Page 1

JUL 2018

Mauro Nery_DE NIGRIS

ANO 6 ED. 16

INSPIRAÇÃO Clóvis Gil deixou de ser um “funcionário que vendia demais” para se tornar um dos maiores empresários do Brasil.

OAP

Comercial De Nigris e De Nigris São José dos Campos recebem certificação de Oficina de Alta Performance

História

Espaço ajuda a recontar a história da Mercedes-Benz no transporte de passageiros no Brasil

1


Palavra da diretoria Mauro Nery_DE NIGRIS

Neto De Nigris

CONSELHEIRO GRUPO DE NIGRIS

A Oficina Dedicada é onde os clientes poderão contar com maior disponibilidade do seu veículo trabalhando

Q

uente de novidades e de acontecimentos, a 16ª edição da Revista Você De Nigris acaba de sair do forno, recheada de matérias, entrevistas e reportagens especialmente elaboradas para que você se sinta por dentro do mundo De Nigris. 2018 ainda caminha junto a uma política instável, mas a economia no setor de transportes volta a crescer, devido às mudanças, como corte de juros, novos incentivos e uma nova política BNDES. Nos últimos três anos, a Mercedes-Benz e o Grupo De Nigris se prepararam para este momento de ascensão, com a certeza de que o mercado forte de transportes responderia positivamente à crise. Paramos para ouvir a estrada, falamos com os profissionais do asfalto e melhoramos ainda mais nossos caminhões, produtos, peças e, claro, serviços, oferecendo um atendimento de excelência. Além disso, as fachadas de todas as unidades De Nigris foram revitalizadas, no padrão Mercedes-Benz em preto e prata, ficaram mais modernas e sofisticadas. Mais uma vez nossas Vans Mercedes-Benz se destacam por sua avançada tecnologia, performance e qualidade. Nesta edição, você vai conhecer clientes De Nigris que seguem caminhos contrários à crise, como a Ativa Logística, a Breda, a Eucatex, a Concrebase e a Vale Vias. Também comemoramos a certificação OAP (Oficina de Alta Performance) da Mercedes-Benz das unidades Comercial De Nigris e De Nigris São José dos Campos. Em Sorocaba, restauramos quatro Unimog para integrantes do Jeep Clube Torque Quatro, que irão usá-los em expedições humanitárias. Já a Casa do Cegonheiro, em São Bernardo do Campo, agora é também uma Oficina Dedicada, onde os clientes poderão contar com maior disponibilidade do seu veículo trabalhando. Nos casos de reparos corretivos temos condições de fazer um planejamento mais adequado com relação a equipamentos e peças genuínas, para que estejam à disposição do cliente. Veja também quais foram os principais acontecimentos e eventos de destaque do Grupo De Nigris. Ótima leitura!

VOCÊ DE NIGRIS É UMA PUBLICAÇÃO DO GRUPO DE NIGRIS DIRIGIDA AOS CLIENTES MERCEDES-BENZ CONSELHO EDITORIAL | José Luis Bertoco, Carmo Antônio Pizzotti, Afabio Freitas, Edvaldo Saccardi, Jane Miranda e Bruno Massuia PROJETO EDITORIAL | TANTAS.com.br  JORNALISTA RESPONSÁVEL | Juliana Freitas {MTB. 31805}  TEXTOS | Cristiane Caldeira  DESIGNER GRÁFICO | Fábio B. Natali  IMPRESSÃO | Gráfica Mundo  TIRAGEM | 6.000 exemplares

2


Vale Vias

Do lombo de burro ao Mercedes-Benz Luís Carlos de Mira conta sua trajetória de roceiro a empresário do ramo de conservação de rodovias com a Valevias e uma frota de 30 caminhões

O

das referências no seguimento de ouví-lo contar suas prosas e dedilhar o violão. Em seu restaurante, conservação rodoviária. Uma frota de 30 caminhões se- Luís Carlos conta que quando deparam aquele Luís Carlos da roça cidiu fazer a vida na cidade grande do Luís Carlos da Valevias, mas a (leia-se São José dos Campos), em essência deste desbravador de es- 1969, chegou a carregar sacola de tradas continua a mesma, e para supermercado para madames paouvir esta história que ele tem o ra se sustentar, entre outros bicos, maior prazer em contar basta che- antes de conseguir montar uma gar até o restaurante Quero Quero, serralheria e vidraçaria, mas o neapreciar a típica comida caipira, as gócio não vingou e, em 1983, ele antiguidades que ele preserva na decidiu comprar um sítio e voltar construção rústica e aconchegante às origens para buscar entender e, quem sabe, puxar a cadeira para onde havia errado. CONTINUA Mauro Nery_DE NIGRIS

primeiro meio de transporte de Luís Carlos de Mira, 66, foi o lombo de burro. Naquele tempo, em Jambeiro, o filho da dona Nair com o tropeiro José Mira, figura conhecida no Vale do Paraíba e que dá nome a um Complexo Viário da Rodovia dos Tamoios, precisava transportar a colheita da roça para as tuias ou o paiol. Hoje, o empresário, que está à frente da Valevias junto com a sua filha Olívia Mira, é uma

Luís Carlos, presidente da Vale Vias - referências no seguimento de conservação rodoviária

3


Vale Vias

4

Amilton Bayer, gerente de vendas de caminhões e vans

Fidelização e garantia de retorno A Valevias, cliente da De Nigris de São José dos Campos, adquiriu três Mercedes-Benz 1016 para sua frota de novos, em janeiro. Amilton Bayer, gerente de vendas de caminhões e vans, destaca a importância dos departamentos de Peças e Serviços De Nigris na conservação da frota dos veiculos que saem do concessionário. “Temos toda a estrutura, os consultores de vendas, peças e serviços, os técnicos para fazer o acompanhemento caso o cliente tenha alguma necessidade”, comenta. A fidelização e o retorno do cliente para uma nova compra será uma consequência do bom trabalho da equipe de Peças e Serviços da De Nigris, como atesta Luís Carlos de Mira, que elege os diferenciais do concessionário: pronta entrega, cumprimento de prazos e bom atendimento pós-venda. “Sou um bom cliente e estarei sempre comprando”, garante. Mais que vender, a De Nigris está preocupada, também, com a rentabilidade de seus clientes. “Vendemos produtos tecnologicamente superiores e sua utilização deve ser acompanhada para que eles possam dar o retorno que obrigatoriamente eles têm de dar para nosso cliente. Não adianta termos o melhor caminhão, a melhor tecnologia, se em algum momento o cliente não o está aproveitando da forma como deveria”, destaca Bayer.

Mauro Nery_DE NIGRIS

Foi quando teve o insight e em 1987 voltou para São José já no ramo de conservação e limpeza de rodovias, aquilo, que segundo ele sempre fez desde criança: roçar, carpir, limpar. “Hoje, que eu faço? Roço, carpino e limpo rodovias. E é um seguimento que está em ascensão no Brasil porque os governantes não têm mais condições de cuidar das rodovias”, explica, a seu modo. E ele tem razão. Segundo pesquisa da Confederação Nacional dos Transportes (CNT), divulgada no final do ano passado, 61,8% das rodovias nacionais são consideradas regulares, ruins ou péssimas. Sem dinheiro para investimentos, o governo vai oferecer para a iniciativa privada trechos de rodovias com a obrigação apenas de fazer a manutenção e a restauração, o que inclui recapeamento e limpeza de margens. As licitações devem acontecer ainda este ano. E é neste serviço de limpeza de rodovias que a Valevias precisa investir em caminhões, tanto para o transporte pessoal quando de maquinário e material recolhido. E a parceria com a De Nigris ajuda a fazer com que o negócio de Luís Carlos prospere. A frota da Valevias é majoritariamente Mercedes-Benz, desde o modelo 608 até o 1620 basculante. “Mercedes é muito mais. Costumo usar um termo que caminhão Mercedes é Mercedes de cabo a rabo. É tudo Mercedes, então na hora de fazer a manutenção vai num lugar só. Agora os outros carros têm o câmbio de um fabricante, difernecial de outro, carroceria, chassi de outros, só a cabine é do fabricante, então não acha todas as peças num lugar só. É por isso que eu opto por Mercedes-Benz.”, afirma.


