Issuu on Google+

Gestão das Organizações - A FUNÇÃO PRODUÇÃO -


Capitulo 3: Objetivos 2  Compreender a importância de se gerir a produção;  Identificar o relacionamento da função produção com as demais funções de uma

organização;  Conhecer os processos de transformação de uma empresa;  Conhecer a influência de fatores externos na conceção do processo produtivo;  Analisar os elementos de competitividade de uma organização;  Compreender o conceito de qualidade e compreender as principais técnicas de

gestão da qualidade;  Compreender o processo e as ferramentas de planeamento e controlo da produção;  Conhecer as novas lógicas de produção; Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

2


Conceito de empresa 3

É uma organização em que se combinam fatores de

produção, reunidos sobre o controlo de um ou vários indivíduos, tendo em vista a obtenção do máximo de lucro

pela venda de bens e serviços que produz ou adquire

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

3


Evolução histórica da gestão da produção Contribuição

Conceito

Concretização

Adam Smith

Economia de produção

•Divisão do trabalho •Economias de tempos

Taylor

Gestão Científica

•Estudos dos tempos •Análise dos métodos •Planos de pagamentos de bónus

Ford

Linha de montagem

•Divisão do trabalho •Utilização de máq. dispostas em linha

Elton Mayo

Mudança desejável

•Motivação dos trabalhadores

Actualmente

4

Investigação operacional Contexto para o aparecimento Aplicação de computador para da gestão da produção Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013 4 problemas multidimensionais enquanto disciplina?


Produção e Operações 5

• Matérias Primas • Componentes

Input

Processo produtivo • Bens de equipamento • Mercado de Trabalho

• Bens • Serviços

Output

PROCESSO DE INTERACÇÃO CONJUNTA

Gestão da produção: Preocupação

OBJECTIVO • assegurar a execução de objetivos da empresa • através da utilização integrada de recurso • Maximização da eficiência do processo produtivo • Atendendo ao nível de eficácia • Majorando a flexibilidade e capacidade de adaptação

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

5


Inputs

Transformação através de

Outputs

Gestão da produção e das operações

Procura de bens e serviços

Capacidades físicas e intelectuais das pessoas Dinheiro proveniente de: .Capital próprio; . Empréstimos; . Lucros; . Impostos; . Donativos (organizações privadas, religiosas). Matérias-primas: . Cereais; . Madeiras; . Metais; . Petróleo; . Água, Ar, Etc.

INSTALAÇÕES: . Fábricas; . Hospitais; . Câmaras; . Quartéis de bombeiros . Escolas; . Templos; . Edifícios de escritórios

MÁQUINAS: . Computadores; . Camiões e automóveis . Linhas de montagens; . Máquinas de escrever; . Tornos mecânicos

PROCESSOS: . Moldagem de plásticos por injecção; . Operações ao coração; . Tácticas de combate a incêndio; . Corte de metal, moldagem e extrusão; . Ensino . Análises matemáticas

BENS: . Automóvel; . Vacina da poliomielite; . Leitores vídeo; . Bicicletas; . Livros estudo; . Microcomputad . Energia

6

SERVIÇOS: . Cuidados saúde; . Carreira de autocarros; Proteção policia Funerais; Empréstimos; Entretenimento

FUNÇÕES DA GESTÃO: Planeamento; Organização; Direção; e Controlo.

AMBIENTE EXTERNO: .Governo; .Organizações laborais .Consumidores; .Economia; atmosféricas; Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial-.Cond. 2012/2013 .Relaç. internacionais.

6


Função produção: objetivos 7

Como

Organizar Planear Coordenar Dirigir Controlar

De modo a decidir quanto a

Especificações Quantidades Programas

Para atingir

Consumos mínimos dos fatores e elevadas produtividades

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

7


Função produção: principais decisões 8 Alcance

Âmbito

Decisão

Longo Prazo

Conceção e implementação do sistema produtivo

- Conceção do produto - Engenharia de produção - Localização fabril - Implantação das instalações - Estudo e conceção do trabalho

Curto Prazo

Funcionamento do sistema produtivo

- Planeamento da produção - Controlo de: . Quantidade . Custos . Qualidade - Gestão de stocks: . Matérias-primas . Produtos em C. Fabrico . Produtos acabados

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

8


Função produção: Relações externas 9

Função Comercial

Função técnica e de qualidade

Função compras

Função produção

Implicações ? Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

9


A gestão da produção e as outras funções da empresa 10

Marketing

Direção

Gestão de Aprovis.

