Issuu on Google+

ACONSELHÁVEL PARA LEITORES ADULTOS


TAIKODOM

Publisher: Mauro Martinez dos Prazeres Diretor Geral: Walder Yano Diretor Editorial: Douglas Quinta Reis Rua Teodureto Souto, 624 - Cambuci CEP: 01539-000 – São Paulo – SP FONE: (11) 2127-8787 FAX: (11) 2127-8758 E-MAIL: hqdevir@devir.com.br SITE: www.devir.com.br/hqs

Equipe Universo Ficcional Taikodom E-MAIL: universotaikodom@hoplon.com SITE: www.universotaikodom.com.br Copyright 2009. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução total ou parcial, por quaisquer meios existentes ou que venham a ser criados no futuro sem autorização da Hoplon Infotainment S.A.

Roteiro:

Roctavio de Castro

VOLUME 2

Roctavio de Castro se formou em Jornalismo e trabalha há dez anos como redator freelancer e com roteiros audiovisuais. Já foi também webdesigner, fotógrafo e repórter. Roctavio participou, desde o início, da concepção e da documentação do universo ficcional criado pela Hoplon Infotainment, atuando junto com os criadores originais. Hoje, é editor do Universo Taikodom e estuda teoria literária por conta própria. Eterno Retorno é sua estreia profissional como roteirista de histórias em quadrinhos.

Desenho e Arte final: Eduardo Ferrara (IMAGINOS) Eduardo Ferrara iniciou a carreira de ilustrador em 1989 como assistente de estúdio e professor de desenho na escola de desenho Graphis, em São Paulo. Atualmente, tem seu próprio estúdio, o Imaginos, e ensina Desenho e Quadrinhos na Quanta Academia de Artes, ambos em São Paulo. Dono de um estilo de linhas movimentadas e expressão caricatural, ele procura transmitir o sentimento da animação inspirado na cultura e na filosofia japonesa, juntamente com influências de quadrinhos dos estúdios Disney da Itália. Ferrara também colaborou para agências de propaganda, editoras, estúdios e outras empresas, produzindo ilustrações, embalagens, story boards, personagens e histórias em quadrinhos editoriais e institucionais.

Cor Base Akira Sanoki (IMAGINOS) Alexander Santos (IMAGINOS) Amy Nakasone (IMAGINOS) Geraldo filho (IMAGINOS) Maxflan Araújo (IMAGINOS) Viviane Cavalcante (IMAGINOS)

Cor Final Baseado no Universo Ficcional “Taikodom”, desenvolvido por Hoplon Infotainment. Todos os direitos reservados. Os objetos 3D, cenários, naves e estações espaciais utilizados foram criados para o game “Taikodom”. O enredo, personagens e nomes apresentados nesta revista são de propriedade da Hoplon. Eterno Retorno é uma obra de ficção. Qualquer semelhança com nomes, marcas, lugares, pessoas vivas ou mortas, terá sido mera coincidência.

Akira Sanoki (IMAGINOS) Marcelo Castro (IMAGINOS) Maxflan Araújo (IMAGINOS) Ronaldo Barata (IMAGINOS)

Capas Eduardo Ferrara Amy Nakasone (IMAGINOS)

Diagramação da Capa Ivan Jerônimo

Argumento Original Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Castro, Roctavio de Eterno retorno : volume 2 / [roteiro] Roctavio de Castro ; [desenho e arte final Eduardo Ferrara]. -- São Paulo : Devir, 2009.

1. Histórias em quadrinhos I. Ferrara, Eduardo. II. Título. CDD-741.5 Índices para catálogo sistemático: 1. Histórias em quadrinhos 741.5

ERDevir_Vol2_miolo_FINAL.indd 1

Produção Executiva Maria Emília da Silva

Diretor Geral do Universo Taikodom Tarqüínio R. M. Teles

Revisão

Bibliografia.

09-09029

Tarqüínio Teles Roctavio de Castro

Dido Krüger Carolina Meira

Agradecimentos Especiais: Dido Krüger, por ter sido o “editor do editor”. Ivan Jerônimo, pelas ótimas referências. Mila, por fazer acontecer e Tarqüínio, por acreditar.

6/11/2009 11:30:55


EPISÓDIO

MATA HARI

3

As lembranças verdadeiras pareciam fantasmas, enquanto as lembranças falsas eram tão convincentes que substituíam a realidade. Gabriel García Márquez, em “Doze contos peregrinos”

ERDevir_Vol2_miolo_FINAL.indd 2

5/11/2009 12:12:20


Vila Sevandija - Ano 169 da Era da Restri巽達o Dia 83.

sou clonada e n達o vejo tudo... GAO JUNG, surpresa!

pode vir!

cai dentro.

manda

bala!

yarrrrr! Yohoho!

quanto mais eu n達o rezo...

