Page 1

Informativo do Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado de Minas Gerais e do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo de Minas Gerais - Sistema Ocemg/Sescoop-MG

Ano XI - Nº 234 - Abril/2011 www.minasgerais.coop.br

Exportações das cooperativas brasileiras batem recorde em 2010 Págs. 6 e 7

Cooperativismo se mobiliza pela aprovação do Código Florestal Página 10

Ramo Crédito é tema de reunião entre OCB e Banco Central Página 8


Informativo do Sistema Ocemg/Sescoop-MG - Ano XI - Nº 234 - abril 2011

expediente

editorial Qualificação, busca pela excelência! Os investimentos em qualificação profissional são determinantes para o sucesso no ambiente corporativo. Isso não é novidade para ninguém. O assunto, entretanto, deve ser ressaltado sempre que possível para que fique bem claro que as empresas, incluindo as cooperativas, que não se atualizam e acompanham as constantes mudanças do mercado, certamente, encontram dificuldades de crescimento e expansão. Essa atualização, de maneira resumida, só pode acontecer por meio dos profissionais que decidem e operacionalizam as atividades cotidianas das organizações. Atualmente, não mais há espaço para quem desenvolve suas rotinas de uma maneira descontextualizada da realidade marcada pela competitividade. O mercado de trabalho é dinâmico e não busca somente profissionais que tenham habilidades técnicas, mas também habilidades ligadas à criatividade e proatividade. Esse é o conjunto que determina o que chamamos de eficiência. O assunto, portanto, merece toda a atenção das cooperativas mineiras. Dirigentes, cooperados e empregados devem atuar de maneira alinhada aos objetivos estratégicos da entidade da qual fazem parte, buscando sempre contribuir para o desenvolvimento contínuo. E, para isso, necessariamente, precisam estar atentos e atualizados sobre tudo o que diz respeito ao seu entorno. Novamente, reforçamos o compromisso permanente do Sistema “S” e sua contribuição comprovada na qualificação de mão-de-obra, abrangendo milhares de pessoas em todo o país. O Serviço Nacional de Aprendi-

Rua Ceará, 771, Funcionários - BH - MG Telefone: (31) 3025-7100/www.minasgerais.coop.br Presidente do Sistema Ocemg/Sescoop-MG Ronaldo Ernesto Scucato Vice-presidente da Ocemg Luiz Gonzaga Viana Lage Conselho Diretor da Ocemg Almyr Vargas de Paula Carlos Alberto Paulino da Costa Flávio Lúcio Moreira Bicalho Geraldo Magela da Silva Henrique Souza Saldanha Jamil José Saliba João Batista Bartoli Noronha José Augusto Ferreira José Edgard Pinto Paiva José Nilton Gomes Barbosa Matusalém Dias Sampaio Renato Nunes dos Santos Roberto Cleber Cunha Carvalho Conselho Fiscal da Ocemg Cristiano Felix dos Santos Silva Evaldo Moreira de Matos Tatiana Campos Salles Silva Conselho de Ética da Ocemg Irone Martins de Sampaio José Acácio Carneiro Luiz Otávio Fernandes de Andrade Superintendente do Sistema Ocemg/Sescoop-MG William Bicalho da Cruz Conselho Adm. do Sescoop/MG Jorge Nobuhico Kiryu Adalberto de Souza Lima Raimundo Sérgio Campos Francisco Miranda Figueiredo Filho Conselho Fiscal do Sescoop/MG Elton Evangelista Corrêa Lima Urias Geraldo de Sousa José Ailton Junqueira de Carvalho

Fotografia: Arquivo OCB, Fernandes Alves, Agência Nitro, Arquivo Sistema Ocemg/Sescoop-MG, Wilson Avelar. Impressão: Lastro Tiragem: 3 mil exemplares

Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado de Minas Gerais e Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo de Minas Gerais Rua Ceará, 771 - Funcionários / Belo Horizonte /MG Tel: 31. 3025-7100 - www.ocemg.coop.br / ocemg@ocemg.coop.br

O conteúdo desta publicação pode ser fonte de produção de outros conteúdos, desde que devidamente referenciados.

2

Presidente do Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado de Minas Gerais (Ocemg) e do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop-MG)

zagem do Cooperativismo de Minas Gerais (Sescoop-MG) oferece um extenso portfolio de cursos e atividades voltadas à capacitação e promoção social do segmento. Um contingente superior a um milhão de pessoas já foi capacitado desde que a entidade começou a atuar. Desde as áreas técnicas e operacionais, de essencial importância para o cooperativismo mineiro, até as comportamentais e sociais, o Sescoop-MG desenvolve diversas atividades, como cursos, seminários, encontros regionais e congressos, além de projetos que vão ao encontro de uma proposta fundamentada na qualificação com foco em resultados eficazes diante do mercado. Para que nos tornemos ainda mais fortes e competitivos, nada precisa ser reinventado. O caminho é um só: profissionalização. Acreditamos no aprimoramento constante. Basta a formulação das novas necessidades e a redefinição das antigas para enfrentar as adversidades diuturnas, com respostas rápidas às necessidades que se apresentam.

imagem do mês RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2010

Produção/Projeto Gráfico Visual Eficaz Comunicação & Marketing Reportagem, Redação, Edição Jornalistas Responsáveis: Valéria Rodrigues MTB: 3516 Vera Lima MG 04523JP Telefax: (31) 3047-6122/e-mail: eficaz@uaivip.com.br www.eficazcomunicacao.com

