Page 1

POLIACETAIS | PLÁSTICOS DE ENGENHARIA ERTACETAL C | ERTACETAL H | ERTACETAL H-TF


POLIACETAIS PLÁSTICOS DE ENGENHARIA

®

ERTACETAL C

NATURAL ( BRANCO) / PRETO / AZUL / OUTRAS CORES [POM - C]

O ERTACETAL é um material com maior estabilidade dimensional do que as poliamidas apesar de possuir uma menor resistência ao desgaste. O ERTACETAL C é mais resistente às hidrólises, às soluções alcalinas fortes e à degradação por oxidação térmica do que o ERTACETAL H.

CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS

4 4 4 4 4 4 4 4 4 4

Alta resistência mecânica Alto módulo de elasticidade Boa resistência à fluência Elevada resistência ao impacto inclusive a baixas temperaturas Excelente estabilidade dimensional Boas propriedades de deslizamento e resistência ao desgaste Fácil maquinação (melhor que as poliamidas) Baixa absorção de humidade Elevada resistência a químicos Fisiologicamente inerte

APLICAÇÕES

4 4 4 4 4

100 75

Peças de precisão Rodas dentadas de módulo pequeno Acoplamentos, luvas, elementos de válvulas Casquilhos Todo o tipo de peças onde sejam necessários um melhor acabamento e estabilidade dimensional

TEMPERATURA

RESIS. À COMPRESSÃO

ABSORÇÃO DA ÁGUA

COEF. DE EXP. TÉRMICA

115/100 160

35

0,20 0,85

110 125

ºC

MPa

%

m/(mK) x 10-6

Contínuo 5000/20000 h Curtos Períodos

Material seco Com 2% de deformação nominal

Saturação ao ar 23ºC / 50 % RH Saturação imerso em água a 23ºC

Valor médio entre 23 - 60ºC Valor médio entre 23 - 100ºC


PROGRAMA DE FABRICO

TUBOS

VARÕES (1)

(2)

DIAM. TOLERÂNCIAS PESO BRAN. PRETO AZUL OUTRAS Kg/m (mm) (mm) CORES

3 4 5 6 8 10 12 14 15 16 18 20 22 25 28 30 32 36 40 45 50 56 60 65 70 75 80 85 90 95 100 110 120 125 130 135 140 150 160 170 180 190 200 210 220 230 250 280 300 320

+ 0,1 + 0,3 + 0,1 + 0,4 + 0,1 + 0,5

+ 0,2 + 0,7

+ 0,2 + 0,9

+ 0,2 + 1,1

+ 0,3 + 1,3

+ 0,3 + 1,6

+ 0,4 + 2 + 0,5 + 2,2 + 0,6 + 2,5 + 0,7 + 3 + 0,8 + 3,5

+ 0,9 + 3,8 + 1 + 4,2 + 1,1 + 4,2 + 1,2 + 5 + 1,3 + 5,5 + 1,3 + 5,8 + 1,5 + 6,2 + 1,6 + 6,5 + 1,7 + 7 + 1,8 + 7,4

0,012 0,020 0,032 0,045 0,079 0,121 0,176 0,237 0,271 0,307 0,386 0,474 0,575 0,740 0,925 1,06 1,21 1,52 1,87 2,37 2,92 3,65 4,20 4,92 5,69 6,57 7,46 8,43 9,43 10,55 11,65 14,15 16,90 18,30 19,80 21,35 22,90 26,35 30,00 33,90 37,90 42,30 46,80 51,60

-

56,50 61,85 72,85 91,15 104,7 119,0

-

-

-

-

-

- Comprimentos Standard: 1000 e 3000 mm - Tolerância no comprimento:0 /+3 % (1) tolerâncias de acordo com DIN 16980 (2) peso médio de produção (3) tolerâncias de acordo com DIN 16978 (4) tolerâncias de acordo com DIN 16977 (5) tolerâncias de acordo com DIN 16986

DIAM.