Na frota do senhor Luís Carlos todos os caminhões são conhecidos por nome. Amarelinho, Luiza, Mineiro, Ricardo, e por aí vai. As inspirações são muitas, mas a história do Duidinho talvez seja a mais emblemática. O Mercedinho 608 amarelo recebeu este nome de um motorista que teve que trazê-lo do Espírito Santo a São José dos Campos a contragosto, ao final de uma obra e classificou como “doída” a experiência de conduzi-lo. Sebastião não queria trazê-lo pelo fato de ser um dos caminhões mais velhos num longo percurso de estrada, mas por obrigação, por ser o único veículo que ainda estava lá e sem alternativa para voltar, encarou o desafio. Na chegada, desabafou: “É duidinho (sic) de vir nesse carro.” E o nome pegou. “Veio sem problema, porque esse carro não quebra, mas veio com menos de 80km/h. E o carro está trabalhando até hoje”, conta. E fazendo referência novamente ao burro, seu primeiro meio de transporte, Luís Carlos aproveita a passagem do Mercedinho 608 para fazer uma comparação. “Eu costumo dizer que o cara que criou o carro inspirou-se no burro. Quando vai subindo a ladeira, vai reduzindo-se as marchas, assim é o burro, quando chega na subida, vai reduzindo a marcha e subindo devagar. E na descida, como faz com o carro? A marcha que sobe, desce; quarta, terceira, segunda, primeira e desce sem pisar no freio, porque se vier na velocidade e tentar fazer uma curva, não faz e se pisar muito no freio, ele queima. Assim é o burro. Se você solta ele morro abaixo com uma carroça ele não corre, você pode matar de bater, porque ele sabe que se correr, depois ele não para mais”, justifica.

Mauro Nery_DE NIGRIS

Cada caminhão, um nome e uma história

Luís Carlos é referência no setor e um grande contador de boas histórias

5


Qualidade

Excelência comprovada Comercial De Nigris e De Nigris São José dos Campos recebem a Certificação OAP (Oficina de Alta Performance) e comprovam eficiência

A

Comercial De Nigris de São Bernardo do Campo e a De Nigris São José dos Campos, focadas na qualidade do atendimento e nos serviços oferecidos aos seus clientes, implantaram o Processo OAP (Oficina de Alta Performance) da Mercedes-Benz. As unidades passaram por auditoria e receberam a certificação este ano. O objetivo da OAP é melhorar os processos internos, interação da equipe, transparência com o cliente e redução do tempo em que o veículo fica parado na oficina. Carmo Pizzotti, diretor da Comercial De Nigris, comemora: “Fomos a segunda unidade a conquistar a certificação, pois nossa

O cliente fica muito satisfeito quando antecipamos a ligação, mostrando que seu veículo está em vias da próxima revisão a ser executada

equipe se empenhou para que os processos fossem corretamente adotados de maneira que o cliente sentisse a diferença na entrega dos serviços com qualidade e rapidez”. Silvio Vechiato, gerente de Serviços, fala das vantagens da certificação da Comercial De Nigris. “A implantação do processo OAP trouxe muitos benefícios, tanto para a interação de nossa equipe quanto para o aprimoramento do atendimento de qualidade oferecido aos nossos clientes. A mudança primordial é que o cliente tem hoje a informação correta dos tempos de reparos a serem executados em seu veículo, como também da informação da oficina, de itens adicionais de serviços, vistos por nossos DIVULGAÇÃO

Carmo A. Pizzotti (Diretor) – Silvio Vechiato (Gerente de Serviços) e Paulo Guterres (Desenvolvimento de Negócios Mercedes-Benz)

6


Mauro Nery_DE NIGRIS

Segundo o gerente de Serviços, especialistas em diagnósticos. A meta é ter sempre uma oficina com o agendamento ativo cresce todos transparência total dos processos os meses. “O cliente fica muito sade atendimento, desde a portaria tisfeito quando antecipamos a liaté a entrega do veículo totalmente gação, mostrando que seu veículo higienizado, dentro do prazo, ga- está em vias da próxima revisão rantindo assim sua fidelização e a ser executada. É gratificante ver todas as recomendações da OAP sua satisfação”, conta. Ainda de acordo com Vechia- funcionando em todos os setores to, foram feitos investimentos em da oficina em favor da satisfação equipamentos, escaninhos e tele- total do cliente”, comenta. No atendimento de peças na visores, que acompanham o andamento da ordem de serviço dentro oficina também foi implantado de cada setor, aprimorando os pro- um sistema de reserva antecipacessos. “Com a OAP, hoje temos da, que agiliza sua entrega direuma média de 30% dos serviços na tamente ao mecânico. “Semanaloficina sendo captados pelo nosso mente fazemos uma reunião com agendador de serviços, que já deta- nosso gerente, definindo estratélha no primeiro atendimento toda gias de melhor dimensionamena necessidade de reparos descritos- to das peças. É um sincronismo pelo cliente. Em seguida, é feito um muito produtivo”, define. O Processo OAP começou a ser menu de sintomas junto ao cliente, para verificar se há mais reparos implantado em agosto do ano 2016. que podem ser reallizados nesta “Fomos homologados na primeiparada do veículo. O operador de ra auditoria em março, trazendo agendamento também descreve ao muito orgulho a todos os funcionácliente promoções voltadas especi- rios. Para nós foi uma grande fesficamente ao seu veículo”, ressalta. ta, pois em cada reunião, notamos

que os processos OAP eram muito objetivos e claros, ou seja, a equipe realmente foi conscientizada, sem nenhuma imposição. A OAP trouxe o aprimoramento da qualidade de atendimento dos clientes internos, engrandecendo os relacionamentos da equipe e trazendo rapidez, prontidão, precisão de tempo e aumento na qualidade dos serviços para nossos clientes”, constata Vechiato. Todo o processo de implantação do processo foi acompanhado de perto pela Mercedes-Benz desde o início. “Todas as concessões do Grupo De Nigris deverão seguir o mesmo padrão de implantação, obtendo a certificação e homologação até o final deste ano”, adianta. “Com a implantação e homologação da OAP, notamos que os clientes têm nos avaliado na pesquisa CSI da Mercedes-Benz com notas muito superiores, devido a obtenção de um atendimento mais pontual e ágil em nossa oficina”, finaliza. 7


Qualidade

Equipe De Nigris São José dos Campos

Francilene Porto_DE NIGRIS

São José dos Campos A De Nigris São José dos Campos José dos Campos, a padronização também recebeu em junho a certi- do atendimento tornou o serviço ficação OAP. A equipe se dedicou mais ágil, respeitando a flexibilie hoje comemora o reconhecimen- dade de horários do motorista e to da fábrica e, principalmente, a ajudando-o a se organizar melhor agilidade dos serviços, seguida da em relação aos horários que pega as cargas. “Hoje temos uma essatisfação do cliente. Para João Edvaldo Saccardi, di- trutura preparada para receber o retor da De Nigris São José dos cliente, que economiza cerca de 45 Campos, a certificação é muito im- minutos de tempo de execução de portante, pois é o reconhecimento qualquer serviço”, relata. Da implantação à certificação, da Mercedes-Benz e da empresa de auditoria da excelência dos proces- foram 10 meses de trabalho árduo, sos adotados pela oficina. “É muito começando pelo planejamento da importante esta atualização, o clien- Oficina, entrega, processos de repate é quem ganha, com o veículo me- ração e manutenção, de controle innos tempo parado e um atendimen- terno, de controle de qualidade até to rápido e eficaz. Estamos muito a entrega final, feita pelo consultor, que explica todo o processo, aprefelizes com esta conquista”, diz. Segundo Symone Rabello, ge- senta as peças trocadas e encamirente de serviços da De Nigris São nha o cliente até o seu caminhão. 8

Symone Rabello, gerente de serviços da De Nigris São José dos Campos


Diferencial que o cliente valoriza

Francilene Porto_DE NIGRIS

Hoje temos toda uma estrutura preparada para receber o cliente, que economiza cerca de 45 minutos de tempo de execução de qualquer serviço

A implantação do sistema OAP (Oficina de Alta Performance) na De Nigris faz muita diferença no atendimento aos seus clientes. Essa é a opinião de Francisco de Assis Monteiro Bispo, coordenador de Frota e Manutenção do Grupo Imediato. “O atendimento da De Nigris em São Bernardo do Campo para mim faz toda a diferença em tudo. O meu veículo chega para fazer a troca de óleo, freio e eu não preciso nem agendar, apenas envio o caminhão. Dependendo do horário, sai no mesmo dia. O atendimento é supereficiente em tudo. É incrível. É muito bom mesmo”, empolga-se Bispo. Ele ainda afirma que esse atendimento diferenciado auxilia na produtividade. “Ajuda cem por cento porque eu trabalho com vida, transporto oxigênio. Minha manutenção tem que ser curta para rodar mais do que ficar parado. Se eu deixo o veículo na sexta, eles fazem todo o possível para me entregar no mesmo dia e eu não perder o sábado e o domingo”, diz. Com todas as vantagens, Bispo se diz um cliente fidelizado. “Só compramos caminhão com a De Nigris. Compro pneus, faço funilaria e tudo mais no concessionário. A parceria é forte e eu não tenho vontade de mudar de fornecedor”, atesta. 9


