Issuu on Google+

E C O D E S IG N Tr a b a lh o d e D e s m on t a ge m


In t r od u ção

O projeto de um produto deve levar em consideração toda a vida útil dele, desde sua fabricação até o descarte. É dever da empresa fabricante possibilitar o reaproveitamento desses materiais facilitando a desmontagem e assim, economizando tempo e barateando o processo de reciclagem desses produtos. Na disciplina de EcoDesign fizemos a desmontagem de um Rádio Automotivo para analisar as dificuldades encontradas por quem tenta reutilizar peças de aparelhos eletrônicos.


R テ. IO AU TO MO TIVO


D e s m on t a ge m

A parte da frente do rádio era presa por engates e dois parafusos. Ao retirarmos a parte da frente, diversos botões de plástico, sem especificação do tipo de polímero, quebraram-se.


D e s m on t a ge m

A parte da carcaça do rádio era inteiriça e presa com rebites. A remoção foi difícil deixando marcas visíveis na peça, prejudicando um possível reaproveitamento.


D e s m on t a ge m

Ao abrimos a carcaça removemos uma tampa de proteção da placa interna do produto, presa por engates. Tal modo de junção agilizou a desmontagem, porém exigiu o uso de força bruta, danificando a peça.


D e s m on t a ge m A falta de espaรงo entre as peรงas que compunham o rรกdio dificultou a retirada dos parafusos que prendiam a placa principal.


Os botĂľes eram presos Ă  placa por parafusos de mesma bitola dos que prendiam a parte externa do aparelho possibilitando o uso de apenas uma ferramenta.

D e s m on t a ge m


D e s m on t a ge m

Os botões eram cobertos por uma espécie de borracha, também sem identificação sobre o material utilizado na fabricação.


D e s m on t a ge m Na parte interna o rádio possuía uma bateria presa com engate e cola, além de algumas peças pequenas presas com parafusos de bitola menor que os da parte externa, cobertos por cola.


C om p on e n t e s e Ma t e r ia is  30 parafusos (oito não foram removidos)  1 bateria de lítio  3 placas eletrônicas, duas de pequeno porte, conectada com uma de grande porte  4 carcaças de metal não especificado  18 botões de plástico  1 peça frontal de polímero não especificado  1 peça de borracha  6 molas de pequeno porte (a maior contendo, no máximo, 40 mm)  16 engrenagens de polímero não identificado


C om p on e n t e s e Ma t e r ia is  Diversas peças de encaixe que tinham a função de reprodução de fitas tipo K-7, sem identificação do tipo de metal  Entre 18 e 20 fios de cobre que ligavam a aparelhagem com as placas eletrônicas, feitos de cobre com revestimento plástico  1 folha plástica  3 peças metálicas de mesmo material das carcaças que protegiam partes da placa eletrônicas principal  A placa principal continha componentes variados sem identificação


E le m e n t os d e J u n çã o    

30 Parafusos 6 Rebites 2 Pinos Cerca de 8 encaixes, que mantinham a carcaça na forma ideal  Uma das carcaças havia dobras que evitavam que o rádio fosse facilmente desmontado, o que seguiria o sistema de junção de deformação  Cola, para a bateria e os diversos elementos da placa eletrônica principal  Solda


C on s id e r a çõe s F in a is Ao concluirmos a desmontagem do produto, observamos que nenhuma das peças tinha especificação do material em que foi fabricado, com exceção da bateria, em que classificava seu interior feito de lítio (Li). Para a facilitação da desmontagem deste rádio, recomendaríamos a mudança de alguns engates, assim como a substituição dos rebites, que foram muito difíceis de retirar, por parafusos com um tamanho padrão para todo o produto.


An n a d e C a r li Mile n a d a S ilva Ta m a r a Vie ga s


Trabalho de desmontagem