Page 14

A Voz de Portugal | 23 DE julho de 2014 | P. 14

Cantinho da poesia

A Caminho

da Índias

Adquirindo mais prática Para explorar terras longínquas Esquecendo a África Para atingir as Índias Ganhando uma certa fama Podendo agora descrevê-los Graças ao Vasco da Gama Foram a procura dos temperos

Cartões

de crédito e dinheiro roubado às vítimas do MH17

D

epois de noticiada a intensa tensão vivida no local da queda do aparelho da Malaysian Airlines, sabe-se agora que os bens das vítimas têm sido mexidos e até roubados. Há relatos de rebeldes “embriagados” na zona, onde ainda continuam corpos por encontrar.

Era agora a vez deles Navegando sempre à volta Trazendo as plantas dos temperos Para introduzir na Europa Tudo à sua origem O que era mais preciso Na mais longa viagem Vasco da Gama dê-lhes um aviso Não havendo partidários Tinha tudo que suceder Levando consigo missionários Para os Índios converter Depois do prazo passar Avisando-os várias vezes Puseram-se a bombardear Malinos demais, os portugueses... Cem anos, aquele Oceano dominaram E continuando negociando Conseguido e arrancando O negócio ao Império Romano

A Associação de Bancos da Holanda enviou um comunicado onde assegura aos familiares das vítimas do voo MH17 da Malaysian Airlines, abatido no leste da Ucrânia, que vai tomar “medidas preventivas” relativamente a cartões de crédito roubados aos passageiros do avião e que reembolsará eventuais usos por parte do rebeldes ucranianos, conta o Jornal de Notícias. A imprensa internacional já avançara anteriormente esta hipótese, afirmando que os bens das

vítimas, como cartões de crédito e dinheiro, estavam a ser procurados pelos separatistas no local. Esta displicência no tratamento daquele que será “o maior local do crime no mundo” é precisamente o que está a chocar a comunidade internacional. O conselho permanente da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) havia enviado uma equipa de observadores à zona mas estes foram recebidos com alguma hostilidade por parte das milícias armadas pró-russas presentes, de acordo com o relatado pela CNN. O mesmo responsável descreveu um cenário de “caos” com “os corpos já a entrar em decomposição devido à exposição ao sol” e, quando questionado sobre a identidade das pessoas com quem estavam a lidar, acrescentou que não é possível identificar ninguém e que um deles estava até “embriagado”.O chefe da missão da OSCE saliento, à Reuters, que se vive um ambiente de tensão na zona mas que o acesso aos destroços vai melhorando. Hoje, a France Press informou que todos os corpos encontrados já foram retirados do local e que os separatistas abandonaram a zona.

Foto da semana

Sem Interesse territorial E não querendo se estabelecer Para engrandecer Portugal Tentando-os converter Sempre com aquela noção Era a intenção dos portugueses Perante a enorme população Ofereceram a India aos Ingleses Continuaram a expandir Para propagar a religião Conseguindo (Goa, Damão e Diu) Para engrandecer a Nação. Gostaria de estar certo sonhando as nossas proezas Indo sempre por mar aberto Viagens muito perigosas Portuguesas grandes exploradores Buscando as plantas preciosas Alvaro Azevedo

Depois de um ano de férias! O banco literário de Miguel Torga voltou ao seu sítio original. Muito obrigado ao vereador municipal de Jeanne-Mance, Alex Norris, sem ele, o banco não tinha encontrado o seu caminho na Saint-Laurent.

Profile for sylvio martins

2014-07-23 - Jornal A Voz de Portugal  

Jornal A Voz de Portugal, edição do 23 de julho de 2014

2014-07-23 - Jornal A Voz de Portugal  

Jornal A Voz de Portugal, edição do 23 de julho de 2014

Profile for sylvio999
Advertisement