Page 12

SEXTA-FEIRA, 27 DE ABRIL DE 2018

Enfermagem reforça

Santa Rosa como polo em saúde

A

Faculdade Integrada Machado de Assis – FEMA – fez, em dezembro de 2017, o anúncio à comunidade do novo curso. A partir do processo seletivo a região passou a contar com o Bacharelado em Enfermagem e hoje são 51 acadêmicos na turma da graduação, pioneira neste setor. Para o diretor da FEMA, Antonio Termes, o curso foi o primeiro passo que a educação deu para potencializar a saúde na cidade. “É muito importante ser sede de graduação nesta área. Isso reforça todo o trabalho que Santa Rosa já realiza no segmento”, destacou. O curso de Enfermagem, que tem duração de cinco anos, iniciou com 55 vagas que foram disputadas por 123 inscritos através dos três diferentes processos de ingresso na Instituição: redação, Enem e avaliação do histórico escolar de ensino médio. A estrutura completa, preparada para receber os novos educandos, conta com quatro laboratórios, um deles itinerante, biblioteca atualizada e um corpo docente de professores experientes e qualificados. O curso que tem 880 horas de estágio em seus últimos semestres, já tem parceira com entidades hospitalares e de saúde coletiva. Argumenta o coordenador, mestre em Enfermagem, Paulo Mix, que o corpo docente já recebeu três capacitações. “Quando escolho um professor, eu o chamo e explico a proposta do curso, vejo se ele está disposto e se enquadra. Temos profissionais qualificados que toparam novos desafios e que irão trabalhar novos métodos de ensino e aprendizagem com os alunos” afirmou. Os professores responsáveis pelos primeiros semestres são a farmacêutica bioquímica e doutora em Nanociência, Francine Ianiski, a enfermeira e

doutora em Enfermagem, Gabriele Schek, a enfermeira e mestre em Enfermagem, Gabriela Piovesan, o enfermeiro e mestre em Educação nas Ciências, Luis Fernando do Nascimento Martins, a professora de Letras e doutoranda em Educação nas Ciências, Mariel Haubert, e o farmacêutico bioquímico e doutor em Ciência Farmacêutica, Vilmar Panderó. O deputado federal Osmar Terra (ex-ministro do Desenvolvimento Social) palestrou na aula inaugural da graduação e enfatizou que “o novo curso vem suprir uma lacuna importante na cidade e isso ajuda o município a se consolidar como polo na área da saúde”. Mix também destaca que a proposta é formar um novo perfil de enfermeiro, com práticas pedagógicas modernas e com um currículo que buscará estar em constante aproximação com os serviços de saúde e com as necessidades da comunidade regional.

12

Noroeste na Fenasoja  
Noroeste na Fenasoja  
Advertisement