirma. z

Evolução da Contern

C

om mais de 24 anos de experiência, a Contern Construções e Comércio Ltda., empresa do Grupo Bertin, trabalha nos mais diversos segmentos da construção civil e tem se destacado no mercado nacional de infraestrutura, principalmente nas áreas de transporte (rodoviários, aeroportuários, portuários e ferroviários), saneamento e energia. A companhia atua em todo o território nacional e se consolidou no mercado com a realização de obras de infraestrutura de grande porte e complexidade, tanto para órgãos públicos quanto para entidades privadas. Entre as principais realizações da empresa estão: o Trecho Sul do Rodoanel Mário Covas, em São Paulo; a construção da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Sacre II, no Mato Grosso do Sul; a implantação da Ponte Joel Silveira, sobre o Rio Vaza-Barris, que liga os municípios de Aracaju e Itaporanga d´Ajuda, em Sergipe; e a duplicação da SP 300, em Itu. Atualmente, a empresa trabalha nas obras de ampliação da Avenida JacuPêssego, na zona leste da cidade de São Paulo, e na implantação da Ferrovia Alto Araguaia – Rondonópolis, além de participar do Consórcio Norte Energia, vencedor do leilão para implantação da usina de Belo Monte.

structures along its itinerary, where miscellaneous engineering solutions were adopted. For its experience, Contern is qualified to carry out the works of lot 3 of Jacu-Pêssego Highway Complex by itself. “But, because of the contractual deadlines, the option was the participation in a consortium, which would allow a shorter completion period”, Bethonico explains, reminding that, in the end of May, the works were at the peak use of equipment, that is, almost 900 units. According to Contern’s engineering manager, Antonio Edilberto Castro Lisboa, at that moment 1,200 direct employees and approximately 1,000 indirect outsourced employees were being employed, totaling 2,200 workers under Contern’s supervision. Bethonico reminds that the use of earthmoving equipment was very intensive throughout the works. “The participation of Volvo excavators was essential during the infrastructure works of lot 3 of Jacu-Pêssego”, he says. In this phase, 2 million m3 of earth were moved, and the heavy rains in São Paulo multiplied the works carried out by men and machines in the jobsite. Since 2005, Contern has had Volvo equipment in its fleet, supported by the dealer Tracbel in the city of São Paulo. Its fleet of Volvo machines includes 22 hydraulic excavators (20 EC210BLC and 2 EC360BLC) and one L60F wheel loader. For Bethonico, the option for Volvo equipment was made because of the need for a standardized fleet, easy credit lines from the manufacturer, flexible negotiations, and highly significant consumption efficiency during the operation. “Volvo machine consumption is 10% lower than that of the competitors of the same size”, he says. With equipment averaging 3 years old, the company has no maintenance problems. “Compared with other machines of the same class, Volvo excavators take advantage because of the fuel economy and low maintenance”, he says. z Contern’s Evolution With more than 24 years of experience, Contern Construções e Comércio Ltda., a company of the Bertin Group, deals with miscellaneous civil construction segments and has had an outstanding position in the home infrastructure market, especially in the segments of transportation (highways, airports, ports and railways), sanitation and energy. The company operates throughout the national territory and has consolidated its position in the market by the execution of large and complex infrastructure works for both public entities and private companies. The main projects carried out by the company include the south section of Mário Covas Ring Road, in São Paulo; the construction of Sacre II Small Hydroelectric Power Plant, in Mato Grosso do Sul; the construction of Joel Silveira Bridge over the Vaza-Barris River, connecting the municipalities of Aracajú and Itaporanga d’Ajuda, in Sergipe; and the duplication works of SP-300 Highway, in Itu. At present, the company is carrying out the enlargement works of Jacu-Pêssego Avenue, in the East Zone of the City of São Paulo, and the construction works of Alto AraguaiaRondonópolis Railway, besides participating in the Norte Energia Consortium, winner of the bid for construction of Belo Monte power plant. z TracbelMagazine

19


Por: Leonardo Bastos (de Goiás) Fotos: Leonardo Bastos Construção • Construction

Miller Assis, diretor da Miller Empreendimentos, fez da variação de cores das casas uma marca do empreendimento Miller Assis, Miller Empreendimentos’ director, turned the varied colors of the houses into a mark of the project

Empresa Amiga da

esperança

Com sede em Goianira (GO), Miller Empreendimentos Imobiliários já entregou mais de 2 mil moradias populares, sendo 700 unidades para o programa “Minha Casa, Minha Vida”

U

m dos programas de maior sucesso do Governo Lula é o “Minha Casa, Minha Vida”. Nele, o governo federal tem investido cerca de R$34 bilhões para que milhões de brasileiros tenham acesso à casa própria. O Minha Casa, Minha Vida viabiliza a construção de um milhão de moradias para famílias

Miller Assis, Gilson Oliveira, ambos da Miller Empreendimentos, e Herman Rodrigues, consultor de vendas da TRACBEL (GO) Miller Assis, Gilson Oliveira, both from Miller Empreendimentos, and Herman Rodrigues, TRACBEL’s sales consultant (GO)

20 TracbelMagazine

com renda de até três salários mínimos, em parceria com estados, municípios e iniciativa privada. A iniciativa é a materialização da esperança de milhares de brasileiros em terem um lar digno. Uma das empresas que vem viabilizando esse sonho para vários brasileiros é a Miller Empreendimentos Imobiliários, localizada em Goianira (GO), região metropolitana de Goiânia. Ao todo, a Miller já construiu nos arredores da cidade mais de 700 casas populares para o programa Minha Casa, Minha Vida. “Nós construímos as casas e quem define o financiamento das mesmas é a Caixa Econômica Federal. Várias famílias já foram contempladas pelo programa que é um sucesso”, revela Miller Assis, diretor da Miller Empreendimentos. Parceira da Coraci Imóveis, conceituada empresa do segmento na região metropolitana de Goiânia e que, há mais de 30 anos, atua no mercado

A “Friend of Hope” Company - With main office in Goianira (GO), Miller Empreendimentos Imobiliários has already handed over more than 2 thousand popular houses, out of which 700 units for “Minha Casa, Minha Vida” (My Home, My Life) program

O

ne of the most successful programs of president Lula’s government is “Minha Casa, Minha Vida” (My Home, My Life). The Federal Government has invested approximately R$ 34 billion in this program so that millions of Brazilians can have their own houses. “Minha Casa, Minha Vida” enables the construction of one million houses for families with up-to-3-minimum salary income, in partnership with states, municipalities and private initiative. This initiative means thousands of Brazilians’ materialized hope to have their own house. One of the companies that has made this dream come true for several Brazilians is Miller Empreendimentos Imobiliários, located in Goianira (GO), in the metropolitan region of Goiânia (GO). Miller has already


Rolo compactador da Volvo adquirido pela Miller Empreendimentos em ação Volvo compactor purchased by Miller Empreendimentos in operation

de Goiás, a Miller, com muito profissionalismo e com todas as ferramentas necessárias para fazer obras de infraestrutura e construção civil, vem se destacando no mercado imobiliário da região, desde 2008. Atualmente, a empresa conta com aproximadamente 130 colaboradores e possui uma característica marcante e que vem chamando atenção no que se refere a construção de casas populares, a cor. Quem passa na região de Goianira logo percebe a marca deixada pela Miller nas moradias construídas. “Nossas casas chamam atenção pela variação de cores que elas apresentam. Isso foi uma novidade na região e um sucesso entre os clientes”, revela Miller Assis. Em lotes de 225m² cada um, as casas são construídas com acabamentos de primeira linha: portas internas de madeira, cerâmicas de primeira qualidade, forro em PVC e três quartos, sendo uma suíte. “Realmente nossas casas têm sido um sucesso na região, tanto

que pretendemos aumentar a nossa meta até o final do ano. Hoje, construímos 40 casas por mês e até dezembro este número deve aumentar para 60”, diz Miller Assis. Equipamentos Para dar suporte a toda parte de infraestrutura que envolve a construção das casas, como terraplenagem, pavimentação das ruas de acesso, obras de saneamento, entre outras, a Miller Empreendimentos conta com vários colaboradores e com equipamentos Volvo. Ao todo a empresa possui três máquinas da multinacional sueca: um rolo compactador SD105F, uma escavadeira EC210Blc e uma pá-carregadeira L70D. “O nosso primeiro equipamento Volvo foi a L70D e de lá para cá a nossa confiança na marca só tem aumentado e estamos em fase de finalizar a compra de mais uma pá-carregadeira e outro rolo compactador”, revela Miller Assis. z

built, on the outskirts of the city, more than 700 popular houses for “Minha Casa, Minha Vida” program. “We build the houses and Caixa Econômica Federal defines their financing. Several families have already been benefited from the program, which is successful”, Miller Assis, Miller Empreendimentos’ director, says. Partner of Coraci Imóveis, a renowned real estate company in the metropolitan region of Goiânia, which has been operating in Goiás for over 30 years, Miller has had an outstanding position in the real estate market of the region since 2008, with great professionalism and using the necessary tools to carry out infrastructure and civil construction works. At present, the company has approximately 130 employees and an outstanding characteristic that has attracted attention regarding the construction of popular houses – their color. Those who pass by Goianira soon notice the mark left by Miller in the houses. “Our houses are outstanding for their varied colors. That was new in the region and a success among the clients”, Miller Assis says. The houses are built on 225m2 plots of land, provided with first-class finishing: internal wooden doors, first-class ceramics, PVC sheath and three bedrooms, one of them with a bathroom. “Our houses have been so successful in the region that we intend to increase our target by the end of the year. Nowadays we are building 40 houses a month, and this figure will be increased to 60 by December”, Miller Assis says. Equipment To provide support to all the infrastructure involved in the construction of the houses, such as earthmoving, paving of the access streets and sanitation works, among others, Miller Empreendimentos has several employees and Volvo equipment. The company owns a total of three machines manufactured by the Swedish company: a SD105F compactor, an EC210Blc excavator, and a L70D front-end loader. “Our first Volvo equipment was the L70D and, from then on, our reliance on the brand has always increased. We are about to purchase one more front-end loader and another compactor”, Miller Assis says. z

Previsão de investimento do governo federal: R$34 bilhões Público: famílias com renda até 3 salários mínimos Subsídios de até R$17 mil Em Goianira: a Miller já entregou mais de duas mil moradias populares A casa da Miller: lote de 225 m2, portas internas de madeira, cerâmicas de primeira qualidade, forro de PVC, 3 quartos, sendo uma suíte, e telha plan. Estimated investment by the Federal Government: R$34 billion Public: families with up-to-3 minimum salary income Subsidies up to R$17 thousand In Goianira: Miller has already handed over more than two thousand popular houses The house built by Miller: 225 m2 plot of land, internal wooden doors, first-class ceramics, PVC sheath, three bedrooms, one of them with a bathroom, and Plan roof tiles.

TracbelMagazine

21


Por: José Oswaldo Cardoso (de São Paulo) Fotos: José Oswaldo Cardoso Construção • Construction

Terram reforça frota com Volvo Rents Mercado de obras aquecido e boas condições comerciais levam empresa a locar sete equipamentos para atender demanda

O

crescimento “chinês” do PIB, verificado nos últimos meses no Brasil, pode ser facilmente medido no setor de construção civil. Milhares de obras por todo o País têm movimentado construtoras e prestadores de serviço do segmento. Esse cenário também se repete na Terram Engenharia de Infraestrutura, especializada em engenharia de infraestrutura. Fundada há 26 anos, com sede no município de Barueri, na Grande São Paulo, realiza obras de terraplanagem, pavimentação, drenagem e urbanização, a maior parte com movimentação de terra superior a 1 milhão de m3. Sadia, Michelin, Valeo, Eurofarma, Votorantim, Brennand Cimentos, Riachuelo, AmBev, Gerdau, Sew Eurodrive e Usina Cerradão são alguns dos principais clientes atendidos pela Terram. Atualmente a empresa executa obras para a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), em Minas Gerais – com movimentação de 2,7 milhões de m3 de terra –, para a Toyota, em Sorocaba (SP) – 8 milhões de m3 –, e para o condomínio residencial Motoniveladora G930 locada pela Terram G930 motor grader rented by Terram

22 TracbelMagazine

Portal dos Ipês, em Cajamar (SP) – com previsão de 3,5 milhões de m3. Em um negócio em que a movimentação de terra é o principal serviço prestado, a Terram dispensa grande atenção aos seus principais instrumentos de trabalho: os equipamentos. Hoje sua frota é de, aproximadamente, 190 unidades, incluindo motoscrapers, tratores de esteira, escavadeiras hidráulicas, motoniveladoras, rolos compactadores, retroescavadeiras e pás-carregadeiras, apoiados por diversos caminhões basculantes. Mesmo contando com um razoável time de máquinas próprias, a forte demanda por novas indústrias, centros de distribuição ao varejo, condomínios residenciais e obras na mineração levou a Terram a reforçar seu time de equipamentos com sete unidades Volvo, locadas junto ao dealer Tracbel. São duas motoniveladoras – uma G930 e outra G940 – e cinco rolos compactadores SD105F. Opção pela locação – A opção pela utilização de equipamentos com contrato de locação data dos primeiros tempos de existência da Terram. O gestor de Lo-

Terram reinforces fleet with Volvo Rents Revved up works market and good commercial conditions make company rent seven items of equipment to meet demand

T

he “Chinese” growth of the GDP (Gross Domestic Product) in the past months in Brazil can be easily measured in the civil construction segment. Thousands of works all over the country have benefited building companies and service providers of this segment. This is also the scenario at Terram Engenharia de Infraestrutura, specialized in infrastructure engineering. Incorporated 26 years ago and with main office in the municipality of Barueri, in the Greater São Paulo, it carries out earthmoving, paving, drainage and urbanization works, most of them with earthmoving exceeding 1 million m3. Sadia, Michelin, Valeo, Eurofarma, Votorantim, Brennand Cimentos, Riachuelo, AmBev, Gerdau, Sew Eurodrive and Cerradão plant are some of Terram’s main clients. At present, the company carries out works for Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), in Minas Gerais, with 2.7 million m3 earthmoving, for Toyota, in Sorocaba (SP) – 8 million m3 –, and for Portal dos Ipês residential condominium, in Cajamar (SP), with estimated 3.5 million m3 earthmoving.


A consultora de locação da TRACBEL, Rosilene Guedes, e o engenheiro da Terram, Carlos Alberto Muniz TRACBEL’s rental consultant, Rosilene Guedes, and Terram’s engineer, Carlos Alberto Muniz

gística da empresa destaca o atual crescimento do número de locações e atribui o fato à forte demanda do mercado por obras civis. “Houve também um crescimento da oferta de locadoras nos últimos tempos, o que facilita a utilização de equipamentos locados”, considera. Para o gestor, que habitualmente cuida da frota própria de quase 200 unidades, chefiando uma equipe de 35 mecânicos de manutenção, a utilização de máquinas locadas representa uma preocupação a menos na execução dos serviços junto aos clientes. “A oportunidade de locar equipamentos facilita muito nosso trabalho, e ainda adquirimos conhecimento sobre a marca e o modelo que, neste caso, não temos em nossa frota”, explica. Outro ganho é a possibilidade de comparação, durante o trabalho, com outros equipamentos similares, de outras marcas. “É um test drive na obra”. A tranquilidade de poder contar com a substituição da máquina locada, em

caso de avaria, ou a rápida troca de peças de desgate e manutenções periódicas são outros pontos que deixaram o gestor satisfeito com a opção de locar equipamentos Volvo através do dealer Tracbel. “Hoje a Terram tem a credibilidade de conseguir parceria com os locadores, que nos garantem contratos por tempo indeterminado”, diz. Para o gestor, o relacionamento entre os parceiros tem de ter também a contrapartida do cuidado com a manutenção e operação dos equipamentos alugados, o que na empresa é feito pela equipe de mecânicos e operadores. Outro ponto de satisfação da parceria é quanto ao desempenho das motoniveladoras e dos rolos locados. Os operadores da Terram têm se mostrado bastante satisfeitos com o trabalho realizado por esses equipamentos. “Para melhorar ainda mais esse relacionamento, gostaria apenas que houvesse menos burocracia durante a entrega das máquinas”, solicita Muniz. z

Renato Lopes Muniz, gestor de Logística da Terram Renato Lopes Muniz, Terram’s Logistics manager

O equipamento Volvo executa a terraplenagem no Portal dos Ipês, em Cajamar (SP) Volvo equipment carries out earthmoving works at Portal dos Ipês, in Cajamar (SP)

In a business in which earthmoving is the main service provided, Terram focus on its main work instruments: equipment. Its current fleet amounts to approximately 190 units, including scrapers, crawler tractors, hydraulic excavators, motor graders, compactors, backhoes and front-end loaders, supported by several dump trucks. Even owning a reasonable amount of own machines, the strong demand for new plants, retailing distribution centers, residential condominiums and mining works made Terram reinforce its equipment fleet with seven Volvo units, rented from the dealer Tracbel. They are two motor graders – a G930 and a G940 – and five SD105F compactors. Option for rental – The option for using rented equipment dates from Terram’s first years. The company’s Logistics manager emphasizes the increased number of rentals and attributes this fact to the strong market demand for civil works. “The amount of equipment rental companies has also increased in the past years, which facilitates the use of rented equipment”, he says. For the manager, who usually takes care of the company’s own fleet, consisting of almost 200 units, and leads a team of 35 maintenance mechanics, the use of rented machines represents fewer problems in the execution of the works. “The opportunity to rent equipment makes our work much easier, and we still get familiar with the brand and model we do not have in our fleet”, he explains. Another advantage is the possibility of comparison, during the works, with other similar equipment from other brands. It is a test drive in the jobsite”. The replacement of the rented machine in case of damage or the quick change of worn parts and periodical maintenances are other aspects that made the manager satisfied with the option of renting Volvo equipment from the dealer Tracbel. “Today Terram is a trustworthy company able to make partnerships with the rental companies, which ensures contracts for indefinite time”, he says. For the manager, the relationship between partners should also include a careful operation and maintenance of the rented equipment, which in the company is performed by the team of mechanics and operators. Another aspect of satisfaction with the partnership is regarding the performance of the rented motor graders and compactors. Terram’s operators are very satisfied with the work carried out by these items of equipment. “To improve this relationship even more, there should be less bureaucracy during the delivery of the machines”, Muniz says. z

TracbelMagazine

23


Por: Fred Wanderley Foto: Fred Wanderley Construção • Construction

Preparados para o futuro Atenta às exigências do mercado, a Salum Construções mostra que está pronta para os desafios do setor Prepared for the future Attentive to the market requirements, Salum Construções shows it is ready for the challenges of the segment

D

ois irmãos, Caio Márcio Salum e Marcus Vinicius Salum, uniram-se a um primo, Jorge Salum, e realizaram um sonho de infância: montaram, em 1997, na capital mineira, a Salum Construções. A empresa inicia seu trabalho como subempreiteira na atual Linha Verde, antiga MG10, que liga Belo Horizonte ao Aeroporto Tancredo Neves, em Confins.

