Page 1

Ano

7 A SERVIÇO DA COMUNIDADE E DA VERDADE

LENÇÓIS PAULISTA, 10 DE MARÇO DE 2018 - EDIÇÃO Nº 247 - DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

3263.1740

99658.9731

Atualização justa - Crescimento da cidade, com criação de vários bairros nos últimos 20 anos, era uma das causas que exigia da administração municipal uma adequação na escala de cobança do IPTU, que eliminasse as disparidades criadas com o tempo

Lençóis começa cobrar IPTU, após atualização que gerou justiça social Os carnês do IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano) e ISS (Imposto Sobre Serviço) começaram a ser entregues no início deste mês de março. Como foi feito em 2017, grande parte dos carnês estão sendo entregues pelos agentes comunitários de saúde (com a autorização dos mesmos), o que vai gerar economia para o município. Neste ano, o IPTU, um dos principais tributos da cidade e responsável

pela manutenção de serviços essenciais como educação, saúde, asfaltamento de ruas, entre outros, poderá ser pago com 10% de desconto à vista, com 10% de desconto para o pagamento parcelado em três vezes ou em nove vezes no valor integral, sem o desconto. O cálculo para o IPTU, a partir deste ano, passa a ser feito de acordo com a nova classificação no zoneamento da cidade. A iniciativa busca dar mais

equidade e justiça tributária na cobrança do tributo em Lençóis Paulista. A partir deste ano, foram excluídos nos carnês do IPTU os valores atribuídos à taxa de bombeiros, mediante manifestação do Supremo Tribunal Federal (STF). Já Taxa da Coleta de Lixo foi mantida e teve um pequeno reajuste, porque o valor cobrado anteriormente não cobria os custos da manutenção desse serviço. Página 3

Prefeitura de Agudos recupera estrada Sertãozinho Funcionários e máquinas da prefeitura de Agudos trabalharam na semana passada, em obras e serviços de recuperação da estrada Sertãozinho que é utilizada diariamente por sitiantes, proprietários e moradores da área rural. O local também receberá uma nova ponte, com recursos obtidos pelo prefeito Altair Francisco Silva, junto à Coordenadoria da Defesa Civil do Estado de São Paulo. O convênio para a liberação dos recursos, está na fase

de emissão de documentação de laudo técnico e sondagem de solo para início das obras ainda em março. De acordo com o prefeito, os serviços de recuperação e a construção da nova ponte beneficiam dezenas de agudenses que se utilizam desta estrada e contribuem para elevar o nível de desenvolvimento do município, que possui uma vasta extensão territorial e também para aumentar a qualidade de vida de quem mora e trabalha no meio rural.

Cooprelp faz hoje encontro regional de catadores de recicláveis Página 3

www.ClickLanchesAgora.com.br


2|

LENÇÓIS PAULISTA, 10 DE MARÇO DE 2018

O mundo vai girando Cada vez mais veloz A gente espera do mundo E o mundo espera de nós Um pouco mais de paciência.

Lenine

CHARGE

Enquanto todo mundo Espera a cura do mal E a loucura finge Que isso tudo é normal Eu finjo ter paciência

Sensibilidade feminina

CHARGEONLINE.COM.BR - IOTTI

EDITORIAL

Os primeiros sinais da coragem Uma das mudanças mais ousadas do governo de Anderson Prado começa, de fato, a ser vista, a partir de agora com a cobrança do IPTU, após a reclassificação do zoneamento tributário, que alterou os valores cobrados dos imóveis, de acordo com a classificação social de cada bairro, fazendo justiça na cobrança do imposto, ao cobrar mais de quem pode pagar mais e menos de quem não têm condições ou cobrando nada, de quem nada pode pagar, ao menos

este ano, devido à enchente de 2016. Como mostrou este jornal no ano passado, a tabela que escalonava os valores da cobrança tinha sido atualizada pela última vez há 20 anos, o que tornava a cobrança totalmente fora da realidade de uma cidade que se cresceu em número de bairros, famílias, além das alterações entre os que ficaram mais ricos e os que ficaram mais pobres, devido às lambanças federais dos últimos governos. Desde que o prefeito decidiu mexer no que parecia um vespeiro, algum alvoroço chegou a ser esboçado, mas para quem tem o mínimo de bom senso e capacidade de raciocínio, não

é possível criticar uma mudança que altera a forma de cobrança do IPTU entre bairros como Jardim Itamaraty e Vila Bacili, que era a mesma até então. Por isso mesmo, a coragem na alteração deve ser absorvida com tranquilidade pela população, uma vez que promove justiça social de fato, algo cada vez mais raro de ser ver no Brasil, e algo que foi mascarado durante muitos anos em Lençóis Paulista, por seus governos anteriores, que presenteavam a população com o pão e o circo, em nome da igualidade de direitos, enquanto beneficiava, aparentemente aos protegidos pelos interesses, no mínimo suspeitos da equipe governante.

