Page 28

Voz de Portugal 28 AQuarta-feira 4 de Abril de 2007

Amor ao fado, amor à Tasca A preparação de uma noite de fado é muito difícil. Escolher fadistas é escolher uma noite que vai dignificar os espectadores, que sejam franceses, portugueses ou ingleses, a uma arte tipicamente portuguesa. Reconheço que, num estádio inicial, num projecto deve-se ver

Fernando Maurício, Carlos do Carmo, Camané, Maria da Fé, Mafalda Arnauth, Mariza, Maria Teresa de Noronha, António Chainho, Mísia, Domingos Camarinha, João Linhares Barbosa, Frederico de Brito são alguns fadistas de renome que abriram a porta ao fado pelo mundo inteiro, mas nesta noite, o restaurante Tasca e estes artistas abriram as portas ao amor e ao fado para sentir-se na sua casa” e a fazer desta noite uma viagem histórica pelo mundo do fado. Quero congratular este restaurante pela divulgação das nossas tradições e da gastronomia portuguesa e finalmente a equipa da Tasca que fez desta noite um successo.

quem pode realmente fazer sentir o fado neste Restaurante. Para este evento tivemos vários artistas. Para animar esta linda noite Rui Mateus que é um dos grandes animadores de há muitos anos na Tasca. Rosie Santos e Julio Felix fadistas, Luis Duarte fadista e na viola, António Moniz na guitarra portuguesa e a surpresa da noite foi Edmundo Silva que nos brilhou. Amália Rodrigues, António Pinto Basto, Argentina Santos, Alfredo Marceneiro,

04-04-2007.pmd

28

4/3/2007, 7:56 PM

2007-04-04 - Jornal A Voz de Portugal  

Jornal A Voz de Portugal, edição do 4 de Abril de 2007