ONI

> ID - Marcondes Moura... > Terrestre nascido em 2012... > Ex-CEO da Octopus Corp... 3

ERDevir_Vol2_miolo_FINAL.indd 3

5/11/2009 12:12:24


4 STRANGE LOOP EPISÓDIO

4

“A chama da vela escorre. Seu pequeno lago de luz tremula. A escuridão se avoluma. Os demônios começam a se agitar. Como são inesgotáveis as reservas de trevas, ignorância e selvageria!”. Carl Sagan, em “O Mundo Assombrado por Demônios”.

ERDevir_Vol2_miolo_FINAL.indd 30

5/11/2009 12:14:34


Iscas do tempo.

Perdidos no espaço. À deriva...

Mandamos um sinal de socorro. espaço afora com nossas coordenadas.

Espera...

Espera...

Espera...

Mesmo contra o relógio, esperamos...

...um sinal.

os donos desse cafundó espacial onde yoda perdeu as botas. Quem tá apavorando...

...o território, cozinha do inferno em que nossa garrafa com a mensagem encalhou... ELES ESTÃO BEM DEBAIXO...

...do nosso nariz!

ERDevir_Vol2_miolo_FINAL.indd 31

5/11/2009 12:14:38


EPISÓDIO 5

COSMIC MOVIE “Na pior das circunstâncias, a vida humana não é trágica, mas desprovida de sentido. A alma é quebrada, mas a vida persiste. Ao falhar a vontade, a máscara da tragédia cai ao chão. O que permanece é apenas sofrimento. O último sofrimento não pode ser contado. Se os mortos pudessem falar, não os entenderíamos. Somos sábios por nos apegarmos a um arremedo de tragédia: a verdade desvelada apenas nos cegaria.”

John Gray, em “Cachorros de Palha : Reflexões sobre humanos e outros animais”

ERDevir_Vol2_miolo_FINAL.indd 58

10/11/2009 10:05:15


Zona de Espaço Profundo. 25 anos-luz do Sol.

PENSANDO NA MORTE DA BEZERRA? DE onde PQP VOCÊ desenterra ESSAS EXPRESSÕES ANTIGAS? mas não, NEgativo.

hoje tô tentando esquecê-la. o tempo dos bezerros de ouro... Ele já era! hoje me lembrei de outros tempos, outros MOMENTOS. hoje, não sei que dia é hoje, o dia certo. mas pra que serve o hoje?

DEIXA EU ENFIAR UMA COISA NA TUA CABEÇA! O LEMBRAR, ELE NUNCA MAIS SERÁ ESCOLHA. SEUS DRAMAS E TRAGÉDIAS. COMÉDIAS...

A ÚNICA COISA QUE VOCÊ PODE ESQUECER É O ESQUECIMENTO. tempos escamosos: passado, o presente...

VIVO num lapso de promessas. A todo momento, um novo fim. FIM DO MUNDO, FIM DOS tempos. ...o futuro. Ele escapa entre os dedos. não consigo agarrar... ...abraçar MEU tempo. viver no tempo que quero.

PROFECIAS QUE, PELO MENOS Pro MEU MUNDO, ESTAVAM CERTAS!

MUNDINHO DE PORCELANA, QUE SÓ EXISTIU PRA VOCÊ. FANTASIA DE AUTO-ENGANO...

...CHAME COMO QUISER. SE DUVIDA, É SÓ OLHAR PRA TRÁS. JÁ TE MOSTREI COMO É FÁCIL FICAR PRESO NOS ELOS PERDIDOS DA CORRENTE DA VIDA, COM TODAS AS SUAS FORMAS, CORES E SABORES. ENTÃO VIRA ESSA PÁGINA!

ERDevir_Vol2_miolo_FINAL.indd 59

E VÊ SE VIRA PELA ÚLTIMA VEZ!