Igualdade entre mulheres e homens: um sonho a mais Clemente Ganz Lúcio - A construção das condições, oportunidades e situações de igualdade entre mulheres e homens continua sendo um enorme desafio para a sociedade brasileira. Um problemão que precisa ser relembrado e enfrentado cotidianamente. Neste dia 08 de março duas importantes divulgações relembram esse desafio. O IBGE (www.ibge.gov.br) com “Estatísticas de gênero” e o DIEESE/Fundação Seade (www.dieese.org.br ou www.seade.gov.br) publicam “Mulheres no mercado de trabalho metropolitano de São Paulo 2018”. Os estudo mais uma vez confirmam que as mulheres trabalham mais na soma da jornada no emprego, nos cuidados da casa e da família; que as mulheres estudam mais e tem escolaridade mais elevada; que o cuidado dos filhos, dos doentes e dos idosos é de sua responsabilidade. Tudo isso é mais que os homens, mas elas ganham menos! Os estudos esmiúçam dados que, ano após ano, repetem que o problema é muito grave. Não desanimemos porque a situação já foi muito pior e vem mudando lentamente. As mulheres lutam e vem acelerando as mudanças, mas encontram múltiplas resistências. Começando pela casa, seria fundamental que houvesse equilíbrio entre homens e mulheres nos afazeres domésticos e nas responsabilidades com

a educação dos filhos, com o cuidado das crianças, adolescentes, velhos e doentes. Isso ajudaria os homens a viverem e a aprenderem com as alegrias e as tristezas da vida. No mercado de trabalho a mulher ampliou sua participação nas últimas décadas, mas esse crescimento estagnou nos anos recentes. A jornada em tempo parcial é maior entre as mulheres, uma forma de dar conta de todas as demais responsabilidades familiares. As mulheres trabalham predominantemente no setor de serviços e são a maioria absoluta no emprego doméstico. A taxa de desemprego entre as mulheres é maior e a remuneração é menor que a dos homens. Para as mulheres negras a situação piora em todos os aspectos. Para a mulher entrar em condições de igualdade no mercado de trabalho, a oferta de creche, educação infantil e educação básica em tempo integral é fundamental. A luta contra a desigualdade entre homens e mulheres é longa e difícil. Por exemplo: de cada 10 parlamentares, somente 1 é mulher, sendo que as mulheres são mais da metade da população que vota! São homens quem fazem as Leis e definem as regras do jogo social. Como mudar? Os homens são safos na arte de dominar e garantir a desigualdade a seu favor. Conseguem, por exemplo, transformar aquilo que a natureza delegou à mulher na

divisão da reprodução, em algo de menor importância. Mas o que é fantástico mesmo, é que a maternidade, o cuidado dos filhos e também dos velhos e doentes, é um depreciador, intencionalmente naturalizado, do valor monetário da remuneração do trabalho feminino assalariado, uma forma elegante de dizer: a mulher se ferra no mercado de trabalho. Governantes e parlamentares – homens! – tem a cara de pau de afirmar: a mulher deve se aposentar com a mesma idade dos homens. Irônicos, não deixam de tirar uma lasquinha: elas não querem a igualdade? Sem ilusões: os preconceitos também estão arraigados entre os trabalhadores e perpassam a estrutura e organização sindical. Observe uma reunião, uma assembleia ou a composição de uma diretoria sindical. Quem fala, quem manda e quem obedece. A mulher também é menos no meio sindical. Com certeza absoluta, a luta pela igualdade entre homens e mulheres é uma afirmação politica central no processo civilizatório. Essa luta começa e recomeça todos os dias, desde o instante que acordamos e deve constituir os nossos sonhos, aqueles que temos quando dormimos, e aqueles pelos quais lutamos, acordados. Clemente Ganz Lúcio é diretor técnico do DIEESE

Ao formar a mulher, Deus dotou-a de sensibilidade não encontrada no homem. Por isso a mulher é especial e completa o que lhe falta. Então o Senhor Deus declarou: “Não é bom que o homem esteja só; farei para ele alguém que o auxilie e lhe corresponda” (Gên. 2.18). Sem a companhia feminina e sem parceria na reprodução, o homem não pode viver plenamente a sua condição de ser humano. Respeitar a dignidade feminina e reconhecer seu potencial de realização como ser criado por Deus é mais do que dever é submeter-se ao que Deus estabeleceu. Como cristãos, precisamos dizer não a toda violência, seja ela física, verbal ou psicológica, que denigre o papel da mulher. A mulher já é atuante nos instrumentos diários na ministração do lar, no seio da família, na filantropia social, na literatura, no ensino, na Igreja onde se destaca nas áreas de liderança das organizações, nas missões e no ministério pastoral auxiliando e até exercendo o ministério, usando sua ferramenta principal que é a sensibilidade. “Reveste-se de força e dignidade sorrindo diante do futuro. Fala com sabedoria e ensina com amor” (Prov. 31.25-26). Nem sempre está livre da ansiedade e da preocupação, mas com sabedoria encontra alternativas para se superar, portanto cubram-se de vergonha aqueles que a desonram. Segundo as

