Page 1

ano 1 • n° 2 • JUNHO de 2008

DISTRIBUÍDO NO ESPIRITO SANTO

missões pelo mundo

3

Ofensiva

8

Dieta e auto-estima

drama

Pessoas com baixa auto-estima tendem a evitar tarefas difíceis e quando passam por dificuldades são mais propensas a desistir 5 de suas metas

A indústria do O trágico fim de uma jovem pecado? de 17 anos Pastor norte-americano cria igreja virtual para adentrar sutilmente o universo pornográfico

Boneco lilico em Vitória saúde

“Um em cada 10 cristãos no mundo está sujeito a restrições severas ou vivendo em estado de guerra”, diz estudo 4

6

Na Assembléia de Deus Nova Aliança

Religiosa impácto

igrejas

Uma carta a todos os jovens do Brasil

“Aos 13 anos participei e ganhei um concurso para modelo e manequim para a Agência Kasting e fui até o final do concurso que selecionou as novas Paquitas do programa da Xuxa... Porém, como a vida nos prega algumas peças, o meu destino começou a mudar em outubro de 1994”. Confira!

ética cristã

9

Namoro cristão

“O namoro, sem que cada um cuide de si mesmo, é ocasião propícia para o despertamento de desejos da juventude que, se não controlados, podem causar a ruína moral do jovem”

entrevista

10

Ex-bruxo Tio Chico

Segunda parte desta entrevista contando porque abandonou a bruxaria e se converteu a Cristo.


2

fale conosco: jornaletv@hotmail.com

Vitória, junho de 2008

palavra do pastor

Divulgue sua empresa

neste jornal

Pr. Winter Rocha

3229-3332

Enxergando a Deus como seu Pai Meu amigo, Deus não quer que você o veja só como um Deus, mas como o seu verdadeiro Pai. Ele quer que você tenha liberdade para entrar em sua presença com confiança e ousadia. “Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo cmino que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne...” (Hebreus 10:19,20 - ARC) O Senhor quer que você entenda que ele está preocupado com você, que se interessa pelos seus problemas e deseja resolvê-los - não para você, mas junto com você. Quer liberdade para andar com você. Quer, enfim, ser solicita-

EXPEDIENTE É TEMPO DE VITÓRIA EDITOR CHEFE Winter Rocha EDITOR ADJUNTO José Dione JORNALISTA Jamile Teodoro DIAGRAMAÇÃO Abraão Coutinho TEXTOS Gilson Pereira CORREÇÃO DE TEXTOS Andressa Vargas ARTE Anderson Bispo COMERCIAL Patrício Pesse 27 - 3229 3332 jornaletv@hotmail.com IMPRESSÃO Parque Gráfico A Gazeta

do por você em todos os momentos da sua vida, seja em casa, na rua, nos negócios, nos passeios, nos projetos, nos planejamentos familiares - em tudo o que diz respeito a sua vida. Por mais que isso pareça irracional, creia, pois essa é a vontade de Deus - afinal, você é a criatura mais perfeita que ele criou! Ele lhe concedeu o que não deu nem aos anjos do céu: a sua imagem e semelhança: “Então disse Deus: façamos o homem à nossa imagem e semelhança.” (Gênesis 1:26,27 - NVI). Por isso, o desejo de Deus é se relacionar mais profundamente com você, como se relacionou um dia com

Adão no Jardim do Éden, de modo que você pelo Espírito o conheça na intimidade, conforme está escrito: “E, porque vocês são filhos, Deus enviou o Espírito de seu Filho ao coração de vocês, e ele clama: Aba, Pai.” (Gálatas 4:6 - NIV) O nosso pai biológico, um dia nos deixará. Mas o pai celeste não. Por isso, segundo as Escrituras, ele é que é o nosso verdadeiro Pai: “A ninguém na terra chamem pai, porque vocês só têm um pai, aquele que está nos céus.” (Mateus 23.9 - NVI) Somente quero esclarecer que nessa passagem bíblica, o Senhor Jesus não está ignorando a autoridade que o pai biológico exerce sobre a