Ronaldo Scucato

Sistema Ocemg/Sescoop-MG apresenta publicação contendo o resumo de suas ações realizadas no ano passado.


cooperação

visita Novos diretores da Calu visitam o Sistema Ocemg/Sescoop-MG No dia 22 de março, o presidente da Calu, Cenyldes Moura Vieira, o diretor-geral, Ulysses de Freitas Júnior, e o coordenador contábil, Manoel da Silva, visitaram a Casa do Cooperativismo Mineiro. A nova diretoria foi eleita no início de março, em Assembleia Geral Ordinária (AGO), e esteve em Belo Horizonte para se apresentar e estreitar relações com o Sistema Ocemg/Sescoop-MG. O grupo foi recebido pelo superintendente da Casa, William Bicalho da Cruz, que enfatizou a disposição do Sistema em contribuir para o contínuo desenvolvimento da cooperativa. Durante a visita, foi apresentado o portfolio de cursos e atividades do Sescoop-MG aos diretores, que confirmaram a importância de investimentos em programas de capacitação, atualização e profissionalização do cooperativismo mineiro. Na ocasião, Cenyldes falou sobre a obra da nova indústria da Calu, bem como de outras propostas da diretoria, como o prosseguimento da assistência técnica ao cooperado e a otimi-

zação das lojas agropecuárias. Cenyldes Moura Vieira é graduado em Gestão de Agronegócios, pós-graduado em Pecuária Leiteira, pecuarista e cooperado Calu há 26 anos.

Diretoria da Calu é recebida pelo Superintendente William Bicalho

evento Inscrições abertas para o Coopsportes Começa em agosto a 9ª edição do Coopsportes – Esportes Cooperativos de Minas Gerais, competição esportiva promovida pelo Sistema Ocemg/SescoopMG. Os interessados têm até o dia 14 de maio para realizar suas inscrições. Trata-se de uma oportunidade para os cooperados interagirem fora do ambiente de trabalho, criando uma maior proximidade no segmento. O evento é composto por várias modalidades esportivas, como futsal, vôlei, peteca, tênis de mesa, atletismo, entre

outras. Serão realizadas duas etapas classificatórias, entre os dias 05 e 07 e 26 e 28 de agosto, respectivamente. Os dois primeiros colocados de cada fase disputam a vitória do torneio na grande final, que acontece entre os dias 23 e 25 de setembro, quando serão conhecidos os campeões de todas as modalidades. A proposta dos jogos é, por meio do esporte, estreitar relações, estimulando maior sinergia entre dirigentes, empregados e associados das cooperativas mineiras. O Coopsportes será realizado em

Belo Horizonte, no Sesc Venda Nova. Acesse mais informações pelo site www.minasgerais.coop.br.

agenda Sescoop-MG / Maio 2011 02 e 03 - Curso: Orientações para Atuação do Conselho Fiscal - Turma 2 - Uberlândia 05 e 06 - Curso: Capacitação Técnica para Conselheiros de Administração e Fiscal das Cooperativas Singulares de Crédito - BH 04 - Palestra - Orientações Básicas sobre Cooperativismo - BH 07 - Cooperativismo e Arte nos Parques de BH (Dia das mães) - Parque Lagoa do Nado 09 e 10 - Formacoop - mód. 3 - Gestão de Pessoas - Turma 1 - BH 12 e 13 - Curso: Orientações para Atuação do Conselho Fiscal - Turma 3 - Uberlândia 13 - Curso: SPED Fiscal - Pis Cofins - Uberlândia 16 - Curso: SPED Fiscal - Pis Cofins - Varginha 16 e 17 - Curso: Formação de Analista de Crédito - Avançado - Ramo Crédito - BH 16 e 17 - Formacoop - mód 2 - A Arte de Falar em Público - Paracatu 17 - Lançamento do Dia C - 2011 18 - Palestra - Orientações Básicas sobre Cooperativismo - BH

18 - Teatro - Itaúna 19 - Curso: SPED Fiscal - Pis Cofins - Montes Claros 19 e 20 - Curso: PNL - Programação Neurolinguística - BH 21 - Cooperativismo e Arte nos Parques de BH - Lagoa Seca 21 e 22 - Curso: A Cooperativa de Crédito e o Sistema Financeiro Nacional - Montes Claros 23 e 24 - Curso: Orientações para Atuação do Conselho Fiscal - Montes Claros 23 e 24 - Curso: Orientações para Atuação do Conselho Fiscal - Turma 1 - BH 23 e 24 - Curso: Técnicas de Negociação - Gov. Valadares 23 e 24 - Curso: A Cooperativa de Crédito e o Sistema Financeiro Nacional - BH 30 - Cuso: DIPJ para Sociedade Cooperativa - BH 30 e 31 - Formacoop - mód. 3 - Gestão de Pessoas - Turma 2- BH 31 - Curso: SPED Fiscal - Pis Cofins - Juiz de Fora