palavras do apóstolo Pedro, as mulheres cristãs não precisam de joias finas nem de roupas luxuosas para serem belas, pois, já o são pelo seu espírito doce e tranquilo (I Pd. 3.3-4). Por isso é que pode sorrir diante do futuro ensinando seus filhos, aconselhando suas amigas, como conselheira sábia e amorosa. Respeitar a dignidade feminina e aceitar o seu potencial de realização como ser criado por Deus é mais do que dever. É submeter-se ao que Deus estabeleceu. Como cristãos, precisamos dizer não a toda violência que denigre o seu papel na sociedade de uma forma geral amando cada um a sua mulher como seu próprio corpo. Quem ama a sua mulher ama a si mesmo (Ef. 5.28). A base dessas expressões parte da determinação divina onde o homem e sua mulher estabelecem uma nova unidade familiar, formando juntos uma união inseparável, da qual “uma só carne”, é tanto sinal como manifestação. Logo, quando o homem ama a esposa, ama aquela que se tornou parte de si. O dia 8 de março é mais que uma data para homenageá-la, pois todos os dias são dias para a mulher crescer, se valorizar, ser valorizada, respeitada e amada. Assim é a mulher de Deus. Nela o Pai Eterno se alegra e é glorificado em vê-la agindo de acordo com sua vontade, que é boa e perfeita. Uma linda mulher é a que sorri diante do futuro, pois tem convicção de que Deus já está lá. Pastor Cabral é bacharel em Teologia pela Faculdade Teológica Batista do Grande ABC

Notícias de minha terra Queres notícias de minha terra? Pois bem, vou passar-te uma novidade que está encafifando os moradores. Lembra-te daquele tiozinho que morava em uma cabana escura à beira do lago, próximo ao capão de mato aonde os antigos diziam ser criadouro de saci? Pois bem. Aquele velhinho desapareceu e ninguém tem ideia de seu paradeiro. Não morreu, pois não houve enterro. Não saiu da cidade, até porque ele não tinha dinheiro para passagem e não suportaria longas caminhadas. Não levou nenhum de seus pertences, só a roupa que estava vestindo. Na parede de taipa da choupaninha estão ainda pendurados o bodoque feito de angico preto, a velha pica-pau, sua violinha de pinho e alguns trapos sujos. Da mesma maneira que chegou há décadas, desapareceu agora. Não se tem notícia de onde ele tenha vindo e nem para onde tenha ido. Sabe-se apenas que ele sumiu, desapareceu, escafedeu. O velho vira-lata que o acompanhava nas suas andanças ali pelas redondezas continua à sua espera próximo à porta principal da casinha. Desgastado pela fome, frio e pela tristeza por ter perdido o grande amigo, o cão já está moribundo, não come, não late e vez ou outra esboça levantar uma das orelhas carcomidas por insetos. Não se ouve mais o som da viola e nem as latidas do velho cão que, admitamos, está mais pra lá que pra cá. Mas, o interessante dessa história toda é que os moradores da região dizem escutar o som da viola, sobretudo nas noites enluaradas. Tem gente falando que o velho morreu, e que seu espírito volta para tocar viola. Há quem afirme que até alguns milagres ele já tenha feito.

Uma garota alega que depois de acender uma vela para a alma do velho violeiro, seu mancebo retornou mais apaixonado e estão prestes a contrair núpcias. Um produtor rural conta que uma nuvem de gafanhotos destruía sua lavoura e depois de fazer uma oração para o velho que supostamente tenha morrido, os insetos desapareceram e definitivamente a sua roça ficou livre daquela praga que já havia lhe proporcionado muita dor de cabeça e prejuízos. Vários são os motivos para se acreditar que de fato o violeiro tenha batido as botas, contudo, há uns linguarudos dizendo que ele se ajeitou, misturou os trapos, com uma morena rica que mora no extremo norte da cidade, onde não tem lago fétido, nem capão de mato com insetos e animais peçonhentos, nem cachorro pulguento por perto. O danado teria abandonado os velhos costumes, o bodoque, a espingardinha pica-pau e até a violinha para se embrenhar noutra vida, ao lado de sua musa, sua inspiração, sua companheira. Não tenho outra notícia para passar-te. Apenas essa. Como observas, minha terrinha é bastante pacata, não acontecem grandes crimes, não há furtos significativos, nem notícia de que uma rapariga engravide antes do casamento. Só uma coisa está deixando os moradores daqui bastante curiosos. Se aquele velho morreu, onde é que está o corpo dele? Se ele é aquele que grudou na morena rica, o que ele pode ter de tão especial para despertar o interesse dela? Não é verdade? Não é um caso curioso? Noutra ocasião te darei mais notícias sobre a minha terra. Benedicto Blanco é jornalista, colunista no Jornal Sabadão do Povo, administrador do site Lençóis Notícias e membro da Academia Literária Lençoense (ALL)

