Issuu on Google+

Revista Época

Como o aquecimento global vai afetar o Brasil (http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/1,,EDG76861-5990,00.html) 17 de Abril de 2011 – 15h20min Mariana Gentile Matasnº 20

1º ano A

Andressa Maia Iacopi nº 2 A reportagem “Aquecimento Global”, publicada no site da Revista Época fala a respeito da gravidade do aquecimento global que está ocorrendo constantemente no nosso planeta. O aquecimento global está relacionado ao constante aumento médio da temperatura terrestre. Muitos cientistas atribuem este aumento da temperatura ao efeito estufa que ocorre por causa da quantidade de CO2 e outros gases poluentes na atmosfera. Esta alteração da atmosfera impede que os raios solares sejam refletidos para o espaço, voltando para a Terra e provocando o aquecimento global. Ela também nos informa sobre os problemas desse aquecimento da Terra, e como isso poderia afetar o nosso ecossistema e suas atividades naturais. Segundo cientistas, um aumento de temperatura de 2 graus provoca alterações nos sistemas de chuvas e secas, porém as formas de vida conseguem se adaptar. Por sua vez, um aumento de 5 graus na temperatura seria devastador, exterminando a agricultura e pecuária, inundando cidades litorâneas e ocasionando furacões em quase todos os oceanos. Essa reportagem apresenta as informações de que o aquecimento global é resultante de uma alteração na atmosfera da Terra, consequente da liberação de uma grande quantidade de gás carbônico expelido na queima de combustíveis fosseis (como gasolina, óleo diesel, gás natural e carvão mineral) e das queimadas. Em 1905, a temperatura média do planeta era de 13,78 graus Celsius. Hoje, está em torno de 14,50 graus, e até o fim do século, vai crescer para algo entre 16,50 e 19 graus. Uma das consequências do aquecimento global é o derretimento das geleiras, elevando o nível do mar. Com esse derretimento, a temperatura do mar fica mais baixa, fazendo com que a brisa marítima se encontre com a brisa


terrestre, causando grandes furacões. Como não é possível evitar os furacões, o que pode ser feito é alertar a população para se preparar e se proteger destes, por meio do desenvolvimento de sistemas de alerta contra furacões, sendo, desta forma, possível retirar a população quando a tempestade se aproxima e reduzir o número de mortes. Outro problema do aquecimento global é o desaparecimento completo da floresta amazônica. A temperatura elevada ocasionaria um aumento dos períodos de estiagem, uma queda na umidade natural da floresta acabando com o vapor de água da transpiração das plantas, que protege as árvores das queimadas. O desaparecimento de metade da Floresta Amazônica também pode reduzir em até 35% a umidade nas regiões Sul e Sudeste do país, afetando os ciclos de chuvas. O que pode ser feito para garantir a continuação da floresta amazônica seria a criação de mais unidades de conservação, como reservas e parques ecológicos e o reflorestamento com espécies nativas das áreas já degradadas. Alguns céticos como o pesquisador Luis Carlos Molion, professor da Universidade Federal de Alagoas, e o grupo Cosmics Leaving Outdoor Droplets (CLOUD), acreditam que o aquecimento global é apenas um fenômeno que já ocorreu antes, entre os séculos IX e XIV, quando algumas regiões do mundo experimentaram uma alta de temperatura como a que estamos vivendo hoje, resultando em uma Pequena Era Glacial, com resfriamento da temperatura planetária. Para eles, este aquecimento global é apenas mais um fenômeno semelhante ao outro, e poderá resultar em uma Nova Era Glacial. O argumento deles é o de que simplesmente não sabemos o bastante sobre os sistemas climáticos de longo prazo para afirmar alguma coisa com certeza. Referências Bibliográficas Arini J. Como o aquecimento global vai afetar o Brasil. Revista Época, edição 463, 2008. FONTE:http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/1,,EDG768615990,00.html Clark J. Os céticos quanto ao clima estão certos? Os argumentos dos céticos quanto ao aquecimento global. FONTE: http://ambiente.hsw.uol.com.br/ceticosdo-clima1.htm FONTE: http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/1,,EDG768615990,00.html Colégio Nossa Senhora Aparecida


Aquecimento global