3


Informativo do Sistema Ocemg/Sescoop-MG - Ano XI - Nº 234 - abril 2011

finanças Adiada resolução referente ao Conselho Federal de Contabilidade A Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) conquistou uma importante vitória para o cooperativismo no País. Por meio de intensas reuniões e reivindicações, a entidade conseguiu adiar a entrada em vigor da Resolução do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) nº 1.324, que trata da transferência do capital social das cooperativas do patrimônio líquido para o passivo não circulante. A determinação do CFC passaria a valer a partir de janeiro deste ano. Atualmente o patrimônio líquido é classificado como capital. Com a alteração, esse

mesmo capital se tornaria passivo não circulante, ou seja, seria interpretado como dívida. A medida também prejudicaria as cooperativas na participação em licitações, por exemplo. O gerente-geral administrativo do Sistema Ocemg/Sescoop-MG, Francisco Gonçalves Filho, defendeu as alterações na Resolução. De acordo com ele, ficou estabelecido que será criado um grupo técnico para discutir pontos específicos que podem prejudicar o setor cooperativista. Assim, será sugerida nova redação para contornar os problemas que atingiriam diretamente o cooperativismo em nível nacional.

diálogo Sistema retoma Reuniões Regionais com Dirigentes A partir de abril, o Sistema Ocemg/ Sescoop-MG retomará o trabalho de contato direto com as cooperativas por meio das Reuniões Regionais com Dirigentes, as chamadas reuniões de interiorização. Serão realizados seis encontros ao longo do ano. Em 2011, além dos objetivos de integração do Sistema Ocemg/Sescoop-MG com as cooperativas e incentivo à intercooperação, a iniciativa propõe ainda a apresentação e a discussão de temas relacionados à gestão profissionalizada e ao sistema sindical das cooperativas.

De acordo com o presidente do Sistema, Ronaldo Scucato, que participará dos encontros, as reuniões são fundamentais para o crescimento e desenvolvimento do universo cooperativista mineiro. “Certamente, será um momento singular para a troca de experiências e exposição de ideias, sugestões e demandas para que nosso objetivo maior, que é continuar representando cada vez melhor o cooperativismo mineiro, seja alcançado”, confirmou. As reuniões acontecerão nas cidades de Uberlândia (19/04), Governador

Valadares (21/06), Varginha (04/07), Juiz de Fora (04/08), Belo Horizonte (16/08) e Montes Claros (01/09).

Promover o diálogo com os cooperados é a meta do Sistema

crescimento Cresce número de associados e empregados em cooperativas O número de associados e colaboradores do cooperativismo brasileiro aumentou em 2010. De acordo com estudo elaborado pela Gerência de Mercados da OCB, foram contabilizados ano passado 9,01 milhões de associados e 298 mil empregados. Em 2009, eram cerca de 8,3 milhões de associados e 274 mil empregados. Os segmentos de crédito e transporte foram os que mais ampliaram o número de colaboradores, respectivamente com 322 mil, em 2010, contra 107 mil em

4

2009 e, aproximadamente, 4,01 milhões ano passado e 3,05 milhões no ano anterior. O presidente da OCB, Márcio Lopes de Freitas, atribui a unificação das cooperativas, em prol de um trabalho conjunto, como a grande responsável por esse importante desempenho. “Esse percentual apresentado está atrelado ao amadurecimento no processo de gestão das cooperativas, por meio da implantação de políticas que promovem o aumento de associados.”

NÚMEROS NO BRASIL 6.652 Cooperativas 9.016.527 Associados 298.182 Empregados

NÚMEROS EM MINAS 784 Cooperativas 925.701 Associados 29.829 Empregados


cooperação

conscientização Cooperativismo e Arte nos Parques de BH A primeira edição do ano do “Cooperativismo e Arte nos Parques de BH” foi realizada no dia 09 de abril, na Praça JK, bairro Sion, com muita alegria e animação. O evento teve como tema o Dia Mundial de Luta Contra o Câncer e buscou ampliar o conhecimento da população sobre o tratamento e, principalmente, sobre a prevenção da doença. Para tanto, contou com a participação especial da Fundação Centro de Hematologia e Hemoterapia de Minas Gerais (Hemominas). Representantes da instituição prestaram esclarecimentos sobre doações de sangue e medula óssea, confirmando a importância do ato de doar, e distribuíram folders educativos. A Uniodonto-BH (Cooperativa de Trabalho Odontológico Ltda.) também esteve presente com profissionais que alertaram o público sobre os riscos do câncer bucal. O Sistema abraçou a causa de combate ao câncer, com o intuito de unir esforços com outras esferas sociais no enfrentamento à doença. A preocupação se justifica porque, de acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), no Brasil e no Mundo, entre as doenças crônicas não-transmissíveis, o câncer já é a segunda causa de morte, perdendo apenas para as cardiovasculares. De acordo com a Union for International Câncer Control (UICC), o câncer custou US$ 1 trilhão à economia global em mortes prematuras e invalidez, resultando em um impacto econômico 20% maior que as doenças cardiovasculares. Outras atividades de lazer, entretenimento e prestação de serviço também foram promovidas. O evento, realizado desde 2008, tem por objetivo dar visibilidade ao segmento, bem como às ações cooperativistas, mostrando que sua atuação interage com vários segmentos profissionais e com a comunidade como um todo. É uma parceria entre o Sistema Ocemg/Sescoop-MG e a Fundação de Parques Municipais e conta ainda com o apoio da Copasa e do jornal Hoje em Dia.