A SERVIÇO DA COMUNIDADE E DA VERDADE

WWW.SABADAODOPOVO.COM.BR CNPJ: 14.647.331./0001-22 - IE: 416.050.229.111 - Redação em Lençóis Paulista. Rua André Bacili, 45 - Telefone – (14) 3263-1740 Registrado no Cartório de Registros de Pessoas Jurídicas de Lençóis Paulista sob número 008 - Folha 15 - Livro B1 Jornalista responsável: Tania Cristina Morbi - MTB 52.193

Redação/reportagens: Tania Morbi

Na internet: http://issuu.com/billymao/docs - redacao@sabadaodopovo.com.br jornalsabadao@gmail.com No Facebook: Sabadao do povo - WhatsApp: 99658-9731 Circulação em Lençóis Paulista, Macatuba, Borebi e Agudos. Tiragem: 3.000exemplares com distribuição gratuita nas bancas e postos conveniados TODOS OS ARTIGOS SÃO DE RESPONSABILIDADE DE SEUS AUTORES

Tel.: (14) 3263.4528 (14) 99785.7646 Rua Joaquim Maria Contente, 240 - Maria Luiza I - Lençóis Paulista - SP


|3

LENÇÓIS PAULISTA, 10 DE MARÇO DE 2018

Após reclassificação tributária, IPTU mais justo começa a ser cobrado em Lençóis Os carnês do IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano) e ISS (Imposto Sobre Serviço) começaram a ser entregues no início deste mês de março. Como foi feito em 2017, grande parte dos carnês estão sendo entregues pelos agentes comunitários de saúde (com a autorização dos mesmos), o que vai gerar economia para o município. Neste ano, o IPTU, um dos principais tributos da cidade e responsável pela manutenção de serviços essenciais como educação, saúde, asfaltamento de ruas, entre outros, poderá ser pago com 10% de desconto à vista, com 10% de desconto para o pagamento parcelado em 3 vezes ou em 9 vezes no valor integral, sem o desconto. O cálculo para o IPTU, a partir deste ano, passa a ser feito de acordo com a nova classificação no zoneamento da cidade, aprovada pela Câmara Municipal de Vereadores e sancionada pelo prefeito Anderson Prado em 2017. A iniciativa busca dar mais equidade e justiça tributária na cobrança do tributo em Lençóis Paulista. A prefeitura lembra que a última reclassificação do zoneamento tributário foi feita há mais de 20 anos. Neste período, a cidade cresceu em todas as regiões com a criação de novos bairros ou a mudança das características de outros que, na época, eram loteamentos recém

-aprovados. Um dos exemplos é o do bairro Jardim Itamaraty, que antes estava na mesma zona de bairros como Vila Baccilli, Vila Repke e Vila Contente, e que agora, com a nova reclassificação, esse contribuinte vai pagar o mesmo que moradores do Jardim Ubirama, Vila Santa Cecília entre outros. Além da revisão da classificação, os imóveis atingidos pela enchente de 2016 estão isentos do pagamento do IPTU. “A proposta de isentar vem contribuir com a recuperação de um setor importante da comunidade lençoense, visto que abrange grande parte do comércio da cidade, que ainda está se levantando de uma catástrofe tão relevante, assim como os moradores de toda área de risco”, diz o prefeito Anderson Prado. Com a alteração da classificação dos imóveis, o valor do IPTU passa a ser calculado e escalonado de forma isonômica, levando-se em consideração as características dos bairros. “Com esta iniciativa, o Governo Municipal está promovendo a justiça tributária, já que bairros cujas casas e terrenos que têm um valor comercial alto estavam na mesma faixa de pagamento do IPTU de bairros que possui valores imobiliários bem menores. É importante lembrar também que há mais de 20 anos não existia uma reclassificação, o que,

Melhorias - Com nova tabela, bairros da periferia pagam menos

com o passar dos anos, acabou gerando distorções que agora foram corrigidas”, declarou o prefeito, que lembrou que bairros como o Jardim Carolina e o Jardim Ibaté tiveram redução no valor do tributo. Além disso, cerca de 2,5 mil imóveis não pagam IPTU porque não ultrapassam 58 metros quadrados de área construída. Outra alteração proposta pelo