(mm) DE x DI

20 x 10 25 x 12 25 x 15 28 x 12 28 x 20 30 x 20 32 x 15 36 x 17 36 x 25 40 x 20 40 x 30 45 x 30 50 x 20 50 x 30 50 x 40 55 x 25 55 x 35 60 x 30 60 x 40 60 x 50 65 x 40 70 x 30 70 x 40 70 x 50 80 x 40 80 x 50 80 x 60 90 x 40 90 x 50 90 x 70 100 x 40 100 x 50 100 x 60 100 x 80 115 x 70 125 x 50 125 x 80 125 x 100 140 x 70 140 x 90 150 x 80 150 x 100 160 x 80 160 x 100 180 x 90 180 x 120 200 x 100 200 x 150 225 x 150 225 x 175 250 x 150 250 x 200

TOLERÂNCIAS (mm) DE

(3)

DI

+ 0,4 + 1,1 - 0,4 - 1,1

+ 0,6 + 2

- 0,6 - 2

+ 0,8 + 2,5 - 0,8 - 2,5

- 0,8 - 3 - 0,8 - 4,5 + 0,8 + 3 - 0,8 - 3

- 1,6 - 5 + 1,2 + 3,6 - 1,6 - 6,5 - 1,6 - 5

+ 1,5 + 4,5 - 2

- 6,5

+ 1,8 + 5,4 - 2,2 - 8,5

+2 +6

- 2,5 - 8,5

(2)

PESO BRAN. PRETO

DIAM.

Kg/m

(mm) DE x DI

0,388 0,605 0,515 0,785 0,515 0,645 1,04 1,29 0,930 1,52 0,990 1,48 2,57 2,03 1,27 2,99 2,36 3,37 2,62 1,64 3,40 4,97 4,18 3,21 5,91 4,94 3,75 8,08 7,15 4,60 10,35 9,33 8,17 5,17 10,80 16,05 11,95 8,11 18,15 14,70 19,85 16,00 23,75 19,90 29,75 23,00 36,75 23,30 37,15 28,45 50,85 32,00

280 x 150 280 x 200 320 x 150 320 x 200 350 x 200 350 x 300

- Comprimentos Standard: 1000 e 3000 mm - Tolerância no comprimento:0 /+3 %

(2)

TOLERÂNCIAS (mm) DE

PESO

Kg/m

DI

+ 3 + 11

BRANCO

69,60 50,90 97,95 79,70 102,3 46,55

- 1,6 - 14

ROLOS ESP.

TOLERÂNCIAS

(mm)

0,5 0,8 1

(4)

(mm)

- 0,02 - 0,05 - 0,10

- 0,08 - 0,10 - 0,10

(2)

PESO

BRANCO

Kg/m2 0,780 1,21 1,45

O rolo contém 50 Kg de material e largura 1000 (0+30)mm

FOLHAS TOLERÂNCIAS

ESP.

1 1,5 2 2,5 3 4 5 6

(4)

(mm)

(mm)

(2)

PESO Kg/m

- 0,10

+ 0,10

- 0,15

+ 0,15

- 0,20

+ 0,20

- 0,25

+ 0,25

BRANCO

2

1,45 2,18 2,91 3,63 4,36 5,81 7,26 8,72

PLACAS (5)

(2)

ESP. TOLERÂNCIAS PESO BRAN. PRETO AZUL OUTRAS (mm) (mm) Kg/m CORES

8 10 12 15 16 18 20 25 30 35 40 45 50 60 70 80 90 100 120

+ 0,2

+ 0,3

+ 0,5

+ 0,5

+ 0,5 + 0,5

Placas 610 X 1000 mm 7,65 + 0,9 9,44 11,55 14,20 15,10 + 1,5 16,90 18,70 23,15 28,20 32,65 + 2,5 37,10 41,60 46,05 55,45 + 3,5 64,40 74,00 82,95 +5 91,90 +6 110,2

- Também disponíveis (mm): 610 x 3000 / 1000 x 1000 / 1000 x 2000 / 1000 x 3000 (1000 x 3000 é não-standard) - Tolerância no comprimento: 0 /+3 % - Tolerância em largura: +5 / +25 mm

Outras dimensões sob consulta | Cortamos qualquer medida mediante pedido

76


POLIACETAIS PLÁSTICOS DE ENGENHARIA

®

ERTACETAL H

NATURAL ( BRANCO) / PRETO [POM-H]

O ERTACETAL H possui uma maior resistência mecânica, rigidez, dureza e fluência do que o ERTACETAL C, assim como menor coeficiente de dilatação térmica e maior resistência ao desgaste.

CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS

4 4 4 4 4

Alta resistência mecânica Elevada dureza e rigidez Boa resistência à fluência Boa resistência ao desgaste Menor coeficiente de dilatação térmica

APLICAÇÕES

4 4 4 4 4

100 77

Peças de precisão Rodas dentadas de módulo pequeno Acoplamentos, luvas, elementos de válvulas Casquilhos Todo o tipo de peças onde sejam necessários um melhor acabamento e estabilidade dimensional

TEMPERATURA

RESIS. À COMPRESSÃO

ABSORÇÃO DA ÁGUA

COEF. DE EXP. TÉRMICA

105/90 150

40

0,20 0,85

95 110

ºC

MPa

%

m/(mK) x 10-6

Contínuo 5000/20000 h Curtos Períodos

Material seco Com 2% de deformação nominal

Saturação ao ar 23ºC / 50 % RH Saturação imerso em água a 23ºC

Valor médio entre 23 - 60ºC Valor médio entre 23 - 100ºC


PROGRAMA DE FABRICO

VARÕES (1)

DIAM. TOLERÂNCIAS (mm)

5 6 8 10 12 14 15 16 18 20 22 25 28 30 32 36 40 45 50 56 60 65 70 75 80 85 90 95 100 110 115 120 125 130 140 150 160 170 180 190

(mm)

+ 0,1

+ 0,4

+ 0,1

+ 0,5

+ 0,2

+ 0,7

+ 0,2

+ 0,9

+ 0,2

+ 0,9

+ 0,3

+ 1,3

+ 0,3

+ 1,6

+ 0,4

+ 2,0

+ 0,5

+ 2,2

+ 0,6

+ 2,5

+ 0,7

+ 3,0

+ 0,8

+ 3,5

+ 0,9

+ 3,8

+1 + 1,1

+ 4,2 + 4,5

+ 1,2

+5

+ 1,3

+ 5,5

PLACAS (2)

PESO NATURAL STOCK Kg/m

0,33 0,47 0,08 0,12 0,17 0,24 0,27 0,31 0,39 0,47 0,58 0,75 0,93 1,06 1,22 1,53 1,88 2,39 2,94 3,67 4,23 4,95 5,73 6,61 7,51 8,49 9,5 10,6 11,75 14,25 15,65 17 18,4 19,95 23,1 25,55 30,2 34,15 38,2 47,1

- Comprimentos Standard: 1000 e 3000 mm - Tolerância no comprimento:0 /+3 %

ESP. TOLERÂNCIAS

(mm)

8 10 12 15 16 18 20 25 30 35 40 45 50

(mm)

+ 0,2

+ 0,3

+ 0,5

(3)

(2)

PESO Kg/m

NATURAL STOCK

Placas 610 X 1000 mm 7,2 +0,9 9,5 11,6 14,3 15,2 +1,5 17,05 18,85 23,35 28,4 32,9 +2,5 37,4 41,9 46,4

- Também disponíveis: 610 X 3000 mm - Tolerâncias na largura: +5/+25 mm Tolerâncias no comprimento: 0 / + 3%

-

(1) tolerâncias de acordo com DIN 16980 (2) peso médio de produção (3) tolerâncias de acordo com DIN 16986 standard: disponível em stock; grandes quantidades fabricadas a pedido semi-standard: não disponível em stock; quantidade mínima de encomenda - 1 peça não-standard: não disponível em stock; fabricado a pedido e sujeito a condições especiais

Outras dimensões sob consulta | Cortamos qualquer medida mediante pedido

78


POLIACETAIS PLÁSTICOS DE ENGENHARIA

®

ERTACETAL H-TF

CASTANHO [POM - H + PTFE]

®

®

Este material contém uma combinação de resina DELRIN com fibras de TEFLON dispersas homogeneamente. Comparado com o ERTACETAL C e H, este material oferece melhores propriedades de delizamento, retendo ainda a maior parte da resistência mecânica inerente ao® ERTACETAL H. No entanto, algumas das suas propriedades variam devido à adição do TEFLON , sendo menos rígido e mais deslizante do que o poliacetal virgem.

CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS

4 Alta resistência ao desgaste 4 Baixo e uniforme coeficiente de atrito 4 Efeito de arranque brusco (”stick slip”) quase nulo

APLICAÇÕES

4 Casquilhos 4 Peças mecânicas de grande estabilidade dimensional e sujeitas a grande desgaste

100 79

TEMPERATURA

RESIS. À COMPRESSÃO

ABSORÇÃO DA ÁGUA

COEF. DE EXP. TÉRMICA

105/90 105

37

0,17 0,72

105 120

ºC

MPa

%

m/(mK) x 10-6

Contínuo 5000/20000 h Curtos Períodos

Material seco Com 2% de deformação nominal

Saturação ao ar 23ºC / 50 % RH Saturação imerso em água a 23ºC

Valor médio entre 23 - 60ºC Valor médio entre 23 - 100ºC


PROGRAMA DE FABRICO

VARÕES (1)

DIAM. TOLERÂNCIAS (mm)

5 6 8 10 12 14 15 16 18 20 22 25 28 30 32 36 40 45 50 56 60 65 70 75 80 85 90 95 100 110 115 120 125 130 140 150 160 170 180 190

(mm)

+ 0,1

+ 0,4

+ 0,1

+ 0,5

+ 0,2

+ 0,7

+ 0,2

+ 0,9

+ 0,2

+ 0,9

+ 0,3

+ 1,3

+ 0,3

+ 1,6

+ 0,4

+ 2,0

+ 0,5

+ 2,2

+ 0,6

+ 2,5

+ 0,7

+ 3,0

+ 0,8

+ 3,5

+ 0,9

+ 3,8

+1 + 1,1

+ 4,2 + 4,5

+ 1,2

+5

+ 1,3

+ 5,5

PLACAS (2)

PESO NATURAL STOCK Kg/m

0,33 0,47 0,08 0,12 0,17 0,24 0,27 0,31 0,39 0,47 0,58 0,75 0,93 1,06 1,22 1,53 1,88 2,39 2,94 3,67 4,23 4,95 5,73 6,61 7,51 8,49 9,5 10,6 11,75 14,25 15,65 17 18,4 19,95 23,1 25,55 30,2 34,15 38,2 47,1

- Comprimentos Standard: 1000 e 3000 mm - Tolerância no comprimento:0 /+3 %

ESP. TOLERÂNCIAS

(mm)

8 10 12 15 16 18 20 25 30 35 40 45 50

(mm)

+ 0,2

+ 0,3

+ 0,5

(3)

(2)

PESO Kg/m

NATURAL STOCK

Placas 610 X 1000 mm 7,2 +0,9 9,5 11,6 14,3 15,2 +1,5 17,05 18,85 23,35 28,4 32,9 +2,5 37,4 41,9 46,4

- Também disponíveis: 610 X 3000 mm - Tolerâncias na largura: +5/+25 mm Tolerâncias no comprimento: 0 / + 3%

-

(1) tolerâncias de acordo com DIN 16980 (2) peso médio de produção (3) tolerâncias de acordo com DIN 16986 standard: disponível em stock; grandes quantidades fabricadas a pedido semi-standard: não disponível em stock; quantidade mínima de encomenda - 1 peça não-standard: não disponível em stock; fabricado a pedido e sujeito a condições especiais

Outras dimensões sob consulta | Cortamos qualquer medida mediante pedido

78


POLIACETAIS PLÁSTICOS DE ENGENHARIA

PROPRIEDADES

MÉTODOS DE TESTE

COR DENSIDADE ABSORÇÃO DE ÁGUA - APÓS 24/96 HORAS DE IMERSÃO EM ÁGUA A 23ºC (1)