Aproximadamente 800 pessoas prestigiaram o evento

Participaram do evento as cooperativas Coopifor, Coopen-BH e Uniodonto-BH com estandes para apresentar os trabalhos que realizam. A Cooperativa de Arte e Música de Minas Gerais (Musiart) comandou o show musical por meio de sua orquestra, presenteando o público com música de qualidade. “Essas ações visam difundir a doutrina cooperativista e também divulgar as atividades do Sistema junto à comunidade e, acima de tudo, como tais práticas contribuem para o bem-estar social de toda a população”, destaca a responsável pela área de promoção social do Sistema, Cláudia Mello. Bastante entusiasmado com o evento, o presidente do Sistema Ocemg/Sescoop-MG, Ronaldo Scucato, falou da importância do projeto para o cooperativismo mineiro. “A iniciativa representa uma oportunidade de difundirmos as ações e os ideais cooperativistas. Acredito que a missão tem sido alcançada, pois cresce a cada edição o número de pessoas que participam. Além disso, estamos le-

vando lazer e cultura para toda a sociedade belo-horizontina - com música de qualidade, gratuitamente”.

A Orquestra Musiart animou o público

Visibilidade As cooperativas participantes comemoraram a oportunidade de mostrar suas ações. “É imprescindível que as pessoas tenham consciência da contribuição do cooperativismo nos mais diversos ramos e como suas atividades contribuem para o bem-estar social”, disse o vice-presidente da Cooperativa de Trabalho dos Consultores e Instrutores de Formação Profissional, Promoção Social e Econômica Ltda. (Coopifor), Newton de Alencar. A cooperativa promoveu, em seu estande, oficinas de artesanato e colocou em exposição produtos produzidos pelos cooperados. Segundo Alencar, a cooperativa, que atua na área de formação profissional, realiza cerca de cinco mil cursos por ano, contemplando aproximadamente 50 mil pessoas em todo o Estado. A Cooperativa de Ensino de Belo Horizonte (Coopen-BH) realizou oficinas voltadas para as crianças com material reciclável, com intuito de ensiná-los a importância de reutilizar produtos, respeitando o meio ambiente. “Faz-se necessário conscientizar as novas gerações sobre os cuidados que devemos ter com o planeta, adotando uma postura correta do ponto de vista ecológico”, destacou a diretora da Coopen-BH, Valéria Iglesias. Diversão Mais uma vez, o espaço para as crianças foi garantido – brincadeiras como pula-pula e tobogã inflável, além da distribuição gratuita de algodão doce e pipoca. “Sempre que tem este tipo de evento na praça eu adoro, porque posso vir para me divertir”, disse Stephane de Oliveira Gomes, 11 anos. Mesmo quem não era criança e passou pelo local se empolgou com o que viu. “O evento está muito bem organizado e divulgado. Espero que mais ações como essas sejam promovidas”, defendeu o empresário, Marcos Guimarães Bacelar. Confira o calendário das próximas apresentações do projeto:

07 de maio

Parque Lagoa do Nado

21 de maio

Praça Lagoa Seca

04 de junho

Parque das Mangabeiras

09 de julho

Praça da Assembleia

23 de julho

Praça da Liberdade

01 de outubro

Parque Ecológico Renato Azeredo

5


Informativo do Sistema Ocemg/Sescoop-MG - Ano XI - Nº 234 - abril 2011

desempenho

Cooperativas brasileiras bat Em 2010, as cooperativas brasileiras registraram crescimento recorde nas exportações, fechando o ano com US$ 4,4 bilhões, valor que representa incremento de 21,7% em relação ao ano anterior. Em 2009 foram registrados US$ 3,6 bilhões. Os dados fazem parte de um estudo realizado pela Gerência de Mercados da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), com base em números da Secretaria de Comércio do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). De acordo com o presidente do Sistema Ocemg/Sescoop-MG, Ronaldo Scucato, o bom desempenho está relacionado à profissionalização do segmento e sua capacidade de recuperação econômica diante de situações adversas. O levantamento apontou como grande protagonista desse crescimento o setor do agronegócio, com participação direta em 99% das exportações. O segmento sucroalcooleiro contribuiu com 39,3% das exportações registradas, em seguida, aparecem o complexo de soja (grão, óleo e farelo), com 25,6%, e as carnes, que responderam por 16,9%. Café, cereais, algodão, frutas, produtos hortículas, leite e laticínios contribuíram com 9,2%, 2,2%, 1,7%, 0,9%, 0,8% e 07%, respectivamente. Os mercados que mais se beneficiaram com as exportações cooperativistas foram China e Emirados Árabes. Essas nações tiveram ampliação recente de suas relações comerciais com as cooperativas brasileiras. Os chineses ficaram com a primeira posição na importação dos produtos brasileiros em 2010, superando os alemães, que foram os princi-

6

pais compradores em 2009. Só para ilustrar, os chineses consumiram, em 2010, US$ 516,44 milhões - valor correspondente a 11,69% do total exportado. Os Emirados Árabes contabilizaram um valor de US$ 423,91 milhões, ou seja, 9,6% de produtos comercializados. Os alemães registraram um total de importações no valor de US$ 394,84 milhões, 8,94% no total de vendas. Destaque mineiro As cooperativas mineiras tiveram participação significativa nas exportações do cooperativismo, ocupando a terceira posição com US$ 453,2 milhões de vendas em 2010, valor correspondente a 10% do valor exportado. Minas Gerais ficou atrás apenas do Paraná e de São Paulo, respectivamente com US$ 1,6 e 1,5 bilhão. O café foi o principal produto exportado pelas cooperativas mineiras no ano passado, representando 90% do total comercializado. Em 2009, o percentual foi de 83,3%. Na balança comercial, destaque para os países Emirados Árabes, Malásia, Rússia, Japão e parte da América do Norte como principais mercados compradores. Perspectivas Para os próximos