Executivo e aprovada pela Câmara é a adequação do desconto oferecido para o pagamento à vista do tributo, que será de 10%. “Adequamos o percentual do pagamento à vista depois de um levantamento feito na região e outras cidades do estado de São Paulo, que demonstrou que o desconto à vista variava de 3% a 10%”, lembra o diretor de Finanças, Júlio Antônio

Gonçalves. O desconto praticado anteriormente, que era de 20%, sob análises técnicas poderia ser questionado pelo Tribunal de Contas por classificação de renúncia de receita. A Prefeitura ressalta ainda que, a partir deste ano, foram excluídos nos carnês do IPTU os valores atribuídos à taxa de bombeiros, mediante manifestação do Supremo Tribunal Federal (STF). Já Taxa da Coleta de Lixo foi mantida e teve um pequeno reajuste, porque o valor cobrado anteriormente não cobria os custos da manutenção desse serviço. “Mas mesmo com a revisão o morador vai pagar cerca de R$ 5 por mês para ter um serviço tão importante quanto a coleta de lixo em sua casa. Se pararmos para pensar, esse não é um valor alto diante do serviço que é realizado”, declarou o diretor. No exercício de 2018 foram gerados 31.022 carnês, sendo 26.470 de IPTU e 4.552 de ISS. Dos 4.552 carnês gerados para o pagamento do ISS, 32 foram entregues pelos Correios, 1.432 pelas equipes dos Agentes de Saúde e 3.088 pelos fiscais da diretoria de Finanças. Dos 26.470 carnês gerados para o pagamento do IPTU, 798 foram encaminhados via Correios, 21.187 entregues pelas equipes dos Agentes de Saúde e 4.485 pelos fiscais da Diretoria de Finanças.

Amamentação já atendeu mais de 850 mães em Agudos A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Agudos, divulgou os atendimentos de dois anos de funcionamento da Sala Aconchego, aberta em fevereiro de 2016, no Programa Municipal de Amamentação. De acordo com a enfermeira Camila Cirilo, que coordena as atividades do programa, inúmeras foram as conquistas, através das orientações e serviços que alcançaram mais de 850 mães e bebês, entre 2016 e 2017, além do cadastro de 12 mães doadoras de leite humano. “Sem dúvida, a nossa maior conquista foi o sucesso na amamentação, pois, o aleitamento materno é a mais sábia estratégia natural de vínculo, afeto, proteção e nutrição para a criança”, declarou a enfermeira. O prefeito Altair Francisco Silva e a secretária de Saúde Elisângela Bianchi Silva, também destacaram a importância do programa, no sentido de orientar, estimular e apoiar as mulheres, neste ato fundamental para a garantia e promoção da saúde dos bebês e das mães. A Prefeitura de Agudos é pioneira na região, em abrir uma sala de apoio ao aleitamento materno e Posto de Coleta de Leite Humano(PCLH) que é um serviço especializado vinculado ao Banco de Leite Humano de Bauru e Associação Hospitalar de Agudos. A Sala Aconchego funciona no Posto de Saúde Dr. Jacob Casseb, na Rua 7 de Setembro nº1189, Centro, com horário de atendimento de segunda a sexta-feira, das 7h às 13h. Competem ao posto de coleta de leite humano as seguintes atividades: desenvolver ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno, como programas de incentivo e sensibilização sobre a doação de leite humano. Prestar assistência à gestante, puérpera, nutriz e lactente na prática do aleitamento materno. Em relação à gestante: prepará-la para a amamentação; elaborar medidas de prevenção de doenças e outros fatores que impeçam a amamentação ou a doação de leite humano ordenhado. Quanto à puérpera, à nutriz e ao lactente, prestar orientações sobre: autocuidado com a mama puerperal; cuidados ao amamentar; pega, posição e sucção; ordenha, co-

leta e armazenamento do leite ordenhado no domicílio. Giovanna Cardozo, mãe da Tiemi de quatro meses é uma das mulheres atendidas na Sala Aconchego. Para ela, as orientações recebidas foram muito importantes e trouxeram benefícios para o desenvolvimento da filha que está pesando oito quilos, tendo como alimento somente o leite materno. Sarah de Mello da Silva Ferreira, foi uma das primeiras pacientes do programa de amamentação. Ela conta que teve muitas dificuldades para amamentar e quando procurou a Sala Aconchego, recebeu também muito carinho e apoio, além dos cuidados de enfermagem. “Este carinho e apoio foi muito importante emocionalmente e aqui pude conhecer o caso de outras mães e tive disposição para não desistir da amamentação. O ato de amamentar ajuda a voltar o peso mais

rápido, fortalece o vínculo entre mãe e filho e garante a saúde do bebê”, conta animada a mãe que continua amamentado a filha Nicole de 2 anos. Maira Hernandes, mãe do Francisco de um aninho, diz que na Sala Aconchego aprendeu a suportar a dor e vê-la transformada em prazer de amamentar. “No começo era muito difícil a sensação de dor, mas depois fica prazeroso e amamentar faz voltar o peso rapidinho. Mas o mais importante é que o aleitamento materno dá uma satisfação para a mãe que vê o filho ganhando peso e tendo o sistema imunológico fortalecido, com um alimento que sai de dentro da gente”, relata Maira. O pediatra Eli Garcia Filho, que integra a equipe do programa de amamentação, garante que o leite materno é o melhor alimento que existe, pois previne doenças, alergias e aumenta a imunidade.