vida de seus filhos, e nem insinuando que não devemos honrá-los como pai. Honrar pai e mãe é o primeiro mandamento com promessa, e ele não contraria sua Palavra. “Honra teu pai e tua mãe - este é o primeiro mandamento com promessa - para que tudo te corra bem e tenhas longa vida sobre a terra.” (Efésios 6:2,3 - NVI) Jesus, nessa passagem bíbllica, estava exortando a hipocrisia dos fariseus, que faziam de tudo para serem vistos pelos homens, e ainda se intitulavam “rabis”, ou seja, mestres de todo povo. Por isso ele os exortava, mostrando que o Pai Celeste é o verdadeiro mestre espiritual e guia de nossas almas, é o

único capaz de nos conduzir em segurança. Entenda de uma vez por todas que Deus não está interessado somente em você. Como Pai, ele também se interessa por seus problemas, sua família, sua saúde, seus negócios, seus filhos, sua vida espiritual, suas finanças, enfim, em tudo o que diz respeito a você. Comece a enxergar nele um Pai que se preocupa com você, e então ele suprirá todas as necessidades. “E Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que, tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda boa obra.” (2 Coríntios 9:8 ARC)


3 Divulgue

fale conosco: jornaletv@hotmail.com

missões pelo mundo

Vitória, junho de 2008

sua empresa

Cristãos lutam contra ofensiva à liberdade religiosa • Portas Abertas neste jornal

3229-3332

A perseguição religiosa em pleno século 21 “Mesmo em uma nação livre como o Brasil já é possível identificar tentativas de coibir a liberdade de pregação da Bíblia”

Um em cada 10 cristãos no mundo está sujeito a restrições severas ou vivendo em estado de guerra. E para eles não há sinais de melhora. Pelo contrário: a ofensiva contra a liberdade religiosa, o conflito ideológico e a imposição a outros credos está ganhando força em todo o mundo. Nos dias de hoje, especialmente nas nações livres, a perseguição assume ares tanto explícitos quanto sutis. De acordo com o anuário alemão Maertyrer 2007, há 200 milhões de cristãos enfrentando algum tipo de restrição ao pleno exercício da fé, o que, em muitos casos, desdobra-se em situações de discriminação ostensiva e perseguição severa. Este anuário é publicado pela agência de notícias evangélica “Idea”, em parceria com a Aliança Evangélica Alemã e a Sociedade Internacional para Direitos Humanos. A informação também foi confirmada em um relatório inédito do Serviço de Inteligência Britânico, o MI6, apontando que cristãos em 60 países enfrentam uma

perseguição orquestrada, em grande parte, pela rede terrorista Al-Qaeda. Antes da queda do muro de Berlim e da abertura da Cortina de Ferro a perseguição era facilmente identificada, sendo dirigida e promovida principalmente pelo governo e pelas agências estatais. No entanto, desde então foram muitas as mudanças geopolíticas e econômicas. O comunismo entrou em colapso, a ex-União Soviética foi desmembrada, o muro de Berlim caiu, a União Européia vem se consolidando e o mundo assiste a uma polarização perigosa entre os países do oriente e do ocidente. Uma nova Guerra Santa vem sendo proclamada por organizações terroristas islâmicas como a Al Qaeda, Talibã, entre outras, contra todos os cristãos e as nações do Ocidente. Mesmo em uma nação livre como o Brasil já é possível identificar tentativas de coibir a liberdade de pregação da Bíblia e a perseguição aos pregadores com ameaça de detenção. O governo brasileiro já estu-

