Page 19

19

PERNAMBUCO, FEVEREIRO 2010

Kintarô 1

Kintarô é um boteco da Liberdade o melhor boteco da Liberdade e talvez o melhor boteco do mundo uma vez um amigo me disse que como eu não conhecia todos os botecos do mundo não tinha o direito de eleger o melhor — eu estava animado com o bar do Ademar em Picinguaba e tinha lá meus motivos — mas sendo esse amigo um grande chato e eu o dono do poema repito para quem quiser ouvir Kintarô é um boteco da Liberdade o melhor boteco da Liberdade talvez o melhor boteco do mundo

2

a história de Kintarô personagem do folclore japonês conforme me contaram no Kintarô ontem à noite é a seguinte — Kintarô era órfão de pai que tinha sido comido por um urso e trabalhava para sustentar a mãe um dia Kintarô entrou na floresta encontrou o urso e lutou com ele até quase matá-lo então chegou o filho do urso e implorou para Kintarô poupar a vida de seu pai Kintarô atendeu ao pedido do ursinho e um samurai amigo de seu falecido pai entusiasmado com sua valentia e com seu nobre coração fez de Kintarô um samurai Kintarô foi um extraordinário samurai

3

em Paris existe um restaurante japonês também chamado Kintarô o Merinho que me falou e depois Milton Ohata mandou a foto

a melhor parte da história vem agora nos dias de folga quando Kintarô visitava sua mãe aproveitava para ir até a floresta lutar sumô com o urso — o Kintarô da Liberdade é frequentado por sumotoris e aficionados por sumô de modo geral e há uma tabela do campeonato japonês na parede o Kintarô da lenda é representado por um garoto simpático que leva um machado às costas pois antes de se tornar samurai Kintarô era lenhador

18_19_20_21_Ineditos.indd 19

20/01/2010 10:23:50

Suplemento Pernambuco #48  

Suplemento Pernambuco #48

Suplemento Pernambuco #48  

Suplemento Pernambuco #48

Advertisement