Prefeitura de Agudos faz limpeza na Avenida Richard Freudemberg Funcionários da Prefeitura estão por toda a cidade, realizando serviços de limpeza, tapa buracos, varrição de ruas, capinação e manutenção de praças, jardins e das duas avenidas de entrada da cidade, após o período de chuvas intensas que acaba acarretando estragos na pavimentação, o crescimento de mato, o acúmulo de lixo, entulhos e terra de enxurradas. Esta semana, além dos serviços nos bairros, os servidores municipais fizeram a manutenção do paisagismo na Avenida Richard Freudemberg, com serviços de limpeza e roçadeiras para

Mais saúde - Maira Hernandes e o filho Francisco: segurança

aparar a grama dos canteiros, deixando a Avenida em condições ideais, para o fluxo de pedestres, ciclistas e veículos e também para atender os requisitos de Município de Interesse Turístico. Segundo o prefeito Altair Francisco Silva, há um grande esforço por parte da Administração Municipal, para que os serviços das secretarias de Obras e Vias Públicas sejam realizados em todos os bairros, para que toda a população seja beneficiada com uma cidade limpa que promova qualidade de vida e um ambiente agradável tanto para os moradores, quanto para os turistas que frequentemente visitam o Município.


4|

LENÇÓIS PAULISTA, 10 DE MARÇO DE 2018

Saúde intensifica combate à tuberculose A diretoria municipal de Saúde, de acordo com programação da Secretaria Estadual, intensifica até o dia 19 de março a busca por casos de tuberculose no município. A meta é colher escarro de 1% da população por ano, o que daria no município de Lençóis Paulista, 656 exames por ano. Em 2016 a diretoria de Saúde obteve

um índice de 16%. Em 2017 foi alcançado o índice de 24%. A taxa de incidência de tuberculose aumentou de 2016 para 2017, de 0,30/1000 habitantes para 0,48/1000 habitantes. Por isso, todas as unidades do município foram orientadas a realizar palestras, orientações, enfim, estimular a coleta de escarro dos

cidadãos sintomáticos. Desde segunda-feira, dia 5, membros do Grupo de vigilância Epidemiológica tem feito palestras e deixado potinhos para coleta do material. Na terça-feira, dia 6, junto com o CREAS, os agentes visitaram pontos dos moradores de rua para orientação e de como coletar o escarro. Quem tem tosse por mais

de duas semanas deve procurar a Unidade de Saúde mais próxima para realizar a coleta. A equipe da vigilância epidemiológica enviou dados e “potinhos” para UPA, CMU, Hospital, e também a Eba, Foccus e Ambiental, solicitando exames dos colaboradores sintomáticos. Também consta da

programação o envio de material para coleta junto a medicina do trabalho da Prefeitura, e a Lwart/Lwarcel A Tuberculose é uma doença infecciosa causada pelo Bacilo M. Tuberculosis e transmitida por via aérea, a partir da inalação de gotículas contendo bacilos expelidos pela tosse,

fala ou espirro do doente com tuberculose ativa. Ela afeta geralmente os pulmões, mas também pode afetar outras partes do corpo como ossos, intestino, bexiga, meninge etc. Os sintomas são tosse, febrícula ao entardecer, suor noturno, falta de apetite, emagrecimento, fraqueza e mal estar geral.

Amigas se unem em projeto Amor Animal em Agudos A união de um grupo de amigas, em Agudos, ajuda a resgatar animais abandonados e a cuidar de bichos de estimação de famílias carentes. É o Projeto Amor Animal, formado pelas amigas Daniele Santos Tentor Peres, Derli Sant’Anna, Maria Isabel Santiago, Marina Alcarde Balestra, Nayana Laura Evangelista Barbosa, Maria Sílvia Paoletti Almeida Prado e Wanderleia Gonçalves Correa de Oliveira, além de ao menos outros 30 voluntários. O projeto foi formado há em 2015, com foco em ajudar animais abandonados, mas as voluntárias também ajudam famílias carentes a cuidar de seus bichinhos. “Principalmente com medicamentos. Criamos uma Farmacinha Pet do Projeto, onde as pessoas doam remédios novos, ou aqueles que tem em casa e não usam

