Page 1

Estudos Angiográficos Arteriais não Invasivos Angiorressonância (Angiorm) Angiotomografia (Angiotc) DR. ROGÉRIO IQUIZLI Médico radiologista graduado, com residência médica e especialização em Neurorradiologia pela UNIFESPEscola Paulista de Medicina. CRM 107.751

MDI_Informativo_3.indd 1

Os métodos de estudo por imagem das estruturas arteriais cervicais e intracranianas foram desenvolvidos ao longo do século 20. Inicialmente, utilizavam a injeção de contraste por punção direta das artérias carótidas e, em um segundo momento, a cateterização das artérias através de punção femoral. Os estudos não invasivos de angioTC e angioRM tiveram início nas últimas décadas daquele século e estão em evolução progressiva desde então. Hoje, por exemplo, a resolução espacial destas técnicas é submilimétrica, o que significa a capacidade de detectar mínimas alterações nas estruturas vasculares, como um diminuto aneurisma cerebral, placas ateroscleróticas ou oclusões de pequenos vasos. Tanto a angioTC quanto a angioRM tem elevada sensibilidade e especificidade para detecção de doenças vasculares. Como por exemplo, podemos destacar a acurácia na detecção de estenoses significativas e oclusões arteriais, similar ao estudos por angiografia digital (considerado método padrão ouro nestas doenças). Vale a pena ressaltar as vantagens e desvantagens de cada técnica e as respectivas indicações e contra-indicações a serem observadas. A angioTC está mais amplamente disponível e é um exame extremamente rápido, com a aquisição das imagens durando menos de um minuto. Como desvantagens o método utiliza radiação ionizante e contraste iodado que, apesar de extremamente seguro, apresenta um índice de reações adversas maior do que o contraste utilizado para angioRM. Do lado da angioRM , uma vantagem importante consiste na existência de técnicas angiográficas que não necessitam de contraste endovenoso (utilizadas de rotina nos estudos

de artérias intracranianas), e que podem também ser utilizadas em substituição às técnicas contrastadas na avaliação dos vasos cervicais, caso necessário. Algumas desvantagens são: o maior tempo de aquisição das imagens (em geral cerca de 10 minutos) e o espaço menor dentro do equipamento, tornando o método menos eficiente em caso de pacientes agitados ou claustrofóbicos, por exemplo. Em resumo, os estudos por imagem das artérias cerebrais e intracranianas no século 21 são caracterizados por técnicas não invasivas, com alta sensibilidade e acurácia para o diagnóstico e planejamento terapêutico. As técnicas de angioTC e angioRM são o ápice deste desenvolvimento. Na hora de decidir qual técnica utilizar para o seu paciente, algumas perguntas podem ajudar: 1O HÁ CONTRA-INDICAÇÕES A ANGIORM OU ANGIOTC? • paciente com marcapasso = AngioTC • paciente com histórico de reação ao contraste iodado = AngioRM

• • • •

2O QUEM É O PACIENTE? paciente crítico - exame rápido = AngioTC paciente com contra indicação ao contraste = AngioRM exames repetitivos = AngioRM preocupação com dose cumulativa de radiação, por exemplo em crianças = AngioRM

Em caso de discrepâncias dos métodos radiológicos (por exemplo entre ultrassom e angioTC) ou incongruências clínicas, a combinação com outro método habitualmente permite dirimir as dúvidas.

12/6/2018 11:16:50 AM


#souMDI Supomos que as pessoas sejam admitidas em uma nova organização com o intuito de permanecer e crescer, por um período e de acordo com suas metas pessoais. Elas têm objetivos e querem conquistar o próprio espaço, o que será possível apenas com oportunidades. Na MDI nos orgulhamos de nossos profissionais e buscamos enxerga- lós individualmente, e conforme seus objetivos e habilidades. Priorizamos os estagiários de 2º Grau do Ensino Médio, que iniciam as atividades com idade entre 16 e 18 anos, e colaboram conosco ao longo do ano letivo até encerrar a fase escolar. Àqueles que se destacam oferecemos efetivação na empresa e proporcionamos oportunidade de desenvolvimento como um novo Daniela Souza colaborador, iniAssistente de RH da MDI cialmente na área em que atuou durante o estágio Porém não somente com os estagiários isto é possível. Atualmente 100% do nosso setor administrativo, é formado por pares que se qualificaram em outras funções, estudando, se aperfeiçoando através de cursos e ensino superior, e atualmente ocupam cargos de confiança e responsabilidade na empresa. Além de valorizarmos a oportunidade de desenvolvimento constante, vimos que o ambiente de trabalho é essencial para que a empresa consiga reter seus talentos. Respeito, transparência, sinergia, valorização e reconhecimento são fundamentais.

