Page 22

SEXTA-FEIRA, 27 DE ABRIL DE 2018

Associações de moradores ganham força no município

O

projeto "Aproxima" é resultado de uma parceria entre o curso de Direito da Unijuí e a Prefeitura de Santa Rosa que iniciou em novembro de 2017. Realiza atividades de socialização, debate e atos de cidadania entre as associações de bairros. O programa está ligado a secretaria de Superintendência Geral de Governança, coordenada pelo vice-prefeito Luis Antônio Benvegnú, através do responsável pela pasta de políticas comunitárias, Jose Luis Martins. A prefeitura busca as associações a serem atendidas e a Unijuí fornece o aparato técnico à formalização. O apoio técnico prestado pela Universidade consiste no acolhimento das associações em constituição. Coordenado pela professora do curso de Direito, Fernanda Scherer, e pela bolsista acadêmica do 7º semestre, Jaqueline Griebler, o "Aproxima" tem como data limite o mês de maio deste ano, período em que se pretende atender e formalizar cerca de 15 associações. Até o momento, já finalizaram o processo as associações de moradores do Residencial Lorentz, Loteamento Vargas e Cruzeiro do Sul. Paralelamente estão em elaboração de estatutos as associações de moradores More Bem, São Francisco, Vila Agrícola, Bom Retiro, Vila Alvorada, Valdemar Pisoni e Julio de Oliveira. Inicialmente, é agendado um horário de atendimento dos representantes da diretoria junto ao Núcleo de Prática Jurídica. No primeiro encontro são coletadas as informações acerca da prévia organização dos membros que comporão a diretoria e conselho fiscal da instituição, destacando a rele-

A iniciativa faz parte da pasta coordenada pelo vice-prefeito Luis Antônio Benvegnú vância da elaboração do estatuto social e da regularidade formal dos elementos que compõem o ‘livro ata’ da entidade. São debatidos com estas lideranças questões como as finalidades de uma associação de bairro, a importância da organização comunitária na construção de um modelo de gestão com mais participação popular, direitos e deveres dos associados, organização das assembleias ordinárias e extraordinárias, eleições, responsabilidades no processo de construção e manutenção de uma organização, atentando-se às individualidades de cada uma das localidades atendidas. Os debates visam a uma escolha democrática de diretrizes norteadoras e do conteúdo de estatutos. Para cada associação, após esse processo, existem também as etapas de aprovação dos documentos nas respectivas assembleias e assinatura dos estatutos finalizados, com encaminhamento ao cartório competente para registro e regularização de cada uma delas. A realização de novas assembleias de constituição, eleição de diretorias e aprovação de estatutos concretizam o escopo do projeto, bem como a regularização formal das associações e a promoção do estreitamento das relações entre os bairros, vilas e a gestão municipal, capacitando agentes comunitários como lideranças, promovendo a cidadania e a cultura da responsabilização social.

22

Noroeste na Fenasoja  
Noroeste na Fenasoja  
Advertisement