Page 104

de amanhã”, a entrevista exclusiva de Beverly Bellerieve com a “Realeza americana, a princesa Mia”. Ai, meu pai do céu. Minha vida virou mesmo ao avesso. “Então por que não me contou que vai aparecer na tevê?”, perguntou Lilly. “Sei lá”, disse eu, sentindo de novo vontade de vomitar. “Aconteceu ontem, não tem essa importância toda.” Lilly começou a berrar tão alto, que eu tive de afastar o telefone do ouvido. “COMO NÃO TEM ESSA IMPORTÂNCIA TODA? Você foi entrevistada pela Beverly Beilerieve e NÃO TEM ESSA IMPORTÂNCIA TODA? Não percebe que a BEVERIY BELLERIEVE É UMA DAS MAIS POPULARES E MAIS DURONAS JORNALISTAS DOS ESTADOS UNIDOS, e que ela é MINHA ÍDOLA E MODELO PROFISSIONAL?” Quando ela finalmente se acalmou o suficiente para me deixar falar, tentei lhe explicar que não fazia idéia dos méritos jornalísticos da Beverly, muito menos que era a ídola e a heroína da Lilly. Ela só me pareceu, disse eu, uma pessoa muito atenciosa. A essa altura, a Lilly já não me agüentava mais. Disse: “O único motivo pelo qual não estou fula com você é que amanhã você vai me contar tudo, nos mínimos detalhes.” “Vou, é?” Então fiz uma pergunta mais importante: “Por que você deveria estar fula da vida comigo?” Eu realmente queria saber. “Porque me deu direitos exclusivos para entrevistá-la”, explicou Lilly. “Para o Lilly Tells It Like It Is.”

106

2 o diário da princesa 2 - a princesa sob os refletores  
2 o diário da princesa 2 - a princesa sob os refletores  
Advertisement