mais, e repassamos para pessoas carentes, que precisam de algum remédio”, explicou Maria Isabel Santiago. Para manter a ajuda, as voluntárias contam com apoio do Ambulatório Municipal de Animais, no caso dos primeiros socorros. Mas há ainda as doações em valores mensais ou eventuais e em produtos que possibilitam que o projeto se mantenha. “Só conseguimos continuar porque temos amigos parceiros do Projeto”, afirmou Bel, como é chamada. Além disso, as voluntárias realizam eventos como pedágio e feira de adoção, quando conseguem com a venda de produtos (copos, canecas, chaveiros, adesivos, camisetas, etc), arrecadar recursos. Este ano, pela primeira vez, vão fazer um bazar voltado à causa animal. O principal contato com as voluntárias é pelo Facebook,

onde as pessoas avisam sobre animais abandonados ou machucados. “Mas, só podemos resgatar quando temos lugar em nossos lares temporários, ou pedimos na hora pelo lar temporário! Quando alguém cede sua casa para cuidar do animal, auxiliamos com ração e medicamentos até o animal ser adotado!! Não temos sede, nem canil, nem telefone para contato, somente nossa página no Facebook”. Atualmente, o grupo cuida de 18 animais, entre cães adultos e filhotes, em lares temporários, e nas próprias casas. Até agora, foram resgatados 176 animais, sendo que 135 foram adotados, sob a assinatura de um Termo de Responsabilidade de Adoção. “Nossa luta é diária para poder cuidar deles, toda ajuda sempre é muito bem-vinda”, conclui.

Devedores terão desconto ao renegociar impostos em Agudos O prefeito de Agudos, Altair Francisco Silva (PRB), sancionou dois projetos de lei aprovados pela Câmara para implantação do Programa de Recuperação Fiscal (Refis) na cidade, que prevê desconto de 100% nos juros e multas para quem pagar à

vista impostos em atraso. O primeiro concede desconto para devedores de IPTU, ISS, ITBI, Taxa de Licença e Contribuição de Melhoria. Além de juros e multas, quem optar pela adesão ao programa também terá isenção de 100% nos honorários advocatícios.

Para o pagamento em até três parcelas, os descontos serão de 75%. As condições especiais serão concedidas pelo Executivo até 31 de maio. A adesão dos contribuintes pode ser feita no Setor de Lançadoria da prefeitura, que fica na Praça Tiradentes, 650, Centro, de segunda a

sexta-feira, das 7h às 18h. A prefeitura também está concedendo descontos de 100% nos juros, multas e honorários advocatícios sobre os valores da “Taxa do Lixo” referentes aos anos de 1999 e 2000. Os contribuintes que possuem imóveis em seus nomes

e receberam cobrança da taxa devem procurar o setor de Lançadoria e efetuar o pagamento à vista com os descontos. O município oferece ainda possibilidade de parcelamento, desde que o valor de cada parcela não seja inferior a R$ 10. Nesse caso, a adesão pode

ser feita até 27 de dezembro. Segundo o prefeito, a isenção dos juros e multas e o parcelamento foram as maneiras encontradas pela administração para cumprir a decisão judicial de cobrança da taxa sem penalizar o contribuinte.

Lençóis realiza neste sábado encontro regional de catadores de recicláveis Cerca de 200 pessoas de mais de 20 cidades do Estado devem se reunir neste sábado, dia 10, no ginásio do Toniquinho (Núcleo), a partir das 8h, para discutir os avanços conquistados e aqueles ainda a serem buscados pela categoria das mulheres e homens catadores de materiais recicláveis. O 51º Encontro Regional de Catadoras e Catadores de Materiais Recicláveis do Comitê do Oeste Paulista está sendo organizado, em Lençóis Paulista, pela Cooprelp (Cooperativa de Recicláveis de Lençóis Paulista). Além das cidades da região como Jaú, Botucatu e Avaré,

também devem enviar representantes cidades mais distantes como Ourinhos, Presidente Prudente e Piracicaba. O evento tem apoio da Arco (Associação Regional De Catadores De Materiais Recicláveis Do Oeste Paulista), Coopercop (Cooperativa dos Catadores do Oeste Paulista), Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis e SEMUC (Secretaria Estadual das Mulheres de Materiais Recicláveis). Segundo a presidente da cooperativa, Marilza Rodrigues, o evento servirá para que todos os participantes possam trocar informações e experiências, mas também marcará a semana em que é comemorado

MUSCULAÇÃO - CONDICIONAMENTO FÍSICO FUNCIONAL (COM PROF. ANDRÉ CAPELLARI)

o Dia Internacional da Mulher. Por isso, uma mesa de debates sobre violência doméstica será montada para discussão sobre os avanços na implantação da Lei Maria da Penha e sobre o que ainda é preciso conquistar. Mulheres que foram vítimas deste tipo de violência também darão seus depoimentos. A Promotora de Justiça Débora Orsi Dutra deve participar, assim como representantes da Funasa (Fundação Nacional da Saúde). “O evento tem vários objetivos, além da questão ambiental, na qual atuamos diretamente, também pretendemos mostrar que nosso trabalho Limpo - Catadora da Cooprelp separa material