MDI_Informativo_3.indd 2

DRA. ROSANA MIDORI TAKEHARA

Médica radiologista graduada, com residência médica e especialização em Radiologia Mamária e Abdominal pela UNIFESP- Escola Paulista de Medicina. CRM 97.298

Outubro Rosa

Outubro Rosa é uma campanha de conscientização que tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama. No Brasil, as campanhas de conscientização sobre o câncer de mama acontecem desde 2002. A publicidade adotou o tom de rosa como motivador de campanhas no período, e ações em mídias sociais também tendem a ser reforçadas durante este mês.(https://pt.wikipedia.org/wiki/Outubro_Rosa) A MDI realizou ações educativas, com o intuito de orientar sobre a importância do câncer de mama, bem como elucidar dúvidas sobre os exames que hoje podem ser realizados.

Segundo Dra. Rosana Midori Takehara, coordenadora médica do setor de Medicina da Mulher da MDI: «com uma abordagem didática e muito informal, levamos até algumas empresas informações sobre a morfologia das mamas, o auto exame e a mamografia, lembrando que o auto exame não é suficiente para a detecção precoce da doença, embora fundamental que seja realizado periodicamente pelas mulheres. A mamografia é o exame radiológico realizado para avaliação das mamas e pode detectar lesões benignas, malignas e suspeitas para câncer, podendo se apresentar como nódulos, assimetrias e calcificações. Ela é usada para detecção precoce do câncer antes mesmo de ser identificado clinicamente por meio da palpação.” A MDI participou também desse movimento através da facilitação. Durante o mês de outubro foram realizados exames com valores acessíveis e o resultado foi positivo para a população feminina, que teve como ganho o acesso a exames de alta qualidade técnica. Abraçamos a causa!

12/6/2018 11:17:18 AM


AGR A D EC EM OS A SUA PA RC ERIA DUR A N T E O A N O.

D E SE JA U M FE LIZ N ATA L E U M ÓT IM O A N O N OVO!

Rua Antonio Afonso, 144 Centro - Jacarei-SP Tel: (12) 39535040

WhatsApp: (12) 996611622 Canal de Assessoria Médica: (12) 988950697

agendamento@mdimagem.com.br

MDI_Informativo_3.indd 3

12/6/2018 11:17:29 AM


Notificar Eventos Adversos CIDADÃO O Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP) tem como objetivo melhorar a assistência aos usuários em todos os estabelecimentos de saúde do Brasil. Foi instituído pelo Ministério da Saúde em 1º de abril de 2013 pela Portaria nº 529 . Por meio do programa são feitas ações para diminuir riscos à saúde do paciente nos locais onde ele é atendido, como ambulatórios, hospitais e clínicas, entre outros.Uma das intenções do Governo Federal é incentivar, por

MDI_Informativo_3.indd 4

meio do programa, a participação ativa de pacientes, familiares e acompanhantes na captação de informações sobre qualquer procedimento realizado que tenha provocado dano à saúde do usuário durante a internação / atendimento. Por exemplo, queda do paciente da cama, aplicação errada do medicamento, falhas durante a cirurgia, etc. Esses problemas podem causar danos à saúde do paciente e devem ser comunicados à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A Agência é o órgão do Ministério responsável pelo recebimento das informações. Com isso, a Anvisa poderá propor ações visando a melhoria da qualidade dos estabele-

cimentos de saúde para aumentar a segurança no atendimento aos pacientes, de acordo com a Resolução RDC nº 36, de 25/07/13. Este espaço é um dos canais pelos quais a Anvisa pode receber essas informações. Se você sabe de alguma situação que tenha prejudicado a saúde de alguém durante a internação/atendimento, ajude a Anvisa. Informe por meio deste site - www.anvisa.gov.br, fazendo sua notificação. Sua contribuição é muito importante para melhorar a assistência à saúde de todos os usuários dos estabelecimentos de saúde do Brasil. Além da notificação, você também pode falar com a Agência para tirar dúvidas. Fonte: www.anvisa.gov.br

12/6/2018 11:17:29 AM

Profile for tatudopronto

MDI Informativo - Estudos Angiográficos Arteriais não Invasivos  

MDI Informativo - Estudos Angiográficos Arteriais não Invasivos  

Advertisement