Off-road

Brasil sem fronteiras De Nigris Sorocaba ajuda na restauração de quatro Unimog para grupo de empresários usá-los em expedições humanitárias

H

á 71 anos foi realizado o primeirmo test-drive do “Protótipo 1” do Unimog, abreviação para Universal Motor Gerät, em alemão, ou, traduzindo, Máquina Motorizada Universal. Conduzido por florestas e estradas irregulares da Alemanha, ele foi projetado para auxiliar os alemães e aumentarem a produtividade agrícola no período pós-guerra. A produção comercial deste utilitário off-road pela Mercedes-Benz

de combate a incêndios e exploração, foodtruck, locomotiva, ônibus, máquina de operação e uso militar, em qualquer terreno acidentado. Diz-se que o habitat natural do Unimog começa onde as estradas dão lugar às trilhas irregulares e campo aberto. Não há um apaixonado por trilhas que não conheça o Unimog. A vocação nobre da arrancou em 1948. Desde então, criação deste caminhão, em uma nenhum outro veículo comercial Alemanha devastada pela Segunda no mundo consegue operar com Guerra Mundial, será mantida em tamanha versatilidade, como re- Sorocaba, através da iniciativa de boque, trator, caminhão, veículo quatro empresários do Jeep Clube DIVULGAÇÃO

10


DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

Afábio Freitas, diretor da De Nigris Sorocaba: “Foi um desafio, mas ficamos contentes com o resultado”.

Claudeci Júnior_DE NIGRIS

“São caminhões que podem Torque Quatro - Onedir Dias de Assunção (o Mano), Marcos Nicoletti, passar por qualquer tipo de Daniel Serto e Emerson Camargo, estrada e não quebram”, asseque arremataram quatro mode- gura Mano. Esses caminhões los 1978 em um leilão do Exército farão parte do Team Unimog, em Roraima e os estão restauran- e algumas ações devem ser do, com apoio da De Nigris, pa- feitas pelo Jeep Clube no senra usá-los em suas expedições tido de aumentar as arrecadações de doações às populações de ajuda humanitária. Mano, proprietário da MadCen- que deverão ser beneficiadas tro/Gmad - que tem em sua frota 20 nas expedições futuras do caminhões Mercedes-Benz-, é um Torque Quatro. “Passamos dos quatro empresários que inves- por lugares onde vive um potiram nessa empreitada. Ele conta vo tão sofrido, abandonado que o Torque Quatro já fez trilhas pelo governo, e tentamos deie expedições em áreas remotas do xar um pouco melhor a vida Amazonas, Pantanal, Jalapão, Cha- dessas pessoas”, comenta. Segundo Mano, a intenção pada dos Veadeiros (GO), Chapada Diamantina (BA), Cânions do Rio é de que primeira expedição Grande do Sul, Lençóis Maranhen- com os Unimog aconteça entre ses, e que aproveita essas viagens janeiro e fevereiro de 2019, pepara levar a essas localidades ajuda la Transamazônica. “O investimédica, com a participação de vo- mento é todo nosso, desse gruluntários, medicamentos, material po de quatro empresários. Não escolar, roupas e mantimentos às temos apoio de ninguém, a não populações necessitadas. Os Unimog ser da De Nigris, com a compra que estão sendo restaurados irão re- das peças, muitas delas que só forçar essa missão, que hoje é feita tem na Alemanha, e serviços de reparação”, afirma. apenas a bordo dos jipes.

Desafio do bem Afábio Freitas, diretor da De Nigris Sorocaba, diz que a reparação dos Unimog está sendo um desafio também para sua equipe. “É um desafio para todos os profissionais envolvidos, por se tratar de veículo antigo, totalmente diferente daqueles com os quais estamos acostumados no dia a dia”, conta. “Nós, da De Nigris, apoiamos esse time, que de alguma forma estará apresentando o que é a marca Mercedes-Benz, a qualidade e a diferença de seus produtos. O Team Unimog tem a De Nigris Sorocaba como a sua casa. Aqui daremos todo apoio necessário a esses amantes da marca e de aventura”, reforça. 11


Economia

Maurício Bertolacini, gerente de locação

Os benefícios da frota locada

DIVULGAÇÃO

Conheça as vantagens do aluguel de caminhão, através das experiências da Eucatex e ConcreBase O serviço cios de se manter uma frota alugada de locação são muitos. “Podemos destacar o foda frota da co na atividade-fim do cliente, renoDe Nigris vação ou aumento da frota sem afeoferece inúmeras vantagens às em- tar a capacidade de crédito, previsipresas contratantes, como veículos bilidade de custo em todo território adaptados exatamente para a ativi- nacional, sem custo inicial (entrada dade fim da empresa, manutenção e documentação do caminhão), programada, manutenção com peças renovação da frota programada, genuínas e mão-de-obra especializa- maior disponibilidade da frota, sem da e até treinamento de motoristas. dor de cabeça na hora de vender o Clientes De Nigris como a Eucatex próprio caminhão e, principalmene a ConcreBase reafirmam as vanta- te para as empresas com seu regime tributário no Lucro Real, a ecogens da contratação (leia ao lado). A De Nigris oferece a locação nomia Fiscal em Imposto de Renda, com contratos que variam por Contribuição Social, Pis (Programa um período de 36, 48 e 60 meses. Integração Social)/Cofins (ContriAlém disso, as empresas clientes buição para o Financiamento da podem adquirir serviços de manu- Seguridade Social)”, enumera. Segundo Bertolacini, o contrato tenção, pneus, seguro, rastreador e documentação, de forma que a em- é todo desenhado de acordo com as presa paga apenas um valor pela necessidades de cada cliente. Por exemplo, a manutenção geralmente locação e serviços contratados. De acordo com Maurício Berto- está incluída no valor do contrato, lacini, gerente de locação, os benefí- mas se o cliente preferir e já con12

Mauro Nery_DE NIGRIS

tar com uma estrutura própria, ele mesmo pode fazer a manutenção. Outro ponto interessante nesse tipo de contrato é ter o veículo sempre na sua melhor performance. “A manutenção preventiva e corretiva em ordem e já inclusas no preço refletem em maior disponibilidade para o cliente. O caminhão irá trabalhar mais dias e ficar menos tempo parado”, ressalta. A manutenção programada é, inclusive, um dos pontos altos desse tipo de contrato. “É um dos diferenciais da De Nigris Locadora, pois trabalhamos com manutenção diretamente da fábrica Mercedes-Benz durante todo o tempo do contrato, com peças genuínas e mão de obra especializada, podendo ser atendido em qualquer concessionário Mercedes-Benz no Brasil”, lembra o gerente. Além de todos esses benefícios, ao fazer a locação, a De Nigris ainda oferece treinamento completo aos motoristas das empresas. “São aulas sobre direção defensiva e toda a tecnologia do caminhão para tirar o melhor proveito do veículo. Verificamos como a pessoa dirige, quais são os erros cometidos e educamos para que o veículo tenha a melhor performance e economia de combustível”, conta. Os motoristas recebem treinamento teórico e prático com os instrutores.


Bom negócio para pequenos e grandes DIVULGAÇÃO

Edmar Sorte - Consultor de Vendas da De Nigris Sorocaba ministra treinamento para funcionários da Eucatex

A locação mostra-se um bom ne- um melhor momento da economia nestes quase seis meses de contragócio não apenas para pequenas brasileira, afirma Edson Luiz Pe- to, são muito bem avaliados pela empresas, ou para quem está ini- chio, diretor-proprietário da Con- empresa. Antes de colocar os veícuciando as atividades, mas também creBase. Segundo ele, as vantagens los locados em operação, a Concrepara empresas já consolidadas no deste tipo de serviço são muitas, Base treinou seus motoristas com mercado. Com uma frota de 600 mas, sobretudo, o fato de não ter a equipe da De Nigris, para que veículos, a ConcreBase que atua de adquirir o veículo e colocá-lo no pudessem adquirir maior produtino ramo da construção civil desde ativo, e ainda abater os valores do vidade e desempenho dos veículos. “Foi muito boa a apresentação do 1991, locou, em janeiro deste ano, aluguel no IR (Imposto de Renda). Além do serviço de locação, a produto e treinamento em campo”, dez caminhões Mercedes-Benz com a De Nigris. E não quer parar por aí. ConcreBase utiliza os serviços comenta o diretor, que pela primei“Temos interesse em alugar mais de manutenção dos veículos na ra vez opera com caminhões Merveículos, mas estamos aguardando De Nigris, que, segundo Pechio, cedes-Benz locados para a sua frota. DIVULGAÇÃO

Baixo custo e otimização Os custos menores e otimização da frota estão entre as vantagens segundo Leandro Barbosa Junior, gerente de frota da Eucatex, que atua nos segmentos da construção civil e indústria moveleira e teve diminuição de custos de cerca de 8% por quilômetro rodado após assinar contrato de locação com a De Nigris. “Os custos são menores porque toda a manutenção preventiva e corretiva é feita pela De Nigris, que liga, avisa e agenda. Só precisamos levar o caminhão lá. Alcançamos maior produtividade, com o caminhão menos tempo parado”, afirma.