Jorge Salum, fundador e sócio da Salum Construções Jorge Salum, founder and partner of Salum Construções

24 TracbelMagazine

T De lá para cá, a Salum Construções passou por várias fases e crises econômicas vividas no Brasil e no mundo. No entanto, a empresa continuou firme em sua trajetória, adaptando-se às mudanças constantes na construção brasileira. “Passamos por várias crises. Sabíamos que tínhamos que nos adaptar ou perderíamos mercado logo no nascedouro. Foi o que fizemos. Trabalhamos com construção civil, indústria, mineração. Soubemos migrar do serviço público para o privado. Assim, pudemos nos firmar no mercado como uma empresa versátil e eficaz”, afirma Jorge. Sempre prezando a solidez e a credibilidade, a diretoria da Salum trabalha visando ao futuro. A empresa foca o crescimento sustentável pautado no trabalho e na ética empresarial. “Para que uma empresa seja vitoriosa é preciso que seus diretores, de alguma forma, antevejam o futuro. Não é que devamos

wo brothers, Caio Márcio Salum and Marcus Vinicius Salum, joined their cousin, Jorge Salum, and made a child’s dream come true: in 1997, they incorporated Salum Construções, in Belo Horizonte. The company started to work as a subcontractor on the current Linha Verde, former MG10 Highway, which connects Belo Horizonte to Tancredo Neves Airport, in Confins. From then on, Salum Construções has gone through several phases and economic crises faced by Brazil and the world. However, the company has been able to keep a steady pace during all these times, adapting to the constant changes in the Brazilian construction market. “We have gone through several crises. We knew we had to adapt, or otherwise we would lose market right in the beginning. And this is what we did. We deal with civil construction, industries, mining. We were able to migrate from the public sector to the private one. So, we could establish in the market as a versatile, effective company”, Jorge says. Always based on soundness and reliability, Salum’s board of directors works with an eye into the future. The company focuses on sustainable growth based on work and corporate ethics. “For a company to be successful, it is necessary that its directors can somehow foresee the future. It doesn’t mean we should be fortunetellers, but we have to be able to analyze the market and take the right actions”, Jorge says. For Salum Construções, the future of Brazil, within the next ten years, will comprise many investments in


ser videntes, mas temos de saber analisar o mercado e seguir os caminhos certos”, diz Jorge. Para a Salum Construções, o futuro do Brasil, nos próximos dez anos, será de muitos investimentos em infraestrutura. “É assim que vemos o Brasil: um grande canteiro de obras”, prevê. Empresa e obras Grandes obras fazem parte do currículo da Salum Construções. “Podemos citar a pavimentação da rodovia que liga Ouro Preto a Ouro Branco, em Minas Gerais, feita em consórcio com a Construtora Ivaí, e a terraplanagem da fábrica da Iveco, em Sete Lagoas, também em Minas. Em Belo Horizonte, fizemos o Trevo do Bairro Belvedere e a canalização e pavimentação da Avenida Silviano

Brandão, uma das mais importantes vias da Capital das Alterosas”, explica Jorge. Para que tudo isso fosse possível, a empresa conta com cerca de mil colaboradores e uma frota de 140 equipamentos. Para o trabalho pesado, a Salum Construções possui 12 equipamentos Volvo, sendo quatro motoniveladoras, cinco escavadeiras, duas carregadeiras e uma minicarregadeira. “A escolha pela Volvo se dá pela história comercial entre a TRACBEL e a Salum, e pelo serviço de pós-venda, que prima por resolver nossos problemas no menor tempo possível. Outro ponto importante é o relacionamento da TRACBEL com o Sicepot-MG (Sindicato da Indústria da Construção Pesada no Estado de Minas Gerais), que sempre foi muito bom”, conclui. z

infrastructure. “This is how we see Brazil: like a large jobsite”, he says. Company and projects Large projects are part of Salum Construções’ history. “The paving works of the highway connecting Ouro Preto to Ouro Branco, in Minas Gerais, made in partnership with Construtora Ivaí, and the earthmoving works of Iveco’s plant, in Sete Lagoas, also in Minas Gerais, are worth of mention. In Belo Horizonte, we carried out Belvedere cloverleaf and the channeling and paving works of Silviano Brandão Avenue, one of the most important avenues in the city”, Jorge explains. To make all that possible, the company employs approximately one thousand people and has a fleet of 140 items of equipment. For heavy-duty works, Salum Construções owns 12 items of Volvo equipment, which are four motor graders, five excavators, two loaders and one skid steer loader. “Volvo has been chosen because of the commercial history between TRACBEL and Salum and the after-sale service, which is outstanding for solving our problems as fast as possible. Another important aspect is the relationship between TRACBEL and SicepotMG (Sindicato da Indústria da Construção Pesada no Estado de Minas Gerais), which has always been very good”, he says. z

TracbelMagazine

25


S

Por: Leonardo Bastos (de Uberaba) Fotos: Leonardo Bastos

Sucroalcooleiro Sugar-alcohol

Triângulo exporta etanol Com investimento de R$ 300 milhões, a Usina Vale do Tijuco, em Uberaba (MG), foi inaugurada em maio e produzirá 180 milhões de litros do combustível

N

o último mês de maio, a Companhia Mineira de Açúcar e Álcool (CMAA), inaugurou a Usina Vale do Tijuco, localizada no Triângulo Mineiro, mais precisamente na BR-050, km 121, no Distrito Industrial 1, em Uberaba (MG). A Vale do Tijuco, nesta primeira fase, ocupará aproximadamente 25 mil hectares, moendo dois milhões de toneladas de cana por ano, produzindo 180 milhões de litros de etanol

26 TracbelMagazine

e gerando 140 mil MWh de energia durante a safra. A CMAA investiu R$ 300 milhões no empreendimento, com a geração de 500 empregos diretos. “É sempre um momento de felicidade para qualquer gestor público participar da inauguração de uma indústria que vai gerar empregos, renda, progresso e desenvolvimento para o Estado. Ainda mais sabendo que é o primeiro de uma série de investimentos”, afirmou Antônio

“Triângulo” exports ethanol - With R$ 300 million investments, Vale do Tijuco Plant, in Uberaba (MG), was opened in May and will produce 180 million liters of this fuel

L

ast May, Companhia Mineira de Açúcar e Álcool (CMAA) opened Vale do Tijuco Plant, located in the Triângulo Mineiro region, more precisely on BR-050 Highway, km 121, Industrial District 1, in Uberaba (MG). In this


Anastasia, governador de Minas Gerais. Além da usina Vale do Tijuco, a CMAA irá inaugurar mais duas usinas no Triângulo Mineiro. Além do governador, participaram da solenidade de inauguração: o prefeito de Uberaba, Anderson Adauto, o prefeito de Uberlândia, Odelmo Leão; o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Sérgio Barroso; o presidente do Sindaçucar, Luiz Custódio Cotta Martins; empresários do setor sucroalcooleiro; deputados e vereadores da região. José Francisco dos Santos, sócio da CMAA e que também investe na produção de laranja no interior de São Paulo, estava feliz com a inauguração, após um ano e oito meses a partir do lançamento da pedra fundamental da usina. “Estamos muito felizes com os nossos primeiros resultados. Buscamos o crescimento econômico, mas em especial a valorização do homem e a preservação do meio ambiente. Agradecemos as parcerias e o apoio recebido neste empreendimento”, declarou José Francisco.

Uma das principais características do empreendimento é a valorização da sustentabilidade. Antes mesmo de começar efetivamente suas atividades , a Vale do Tijuco, juntamente com a prefeitura municipal de Uberaba, implantou o Programa de Educação Ambiental (PEA), com o envolvimento de mais de 500 pessoas, incluindo colaboradores, fornecedores de cana e professores da rede municipal de ensino. Mais sobre a CMAA A CMAA foi criada para ser um cluster de três usinas localizadas no Triângulo Mineiro e que atuará nos municípios de Uberaba, Uberlândia, Veríssimo e Prata. Ao todo, as três usinas moerão 12 milhões de toneladas de cana por ano, o equivalente a 1.080 bilhão de litros de etanol, gerando 840 mil MWh de energia, o suficiente para abastecer uma cidade de 720 mil habitantes. Serão mais de três mil empregos diretos e 7.500 indiretos. z

Diretoria da TRACBEL, juntamente com funcionários, ao lado da diretoria da CMAA, durante a inauguração da Usina Vale do Tijuco, em Uberaba TRACBEL’s board of directors and employees and CMAA’s board of directors during the opening of Vale do Tijuco Plant, in Uberaba

first phase, Vale do Tijuco will occupy approximately 25 thousand hectares, grinding two million tons of cane a year, producing 180 million liters of ethanol and generating 140 thousand MWh of power during the harvest time. CMAA has invested R$ 300 million in this plant, generating 500 direct jobs. “Participating in the opening of a plant that will generate jobs, income, progress and development for the State is always a moment of happiness for any public manager. Especially knowing it is the first in a series of investments”, Antônio Anastasia, governor of Minas Gerais, said. Besides Vale do Tijuco plant, CMAA will build two more plants in Triângulo Mineiro. Besides the governor, other authorities participated in the opening ceremony: the mayor of Uberaba, Anderson Adauto, the mayor of Uberlândia, Odelmo Leão, the State Secretariat of Economic Development, Sérgio Barroso, the chairman of Sindaçucar, Luiz Custódio Costa Martins, businessmen from the sugaralcohol segment, and state and municipal representatives from the region. José Francisco dos Santos, CMAA’s partner who also invests in the production of orange in the interior of São Paulo, was happy with the opening, after one year and eight months from the beginning of the construction of the plant. “We are very happy with our first results. We seek the economic growth, but especially the valuation of man and the preservation of the environment. We are thankful for the partnerships and support received in this project”, José Francisco said. One of the main characteristics of the project is the value given to sustainability. Even before effectively beginning its activities, Vale do Tijuco, together with Uberaba City Administration, had implemented the Environmental Education Program, which involved more than 500 people, including employees, cane suppliers and municipal teachers. More information on CMAA CMAA was incorporated to be a cluster of three plants located in the Triângulo Mineiro region, operating in the municipalities of Uberaba, Uberlândia, Veríssimo and Prata. As a whole, the three plants will grind 12 million tons of sugar cane a year, corresponding to 1,080 billion liters of ethanol, generating 840 thousand MWh of power, enough to supply a 720 thousand inhabitant city. It will generate more than 3,000 direct jobs and 7,500 indirect ones. z TracbelMagazine

27


P

Por: Pedro Blank Fotos: Leonardo Bastos

PÓS-VENDA After-Sale

Show

dos Compactos A bordo de um moderno caminhão, a TRACBEL realiza, desde abril, demonstrações de equipamentos de pequeno porte nos canteiros de obras dos seus clientes

P

ara manter os clientes informados sobre as novidades no segmento de compactos, a TRACBEL promove uma grande caravana pelas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Norte do Brasil. A bordo de um moderno caminhão Volvo VM 260, o “TRACBEL Compact Show” leva aos canteiros de obras demonstrações in loco da linha de máquinas de pequeno porte da montadora sueca. Implantado desde abril deste ano, o projeto já realizou 20 demonstrações em Minas Gerais. Empresários e operadores têm elogiado a iniciativa, que permite a divulgação das novidades, e ao mesmo

Sandro Júnior de Souza levará no canteiro de obras dos clientes da TRACBEL demonstrações de miniescavadeiras, minicarregadeiras e retroescavadeiras Volvo Sandro Júnior de Souza will make demonstrations of Volvo compact excavators, skid steer loaders and backhoes at TRACBEL clients’ jobsites

28 TracbelMagazine

tempo, estreita ainda mais o relacionamento com a TRACBEL. O “TRACBEL Compact Show” recebeu investimentos de cerca de R$500 mil. O demonstrador de equipamento, Sandro Júnior de Souza, juntamente com um consultor de vendas da TRACBEL, vai ao cliente para demonstrar a linha compacta, que compreende as miniescavadeiras, as minicarregadeiras e as retroescavadeiras. Dessa forma, é possível verificar, na prática, ou seja, no local de trabalho da máquina, a versatilidade, o desempenho, a facilidade de operação e o consagrado padrão de segurança da marca Volvo. De acordo com Souza, ao ver o equipamento em ação, os empresários e operadores verificam que investir em máquinas Volvo é uma excelente opção para seu negócio. “A linha de compactos da Volvo é direcionada para obras urbanas, com pouco espaço. Quando o empresário e o operador presenciam a máquina no cotidiano, no seu canteiro de obras, fica evidente a versatilidade, a economia e a produtividade da Volvo”, afirma Souza, cujo currículo

COMPACT VEHICLE SHOW Aboard a modern truck, TRACBEL has made, since April, demonstrations of smallsized equipment in its clients’ jobsites

I

n order to keep clients up-to-date with the latest news of the compact vehicle segment, TRACBEL has been promoting a large caravan through the Southeast, Center-West and North regions of Brazil. Aboard a modern Volvo VM 260 truck, “TRACBEL Compact Show” takes to the jobsites in situ demonstrations of the small-sized machines manufactured by Volvo. Implemented in April last year, the project has already performed 20 demonstrations in Minas Gerais. Entrepreneurs and operators have praised the initiative, which allows the publicity of news and, at the same time, makes the relationship with TRACBEL closer. Approximately R$ 500 thousand were invested in “TRACBEL Compact Show”. The equipment demonstrator Sandro Júnior de Souza and TRACBEL’s sales consultant go to the client’s jobsite to demonstrate the compact line, which comprises compact excavators, skid steer loaders and backhoes. This way, it is possible to verify in practice, that is, in the machine work site, Volvo’s versatility, performance, easy operation and renowned safety standard. According to Souza, when entrepreneurs and operators see the equipment in operation, they realize that investing in Volvo machines is an excellent option for their business. “Volvo compact line is intended for urban works provided with little space. When entrepreneurs and operators see the machine operating in their jobsites, Volvo’s versatility, economy and productivity become clear”, Souza says, who has a large experience in the operation of heavy equipment.


inclui vasta experiência na operação de equipamentos pesados. Nos próximos meses, o “TRACBEL Compact Show” estará nas unidades da empresa em 11 estados do País. As

O QUE É

visitas aos clientes, conforme explica Souza, serão agendadas pelos consultores de venda. “O certo é que vamos percorrer todos os estados em que a TRACBEL está presente”, diz Souza. z

Within the next months, "TRACBEL Compact Show" will be implemented in the company´s units in 11 Brazilian states. The visits to clients, as explained by Souza, will be scheduled by the sales consultants. "We will certainly cover all the states TRACBEL is present", he says. z

WHAT IT IS

TRACBEL COMPACT SHOW TRACBEL COMPACT SHOW

LOCAIS EM QUE OCORRERÁ LOCATIONS WHERE IT WILL BE HELD

PERÍODO DE REALIZAÇÃO PERIOD

Caravana promovida pela TRACBEL que visa a demonstrar o funcionamento de miniescavadeiras, minicarregadeiras e retroescavadeiras Volvo Caravan promoted by TRACBEL aiming at demonstrating the operation of Volvo compact excavators, skid steer loaders and backhoes

Em toda a área de atuação da TRACBEL, ou seja, nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Norte do Brasil, totalizando 11 estados Throughout TRACBEL’s area of performance, that is, in the Southeast, Center-West and North regions of Brazil, totaling 11 states

Todo o ano de 2010 Throughout 2010

ÁREAS DE ATUAÇÃO DA LINHA COMPACTA AREAS OF PERFORMANCE OF THE COMPACT LINE

Diversificada – abrange construção, agronegócio, paisagismo e até psicultura Miscellaneous – comprising construction, agribusiness, landscaping and even fish culture.

TracbelMagazine

29


C

Por: Pedro Blank e Leonardo Bastos Fotos: Divulgação

CAPA Cover

Luiz Gonzaga, presidente da TRACBEL e seu filho e vice-presidente da empresa, Luiz Gustavo Luiz Gonzaga, TRACBEL’s chairman, and his son and vice-chairman, Luiz Gustavo

Como a TRACBEL venceu as dificuldades impostas pela crise econômica mundial em 2009 e apareceu pelo segundo ano consecutivo como a melhor revenda de máquinas e insumos do Brasil no Anuário Melhores e Maiores da Revista Exame

Corporate soundness How TRACBEL overcame the difficulties imposed by the world economic crisis in 2009 and was elected, for the second consecutive year, the best machine and input dealer in Brazil by Exame Magazine’s “Melhores e Maiores” Yearbook

Solidez empresarial D

e 2003 a 2007, a economia brasileira apresentou crescimento médio de 4% ao ano. No ano seguinte, o País comemorou o índice de 5,1%. Quando alcançou um dos mais significativos saltos de seu PIB na história recente, entretanto, o sistema produtivo mundial entrou em xeque com a maior crise

30 TracbelMagazine

do capitalismo nos últimos 80 anos. Em 2009, o Brasil, assim como o planeta, sentiu os efeitos do abalo e a economia registrou retração. O que podia ser um ano perdido, contudo, virou oportunidade para diversas empresas, que mantiveram empregos, realizaram investimentos e transformaram em realidade as suas metas.

F

rom 2003 to 2007, the Brazilian economy presented an average growth of 4% a year. In the following year, the country achieved the index of 5.1%. However, when it achieved one of the most significant GDP increases in its recent history, the world productive system was hit by the greatest crisis of the capitalism in the past 80 years. In 2009, Brazil, as well as the world, felt the effects of the shock and the economy shrank.


Moderna sede da TRACBEL, em Sumaré (SP) TRACBEL’s modern head office, in Sumaré (SP)

A TRACBEL, um dos maiores distribuidores de equipamentos pesados do Brasil, mesmo diante de previsões pouco otimistas, confiou na eficiência de seu plano de investimentos. Assim, o programa de aportes de R$100 milhões em três anos foi mantido em 2009. Nada de demissões para enxugar gastos, e a empresa inaugurou filiais no Distrito Federal, Goiás e Tocantins, entrando, de vez, no mercado do Centro-Oeste. Além disso, priorizou áreas estratégicas como Rental, infra-estrutura, tecnologia, comunicação, treinamento de pessoas, aumento nos estoques e criação de novos negócios. O vice-presidente da TRACBEL, Luiz Gustavo Pereira, explica que a premiação da Revista Exame é o reconhecimento à filosofia da empresa de gerar valor para o negócio dos clientes. “Com 43 anos de atuação, a TRACBEL leva aos seus clientes as melhores soluções em equipamentos pesados, com nossa equipe altamente especializada. E, como custo é algo importante para qualquer ativi-

dade, nossa diretriz é fazer mais por menos”, afirma. A inclusão do dealer no anuário da Revista Exame reflete o aumento progressivo do faturamento da TRACBEL a partir de 2000, que era de R$ 60 milhões à época. A estimativa, neste ano, é que o número seja multiplicado por dez, atingindo R$600 milhões. “O crescimento da TRACBEL é sustentado, ou seja, cada passo é dado depois de planejamento. Por isso, seguimos com a nossa estratégia de atuação, independentemente da crise econômica mundial que estourou em 2008 e deixou rastros em 2009”, diz Pereira, lembrando que no ano passado foram feitos investimentos de R$25 milhões na aquisição de frota e equipamentos.

However, what could have been a lost year became an opportunity for several companies, which kept jobs, made investments and saw their targets come true. TRACBEL, one of the major heavy equipment dealers in Brazil, relied on the efficiency of its investment plan, even before little optimistic estimates. So, the program for allocation of R$ 100 million in three years was maintained in 2009. There were no dismissals to reduce expenses, and the company opened branch offices in the Federal District, Goiás and Tocantins, entering definitively the Center-West market. Besides that, it prioritized strategic segments like rental, infrastructure, technology, communication, training of personnel, increased stocks and creation of new business. TRACBEL’s vice-chairman, Luiz Gustavo Pereira, explains that the prize awarded by Exame Magazine is the recognition of the company’s philosophy to add value to its clients’ business. “With 43 years of operation, TRACBEL provides its clients with the best heavy equipment solutions, through our highly-specialized team. And, as cost is important to any activity, our guideline is to do more for less”, he says. The inclusion of this dealer in Exame Magazine’s yearbook reflects the progressive increase in TRACBEL’s revenues after 2000, which used to be R$ 60 million at that time.