Estudos Métodos

Gestão da produção

Pessoal

Informática

Fabricação

Controlo de Gestão

Contabilidade

Manutenção

Armazéns Qualidade

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

10


Conflito potencial entre as diferentes áreas 11 Áreas Funcionais

Objetivos

Administração Geral

Maximizar a diferença entre os proveitos e os custos Maximizar a rendibilidade a longo prazo Assegurar a sobrevivência e o crescimento da empresa Assegurar e aumentar a rendibilidade através do tempo

Marketing

Inovação de produto Grande volume de vendas Aumento da quota de mercado Flexibilidade dos mercados Novos mercados Maximização das receitas Orientação para o consumidor Estudo do consumidor

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

11


Conflito potencial entre as diferentes áreas 12 Áreas Funcionais

Objetivos

Produção

Facilidade de produção Minimização do custo Estabilidade da procura e da produção Manutenção dos standards de qualidade

Financeira

Assegurar a liquidez Maximizar o lucro Assegurar a sobrevivência e o crescimento da empresa Eliminar despesas que não contribuam diretamente para os lucros Minimizar os riscos da empresa

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

12


Processo de transformação 13 - Empresa industrial

DISTINÇÃO

- Empresa de Serviços

Principais diferenças? Indústria

Serviços

Tangível

Intangível

Uniformidade do input

Baixa

Alta

Intensidade do Trabalho

Baixa

Alta

Uniformidade do output

Alta

Baixa

Medição da produtividade

Fácil

Difícil

Natureza e consumo do output

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

13


Tipos de Produção 14

Segundo a relação com o cliente • Produção para stock • Produção por encomenda

De acordo com os processos • Produção contínua • Produção intermitente

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

14


Tipos de Produção 15 Dois Modelos de Produção extremos:

          

Produção contínua Linhas de produção ou de montagem

Produção intermitente Oficinas que trabalham por encomendas

…fatores em que diferem?

Equipamento Grau de especialização da maquinaria Fluxo da produção Processamento em cada momento Elemento da entrada Número de ordens de fabrico executadas simultaneamente Sequência de operações Unidades produzidas de cada tipo Condições de trabalho Planeamento Destino da Fabricação Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

15


Tipos de Produção 16

 Modelos intermédios de gestão da produção: Produção • • • •

por encomenda por lotes em série em fluídos

Produção Intermitente

Produção Contínua Produção de Fluxo

Produção Discreta - Há separação entre unidades produzidas Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

16


Tipos de Produção 17

Fatores que influenciam o Tipo de Produção 

Natureza do Produto

Sazonalidade do produto

Processo tecnológico de produção:   

manuseamento do produto grau de normalização possível qualidades requeridas pelos materiais

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

17


Desenho do processo produtivo 18

 Escolha da localização fabril  Definição da capacidade a instalar  Tecnologia e equipamentos a utilizar  Layout das operações  Gestão do sistema

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

18


Escolha da localização fabril 19

Importância da decisão? Principais fatores que condicionam a decisão 

As despesas de transporte

Os custos de mão-de-obra

O fator de “aglomeração”

A situação dos mercados

A situação dos concorrentes e a sua política de preços

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

19


Escolha da localização fabril 20

Principais fatores que condicionam a decisão 

Definir os objetivos da localização e os constrangimentos associados

Identificar os critérios de decisão relevantes: quantitativos e qualitativos

Relacionar os objetivos com os critérios usando modelos apropriados 

Análise do ponto crítico, programação linear

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

20


Escolha da localização fabril 21

Principais passos do processo de decisão 

Efetuar pesquisa de campo para gerar dados relevantes e usar os modelos para analisar as alternativas

Selecionar a localização que melhor satisfaça os objetivos

definidos

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

21


Dimensão capacidade produtiva 22

 Importância da análise?

 Dimensão estratégica condiciona actuação da empresa no mercado  Função de output escoado  Momento actual  de acordo com perspectivas futuras

contínuos 

Exemplo:

Capacidade Produtivo

 Não é algo que possa ser definido em termos 250.000,00 200.000,00 150.000,00 100.000,00 50.000,00 0,00 1

2 3 Equipamento disponível

4

22


Dimensão capacidade produtiva 23

 Fatores determinantes da capacidade Fatores Externos • Regulamentações

governamentais • Acordos sindicais • Capacidade dos fornecedores

Fatores Internos • Conceção do produto • Gama de produtos • Pessoal • Implantação e fluxo produtivo • Disponibilidade do equipamento produtivo • Gestão de materiais