da a adoção de mecanismos para restringir as atividades de missões cristãs na Amazônia. Além disso, dois projetos de lei que se propõem a evitar o preconceito contra homossexuais, também possuem regras para silenciar e censurar a pregação da Palavra de Deus. “Nunca vimos uma ação tão explícita quanto essa no Brasil, sabemos que esse é um fenômeno importado de outros países tidos como ‘livres’, como a Inglaterra e a Alemanha, e como Igreja precisamos resistir a esse ataque do inimigo”, afirma Douglas Monaco, secretáriogeral da Portas Abertas. Sob o manto da tolerância, o ataque à fé absoluta As faces mais sutis da perseguição religiosa nas nações livres são revestidas sob o manto da tolerância e da igualdade. Basta observar o que aconteceu no ano passado na maior nação protestante do mundo, os Estados Unidos. Os Gideões Internacionais foram proibidos pela Justiça do Estado de Missouri de distribuir Bíblias a crianças em uma escola de Annapolis. Alemanha, berço do protestantismo, é um exemplo claro de como a restrição à liberdade religiosa ganhou requintes de modernidade. No ano pas-

sado, o pastor luterano Johannes Lerle, de 55 anos, foi condenado a um ano de prisão por ter “incitado a oposição ao aborto durante uma pregação”. Ali também foi lançada, na Feira do Livro de Frankfurt de 2006, a primeira “Bíblia politicamente correta”, que “muda termos como “homens” por “pessoas” e “obedecer a Deus” por “escutar a Deus”, entre outros trechos. Na Espanha, foi incorporada ao currículo escolar uma disciplina de educação e aceitação a diferentes tipos de família e afetividades, incluindo as homossexuais – projeto que também está em estudo para ser implantado no Brasil. Tolerância agora exige negar que qualquer um tenha fé absoluta. Em nome do relativismo moral e cultural, segundo o qual todo uso, comportamento e costume deve ser respeitado e qualquer opinião e palavra contrária é interpretada como fanatismo, “vemos o direito de evangelizar sendo atacado”, explica Johan Companjen presidente da Open Doors International. De fato, as nações consideradas livres vivem hoje diante do desafio de identificar casos de perseguição e de resistir, a fim de evitar que a abertura de

uma pequena brecha possa trazer consigo uma avalanche de imposições restritivas à divulgação da Palavra de Deus. Novos desafios: Diversificando áreas de atuação Embora a distribuição de Bíblias tenha sido o centro da atividade missionária durante anos a fio, há cada vez mais solicitações para treinamentos e a organização de retiros para jovens e crianças que vivem sob o aliciamento de guerrilhas. Também há os casos emergenciais, como os abrigos aos ex-muçulmanos ameaçados de morte por causa de sua conversão a Cristo. Crescem também os pedidos para a defesa dos cristãos presos, o que inclui iniciativas junto aos meios de comunicação para dar visibilidade internacional às violações aos direitos humanos dos cristãos encarcerados, torturados ou mortos por causa da fé. Sem contar os casos de ajuda socioeconômica para aqueles que são discriminados no meio social onde vivem e que por isso não conseguem emprego e muitas vezes têm impedido o acesso à água potável e à ajuda governamental. Olhar e agir em favor do fortalecimento da Igreja Perseguida de Cristo ao redor do mundo é tarefa de todo o cristão, especialmente entre aqueles onde estão se cumprindo as palavras bíblicas: “Ora, todos quantos querem viver piedosamente em Cristo Jesus serão perseguidos (2 Tm 3.12)”.


4

fale conosco: jornaletv@hotmail.com

Vitória, junho de 2008

impacto

Divulgue sua empresa O site cristão pornô que quer salvar a indústria do sexo • rollingstone.com.br

neste jornal

3229-3332

A indústria do pecado?

