Page 1

A QUANTIDADE DE IDOSOS NO BRASIL E NO ESTADO SURPREENDE – E O MERCADO JÁ APRESENTA SOLUÇÕES ESPECÍFICAS. PÁG. 76

SANTA CATARINA N NÚMERO 5 • PREÇO R$ 11,99 ISSN 2176-5532

O PONT ICO M POQLUEÊMUDA PRAERSAE

9 772179545002

O O NOVO EGAD EMPR OS COM O NICO Ô D ETR EGA EMPR TRADOR EL O. T S I N G O E R DE P 64 PÁG.

DE VOLTA ÀS AULAS

OS FRUTOS COLHIDOS PELAS CONSTRUTORAS QUE CRIARAM PROGRAMAS INTERNOS DE ENSINO.

PÁG. 52

NA LINHA DE PRODUÇÃO

AS SOLUÇÕES QUE PROMETEM AUMENTAR A INDUSTRIALIZAÇÃO DE PROCESSOS NA CONSTRUÇÃO CIVIL.

PÁG. 68

SANTA CATARINA

ENTRA NO JOGO O ESTADO TEVE ALGUNS DE SEUS PRINCIPAIS COMPLEXOS ESPORTIVOS INDICADOS PARA RECEBER COMPETIÇÕES QUE ANTECEDEM AS OLIMPÍADAS DE 2016, E PODE RECEBER DELEGAÇÕES DA COPA DO MUNDO EM 2014 – O QUE MAIS SANTA CATARINA PODE OFERECER? PÁG. 46

www.construcaosa.com.br

1


EDITORIAL Diretor Geral • Jefferson Pereira da Silva Diretor Comercial • Sidinei Duarte sidinei@construcaosa.com.br Criação e arte • Vicente Andrade - SC 02193 DG criacao@construcaosa.com.br Editor-chefe • Fernando Brüning (02264 JP) redacao@supernovaeditora.com.br Sub-editora • Letícia Wilson redacao@construcaosa.com.br Redação • Tayse Cardoso, com colaboração de Mauro Meurer, Patrícia Rodrigues e Mônica Roemmler Planejamento e Marketing • Bruno Henrique Rodrigues Romão Coordenador de fotografia • Ronald T. Pimentel Circulação e assinatura • Júnior Nascimento assinatura@construcaosa.com.br Web designer • Alex Nunes Representantes comerciais • Luiz Bayard, Flavio Rocha, Vitor Andrade, Chico Souza, Eduardo Nunes Nogueira, Patrícia Diniz Sposito, Mirela Leite Fragoso, Valdir Silva de Souza, Joaquim Barros, Mario Silva, Thiago Bittencourt, Eliomar Santos da Costa, Antônio Francisco Almeida, Paulo César da Silva, Sandra Dias Góes. Sucursal Florianópolis • floripa@construcaosa.com.br Sucursal Tubarão • tubarao@construcaosa.com.br Sucursal Criciúma • criciuma@construcaosa.com.br Sucursal Balneário Camboriú • b.camboriu@construcaosa. com.br Colaboradores • Andresa Regina Gomes, Bárbara Silva, Mércia Paiva da Silva, Helena Pinheiro Lemos, Uriel Pereira Climaco, Adriana Meirer, Jackson Fadini Toledo, Laura Cunha, Cléia Souto Grosso, Jair Simões, Bruno Pádua de Almeira, Camila Felippo, Renata Maia, Hermes Barcelos Cunha, Roberto Antunes, Fátima Veira da Rosa, Regina Alves, Ivo Neri Agnol, Alessandro Pinheiro Sá, Régis Ramalho, Emílio Cavalheiro, Audria Ximenes, Jhonathan Gonçalves de Mello, Emílio Wiznitzer. Correspondência • Comentários sobre o conteúdo editorial, sugestões e críticas. imprensa@supernovaeditora.com.br Rua Fritz Muller, nº 50 - edifício Praia Bela, 6º Andar - Coqueiros, Florianópolis - SC - CEP 88080-720

contato@construcaosa.com.br www.construcaosa.com.br www.twitter.com/construcaosa www.facebook.com/construcaosa Florianópolis: (48) 3029.0300

N A REVISTA CONSTRUÇÃO S.A É UMA PUBLICAÇÃO DA SUPERNOVA EDITORA LTDA. A REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL DESTA OBRA É PROIBIDA SEM AUTORIZAÇÃO DO EDITOR.

2

www.construcaosa.com.br

SERÁ QUE VAI DAR CERTO? As perspectivas para o ano são otimistas, mas a incerteza ainda é grande. Oportunidades não devem faltar – para todos os setores. Banheiros prontos

Ao adotar essa solução, construtora acelera o processo e elimina atividades no canteiro de obras.