ISO 1183-1

- NA SATURAÇÃO DO AR A 23ºC / 50% RH - NA SATURAÇÃO DA ÁGUA A 23ºC PROPRIEDADES TÉRMICAS (2) TEMPERATURA DE FUSÃO (DSC, 10ºC/MIN) TEMPERATURA DE TRANSIÇÃO DO VIDRO (DSC, 20ºC/MIN) - (3) CONDUTIVIDADE TÉRMICA A 23ºC COEFICIENTE DE EXPANSÃO TÉRMICA LINEAR - VALOR MÉDIO ENTRE 23 E 60ºC - VALOR MÉDIO ENTRE 23 E 100ºC TEMPERATURA DE DEFORMAÇÃO SOB A CARGA: - MÉTODO A: 1.8 MPA MÁXIMO PERMITIDO NA TEMPERATURA DO SERVIÇO AO AR - PARA CURTOS PERÍODOS (4) - CONTINUAMENTE: PARA 5.000/20.000 H (5) MÍNIMO DE TEMPERATURA DO SERVIÇO (6) INFLAMABILIDADE (7) - “ÍNDICE DE OXIGÉNIO” - DE ACORDO COM UL 94 (3/6 MM DE ESPESSURA) PROPRIEDADES MECÂNICAS A 23ºC (8) TESTE Á TRACÇÃO (9): - RESISTÊNCIA Á TRACÇÃO NO ESCOAMENTO /NA RUPTURA (10)

+

+ ++

- RESISTÊNCIA Á TRACÇÃO(10) - TENSÃO ELÁSTICA NO ESCOAMENTO (10) - TENSÃO ELÁSTICA NA RUPTURA (10)

+ + + ++

- MÓDULO DE ELASTICIDADE (11)

+ ++

TESTE DE COMPRESSÃO (12): - RESISTÊNCIA Á COMPRESSÃO ½/5% DE DEFORMAÇÃO NOMINAL (11) + TESTE DE RASTEJAMENTO NA TENSÃO (9): - TENSÃO PARA PRODUZIR 1% DE DEFORMAÇÃO EM 1000 H (σ1/1000) + ++

RESISTÊNCIA AO IMPACTO DE CHARPY SEM ENTALHE (13) RESISTÊNCIA AO IMPACTO DE CHARPY COM ENTALHE RESISTÊNCIA AO IMPACTO DE IZOD COM ENTALHE

+ + + ++

DUREZA POR BOLA DE AÇO (14) DUREZA DE ROCKWELL (14) PROPRIEDADES ELECTRICAS A 23ºC RIGIDEZ DIELÉCTRICA (15)

+ + + ++

RESISTIVIDADE VOLUMÉTRICA

+ ++

RESISTIVIDADE SUPERFÍCIAL

+ ++

PERMEABILIDADE RELATIVA εr: - A 100 HZ

+ ++

- A 1 MHZ

+ ++

FACTOR DE DISSIPAÇÃO DIELÉCTRICA TAN δ: - A 100HZ

+ ++

- A 1 MHZ

+ ++

ÍNDICE DE SEGUIMENTO COMPARATIVO (CTI)

+ ++

NOTA: 1 g/cm3 = 1000 kg/m3 ; 1 MPa = 1 N/mm2 ; 1 KV/mm = 1 MV/m

UNIDADE

ERTACETAL C

ERTACETAL H

ERTACETAL H-TF

3 g/cm

BRANCO/PRETO 1.41

BRANCO/PRETO 1.43

CASTANHO 1.50

ISO 62 ISO 62

mg % % %

20/37 0.24/0.45 0.20 0.80

18/36 0.21/0.43 0.20 0.80

16/32 0.18/0.36 0.17 0.72

ISO 11357-1/-3 ISO 11357-1/-3 -

ºC ºC W/(K.M)

165 0.31

180 0.31

180 0.31

-

M/(M.K) M/(M.K)