Em abril deste ano, a CPI da Pedofilia aprovou a quebra de sigilo de 3.261 álbuns privados do Orkut, sob a suspeita de esconderem pornografia, envolvendo inclusive crianças. As páginas foram denunciadas pela ONG SaferNet Brasil em novembro de 2007. Mas, já preocupado com essa realidade há algum tempo, Craig Gross, um pastor evangélico

norte-americano, revoltou-se ao ver que a indústria pornô fatura anualmente US$ 60 bilhões ao redor do planeta (segundo a revista Forbes) e decidiu que era hora de ajudar as crianças, os adolescentes e os adultos enrolados em conteúdo impróprio e dizer que há alguém lá em cima que se preocupa com eles. Para isso, ele criou em 2002 o XXXChurch.com,

Craig Gross, o pastor norte-americano que criou o e coloquem essa questão em primeiro site/igreja virtual pornô. E uma linha bem- uma nova visão de cristianismo. O debate não seria possíhumorada de camisetas feitas pela Igreja virtual vel se não fôssemos amigos”, Craig Gross, 32, metido diz o pastor. autodenominado o primeiro em um terno escuro e dessite cristão pornô. A XXX Church, situada A igreja virtual pornô não colado e com pinta de mem- em Grand Rapids (Michié formada por carolas e re- bro de banda da nova cena gan), também criou outros verendos assanhados pron- roqueira de Nova York (pas- mecanismos para adentrar tos para uma boa sacanagem saria fácil por um integrante sutilmente o universo pornodominical. O objetivo é gerar do Interpol), mostra despre- gráfico. O apelo cool está no reflexão, reação e fazer com zar abordagens moralistas e site e espalhado pelos itens que pessoas compreendam faz questão de mostrar que produzidos pela igreja digital. seu real grau de envolvimen- a idéia não é apontar o dedo A frase “Jesus Loves Pornsto com a devassidão. “Acho para ninguém ou lutar pelo tars”, acompanhada pela fique a pornografia machuca, fim da indústria pornográfi- gura estilizada de um belo degrada a mulher, atrapalha ca. Tanto que é amigo de Ron cafajeste de bigode denso e os relacionamentos e, fre- Jeremy, o “Rei do Pornô”, tí- um par de óculos ray- ban, qüentemente, substitui a vida tulo ganho por sua atuação estampa uma linha de camisexual de alguém”, explica em mais de 1.800 filmes e por setas e a capa de uma edição Gross. “A média de idade das ter dirigido outros 100. Essa do Novo Testamento bíblico. pessoas que têm contato com amizade surgiu ao longo dos O material é levado pelas oito pornografia online é de 11 25 debates realizados entre pessoas que formam a equipe anos”, lamenta. Diariamente, eles, organizados pelo “pas- aos encontros e a eventos da cerca de 40 milhões de in- tor pornô”. O “Porn Debate” indústria pornográfica, para ternautas acessam esse tipo vai a universidades e igrejas alertar atores, atrizes e fãs do de conteúdo. Só em março dos Estados Unidos, já pas- gênero sobre possíveis perideste ano, 175 mil usuários sou pela Nova Zelândia e tem gos escondidos em meio a passaram pelo XXXChurch. datas agendadas para a Aus- gemidos e sussurros – Gross “Muitos”, destaca o pastor, trália. “Não quero a vida dele, contabiliza sete pessoas, entre “direcionados por buscas pe- mas sinto que podemos ser produtores, atores e atrizes, las expressões ‘porn’ e ‘xxx’ amigos, trabalhos à parte. É o que largaram “a vida” após o em ferramentas de pesquisa”. que espero que todos vejam – contato com a “Triple X”.

• Em são paulo, uma turma decidiu que era hora de fazer o mesmo. Jovens da Igreja Evangélica Projeto 242 (o número vem da passagem bíblica do livro de Atos, capítulo 2, versículo 42) criaram, no ano passado, a Sexxxchurch. com. São 600 mil acessos únicos por mês, com média de 200 e-mails recebidos todos os dias. Jota Mossad, idealizador do site, já tentou estabelecer contato, por enquanto

sem sucesso, com a produção da série pornô Brasileirinhas. “Adoraria ir lá só pra conversar, sem pregar.” O objetivo do contato era tentar organizar um “Porn Debate” nacional. “Não queremos julgar ninguém nem apontar defeitos, apenas andar ao lado dessas pessoas”, esclarece Mossad. No último dia 12 de abril, o Projeto 242 rea-lizou uma ação de guerrilha na Praça da Sé, no centro da capital paulista, contra a exploração

sexual infantil. Levaram 15 mil panfletos, que acabaram em cinco minutos. “Isso não vai fazer nenhuma diferença à sociedade, mas certamente impactou quem foi abordado”, comemora Jota. Durante a ação, um dos membros da Sexxxchurch, de 16 anos, foi abordado por um adulto, que, com a sutileza de um rinoceronte, perguntou: “O que vocês estão fazendo? Com isso a gente não vai mais poder comer as gostosas de 14 anos”.


