Page 18

SEXTA-FEIRA, 27 DE ABRIL DE 2018

Rumamos para uma cidade

inteligente

O

dia 5 de abril de 2018 pode ficar na história de Santa Rosa. Nesta data Pontifícia Universidade Católica (PUC/RS) e Fundação Educacional Machado de Assis (FEMA) formalizaram um convênio que pretende transformar a vida da cidade. Segundo o diretor da TecnoPuc, Júlio Ferst, o objetivo da parceria é a colaboração em um intercâmbio tecnológico e científico para desenvolver recursos humanos à disseminação do uso, ensino e treinamento de tecnologia de ponta. Na prática, a FEMA instalará uma sala, onde trabalharão inicialmente seis pessoas voltadas a pesquisas e desenvolvimento de projetos. Segundo Carlos Albea, diretor administrativo da Fundação, a parceria marca um grande passo em direção ao desenvolvimento de Santa Rosa e da região. "A Fema é da comunidade, somos e seremos parceiro nos projetos que prospectam a evolução e a tecnologia", afirmou. Para Antônio Ternes, diretor das Faculdades Integradas Machado de Assis, a cooperação está firmada e formalizada. "Nós instalaremos na FEMA uma unidade para construção de um projeto de Cidade Inteligente", reiterou. O presidente da Acisap, Odaylson Eder, reitera que o programa estudará soluções possíveis e viáveis de serem implementadas. Através de um sistema integrado, serão coletadas informações em tempo real e elas auxiliarão na solução de questões como de infraestrutura, mobilidade urbana, saúde, educação, entre outros. "No caso da mobilidade, por exemplo, sensores conseguem identificar placas de veículos com alguma irregularidade e a informação é repassada aos órgãos de segurança em tempo real. Neste caso, que já está em funcionamento em várias partes do mundo, o veículo é acompanhado via 'GPS', facilitando sua abordagem", explica Odaylson. A mesma tecnologia pode ser utilizada no cercamento eletrônico da cidade, identificando automóveis que têm acesso ao município. Tudo começou com uma visita na sede da TecnoPuc, em Porto Alegre. O primeiro encontro foi mediado pelo então ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, e aconteceu em 26 de janeiro. De lá para cá, vários outros foram realizados. Em uma das oportunidades o prefeito Alcides

Vicini, acompanhado do presidente da Fundação de Saúde, Anderson Mantei, formalizou o pedido. Osmar diz que o polo será um salto para Santa Rosa. "Isso dará um grande impulso à região, que está distante de grandes centros", destacou. Jorge Audi, também da TecnoPuc, relatou o trabalho desenvolvido em Porto Alegre, em colaboração com empresas. Ele se mostrou impressionado com a articulação aqui desencadeada. Também destacou que as oportunidades nas áreas da saúde, educação, energia e mobilidade urbana são reais. "Nossa intenção é ter um ‘case’ neste município, a partir da abrangência que nos leve a desenvolver um centro de pesquisa com a maior empresa de tecnologia do mundo (Huawei) e essa é uma frente possível", afirmou. É a primeira vez que o projeto sairá da capital. O prefeito Alcides Vicini afirma que não medirá esforços para implantar a iniciativa. "Muitos avanços já foram feitos, como por exemplo, as câmeras de segurança interligadas, o reconhecimento facial em ônibus e o sistema de saúde integrado em rede. Isso já nos leva para frente e facilita sua efetivação", disse. Já para outro diretor da TecnoPuc, Fabiano Hessel, é importante que Santa Rosa se coloque à disposição para, além de receber o projeto, buscar melhorar as condições de vida da comunidade e treinar profissionais para a área de tecnologia. "Estamos dispostos a conhecer o município e ver as possibilidades de execução do projeto", garantiu. Segundo Terra, os encontros serviram para se tomar a decisão. A PUC está disposta a desenvolver pesquisas e soluções, e isso se dará pelas coparticipações como, por exemplo, a da FEMA. "É o priO encontro na PUC, em Porto Alegre, meiro passo a ser colocado em foi o início para se definir o projeto. prática. Se Santa Rosa adotar o projeto, será destaque nacional e se habilitará para receber mais organizações". Terra lembra que por ser um 'piloto' o custo será baixo e trará muitos avanços.

18

Noroeste na Fenasoja  
Noroeste na Fenasoja  
Advertisement