anos, a expectativa do cooperativismo é de pleno desenvolvimento, com expansão de mercado, exigência dos consumidores por mais qualidade e criação de produtos que estejam em conformidade com a ótica socioambiental. A partir dessa previsão, que tem base em registros de crescimento médio anual das exportações das cooperativas brasileiras, é possível vislumbrar um aumento de 11% em 2011, com projeção de vendas estimada em US$ 6,802 milhões para 2014. De acordo com o relatório da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico, em parceria com a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação - OCDE-FAO Agricultural Outlook 2009-2018, até 2050 a população mundial deve crescer de 7 para 9 bilhões. Para atender os anseios das novas gerações, serão necessários investimentos que potencializem a produção de grãos em 50% e o de carnes precisa ser dobrado. “Esse cenário reforça o Brasil como grande produtor de alimentos, e as cooperativas, que têm participação expressiva nessa produção, têm a oportunidade de ocupar um espaço ainda maior, tanto no mercado interno quanto no externo”, avalia o gerente de Mercados da OCB, Evandro Ninaut. Agropecuária é o setor que mais cresceu na última década A agropecuária foi o segmento com maior percentual de crescimento nos últimos 10 anos. Prova disso são os números coletados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), após realização do último censo divulgado ano passado. De acordo com o instituto, no período de 2000 a 2010, a agropecuária registrou Produto Interno Bruto (PIB) com crescimento médio anual de 3,67%. O dado é maior que o PIB computado


Informativo do Sistema Ocemg/Sescoop-MG - Ano XI - Nº 234 - abril 2011

crédito

Presidente do BC recebe diretores da OCB

O presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Márcio Lopes de Freitas, e o vice-presidente da entidade, também presidente do Sistema Ocemg/Sescoop-MG, Ronaldo Scucato, estiveram reunidos com o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, no último dia 21 de março, em Brasília. O presidente da Frente Parlamentar do Cooperativismo (Frencoop), deputado federal Odacir Zonta, também participou da reunião. Na oportunidade, os cooperativistas fizeram um convite a Tombini para participar da reunião do Conselho Consultivo

política

do Ramo Crédito (Ceco), agendada para o dia 04 de maio. O presidente da OCB fez questão de mencionar o papel do Banco Central, que, por meio de uma gestão eficiente, contribui significativamente para o crescimento do cooperativismo nacional. Ainda durante a reunião, Tombini recebeu da OCB uma pauta com pontos importantes a serem discutidos no que diz respeito ao segmento cooperativista de crédito. O presidente do Banco Central acolheu com especial atenção as reivindicações e encaminhou a demanda para as áreas técnicas determinando rapidez nas análises.

Reunião que discutiu as reivindicações do segmento cooperativista

Lançamento da Agenda Legislativa do Cooperativismo e posse da Frencoop

Considerado como material norteador para os trabalhos da Frente Parlamentar do Cooperativismo (Frencoop), a 5ª edição da Agenda Legislativa do Cooperativismo foi lançada no último dia 22, em Brasília. A iniciativa, que é de responsabilidade da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), em parceria com a Frencoop, visa promover a participação e o empenho de parlamentares no Congresso Nacional pela defesa dos interesses do segmento. Participaram da solenidade aproximadamente 400 pessoas, entre lideranças cooperativistas, parlamentares, membros de outras instituições e do Governo Federal, como o presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia, e o ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi. O presidente da OCB, Márcio Lopes de Freitas, afirmou que a agenda cumpre um papel estratégico no estreitamento entre o setor cooperativista e o âmbito Legislativo. “Neste formato de trabalho é possível estabelecer maior proximidade e saber quais são as demandas do nosso

segmento. Fato que será vital para o trabalho dos parlamentares”. No mesmo dia foi instalada a Frente Parlamentar do Cooperativismo para a 54ª legislatura, composta por 221 parlamentares, sendo 197 deputados e 24 senadores. A expectativa é que os parlamentares fomentem a discussão sobre temas inerentes ao segmento por meio de

votação de projetos de lei, realização de discussões e outras atividades. O presidente da Frente, deputado federal Odacir Zonta, destacou os desafios da Frencoop. “São inúmeras as metas que temos pela frente, entre elas a aprovação do novo Código Florestal Brasileiro, e não vamos medir esforços para conquistá-las nessa nova gestão”, garantiu.

Parlamentares integrantes da Frencoop

resolução TST publica decisão sobre obrigatoriedade de concursos no Sistema “S” O Tribunal Superior do Trabalho (Oitava Turma) publicou, no último dia 01 de abril, decisão favorável ao Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo de Minas Gerais (Sescoop-MG) em relação a não obrigatoriedade de realização de concurso público para contratação de pessoal. Conforme a decisão, o Sescoop-MG,

8

como serviço social autônomo e pessoa jurídica de direito privado, não integra a Administração Pública, sujeita aos preceitos do art. 37 da Constituição da República. Assim, a entidade não precisa seguir as regras dirigidas a tal segmento, devendo, porém, observar os princípios da legalidade, impessoalidade, moralida-

de, publicidade e eficiência, previstos na Constituição de 1988. Para o gerente jurídico do Sistema, Luiz Gustavo Saraiva, mesmo sujeitas à fiscalização do Tribunal de Contas da União, as entidades integrantes do Sistema “S” têm natureza jurídica de direito privado, o que impede a exigência de regras dirigidas à Administração Pública.