5 Divulgue

fale conosco: jornaletv@hotmail.com

drama

Vitória, junho de 2008

sua empresa Mensagem endereçada aos jovens do Brasil - carta de Patrícia • por Gilson Pereira

Este é o fim de muitos jovens “Meu nome é Patrícia, tenho 17 anos, e encontrome no momento quase sem forças, mas pedi para a enfermeira Dani, minha amiga, para escrever esta carta que será endereçada aos jovens de todo o Brasil, antes que seja tarde demais. Eu era uma jovem “sarada”, criada em uma excelente família de classe média alta de Florianópolis. Meu pai é Engenheiro Eletrônico de uma grande estatal, e procurou sempre para mim e para meus dois irmãos dar tudo de bom e o que tem de melhor, inclusive liberdade que eu nunca soube aproveitar. Aos 13 anos participei e ganhei um concurso para modelo e manequim para a Agência Kasting e fui até o final do concurso que selecionou as novas Paquitas do programa da Xuxa. Fui também selecionada para fazer um Book na Agência Elite em São Paulo. Sempre me destaquei pela beleza física, chamava a atenção por onde passava. Estudava no melhor colégio de “Floripa”, Coração de Jesus. Tinha todos os garotos do colégio aos meus pés. Nos finais de semana freqüentava shoping, praias , cinemas, curtia com minhas amigas tudo o que a vida tinha de melhor a oferecer a pessoas saradas, física e mentalmente. Porém, como a vida nos prega algumas peças, o meu destino começou a mudar em outubro de 1994. Fui com uma turma de amigos

para a OCTOBERFEST em Blumenau. Os meus pais confiavam em mim e me liberaram sem mais apego. Em “Blu”, achei tudo legal, fizemos um “esquenta” num famoso barzinho da Rua XV. À noite fomos à “PROEB” e no “Pavilhão Galegão” tinha um “show maneiro”. Aquela movimentação de gente era “trimaneira”. Eu já tinha experimentado algumas bebidas, tomava escondido da mamãe o Licor Amarula, mas nunca tinha ficado bêbada. No primeiro dia da OCTOBERFEST, tomei o meu primeiro “porre” de CHOPP, que sensação legal, curti a noite inteira “doidona”, beijei uns 10 carinhas, inclusive minhas amigas colocavam o CHOPP numa mamadeira misturado com guaraná para enganar os “meganha”, porque menor não podia beber; mas a gente bebeu a noite inteira e os “otários” não percebiam. Lá pelas 4h da manhã, fui levada ao Posto Médico, quase em coma alcoólico, numa maca dos Bombeiros. Deram-me umas injeções de glicose para melhorar. Quando fui ao apartamento quase “vomitei as tripas”, mas o meu grito de liberdade estava dado. No dia seguinte aquela dor de cabeça horrível, um malestar daqueles com tensão “pré-mestrual”. No sábado conhecemos uma galera de S. Paulo, que alugaram “apê” no mesmo prédio. Nem imaginava que naquele dia eu estava sendo apresentada ao