Anuário Para vencer a categoria Máquinas e Insumos, a Revista Exame avaliou a TRACBEL nos quesitos crescimento das vendas, liderança de mercado,

TracbelMagazine

31


CAPA • COVER

liquidez corrente, rentabilidade e riqueza gerada por empregado (veja arte). “Após meses de trabalho que envolveu a coleta de dados de cerca de três mil empresas e a depuração dessas informações, temos a maior revista já publicada nos 60 anos de história da Editora Abril. Melhores e Maiores mostra, por meio de seu renovado vigor editorial e de sua enorme presença no mercado, porque é a grande referência de informação no mundo das empresas”, explica Cláudia Vassallo, diretora de redação da Exame. Os grandes fabricantes, parceiros da TRACBEL, destacam a solidez do grupo. O presidente da Volvo Construction Equipment Latin America, Yoshio Kawakami, exalta o comprometimento com o mercado e com

Yoshio Kawakami, presidente da Volvo Construction Equipment Latin America Yoshio Kawakami, chairman of Volvo Construction Equipment Latin America

The estimate for this year is that this figure is multiplied by ten, reaching R$ 600 million. “TRACBEL’s growth is sustained, that is, every step is performed after planning. This is why we proceeded with our performance strategy, independently of the world economic crisis that burst in 2008 and left vestiges in 2009”, Pereira says, adding that R$ 25 million investments were made last year in the purchase of fleet and equipment.. Yearbook To be the winner in the Machine and Input category, Exame Magazine evaluated TRACBEL in the items sales growth, market leadership, current ratio, profitability and employeegenerated wealth (see artwork). “After months of work that involved the collection of data from approximately 3,000 companies and the analysis of this information, the result was the greatest magazine ever published in Editora Abril’s 60 years of history. Melhores e Maiores shows, through its renewed publishing vigor and huge presence in the market, why it is the

EVOLUÇÃO DO FATURAMENTO TRACBEL EVOLUTION OF TRACBEL’s REVENUES

milhões 600

600 531 500 449

426

400 327

300 212

200

168

100 60

68

2000

2001

107

99

2002

2003

0 2004

* reflexo da crise financeira mundial / consequence of the world financial crisis

32 TracbelMagazine

2005

2006

2007

2008

2009*

2010


Confira a classificação das SEIS maiores: RANKING OF THE TOP SIX COMPANIES

1. TRACBEL (MG) 2. Maqnelson Agrícola (MG) 3. Sotreq (SP) 4. Agrofel (RS) 5. Pesa (PR) 6. Brasif (MG)

os clientes do dealer. “O constante reivestimento no negócio como prioridade dos proprietários e dos diretores tem apresentado resultados que surpreendem. Os últimos dez anos da empresa nas mãos de Luiz Gonzaga de Magalhães Pereira e seu filho Luiz Gustavo foram anos de sucesso inequívoco como uma empresa familiar aberta às inovações e ao crescimento sustentado. A

parceria entre a TRACBEL e a Volvo CE LA é uma relação de confiança e responsabilidade mútua, que tem grande futuro para ambas”, declara. O presidente da Clark Empilhadeiras, Euclides Azenha, relaciona a presença no Anuário Melhores e Maiores à confiança que os clientes têm na TRACBEL. “Com certeza, todos os esforços foram concentrados neste prêmio. Todo o time da TRACBEL está de parabéns”, diz. O chefe de vendas da Michelin, Samuel Falcão, por sua vez, enfatiza que o pós-venda da empresa é único. “A TRACBEL, por já ter a prestação de serviço como base de seu trabalho, vem evoluindo no atendimento aos clientes de pneus e, com isto, está se tornando uma referência nesse setor. Hoje, a TRACBEL possui um nível de assistência técnica que permite ao usuário extrair o máximo de performance de um pneu Michelin”, analisa. z

major information reference in the universe of companies”, Cláudia Vassallo, Exame Magazine’s director, explains. The major manufacturers, TRACBEL’s partners, emphasize the soundness of its group. Volvo Construction Equipment Latin America’s chairman, Yoshio Kawakami, emphasizes this dealer’s commitment to the market and its clients. “The constant reinvestment in the business as a priority for its owners and directors has produced surprising results. In the past ten years under control of Luiz Gonzaga de Magalhães Pereira and his son Luiz Gustavo, the company has been unequivocally successful as a family company open to innovations and sustained growth. The partnership between TRACBEL and Volvo CE LA is based on mutual confidence and liability, with a great future for both of them”, he says. Clark Empilhadeiras’ chairman, Euclides Azenha, attributes the presence in the Melhores e Maiores Yearbook to the confidence clients have in TRACBEL. “All efforts have certainly been concentrated on this prize. Congratulations to TRACBEL’s teams”, he says. Michelin’s head of sales, Samuel Falcão, emphasizes that the company’s after-sale assistance is exceptional. “As TRACBEL already has service provision as the basis of its work, it has been developing its tire client support and, consequently, it has become a reference in this segment. Today TRACBEL has a level of technical assistance that allows users to take a maximum performance from a Michelin tire”, he says. z

Sede da TRACBEL na década de 70 TRACBEL’s head office in the 70’s

TracbelMagazine

33


F

Por: Leonardo Bastos (do Rio de Janeiro) Fotos: Leonardo Bastos

Feiras e eventos Events

O 10º Michelin Challenge Bibendum reuniu lideranças políticas e econômicas no Rio de Janeiro 10th Michelin Challenge Bibendum gathered political and economic leaders in Rio de Janeiro

Um outro mundo é possível O 10º Michelin Challenge Bibendum, realizado no Rio de Janeiro, em junho, apontou alternativas para minimizar a quantidade de poluentes na atmosfera e também soluções para problemas crônicos de grandes centros urbanos

A

enorme dependência dos sistemas energético-econômicos das fontes não renováveis de energia colocou na pauta mundial de cuidados com o planeta a preocupação urgente com as emissões de grandes quantidades de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera. Esse cenário serviu de mote para o 10º Michelin Challenge Bibendum, realizado em junho, no Centro de Convenções e Exposições Riocentro, no Rio de Janei-

34 TracbelMagazine

ro. Lançado pela Michelin em 1998, o Challenge Bibendum é um esforço conjunto do universo automobilístico (montadoras, fabricantes de autopeças, empresas fornecedoras de energia e centros de pesquisas) a fim de oferecer informações objetivas sobre os últimos avanços tecnológicos aos representantes das classes política e econômica e aos formadores de opinião, para reduzir o consumo de energia dos veículos, garantir a seguran-

Another world is possible - 10th Michelin Challenge Bibendum, held in Rio de Janeiro, in June, showed alternatives to minimize the amount of pollutants in the atmosphere, as well as solutions to chronic problems faced by big urban centers

T

he huge dependence of the energeticeconomic systems upon non-renewable energy sources has placed the urgent concern with the emissions of large amounts of carbon dioxide (CO2) in the atmosphere in the world agenda of planet care. This scenario was the subject of the 10th Michelin Challenge Bibendum, held in June at Centro de Convenções e Exposições Riocentro, in Rio de Janeiro. Created by Michelin in 1998, the Challenge


A mobilidade é um desafio que está na pauta das maiores empresas do planeta Mobility is a challenge that is in the agenda of the major companies in the world

A indústria automobilística mostrou diversas inovações The automobile industry has shown several innovations

ça do abastecimento energético dos transportes rodoviários, diminuir as emissões de dióxido de carbono, baixar as emissões de poluentes locais, limitar a poluição sonora, minimizar o número de acidentes, dinamizar a fluidez do tráfego e adaptar os veículos aos vários tipos de uso. Várias personalidades estiveram presentes no encontro promovido pela multinacional francesa, entre elas o presidente mundial do Grupo Michelin, Michel Rollier, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, e o presidente Luis Inácio Lula da Silva, que foi o responsável pela abertura do evento. Para Lula, hoje o País tem condições de se tornar uma nação extraordinária, que está se conscientizando da importância da utilização dos biocombustíveis. “Uma matriz energética renovável e limpa fez impulsionar o avanço tecnológico em várias cadeias produtivas”. A fala do presidente é confirmada na estatística de que praticamente 90% dos au-

tomóveis e comerciais leves vendidos no Brasil nos últimos anos são dotados de sistemas flex fuel. Em função do tema do evento internacional – Todos Juntos por uma Mobilidade Rodoviária Sustentável –, Lula ponderou ainda que “nunca na história deste país se investiu tanto na questão da mobilidade urbana, já que grande parte da população está nos grandes centros”. Em seu discurso bem-humorado, o presidente enfatizou que “um evento como este é sinal claro de que o mundo está preocupado com o planeta Terra”. Durante os quatro dias do Michelin Challenge Bibendum, muitas atividades foram programadas; entre elas, seminários, debates, mesas redondas, rali para testar os veículos em exposição e coletivas de imprensa, que reuniram cerca de 500 jornalistas vindos de todas as partes do mundo. O que mais chamou a atenção dos participantes foi a grande quantidade de novas tecnologias e a oportuni-

CHALLENGE BIBENDUM

Michelin Challenge Bibendum em Números

Bibendum is a joint effort of the automotive universe (car manufacturers, car part manufacturers, power supply companies, and research centers) with the purpose of providing representatives of the political and economic classes and opinion makers with objective information on the latest technological advances to reduce vehicle power consumption, ensure a safe power supply to highway transportation, reduce the emissions of carbon dioxide, lower the emissions of local pollutants, limit noise pollution, minimize the number of accidents, make traffic flow more dynamic, and adapt vehicles to the several types of use. Several authorities attended the meeting promoted by the French multinational company, including the world chairman of the Michelin Group, Michel Rollier, the governor of the State of Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, and the president of Brazil, Luis Inácio Lula da Silva, who opened the event. According to Lula, today Brazil has every condition to become an extraordinary nation, as it is getting aware of the importance of using biofuels. “A renewable and clean energy matrix has driven a technological advance in several productive chains”. The president’s speech is confirmed by the statistics that states that almost 90% of the light cars and commercial vehicles sold in Brazil in the past few years are provided with flex fuel systems. In view of the theme of the international event – Everybody Together for a Sustainable Highway Mobility, Lula also stated that “this country has never seen before such high investments in urban mobility, since most of the population lives in the big cities”. In his goodhumored speech, the president emphasized that “an event like this is a clear indication that the world is concerned about the Earth planet”. Many activities were scheduled for the four days of the Michelin Challenge Bibendum, including seminars, debates, round tables, rally to test the vehicles being exhibited, and press interviews that gathered approximately 500 journalists from all over the world. The participants were surprised by the large amount of new technologies and the opportunity to test “green vehicles” among prototypes and series

Michelin Challenge Bibendum’s Figures

- CERCA DE 150 veículos estiveram presentes na 10º edição, incluindo bicicletas, veículos elétricos, veículos de transporte urbano, entre outros - 47: número de expositores no Centro de Exposição Tecnológica - 5 mil: participantes no 10º Michelin Challenge Bibendum - 80: total de nacionalidades representadas no evento - MAIS DE 300: número de funcionários do Grupo Michelin envolvidos no evento - CERCA DE 500 jornalistas de várias partes do mundo participaram da cobertura do evento - APPROXIMATELY 150 vehicles were exhibited in the 10th edition, including bicycles, electric vehicles, urban transportation vehicles and others - 47: number of exhibitors in the Technological Exhibition Center - 5 thousand: participants in the 10th Michelin Challenge Bibendum - 80: total nationalities represented in the event - MORE THAN 300: Michelin Group’s employees engaged in the event - APPROXIMATELY 500 journalists from all over the world covered the event

TracbelMagazine

35


Feiras e eventos • events

Ocorreram diversas palestras e seminários durante o 10º Michelin Challenge Bibendum Several lectures and seminars were held during the 10th Michelin Challenge Bibendum

O presidente da Michelin, Michel Rollier (centro), trouxe pela primeira vez o Challenge Bibendum para a América do Sul Michelin’s chairman, Michel Rollier (center), brought Challenge Bibendum to South America for the first time

dade de testar “veículos verdes” entre protótipos e modelos de série, com destaque para o Audi e-tron, o Citroen Hypnos e o novo Uno, com motor flex. O autódromo de Jacarepaguá foi o palco onde os participantes podiam testar os veículos. Para Michel Rollier, presidente do Grupo Michelin, vários fatores apontaram para que, pela primeira vez, o Challenge Binbendum acontecesse na América do Sul – no Brasil. “Claro que o conjunto de países que compõem a América do Sul são muito importan-

tes para os negócios da Michelin, mas a escolha do Brasil vai muito mais além das questões comerciais. Podemos dizer que o Brasil é hoje um dos países mais avançados no mundo em termos de crescimento sustentável e há mais de 20 anos vem discutindo a questão dos biocombustíveis. O Brasil apresenta o maior índice de urbanização do planeta, com cerca de 91% da população brasileira vivendo nos grandes centros, e vem superando com sucesso os desafios que tal índice apresenta, como os grandes

De Clermont-Ferrand (1998) ao Rio de Janeiro (2010)

CHALLENGE BIBENDUM

1998 Clermont-Ferrand (França) – A primeira edição do Michelin Challenge Bibendum foi realizada em 1998, ano do centenário de nascimento do Bibendum, o personagem emblemático da Michelin e seu embaixador internacional. O evento fez o percurso entre ClermontFerrand, na região central da França, coração histórico e sede do grupo, e Paris. Clermont-Ferrand (France) – The first edition of Michelin Challenge Bibendum was held in 1998, year of the 100th anniversary of Bibendum, Michelin’s emblematic character and its international ambassador. The event took the itinerary between Clermont-Ferrand, in the central region of France, the group’s historical heart and main office, and Paris.

36 TracbelMagazine

2000

2001

Clermont-Ferrand – Paris (França) – A pedido de várias montadoras, a Michelin decidiu organizar uma segunda edição do Challenge Bibendum, refazendo o percurso entre Clermond-Ferrand e Paris, com paradas nos circuitos de Magny-Cours e de Le Mans, onde acontece anualmente a famosa corrida das 24 Horas de Le Mans.

Fontana, Califórnia (Estados Unidos) – O Michelin Challenge Bibendum tornou-se internacional em 2001, quando foi organizado pela primeira vez nos Estados Unidos, em Las Vegas e em Los Angeles, com as equipes da Michelin e das oito principais montadoras mundiais e vários outros participantes. Mais de 52 veículos foram testados por praticamente todos os tipos de energia, entre eles os veículos movidos a pilhas de combustível.

Clermont-Ferrand – Paris (France) – Upon request made by several manufacturers, Michelin decided to organize a second edition of Challenge Bibendum, repeating the itinerary between ClermontFerrand and Paris, stopping by Magny-Cours and Le Mans motor racing circuits, where the famous 24 Hours of Le Mans race takes place annually.

Fontana, California (United States) – Michelin Challenge Bibendum became an international event in 2001, when it took place for the first time in the United States, in Las Vegas and Los Angeles, counting on teams from Michelin and the eight major car manufacturers in the world, besides several other participants. More than 52 vehicles were tested by using practically all types of energy, including the fuel cell-driven vehicles.

models, with emphasis on Audi e-tron, Citroen Hypnos and the new Uno, provided with flex engine. The participants were allowed to test the vehicles at Jacarepaguá autodrome. For Michel Rollier, chairman of the Michelin Group, several factors led Challenge Bibendum to be held in South America – more exactly in Brazil, for the first time. “The group of countries that form South America is certainly very important to Michelin’s business, but the choice of Brazil goes far beyond commercial matters. Today we can say Brazil is one of the most advanced countries in terms of sustainable growth and it has been discussing the biofuel issue for over 20 years. Brazil presents the highest urbanization index in the planet, with approximately 91% of its population living in the big cities, and has successfully overcome the challenges such urbanization presents, like the huge traffic jams and pollution, for example. For these reasons we have chosen Brazil to host our tenth Michelin Challenge Bibendum”, Michel Rollier explained. The next world capital city of ecological mobility to host the 11th Michelin Challenge Bibendum will be Berlin, in Germany. The event will be held in the former airport of the city – Tempelhof – on May 18 to 22, 2011. z

From Clermont-Ferrand (1998) to Rio de Janeiro (2010):

2002 Heidelberg – Estrasburgo – Paris (Alemanha e França) – O Michelin Challenge Bibendum volta à Europa com 61 veículos que fazem o percurso entre a Alemanha e a França, com uma parada em Estrasburgo, sede do Parlamento Europeu, antes de seguir para Paris e de terminar o percurso no Salão Mundial do Automóvel de Paris. Heidelberg – Strasbourg – Paris (Germany and France) – Michelin Challenge Bibendum returns to Europe with 61 vehicles taking the itinerary between Germany and France and stopping by Strasbourg, seat of the European Parliament, prior to proceeding to Paris and ending their journey at Paris Motor Show.

2003 Sonoma, Califórnia (Estados Unidos) – O Michelin Challenge Bibendum atravessa novamente o Atlântico e, neste ano, mais de 100 veículos participaram de testes comparativos incluindo, pela primeira vez, ônibus e caminhões. Essa edição reuniu 14 montadoras, mais de 50 empresas e instituições internacionais, 50 protótipos de veículos e 35 estandes de demonstrações de tecnologias. O evento adquiriu uma dimensão internacional, destinando-se a se expandir ainda mais no futuro. Sonoma, California (United States) – Michelin Challenge Bibendum crosses the Atlantic Ocean once again and, in that year, more than 100 vehicles took part in comparative tests including buses and trucks for the first time. That edition gathered 14 car manufacturers, more than 50 international companies and institutions, 50 vehicle prototypes and 35 technology demo stands. The event achieved an international dimension, aiming at expanding even more in the future.


As maiores montadoras apresentaram versões de carros menos poluentes The major car manufacturers presented less pollutant car versions

congestionamentos e a poluição, por exemplo. Por essas razões, escolhemos o Brasil para sediar o nosso 10º Michelin Challenge Bibendum”, explicou Michel Rollier. A próxima capital mundial da mobilidade ecológica, que sediará o 11º Michelin Challenge Bibendum, será Berlin, na Alemanha. O evento irá acontecer no antigo aeroporto da cidade – Tempelhof – de 18 a 22 de maio de 2011. z

A próxima edição do evento ocorrerá na Alemanha, em 2011 The next edition of the event will take place in Germany in 2011

2004

2005

2006

2007

Xangai (China) – Pela primeira vez, o Michelin Challenge Bibendum é organizado na Ásia. O evento durou três dias, no então recém-inaugurado circuito de F1 de Xangai. A cidade é uma prova viva dos dilemas com os quais se confrontam as cidades modernas: forte densidade populacional, rápido crescimento econômico, alto índice de mortalidade nas estradas, poluição urbana, congestionamentos no trânsito, etc. Os veículos elétricos atraíram a atenção de todos e a Michelin apresentou, pela primeira vez, o Michelin Active Wheel e o seu veículo movido a pilha de combustível, o Michelin Hylight.

Kyoto – Nagoya (Japão) – O Michelin Challenge Bibendum aproveita a Exposição Universal de Aichi, no Japão, com o tema Sabedoria da Natureza, para dar seus primeiros passos na terra das montadoras japonesas. O evento foi realizado no Centro Internacional de Convenções de Kyoto, onde foi assinado o Protocolo de Kyoto, em 1997.

Paris (França) – De volta à França, a Michelin organizou uma edição com visita à Torre Eiffel. Todas as tecnologias apresentadas e o contexto da forte alta do preço do petróleo indicava um futuro em que todas as tecnologias teriam um papel ativo no futuro da mobilidade.

Xangai (China) – Foi a segunda escala do Michelin Challenge Bibendum na China, em sua 9ª edição, onde 3.500 participantes e convidados vindos do mundo todo se reuniram, de 14 a 17 de novembro de 2007, em Xangai. Várias organizações intergovernamentais participaram do evento. A OMS, a Agência Internacional de Energia, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente e o WBCSD organizaram reuniões paralelas ao Challenge Bibendum.

Shanghai (China) – For the first time, Michelin Challenge Bibendum took place in Asia. The event lasted three days in the newlyopened Shanghai F1 circuit. The city is a living evidence of the dilemmas faced by the modern cities: high population density, quick economic growth, high death rate on the roads, urban pollution, traffic jams, etc. The electric vehicles caught everybody’s attention, and Michelin introduced for the first time Michelin Active Wheel and its fuel cell vehicle, Michelin Hylight.

Kyoto – Nagoya (Japan) – Michelin Challenge Bibendum took Aichi Universal Exhibition, in Japan, which theme was Nature’s Wisdom, to give its first steps on the Japanese car manufacturers’ land. The event took place at Kyoto International Convention Center, where Kyoto Protocol was signed in 1997.

Paris (France) – Back to France, Michelin organized an edition with a visit to the Eiffel Tower. All the introduced technologies and the context of highly increased oil price indicated all technologies would play an active role in the future of mobility.

Shanghai (China) – It was Michelin Challenge Bibendum’s 9th edition and its second time in China, in which 3,500 participants and guests from all over the world got together on November 14 to 17, 2007, in Shanghai. Several governmental entities participated in the event. WHO, International Energy Agency, the United Nations Environment Programme and the WBCSD organized meetings that were held simultaneously with Challenge Bibendum.

2010 Rio de Janeiro (Brasil) – O Challenge Bibendum realizado no Brasil foi marcado pelo recorde de participantes: mais de cinco mil pessoas passaram pelos pavilhões do Riocentro durante os cinco dias do evento. Cerca de 500 jornalistas de várias partes do mundo fizeram a cobertura do evento, que foi inaugurado pelo presidente Luis Inácio Lula da Silva e teve como tema: “Todos juntos por uma mobilidade rodoviária sustentável”. Rio de Janeiro (Brazil) – The Challenge Bibendum held in Brazil was outstanding for the record number of participants: more than five thousand people visited Riocentro pavilions during the five days of the event. Approximately 500 journalists from all over the world covered the event, which was opened by president Luis Inácio Lula da Silva and which theme was “Everybody together for a sustainable highway mobility”.