13


Mercado

Entre os pesados, Actros vence e convence

RegiĂŁo de Itapeva registra aumento nas vendas do modelo montado no Brasil

ARQUIVO PESSOAL

Compre - Acumule - Troque Saiba mais, fale com a nossa equipe.

Tem estrela, tem vantagens de verdade! 14

www.mercedesclub.com.br


Fabio Ribeiro, gerente de vendas de Sorocaba Rafael Costa_DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

M

ontado no Bra- quem procura máximo desempe- Biomax, empresa de biomassa de sil desde 2012, o nho aliado à tecnologia. Os veícu- Itapeva, também está satisfeito Actros convence, los dispõem de um trem-de-força com a aquisição do Actros 2651 no ano a ano, de que extremamente robusto, composto mês passado. Foi o primeiro Actros é o melhor inves- por agregados de fabricação pró- da frota de 20 veículos, cinco deles timento para o negócio de trans- pria, que asseguram toda a con- Mercedes-Benz. “Preço, economia portes de carga no território na- fiabilidade e durabilidade que só a de combustível e robustez do caminhão pesaram na decisão de comcional. A robustez deste caminhão, Mercedes-Benz oferece. O Actros 2651 oferece excelente pra”, conta Garcia. aliado à autonomia que ele proporCom pouco mais de três semaciona, tem conquistado a preferên- desempenho, economia de combuscia do mercado. A De Nigris com- tível e alto nível de conforto e segu- nas rodando, o desempenho no prova a ascensão deste modelo e rança, sobretudo para o transporte quesito autonomia superou as exregistra, este ano, crescimento das rodoviário de longa distância, além pectativas do comprador. “Ele está de ser referência em sistemas de fazendo 0.2 a mais em relação aos vendas na região de Itapeva. “A região é muito forte no setor prevenção de acidentes. Quem ad- concorrentes”, afirma o empresário, agropecuário, mineração, madei- quiriu recentemente este modelo cliente da De Nigris há cinco anos. reiro e papeleiro. Com o aumento conta as vantagens de ter acertado “Estou extremamente satisfeito, o caminhão tem uma tecnologia inoda demanda de produtos e a dimi- na hora da compra. A Transportadora Vapto ini- vadora, é seguro, o motorista está nuição da crise no Brasil, os empresários estão acreditando mais ciou suas atividades em Itaberá contente”, completa. e, assim, investindo em renova- com dois Actros adquiridos na ção e ampliação de frota. O ótimo De Nigris Itapeva. O primeiro foi SATISFAÇÃO NO PÓS-VENDA. rendimento do Mercedes-Benz comprado em novembro do ano Tanto Rolan de Freitas quanto CarActros surpreende os cliente”, con- passado e o segundo em março los Garcia destacam o atendimento ta Eduardo Mattos, consultor de deste ano. Rolan de Freitas, sócio- e setor de Peças e Serviços como -proprietário da Vapto, diz que a diferenciais da De Nigris na expeVendas da De Nigris Itapeva. Com veículos preparados para robustez e o custo-benefício foram riência de compra do Actros. O custo na manutenção acescombinações de até 74 toneladas determinantes da hora da comnas aplicações rodoviárias e capaci- pra. “É um caminhão econômico sível e a disponibilidade de peças dade máxima de tração de até 123 e, frente aos concorrentes, era o de reposição a pronta entrega são toneladas na versão fora-de-estrada, que oferecia o menor preço”, con- as vantagens que o concessionário o Actros é o caminhão ideal para ta. Carlos Garcia, proprietário da oferece aos clientes após a compra. 15


Ativa Logística

O céu nunca foi o limite

Mauro Nery_DE NIGRIS

Empresário de visão, Clóvis Gil vai na contramão da crise e diz que ainda tem muito espaço para crescer dentro de seu mercado

16

Clóvis Gil, presidente da Ativa Logística

“Vender demais”, quem diria, já foi o grande problema do empresário Clóvis Gil, presidente da Ativa Logística, uma das gigantes do ramo de transporte de medicamentos. O que tinha tudo para ser um balde de água fria nos sonhos de um vendedor em início de carreira, na década de 1980, foi o pontapé inicial para que ele fundasse seu império. Quando perdeu três vezes o emprego por vender mais que a capacidade das empresas em atender a demanda, encontrou um investidor que o convenceu a fundar seu próprio negócio. Foi assim que, em 21 de março de 1996, nasceu a Ativa Logística, com foco no mercado da indústria farmacêutica, de cosméticos e bem-estar. A empresa, que começou as atividades em um barracão na Vila Guilherme, em São Paulo, em cinco meses de atividade recuperou o valor investido. E de lá pra cá só faz crescer, mesmo na mais recente crise econômica. “Eu não acredito que crise existe. Isso é um pensamento meu. Enquanto todo mundo parou de investir nós fomos lá e compramos na Fenatran aquele monte de caminhão (52, no ano passado)”, lem-


bra. Os momentos de dificuldade que a companhia enfrentou, segundo seu presidente, foram os que justamente cresceu, “além do que a capacidade aguentava”. Com uma frota de mais de 80 veículos (considerando os prestadores de serviços), realiza operações para todo o Brasil, por meio de operador logístico e modal aéreo - através da Trans Model Air Express, adquirida em 2016 -, e pelas suas 17 unidades localizadas nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, e Curitiba no Paraná. A companhia realiza, em média, 150 mil entregas mensais, totalizando 200 mil toneladas por ano. São 15 entregas por minuto e seis volumes a cada segundo, com uma equipe de 2.130 colaboradores. Por três anos consecutivos, foi eleita a melhor empresa de transporte de medicamentos do País pelo Sindusfarma (Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo). O último reconhecimento veio no dia 21 de maio, no Prêmio Sindusfarma de Qualidade 2018, com o primeiro lugar na categoria Transporte de Medicamentos. A Ativa espera crescer 20% até o final de 2018, para fechar o ano com R$ 292 milhões em faturamento. Em 2017, a empresa totalizou R$ 242 milhões, 15% mais do que no ano anterior, quando registrou R$ 210 milhões. A companhia pretende abrir filiais em Anápolis (GO) e Brasília (DF), que deverão demandar investimentos de R$ 30 milhões até 2019. Antes, no segundo semestre deste ano, a companhia deve inaugurar sua 18ª unidade em Montes Claros (MG). “Dentro desse nosso mercado ainda tem uma capacidade muito grande de crescimento. Por isso, devemos continuar investindo”, garante Gil. Para manter o ritmo de crescimento, a Ativa investiu na ampliação e na capacidade de armazenagem, que hoje já totaliza 250 mil metros quadrados de área operacional. No condomínio logístico em Itapevi, na Grande São Paulo, ela já ocupa dez galpões, cada um deles com 1,3 mil posições porta-paletes. Até 2015 o número de módulos ocupados era de apenas três.