meu “futuro assassino”. Bebi um pouco no sábado, a festa não estava legal , mas lá pelas 5h da manhã fomos ao “apê”dos garotos para curtir o restante da noite. Rolou de tudo e fui apresentada ao famoso “baseado” (Cigarro de Maconha), que me ofereceram. No começo resisti, mas chamaram a gente de “Catarina careta”, mexeram com nossos brios e acabamos experimentando. Fiquei com uma sensação esquisita, de baixo astral, mas no dia seguinte antes de ir embora experimentei novamente. O garoto mais velho da turma fazia carreirinho e cheirava um pó branco que descobri ser cocaína. Ofereceram-me, mas não tive coragem naquele dia. Retornamos à “Floripa” mas percebi que alguma coisa tinha mudado, eu sentia a necessidade de buscar novas experiências não demorou muito para eu novamente deparar-me com meu assassino “DRUES”. Aos poucos meus melhores amigos foram se afastando quando comecei a me envolver com uma galera da pesada, e sem perceber eu já era uma dependente química; a partir do momento que a droga começou a fazer parte do meu cotidiano. Fiz viagens alucinantes, fumei maconha misturada com esterco de cavalo, experimentei cocaína misturada com um monte de porcaria. Eu e a galera descobrimos que misturando cocaína com sangue, ficava mais for-

neste jornal

3229-3332

O preço de amizades erradas levam uma jovem de 17 anos a um fim trágico e assustador te o efeito, e aos poucos não compartilhávamos a seringa e sim o sangue que cada um cedia para diluir o pó. No início a minha mesada cobria os meus custos com as “malditas”, porque a galera repartia e o preço era acessível. Comecei a comprar a “branca” baratinho, mas não demorou muito para conseguir somente ao dobro do preço, a boa que eu precisava no mínimo 5 doses diárias. Saía na sexta- feira e retornava aos domingos com meus “novos amigos”. Às vezes a gente conseguia o “exctasy”, dançávamos nos “points” à noite inteira e depois “farra”. O meu comportamento tinha mudado em casa, meus pais perceberam, mas no início eu disfarçava e dizia que eles não tinham nada a ver com a minha vida. Comecei a roubar em casa pequenas coisas para vender ou trocar por drogas. Aos poucos o dinheiro foi faltando e para conseguir grana fazia programas com uns velhos que pagavam bem. Sentia nojo de vender o meu corpo, mas era necessário para conseguir dinheiro. Aos poucos toda a minha família foi se desestruturando. Fui internada diversas vezes em Clínicas de Recuperação. Meus pais sempre com muito amor gastavam fortunas para tentar reverter o quadro. Quando eu saía da clínica agüentava alguns dias, mas logo estava me picando novamente. Abandonei tudo: escola, bons amigos e família.

Em dezembro de 1997 a minha sentença de morte foi decretada; descobri que havia contraído o vírus da AIDS, não sei se me picando ou através de relações sexuais, muitas vezes sem camisinha. Devo ter passado o vírus a um montão de gente, porque os homens pagavam mais para transar sem camisinha. Aos poucos os meus valores que só agora reconheço foram acabando, família, amigos, pais, religião, até Deus, tudo me parecia ridículo. Papai e mamãe fizeram tudo, por isso nunca vou deixar de amá-los. Eles me deram o bem mais precioso que é a vida e eu o joguei pelo “ralo”. Estou internada, com 24kg, horrível, não quero receber visitas porque não podem me ver assim, não sei até quando sobrevivo, mas no fundo do coração peço aos jovens que não entrem nessa viagem maluca... Você com certeza vai se arrepender assim como eu, mas percebo que para mim é tarde demais”. Patrícia encontrava-se internada no Hospital Universitário de Florianópolis. Descreve a enfermeira Danelise que Patrícia veio a falecer 14 horas mais tarde, de parada cárdiorespiratória em conseqüência da AIDS. “O ladrão não vem senão a roubar, a matar e a destruir.” (Jo 10:10) fonte: www.montesiao.pro.br