TracbelMagazine

37


Por: Leonardo Bastos (do Espírito Santo) Fotos: Leonardo Bastos Feiras e eventos • events

Avança, Espírito Santo! Estado capixaba investe quase R$4 milhões na aquisição de equipamentos pesados para prefeituras e impulsiona o desenvolvimento

P

roporcionar melhoria na infraestrutura dos municípios do Espírito Santo. Essa é a meta do governo do Estado que, no último mês de junho, entregou, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Agricultura e Pesca do Espírito Santo (Seag), nove motoniveladoras Volvo às prefeituras de São Mateus, Sooratema, Alto Rio Novo, Colatina, Fundão, Ibitirama, Laranja da Terra, Marataízes e Venda Nova do Imigrante. As máquinas foram adquiridas pelo governo do Estado com recursos do programa Capixaba de Investimentos Públicos e Empregos. Ao todo, foram investidos R$3,841 milhões nas máquinas. A solenidade de entrega das máquinas aconteceu durante a abertura da I Feira Estadual do Agroturismo – “Sabores da Terra” e contou com a presença

do governador Paulo Hartung, do secretário de Estado de Agricultura, Enio Bergoli, dos prefeitos que receberam os equipamentos, empresários do segmento e demais autoridades e lideranças capixabas. Na ocasião, o governador Paulo Hartung agradeceu a presença do público e disse estar feliz e emocionado por abrir a feira em Vitória (ES). “Este evento é uma boa provocação. O Espírito Santo nasceu na produção rural. Essa é a nossa história”, disse Paulo Hartung. O repasse das motoniveladoras Volvo G930 às prefeituras, em sistema de comodato, faz parte das ações do Programa de Melhoria da Trafegabilidade e Adequação Ambiental das Estradas Rurais, iniciado pela Seag neste ano, com investimento de R$35 milhões e repassando 118 equipamentos entre re-

Os equipamentos Volvo fazem parte do Programa de Melhoria da Trafegabilidade e Adequação Ambiental das Estradas Rurais Volvo equipment is part of the Program for Improved Trafficability and Environmental Suitability of the Rural Roads

O presidente da TRACBEL, Luiz Gonzaga de Magalhães Pereira, e o governador do Espírito Santo, Paulo Hartung TRACBEL’s chairman, Luiz Gonzaga de Magalhães Pereira, and the governor of the State of Espírito Santo, Paulo Hartung

38 TracbelMagazine

Go ahead, Espírito Santo! State of Espírito Santo invests almost R$ 4 million in the purchase of heavy equipment for city administrations and stimulates development

P

rovide improved infrastructure to the municipalities of Espírito Santo. This is the target of the State Government which, last June, handed over, by the State Secretariat of Agriculture, Supply, Aquiculture and Fishing of Espírito Santo (Seag), nine Volvo motor graders to the city administrations of São Mateus, Sooratema, Alto Rio Novo, Colatina, Fundão, Ibitirama, Laranja da Terra, Marataízes and Venda Nova do Imigrante. The machines were purchased by the State government with resources from the Public Investment and Job Program. A total of R$ 3.841 million were invested in the machines. The machine handover ceremony was held during the opening of the I State Agritourism Fair – “Flavors of the Land”, and was attended by the governor Paulo Hartung, the state secretary of Agriculture, Enio Bergoli, the mayors that received the equipment, businessmen of this segment, and other state authorities and leaders. On that occasion, governor Paulo Hartung thanked the presence of the audience and told he was glad and touched in opening the fair in Vitória (ES). “This event is a good incitement. Espírito Santo was born in the rural production. This is our history”, Paulo Hartung said. The handover of Volvo G930 motor graders to the city administrations, on a loan for use basis, is part of the actions of the Program for Improved Trafficability and Environmental Suitability of Rural Roads, started by Seag


O governador do Espírito Santo, Paulo Hartung, e o presidente da TRACBEL, Luiz Gonzaga de Magalhães Pereira, durante a entrega das máquinas The governor of the State of Espírito Santo, Paulo Hartung, and TRACBEL’s chairman, Luiz Gonzaga de Magalhães Pereira, during the handover of the machines

Diretoria da TRACBEL, o governador do Espírito Santo e parte dos prefeitos beneficiados pelo programa do Estado capixaba TRACBEL’s board of directors, the governor of the State of Espírito Santo, and some of the mayors benefited by the state program

troescavadeiras, caminhões- pipa, caminhões- basculante, motoniveladoras, rolos compactadores e pás-carregadeiras a 70 municípios. Já o secretário Enio Bergoli falou sobre o uso dos equipamentos entregues. “Essa é mais uma grande ação de empreendedorismo do governo do Estado, que garante infraestrutura aos produtores rurais. Hoje, são mais nove máquinas que fazem parte de um programa em conjunto com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, que visa a uma agricultura cada vez mais sustentável para o Espírito Santo, pois os prefeitos também assinam um Termo de Compromisso Ambiental que estabelece normas

para o uso das máquinas e implementos, com o objetivo de reduzir os impactos ao meio ambiente das atividades e obras a serem executadas”, afirmou o secretário. O prefeito de Venda Nova do Imigrante, Dalton Perim, afirmou que a motoniveladora vai ajudar no agroturismo do município. “Nossa região tem uma vocação para esse tipo de turismo e manter as estradas bem conservadas é de extrema importância para os turistas e agricultores, que vão poder utilizá-las da melhor maneira possível. Acreditamos que mais de sete mil agricultores sejam beneficiados com a motoniveladora Volvo”, disse, feliz com o novo equipamento para o município. z

this year, with a R$ 35 million investment and allocation of 118 items of equipment among backhoes, water trucks, dump trucks, motor graders, compactors and front-end loaders to 70 municipalities. Secretary Enio Bergoli talked about the use of the equipment handed over. “This is one more enterprising action by the State Government, which ensures infrastructure to rural producers. Today we are handing over nine more machines which are part of a program jointly developed with the State Secretariat of Environment and Water Resources, which aims at an increasingly sustainable agriculture for Espírito Santo, as the mayors also sign a Term of Environmental Commitment that establishes rules for the use of the machines and implements, with the purpose of reducing impacts on the environment from the activities and works to be carried out”, the secretary said. The mayor of Venda Nova do Imigrante, Dalton Perim, told the motor grader will help agritourism in the municipality. “Our region has a vocation for this type of tourism, and keeping the roads well maintained is extremely important for tourists and farmers, who will be able to use them as best as possible. We believe more than seven thousand farmers will be benefited from Volvo motor grader”, he said, happy with the new equipment for the municipality. z

Saiba mais

More information

Investimento: o governo do ES aportou uma verba de R$3,841 milhões na aquisição de equipamentos Investment: the government of Espírito Santo allocated an amount of R$ 3.841 million to the purchase of equipment

Benefícios: a agricultura e o turismo do Estado serão alavancados com obras de infraestrutura Benefits: the agriculture and tourism in the State will be improved by infrastructure works

Meio ambiente: as prefeituras que receberam as máquinas assinam compromisso de reduzir o impacto das atividades na natureza Environment: the city administrations that received the machines make a commitment to reduce the impact of the activities on nature

Programa de Melhoria de basculantes, motoniveladoras, rolos e trafegabilidade: já recebeu R$35 milhões em investimentos Improvement Program for dump trucks, motor graders, compactors, trafficability: R$ 35 million investments

Equipamentos repassados às prefeituras: retroescavadeiras, caminhões-pipa, caminhões- compactadores e pás-carregadeiras Equipment allocated to the city administrations: backhoes, water trucks, compactors and front-end loaders

Municípios atendidos: 70 Municipalities s erved: 70

TracbelMagazine

39


Por: Pedro Blank Fotos: Johny Henrique Feiras e eventos • events

Casa nova

Para atender ao segmento de infraestrutura e sucroalcooleiro, a TRACBEL reforma suas instalações em Marília (SP)

M

arília fica em um ponto estratégico de São Paulo. Na região centro-oeste do Estado que tem o maior PIB do Brasil,

o setor sucroalcooleiro movimenta a economia. Além disso, o setor de infraestrutura contribui para gerar empregos e renda. Diante desse ce-

New house - In order to meet demands from the infrastructure and sugaralcohol segments, TRACBEL remodels its facilities in Marília (SP)

M

Fachada da nova unidade TRACBEL em Marília: localização é estratégica para o crescimento da empresa Façade of TRACBEL’s new unit in Marília: location is strategic for the company’s growth

40 TracbelMagazine

arília is in a strategic location in the state of São Paulo. The sugar-alcohol segment revs up the economy in the center-west region of the state, which has the highest GDP in Brazil. Besides that, the infrastructure segment contributes to the job and income generation. In view of this scenario, where there is a large demand for heavy equipment, as well as for after-sale services, TRACBEL has remodeled its office in that city, and opened one more unit last July. So, the company estimates a 55% increase in 2010’s revenues compared with the previous year. TRACBEL’s new unit will serve Marília and the whole region. “State and federal highways meet in that city. There is a large demand


O presidente da Volvo Serviços Financeiros, Adriano Merigli, entre Luiz Gustavo Pereira e Luiz Gonzaga de Magalhães Pereira, vicepresidente e presidente da TRACBEL respectivamente The chairman of Volvo Financial Services, Adriano Merigli, between Luiz Gustavo Pereira and Luiz Gonzaga de Magalhães Pereira, TRACBEL’s vice-chairman and chairman

O gerente regional de Marília, Cezar Fabiano (centro) estava feliz com a abertura da nova unidade Tracbel The regional manager in Marília, Cezar Fabiano (center), was glad with the opening of TRACBEL’s new unit

nário, onde há forte demanda por equipamentos pesados, bem como pelo serviço de pós-venda, a TRACBEL reformulou seu escritório na cidade e inaugurou no último mês de julho mais uma unidade. Com isso, a empresa projeta um incremento de 55% no faturamento de 2010 no comparativo com o ano passado. A nova unidade da TRACBEL atenderá a Marília e toda a região. “Há o entroncamento de rodovias estaduais e federais na cidade. Existe a procura por implementos e má-

quinas pesadas que será direcionada para a unidade Marília”, diz Luiz Gustavo Pereira, vice-presidente da TRACBEL. A empresa está presente em toda a região Sudeste e também no Amazonas, Amapá, Roraima, Pará, Goiás, Distrito Federal e Tocantins. O gerente regional da unidade Marília, Cezar Fabiano, destaca que, a partir de agora, a região centrooeste de São Paulo conta com o serviço de pós-venda da TRACBEL, como a manutenção dos equipamentos,

O presidente da TRACBEL durante seu discurso de inauguração da nova unidade TRACBEL’s chairman during his speech in the opening of the new unit

for implements and heavy machines, which will be directed to Marília unit”, Luiz Gustavo Pereira, TRACBEL’s vice-chairman, says. The company is present all over the Southeast region and also in the states of Amazonas, Amapá, Roraima, Pará, Goiás, Federal District and Tocantins. Marília unit’s regional manager, Cezar Fabiano, emphasizes that, from now on, the

Momentos da cerimônia de inauguração da unidade de Marília Moments of the opening ceremony of the new unit in Marília

TracbelMagazine

41


Feiras e eventos • events

O vice-presidente da TRACBEL, Luiz Gustavo Pereira TRACBEL’s vice-chairman, Luiz Gustavo Pereira

Diretoria da Volvo na unidade Marília Volvo’s directors in Marília unit

manutenção preventiva e corretiva. Outro diferencial é o estoque local com peças de reposição. Fabiano lembra que a TRACBEL também passa a oferecer em Marília a possibilidade de locação de máquinas novas e seminovas. “É uma cidade estratégica para a empresa.

Estaremos ainda mais próximos do cliente, oferecendo todas as soluções no nosso segmento”, declara. “O setor sucroalcooleiro é forte em toda a região e a TRACBEL está capacitada para disponibilizar as ferramentas necessárias para o segmento seguir crescendo”, completa Fabiano. z

ISTO É A UNIDADE MARÍLIA

THIS IS MARÍLIA UNIT

Endereço: Rua Assad Haddad, 620 - Parque industrial CEP: 17519-700 - Marília - SP Telefone: 14 3402-6700 Novidades: possibilidade de aquisição de máquinas, pós-venda e estoque Projeção de crescimento: 55% em vendas Principais setores atendidos: infraestrutura e sucroalcooleiro Address: Rua Assad Haddad, 620 - Parque industrial CEP: 17519-700 - Marília - SP Phone no.: 14 3402-6700 News: possibility of purchase of machines, after-sale service, and stock of parts Growth projection: 55% in sales Main segments served: infrastructure and sugar-alcohol

42 TracbelMagazine

center-west region of São Paulo can count on the after-sale service provided by TRACBEL, like the preventive and corrective equipment maintenance. Another differential is the local spare part stock. Fabiano reminds that TRACBEL will also be able to offer the rental of brand new and seminew machines in Marília unit. “It is a strategic city for the company. We will get even closer to clients, offering all the solutions available in our segment”, he says. “The sugaralcohol segment is strong throughout the region, and TRACBEL is qualified to provide the necessary tools for the growth of this segment”, Fabiano adds. z


T

Por: Pedro Blank Fotos: Divulgação

TB SUSTENTÁVEL SUSTAINABLE TB

Sustentabilidade para todos Uma das maiores cimenteiras do mundo, a Holcim coloca em prática projetos de sustentabilidade

U

ma das maiores cimenteiras do mundo, a Holcim estabeleceu em suas diretrizes que o crescimento é pautado por ações de responsabilidade social e ambiental. Em 2009, a Holcim Brasil obteve faturamento líquido de R$1,1 bilhão. O Parque Industrial é composto por três fábricas, localizadas em Barroso (MG), Pedro Leopoldo (MG) e Cantagalo (RJ), e duas moagens, uma em Sorocaba (SP) e outra em Vitória (ES). Há quatro terminais de distribuição em Barbacena (MG), Rio de Janeiro (RJ), Ribeirão Preto (SP) e Santo André (SP). A empresa atua também na área de concreto, com aproximadamente 30 centrais, três unidades produtoras de agregados e três unidades da Resotec, uma divisão que oferece serviços de tratamento e destinação correta de resíduos industriais pelo sistema de coprocessamento. Tanto no seu processo produtivo quanto no seu relacionamento com as comunidades onde está inserida, a Holcim faz questão de promover práticas sustentáveis. Estas incluem: a utilização do coprocessamento de resíduos e o uso de escória em sua produção; o desenvolvimento das comunidades do entorno de suas fábricas pelo Instituto Holcim; a apresentação recente de uma inovadora concepção de casas populares sustentáveis, entre outras atividades. Nesta edição, a TRACBEL MAGAZINE mostra o trabalho da Holcim e detalha a

atuação da empresa na preservação da natureza e na promoção do desenvolvimento local. E fica claro que zelar pelo próximo e preservar o planeta para as gerações futuras é obrigação de todo ser humano. Que os bons exemplos sirvam de lição.

SUSTAINABILITY TO EVERYBODY – ONE OF THE MAJOR CEMENT PLANTS IN THE WORLD, HOLCIM PUTS SUSTAINABILITY PROJECTS INTO PRACTICE

H

olcim, one of the major cement plants in the world, has established in its guidelines that growth is based on social and environmental liability actions. In 2009, Holcim Brasil had net revenues of R$ 1.1 billion. Its Industrial Park consists of three plants, located in Barroso (MG), Pedro Leopoldo (MG) and Cantagalo (RJ), e two grinding plants, one of them in Sorocaba (SP) and the other one in Vitória (ES). There are four distribution terminals - in Barbacena (MG), Rio de Janeiro (RJ), Ribeirão Preto (SP) and Santo André (SP). The company also operates in the concrete segment, with approximately 30 plants, three aggregate producing units and three Resotec’s units, a division that provides treatment and correct destination for industrial waste by the coprocessing system. Both in the productive process and in the relationship with the communities in which it is inserted, Holcim endeavors to promote sustainable practices. They include the co-processing of waste and the use of slag in the production; the development of the communities in the surroundings of its plants by Holcim Institute; the recent presentation of an innovative conception of sustainable popular houses, among other activities. In this issue, TRACBEL MAGAZINE shows Holcim’s work and details the company’s performance toward the preservation of nature and promotion of the local development. It is clear that taking care of people and preserving the planet for the future generations is everybody’s duty. And everybody should learn from the good examples.

TracbelMagazine

43


4"3534%.4­6%,sSUSTAINABLE TB

União traz prosperidade a Barroso Parceria entre o Instituto Holcim, a Associação Ortópolis Barroso e a Associação Comercial transforma o comércio em um dos principais geradores de emprego e renda do Município

C

om 64% de aumento médio no faturamento em dois anos e a criação de 20% a mais de empregos, foi concluída, em dezembro, a primeira edição do projeto Rumo Certo, um trabalho de revitalização e expansão do comércio do Município de Barroso (MG). A iniciativa faz parte do Projeto Ortópolis, uma proposta do Instituto Holcim de desenvolvimento local de Barroso. O resultado positivo levou a uma segunda edição do trabalho, que teve início em fevereiro deste ano e conta com a participação de 30 empresários de Barroso, além da equipe de multiplicadoras da ACIB (Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e Serviços de Barroso) e do consultor Alecsandro Araújo de Souza. Sob o comando do consultor de gestão, Alecsandro Souza, o Rumo Certo teve início em agosto de 2006. Na ocasião, houve um mapeamento do comércio na região. Encontrou-se um setor estagnado. Havia uma grande quantidade de estabelecimentos tradicionais administrados de forma familiar, bem como negócios informais, alguns mantidos temporariamente, enquanto o proprietário buscava um novo emprego. “Quando iniciamos os trabalhos, encontramos lojas que ainda utilizavam o velho esquema da caderneta”, lembra Souza. “Poucos registravam seus funcionários e uma quantidade menor ainda tinha noção exata de seus custos. Hoje, cerca de 25% dos participantes do programa abriram seu segundo negócio. Revendedores de porta em porta

44 TracbelMagazine

se estabeleceram e há casos de comerciantes que aumentaram em até 70% seu faturamento”. A capacitação reuniu 20 pequenos comerciantes dos mais variados setores, durante dois anos. Até o asilo municipal integrou-se ao projeto para melhorar sua gestão. Com o encerramento dos trabalhos, espera-se que os próprios comerciantes repliquem o aprendizado para outros pequenos empresários da região. “Direta ou indiretamente, esses comerciantes influenciaram outros, seja na sua forma de gerir o negócio, seja no aspecto visual das lojas. É só andar pelas ruas de Barroso que a diferença é facilmente notada. Ao se tornar mais atrativo e diversificado, e ao melhorar o atendimento aos clientes, o comércio de Barroso cativou barrosenses que se deslocavam até a vizinha Barbacena para fazer compras e também atraiu compradores de outros municípios”, afirma o consultor. Em dois anos, os comerciantes foram capacitados em diversos temas, tais como: controle de estoque, planejamento de custos, gestão de pessoas, atendimento a clientes, programação visual de seus estabelecimentos, etc. “Eles já sabem aonde buscar informações e parcerias e se tornaram multiplicadores. Os comerciantes de Barroso têm consciência de que o crescimento conjunto trará benefícios individuais bem maiores.” Barroso, durante décadas, teve sua economia dependente dos empregos públicos e daqueles gerados pela fábrica de cimento, atualmente sob o con-

UNION BRINGS PROSPERITY IN BARROSO – PARTNERSHIP AMONG HOLCIM INSTITUTE, ORTÓPOLIS BARROSO ASSOCIATION AND COMMERCIAL ASSOCIATION TURNS TRADE INTO ONE OF THE MAIN JOB AND INCOME GENERATORS IN THE MUNICIPALITY

S

incWith revenues increased by an average of 64% in two years and the number of jobs increased by 20%, the first edition of Rumo Certo project was completed in December, aiming at the expansion and revitalization of the trade in the municipality of Barroso (MG). This initiative is part of the Ortópolis Project, a proposal by Holcim Institute intended for Barroso’s local development. The positive result led to a second edition of the work, which started last February and is supported by 30 businessmen from Barroso, besides the ACIB’s (Barroso Commercial, Industrial, Agricultural/Cattle Breeding and Service Association) multiplier team and the consultant Alecsandro Araújo de Souza. Under supervision of the management consultant Alecsandro Souza, Rumo Certo project was started in August, 2006. On that occasion, a mapping of the trade in the region was performed. The sector was found stagnated. There was a large number of traditional establishments run on a family basis, as well as informal businesses, some of them temporarily run while their owners searched for a new job. “When we started the works, we found shops that still used the old notebook system”, Souza says. “Only a few employers used to register their employees, and others did not have an exact idea of their costs. Today, approximately 25% of the program participants have opened a second business. Door-to-door salespeople are established, and there are even cases of traders who have had their revenues increased by 70%”. The qualification gathered 20 small traders from several sectors during two years. Even the municipal old folks’ home was integrated to the project to have its management improved. Upon completion of the works, the traders themselves are expected to multiply what they have learnt to other small businessmen of the region. “Either directly or indirectly, these traders have influenced others, either in the way to run their business or in the visual aspect of the shops. Just walk along Barroso streets and the difference can be easily noticed. By becoming more attractive and diversified and improving client support, Barroso trade has captured clients who used to go shopping in the neighbor Barbacena and has also attracted buyers from other municipalities”, the consultant says. In a two-year period, traders were qualified in


trole do grupo suíço Holcim, principal mantenedor do instituto que leva seu nome. Hoje, o município mostra novas potencialidades econômicas como o

desenvolvimento dos setores eletromecânico e pecuário, além do crescimento do próprio comércio, hoje o segundo maior gerador local de empregos.

Minas Gerais

several issues such as stock control, cost planning, people management, client support, visual aspect of their establishments, etc. “They already know where to search for information and partnerships and have become multipliers. Barroso traders are aware that the joint growth will bring increased individual benefits”. During decades, Barroso had its economy dependant on public jobs and on those generated by the cement plant, currently under control of the Swiss group Holcim, main supporter of the institute that takes the same name. Today, the municipality shows new economic capabilities, such as the development of the electromechanical and cattle breeding segments, besides the growth of its trade, which is today the second main local job generator.

