Page 36

SEXTA-FEIRA, 27 DE ABRIL DE 2018

A história da Fenasoja aos olhos de Cleo

U

Cleo Rockenbach

ma Feira moderna, pensada ao expositor e ao público. Uma semente lançada há mais de cinco décadas seguiu regada e cultivada, gerando frutos. Assim é a Fenasoja que, desde 1966, na sua primeira edição, é palco de negócios para diversos segmentos. Consolidada entre os maiores eventos do Rio Grande do Sul, tem como marca um voluntariado profissional, além do desejo de evoluir a cada edição. Coordenador desde 1998, quando era realizada a 12ª, Cleo Rockenbach, 65 anos, destaca que a Fenasoja é uma ‘agência de desenvolvimento’. Graduado em administração de empresas ele lembra que, da primeira realizada em 1966 e presidida por Willy Klaus, até a oitava, ela era promovida e organizada pela prefeitura de Santa Rosa. Aí, antes da realização da nona edição, em 1992, presidida por Herberto Werner, o então prefeito Alcides Vicini junto com ex-presidentes, propôs a transformação da Fenasoja em uma entidade jurídica. A medida deu assim, mais agilidade à organização daquele ano e aos próximos. Sobre sua organização, Cleo conta que com o

passar dos anos a Fenasoja foi, e vai, se adaptando à evolução da economia, do mercado, da tecnologia, definindo segmentos ou ações a serem exploradas como foco de cada etapa. Ele fala que uma evento profissionalizado foi pensado desde sua criação, optando-se sempre por convidar profissionais de áreas afins para ocupar os cargos em comissões. “Com a evolução e o crescimento, a partir da 11ª, a contratação de colaboradores se fez necessária, pois a continuidade dos trabalhos entre uma edição e outra, era imprescindível. E isto foi um diferencial para o seu crescimento, hoje modelo inclusive copiado por outras exposições”, ressaltou. Mas os desafios aumentam a cada época. A modernidade faz com que a Fenasoja se reinvente e acompanhe as novas tendências, tanto de mercado quanto de tecnologia. O visitante que chegar ao Parque de Exposições terá à sua disposição tudo que é novidade em segmentos da agricultura, pecuária, maquinários agrícolas, produtos e serviços. “É um novo olhar, e podemos dizer que é a Fenasoja do futuro”, afirmou.

36

Noroeste na Fenasoja  
Noroeste na Fenasoja  
Advertisement