cooperação

jovens ACI define tema do Dia Internacional do Cooperativismo “Juventude: o futuro do cooperativismo” é o tema do 89º Dia Internacional do Cooperativismo. O evento é comemorado anualmente no primeiro sábado do mês de julho. O tema, definido pela Aliança Cooperativa Internacional (ACI), tem o objetivo de sensibilizar mais jovens sobre o caráter empreendedor e o papel de inclusão social do cooperativismo, além de levar ao conhecimento de toda a sociedade os benefícios, valores e princípios do segmento. A proposta é que a mobilização promova diálogo e entendimento entre as gerações, trazendo ideais como paz, liberdade e solidariedade, com foco sempre nos direitos humanos. Vale destacar que 2011 é o Ano Internacional da Juventude. Segundo a ACI, a criação de uma data especial aumenta a conscientização sobre o cooperativismo e ajuda a promover o movimento. Também é uma forma apropriada para maior aproximação com a sociedade, governo e instituições afins. História Embora a data oficial tenha sido criada em 1994, a ACI celebrou pela primeira vez o Dia Internacional do Cooperativismo em 1923. Mas foi em 1995 a primeira comemoração, marcando o centenário de criação da Aliança.

cidadania Campanha do Dia C 2011 será lançada em maio “Seja você também um voluntário” é o slogan da campanha do Dia de Cooperar (Dia C) deste ano. A partir de abril, as inscrições para o projeto que movimenta o cooperativismo mineiro estarão abertas. No dia 17 de maio será realizado, na sede do Sistema Ocemg/Sescoop-MG, um evento de lançamento da campanha de 2011, que contemplará, entre outras atividades, palestra e oficinas sobre a importância do voluntariado em projetos de Responsabilidade Social nas cooperativas. O Dia C acontecerá em toda Minas Gerais no dia 3 de setembro e tem o objetivo de promover, estimular e potencializar as ações

voluntárias do setor, de maneira simultânea. De acordo com a área de promoção social do Sistema, a começar deste ano, todos os primeiros sábados dos meses de setembro serão reservados à realização do evento em Minas. Desde 2009, o projeto já beneficiou milhares de pessoas. Apenas em 2010, 182 cooperativas aderiram a essa corrente do bem e participaram do projeto. O Dia C aconteceu em 103 municípios, contemplando mais de 12 mil voluntários e um número superior a 100 mil pessoas beneficiadas. Uma verdadeira maratona de ajuda mútua.

9


Informativo do Sistema Ocemg/Sescoop-MG - Ano XI - Nº 234 - abril 2011

critérios Mobilização em defesa do Código Florestal Uma mobilização pela aprovação do novo Código Florestal Brasileiro (CFB), em discussão no Congresso Nacional, aconteceu no último dia 05 de abril, em Brasília. Promovido pela Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) e pela Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), o evento reuniu cerca de 20 mil produtores e representantes das entidades ligadas ao setor produtivo, com objetivo de pressionar os parlamentares e sensibilizá-los pela aprovação da nova legislação ambiental. A mobilização aconteceu na Esplanada dos Ministérios. Cerca de 150 cooperativistas representantes de Estados produtores, mobilizados pela Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), participaram do evento. A ação parece ter sensibilizado as autoridades. O presidente da Câmara dos Deputados, deputado Marco Maia afirmou que, caso haja avanço nas negociações do Código, não vai medir esforços para colocar a pauta em discussão na Câmara ainda em abril. Defesa No final de março, o presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Márcio Lopes de Freitas, em entrevista coletiva à imprensa, já havia confirmado o apoio à mobilização e defendeu a necessidade urgente da votação da legislação nos Plenários da Câmara e do Senado “para definição deste marco regulatório”. Na oportunidade, foi lançada a cartilha “Revisão do Código Florestal: o desafio de preservar e produzir”. Para a OCB, a legislação atual está desconectada da realidade tanto no aspecto da proteção florestal quanto da atividade agrícola. O deputado Aldo Rebelo, relator do substitutivo à Lei 4.771/65, aprovado pela Comissão Especial, também participou da entrevista e admitiu que várias propostas apresentadas pelo setor produtivo podem ser acolhidas em seu relatório. Citou ainda as sugestões dos governadores da Bahia, Piauí,

Tocantins e Maranhão pela suspensão da moratória de cinco anos para novos desmatamentos nas áreas de fronteira agrícola, bem como a possível flexibilização da legislação em áreas onde se encontram nascentes de água. O parlamentar apresentou, à época, dados colhidos em diversas audiências públicas realizadas em todos os biomas, desde que assumiu a relatoria do projeto em 2009, das quais participaram, entre outros, representantes de órgãos públicos de gestão ambiental, sindicais, cooperativistas, institutos de pesquisa e universidades. As propostas inseridas na cartilha, com base no relatório substitutivo à Lei 4.771/65, prevêem mudanças na nova legislação, respeitando as peculiaridades de cada região, inclusive aquelas com atividades agropecuárias já consolidadas. A OCB afirma que o segmento cooperativista está atento à questão do Código Florestal e se manterá presente e atuante até a sua aprovação no Congresso Nacional.