110X10 -6 125X10

95X10-6 -6 110X10

105X10 -6 120X10

ISO 75-1/-2

ºC

100

110

100

-

ºC ºC ºC

140 115/100 -50

150 105/90 -50

150 105/90 -20

ISO 4589-1/-2 -

% -

15 HB/HB

15 HB/HB

HB/HB

ISO 527-1/-2 ISO 527-1/-2 ISO 527-1/-2 ISO 527-1/-2 ISO 527-1/-2 ISO 527-1/-2 ISO 527-1/-2 ISO 527-1/-2

MPa MPa MPa % % % MPa MPa

66/68/66 20 50 35 2800 2800

78/78/78 40 50 35 3300 3300

NA/55 NA/55 55 NA 10 10 3100 3100

ISO 604

MPa

19/35/67

22/40/75

20/37/69

ISO 899-1 ISO 899-1 ISO 179-1/1eU ISO 179-1/1eA ISO 180/A ISO 180/A ISO 2039-1 ISO 2039-2

MPa MPa KJ/m2 KJ/m2 2 KJ/m 2 KJ/m N/mm2 -

13 13 150 7 7 7 140 M 84

15 15 200 10 10 10 160 M 88

13 13 30 3 3 3 140 M 84

IEC 60243-1 IEC 60243-1 IEC 60093 IEC 60093 IEC 60093 IEC 60093 IEC 60250 IEC 60250 IEC 60250 IEC 60250 IEC 60250 IEC 60250 IEC 60250 IEC 60250 IEC 60112 IEC 60112

KV/mm KV/mm Ohm.cm Ohm.cm Ohm Ohm -

20 20 14 > 10 14 > 10 13 > 10 13 > 10 3.8 3.8 3.8 3.8 0.003 0.003 0.008 0.008 600 600

20 20 14 > 10 14 > 10 13 > 10 13 > 10 3.8 3.8 3.8 3.8 0.003 0.003 0.008 0.008 600 600

20 20 14 > 10 14 > 10 13 > 10 13 > 10 3.6 3.6 3.6 3.6 0.003 0.003 0.008 0.008 600 600

+: valores referentes ao material seco

-6

-6

++: valores referentes a material em equilíbrio com a atmosfera padrão 23ºc/50% rh

(1) De acordo com o método 1 do ISO 62 e medido em discos ø 50x3 mm (2) Os elementos fornecidos para esta propriedade são na sua maior parte fornecidos pelos fabricantes das matérias-primas. (3) Os valores desta propriedade são apenas atribuidos a materiais amorfos e não a semi-cristalinos. (4) Só para períodos de exposição curtos em aplicações em que são aplicadas somente cargas muito baixas sobre o material. (5) Temperatura a que resiste depois de um período de 5.000/20.000 horas. Após este período de tempo, há um decréscimo de cerca de 50% na resistência à tracção, comparado com o valor original. Os valores da temperatura dados, são baseados na degradação por oxidação térmica que ocorre que provoca uma redução das propriedades. No entretanto, a temperatura máxima de serviço permissível depende, em muitos casos, essencialmente da dedução e da magnitude dos esforços mecânicos a que o material é sujeito. (6) Dado que a resistência ao impacto diminui com a diminuição da temperatura, a temperatura mínima de serviço permitida é determinado pela extensão de impacto ao qual o material é sujeito. Os valores dados são baseados em condições de impacto desfavoráveis e não podem consequentemente ser considerados como sendo os limites absolutos. (7) Estas avaliações, derivam das especificações técnicas dos fabricantes das matérias-primas, não permitindo determinar o comportamento dos materiais em condições de fogo. (8) A maioria das figuras dadas pelas propriedades dos materiais (+), são valores médios dos testes feitos a espécies maquinados com ø 40-60 mm. (9) Teste a espécimes: tipo 1b (10) Teste de velocidade: 5 ou 50 mm/min (11) Teste de velocidade: 1m/min (12) Teste a espécimes: cilindros ø 8x16 mm (13) Pêndulo usado: 15J (14) Teste em espécimes com 10 mm de espessura (15) Configuração do eléctrodo: cilindros ø 25/ ø 75 mm, no óleo do transformador de acordo com IEC 60296. Atenção que a força eléctrica para o material preto extrudido pode ser consideravelmente mais baixa que a do material natural. A possível micro porosidade no centro de formas conservadas em stock reduz significativamente a força eléctrica.