Vocação para o transporte com a chancela Mercedes-Benz Já no início das atividades da Ativa Logística, após encontrar problemas com caminhões que já eram de propriedade de seu sócio, Clóvis Gil, optou pelos caminhões Mercedes-Benz e fidelizou-se com a marca. Dos 120 caminhões da frota própria (considerando os semi-reboques chega a quase 200 veículos emplacados), 95% são Mercedes. A renovação periódica da frota é feita a cada cinco anos. No ano passado, a Ativa Logística adquiriu 25 caminhões com a De Nigris na Fenatran (Salão Internacional do Transporte Rodoviário de Cargas) para ampliação da frota própria. Este ano, deve investir na aquisição de mais 20 carretas. O relacionamento comercial com o concessionário é de mais de 10 anos. Izaias Balderramas, consultor de Vendas que atende a Ativa Logística, diz que levou nove anos para cativar a confiança do cliente. Encantar o cliente é uma preocupação da De Nigris. “Hoje em dia se fala muito em fidelizar, mas a questão de encantá-los é o nosso diferencial”, ressalta Luciano Pereira, gerente de Vendas do concessionário do Limão. E dá exemplos práticos: atendimento 24h em caso de emergências, dedicação integral de consultores e sempre a melhor condição de compra. Clóvis Gil diz que preza o atendimento do concessionário. “Temos alguns fornecedores a quem somos fieis, e a De Nigris é um deles”, afirma. Este ano a Ativa Logística participa como convidada da De Nigris Mercedes-Benz do IAA (Salão Internacional do Automóvel), que acontece em setembro, em Hannover, na Alemanha. A feira é líder mundial em transporte, logística e mobilidade, especializada em veículos comercias. Mauro Nery_DE NIGRIS

Izaias B. Filho, Clovis Gil, Evaldo Araújo e Luciano Pereira

17


Ativa Logística

Com a palavra, o especialista em frota A rentabilidade do caminhão, a valorização na hora da venda e da renovação da frota, a segurança e o conforto do motorista pesam na hora da escolha da marca e o modelo a ser adquirido por uma empresa do porte da Ativa Logística. É o que afirma Evaldo Araújo, gerente de frota da Ativa, pontuando a preferência da empresa pelo Mercedes-Benz e pela De Nigris como concessionário. “Esse processo de padronização pela parceria com o concessionário facilita bastante todo o processo de manutenção, revisão e prazo de entrega. Caminhões com cinco anos de uso hoje não nos dão problemas”, afirma. Um dos projetos futuros para a melhoria dos serviços de manutenção seria a instalação de uma Oficina Dedicada De Nigris na Ativa. Araújo ressalta que os modelos adquiridos, 2041, na última compra superaram a expectativa em termos de desempenho em menos de três meses de uso. Segundo ele, o consumo é bem melhor se comparado ao 1933. “São 80 cavalos a mais de potência e isso já está trazendo economia, cerca de 2,8km/l. Nossa meta é que chegue a 3km/l, já que ainda estamos fazendo a integração para deixá-los 100% efetivos”, afirma. Para ajudar os motoristas a atingirem esta meta, instrutores da De Nigris acompanham os motoristas para orientá-los sobre seu manuseio. “A Ativa é um cliente de longa data, muito importante para a De Nigris. Temos uma equipe focada e muito bem preparada para atender as especificidade da Ativa e, assim, colaborar de forma efetiva para o seu crescimento. Ficamos felizes em fazer parte da evolução e do sucesso da empresa”, finaliza José Luis Bertoco, diretor da De Nigris São Paulo. 18

Mauro Nery_DE NIGRIS

Evaldo Araújo, gerente de frota da Ativa

Mauro Nery_DE NIGRIS

A Ativa é um cliente de longa data, muito importante para a De Nigris (...) ficamos felizes em fazer parte da evolução e do sucesso da empresa José Luis Bertoco, Diretor da De Nigris São Paulo

José Luis Bertoco, Diretor da De Nigris São Paulo


Mauro Nery_DE NIGRIS

Caminhão número 1: uma história de amor O primeiro caminhão Mercedes-Benz adquirido pela Ativa Logística, um modelo 608 ano 1982, foi vendido em 2000, numa operação de renovação de frota. Anos depois, Clóvis Gil cruzou com o caminhão pela ruas da Vila Guilherme, em São Paulo. O reconheceu pela logomarca ainda visível no baú. Desceu de seu carro, abordou o motorista e tentou comprá-lo de volta, sem sucesso. Em 2014, cruzou com ele novamen-

te e chamou o motorista para conversar em sua empresa. Ofereceu um modelo 710, de 2000, no negócio, sem explicar exatamente o porquê de seu interesse. Sem entender o motivo de estar recebendo um caminhão mais novo na troca, o motorista aceitou. O caminhão número 1, de grande valor sentimental, para Clóvis Gil, retornava, então, à frota da Ativa Logística. Foi revitalizado por um restaurador como original e

teve o motor refeito pela De Nigris. Além do marketing de resgate da história da empresa, o 608 é usado atendendo clientes, feiras, eventos, em pequenas rotas dentro de São Paulo, e tem condições, segundo o gerente de frota da Ativa, Evaldo Araújo, de atender as mesmas especificações de um Accelo. “Tem dias que ele chega a rodar 250km, dando produtividade e sem problema de manutenção”, conta. 19


Excelência

Casa do Cegonheiro agora é Oficina Dedicada Reconhecimento pela Mercedez-Benz aconteceu em abril e a unidade de São Bernardo passa por melhorias na infraestrutura e recursos Mauro Nery_DE NIGRIS

Oficina Dedicada Casa do Cegonheiro

A

Comercial De Nigris processos internos, com o objetivo - Casa do Cegonheiro de possibilitar maior transparênagora é uma Oficina cia, rapidez e rastreabilidade dos Dedicada. O reconheci- serviços. “Nossos clientes poderão mento pela Mercedes- contar com maior disponibilidade -Benz veio no mês de abril, quando do seu veículo trabalhando. Nos a casa completou dez anos e ga- casos de reparos corretivos temos nhou uma nova marca. Junto com condições de fazer um planejao reconhecimento, a unidade está mento mais adequado com relação passando por adequações, tanto de a equipamentos e peças genuínas, infraestrutura quanto de recursos. para que estejam à disposição do Carmo Pizzotti, diretor da Co- cliente conforme foi agendado”, obmercial De Nigris, explica que as serva. Adriano Ambrifi, gerente de adequações requerem melhorias de Serviços da Oficina Dedicada Casa

20

Mauro Nery_DE NIGRIS

Adriano Ambrifi, gerente de Serviços da Oficina Dedicada Casa do Cegonheiro

do Cegonheiro, que também explica que em termos de infraestrutura, estão sendo feitas adequações de fachada, marcações e numerações de vagas, por exemplo. No que se refere a recursos, as melhorias incluem ferramentas, estoque de peças, quadro de acompanhamento da programação, prismas de status de andamento de serviço e treinamento específicos de mecânicos para o segmento. “Isso tudo em busca da excelência de nossa oficina para a equipe e para nossos clientes”, afirma.


Equipe da Oficina Dedicada Casa do Cegonheiro Mauro Nery_DE NIGRIS

Valor profissional e humano A Casa do Cegonheiro é, como diz chi, em São Bernardo do Campo, a zero quilômetro pelo Brasil. Deso nome, a casa dos motoristas do Casa do Cegonheiro virou referên- de as exposições deste segmento, segmento pesados on-road. É uma cia. Além da ótima localização, no que participamos desde o início, oficina especializada na manuten- berço dos cegonheiros, oferece ao às festividades que comemoramos ção de caminhões Cegonhas, além segmento atendimento 360 graus: juntos, hoje, com a maioria dos de oferecer todo acolhimento ao estoque completo de peças, mão clientes, formamos uma grande proprietário e ao motorista. Na de obra especializada, atendimen- família”, destaca Pizzotti. “Quereparte comercial, oferece ainda to- to de socorro 24h, sete dias por mos que eles só se preocupem com do suporte necessário ao segmento, semana. Mais que uma oficina, o a atividade principal deles. Camio produto correto, veículos progra- espaço virou local de convivência nhão e manutenção são por nossa mados, todo suporte para viabili- e relacionamento. A área de lazer conta”, complementa. A Casa do Cegonheiro atende zar o financiamento do caminhão, é frequentemente usada para bateintermediação e facilitação para -papos acompanhados de um bom a todos os clientes do segmeno cliente vender seu caminhão café da manhã, churrascos e comi- to, agregados e transportadoras, localizados nas imediações usado. “E o mais importante, tu- das nordestinas. “Nossa história se confunde com, especificamente os modelos do feito com muita transparência, confiança e credibilidade”, afirma com a destes profissionais abnega- Axor e Actros, os mais utilizados Pizzotti. Situada no bairro Demar- dos que transportam os veículos por esse segmento. 21


Memória

Cecílio de Souza, do Grupo Comporte, conta que o museu surgiu em 2001

Mauro Nery_DE NIGRIS

22


Museu resgata a história do transporte de passageiros Iniciativa do Grupo Comporte reúne variedade de modelos do transportes de passageiros