6

VitĂłria, junho de 2008

igrejas

fale conosco: jornaletv@hotmail.com

Divulgue gratuitamente

Lilico na ADNA

o evento da sua igreja

para o mĂŞs de julho

nesta pĂĄgina: 3229-3332


8

fale conosco: jornaletv@hotmail.com

Vitória, junho de 2008

saúde

Divulgue Equilíbrio e moderação nos alimentos • por Andreia Torres, nutricionista

sua empresa

neste jornal

3229-3332

Emagrecimento depende da auto-estima

Pesquisadores da universidade de Queensland acreditam que somos o que comemos e, o que comemos depende de nosso auto con-

ceito. Quando gostamos de nós mesmos, nossa propensão para cuidar de nossa saúde, praticar atividade física e nos alimentarmos de maneira mais equilibrada é maior. Em um estudo conduzido pela Dra. Rhonda Anderson com 560 mulheres com idades entre 51 e 66 anos, quase todas com excesso de peso, foi observado que aquelas com uma crença mais forte nelas mesmas tiveram um resultado positivo com o tratamento dietético. Isto porque pessoas com melhor auto-estima são mais motivadas e otimistas mesmo em momentos de can-

saço e chateações. E, mesmo quando as coisas tornam-se difíceis elas se mantém firme aos objetivos traçados. Já as pessoas com baixa auto-estima tendem a evitar tarefas difíceis e quando passam por dificuldades são mais propensas a desistir de suas metas. Existem maneiras de se melhorar a auto-estima e, a psicoterapia pode ser necessária para o aprendizado de estratégias de encorajamento. Ao mesmo tempo existem situações que podem diminuir a auto-estima, como sucessivos fracassos. Por isto, não faça dietas malucas e sem orientação, já

Obesidade:

prevenção só é eficaz se iniciada na infância Saiba porque é tão difícil manter o peso depois de emagrecer O efeito sanfona e a dificuldade para manter o peso depois de uma dieta bem-sucedida podem ser explicados pelo número de células adiposas que é definido na infância. Um estudo publicado na revista científica britânica Nature indica que o número total de células de gordura no corpo é estável e a produção de outras novas é compensada pela destruição das que morrem. Todos os anos, ocorre uma renova-

ção de 10% dessas células. Assim, quando se perde peso na idade adulta, apenas a massa das células é reduzida. Não há diminuição no número de células adiposas. E quando o tecido é renovado, a tendência é readquirir a massa anterior à dieta. Isso explica, segundo os cientistas, “ao menos parcialmente, porque é tão difícil manter o peso alcançado depois de emagrecer”. Os pesquisadores do Instituto Karolinska de Estocolmo (Suécia) estudaram tecidos procedentes de lipoaspirações e de reconstruções abdominais. Eles concluíram que, depois da infância, o número de células

adiposas permanece constante. O estudo confirma as estatísticas que demonstram que a maior parte dos adultos obesos já o eram na infância. Só 10% das crianças com peso normal convertem-se em obesos. Mais de 75% das crianças obesas conservam esta condição na idade adulta. Para os cientistas, estes dados tornam possível a definição de novas linhas de tratamento para a obesidade. Adotar medidas desde a infância para frear a renovação de células adiposas mortas pode ser uma alternativa eficaz. fonte: veja.com

que o engorda-emagrece reduz o metabolismo tornando o emagrecimento mais difícil além de deixar uma sensação de que não é possível manter um peso compatível com as recomendações médicas e nutricionais. Obviamente o esforço deverá ser proporcional à quantidade de peso que se necessita perder. Para alguns uma caminhada e a diminuição da quantidade de manteiga no pão já são suficientes para se voltar rapidamente ao peso ideal. Para outros um longo acompanhamento que incluirá estratégias de emagrecimento e suporte

emocional será necessário. O mais importante é querer dar o primeiro passo. Se você já está nesta fase procure uma equipe (nutricionista, cardiologista, psicólogo, educador físico, fisioterapeuta...) que lhe dê o apoio para vencer os quilos extras melhorando de quebra sua saúde e qualidade de vida. Andreia Torres é nutricionista, especialista em nutrição clínica e mestre em nutrição humana. Atualmente leciona em faculdades particulares do Distrito Federal. Endereço eletrônico: andreiatorres.blogspot.com