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

23


Dimensão capacidade produtiva 24

 Planeamento da capacidade Determinar as opções da empresa para a dimensão e o tipo de aumentos de capacidade

Avaliar a procura e os custos futuros da produção Avaliar as mudanças tecnológicas prováveis e as probabilidades de obsolescência Prever os aumentos de capacidade a serem feitos por cada concorrente Adicionar estas estimativas para determinar o equilíbrio entre a oferta e a procura e os preços e custos resultantes Avaliar a procura e os custos futuros da produção Testar a análise para verificar a consistência Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

24


Dimensão capacidade produtiva 25

Gestão de topo

Nível de Gestão

Planeamento de capacidade a curto, médio e longo prazo

Planeamento da capacidade a médio prazo

Chefias Directas

Gestão Intermédia

Planeamento da capacidade a longo prazo

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

Planeamento da capacidade a curto prazo

25


Tecnologia 26

ATRIBUTOS

ANÁLISE DE FATORES Processo produtivo Capital intensivo

Mão-de-obra intensiva

Depende de Custo relativo dos fatores de trabalho

Facilidade para obter os fatores na quantidade e qualidade desejadas

Análise económica

Flexibilidade proporcionada

Posicionamento estratégico da empresa

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

26


Tecnologia 27 Característic as técnicas do produto Natureza das matérias primas

Dimensão do mercado Fatores determinant es no processo de produção

Qualificação da mão-deobra

Capital necessário

Tecnologias existentes Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

27


Tecnologia 28

Tipos de tecnologia 

Manuais Mecanizadas Automatizadas

Caracterização quanto a: -Custo -Flexibilidade - Qualidade

Novas tecnologias de produção

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

28


Layout das operações 29

Planeamento do espaço físico 

Máquinas

Postos de trabalho

Armazéns

Áreas de serviço para clientes

Fluxos de pessoas e materiais

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

Gestão dinâmica

29


Layout das operações 30

Produção de bens industriais

Produção de Serviços

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

30


Layout das operações 31

Objetivos de um layout 

Minimizar a movimentação de materiais e de pessoas

Minimizar atrasos

Reduzir tempo de resposta do sistema

Obter flexibilidade

Utilizar os recursos humanos e o espaço com eficiência

Providenciar melhores condições de trabalho

Facilitar o controlo e a manutenção do sistema

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

31


Layout das operações 32

Importância das decisões 

Investimentos substanciais em dinheiro e em esforço

Decisões de carácter estratégico

Grande impacto 

Custos

Eficiência

Das operações de curto prazo

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

32


Layout em empresas industriais 33

Implantações orientadas para o processo

Implantações orientadas para o produto 1ª Estação de Trabalho

2ª Estação de Trabalho

Implantações organizadas em células de fabrico

3ª Estação de Trabalho

transportador

Implantações fixas

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

Vantagens e desvantagens?

33


Layout em empresas prestadoras de serviços 34

Objetivos:  maximizar o lucro/ m2 de espaço

Outros objetivos: 

Equilíbrio entre áreas de serviço e de espera

Os clientes só vêem o que queremos que eles vejam

Minimização do percurso de pessoas e materiais

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

34


Gestão do sistema 35

Envolve o estudo contínuo de: 

Processos utilizados

Inputs necessários

Definição de Ouptuts

Definição dinâmica do layout interno

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

35


Recente revalorização do processo produtivo 36

Principais causas:

Crescente pressão por competitividade

Potencial competitivo das novas tecnologias de processo

Melhor entendimento do papel estratégico do processo produtivo

Produção revalorizada

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

36


Competitividade 37

Qual a importância da competitividade de uma organização?

Alguns atributos associados à competitividade: • Tempo • Custo • Flexibilidade • Ambiente • Qualidade Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

37


Competitividade 38

Atributos de Competitividade: Tempo 

Velocidade de produção

Rapidez na capacidade de resposta a alterações (atributo Flexibilidade)

Tempo Total de fabrico: 

processo

preparação da máquina, montagem e ajuste de ferramentas

carga e descarga de peças

controlo de qualidade

movimentação e espera

outros

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

38


Competitividade 39

 Ilustração: Transformações tecnológicas

Descoberta

Aplicação

Anos

Fotografia

1727

1839

112

Telefone

1820

1876

56

Rádio

1867

1902

35

Radar

1925

1940

15

Televisão

1922

1934

12

Fusão Nuclear

1939

1945

6

Transístor

1948

1953

5

Circuito Integrado

1958

1961

3

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

39


Competitividade 40

O que acontece se a rapidez de introdução de novos

produtos for determinante na competitividade?