A Mauro Nery_DE NIGRIS

iniciativa do Grupo Comporte - companhia que reúne empresas de ônibus como Breda Transportes, Expresso Maringá, Viação Piracicabana, Auto Ônibus Manoel Rodrigues, Cruz de Transportes, Princesa do Norte, Turb Transporte Urbano, Viação São Paulo São Pedro -, em criar o museu História do Transporte ajuda a recontar a própria história da Mercedes-Benz no transporte de passageiros no Brasil. Cecílio de Souza, do Grupo Comporte, conta que a ideia do museu surgiu originariamente em 2001, na cidade de Patrocínio (MG), com o nome Museu Nacional dos Transportes. “A iniciativa é unicamente da família, na pessoa de Joaquim Constantino, filho do patriarca do Grupo Comporte, Nenê Constantino, que juntos aludem à instituição o simbolismo de acervo familiar”, afirma Souza, centralizador de Dados do museu, que fica na sede da Breda Transportes, em São Bernardo do Campo. Oficialmente, o museu ainda não está aberto à visitação. “Costumamos receber pessoas e empresas a partir de contatos prévios e sempre dentro do horário de expediente”, explica. O acervo é altamente didático, mesclando história de vida das principais empresas - parceiras e do próprio grupo - desde a sua criação, dispostas em 15 painéis envidraçados, além de cerca de 12 mil livros e revistas institucionais expostas numa sala especial de leitura, 500 registros e documentos históricos, 250 quadros e 28 veículos físicos, entre eles uma jardineira de 1929.


Memรณria

Mauro Nery_DE NIGRIS

Mauro Nery_DE NIGRIS

24


Dentre os veículos do acervo do museu, modelos Mercedes-Benz estão entre os destaques. “A relevância de prioridade, dentre a variedade dos modelos expostos, é da marca Mercedes-Benz, por ser a marca de maior incidência quantitativa também entre a frota de veículos da holding”, afirma Cecílio de Souza. Como concessionário da marca, a De Nigris contribuiu com a iniciativa, doando uma miniatura que integra o acervo. “A De Nigris tem a sua importância junto ao Grupo Comporte pelos vários anos de participação confiável e crescente no contexto comercial”, observa Souza. Fernando Vincenzo, diretor Corporativo Operacional do Grupo Comporte, diz que a frota da companhia é basicamente Mercedes-Benz e que tem na De Nigris a parceria de muitos anos, tanto na aquisição dos veículos quanto nas manutenções rotineiras. “O atendimento, a prestação de serviços, a velocidade na solução dos problemas, a atenção que é dada a nossa equipe de manutenção são os diferenciais da De Nigris. É uma parceria que tem dado certo e espero que permaneça por muitos anos”, afirma Vincenzo. Gerson Sá, Gerente de Vendas Ônibus do Grupo De Nigris, reforça a importância da parceria com o grupo para o concessionário. “Esta parceria já vem de muitos anos e

O atendimento, a prestação de serviços, a velocidade na solução dos problemas são os diferenciais da De Nigris Fernando Vincenzo, diretor do Grupo Comporte

Mauro Nery_DE NIGRIS

Modelos MB em destaque

Fernando Vincenzo, diretor Corporativo Operacional do Grupo Comporte

Mauro Nery_DE NIGRIS

para atingir essa confiança a De Nigris busca cada vez mais o aprimoramento, focando na qualidade dos serviços e prestando atendimento diferenciado e personalizado”, destaca. Além de vender os ônibus, a De Nigris contribui com a manutenção da frota do grupo, oferecendo peças e fazendo as revisões na garagem da empresa. “Além de estarmos em pontos estratégicos nas principais rodovias do Estado de São Paulo, temos uma equipe de serviços altamente treinada e pessoal para atender in loco nossos clientes, basta apenas agendar”, lembra.

Gerson Sá, Gerente de Vendas Ônibus do Grupo De Nigris

25


Vans

Revisão Declarada é economia certa Promoção é válida até o final do ano, com preço fixado pela Mercedes-Benz

A

De Nigris oferece aos seus clientes até o final do ano a promoção Revisão Declarada. Este é um serviço de revisão com preço fixo estabelecido pela Mercedes-Benz, ou seja, o cliente sabe exatamente qual será o custo das revisões nos concessionários. A Rede Credenciada Mercedes-Benz oferece a combinação perfeita de uma equipe altamente qualificada, peças genuínas e um preço que cabe tranquilamente no bolso. A melhor opção para quem busca manutenção segura e de qualidade. Tudo isso sem ser surpreendi-

DIVULGAÇÃO_DE NIGRIS

Marco Melo, Consultor Técnico

do com o orçamento das revisões. “A promoção está disponibilizada para toda linha Sprinter 311/313 Street, 415 e 515 (Chassi, Furgão e Van Passageiro). Em média, o cliente economiza R$ 490 realizando a revisão declarada, comparado ao serviço fora da campanha promocional”, informa Marlúcia Pessanha, gerente da Van Center. Segundo o consultor técnico, Marco Melo: “Dentro da garantia, a Sprinter 311/313 Street paga R$ 899 na primeira Revisão Serviço, que inclui filtro de ar, filtro de óleo, filtro de combustível, óleo do motor e mão de obra. Após a garantia, o valor é de R$ 1.050,00”.

Tabela de valores SPRINTER 311/313 STREET A cada 30.000 Km ou 1 ano SPRINTER 415/515 CHASSI OU FURGÃO A cada 20.000 Km ou 1 ano SPRINTER 415/515 VAN PASSAGEIRO A cada 20.000 Km ou 1 ano

DURANTE A GARANTIA APÓS A GARANTIA 1ª REVISÃO 2ª REVISÃO 1ª REVISÃO SERVIÇO A SERVIÇO B SERVIÇO A SERVIÇO B SERVIÇO B R$ 899 R$ 999 R$ 899 R$ 1050 R$ 1150

R$ 899

R$ 999

R$ 899

R$ 1050

R$ 1150

R$ 899

R$ 1125

R$ 899

R$ 1050

R$ 1250

SERVIÇO A: Filtro de ar, filtro de óleo, filtro de combustível, óleo do motor e mão de obra. SERVIÇO B: Filtro de ar, filtro de óleo, filtro de combustível, filtro do habitáculo, filtro do A/C (quando aplicável), óleo do motor e mão de obra. 26


Mauro Nery_DE NIGRIS

O empresário Edson Sartori sempre faz a Revisão Declarada

Segurança em primeiro lugar O empresário Edson Sartori, 56, de que todas as peças utiliza- guns amigos que têm van e diz que não abre mão de utilizar das são originais e a assistência fazem a manutenção fora do a promoção Revisão Declarada. técnica é especializada. O pre- concessionário e eu vejo que Para ele, que tem três vans de ço é muito bom, eu sei quanto não compensa, os preços transporte escolar, a segurança vou pagar e não é uma pessoa não são tão atraentes. Na qualquer que está mexendo no De Nigris me sinto mais sevem em primeiro lugar. “A promoção para mim é veículo. É mão de obra especia- guro. Sei que faz a troca do ótima porque eu tenho duas lizada”, afirma. O empresário óleo corretamente, investiga vans ano 2014 e uma 2015 e explica que não compensa fazer outras peças e faz um trabamesmo estando fora da ga- a manutenção das vans fora do lho genuíno. Não compensa rantia eu tenho a segurança concessionário. “Eu tenho al- arriscar fazer fora”, finaliza.

27


Perfil

Uma apaixonada pelo transporte Bárbara Dantas assume a gerência da De Nigris de Itu após 12 anos

B

árbara Dantas tem a vida dedicada aos concessionários Mercedes-Benz. Ela, que atua na área desde 2005, passou por várias funções dentro desse segmento e acaba de assumir a gerência da De Nigris em Itu, o maior desafio de sua carreira. Bárbara começou a trabalhar na área aos 18 anos, em um antigo concessionário em Sorocaba. O Grupo De Nigris assumiu essa concessão em 2011 e ela foi mantida na equipe. Agora, aos 30 anos, assume a gerência da unidade Itu. “A diversidade de pessoas e subsegmentos me encantam. Nesta área não podemos parar no tempo, não há monotonia, por isso amo o que faço”, diz entusiasmada. Ela começou como telefonista, depois passou a auxiliar de vendas e assistente administrativa de vendas. Quando assumiu a gerência, ela confessa que teve medo. “Houve um receio da mudança, mas aceitei como um grande desafio e me dediquei ao meu trabalho, apesar das dificuldades do dia a dia, e tive total apoio do meu gestor que sempre me direcionou quando eu precisei”, conta. Em 2011, quando a De Nigris assumiu a concessão, ela passou a trabalhar na oficina, como assistente administrativa de serviços, depois assistente de diretoria e ainda como supervisora de vendas de vans. Os desafios não foram poucos. “O estoque estava alto,