é igual ao de qualquer outro trabalhador. Temos nosso papel social para representar e combater o preconceito de que quem trabalha neste setor são pessoas excluídas da sociedade, como ex-dependentes químicos, ex-presidiários, entre outros”, afirmou Marilza. Além do encontro no Toniquinho, está prevista uma marcha realizada pelos participantes por ruas da cidade. “Hoje fazemos parte de um grupo nacional, que nos ajuda a alcançar as conquistas que buscamos, mas a participação da sociedade para que possamos desempenhar bem o nosso papel é fundamental”, ressaltou.

Tel.: (14) 3263.2833 | Cel.: (14) 998027554


|5

LENÇÓIS PAULISTA, 10 DE MARÇO DE 2018

Moradores reclamam por não colocação de passarela sob a Rodovia Marechal Rondon Moradores do Jardim Primavera procuraram a redação do jornal Sabadão do Povo para relatar a dificulculdade que continua sendo acessar a região da Avenida Papa João Paulo Segundo e Cecap, bem como para pegar o transporte, naquela região, para ir ao trabalho. A passarela, arrancada com a enchente de 2016, seria substituida pelo acesso retirado da ponte Frigol, segundo chgou a cogitar a prefeitura, Mas, atpe agora a instalação não foi feita. A passarela retirada da ponte seria instalada ainda no ano passado, no entanto, permanece ao relento, próximo ao local da instalação. Os moradores reclamam. Para os moradores ouvidos, apesar de estar recebendo

atenção, como a troca da iluminação, muitas coisas ainda faltam no bairro. A moradora Maria Luzine da Silva, pede por uma passagem em nível na Avenida Antonio Segala. “Ainda tem quem entre na contramão aqui em alta velocidade. O problema é que sempre há criança na rua. Na semana passada, uma criança foi atropelada e parou embaixo do carro. Por sorte não ficou ferida e não foi necessário fazer uma ocorrência”, disse a moradora. Outro problema apontado por ela foi a falta de uma Academia de Ginástica ao ar livre. “Sob essas árvores seria o local ideal para a implantação e atenderia todo o bairro”, disse a mulher.

Iluminação A iluminação esta sendo melhorada no bairro e apenas algumas ruas estão sem a nova rede. “Estão olhando para o bairro, coisa que durante anos não acontecia”, disse uma moradora. Outro ponto mostrado por moradores é a passagem dentro do bairro ligando a avenida Luiz Boso com a travessa Capelari. O lugar, que facilita a passagem pelos moradores, tem um enorme buraco no local, supostamente causado pelas chuvas. Os moradores colocaram paus para sinalizar a passagem e evitar que alguém sofra uma queda no lugar ou venha a quebrar uma perna, se cair no buraco.

Começa votação para Rainha da Facilpa A votação on-line para eleger a Rainha da Facilpa 2018 começa dia 16 de março e vai selecionar as 14 finalistas do concurso. Ao todo, 37 meninas fizeram a inscrição, participaram da sessão de fotos e, agora, concorrem a um lugar na corte mais querida e famosa de toda a região. Para votar é bem simples: basta acessar o site oficial do concurso (www.rainhadafacilpa.com.br), clicar em “vote

agora” e escolher a favorita. Ainda no endereço eletrônico, o internauta encontra todas as informações e o perfil das postulantes à Rainha, Princesa e Madrinha. Na fanpage oficial do Rainha da Facilpa no Facebook é possível conhecer um pouco de todas as candidatas. A grande final do Rainha da Facilpa 2018 acontece no dia 23 de abril, às 20h, no Teatro Municipal Adélia Lorenzetti.

ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA EDITAL

Lençóis Paulista, 06 de março de 2018. CLUBE ESPORTIVO MARIMBONDO LUIS FERNANDO GODINHO BRIGIDO - PRESIDENTE

Valor da publicação: R552,00

Ficam os sócios proprietários convocados a comparecer na ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA no próximo dia 26 de março de 2018, segunda-feira, às 19h00min, no Salão Social (Sala VIP), para a seguinte ordem do dia: ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA Apreciação e aprovação das contas do exercício de 2017; Outros assuntos de interesse da sociedade. Não havendo quórum no primeiro horário, a ASSEMBLÉIA será instalada às 19h30min com qualquer número de sócios presentes.

www.CLICKLANCHESAGORA.com.br


6|

LENÇÓIS PAULISTA, 10 DE MARÇO DE 2018

Sabadao do Povo - Edição 247 - 10/03/2017  
Sabadao do Povo - Edição 247 - 10/03/2017  
Advertisement