Princípio de Organização: -Cooperação ativa de diferentes especialistas e competências na distribuição pelos elementos da equipa

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

40


Competitividade 41

Atributos de Competitividade: Custo  

Conceito? Exemplo de estrutura de custo de produção

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

41


Competitividade 42

Como avaliar a Flexibilidade? Exemplos  Número de inovações introduzidas por unidade de tempo;  Tempo necessário à transição do estado A para o B do sistema

produtivo;  Variação dos custos de produção para uma determinada

flutuação do mercado;  Medidas de satisfação do cliente;

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

42


Competitividade 43

Agentes envolvidos na Flexiblidade:

Conhecimento

Processo de Gestão

Forma de Organização

Força de Trabalho

Sistema de Informação

Produto

Prioridades Competitivas Sistema de Produção

Flexibilida de Global do Sistema

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

Indicadores de Desempenho

43


Competitividade 44

Agentes envolvidos na Flexiblidade:

Conhecimento

Processo de Gestão

Forma de Organização

Força de Trabalho

Sistema de Informação

Produto

Prioridades Competitivas Sistema de Produção

Flexibilida de Global do Sistema

•Flexibilidade em equipamento •Flexibilidade em processo •Flexibilidade em operação •Flexibilidade em routing •Flexibilidade em volume •Flexibilidade em expansão Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

Indicadores de Desempenho

44


Outsourcing: um elemento de flexibilidade 45

 Devemos produzir ou comprar no exterior? 

Análise económica

A qualidade

A confiança nos fornecedores

O controlo dos segredos comerciais

Recursos para pesquisa e desenvolvimento

 Formas de outsourcing: 

de especialidade

de capacidade

Vantagens e riscos associados?

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

45


Competitividade 46

Atributos de Competitividade: Ambiente Desafio • reduzir os níveis de poluição, de geração de desperdícios e consumo de recursos para níveis compatíveis com a sustentabilidade do ambiente a longo prazo

• Minimizando ao mesmo tempo as

… conceito de: Produção Mais Limpa

reduções de competitividade e

rentabilidade

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

46


Gestão da Qualidade 47

Qualidade: conceito?

 Atributos 

Desempenho

Fiabilidade

Durabilidade

Serviço

Estética

Conformidade

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

47


Gestão da Qualidade 48

Alteração da abordagem à qualidade Não exige apenas a visão de «não tem defeitos» Parte integrada no processo produtivo:

  

garantia da qualidade

certificação de sistemas da qualidade

satisfação total do cliente

Confiança

Autocontrolo

A posteriori

A priori

Controlo Tradicional Desconfiança Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

48


Gestão da Qualidade 49

Custos da qualidade Custos dos defeitos

  

Na produção Nas vendas

Custos da detecção de defeitos

   

No controlo da produção Nos laboratórios Na medição e controlo

Custos de prevenção

  

Na automação dos controlos No desenvolvimento de métodos estatísticos Na análise de defeitos e investigação das causas

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

49


Gestão da Qualidade 50

Trade-Off

• Nível de custos • Nível de qualidade

Definição de Política de Qualidade

Custo Valor da qualidade

Precisão absoluta

Custo da qualidade

Níveis de Qualidade Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

50


Gestão da Qualidade 51

Custo total C u s t o s

Custo de oportunidade

Custo de controlo Q

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial2012/2013

Quantidade % produção defeituosa

51


Gestão da Qualidade 52

Tendências

Responsabilização jurídica do produtor

Gestão da qualidade: meio para diminuir os custos de produção

Qualidade enquanto filosofia

Conceito integrante da cultura organizacional

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

52


Controlo de Qualidade 53

Técnicas de controlo 

Amostragem

Processo de Controlo Estatístico

Gráficos de Controlo

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

53


Controlo de Qualidade 54

 Inspeção a 100%?  Fixação de regras de  decisão: 

Parametrização da política de qualidade O que é considerado aceitável O que não é considerado aceitável Questão de índole estatística

 Erros no plano de amostragem 

Tipo I (risco do produtor): rejeitar lotes cuja qualidade é aceitável Tipo II (risco do consumidor): aceitar lotes cuja qualidade não é aceitável