5/11/2009 17:41:04


NANOGLOSSÁRIO

Mais verbetes em: www.universotaikodom.com.br/taikopedia

TAIKODOM: O mesmo que Espaço Humano. O Taikodom constitui uma região definida por uma esfera imaginária com 40 anos-luz de raio que tem o Sol por centro. As delimitações de Núcleo e Território são arbitrárias e devem ser encaradas como meramente ilustrativas, constituindo antes conceitos úteis do que definições rígidas. Dessa forma, há, por exemplo, diversos sistemas estelares a mais de 15 anos-luz do Sol que, em função de sua população e/ou importância econômica, são considerados parte integrante do Núcleo. Em contrapartida, há sistemas que, embora bastante próximos ao Sol, não possuem importância econômica ou estratégica, ou ainda, são de difícil acesso e, portanto, são tacitamente assumidos como “sertões”, “badlands” ou “espaços-de-ninguém”. NÚCLEO: Uma das três zonas principais do Universo Taikodom. O Núcleo é definido pelos quatro sistemas mais populosos (Solar, Alfa Centauri, Barnard e Epislon Eridani). Domínio do Consortium, é o espaço mais rico e densamente povoado pela humanidade galáctica do século XXIII. TERRITÓRIO: Compreende sistemas pouco explorados e até mesmo desconhecidos para boa parte da humanidade. Uma região não explorada e repleta de oportunidades para os aventureiros que se arriscam em navegar por ela. Nesse espaço não existe influência oficial do Consortium, prevalecendo a lei de cada empreendedor autônomo que se estabelece primeiro. ANSÍVEL: Transceptor de pulsos taquiônicos, capaz de transmitir informações a velocidades superiores à da luz. A existência de ansíveis no interior das lifepods de naves espaciais permite que os tripulantes enviem seus registros incrementais de personalidade frações de segundos antes de sofrerem algum acidente, ou serem destruídos em combate. Dessa forma, mesmo nas situações mais catastróficas, todas as experiências do piloto são preservadas e incorporadas nos seus registros de personalidade que ficam armazenados na base mais próxima. ONI: Sigla para Organizador Neural Intracraniano. Implante com funções análogas às de um PDA, que todos os cidadãos recebem ao nascer ou ao despertar. Através dos ONIs o cidadão pode executar uma série de tarefas cotidianas como, por exemplo, movimentar suas contas bancárias; receber e enviar holomensagens; estabelecer links com as I.A.A. de bordo que lhe permitirão pilotar naves; consultar bancos de dados; a interface com registradores de personalidade e backups de memória.

ERDevir_Vol2_miolo_FINAL.indd 57

SPACERS: Estirpe humana que detém a supremacia econômica e militar no Núcleo e a maioria dos cargos mais elevados na hierarquia do Consortium. De modo geral, o spacer típico não se interessa por superfícies planetárias. Do ponto de vista spacer, a maior prova de maturidade de uma cultura ou civilização é a capacidade de erigir a partir do zero o mundo onde irá viver. WORMS (Flatlanders): Os habitantes das superfícies planetárias (principalmente satélites) são chamados worms. Desde o início da Diáspora Solar, as comunidades selenitas (worms de Luna City) se especializaram na concepção e no desenvolvimento das inteligências artificiais autoconscientes, biosferas estanques, terraformizações e implantes neurais. RENEGADOS: Podem ser considerados renegados todos os indivíduos que se excluíram ou foram excluídos da sociedade do séc. 23, mas que ainda assim disputam espaço com os signatários do Consortium no Núcleo, com os Independentes nos sistemas da Fronteira e com ambas as facções no Território. Em última instância, os grupos renegados são aqueles vistos, de uma forma ou de outra, como ameaças ao modo de vida da humanidade espacial. PÁRIAS: Párias ou atávicos são os ressurrectos conservadores que decidiram se congregar em comunidades para exercitar suas práticas procriativas atávicas. Pelo fato de serem execrados tanto por spacers quanto por belters e worms, eles não conseguem fixar residência em nenhuma comunidade avançada. TRIBAIS: Habitantes da Terra descendentes dos sobreviventes do flagelo restritivo. A humanidade terrestre voltou ao estágio tribal de sobrevivência, com pequenas aldeias espalhadas pelo planeta. Convém lembrar que nem todos os tribais são tão ignorantes quanto boa parte da sociedade espacial acredita. Muitos deles se mantêm relativamente bem informados sobre o que se passa Espaço afora, graças aos contatos via rádio com os geólogos spacers e selenitas. NÃO-PESSOAS: Clones reencarnados sem autorização. Patrocinar a reencarnação de registros de personalidade em clones de segurança de cidadãos vivos e em plena posse de suas faculdades mentais constitui crime previsto no Código Penal Interestelar. A duplicidade entre cidadão e clone desperto — ambos com as mesmas memórias e personalidade — constitui violação explícita dos direitos de individualidade do cidadão.