BARROSO - MG

Lares sustentáveis Projeto de casa popular “Minha Casa Holcim” apresenta conceitos de sustentabilidade e será comercializado em lojas de materiais de construção O projeto de casas populares da Holcim é totalmente sustentável Holcim’s popular house project is fully sustainable

A

Holcim trouxe para o mercado, em março deste ano, o projeto “Minha Casa Holcim”, desenvolvido sob as diretrizes da construção sustentável. A empresa investiu na criação de um modelo inovador de ha-

bitação popular que tivesse, simultaneamente, custo acessível ao público de baixa renda e otimização do consumo de recursos naturais. Outro elemento inovador é a forma de comercialização: na própria loja de material de cons-

SUSTAINABLE HOMES – “MINHA CASA HOLCIM” POPULAR HOUSE DESIGN PRESENTS SUSTAINABILITY CONCEPTS AND WILL BE TRADED IN CONSTRUCTION MATERIAL SHOPS

H

olcim launched in the market, last March, “Minha Casa Holcim” design, developed under sustainable construction guidelines. The company invested in the creation of an innovative popular housing model that had, simultaneously, an accessible cost for low-income people and optimized consumption of natural resources. Another innovative element is the form of trade: it will be possible to buy the design, hire labor and buy the construction material in the construction material shop itself. To develop “Minha Casa Holcim” design, the cement plant made a partnership with professors Osvaldo Luiz de Souza and Alice de Barros Horizonte Brasileira, from the Architecture and Urbanism College of Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Both of them already develop researches about sustainable construction, incorporating innovative concepts in their designs. UFRJ has also built a pilot design of this house in its campus. The idea came from an adaptation of “House 1.0”, created in 2002 by the university in partnership with the Brazilian Association of Portland Cement. The new housing model has five suggestions of simple plans, but with ideas that allow an economy of water and electric power, thermal comfort and recycling. The design also estimates the generation of less waste during the construction. The design is stylish. There are three models available. The Basic model has two bedrooms (46m2) and possibility of expansion (to 64 m2). The Plus Model has two larger bedrooms (47 m2) and possibility of expansion (to 66 m2). The Accessibility Model is 68 m2. The idea was to create a functional design by which consumers will be able to build their houses TracbelMagazine

45


4"3534%.4­6%,sSUSTAINABLE TB

trução será possível adquirir o projeto, contratar a mão de obra e adquirir o material de construção. Para desenvolver o “Minha Casa Holcim”, a cimenteira buscou parceria com os professores Osvaldo Luiz de Souza e Alice de Barros Horizonte Brasileira, da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Ambos já desenvolvem pesquisas em torno do tema da construção sustentável, incorporando conceitos inovadores em seus projetos e disseminando-os para seus alunos. A UFRJ também construiu um projetopiloto da casa em seu campus. A ideia partiu de uma adaptação da “Casa 1.0”, criada em 2002 pela universidade em parceria com a Associação Brasileira de Cimento Portland. O novo modelo de habitação tem cinco sugestões de plantas simples, mas com ideias que permitem a economia de energia e água, conforto térmico e reciclagem. O projeto também prevê a geração de menos resíduos durante a obra. O projeto tem estilo. Há três modelos. O Básico possui dois dormitórios (46 m2), e possibilidade de expansão (para 64 m2). O Modelo Plus vem com dois dormitórios maiores (47 m2) e possibilidade de expansão (para 66 m²). O Modelo Acessibilidade tem 68 m². A ideia foi criar um projeto funcional com o qual o consumidor poderá construir sua casa já prevendo uma futura expansão. O valor estimado para a venda do projeto fechado, incluindo material e mão de obra, foi calculado em torno de mil reais por m². Tal valor pode variar de acordo com a região e com a customização na parte do acabamento.

Com relação aos itens de sustentabilidade, há a inclusão de locais para dispor de lixo reciclável e óleo de cozinha usado, mais entradas de luz (melhor iluminação natural), ventilação circular (aberturas mais altas), conforto térmico e acústico, tecnologia de energia a gás ou elétrica (eficiência energética), com opção de captação de luz solar e gestão e economia de água (sistema de captação de água da chuva e reúso). Os clientes da Região Sudeste também receberão mudas de Canudo de Pita para plantar no terreno, como forma de equilibrar a emissão de CO2 da obra. Para a distribuição das plantas, foi firmada parceria com empresas da região. Outro diferencial do projeto é que cada casa, quando expandida, prevê um espaço para que o morador decida o que prefere: quarto de costura, escritório, sala de brinquedos. Esse espaço adicional pode ser mudado de acordo com as preferências dos moradores. ❚

Parte externa da Casa Popular da Holcim Outside of Holcim’s popular house

Exemplo de cozinha Kitchen

Área de serviço Laundry

Vista de um cômodo da residência View of a room

46 TracbelMagazine

already estimating a future expansion. The estimated design sale value, including material and labor, is approximately 1,000 reais/m2, which can vary according to the region and customized finishing. Regarding the sustainability items, locations have been included to dispose of recyclable garbage and used cooking oil, added by better natural lighting, circular ventilation (taller openings), thermal and acoustic comfort, and gas or electric power technology (energetic efficiency), with option of sunlight intake and water management and economy (rainwater intake and reuse system). The southeast region clients will also be given Canudo de Pita seedlings to plant on their plot of land, in order to balance the emission of CO2. A partnership was made with companies from the region for distribution of these plants. Another differential in the design is that each expanded house estimates a room for the dweller to decide what he/she prefers: a sewing room, a home office, a toy room. This additional room can be changed according to his/her preferences. ❚


TracbelMagazine

47


M

Por: Clare Gittins (de Londres) Fotos: Clóvis Campos

Mineração mining

Em Minas Gerais, Brasil, caminhões-articulados Volvo A30E estão aderindo à busca por ouro

A corrida brasileira O

ar no túnel é espesso por causa do calor, mas, destemidos, os seis caminhões-articulados Volvo A30E se metem na escuridão, com sua suspensão especialmente rebaixada para penetrar nas estreitas passagens da mina. Os caminhões estão trabalhando na região do Quadrilátero Ferrífero, próxima à cidade de Belo Horizonte, no estado de Minas Gerais, Brasil. O Estado tem este nome porque a área, no Sudeste do País, é um prolífico cinturão de rocha verde com um rico histórico de mineração. O cinturão tem, por mais de 300 anos, produzido quantidades significativas de

48 TracbelMagazine

ouro, diamantes e ferro em operações de mineração subterrâneas em larga escala e a céu aberto. Hoje, Belo Horizonte serve como centro comercial para a indústria da mineração do Brasil e a área possui excelente infraestrutura para dar suporte a operações de mineração de classe mundial. Tudo que brilha é ouro brasileiro Enquanto o resto do mundo esperava que o Brasil acompanhasse o seu vizinho norte-americano na sombria crise financeira de 2008, o Brasil surpreendeu

Brazilian gold rush In Minas Gerais, Brazil, a fleet of Volvo A30E articulated haulers are joining the search for gold

T

he air in the tunnel is thick with heat, but undeterred the Six Volvo A30E articulated haulers burrow into the darkness, their suspension especially lowered to navigate the narrow passages of the mine. The haulers are working in the Iron Quadrangle region near the city of Belo Horizonte in the state of Minas Gerais, Brazil. The name Minas Gerais means ‘general mines’ because the area, in the Southeast of the country, is a prolific


crescem no mundo, com suas operações próprias no estado de Minas Gerais. A Jaguar possui uma base de 65.500 acres na área, consistindo das minas de Sabará, Turmalina e Paciência e instalações de processamento. Ela também possui operações de mineração no Nordeste do Brasil, no estado do Ceará – outra vasta área de mineração. A empresa é atualmente a quarta produtora de ouro no Brasil, produzindo cerca de 200 mil onças de ouro por ano. Mas ela possui planos para aumentar significativamente a produção para 700 mil onças por ano até 2014 e se tornar a número um em produção de ouro no País. Trabalho duro na mina Os caminhões-articulados Volvo trabalham em três turnos de seis horas na mina de Turmalina (São Gonçalo do Pará –MG), da Jaguar, operados por 20 funcionários que trabalham em turnos. As condições podem ser difíceis, na medida em que a temperatura na mina pode atingir até 40 graus, mas furos verticais no teto possibilitam mais ventilação e melhoram a atmosfera para os trabalhadores.

greenstone belt with a rich history of mining. The belt has produced significant quantities of gold, diamonds and iron from open pit and large-scale underground mining operations for more than 300 years. Today, Belo Horizonte serves as the commercial centre for Brazil's mining industry and the area has excellent infrastructure to support world-class mining operations. All that glitters is Brazilian gold While the rest of the world expected Brazil to follow its North American neighbour into the dark financial crisis of 2008, Brazil shocked the world by surviving the downturn without so much as a scratch. Today, Brazil is one of the world’s up-and-coming market economies and by far the biggest industry, apart from agriculture, is iron ore mining. Brazil's gold and mining sector is experiencing a period of extreme growth and new mine projects are expected to ensure the country retains its leading position in global mineral commodity production for years to come. Canadian-chartered company Jaguar Mining is one of the fastest growing gold producers in the world with its wholly-owned operations in the state of Minas Gerais. Jaguar has a 65,500 acre land base in the area, consisting of Sabará, Turmalina and Paciência mines and processing facilities. It also has mining operations in the Northeast of Brazil, in the state of Ceará – another vast mining area. The company is currently number four for gold production in Brazil producing around 200,000 ounces of gold per year. But it has plans to significantly increase production to 700,000 ounces a year by 2014 to become number one in the country for gold production.

em busca do ouro o mundo, sobrevivendo à desaceleração sem mais que um arranhão. O Brasil é hoje uma das mais promissoras economias de mercado do mundo e, de longe, a maior indústria – fora a agricultura – é a de mineração de minério de ferro. O setor de ouro e mineração do Brasil está passando por um período de extremo crescimento e espera-se que novos projetos de minas garantam que o País detenha a sua posição de liderança na produção global de commodity mineral por vários anos. A empresa canadense Jaguar Mining é uma das produtoras de ouro que mais

Caminhão Volvo A30E dentro da Mina de Turmalina Volvo A30E truck inside Turmalina mine

TracbelMagazine

49


Mineração • MINING

Uma grande mudança

Valter de Oliveira, diretor administrativo da Jaguar Minning Valter de Oliveira, Jaguar Mining’s administrative director

As galerias, ou túneis, possuem apenas 5m x 4m de altura e as máquinas devem trafegar sob os tetos baixos para tirar o minério de ferro da mina, de onde o ouro é extraído. Para cada tonelada de ferro apenas cinco gramas de ouro são retirados.

O dealer da Volvo na área, a Tracbel, vem fornecendo maquinário Volvo à Jaguar desde que a empresa iniciou as suas operações no Brasil, em 2005 – e ambas as empresas criaram laços estreitos. O vice-presidente da Tracbel, Luiz Gustavo Pereira, diz que as primeiras máquinas fornecidas à Jaguar foram dez carregadeiras sobre pneus L90E – com uma cabine rebaixada de 50-60cm para caber dentro da mina. Hoje a Jaguar possui vinte Volvo L90E e adquiriu os seis caminhões-articulados Volvo A30E, em fevereiro deste ano. Antes disso, a Jaguar utilizava caminhões-de-estrada que eram inadequados para operações de mineração. “Os caminhões-de-estrada não podiam trabalhar muito bem por causa da umidade de temperatura”, diz Luiz Gustavo. “Os caminhões precisam transportar muito ferro para fora da mina e as estradas dentro da mina não são muito boas para esse tipo de caminhão. Assim,

It’s hard work down the mine The Volvo articulated haulers work in three, six-hour shifts in the Jaguar Turmalina mine; operated by 20 employees, who work in turns. The conditions can be difficult as the temperature in the mine can reach up to 40 degrees, but vertical holes in the ceiling enables more ventilation and improves the atmosphere for the workers. The galleries, or tunnels, are only 5m x 4m high and the machines must navigate the low ceilings to take the iron ore out of the mine, where the gold is extracted. For every one tonne of iron, only five grammes of gold is taken. A big change Volvo’s dealer in the area, Tracbel, has been supplying Jaguar with Volvo machinery since the company started its operations in Brazil in 2005 – and the companies have formed a close relationship. Vice President of Tracbel, Luiz Gustavo Pereira, says the first machines they supplied to Jaguar were 10 Volvo L980E wheel loaders – with a 50-60cm lower cab to fit inside the mine. Today, Jaguar has 20 Volvo L980Es and they acquired the six Volvo A30E articulated haulers in February this year. Prior to this, Jaguar were using road trucks that were unsuitable for mining operations.

Os caminhões-articulados Volvo ficam em ação durante 18 horas por dia na mina Volvo articulated trucks operate for 18 hours a day in the mine

50 TracbelMagazine


A satisfação com os equipamentos Volvo levou a Jaguar a assinar um contrato de manutenção em tempo integral com a TRACBEL The satisfaction with Volvo equipment led Jaguar to enter into a full-time maintenance contract with TRACBEL

mostramos a eles os nossos caminhõesarticulados Volvo A30E e, após comparar com os concorrentes, eles concordaram que esses eram os melhores para o trabalho”, ele continua. Valter de Oliveira, diretor administrativo da Jaguar, diz: “Na Jaguar Mining trabalhamos com os mesmos conceitos que a Volvo: segurança, equipamentos de alta qualidade e as melhores técnicas ambientais possíveis. É por isso que escolhemos a Volvo. Nossas operações e esforços de desenvolvimento protegem o meio ambiente e os recursos naturais ao redor. Assim, o equipamento deve corresponder”, ele explica. “As máquinas têm alta produtividade e baixo consumo de combustível, e a tecnologia embarcada não deve nada às outras máquinas”. A Jaguar Mining tem observado uma mudança distinta em seus métodos de trabalho, desde que adquiriu os caminhões Volvo. “Além da melhoria na segurança, o que é exigido ao trabalhar com máquinas grandes, a produtividade da mina aumentou consideravelmente”, diz Valter. Querendo mais A Jaguar está tão satisfeita com o maquinário da Volvo que a Tracbel está atualmente assinando um contrato de manutenção para uma equipe técnica cuidar das máquinas Volvo na

mina, 24 horas por dia. “O pós-venda é muito importante para a mineração”, diz Luiz Gustavo. “As minas exigem disponibilidade de mecânicos e peças. Esse contrato significa que, se acontecer um acidente com os caminhões-articulados, a nossa equipe estará lá para dar suporte imediato a eles. A nossa filial está muito próxima, e assim podemos enviar peças novas”. A Jaguar Mining está muito satisfeita com o nível de serviço e de maquinário que tem recebido até agora. “A assistência técnica da Tracbel é excelente e a nossa equipe técnica tem dado um bom feedback sobre o desempenho dos equipamentos da Volvo,” diz Valter. “É por isso que assinamos um contrato de manutenção com eles. No geral, estamos muito satisfeitos com a parceria”. O Quadrilátero Ferrífero é literalmente uma “mina de ouro” para descobertas minerais mais substanciais e ainda assim permanece relativamente pouco explorado, se comparado a outros grandes cinturões de rocha verde no mundo. A Jaguar Mining tem planos de futura expansão para trabalhar em 25 minas até 2014 e novas aquisições de máquinas serão necessárias para lidar com a alta demanda de transporte de minério subterrâneo. “Levando em consideração a alta qualidade e o desempenho da Volvo Construction Equipment, as suas máquinas estão no topo de nossa lista para futuros investimentos,” conclui Valter de Oliveira. z

“The road trucks couldn’t work very well because of the humid temperature,” says Luiz Gustavo. “The trucks need to transport a lot of iron from the mine to the outside and the roads inside the mine aren’t very good for road trucks. So we showed them our Volvo A30E articulated haulers and, after checking out the competition, they agreed that these were the best for the job,” he continues. Valter de Oliveira, director of Jaguar says: “At Jaguar Mining we work with the same concepts as Volvo, which is safety, high quality equipment and the best environmental techniques possible. This is why we chose Volvo. Our operations and development efforts protect the environment and surrounding natural resources, so we need the equipment to match,” he explains. “The machines have great productivity and fuel consumption, and the onboard technology is second to none.” Jaguar Mining have noticed a distinct change in its working methods since acquiring the Volvo haulers. “Besides the improved safety, which we need when working with large machines, the mine’s productivity has increased considerably,” says Valter. Wanting more Jaguar has been so pleased with the Volvo machinery that Tracbel is currently signing a maintenance agreement for a technical team to take care of the Volvo machines in the mine, around the clock. “The after sales business is very important for mining,” says Luiz Gustavo. “Mines need availability of mechanics and parts. This agreement means that if an accident happens with the articulated haulers then our team is there to support them immediately. Our branch is very close so we can send new parts.” Jaguar Mining has been very pleased with the level of service and machinery that they have received so far. “Tracbel’s technical assistance is excellent and our technical team has given good feedback on the performance of the Volvo equipment.” says Valter. “This is why we have signed a maintenance agreement with them. Summing up, we are very satisfied with the partnership.” The Iron Quadrangle is literaly a ‘gold mine’ for more substantial mineral discoveries, and yet it remains relatively under-explored compared to other great greenstone belts around the world. Jaguar Mining has future expansion plans to work at 25 mines by 2014 and new machine acquisitions will be necessary to cope with the high demand of underground ore transportation. “Taking into consideration Volvo Construction Equipment’s high quality and performance, its machines are top of our list for future investments,” concludes Valter de Oliveira. z TracbelMagazine

51


Por: José Oswaldo Cardoso (de São Paulo) Fotos: José Oswaldo Cardoso Mineração • MINING

Extrabase prevê demanda Um dos líderes no mercado de agregados para construção civil no interior de SP, empresa usa planejamento como estratégia de operação e crescimento

V

inte e seis anos de trabalho e foco nos objetivos profissionais transformaram uma pequena distribuidora de pedra britada, com sede em Salto, estado de São Paulo, no principal grupo de empresas fornecedoras de insumos para a construção civil da região, atendendo aos mercados das cidades de Itu, Sorocaba, Salto, Votorantim, Vinhedo, Jundiaí, Porto Feliz ,Capivari e Indaiatuba. Essa empresa é a Extrabase Extração Comércio e Transporte, que pertence ao Grupo Base, aberta em 1984 e pedra fundamental para a criação de novos empreendimentos correlatos. Dois anos depois de sua fundação, surgiu a segunda empresa, Sobase Materiais para Construção, e, em 1987, os negócios chegavam à mineração de areia, em Indaiatuba. No ano de 1990, outra empresa era criada para ampliar a oferta de produtos do grupo, a Concrebase, fornecedora de concreto pronto e argamassa. Até 1994, a concreteira ganharia mercado, iniciando naquele ano seu processo de expansão. Hoje ela funciona com seis unidades e deve inaugurar outras duas nas cidades de Piracicaba e Campinas. A Extrabase chega a 2010 formada por dez mineradoras em atividade, explorando e comercializando areia e pedra britada. Até 2011, outras quatro

52 TracbelMagazine

mineradoras – ainda em processo de licenciamento – deverão ampliar para 14 as unidades de extração de areia e pedra da empresa. Em 2006, a primeira pedreira Extrabase, na cidade de Porto Feliz, foi adquirida com uma capacidade instalada de pouco mais de 26,5 mil m3/mês de brita. Em pouco tempo, a capacidade foi triplicada, operando atualmente com 80 mil m3/mês de brita. Em maio de 2010, o grupo inaugurou sua mais recente unidade para extração de pedra britada, em Capivari – Minermix Mineração. A pedreira opera com produção de 45 mil m3/mês de brita e passará em breve à capacidade instalada de 100 mil m3/mês do minério. Após quase 26 anos atendendo ao mercado da construção civil, o grupo nascido com a Extrabase cria a Extrapav, que atua no ramo de incorporação e construção imobiliária. O sócio-diretor do Grupo Base, Edson Luiz Pechio, lembra que, desde os primeiros momentos de trabalho até os dias atuais, a marca Volvo acompanha sua história de sucesso. “Nosso primeiro caminhão zero quilômetro foi um cavalo mecânico Volvo, em 1984; a primeira pá- carregadeira da marca que compramos foi uma L30, que ainda tinha o nome VME”, conta. A atividade mineradora de areia da Extrabase requer especialmente pás-

Extrabase estimates a tripled demand by 2020 - One of the leading companies in the civil construction aggregate market in the interior of SP uses planning as operation and growth strategy

T

wenty-six years of work and focus on the professional objectives turned a small crushed stone distributor, with main office in Salto, State of São Paulo, into the main group of companies supplying input to civil construction in the region, acting in the cities of Itu, Sorocaba, Salto, Votorantim, Vinhedo, Jundiaí, Porto Feliz ,Capivari and Indaiatuba. This company is Extrabase Extração Comércio e Transporte, belonging to the Base Group, incorporated in 1984 and basis for the creation of new associated enterprises. The second company, Sobase Materiais para Construção, was incorporated two years later and, in 1987, business reached sand mining, in Indaiatuba. In the beginning of 1990, another company, Concrebase, was incorporated to expand the group’s offer of products, providing ready concrete and mortar. This concrete company captured market until 1994, starting then its expansion process. Today it operates with six units and it shall open other two units in the cities of Piracicaba and Campinas. Today Extrabase is formed by ten mining companies in activity, exploiting and trading sand and crushed stone. By 2011, other four mining companies – still under licensing process – will increase the company’s sand and stone extraction units to 14. In 2006, the first Extrabase quarry, in the city of Porto Feliz, was purchased with an installed capacity of little more than 26.5 thousand m3/month of crushed stone. In a short time, this capacity tripled, and today it is 80 thousand m3/month of crushed stone. In May, 2010, the group opened its most recent crushed stone extraction unit, in Capivari – Minermix Mineração. The quarry’s production is 45 thousand m3/month of crushed stone, and it will soon be 100 thousand m3/month of ore. After almost 26 years serving the civil construction market, the group born with Extrabase creates Extrapav, which acts in the real estate construction segment. Base Group’s managing partner, Edson Luiz Pechio, reminds that, from his first days of work to date, Volvo


triplicada até 2020 Na entrada da sede da Extrabase, em Salto (SP), a partir da esquerda, Luiz Luvisário, diretor da TRACBEL (SP), o sócio-diretor da Extrabase, Edson Pechio, Flávio Nogueira, consultor de vendas da TRACBEL, e Flávio Rodrigues, gerente regional da TRACBEL At the entrance of Extrabase’s main office, in Salto (SP), from the left, Luiz Luvisário, TRACBEL’s director (SP), Extrabase’s managing partner, Edson Pechio, Flávio Nogueira, TRACBEL’s sales consultant, and Flávio Rodrigues, TRACBEL’s regional manager.