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

54


Gestão da Qualidade 55  A política de qualidade definida está a ser

seguida?  Ter em consideração: 

custos intrínsecos

Proveitos

Trade-Off Objetivo otimização conjunta

 Decisões a ter em conta:  Quanto e com que frequência inspeccionar?  Em que fase ou fases do processo de fabrico?  Onde efetuar o controlo?  Inspeção por atributos ou variáveis? Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

55


Gráfico de Controlo 56

Limite superior

Valor standard

Limite inferior

Dias do mês Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

56


Planeamento e controlo da produção 57

Objetivos: 

Elaborar os planos

que orientarão a produção e servirão de guia para o seu

controlo Consequências da ausência de planeamento 

    

Atrasos no processo Paragens diversas decorrentes de má alocação Tempos mortos Aumentos dos custos de produção Stocks exagerados Aumento dos prazos de fabricação

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

57


Planeamento e controlo da produção 58

Departamento de marketing

Planeamento estratégico de produção Plano de produção

Previsão de vendas Planeamento mestre da produção

Pedidos em carteira

Plano mestre de produção Programa de produção: -administração de stocks -Sequência do processo -Emissão de ordens Departamento de compras Pedido de compras Fornecedores

Ordens de compra Stocks

Ordens de fabricaç

Ordens de montag

Fabricação e montagem Clientes

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

A V A L I A Ç Ã O

A C O M P A N H A M E N T O E

D O D E S E M P E N H O

C O N T R O L O D A P R O D U Ç Ã O

58


Programação da produção e das operações 59

Objetivos: 

Cumprir prazos de entrega

Reduzir os tempos de fluxos

Reduzir as existências em curso

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

59


Programação da produção e das operações 60

Gráfico de Gantt: 

O que representa?

Necessário definir previamente: 

Diferentes operações a realizar

Duração de cada operação

Definir relações entre cada uma das operações

Prazos a respeitar

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

60


Gráfico de Gantt 61 

Exemplo: Atividade

Precedentes

Subsequentes

Duração (dias)

 

A

-

B

1

B

A

D

2

C

-

D

4

D

B,C

-

3

E

-

-

4

Desenhe o diagrama de Gantt; Determine : o caminho crítico;  as folgas das atividades;  a duração mínima do projeto; 

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

61


Gráfico de Gantt 62  Exercício 1: Uma empresa de consultoria acordou com o seu principal cliente concluir o projeto Mega3 em vinte e um dias. As características do projeto são as seguintes:

Atividade

Antecedentes

Duração (dias)

A

-

2

B

-

1

C

-

5

D

B,C

3

E

C

5

F

D,E

4

C É possível cumprir o prazoGse a empresa usar o escalonamento de datas mais cedo?8E se usar as datas mais tarde? H

F,G

Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

6

62


Gráfico de Gantt 63

Exercício 2: Uma construtora ganhou um concurso no valor de 5,4 Milhões de euros para construir uma planta industrial. O contrato inclui: - Uma penalização de 300.000 euros se a construtora não completar a construção em 47 semanas; - Um prémio de 150.000 euros se a construtora completar a construção em 40 semanas; 

A construtora, com base na sua experiência, construiu uma lista de atividades para o projeto. 1) Qual o tempo total requerido para completar o projeto se nenhum atraso ocorrer? 2) Quais as atividades que não podem sofrer atrasos para que o projeto seja executado sem atrasos? Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

63


Gráfico de Gantt 64 Atividade

Descrição

Precedentes

Duração Estimada (semanas)

A

Escavação

-

2

B

Fundação

A

4

C

Paredes

B

10

D

Telhado

C

6

E

Encanamento Exterior

C

4

F

Encanamento Interior

E

5

G

Muros

D

7

H

Pintura Exterior

E, G

9

I

Instalação Eléctrica

C

7

J

Divisórias

F, I

8

K

Piso

J

4

L

Pintura Interior

J

5

M

Acabamento Exterior

H

2

N

Acabamento Interior

K, L

6

64


Novas lógicas da produção: lean production 65 Trabalhadores  Utilizar

totalmente a capacidade/competências dos

trabalhadores  Responsabilidade

de

• Produzir peças de qualidade • Quando o processo seguinte precisa delas • Melhorar continuamente o processo

Objetivo  não é  

é a participação e envolvimento dos trabalhadores

melhorar os resultados:

redução de custos: através da eliminação de desperdícios e envolvimento dos trabalhadores Gestão das Organizações - Licenciatura em Comunicação Empresarial- 2012/2013

65


Gestão das Organizações - A FUNÇÃO PRODUÇÃO -


Cap3 A função produção