28

DIVULGAÇÃO

a equipe abalada pela mudança na gestão e eu assumi com o compromisso de mudar o cenário. Tive muito medo no início, mas consegui colher bons frutos com dez meses de trabalho”, ressalta. Bárbara assumiu a nova função no dia 16 de março. Ela soube da notícia poucos dias antes. “Fiquei surpresa, porém, muito feliz. Não pensei duas vezes em aceitar. Essa proposta me trouxe uma grande motivação”, comemora. Ela lembra que na função anterior o foco era a consultoria para que o cliente adquirisse o melhor veículo para o seu negócio. “Após o sonho realizado e o veículo trabalhando e faturando, cabe ao setor de Peças e Serviços ser o consultor que orienta e ajuda a prevenir paradas inesperadas, realiza o reparo e o diagnóstico com precisão e planejamento. O nosso trabalho é manter os clientes fidelizados e motivados a renovar e ampliar a frota na marca Mercedes-Benz”, salienta. Bárbara está muito grata pela oportunidade que está recebendo. “Sou uma pessoa de sorte. Tenho bons profissionais que estão sendo meus orientadores, sempre à disposição para sanar as dúvidas que vêm surgindo no dia a dia. Tenho uma equipe técnica e comercial de grande competência. Eles me receberam de braços abertos e estão aceitando com bons olhos as mudanças e posições estratégicas que eu trouxe para o comercial”, conclui.


Giro CAFÉ DA MANHÃ PARA OS CEGONHEIROS

Entre os dias 20 e 23 de fevereiro, a Comercial De Nigris organizou um café para clientes do segmento na Casa do Cegonheiro, Oficina Dedicada, localizada no bairro Demarchi, em São Bernardo do Campo. Durante o café, os clientes conheceram de perto nos novos Actros 2546 e o Axor 2544, indicados para esse segmento, e conheceram as oportunidades de negócios que a Comercial De Nigris elaborou junto à fábrica Mercedes-Benz.

DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

AÇÃO NO CEASA DE SOROCABA

Nos dias 26 e 28 de fevereiro e no dia 2 de março, a equipe De Nigris esteve na Ceasa (Centrais de Abastecimento S/A) Sorocaba com muitas novidades. Quem passou por lá pode aproveitar grandes ofertas para a linha completa de pneus Michelin, uma parceria que ainda vai render inúmeras vantagens para a região de Sorocaba.

DIVULGAÇÃO

21ª FEAPS EM PILAR DO SUL

A De Nigris esteve na 21ª Feaps (Feira Agropecuária de Pilar do Sul), que aconteceu entre os dias 8 e 11 de março, no Recinto Chico Mineiro, com muitas atrações. Quem passou por nossa tenda pode conferir de perto os modelos Atego 3030 e Actros, Sprinter e produtos Michelin.

DIVULGAÇÃO

2ª EXPO MADCENTRO

A De Nigris Sorocaba participou, pela segunda vez, da 2ª Expo MadCentro, maior feira para móveis do interior paulista, realizada entre 16 e 17 de março, em Sorocaba. No estande, a equipe de vendas mostrou os diferenciais da Sprinter e opções de negócios para o setor moveleiro, ofertas em peças, serviços, pneus e os planos de manutenção para a linha Sprinter, além das vantagens do Consórcio Mercabenco. 29


Giro VISITA À FÁBRICA RENOV, EM CAMPINAS

Nossos clientes de São José dos Campos puderam conferir de perto como as peças ganham vida, em uma visita à fábrica Mercedes-Benz Renov em Campinas. Durante a oportunidade, conheceram o processo de peças remanufaturadas e também as peças Alliance Truck Parts.

DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

VISITA À FÁBRICA MERCEDES-BENZ EM SÃO BERNARDO DO CAMPO

Clientes São José dos Campos foram visitar a fábrica Mercedes-Benz, em São Bernardo do Campo, no dia 03 de maio. Durante a oportunidade, puderam saber ainda mais sobre os diferenciais, conforto e robustez que nossos brutos oferecem para seus negócios. Um dia repleto de conhecimento, descontração e muito bate-papo.

AÇÃO NO POSTO PAVÃO, EM ITU

Clientes de Itu aproveitaram a participação da De Nigris no Posto Pavão, em ação realizada de 27 a 29 de março. A equipe esteve no local para apresentar o Actros 2651, chassi Sprinter e pneus Michelin. Muitas opções de financiamento, consórcio e promoções em peças, serviços e pneus Michelin foram disponibilizadas.

DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

AÇÃO NO POSTO SIQUELERO, EM ITAPETININGA Entre os dias 13 e 15 de março, quem passou pelo Posto Siquelero, em Itapetininga, pode conhecer de perto o Actros 2651. A equipe de vendas esteve por lá, no km 159 da Rodovia Raposo Tavares, com ótimas opções de negócios.

30


DIVULGAÇÃO

1º ANIVERSÁRIO AGRO DOURADO, EM IBIÚNA

A De Nigris esteve, em 23 de março, no 1° Aniversário Agro Dourado, em Ibiúna. O evento, em comemoração ao primeiro ano da loja, representante oficial da Case em Ibiúna, aconteceu bem ao estilo rural. Tratores, implementos agrícolas, retroescavadeiras e dois caminhões Mercedes-Benz foram comercializados durante a festa. Quem passou pelo evento também conferiu de perto o Accelo 1016. DIVULGAÇÃO

PRÉ AGRISHOW, EM PIEDADE

Quem passou pela Pré Agrishow, em Piedade, no dia 28 de março, realizou bons negócios com a De Nigris, através das facilidades oferecidas pelo Banco do Brasil. Na tenda, a grande atração foi o Accelo 1016. No evento, que rolou na Associação Cultural e Esportiva de Piedade, na Rod, SP 250, km 101, os visitantes puderam conhecer os diferenciais Mercedes-Benz e as facilidades do Banco do Brasil na hora de fechar negócio.

DIVULGAÇÃO

AÇÃO NO POSTO BASÍLIO, EM PIEDADE

A equipe De Nigris esteve no Posto Basílio, em Piedade, em 6 de abril, com o Actros 2651. Na ação, foram oferecidas várias opções de financiamento, consórcio e promoções em peças, serviços e pneus Michelin. E, após fechar bons negócios, quem passou pelo local não foi para casa sem antes passar pela tentadora barraca da pipoca! 31


Giro

Chapéu

CAFÉ DA MANHÃ NO VAN CENTER

A unidade De Nigris Van Center recebeu, no dia 3 de março, clientes e fornecedores para um café mais do que especial. Os convidados puderam desfrutar de uma agradável manhã, com a presença de personagens de cinema e, claro, condições incríveis preparadas pela gerente Marlucia Pessanha.

DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

CAFÉ DA MANHÃ PARA SEGMENTO ESCOLAR E AUTOESCOLA

A equipe de vendas do Van Center recebeu os clientes dos segmentos de transporte escolar, autoescola e despachante, na unidade De Nigris de Guarulhos, no dia 19 de maio, para um café da manhã. Na ocasião, os convidados puderam conhecer as novidades da Sprinter Mercedes-Benz, oportunidades de negócios, consórcio Mercabenco, ofertas em peças e serviços e planos de manutenção. Tudo pensado para atender às necessidades do segmento.

DIVULGAÇÃO

OFERTAS IMPERDÍVEIS EM GUARULHOS

A De Nigris de Guarulhos promoveu, dia 3 de maio, seu Dia de Ofertas Imperdíveis. Um dia inteiro de ofertas de peças Alliance, Renov, Genuínas e serviços Mercedes-Benz, preparadas especialmente pela equipe. Como tradicionalmente acontece, depois de aproveitar a oportunidade para fechar bons negócios, os clientes fecharam o dia com um animado happy hour! 32


DIVULGAÇÃO

33ª AKIMATSURI, EM MOGI DAS CRUZES

Nos dias 7, 8, 14 e 15 de abril, a equipe De Nigris esteve na 33ª Akimatsuri, um dos principais festivais japoneses do Brasil, realizado em Mogi das Cruzes. Marcamos presença no Centro Esportivo Bunkyo com nossos modelos Atego 2426 e 815, Accelo 1316 e uma chassi Sprinter, além, é claro, de um leque de opções e ótimas condições de negócios aos visitantes. DIVULGAÇÃO

FEICON BATIMAT, EM SÃO PAULO

A De Nigris participou da Feicon/Batimat, o Salão Internacional da Construção e Arquitetura, realizado de 10 a 13 de abril, na São Paulo Expo. O evento é uma referência por ser considerado uma plataforma de inspiração, conhecimento e relacionamento para seus milhares de visitantes. A De Nigris marcou presença com atendimento exclusivo em caminhões Mercedes-Benz, com ótimas opções de financiamento e condições especiais para associados Anamaco.