carregadeiras e escavadeiras hidráulicas. Pechio destaca porque as empresas que dirige estabeleceram parceria com a marca Volvo e com o dealer Tracbel. Sumaré: “As pás- carregadeiras Volvo são imbatíveis no mercado de equipamentos para mineração e construção. Quando comparadas com similares, são mais rápidas, têm menor consumo de combustível, menor índice de quebras e melhor desempenho”, garante. A frota de equipamentos Volvo em atividade na Extrabase é de 32 unidades: escavadeiras hidráulicas (EC210BLC e EC360BLC) e pás- carregadeiras (L60, L70, L90 e L120). Outras duas L120 foram pedidas à Tracbel e têm entrega programada para o segundo semestre de 2010. A maior parte dessa frota tem

EC360BLC adquirira pela Extrabase EC360BLC purchased by Extrabase

baixa idade, acima do ano de 2008, e todas com contrato de manutenção junto ao dealer. “Nosso negócio é produzir minérios (areia e brita) e não fazer manutenção, por isso fizemos os contratos, de forma a tirarmos esse ônus de nossa atividade”, explica Pechio. Com turno de trabalho de 12 horas diárias, a garantia de contratos de manutenção permite que as máquinas da Extrabase tenham disponibilidade elevada, tranquilidade nos reparos e serviços e maior valor de revenda. Para o sócio-diretor do grupo, o relacionamento entre a empresa e a Tracbel é sempre simples, claro, objetivo e transparente, condições que permitem a satisfação da maioria de suas exigências. “Trabalho com um bom planejamento para o futuro, prevendo variações de demanda, podendo antecipar os pedidos de equipamentos e garantir a entrega no momento em que necessito, sem sofrer com a demora do fabricante”. Utilizando os recursos de financiamento disponíveis, a Extrabase foi a primeira cliente das linhas de crédito do Banco Volvo no Brasil, quando seu nome ainda era Transbanco. Planejador nato, o empresário vaticina que nos próximos anos haverá um grande aquecimento do mercado de areia, brita e outros insumos para a construção. z

brand has followed his successful history. “Our first brand new truck was a Volvo truck tractor, in 1984; the first Volvo front-end loader was a L30, which was then called VME”, he says. Extrabase’s sand mining activity requires especially front-end loaders and hydraulic excavators. Pechio emphasizes why the companies he runs have made a partnership with Volvo brand and dealer Tracbel Sumaré: “Volvo front-end loaders are unbeatable in the mining and construction equipment market. When compared with similar equipment, they are faster and have lower fuel consumption, lower failure rate and better performance”, he says. The fleet of Volvo equipment in activity in Extrabase comprises 32 units: hydraulic excavators (EC210BLC and EC360BLC) and front-end loaders (L60, L70, L90 and L120). Other two L120 have been ordered to Tracbel and their delivery is scheduled to the second semester of 2010. Most of this fleet consists of new items of equipment, purchased after 2008, and all of them have a maintenance contract with the dealer. “Our business is to produce ores (sand and crushed stone) and not to perform maintenance. This is why we have made these contracts, to be free from maintenance activities”, Pechio explains. With a 12-hour daily work shift, the assurance of maintenance contracts allows Extrabase’s machines to have high availability, easy repair and services and higher resale value. For the group’s partner, the relationship between the company and Tracbel has always been straightforward, clear, objective and transparent, conditions that allow most of the requirements to be met. “I have always planned for the future, foreseeing demand variations. That allows me to anticipate equipment orders and ensure its delivery whenever I need, without being subject to the manufacturer’s delay”. Using the financing resources available, Extrabase was the first client of Volvo Bank’s credit lines in Brazil, which former name was Transbanco. An innate planner, the businessman foresees that the sand, crushed stone and other construction input market will be revved up within the next years. z

TracbelMagazine

53


QUALIDADE, PRODUTIVIDADE E CONDIÇÃO IMPERDÍVEL DE FINANCIAMENTO. Três motivos mais que convincentes para você passar na TRACBEL e escolher o seu equipamento Volvo.

Esta é a sua oportunidade de adquirir equipamentos Volvo. Máquinas resistentes, versáteis, econômicas e com condições super especiais de financiamento. Taxas pré-fixadas de 5,5% ao ano. Aproveite! Condições por tempo limitado.

* Pode-se financiar em até 100% o valor do bem para empresas com até R$ 90 milhões/ano. Crédito sujeito a aprovação de instituição financeira. Adequação do produto conforme regras do FINAME/BNDES.

54 TracbelMagazine


2 Pontos

Unidades Tracbel: "OBOJOEFVB1"t#BSSFUPT41t#FCFEPVSP41t#SBTร“MJB%'t$POUBHFN.(t(PJร‰OJB(0 (VBร“SB41t.BDBQรˆ"1t.BOBVT".t.BSร“MJB41t.BSJUVCB1"t1BMNBT50t3JCFJSรP1SFUP41 3JPEF+BOFJSP3+t4รP1BVMP41t4FSSB&4t4VNBSร41t6CFSMร‰OEJB.(tPostos Avanรงados de Serviรงos:*QBUJOHB.( +VJ[EF'PSB.(t1BSBVBQFCBT1"t1BTTPT.(t7BSHJOIB.(twww.tracbel.com.br TracbelMagazine

55


Por: Leonardo Bastos (de Goiás) Fotos: Leonardo Bastos e divulgação

I

Infraestrutura Infrastructure

Diante de um cenário de aquecimento da economia goiana, Sedesp Construtora participa de grandes obras no Centro-Oeste do Brasil

A

economia brasileira, após um período de retração econômica, aponta para a retomada dos investimentos em vários setores. Exemplo desse aquecimento vem de Goiás. Para se ter ideia do potencial goiano, recente pesquisa feita pela Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento do Estado de Goiás apurou que o Estado receberá investimentos da ordem de R$31,85 bilhões até 2013. Os recursos aquecerão os setores industriais e de serviços, em 704 projetos, com perspectivas de gerar, aproximadamente, 110,6 mil novos postos de trabalho. Um setor de destaque na pesquisa de intenção de investimentos foi o de

Equipamento Volvo em ação, em obra da SEDESP Volvo equipment in operation at construction works carried out by SEDESP

56 TracbelMagazine

transporte/logística. Segundo a Valec, empresa responsável pela construção da Ferrovia Norte-Sul, serão investidos em Goiás cerca de R$1,4 bilhão, o que trará inúmeros benefícios para a economia goiana, tornando a produção local mais competitiva. Diante desse cenário, uma empresa que vem ganhando destaque na região da grande Goiânia e que, além de executar inúmeros projetos também realiza pesquisa para viabilizá-los, é a SEDESP Construtora. Fundada em 1995 e controlada pelos sócios, João Marcelo Passaglia Ribeiro e Márcio Gleiber Martins Coelho, a SEDESP CONSTRUTORA já possui clientes de grande renome nacional e internacional, como Yamana Gold, AngloAmérica, Andrade Gutierrez, Emsa e Dnit. Com sede em Goiânia (GO) e aproximadamente 100 colaboradores, a SEDESP sempre esteve preocupada com o impacto ambiental e social, a segurança e a qualidade dos serviços prestados, visando a soluções inteligentes para os seus clientes. “Nesses anos de sólida solução, a SEDESP conquistou elevado destaque e respeito em um mercado

Good times for infrastructure works In view of the revved up economy in the state of Goiás, Sedesp Construtora participates in large projects in the Center-West region of Brazil

A

fter a period of economic downturn, the Brazilian economy indicates resumed investments in several segments. An example of this recovery comes from the state of Goiás. Just to have an idea of the capabilities of the state, a recent research made by the Planning and Development Secretariat of the State of Goiás showed the state will receive investments in the amount of R$ 31.85 billion by 2013. These funds will rev up the industrial and service segments through the development of 704 projects, with the prospective generation of approximately 110.6 thousand new jobs. The transportation/logistics segment took an outstanding position in the investment intention research. According to Valec, the company responsible for the construction works of NorteSul Railway, approximately R$ 1.4 billion will be invested in Goiás, which will bring several benefits to the state’s economy, making the local production more competitive.


altamente competitivo. Por isso, desenvolvemos um sistema de gestão focado em qualidade e na superação das expectativas de nossos clientes, parceiros, fornecedores e colaboradores”, garante João Marcelo Passaglia Ribeiro, diretorgeral da SEDESP Construtora. O destaque da empresa em 2010 é a participação em uma das mais importantes obras do País atualmente, a Ferrovia Norte-Sul. Subcontratada pela construtora Andrade Gutierrez, a SEDESP CONSTRUTORA vem atuando na movimentação de 120 mil m³ de terra por mês, em um dos lotes que compreendem a ferrovia. “Estamos operando em um lote da Andrade Gutierrez onde, além de uma expressiva movimentação de terra, também trabalhamos com obras de arte: construções de pontes e travessias para veículos, animais silvestres e gado. O lote em questão está localizado entre as cidades de Rianápolis (GO) e Santa Izabel (GO), próximo à região de Ceres (GO)”, explica João Marcelo. Para dar suporte às suas obras, a SEDESP conta com vários equipamentos de grande porte, a maioria deles com, no máximo, três anos de uso. Aliás, a opção em utilizar equipamentos novos foi uma tendência exigida pelo mercado de construção pesada e que já vem rendendo bons frutos para a SEDESP CONSTRUTORA. “Antigamente a grande maioria das empresas do segmento não se preocupavam muito com a utilização de equipamentos novos. Só que, hoje, é outra realidade e quem não tiver essa preocupação em fornecer equipamentos altamente produtivos, econômicos e novos, estará fora do mercado”, analisa João Marcelo. Entre os diversos modelos e equipamentos que a SEDESP CONSTRUTORA

João Marcelo Passaglia Ribeiro, diretor-geral da SEDESP Construtora João Marcelo Passaglia Ribeiro, SEDESP Construtora’s general director

utiliza em suas obras, os da linha Volvo ocupam posição de destaque. Hoje, a empresa conta com duas motoniveladoras G930, uma escavadeira EC360Blc e já está em estudo para a aquisição de mais uma escavadeira de 21 toneladas e rolo compactador, ambos da multinacional sueca. “O nosso namoro com a Volvo começou em 2007, quando tivemos a oportunidade de visitar a fábrica em um evento, o Customer Day. De lá para cá, passamos a acompanhar o desempenho dos equipamentos em outras obras que visitávamos e o alto desempenho deles sinalizou para que fizéssemos a opção pela Volvo. Estamos muito satisfeitos, principalmente no que se refere à alta produtividade, baixo consumo e excelente pós-venda, tanto que já estamos em fase final para aquisição de novos equipamentos da Volvo”, revela João Marcelo. z

This is SEDESP CONSTRUTORA

Fundação: 1995 Endereço: Av. Marginal Norte, 173 – Campinas Brasil – Goiânia (GO) - CEP: 74.560-180 Site: www.sedespconstrutora.com.br Funcionários: 100 Área de atuação: construção, serviços, locação e projetos Incorporation: 1995 Address: Av. Marginal Norte, 173 – Campinas Brasil – Goiânia (GO) - CEP: 74.560-180 Site: www.sedespconstrutora.com.br Employees: 100 Area of performance: construction, services, rental and designs

In view of this scenario, SEDESP Construtora has been playing an outstanding role in the region of the Greater Goiânia by carrying out several projects and making researches to make them feasible. Incorporated in 1995 and run by its partners, João Marcelo Passaglia Ribeiro and Márcio Gleiber Martins Coelho, SEDESP CONSTRUTORA owns nationally and internationally renowned clients like Yamana Gold, Anglo American, Andrade Gutierrez, Emsa and DNIT. With main office in Goiânia (GO) and approximately 100 employees, SEDESP has always been concerned with environmental and social impact, safety and quality of the services rendered, providing its clients with intelligent solutions. “Over these years of sound solution, SEDESP has played an outstanding role and achieved respect in a highly competitive market. This is why we have developed a management system focused on quality and on overcoming expectations from our clients, partners, suppliers and employees”, João Marcelo Passaglia Ribeiro, SEDESP Construtora’s general director, says. The company’s achievement in 2010 is its participation in one of the most important current projects in the country, Norte-Sul Railway. Subcontracted by Construtora Andrade Gutierrez, SEDESP CONSTRUTORA has been carrying out earthmoving works of 120 thousand m3 of earth a month in one of the construction lots. “We are operating in a lot under Andrade Gutierrez’s responsibility where, besides significant earthmoving, we are also building bridges and overpasses for vehicles, wild animals and cattle. The concerned lot is located between the cities of Rianápolis and Santa Izabel (GO), close to Ceres (GO)”, Passaglia explains. To provide support to its works, SEDESP counts on several items of large-sized equipment, and most of them are three years old. By the way, the option to use brand new equipment follows a tendency prevailing in the heavy construction market that has yielded good results to SEDESP CONSTRUTORA. “Formerly, most of the construction companies were not concerned with using brand new equipment, but today the reality has changed, and those companies that fail to provide highly productive, economic and brand new equipment are out of the market”, Passaglia says. Among the several models and items of equipment SEDESP CONSTRUTORA uses in its works, Volvo equipment takes an outstanding position. Nowadays, the company owns two G930 motor graders, one EC360Blc excavator, and is assessing the purchase of one more 21 ton excavator and compactor, both of them manufactured by Volvo. “Our relationship with Volvo started in 2007, when we had the opportunity to visit its factory during an event, the Customer Day. From then on, we started to follow the equipment performance in other works we used to visit, and the high performance of the equipment indicated we should choose Volvo. We are very satisfied, particularly with the high productivity, low consumption and excellent aftersale service. This is why we are about to buy new Volvo equipment”, Passaglia says. z TracbelMagazine

57


E

Por: Fred Wanderley (de São Paulo) Fotos: Leonardo Bastos

economia Economy

Crédito Rápido

CREDIFIBRA oferece facilidades a empresas e pessoas físicas para aquisição de implementos e pós-venda

D

isposta a conquistar espaço no segmento de máquinas e equipamentos, a CREDIFIBRA oferece ao mercado taxas competitivas e aprovações rápidas. O ano de 2006 marcou a entrada do Banco Fibra, cujo principal acionista é o grupo Vicunha, no mercado de varejo (financiamento ao consumo, crédito consignado, cartões de

58 TracbelMagazine

crédito e financiamento de veículos e implementos). No final de 2009, o Fibra recebeu autorização do Banco Central para a constituição da sua financeira, a CREDIFIBRA que, no primeiro trimestre de 2010, passou a concentrar essas operações. Em março, o grupo intensificou a sua presença ao adquirir as operações

Quick credit CREDIFIBRA provides companies and individuals with easy credit for purchase of implements and after-sale assistance

W

illing to capture market in the machine and equipment segment, CREDIFIBRA offers competitive rates and quicklyapproved credit. The year of 2006 marked the entrance of Banco Fibra, which main shareholder is Vicunha Group, in the retailing market (consumption financing, consigned credit, credit cards, and vehicle, machine and


TRACBEL

O vice-presidente do Varejo do Banco Fibra, Márcio Ronconi Banco Fibra’s Retail Vice-Chairman, Márcio Ronconi

de varejo do Banco Sofisa, reforçando assim sua atuação no financiamento de veículos, máquinas e equipamentos. “A ausência de burocracia é uma das diretrizes da CREDIFIBRA”. O vicepresidente do Varejo do Banco Fibra, Márcio Ronconi, explica que esse é um dos diferenciais na relação com os consumidores. “Estamos dentro dos locais de compra (dealers) com uma equipe preparada para resolver de forma clara e objetiva as necessidades de cada cliente”, diz. Seguindo essa estratégia, a financeira começa a conquistar e fidelizar os clientes que precisam de linhas de crédito no valor de até R$700 mil – valores superiores passam por avaliação de um comitê de crédito. Firmando-se no mercado, a CREDIFIBRA marca presença em mais de 20 mil pontos de vendas pelo Brasil e conta com uma carteira de aproximadamente R$2 bilhões.

O Banco Fibra, através da sua financeira CREDIFIBRA, busca estreitar cada vez mais o relacionamento com a TRACBEL. A sintonia é enorme, já que, para a análise de crédito para implementos, pneus e serviços de pós-venda, que são caracterizados por um ticket médio maior, a CREDIFIBRA conta com profissionais de crédito especializados no segmento e que atendem às demandas em prazos compatíveis com a expectativa do nosso mercado. Para os segmentos de consumo de menor valor, a CREDIFIBRA atende automaticamente às solicitações de seus clientes lojistas e consegue responder as propostas em menos de um minuto. “Em média, 70% dos pedidos são respondidos em cinco segundos. É uma visão importante de parceria e crescimento que estamos construindo juntamente com os nossos clientes, como a TRACBEL, e com os seus consumidores”, declara Ronconi. Sobre o Banco Fibra /CREDIFIBRA. O Banco Fibra é um banco múltiplo, constituído em 1988 e controlado pelo Grupo Vicunha, um grupo de reconhecido sucesso e com mais de 40 anos de atividades no Brasil e que, dentre outros investimentos, detém o controle societário da Vicunha Têxtil e da CSN – Companhia Siderúrgica Nacional. Possui negócios focados no segmento de crédito corporativo preponderantemente para empresas de Middle Market e Upper Middle Market e, no segmento de crédito de Varejo para pessoas físicas e jurídicas, consumidores finais, especialmente no financiamento de bens e serviços, veículos, crédito consignado e cartão de crédito. z

equipment financing). At the end of 2009, Fibra was authorized by Banco Central to incorporate its finance company, CREDIFIBRA, which started to carry out these operations in the first quarter, 2010. In March, the group intensified its presence by purchasing the retail operations from Banco Sofisa, thus reinforcing its performance in vehicle, machine and equipment financing. “The absence of bureaucracy is one of CREDIFIBRA’s guidelines”. Banco Fibra’s Vice-Chairman of Retail, Márcio Ronconi, explains that this is one of the differentials in the relationship with the consumers. “We act inside the dealers, with a team prepared to solve each client’s needs clearly and objectively”, he says. Following this strategy, the finance company is starting to capture clients who need credit lines amounting up to R$ 700 thousand – higher values are evaluated by a credit committee. Aiming at establishing its position in the market, CREDIFIBRA is present in over 20 thousand sales sites throughout Brazil, and owns a portfolio of approximately R$ 2 billion. TRACBEL Banco Fibra, through its finance company CREDIFIBRA, seeks to have a closer relationship with TRACBEL. The syntony between them is huge, since that, for the analysis of credit for implements and after-sale assistance, which are characterized by a higher mean ticket, CREDIFIBRA owns credit professionals specialized in this segment and who meet the demands within periods of time compatible with market expectations. For the lower value consumption segments, CREDIFIBRA automatically replies to requests from its dealer clients and is able to give an answer for the proposals within one minute. “In average, 70% of the requests are answered within five seconds. It is an important vision of partnership and growth we are building with our clients, like TRACBEL, and its consumers”, Ronconi says. About Banco Fibra /CREDIFIBRA Banco Fibra is a multiple-purpose bank, incorporated in 1988 and controlled by Vicunha Group, a group of recognized success that has been operating in Brazil for over 40 years. Among other investments, it holds the equity control of Vicunha Têxtil and CSN – Companhia Siderúrgica Nacional. Its businesses are focused on the corporate credit segment, particularly for Middle Market and Upper Middle Market companies, and on the retail credit segment for individuals and legal entities, the final consumers, particularly asset, service and vehicle financing, consigned credit and credit card. z

TracbelMagazine

59


A

Por: Natália Salvador (de São Paulo) Fotos: Natália Salvador e divulgação

Agronegócio Agribusiness

Automatically feasible In the country, MF 7000 Dyna-6 tractors evidence their performance: more power, agility and comfort, added to economy

Automaticamente viável No campo, tratores da Série MF 7000 Dyna-6 comprovam seu desempenho: mais potência, agilidade e conforto aliados à economia

O

mercado de terceirização de máquinas agrícolas a usinas de açúcar e álcool vem ganhando força por apresentar vantagens, como ganho em produtividade e redução nos custos de manutenção e depreciação de equipamentos às empresas contratantes, além de retorno financeiro às prestadoras do serviço. Porém, para manter esse equilíbrio é

60 TracbelMagazine

essencial que empresas do segmento trabalhem com foco em resultado e estejam atentas às novas tecnologias a fim de oferecer mais qualidade a seus clientes. Seguindo essa linha, a VT Maq, empresa que atualmente presta serviços a uma usina de açúcar e álcool da região de Ribeirão Preto / SP, renovou sua frota, adquirindo cinco tratores

T

he outsourcing of agricultural machines to sugar and alcohol plants is a market that has become strong as it presents advantages to the contracting companies, such as increased productivity and reduced maintenance costs and depreciation of equipment, besides financial return to the service rendering companies. However, to keep this balance, it is essential that the companies of this segment focus on results and are attentive to the new technologies, in order to offer more quality to their clients. Following this concept, VT Maq, a company that is currently providing services to a sugar and alcohol plant in the region of Ribeirão Preto/SP, has renewed its fleet by purchasing five Massey Ferguson 7370 Dyna-6 tractors for soil preparation and sugar cane loading works. In four months and approximately 1,600 hours of work, the items of equipment have evidenced their excellence: even with the reduced power of the machines, from 180 hp of the former tractors to 170 hp of the new ones, the production has been higher