100 81


GRÁFICOS E TABELAS COMPARATIVAS

RESISTÊNCIA QUÍMICA A 23º C

ERTALYTE

ERTACETAL H

TIVAR 1000

ALCALINO

ERTACETAL C

ERTALON NYLATRON

ESCALA PH

14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1 0

NEUTRO

ÁCIDO

RESISTÊNCIA AO DESGASTE

50 40

45

30 19

18 11

4.5

8 4.5

NYLATRON GSM

NYLATRON NSM

ERLATON LFX

NYLATRON MC 901

ERLATON 6 XAU+

ERLATON 6 PLA

NYLATRON GS

ERLATON 66-GF30

ERLATON 4.6

ERLATON 6 SA

ERLATON 66 SA

0

8 3

2.5

2

TIVAR 1000

12

11

PC 1000

12

ERTALYTE TX

12

ERTALYTE

11

10

ERTACETAL H-TF

14

ERTACETAL C

20

NYLATRON 703 XL

TAXA DO DESGASTE (µm/km)

3000

Condições de Teste - Pressão: 3 MPa - Velocidade de deslizamento: 0.33 m/s - Rugosidade da superfície do aço C35 acoplamento da superfície: Ra = 0.70 - 0.90 µm - Distância total de funcionamento: 28 km - Ambiente normal ( ar, 23ºC/50% RH) - Operação não lubrificada

60

COMPATIBILIDADE ALIMENTAR POLIACETAIS

UE

ALEMANHA

DIRECTIVA 2002/72/EC

BfR

USA CÓDIGO FDA DE REGULAMENTAÇÃO (21 CFR)

+

+

+

+/-

+/-

+/-

ERTACETAL C AZUL 50 E PRETO 90

+

+

+

ERTACETAL C OUTRAS CORES

-

-

+

ERTACETAL H NATURAL

+

+

+

ERTACETAL H PRETO E H-TF

-

-

-

ERTACETAL C NATURAL ERTACETAL C PRETO

+ Cumpre com os requisitos dos regulamentos - Não cumpre com os requisitos dos regulamentos

82


POLIACETAIS PLÁSTICOS DE ENGENHARIA

SUGESTÕES - ERTACETAL C Alguns rolos de metal em elevadores de caminhões de carga estavam a ser danificados com o uso. SOLUÇÃO: Rolos de ERTACETAL C resistentes ao impacto, absorvem colisões com os cais de carga sem deformar nem causar falhas no sistema. BENEFÍCIOS: O peso reduzido e habilidade para recuperar a sua estabilidade dimensional, fizeram do ERTACETAL C uma melhor escolha do que outros materiais.

SUGESTÕES - ERTACETAL C As lâminas de Níquel e Inox são bastante caras e dispendiosas para fabricar. SOLUÇÃO: Placas de ERTACETAL C (livre de porosidade POM-C) são mecanizadas em lâminas de raspador, utilizadas em equipamentos comerciais de fabrico de sorvetes ou gelados. BENEFÍCIOS: As lâminas são facilmente limpas e não retêm bactérias. O baixo nível de pressão interna do ERTACETAL C faz com que as peças planas mecanizadas continuem planas.

SUGESTÕES - ERTACETAL C São colocados legumes numa grelha de metal que avança por um túnel de congelamento. Esta grelha é suportada e guiada por engrenagens de aço inox que estão montadas em veios de aço. De um lado do túnel, estes veios são guiados por um sem-fim. SOLUÇÃO: As engrenagens podem ser fabricadas em ERTACETAL C devido à sua elevada força de impacto a -40°C e também à sua resistência à fadiga. BENEFÍCIOS: Baixo custo e aumento da produtividade devido ao menor tempo de paragem.

100 83

Poliacetais  

Catalogo - Polylanema