Page 1

Pousadas de Portugal facturaram 33,3 milhões de euros em 2010

Quarta-feira, Março 16, 2011 A facturação das Pousadas de Portugal, controladas pelo Grupo Pestana, divide-se entre alojamento e restauração. Representa um aumento de quase 5 % em relação a 2009. Contudo, ainda há prejuízos. Em 2010, o mercado internacional registou um aumento de cerca de 20 %, ultrapassando os valores do mercado nacional, que decresceu 7 %. Os resultados líquidos foram negativos, apesar de os resultados operacionais terem sido entre 3,5 milhões e 4 milhões de euros, atingindo um valor semelhante ao de 2008. Segundo Castelão Costa, presidente do Grupo Pestana Pousadas (GPP), a previsão de crescimento para 2011 é de 7 %. Uma das consequências destes valores é a paragem na internacionalização, que deixa os projectos em stand-by. Os principais mercados internacionais das Pousadas de Portugal são Espanha, Alemanha, Inglaterra, Holanda e Estados Unidos da América. Em 2010, a Pousada do Palácio do Freixo, no Porto, foi a mais rentável, representando um importante papel no acréscimo de vendas. Foi o primeiro ano de completa operação, já que esteve aberta ao público durante apenas três meses em 2009. No lado oposto, estão as pousadas de Elvas, Alvito e Alijó. Contudo, não há a previsão de encerramento de nenhuma pousada para este ano. As pousadas históricas continuam a ser as mais importantes e a sazonalidade ainda se nota (sobretudo ao fim de semana). Castelão Costa anunciou ainda três novos projectos, com novas pousadas no Terreiro do Paço, Covilhã e Cidadela. O gestor comunicou também que o site das Pousadas de Portugal estará brevemente disponível em francês. http://www.executivedigest.pt/2011/03/16/pousadas-de-portugal-facturaram-333-milhoesde-euros-em-2010/

Profile for Tatiana Henriques

Pousadas de Portugal facturaram 33,3 milhões de euros em 2010  

executivedigest.pt

Pousadas de Portugal facturaram 33,3 milhões de euros em 2010  

executivedigest.pt

Advertisement