O

primeiro trimestre do ano já se foi, mas ainda não dá para traçar o cenário dos próximos meses. Até agora, os poucos números divulgados recomendam cautela. As vendas de materiais de construção no varejo caíram 6% em fevereiro em relação a janeiro e foram 2,3% menores do que as registradas no mesmo mês do ano passado. Em março, houve uma recuperação, com incremento de 15% em comparação a fevereiro e de 16% ante o mesmo período de 2011. E não tem faltado injeção de ânimo. A Associação de Investidores Estrangeiros no Setor Imobiliário indica que, neste ano, o Brasil será o segundo melhor mercado do mundo na atração de investidores estrangeiros, superando a China na lista de preferências, informa a consultora Daniele Akamine, MBA em Economia da Construção e Financiamento Imobiliário. Para ela, outro dado relevante é a notícia de que o Banco do Brasil pretende reforçar a concessão de crédito imobiliário em 2012, totalizando em torno de R$ 12 bilhões – 60% a mais do que o volume negociado em 2011. O ritmo até agora, no entanto, é moderado. Em fevereiro foram financiados 31 mil imóveis no país, redução de 12% em relação ao mesmo mês do ano passado, conforme a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança. A expectativa do Secovi/SP é que o crédito habitacional com recursos da poupança aumente 30% neste ano. O PIB brasileiro deve girar em torno de 3,5%, o momento é de pleno emprego, com taxa de desocupação baixa e crescimento da massa salarial, defendeu a entidade na divulgação do Balanço do Mercado Imobiliário e Perspectivas para 2012, no mês passado. O presidente da Anamaco, Cláudio Conz, é outro dirigente que se mantém otimista, especialmente em relação à regulamentação da nova linha de crédito para aquisição de material de construção, a Fimac/FGTS. Serão R$ 300 milhões reservados para financiar reforma, ampliação ou construção de imóveis residenciais, como publicamos na última edição da Construção S.A. Os empresários da indústria da construção também iniciaram o ano confiantes, com melhora de quase 4% no desempenho de suas empresas em relação a novembro, conforme a 51a edição da Sondagem Nacional realizada pelo Sinduscon-SP com a Fundação Getúlio Vargas, em parceria com a CBIC. Na pesquisa, 190 empresários foram consultados e, para eles, o principal gargalo do setor continua sendo a escassez de mão de obra, especialmente de trabalhadores qualificados. A automação e a industrialização de processos na construção civil têm de ser aceleradas. Diversas soluções já estão disponíveis, como apresentamos na reportagem “O fim do artesanato”, que você pode conferir nas próximas páginas. Letícia Wilson Sub-editora


14. RADAR

O comprometimento do setor na melhoria das condições de trabalho em um acordo com a presidente Dilma.

18. NO MERCADO

Em pauta, detalhes de produtos como uma argamassa que reduz drasticamente o tempo de assentamento.

58

24. OBRA PÚBLICA

Os impactos na logística da região sul do estado com o aeroporto Humberto Ghizzo Bortoluzzi, em Jaguaruna.

O NOVO PROTAGONISTA

68

O projeto de paisagismo deixa cada vez mais o estigma essencialmente estético para ser decisivo em vendas.

46. COPA E OLIMPÍADA

Onde e como Santa Catarina vai fazer parte dos maiores eventos esportivos do planeta.

52. EDUCAÇÃO

Programas de ensino fundamental adentram os canteiros de obras e fazem uma verdadeira revolução.

64. PONTO ELETRÔNICO O novo sistema de controle eletrônico de ponto e as mudanças que trará nas relações trabalhistas.

26. EMPREENDIMENTOS

De León, Villa Marinero, Jardim Ingleses, entre outros, apresentados com todos os detalhamentos.

30. SOLO CRIADO

Lei em Palhoça reacende o debate sobre a lei que permite erguer edifícios acima do índice construtivo.

INDUSTRIALIZAÇÃO Os desafios de adaptar as necessidades da construção civil às linhas de produção.

76.TERCEIRA IDADE

Com 20 milhões de idosos no Brasil hoje, empresas e profissionais começam a enxergar os clientes “mais experientes”.

36. ACESSIBILIDADE

É satisfatória a quantidade de construtoras do estado de olho na adaptação às pessoas com necessidades especiais?

REVISTA BIMESTRAL - ANO 1 - Nº 5 15 DE ABRIL DE 2012 TIRAGEM DESTA EDIÇÃO: 28 000 EXEMPLARES

www.construcaosa.com.br

3


N 4

www.construcaosa.com.br

Profile for SUPERNOVA EDITORA

REVISTA CONSTRUÇÃOSA ED 5  

Revista ConstruçãoSA Ed 05

REVISTA CONSTRUÇÃOSA ED 5  

Revista ConstruçãoSA Ed 05

Advertisement