Page 201

200

Mais Quinta-feira, Outubro, Nove da Noite

30

de

Muito bem, o sr. Gianini já trouxe todas as tralhas pra cá. Eu já joguei nove partidas de totó. Cara, meus pulsos estão estourados. Não é exatamente estranho ele vir morar aqui, porque ele vivia por aqui mesmo, antes. As únicas diferenças são a tevê gigante, a máquina de fliperama, a mesa de totó e a bateria no canto onde normalmente colocamos o busto metálico tamanho natural em metal folheado a ouro do Elvis. Mas a coisa mais legal é a máquina de fliperama. Se chama Gangue dos Motoqueiros, e tem um monte de desenhos bem realistas de Hell’s Angeis tatuados, vestidos com roupas de couro. Também tem as namoradas dos Hell’s Angels — que não usam muita roupa — debruçadas, mostrando os seios enormes. Quando a gente acerta a bola, a máquina de fliperama faz um barulho de motor de moto acelerando bem alto. Mamãe deu uma olhada nela e ficou ali, de pé, sacudindo a cabeça. Eu sei que é misógina e machista, e tal, mas também é muito, muito irada. O sr. Gianini me disse hoje que achava que seria legal eu chamá-lo de Frank dali por diante, considerando-se o fato de que somos praticamente parentes. Mas eu não consigo. Então o chamo de Ei. “Ei, pode me passar o queijo parmesão?” e “Ei, viu o controle remoto?”

2 o diário da princesa 2 - a princesa sob os refletores  
2 o diário da princesa 2 - a princesa sob os refletores  
Advertisement