Aprovação do Código Florestal é uma das prioridades dos cooperativistas em 2011

planejamento Plano Safra da Agricultura Familiar 2011/2012 O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), já iniciou os trabalhos para a elaboração do Plano Safra da Agricultura Familiar 2011/2012. A iniciativa beneficia diretamente produtores e cooperativas de todo o país. Com o objetivo de colaborar para a proposta final, a Organização das Cooperativas Brasileiras, em parceria com suas Unidades Estaduais, está recolhendo sugestões do cooperativismo para integrar o novo plano. De acordo com o gerente técnico do Sistema Ocemg/Sescoop-MG, Marco Túlio Borgatti, a participação das cooperativas na elaboração desse plano é fundamental. É a grande oportunidade de o setor identificar gargalos e sugerir propostas que facilitem sua atuação no mercado. Em Minas, as sugestões para o Plano podem ser enviadas para o Sistema pelo e-mail tecnica@minasgerais.coop.br.

10

Após o recebimento de todas as propostas, será elaborado um documento único que será encaminhado à OCB até o início de maio. Entre as facilidades e iniciativas que poderão integrar o Plano Safra da Agricultura Familiar 2011/2012 em benefício do segmento cooperativista estão: alterações de enquadramento à Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP jurídico), proposta de redução de 70% para 50% do número de agricultores familiares no quadro social das cooperativas, questões tributárias, assistência técnica, capacitação de dirigentes, desburocratização do Procap Agro e linha de crédito específica para agricultores familiares cooperativados (Pronaf Cotas-Partes). Outras indicações que poderão melhorar o desempenho do setor estão ligadas a linhas de crédito de investimento para agregação de renda à atividade rural (Pronaf-Agroindústria) e de crédito de custeio do beneficiamento, in-

dustrialização de agroindústrias familiares e de comercialização da agricultura familiar (Pronaf Custeio e Comercialização de Agroindústrias Familiares). Alguns desses programas têm baixíssima aplicação de recursos. Para mais informações sobre o assunto, entre em contato pelo telefone 31. 3025-7087 ou 3025-7088.


cooperação

coopercurtas Cooperárvore venderá produtos em shopping As vitrines do Betim Shopping terão uma nova opção de produtos. Isso porque a Cooperativa do Programa Árvore da Vida (Cooperárvore), da Fiat Automóveis, vai colocar em exposição seus produtos, sempre no último final de semana de cada mês. A ação tem um cunho social, já que busca dar visibilidade aos produtos feitos por trabalhadores da cooperativa, pessoas que, na sua maioria, são moradoras do bairro Jardim Teresópolis, no município betinense. Consolidada há seis anos, a Cooperárvore integra um programa cujo objetivo é promover atividades de geração de emprego e renda para jovens e adultos da comunidade. Ao todo são 27 pessoas produzindo diversos produtos, como bolsas, mochilas, sacolas ecológicas e outros artigos. Satisfeita com a exposição no Betim Shopping, a gerente administrativa da cooperativa, Luciana de Freitas, destaca a representatividade dessa ação para os cooperados. “Trata-se de uma oportunidade única - termos um retorno do cliente final sobre os nossos produtos, além da valorização da própria comunidade”. A gerente de marketing do shopping, Maíra Santos, avalia o principal ganho da

parceria. “É uma grande satisfação poder apoiar iniciativas que tenham como foco o benefício aos betinenses. Estamos muito contentes com o projeto e acreditamos em resultados bastante positivos”.

CrediservBH expandirá fronteiras Os servidores municipais de Betim, Brumadinho, Contagem, Ibirité, Ribeirão das Neves, Sabará, Santa Luzia e Vespasiano passarão a ser beneficiados pelos serviços da Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Servidores Municipais

da Prefeitura de Belo Horizonte (CrediservBH). Com o aval do Banco Central, concedido no dia 13 de dezembro de 2010, a cooperativa pôde expandir suas atividades para essas localidades. A expectativa é que, com a expansão de mercado, novas oportunidades apareçam para a CrediservBH, o que permitirá a ampliação de seus negócios, a partir do atendimento diferenciado, com vantagens para os novos públicos. Além da abertura do mercado, a construção da nova sede da cooperativa e a adesão da nova identidade do Sicoob também trarão mais benefícios e oportunidades de crescimento para a entidade.

Unimed Federação Minas celebra 34 anos A Unimed Federação Minas completou 34 anos de atividades no último dia 19 de março. Desde a sua criação, em 1977, a empresa sempre trabalhou buscando ser referência na área de assistência médica, contribuindo para a plena prosperidade do Sistema Unimed no Estado. Porém, a consolidação de um nome sólido e de respeito não é sinônimo de acomodação para a Federação. Em 2010, a entidade promoveu melhorias em seu formato de gestão para fortalecer cada vez mais o nome da Federação com o status de referência em atendimento às outras Unimeds. O presidente da instituição, Marcelo Mergh Monteiro, revela a postura da entidade no mercado e perante seus clientes. “Quando o assunto é Unimed, a Federação deve ser referência. Seja para as Unimeds, com as quais trabalhamos para somar esforços e diminuir custos, ou para o público em geral, para que se tenha conhecimento da força do nosso Sistema no Estado.” Monteiro confirma que a Unimed-MG é composta por 62 cooperativas, mais de 15 mil médicos e mais de dois milhões de clientes nos 853 municípios mineiros. E conclui: “estamos fazendo com que as Unimeds ampliem sua competitividade com investimentos no tripé pessoas, processos e tecnologia, o que, com certeza, resultará em crescimento para a Federação”.