5/11/2009 12:16:35


EXTRAS - Trechos do Roteiro e Arte Final da página 1 - Episódio 5 PÁGINA UM

- Título: “Carnaval no Cárcere” / Autor: Roctavio de Castro

EXT. ÓRBITA DO QG DOS VERMES – QUADRO 1 Grande plano geral da estação - Modelo Posto Avançado com o logo decalque do nosso famigerado grupo pirata. Mostrar uma intensa movimentação de naves, que entram e saem das docas. Pelo que parece, o bando liderado por Comte Louis anda mais ocupado do que restritivista em 23 de janeiro.

LEGENDA Zona de Espaço Profundo. 25 anos-luz do Sol.

OTTOBA7 (em off ) PENSANDO NA MORTE DA BEZERRA?

RECORDATÁRIO De onde PQP você desenterra essas expressões antigas? mas não, negativo.

RECORDATÁRIO Hoje tô tentando esquecê-la. O tempo dos bezerros de ouro... Ele já era!

RECORDATÁRIO Hoje, não sei que dia é hoje, o dia certo. Mas pra que serve o hoje?

INT. CELA – QG DOS VERMES — QUADRO 2 Plano médio. Gao, de braços cruzados por trás da cabeça, descansa sobre um colchonete fino e decadente. Gostaria de aludir às cenas de episódios anteriores em que nosso jovem perdedor se isolava em pensamentos, ou escapava da realidade vidrado em muletas-psicointerativas-masturbatóriasde-autocomiseração. Só que agora, estamos num ambiente com iluminação parca, riscado por sombras projetadas de barras verticais paralelas que acusam a situação do cárcere. Mostrar em background, nesse e durante os próximos quadros, outras pixações na parede. Tudo remete a clássica cena inicial do protagonista fodido, numa cela suja e insalubre.

RECORDATÁRIO Hoje me lembrei de outros tempos, outros momentos.

OTTOBA7 (em off ) DEIXA EU ENFIAR UMA COISA NA TUA CABEÇA! O LEMBRAR, ELE NUNCA MAIS SERÁ ESCOLHA.

OTTOBA7 (em off ) SEUS DRAMAS E TRAGÉDIAS. COMÉDIAS...

QUADRO 3 BOX Plano detalhe num olho de Gao. No reflexo, a Terra.

OTTOBA7 (em off ) A ÚNICA COISA QUE VOCÊ PODE ESQUECER: O ESQUECIMENTO.

EXT. ESPAÇO SIDERAL NÃO IDENTIFICADO – QUADRO 4 No background, um show de explosões no espaço. Sobrepor boxes sobre o BG na seguinte seqüência crescente de tamanho e destaque. BOX 1: Close: Ajax esbraveja. BOX 2: Plano médio: Laveya prega um sermão. BOX 3: Plano geral: Nave inspirada no “Flying Spaghetti Monster” engaja a Mata Hari. Fusão em BG para o QUADRO 5...

RECORDATÁRIO Tempos escamosos: passado, o presente... O futuro. Ele escapa entre os dedos. Não consigo agarrar... Abraçar meu tempo, viver no tempo que quero. Vivo num lapso de promessas. A todo momento, um novo fim. Fim do mundo e fim dos tempos. Promessas que, pelo menos para o MEU mundo, estavam certas!

EXT. TERRA - KUALA LUMPUR — QUADRO 5 Plano geral. Fusão do BG do quadro de cima com os fogos do céu. Rua Petaling, a Chinatown de Kuala Lumpur. Entre dançarinos com gongos, tambores, queima de fogos, exibições de Kung Fu e toda essa putaria, Gao e Lynn Mai. Os pombinhos tão se pegando no meio da galera. Tá rolando a “Dança do Leão” em comemoração a passagem do ano 2069 para 2070.

ERDevir_Vol2_miolo_FINAL.indd 86

5/11/2009 12:18:40


87

ERDevir_Vol2_miolo_FINAL.indd 87

5/11/2009 12:18:41


ATÉ MESMO NA VASTIDÃO DO ESPAÇO

É IMPOSSIVEL FICAR SÓ Gao Jung, OTTOBA7, Diana Young, Marcondes Moura e Lynn Mai estão na mesma barca. São terrestres e ressurectos que nasceram e cresceram no planeta proibido, na Terra. Gente como a gente, pessoas acostumadas a conceitos como os de “pai”, “mãe”, “família nuclear”, “nação” e, quando ainda um tanto inocentes, em “justiça”. Conceitos em extinção na Sociedade Espacial do século 23.


Taikodom: Eterno Retorno vol. 2