Júlio César Visoná, da VT Maq: "Acertamos no investimento" Júlio César Visoná, from VT Maq: "We made the right investment"

pertencentes à usina e os demais terceirizados pela VT Maq. Entretanto, o rendimento do trabalho das novas máquinas superou a expectativa e atualmente a empresa trabalha com apenas oito máquinas: os MF Dyna-6

Massey Ferguson 7370 Dyna-6 para trabalhos de preparo de solo e carregamento de cana. Em quatro meses e com aproximadamente 1.600 horas de trabalho, os equipamentos comprovaram sua excelência: mesmo a redução na potência das máquinas, passando de 180cv dos tratores antigos para 170cv dos novos, a produção tem sido superior à alcançada anteriormente. O empresário aponta que a média da produção tem sido em torno de 480 toneladas por máquina ao dia, trabalhando 24 horas, em três turnos. No contrato firmado, o previsto era para os operadores trabalharem com 10 tratores, sendo cinco

than the previous one. current fleet amounts to approximately 190 units, including scrapers, crawler tractors, hydraulic excavators, motor graders, compactors, backhoes and front-end loaders, supported by several dump trucks. One of VT Maq’s owners, Júlio César Visoná, shows his satisfaction with the new tractors. “The automatic transmission reduces errors and clutch wear, resulting in higher agility. As we have a well-configured machine, we can work at a lower power, thus generating higher production and lower fuel consumption”, he says. The operational comfort is another differential, providing operators with a better work condition, mainly on uneven terrains, like in the area where they work. The businessman tells the average production has been approximately 480 tons/day per machine, working 24 hours a day, in three shifts. The contract made provided for the use of 10 tractors, out of which five belonging to the plant and the others outsourced by VT Maq. However, the

Equipado com transmissão inteligente automática, MF 7370 Dyna-6 apresenta perfeita integração entre modernidade, tecnologia e rentabilidade Equipped with automatic intelligent transmission, MF 7370 Dyna-6 presents a perfect integration among modernity, technology and profitability

TracbelMagazine

61


agronegócio • agribusiness

Júlio César Visoná (sócio VT Maq), Luiz Gustavo Sistelli (líder de Unidade Tracbel), Carlos Eduardo Barioni Martinatti (coordenador de marketing Massey Ferguson) e Luis Otávio de Lima (gerente de Serviços Tracbel). Júlio César Visoná (partner of VT Maq), Luiz Gustavo Sistelli (Tracbel unit leader), Carlos Eduardo Barioni Martinatti (Massey Ferguson marketing coordinator), and Luis Otávio de Lima (Tracbel Service Manager).

deram conta do recado de tal forma a tornar desnecessário o trabalho de dois tratores da usina. A empresa adquiriu as máquinas na TRACBEL de Bebedouro (SP). Em relação ao processo de negociação, Visoná ressalta a qualidade no atendimento da equipe de vendas tanto para indicar os produtos mais viáveis como para aprovar o crédito e facilitar o processo de compra. Satisfeito com a aquisição e vislumbrando o aquecimento do mercado de terceirização de máquinas agrícolas com a iminência do fim das queimadas de cana, em 2014, Visoná programa expandir seus negócios. “Sentimos que acertamos nas aquisições e agora com o cenário favorável, nossas perspectivas são aumentar a frota”, conclui.

62 TracbelMagazine

A série Dyna-6 A Série MF 7000 Dyna-6 é composta pelos modelos MF 7350 de 150 cv, MF 7370 de 170 cv, MF 7390 de 190 cv e MF 7415 de 215 cv, que representam a perfeita integração entre modernidade, tecnologia e rentabilidade. Os tratores da série são equipados com transmissão inteligente Dyna-6 automática. Essa transmissão permite selecionar automaticamente a marcha com a melhor relação entre economia e desempenho para a operação que estiver sendo executada. Esse avançado sistema de transmissão, em conjunto com o motor AGCO SISU POWER, fornece ainda mais potência e economia de combustível em todos os tipos de trabalhos, com alto rendimento operacional. z

production yield of the new machines exceeded the expectations and, currently, only eight machines are required: the MF Dyna-6 performed so well that two tractors of the plant became unnecessary. The company has purchased the machines at TRACBEL in Bebedouro (SP). Regarding the negotiation process, Visoná emphasizes the quality support provided by the sales team in indicating the most suitable products, approving credit and facilitating the purchase process. Satisfied with his purchase and foreseeing a revved up agricultural machine outsourcing market upon the imminent end of the cane burns in 2014, Visoná plans to expand his business. “We feel we have done good business by purchasing the items of equipment and now, upon this favorable scenario, our prospects are an increased fleet”, he says. Dyna-6 Series MF 7000 Dyna-6 Series consists of models 150 hp MF 7350, 170 hp MF 7370, 190 hp MF 7390, and 215 hp MF 7415, which represent the perfect integration among modernity, technology and profitability. z


2 Pontos

PROMOÇÃO DE DISCOS TRACBEL

Para que sua máquina funcione como nova é muito importante usar discos de qualidade. Na TRACBEL você encontra peças originais BALDAN que garantem um bom desempenho na hora de preparar o solo e oferecem longa vida útil ao seu equipamento. Venha fazer um bom negócio e colher resultados ainda melhores. Adquira o seu implemento BALDAN.

DR20X3,5

DR32X9

DR18X3

Disco Recortado 20” x 3,5 mm

Disco Recortado 32” x 9 mm

Disco Recortado 18”x 3 mm

R$

58,00

R$

413,00

R$

41,00

DR28X6-1.3.4 Disco Recortado 28” x 6 mm Eixo de 1.3/4

R$

191,00

DR26X6-1.5.8 Disco Recortado 26” x 6 mm Eixo de 1.5/8

R$

151,00

DR28X6-1.5.8 Disco Recortado 28” x 6 mm Eixo de 1.5/8

R$

191,00

DR24X6

DL28X6

DL26X6

Disco Recortado 24” x 6 mm

Disco Liso 28” x 6 mm

Disco Liso 26” x 6 mm

R$

131,00

R$

205,00

R$

148,00

Imagens meramente ilustrativas. Campanha válida enquanto durarem os estoques.

BARRETOS - SP

GUAÍRA - SP

Avenida 5, nº 2.833 América Fone/Fax: (17) 3321-0610

Av. Dr. João Batista Santana, nº 2.599 Jardim Alegria Fone: (17) 3332-1029

BEBEDOURO - SP

CONTAGEM - MG

Variante Hamleto Stamato, nº 901 Distrito Industrial I Fone/Fax (17) 3344-0050

Via Expressa de Contagem, nº 3.600 Cinco/Perobas Fone: (31) 2104-1800

www.tracbel.com.br

TracbelMagazine

63


L

Por: Leonardo Bastos (de Colatina-ES) Fotos: Leonardo Bastos

Locação rental

Paixão virou negócio Fascinado por equipamentos desde criança, o empresário Paulo Cezar Gallo comemora o sucesso da Safra Locação ao lado do sócio José Luiz Silveira

A

paixonado por equipamentos desde os tempos de criança, o empresário Paulo Cezar Gallo tem o prazer de trabalhar com as ferramentas que embalaram seus sonhos de garoto em Colatina (ES). “Eu sempre fui apaixonado por máquinas e equipamentos, a ponto de eu mesmo montar meus carrinhos”, lembra Paulo. O empresário, que começou a carreira na área de distribuição de bebidas nos arredores de sua cidade, atualmente brilha também na criação de GIR, na produção de café e também na

área de prestação de serviços e locação de equipamentos. As primeiras máquinas vieram para suprir as necessidades da fazenda, localizada a 18km de Colatina. Com o passar do tempo, o espírito empreendedor desse capixaba de fala mansa o levou ao mercado de locação de máquinas. “Como eu era apaixonado por equipamentos, em 1999 comecei a comprar apenas como sócio investidor, para usá-los na fazenda. Com o passar dos anos, comecei a alugá-los aos vizinhos. Aí, percebi que o

José Luiz Silveira, sócio da Safra Locação, e Marcelo Scopel, consultor de vendas da TRACBEL (ES) José Luiz Silveira, partner of Safra Locação, and Marcelo Scopel, TRACBEL’s sales consultant (ES)

Miniescavadeira Volvo adquirida pela Safra Volvo compact excavator purchased by Safra

64 TracbelMagazine

Passion turned into business - Fascinated by equipment since he was a child, the businessman Paulo Cezar Gallo celebrates Safra Locação’s success with his partner José Luiz Silveira

F

ond of equipment since he was a child, the businessman Paulo Cezar Gallo is glad to have the opportunity to work with the tools he used to dream of in Colatina (ES). “I have always been fond of machines and equipment. I myself used to assemble my toy cars”, Paulo says. The businessman, who started his career by distributing beverages on the outskirts of his town, holds currently an outstanding position in GIR cattle raising, coffee production and equipment rental. The first machines came to meet the needs of the farm, located 18 km away from Colatina. As time went by, this calm “capixaba”’s enterprising spirit led him to the machine rental market. “As I was fond of equipment, in 1999 I started to buy equipment only as an investing partner, to use it on the farm. After some years, I started to rent the equipment to my neighbors. Then I realized the machine rental segment was a good business”, Gallo says. But the professional machine rental occurred, in fact, in 2007, upon the arrival of his brother-in-law and partner José Luiz Silveira. Together they incorporated Safra Locação de Máquinas. “José Luiz was experienced in heavy equipment, particularly


segmento de aluguel era um bom negócio”, afirma Gallo. Mas o profissionalismo no segmento de locação de equipamentos veio mesmo em 2007, com a chegada do cunhado e sócio José Luiz Silveira. Juntos, fundaram a Safra Locação de Máquinas. “O José Luiz sempre teve experiência com equipamentos pesados, principalmente caminhões. Como percebemos que o mercado de locação era rentável, resolvemos fundar a Safra em Colatina”, relembra Gallo. Hoje em dia, a Safra é referência na região noroeste do Espírito Santo no que se refere à locação de equipamentos. A empresa conta com mais de 50 colaboradores, possui uma grande diversificação de máquinas (de miniescavadeiras a escavadeiras de grande porte), sempre com o conceito de equipamentos novos ou seminovos. “No início, não tínhamos muita preocupação em adquirir equipamentos novos. Mas com o passar dos anos, percebemos o quanto é mais rentável trabalhar com máquinas novas. Primeiro porque a manutenção é menor e, segundo, porque gera maior credibilidade aos nossos clientes, pois dificilmente a máquina dá problemas”, explica José Luiz Silveira. Os principais clientes são empreiteiros da Vale e prefeituras da região de Colatina. Volvo e Construção Visando a ampliar os negócios da empresa, a Safra pretende entrar até o final do ano no segmento de construção industrial. “Já estamos com engenheiros e toda a equipe contratada para que, a partir de setembro, possamos trabalhar no segmento de construção industrial”, declara Gallo.

Isto é a Safra Locação Fundação: 2007 Endereço: Rod. ES-080, 1387 – Colatina (ES) Site: www.saframaquinas.com.br Telefone: (27) 3723-7771 Área de atuação: terraplenagem, máquinas, caçamba, pranchas para máquinas, escavadeiras, rolo compactador, trator de esteiras, trator de pneus e serviços de terraplenagem

Paulo Cezar Gallo, sócio-proprietário da Safra Locação Paulo Cezar Gallo, Safra Locação’s owner partner

Para dar suporte a todas as frentes em que a empresa atua, a Safra mantém a confiança nos equipamentos Volvo. A empresa possui nove máquinas da multinacional sueca e foi a primeira a introduzir a miniescavadeira no Estado. “Estamos muito satisfeitos com o desempenho dos equipamentos Volvo, tanto que possuímos nove máquinas da marca, entre motoniveladoras, miniescavadeiras e retroescavadeiras”, diz Silveira. A última aquisição da empresa, em fevereiro de 2010, foi uma miniescavadeira EC55B Pró, que irá atuar na montagem de irrigação de café. “Vamos montar até o final do ano duas irrigações de grande porte para a nossa plantação de café e, como vamos fazer valetas para a passagem dos canos, a EC 55 é uma excelente ferramenta para isso devido à sua agilidade”, explica Paulo Cezar Gallo. z

This is Safra Locação

Incorporation: 2007 Address: Rod. ES-080, 1387 – Colatina (ES) Site: www.saframaquinas.com.br Phone no.: (27) 3723-7771 Area of performance: earthmoving, machines, buckets, excavators, compactors, crawler tractors, wheel-mounted tractors.

trucks. As we realized the machine rental market was profitable, we decided to incorporate Safra in Colatina”, Gallo says. Today Safra is a reference in equipment rental in the northwest region of Espírito Santo. The company has over 50 employees and a large diversity of machines (from compact excavators to large excavators), always using either brand new or seminew equipment. “At first, we were not concerned with buying brand new equipment. But, as time went by, we realized working with brand new machines is more profitable, firstly because their maintenance is lower, and secondly because clients think brand new machines are more reliable, as they present fewer problems”, José Luiz Silveira explains. Its main clients are Vale’s contractors and city administrations in the region of Colatina. Volvo and Construction Aiming at expanding the company’s business, Safra intends to enter the industrial construction segment by the end of the year. “We have already hired engineers and a whole team to work on the industrial construction segment from September”, Gallo says. Safra relies on Volvo equipment to provide support to all the segments it operates. It owns nine machines manufactured by the Swedish multinational company, and it was the first to introduce the compact excavators in the State. “We are very happy with the performance of Volvo equipment. We own nine Volvo machines, including motor graders, compact excavators and backhoes”, Silveira says. The company’s latest purchase, in February, 2010, was an EC55B Pro compact excavator, which will be used in coffee irrigation. “By the end of the year, we will assemble two large irrigation systems for our coffee plantation, and as trenches will be required for pipe laying, the EC55 is an excellent tool because of its agility”, Paulo Cezar Gallo explains. z TracbelMagazine

65


Por: Fred Wanderley Fotos: Fred Wanderley Locação • rental

Versatilidade que ganha mercado Funcionais e preparadas para várias tarefas, as minicarregadeiras ganham espaço cada vez maior em diversos segmentos

A

versatilidade dos profissionais de qualquer área é algo procurado e exigido em um mercado cada dia mais especializado. Isso não é nenhuma incoerência. Todos os profissionais devem estar preparados para agir nas mais diversas áreas de que uma empresa necessita. É assim também com os equipamentos. É isso que promete a linha de minicarregadeiras Volvo: versatilidade, produtividade, segurança e robustez. A linha de minicarregadeiras possui cinco modelos preparados para os mais diversos serviços. Com uma ampla linha de implementos que variam desde limpeza de pátio, cortas valas e rompedores até paletizar material e quebrar concre-

to, as minicarregadeiras Volvo MC60B, MC70B, MC80B, MC90B e MC110B possuem como diferencial a durabilidade e o desempenho. “A linha de minicarregadeiras Volvo está preparada para as mais diversas aplicações. A versatilidade é a marca mais forte desses equipamentos”, afirma João Pataca, coordenador de equipamentos da Tracbel. Ainda segundo Pataca, essa alta gama de aplicabilidade acontece pelo melhor desempenho que as máquinas compactas oferecem. “A potência aliada à manobrabilidade, o conforto e a fácil manutenção são diferenciais em todos os modelos. A utilização de implementos diferenciados permite o

Os irmãos Frederico e Eduardo Eustáquio da Lokmax, rental da LKX Construção e Serviços The brothers Frederico and Edu¬ardo Eustáquio, from Lokmax, LKX Construção e Serviços’ equipment rental company

66 TracbelMagazine

Versatility that captures market - Functional and prepared for several tasks, the skid steer loaders capture an increasingly bigger space in several segments

V

ersatile professionals in any segment are wanted and required in an increasingly specialized market. This is no incoherence. Every professional should be prepared to act in a variety of sectors, as required by the company. It also applies to equipment. This is what Volvo skid steer loaders promise: versatility, productivity, safety and sturdiness. The line of skid steer loaders has five models prepared for the most diverse works. With a large line of implements ranging from yard cleaning, ditch cut and breakers to material palletization and concrete breaking, Volvo MC60B, MC70B, MC80B, MC90B and MC110B skid steer loaders have durability and high performance as their differential. “The line of Volvo skid steer loaders is prepared for the most diverse applications. Versatility is the strongest feature of this equipment”, João Pataca, Tracbel’s equipment coordinator, says. Also according to Pataca, this high applicability is due to the best performance provided by the compact machines. “The power associated with maneuverability, comfort and easy maintenance are differentials in all the models. The use of differentiated implements allows the beginning and end of the most varied tasks”, he says. This versatility is evidenced in practice by Exmaq Locação de Equipamentos. “We deal with cleaning of industrial yards and plots of land, transportation of miscellaneous


Eduardo Brito Arrunátegui, proprietário da Exmaq Eduardo Brito Arrunátegui, Exmaq’s owner

início e o término das mais variadas tarefas”, conta. Essa versatilidade é comprovada na prática pela Exmaq Locação de equipamentos. “Trabalhamos com limpezas de pátios industriais e de terrenos; transporte de materiais diversos, inclusive palets; perfurações para alicerce; abertura de valas de drenagem; e apoio a projetos paisagísticos. Já fi-

zemos até escavação em alicerces para reforço de estrutura no subsolo de uma casa”, conta Eduardo Brito Arrunátegui, proprietário da Exmaq. Outra prova do sucesso desse equipamento está na experiência vitoriosa dos irmãos Frederico e Eduardo Eustáquio da Lokmax, rental da LKX Construção e Serviços, em Nova Lima (MG). “Desde o início, optamos por uma frota padronizada Volvo. Pesquisamos várias marcas e chegamos à conclusão de que com a Tracbel teríamos uma assistência imediata no pós-venda”, relata Frederico. Hoje a Lokmax presta serviços nas áreas da construção civil, indústria e mineração, sempre com frota e operadores próprios. “Essa é nossa diferenciação: damos soluções otimizadoras para nossos clientes – o mesmo que as minicarregadeiras Volvo nos dão”, finaliza Eduardo. z

Estas são as Minicarregadeiras

Modelos

materials, including pallets, foundation drilling, opening of drainage ditches, and support to landscaping projects. We have even excavated foundations for structure reinforcement underground a house”, Eduardo Brito Arrunátegui, Exmaq’s owner, tells. Another evidence of the success of this equipment is the successful experience of the brothers Frederico and Eduardo Eustáquio, from Lokmax, a rental company belonging to LKX Construção e Serviços, in Nova Lima (MG). “Since the beginning we made an option for a Volvo standardized fleet. We researched several brands and came to the conclusion that Tracbel would be able to provide us with an immediate after-sale assistance”, Frederico reports. Today Lokmax renders services for the civil construction, industry and mining segments, always with its own fleet and operators. “This is our differential – we provide our clients with optimizing solutions, like Volvo skid steer loaders do”, Eduardo completes. z

These are the skid steer loaders

MC60B

MC70B

MC80B

MC90B

MC110B

Peso Operacional

5,624 lb (2,552 kg)

5,801 lb (2,632 kg)

6,824 lb (3,096 kg)

6,985 lb (3,169 kg)

7,480 lb (3,394 kg)

Potência Líquida

45.3 HP (33.7 kW)

53 HP (40 kW)

65.2 HP (48.6 kW)

80.5 HP (60 kW)

80.5 HP (60 kW)

130.2 in (3,306 mm)

130.2 in (3,306 mm)

138 in (3,504 mm)

137.9 in (3,503 mm)

140.8 in (3,576 mm)

models

Operational Weight Net Power

Capacidade da Caçamba

Bucket Capacity

Vantagens

advantages

1) Ampla cabine com visão de 360° e maior proteção para o operador 2) Motor Volvo de 16 válvulas, 4 cilindros a diesel e injeção indireta com baixa emissão de poluentes 3) Quadro em uma só peça, garante mais confiança em trabalhos pesados 4) Engate de implementos universal Volvo 5) Baixos custos de manutenção

1) 2) 3) 4) 5)

Large cabin with 360o vision and better protection for the operator Volvo 16-valve, 4-cylinder diesel engine, indirect injection with low pollutant emission Single-piece frame, which ensures higher confidence in heavy-duty works Volvo universal implement coupling Low maintenance costs

TracbelMagazine

67


E

Por: Fred Wanderley Fotos: Fred Wanderley

Esporte Sports

Quebrando limites Com apenas 20% de visão, o nadador Filipe Esteves carrega uma história de superação que inclui um atropelamento que quase lhe custou a vida Breaking limits – With only 20% of sight, the swimmer Filipe Esteves bears a history of overcoming difficulties that include being run over, which almost cost his life

F

ilipe Esteves só consegue enxergar 20%. Ele nasceu com um problema congênito, causado pela calcificação da parte do cérebro responsável pela visão. Desde criança, aprendeu a conviver com a deficiência visual e, principalmente, a superar obstáculos. O desejo de pulverizar dificuldades o levou à natação. No entanto, a trajetória no esporte quase terminou após uma tragédia em 9 de setembro de 2009. A caminho da escola, um carro o atropelou, próximo à sua casa, em Contagem (MG). Depois de ficar entre a vida e a morte, Filipe, 18 anos, retomou os treinamentos e atualmente figura entre as maiores promessas do esporte paraolímpico brasileiro. A caminhada de Filipe começou aos oito anos, quando conheceu seu técnico, Gustavo Portugal, técnico da seleção brasileira. Já passa de dez anos de treinamento, trabalho e muita amizade. A parceria coleciona resultados impor-

68 TracbelMagazine

tantes, como cinco medalhas de ouro, três de prata e uma de bronze, no Mundial de Jovens, disputado em 2007, no Colorado, Estados Unidos. Além disso, o nadador traz no currículo diversas medalhas conquistadas em torneios nacionais e regionais nos estilos livre, peito e medley. Há treinamentos de segunda a sexta-feira e a meta é atingir o índice para os Jogos Paraolímpicos de Londres, em 2012. “Limite existe? Sim. Mas as dificuldades e os obstáculos existem para que a gente os vença”, diz Filipe, quase recuperado de três fraturas no úmero (osso do braço), rupturas no tendão do bíceps e nervo radial (que controlam os movimentos de flexão do braço e polegar), além de outras duas fraturas no quadril. “Foram contusões sérias e, em menos de um ano, o Filipe está quase totalmente recuperado. A força de vontade dele e a garra são incríveis”, afirma Portugal.