Presidente da Unimed Federação Minas, Marcelo Mergh Monteiro

Cooperita de Itaúna completa 50 anos A Cooperativa dos Produtores Rurais de Itaúna (Cooperita) comemorou, em março, 50 anos de atuação. Para celebrar a data, a instituição organizou uma confraternização que contou com a presença de funcionários, fundadores, cooperados e amigos. Localizada na cidade de Itaúna, a 76 km de Belo Horizonte, a Cooperita carrega o status de ser uma das maiores e mais

estáveis cooperativas da região, construindo sua história baseada em relevantes serviços prestados ao produtor de leite. Supermercados, laticínios e armazém de insumos são alguns dos mecanismos que formam a estrutura da entidade. O presidente da entidade, Romário Rosa Morais, afirma que a trajetória da cooperativa prova a capacidade de crescimento do cooperativismo. “Nos-

sa história demonstra que o setor é forte e, quando todos unem forças em prol do bem comum, a tendência é que tudo transcorra de maneira positiva.” Morais lembra ainda que, desde 1961, apesar de todas as adversidades encontradas no trajeto, a Cooperita não recuou e conseguiu fazer um bom trabalho, tornando-se destaque na região.

11


Informativo do Sistema Ocemg/Sescoop-MG - Ano XI - Nº 234 - abril 2011

PRESIDENTE OCEMG/SESCOOP-MG Ronaldo Scucato - (31) 3025-7118 VICE-PRESIDENTE OCEMG/SESCOOP-MG Luiz Gonzaga Viana Lage - (31) 3025-7118 SUPERINTENDENTE OCEMG/SESCOOP-MG William Bicalho - (31) 3025-7118 SECRETARIA DA PRESIDÊNCIA E DIRETORIA E-mail: ocemg@minasgerais.coop.br Lígia Prudente - (31) 3025-7118 Rita de Cássia - (31) 3025-7119 RECEPÇÃO Daiane Cerqueira - (31) 3025-7100

GERÊNCIA ADMINISTRATIVA E-mail: administrativa@minasgerais.coop.br

GERÊNCIA DE INFORMÁTICA E-mail: informatica@minasgerais.coop.br

Gerente Robert Santos - (31) 3025-7057

Gerente Alexandre Gatti - (31) 3025-7066

Equipe Técnica Milene Dias - (31) 3025-7060 Enéias Costa - (31) 3025-7059 João Bráulio - (31) 3025-7058 Felipe Lima - (31) 3025-7061 Manoel Messias - (31) 3025-7090

Equipe Técnica José Alexandre - (31) 3025-7067 Samuel Fabiano - (31) 3025-7068 Renan Monteiro Rocha - (31) 3025-7068

Apoio Administrativo Herbert Rodrigues - (31) 3025-7063 Marcos Vinícius - (31) 3025-7056 Maria da Glória - (31) 3025-7085 Reginaldo Silva - (31) 3025-7052 Thiago Souza - (31) 3025-7063 Otávio Augusto - (31) 3025-7052 Luiz Carlos - (31) 3025-7052 GERÊNCIA GERAL TÉCNICA/CAPACITAÇÃO E-mail - capacitacao@minasgerais.coop.br Gerente Fabíola Toscano - (31) 3025-7108 Equipe Técnica Thaís Leite - (31) 3025-7109 Fabiana Pereira - (31) 3025-7104 Cláudia Mello - (31) 3025-7110 Thiago Martins - (31) 3025-7111 Kátia Castro - (31) 3025-7112 Maresa Durães - (31) 3025-7097 GERÊNCIA GERAL ADMINISTRATIVA/CONTROLADORIA E-mail: controladoria@minasgerais.coop.br Gerente Francisco Gonçalves - (31) 3025-7078 Equipe Técnica Elson Márcio - (31) 3025-7080 Gabriele Souza - (31) 3025-7082 Raquel Luciana - (31) 3025-7081 Anderson Barbosa - (31) 3025-7079 Andrea Carla - (31) 3025-7083 Gilmar de Souza - (31) 3025-7071 Nilde Russo - (31) 3025-7073 Daniel Papini - (31)3025-7075 Elias Oliveira - (31) 3025-7074

12

GERÊNCIA JURÍDICA E-mail: juridico@minasgerais.coop.br Gerente Luiz Gustavo Saraiva - (31) 3025-7092 Equipe Técnica Alexandre Simões - (31) 3025-7093 Isabela Chenna - (31) 3025-7103 Gabriela Cabral - (31) 3025-7094 Bruno Nunes - (31) 3025-7095 GERÊNCIA TÉCNICA E-mail: tecnica@minasgerais.coop.br Gerente Marco Túlio - (31) 3025-7087 Equipe Técnica Leonardo Santana - (31) 3025-7088 Raissa Nunes - (31) 3025-7089 GERÊNCIA DE ACOMPANHAMENTO DE COOPERATIVAS E-mail: cooperativa@minasgerais.coop.br Gerente Vitória Drumond - (31) 3025-7072 Equipe Técnica Evaldo Barbosa - (31) 3025-7053 Rodrigo Leocádio - (31) 3025-7054 Asenclever Aguiar - (31) - 3025-7053 Walison Roberto - (31) 3025-7054 COMUNICAÇÃO E-mail: comunicacao@minasgerais.coop.br Juliana Gomes - (31) 3025-7122 Jacqueline Gonçalves - (31) 3025-7123

Jornal Cooperação - Abril 2011  

Projeto desenvolvido na Eficaz Comunicação Cliente: OCEMG