DIVULGAÇÃO

ENTREGA DE UTIS MÓVEIS AO SAMU

VISITA À FÁBRICA MERCEDES-BENZ

Claudeci Júnior_DE NIGRIS

A De Nigris São Paulo levou clientes para conhecer a fábrica da Mercedes-Benz em São Bernardo do Campo, dia 27 de março. Durante a oportunidade, além de conhecer de perto como são fabricados os caminhões, eles puderam saber ainda mais sobre os diferenciais, economia, conforto e robustez dos veículos. Um dia repleto de conhecimento, descontração e muito bate-papo.

A De Nigris Sorocaba recebeu em 25 de março o Presidente da República Michel Temer para entregar 300 Sprinters/ UTI Móveis aos Samu (Serviço de Atendimento Móvel De Urgência) . O lote fazia parte de uma licitação de 998 furgões Sprinter para transformação em UTI móveis, que serão distribuídas a várias cidades do País. Mais uma vez nossas Vans Mercedes-Benz se destacaram por sua avançada tecnologia, performance e qualidade.

33


Investimento

Em prol da mobilidade sustentável De Nigris fecha contrato com a Michelin para implantação de recapadora e Truck Center de pneus

O

Grupo De Nigris fortalece a parceria com a maior fábrica de pneus no Brasil, a Michelin, aumentando o leque de negócios. Desde janeiro deste ano, a unidade de Sorocaba iniciou a comercialização de pneus da marca e fechou contrato para implantação da planta de recapagem Michelin. “Essa iniciativa fortalece nossa presença no mercado de caminhões e utilitários, com perspectivas de um incremento importante de faturamento e receita nesse segmento”, afirma Afabio Freitas, diretor da De Nigris Sorocaba. Com este investimento, as vendas de pneus Michelin partiram do zero em janeiro e vêm

aumentando significativamente mês a mês. Com a nova planta da Michelin em Sorocaba, prevista para este ano, a De Nigris estará preparada para atender todas as marcas, com o fornecimento de pneus, recapagem e todos os serviços do Truck Center De Nigris Michelin. Segundo Afábio, a modalidade acordada com a Michelin foi a Especialista, que exige investimentos específicos, treinamentos e aplicação de todos os conceitos Michelin. “O que nos dará um diferencial em relação aos concorrentes, podendo assim oferecer o que há de melhor”, observa. “O Truck Center terá como diferencial o atendimento a veículos de todas as marcas, onde efetuaremos serviços em vans e caminhões”, complementa Vitor Finotti, gerente de Vendas de Pneus. Ele explica que no serviço de recapagem, a De Nigris é assistida pela própria Michelin na aquisição de equipamentos, treinamento dos colaboradores, na implantação do processo de produção e na aquisição da matéria-prima. “A matéria-prima merece um destaque especial por se tratar da banda de rodagem Michelin, na qual disponibilizaremos o Recamic para carcaças de outros fabricantes e o Refil Michelin para as carcaças, que são, por natureza de sua construção, mais robustas e resistentes”, destaca Finotti. A construção da nova recapadora Michelin é estratégica para o Grupo De Nigris, pois será responsável pela recapagem dos pneus de todas as suas unidades. “Podemos destacar a importância do atendimento das regiões de Sorocaba e Itapeva, que estão desassistidas da recapagem da Michelin. Nessas regiões, os proprietários de veículos necessitam esperar de uma semana a 15 dias para terem seus pneus de volta quando buscam a qualidade Michelin”, observa Freitas.

Michelin investe no conceito de ‘vida total’ A Michelin lidera a inovação de pro- to da carcaça e reduzir o consumo pressivos é o pneu com conceito Justo dutos e serviços com foco no tripé: de matéria-prima. “Nossa missão é Perfil (pneu 275/70 R22.5 XTE2, de aumento da segurança, redução de contribuir para um transporte mais perfil mais baixo, série 70, específicusto operacional e minimização seguro, mais limpo e mais eficiente. co para os eixos livres de reboques do impacto ambiental do transpor- Precisamos preparar o futuro e tornar e semi-reboques, proporcionando te. Sob o conceito de “vida total”, a a mobilidade mais sustentável, sob o maior aderência e segurança na empresa oferece o serviço exclusi- aspecto social, econômico e ambien- condução do veículo), que está 10kg vo Recapagem Michelin em todo o tal”, afirma Isabella Ferraz, diretora mais leve, com a mesma capacidade Brasil. A iniciativa, que tem como o de Marketing da Michelin América de carga, gerando menos consumo objetivo maximizar o aproveitamen- do Sul. Um exemplo com números ex- de matéria-prima na sua fabricação. 34


As vantagens da Recapagem MAIS ECONOMIA 1 Performance similar ao pneu novo; 2 Conserva a matéria-prima, o que reduz o descarte; 3 Custo por quilômetro dos pneus recapados pode ser reduzido de maneira significativa, em comparação aos novos; 4 Oferece redução significativa de consumo de combustível, em comparação aos demais serviços do mercado; MAIS RESPEITO AO MEIO AMBIENTE 1 Reduz descarte de pneus, por causa do reuso; 2 Menor emissão de CO2, devido à baixa taxa de resistência à rodagem dos pneus; 3 Procedimento evita a utilização de componentes voláteis e orgânicos; 4 Processo Refill cumpre as normas ambientais da certificação ISO 9001:2000. MAIS SEGURANÇA 1 As recapagens são realizadas dentro dos procedimentos Michelin; 2 As carcaças são analisadas antes e depois dos processos; 3 Os Serviços de reparação também fazem parte do processo de recapagem. FONTE: MICHELIN

DIVULGAÇÃO

35


Chapéu

Automóveis

Veículos comerciais DE NIGRIS DISTRIBUIDORA

SÃO PAULO

Av. Otaviano Alves de Lima, 2.600 Bairro do Limão - São Paulo

Av. Hélio Pelegrino, 35 - Bairro Vila Nova Conceição

11. 3933.9000

11. 5099.9999

COMERCIAL DE NIGRIS

R. Luís dos Santos Cabral, 216 Bairro Jd. Anália Franco

Av. Dr. Rudge Ramos, 859 - Bairro Rudge Ramos São Bernardo do Campo

11. 2672.8899

11. 4366.8000

CAMPINAS

OFICINA DEDICADA CASA DO CEGONHEIRO

Av. Antônio Carlos Couto de Barros, 1555, Bairro Vila Sônia - Sousas

Av. Nicola Demarchi, 545 - Bairro Demarchi São Bernardo do Campo

19. 3758.8800

11. 4396.2522

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

DE NIGRIS GUARULHOS

Av. Dep. Benetito Matarazzo, 9.575 – Jd. Osvaldo Cruz

Rua Eduardo Froner, 1.070 Bairro Bonsucesso

12. 3923.5600

11. 2461.9000

DE NIGRIS SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

SÃO PAULO

Av. Dep. Benedito Matarazzo, 13.131 Bairro V. Industrial

Av. Europa, 725 Bairro Jd. Europa

12. 3906.5500

11. 3933.4200

DE NIGRIS SOROCABA

CAMPINAS

Rod. Raposo Tavares, Km 103,9 Bairro Itanguá

R. Pedro Domingos Vitali, 300 Bairro Pq. Itália

19. 3772.1306

15. 3229.8800

DE NIGRIS ITAPEVA

Av. dos Expedicionários de Itapeva, 76 Bairro Ressaca

Outras empresas do Grupo

15. 3526.9900 DE NIGRIS ITU

SÃO PAULO

Avenida Dr. Octaviano Pereira Mendes, 700 Bairro Liberdade

Rua Maestro Gabriel Migliori, 76 Bairro do Limão

11. 4013.7300

11. 3933 9000

SÃO PAULO

SÃO PAULO

Av. dos Bandeirantes, 3.999 Bairro Saúde

Av. Brasil, 799 Jardim América

11. 2663.2600

11. 3065.2222

A DE NIGRIS NA WEB

denigris .com.br 36

Facebook.com /grupoDeNigris

Chat on-line

LinkedIn /mbDeNigris Instagram /Grupo.DeNigris

VOCÊ DE NIGRIS | Edição 16  
VOCÊ DE NIGRIS | Edição 16  
Advertisement