T

he Filipe Esteves has only 20% of sight. He was born with a congenital problem caused by the calcification of the part of the brain responsible for the sight. Since he was a child, he has learnt to get along with his visual deficiency and, particularly, to overcome obstacles. The desire to eliminate difficulties took him to swimming. However, his sports practice almost ended after a tragedy on September 9, 2009. He was run over by a car on his way to school, close to his house, in Contagem (MG). After almost dying, 18-year-old Filipe resumed his swimming training and is currently one of the greatest promises of the Brazilian paralympic sports. Filipe’s swimming practice started when he was eight years old and met his coach, Gustavo Portugal, also coach of the Brazilian team. Ten years of training, hard work and a great friendship have elapsed. Their partnership collects important achievements, like five gold medals, three silver medals and one bronze medal in the World Youth Games, held in 2007 in Colorado, United States. Besides that, the swimmer has won several medals in national and regional competitions in freestyle, breaststroke and medley styles. He trains from Monday to Friday, and his target is to achieve the index for London Paralympic Games, in 2012.


O nadador Filipe Esteves durante treinamento The swimmer Filipe Esteves during swimming practice

Filipe Nascimento: 08/08/1991 Local: Belo Horizonte/MG Peso: 68,200 kg Estilos de natação: livre, peito e medley Pais: Fernando e Neusa Irmãos: Bruno e Fernanda

Os limites do corpo sempre desafiaram Filipe. Em 2004, o atleta teve convulsões, diretamente ligadas à calcificação cerebral. O quadro chegou a piorar e o nadador sofreu uma parada cardíaca. “Os médicos comentaram que eu poderia deixar de nadar. Com todo o acompanhamento necessário, retomei os treinos e, graças a Deus, estou saudável. Posso fazer o que mais gosto, que é competir”, declara. Hoje, Filipe, atleta patrocinado pela TRACBEL, participa das principais competições do Brasil. Treina diariamente no Clube dos Oficiais da Polícia Militar de Minas Gerais e também nas instalações

Birth date: 08/08/1991 Location: Belo Horizonte/MG Weight: 68,200 Swimming styles: freestyle, breaststroke and medley Parents: Fernando e Neusa Brothers: Bruno e Fernanda da Pontifícia Universidade Católica (PUC). Por dia, atinge até cinco quilômetros de braçadas na piscina. O esforço dá resultado. Nos 50 metros, livre, o tempo é de 31s77. “A expectativa é alcançar os 29s até o final deste ano”, destaca Portugal. No ano que vem, Filipe planeja integrar a seleção brasileira que disputará o Pan-Americano no México. “Quero concretizar a recuperação e estar nas Olimpíadas”, projeta. Até o final do ano, Filipe pretende retomar o nado borboleta. “Na seleção, quanto mais estilos o atleta nada, melhor é”, conta. Essa é a fórmula de Filipe. Muito esforço, superação e dose forte de amor pela vida. z

“Do limits exist? Yes, they do. But difficulties and obstacles exist to be overcome”, Filipe says, almost recovered from three humerus (arm bone) fractures, ruptures in the biceps tendon and radial nerve (that control the flexion movements of the arm and thumb), besides other two fractures on the hip. “The contusions were severe, and in a time shorter than one year, Filipe is almost fully recovered. His willingness and strength are incredible”, Portugal says. The body limits are always challenging Filipe. In 2004, the athlete had convulsions, directly associated with the brain calcification. His condition got worsened and his heart stopped beating. “The doctors said I might have to stop swimming. With all the necessary follow-up, I resumed the swimming practice and, thanks God, I am healthy now. I can do what I like the most, which is competing”, he says. Today, Filipe, an athlete sponsored by TRACBEL, participates in the major competitions in Brazil. He trains daily at Clube dos Oficiais da Polícia Militar de Minas Gerais and also at Pontifícia Universidade Católica’s facilities. He swims up to five kilometers daily in the pool. His effort yields a positive result. In the 50m freestyle, his time is 31s77. “My expectation is that he will achieve 29s by the end of this year”, Portugal says. Next year, Filipe plans to take part in the Brazilian team who will compete in the Pan American Games in Mexico. “I want to be fully recovered and participate in the Olympic Games”, he estimates. By the end of the year, Filipe intends to resume the butterfly swimming practice. “In the swimming team, the more styles the athlete can swim, the better”, he tells. This is Filipe’s formula – a lot of effort, difficulties overcome, and a large dose of love for life. z TracbelMagazine

69


TRACBEL PRIMEIRO LUGAR NA CATEGORIA REVENDA DE MĂ QUINAS E INSUMOS PELA REVISTA EXAME E NA PREFERĂŠNCIA DE NOSSOS CLIENTES.

TRACBEL. Presente em 10 Estados brasileiros e no Distrito Federal. Unidades Tracbel:!NANINDEUA0!s"ARRETOS30s"EBEDOURO30s"RASÓLIA$& #ONTAGEM -'   s 'OIÊNIA '/   s 'UAÓRA 30   s -ACAPÉ!0   s -ANAUS!s-ARÓLIA30s-ARITUBA0!s0ALMAS4/s2IBEIRÎO0RETO30 2IO DE *ANEIRO 2*   s 3ÎO 0AULO 30   s 3ERRA %3   s 3UMAR� 30   5BERLÊNDIA-'s www.tracbel.com.br

70 TracbelMagazine


2 Pontos

A TRACBEL acaba de ser eleita, pelo 2º ano consecutivo, a Melhor Revenda de Máquinas e Insumos do País. Mais que um reconhecimento por seus 43 anos oferecendo os melhores produtos e suporte pós-venda para o mercado de equipamentos pesados, essa conquista representa e mantém firme o seu compromisso com o sucesso dos clientes. A TRACBEL tem orgulho de contribuir para o desenvolvimento de diversos setores e para o progresso do País.

Distribuidor autorizado:

TracbelMagazine

71


T

Por: Pedro Blank Fotos: Divulgação

turismo tourism

Rota uruguaia Semifinalista da última Copa do Mundo, Uruguai encanta turistas com a beleza de seu litoral

Uruguayan route Semifinalist in the latest World Cup, Uruguay fascinates tourists with its beautiful coast

Monumento da Plaza Independencia Monument at Plaza Independencia

N

a última Copa do Mundo, o Uruguai chamou a atenção por chegar entre os semifinalistas do torneio esportivo mais importante do planeta. Além de possuir riquíssima tradição no futebol, o país também atrai turistas por sua exuberante

72 TracbelMagazine

beleza natural. Viajantes de todas as partes encontram riqueza nas paisagens e, principalmente, cordialidade nos uruguaios. Nesse clima, as pessoas ficam fascinadas com Punta Del Leste e Colonia, portas de entrada para destinos igualmente encantadores.

I

n the latest World Cup, Uruguay attracted attention for being one of the semifinalists in the most important sports competition in the planet. Despite having a very rich soccer tradition, the country also attracts tourists because of its exuberant natural beauty. Travelers from all over the world can find beautiful landscapes and, especially, cordial Uruguayans. In this scenario, people get fascinated with Punta Del Leste


Punta Del Leste é roteiro obrigatório para quem gosta de praia Punta Del Leste is a compulsory visit for those who enjoy beaches

A orla marítima contempla todos os gostos. As praias na direção do rio Uruguai são as mais tranquilas e com poucas ondas. Do outro lado estão as do oceano Atlântico, superindicadas para passeios familiares, bem como para aqueles que estiverem animados a curtir grandes ondas. Nessa rota encontram-se Piriápolis e a península de Punta Del Leste, o balneário exclusivo da América do Sul. Incluem a rota obrigatória: La Paloma e La Pedrera.

Em Punta Del Leste, por sinal, há um monumento que chama a atenção pela originalidade. Localiza-se na Praia do Dedos, que leva esse nome por ter um monumento em que cinco dedos emergem da areia, dando a impressão de que o banhista “será agarrado”. As Termas do Arapey e do Daymán oferecem bangalôs, hotéis, restaurantes, quadras de tênis e piscinas de várias temperaturas, que vão de 38ºC a 45ºC. Os espaços também são conhe-

A capital Montevidéu abriga 1,4 milhão de habitantes, praticamente a metade da população do país The capital city Montevideo shelters 1.4 million inhabitants, practically half the population of the country

and Colonia, entrance gates to other equally enchanting destinations. The sea coast pleases all tastes. The beaches towards the Uruguay River are the calmest ones, with little waves. The Atlantic Ocean beaches are on the opposite side, suitable for family entertainment and for those who wish to enjoy big waves. On this route, tourists can find Piriápolis and Punta Del Leste peninsula, the most exclusive bathing place in South America. La Paloma and La Pedrera are also included in the compulsory route. By the way, Punta Del Leste has a monument that attracts attention for its originality. It is on Praia dos Dedos (Finger Beach), which takes this name because of a monument that shows five fingers emerging from the sand, giving the impression the bather will be “grabbed”. It is not only on the beaches that water is delightful in this country. Arapey and Daymán Water Springs offer bungalows, hotels, restaurants, tennis courts and swimming pools with temperatures ranging from 38o C to 45o C. These places are also known for their therapeutic benefits due to the combination between temperature and salinity. History With 1.4 million inhabitants, Montevideo shelters practically half the population of the country. As it is a small city, the best way to know it is by walking. Almost all the streets and avenues end at the port and at Mercado Del Puerto. There are several museums that exhibit masterpieces by great contemporary painters, like Pedro Figari

O Uruguai também oferece locais mais calmos e de meditação Uruguay also offers calmer locations for meditation TracbelMagazine

73


TURISMO • TOURISM

cidos por sua utilização terapêutica devido à combinação entre a temperatura e a salinidade. História Com 1,4 milhão de habitantes, Montevidéu abriga praticamente a metade da população do país. Por ser uma cidade pequena, o ideal para conhecê-la é caminhar. Praticamente todas as ruas e avenidas deságuam no porto e no Mercado Del Puerto. Há diversos museus que disponibilizam obras de grandes pintores contemporâneos, como Pedro Figari e Joaquin Torres García. “O Uruguai é um pedaço da América onde nos sentimos mais próximos de nossas raízes. Da tranquila Montevidéu à beira do rio Prata, à Colonia Del Sacramiento, onde o tempo parou há séculos é tudo aconchegante”, diz o jornalista Frederico Jota. Se o turista chegar a Montevi-

A formação de ondas favorece a prática de esportes no litoral uruguaio The big waves favor the practice of sports on the Uruguayan coast

déu por navio, ele avistará um grande monte com 132 metros. Em parte, isso explica o nome Montevidéu, que é traduzido para o português como “eu vi o monte”. Ao descer no porto, é possível ir direto ao Mercado Del Puerto, onde diversos restaurantes servem “parrillada”, o churrasco assado nas lenhas, pescados e drinques típicos. z

and Joaquin Torres García. “Uruguay is the part of America where we feel closer to our roots. From the calm Montevideo to the banks of the Prata River and Colonia Del Sacramiento, where the time stopped centuries ago, everything is cozy”, the journalist Frederico Jota says. The tourist who arrives in Montevideo by ship will see a 132m high hill. It partly explains the name Montevideo, which is translated into Portuguese as “eu vi o monte”. From the port it is possible to go straight to Mercado Del Puerto, where several restaurants serve parrilada, the barbecue grilled on fire, fish and typical beverages. z

ISTO É O URUGUAI THIS IS URUGUAY

Idioma: Espanhol População: 3,3 milhões Capital: Montevidéu Pontos turísticos: P unta Del Leste, Mercado Del Puerto e Termas Principais cidades: Salto, Paysandú, Las Piedras e Maldonado Curiosidade: O Uruguai chegou a ser um Estado brasileiro, porém, a partir de 1828, conquistou sua independência definitiva Site para informações: www.turismo.gub.uy Idiom: Spanish Population: 3.3 million Capital: Montevideo Touristic points: Punta Del Leste, Mercado Del Puerto and water springs. Main cities: Salto, Paysandú, Las Piedras and Maldonado Curiosity: Uruguay was formerly a Brazilian state, but it achieved its definitive independence in 1828. Site for information: www.turismo.gub.uy Monumentos históricos também encantam os turistas Historical monuments also delight tourists

74 TracbelMagazine


Confiabilidade em Ação

LG 918

Uma carregadeira multifuncional

A carregadeira LG 918 vem equipada com um motor de 75 hp/2200 rpm e relação de torque de 3,43, que possibilita baixo consumo de combustível e excelente desempenho. Com uma caçamba de 1,0 m3 e capacidade de carga de 1.800 Kg, possibilita realizar trabalhos multifuncionais, podendo operar em diversas aplicações. Proporciona conforto ao operador com sua cabine fechada, ar condicionado de série e mais seus opcionais como engate rápido e joystick, impactando de forma positiva na simplicidade de operação e manutenção do equipamento. Os equipamentos SDLG possuem um ano de garantia, sem limite de horas e um atendimento de pós vendas (peças e serviços) garantidos pela TRACBEL.

Distribuidor exclusivo para os estados: MG, SP, RJ, ES, GO, TO, PA, AM, AP, RR e para DF. Matriz: Serra/ES - Rua Athalides Moreira de Souza, 712 - Setor I - Quadra 008 - Lote 024 - CIVIT I Fone/Fax: (27) 3016-2920 - Cel: (27) 9231-0431 - www.tracbraz.com.br

TracbelMagazine

75


2 Pontos

BOAS NOTÍCIAS VÊM SEMPRE EM PRIMEIRO LUGAR.

À empresa reconhecida como a melhor no mercado em seu segmento, a Media Press presta homenagem e se orgulha de ser parceira deste time vencedor.

76 TracbelMagazine

Contato: 31 3504-0300


ESPAÇO TRACBEL

Com uma história que une competência, profissionalismo e muito trabalho, a TRACBEL chega aos 42 anos como referência no mercado nacional de distribuição de equipamentos pesados industriais e agrícolas. Oferecendo um suporte que conta com profissionais especializados, alta tecnologia em equipamentos para vistoria, assistência permanente e estoque com mais de 45 mil itens, a TRACBEL ultrapassa as expectativas de seus clientes e garante o título de melhor pós-venda do País. Esse é o resultado de um compromisso que acompanha a TRACBEL desde sua fundação: o compromisso com o sucesso de seus clientes.

TracbelMagazine T&B Magazine

771


Projeto Profissionalizar: compromisso com o futuro.

Turma de formandos do Projeto Profissionalizar - 2009

Ao longo de seus 42 anos, a TRACBEL vem atuando de forma responsável na sociedade. Em uma de suas principais ações, o Projeto Profissionalizar, a TRACBEL investe na qualificação de jovens de 16 a 18 anos, preparando-os para o mercado de trabalho. Em 15 turmas, foram 410 alunos formados, os quais receberam gratuitamente uniforme, material didático e alimentação. Mais que proporcionar formação educacional, cultural e profissional a esses jovens, a TRACBEL colabora para a conscientização de outras empresas quanto à importância do fortalecimento do Terceiro Setor.

278 TracbelMagazine T&B Magazine


Massey Ferguson Implementos agrícolas

Massey Ferguson Tratores Agrícolas: Mais de 20 modelos que variam de 51 a 290 cv. Colheitadeiras: Agora a Massey tem 5 modelos que possuem a tecnologia mais adequada às condições brasileiras de colheita.

Plataforma para colheita

Plantadora de arrasto

Completa Linha de Implementos Para atender às necessidades do produtor rural, a TRACBEL comercializa várias linhas de implementos agrícolas. Consulte a nossa equipe de vendas! TracbelMagazine T&B Magazine

793


Mais de 40 anos com pa os melhores equipamen

Volvo Caminhões-Articulados: modelos com tração nas seis rodas e que carregam de 28 a 38 toneladas. Escavadeiras de Esteiras: 8 modelos com peso operacional que vão de 14 a 70 toneladas. Escavadeiras de Rodas: muito mais mobilidade para deslocamento e transporte, garantindo assim maior produtividade. Minicarregadeiras: 5 modelos multifuncionais que têm capacidade de carga de 635kg a 1088kg. Motoniveladoras: modelos com motores que variam de 155 a 265HP. Pás-Carregadeiras: 10 modelos de carregadeiras que vão de 2,5 a 17t (capacidade de carga). Retroescavadeiras: o mais novo lançamento da Volvo no Brasil disponibiliza três modelos com peso operacional de 7,3 a 9,8t. Rolos Compactadores: 16 modelos de compactadores de solo e asfalto com o maior impacto dinâmico da categoria. Miniescavadeiras: versátil, potente e durável, a miniescavadeira Volvo chegou para tornar a sua frota ainda mais produtiva.

480 TracbelMagazine T&B Magazine


rcerias sólidas, oferecendo tos e as melhores soluções

Michelin A melhor tecnologia em pneus industriais e agrícolas. Clark Empilhadeiras de alta tecnologia com capacidades de carga que variam de 1300kg a 8000kg.

Clientes que precisam de equipamentos para atendimento a demandas sazonais contam com a Tracbel Rental, um serviço de locação de máquinas novas e seminovas, com garantia total de procedência e assistência técnica. A empresa disponibiliza uma vasta linha de produtos das marcas Volvo, Massey Ferguson e Clark, funcionando como uma extensão de frota, agregando valor à cadeia de suprimentos, seja nos mercados de mineração, indústria, agricultura, seja em prestação de serviços ou locação. Consulte nossa equipe e conte com a qualidade e eficiência TRACBEL, pelo tempo de que precisar.

TracbelMagazine T&B Magazine

815


TRACBEL

Unidades Tracbel:!NANINDEUA0!s"ARRETOS30s"EBEDOURO30s"RASร“LIA$& s#ONTAGEM-'s'OIรŠNIA'/s'UAร“RA30s-ACAPร‰!0 -ANAUS!-s-ARร“LIA30s-ARITUBA0!s0ALMAS4/s2IBEIRรŽO0RETO30 s2IODE*ANEIRO2*s3รŽO0AULO30s3ERRA%3s3UMARร30 5BERLรŠNDIA-'Postos Avanรงados de Serviรงos:)PATINGA-'s*UIZDE&ORA-' 0ARAUAPEBAS0!s0ASSOS-' Committed to our clientsโ€™ success

www.tracbel.com.br

682 TracbelMagazine T&B Magazine


O APRENDIZADO COMEÇA AGORA Coloque esta revista de lado e ligue o seu computador para receber webcasts grátis do setor. Eles estão repletos de informações práticas que você pode usar imediatamente. Isso faz com que a espera pelos dias ensolarados da CONEXPO-CON/AGG 2011 fique um pouco mais fácil. 22 A 26 DE MARÇO LAS VEGAS, EUA

Webcasts de US$70 cada grátis!

O Concreto Sempre Racha Evite reclamações dos seus clientes eliminando este problema recorrente.

Terra Lucrativa: Alternativas de Excavação em Massa para Lucros em Massa Escolha o equipamento certo para aumentar seus lucros.

Fundamentos da Gestão de Projetos Torne-se um melhor gerente de projetos aperfeiçoando suas habilidades de gestão de projetos.

Melhores Práticas para a Gestão de Frotas Economize de 2% a 5% no seu orçamento de manutenção de frotas com essas eficiências.

Inscreva-se a qualquer momento em: http://www.conexpoconagg.com/intlv

Realização conjunta com

© 2010 Association of Equipment Manufacturers

TracbelMagazine

83


  

   

 ParabĂŠns TRACBEL pelo segundo tĂ­tulo consecutivo de melhor revendedora de mĂĄquinas e insumos do Brasil.

IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA

A Volvo Financial Services tem orgulho de fazer parte dessa parceria de sucesso.

0800 41 3033

www.volvo.com.br

OUVIDORIA: 0800 645 5554

&).!.#)!-%.4/SĂˆÂƒĂˆ#/.3¸2#)/ĂˆÂƒĂˆ3%'52/SĂˆÂƒĂˆ,%!3).'

TRACBEL Magazine 26  

Publicação da TRACBEL um dos principais dealers de equipamentos pesados e máquinas agrícolas do Brasil