9 Divulgue

fale conosco: jornaletv@hotmail.com

ética cristã

Vitória, junho de 2008

sua empresa Ética cristã no noivado, namoro e casamento • Pr. Erivaldo de Jesus

neste jornal

3229-3332

A conduta do jovem no namoro

O namoro é basicamente o primeiro passo fundamental para a constituição de uma nova família, no modelo atual. Eu uso sempre esta expressão: “modelo atual”, pelo simples fato de antigamente e mais especialmente nos tempos bíblicos não terem tempo hávido para esta fase chamada “namoro”; pois na maioria dos casos eram os pais que escolhiam com quem suas filhas deveriam casar, constituindo diretamente o matrimônio, sem precisar passar pelas fases pré-matrimoniais conhecidas atualmente. O namoro é a fase do conhecimento, perfeitamente lícito e necessário na vida dos jovens, que estão na época de se prepararem para a constituição do lar ou da família. Quando os filhos crescem e começam a entrar na fase adulta, naturalmente as primeiras coisas que começam a surgir são os olhares entrelaçados entre um rapaz e uma moça. E é no namoro que o rapaz e a moça se sentem à vontade

para conversarem sobre o futuro de suas vidas. Para manter a conduta cristã no namoro, o jovem cristão precisa saber empreender a fuga estratégica para a vitória contra o pecado. Os desejos do jovem podem ser lícitos, como os de quaisquer pessoas. Quando tais desejos coincidem com a vontade de Deus para a suas vidas, eles são lícitos e convenientes. Quando contrariam a vontade de Deus são ilícitos e incovenientes. O salmista, no Salmo 119.9, inspirado por Deus e pensando nos problemas do jovem, indagava e obtinha a resposta: “Como purificará o jovem o seu caminho? Observando-o conforme a tua palavra”. Aí está a pergunta que é feita a milhões de pessoas. “O jovem pode ser puro?” “Uma moça, na época do erotismo em que vivemos, pode continuar virgem?” “Um rapaz pode resistir, mantendo-se casto até o casamento, vendo tantas exibições de sexo na rua, nas revistas e na televisão?”

As respostas humanas são muitas e sempre negativas: “Não, não é possível”, dizem os educadores modernos, os médicos e os psicólogos sem Deus. “A prática do sexo é necessária antes do casamento”, dizem muitos adeptos do “amor livre”, contrariando a Bíblia. Mas a palavra de Deus tem a resposta acertada, positiva e conclusiva: “É possível o jovem ter seus caminhos purificados”. Como? “Observando-o conforme a tua palavra”. Uma moça ou moço cristão que se disponham, pela fé, a cumprir as prescrições da Bíblia, terão sobejas condições para demonstrar uma vida de pureza no namoro e em qualquer outra fase de suas vidas. Para manter uma conduta cristã no namoro, de acordo com a palavra de Deus, o jovem deve observar o seguinte:

•O jovem cristão deve fugir dos desejos da mocidade. Paulo recomendou ao jovem obreiro Timóteo: “Foge, outrossim, das paixões da mocidade” (2Tm. 2.22). Para manter a conduta cristã no namoro, o jovem precisa empreender a fuga estratégica para a vitória contra o pecado. Qual o jovem que não tem desejos próprios da sua idade? Há desejos nas crianças, há desejos nos velhos e

•Não seguir o conselho dos educadores modernos, os quais na maioria das vezes são conselhos: permissivos, libertinos e imorais; •Fugir da prostituição. Aceitar orientação sexual fora da Bíblia é cair no conto do diabo. Lembre-se que o segredo de vencer a tentação sexual é “fugir”. Veja o exemplo do jovem José (Gn. 39.7-12); •O jovem cristão deve lembrar-se que seu corpo é templo do Espírito Santo. Ora, o nosso corpo, para ser templo do Espírito Santo, não pode conter impurezas. “Deus não nos chamou para impurezas, mas em santificação” (1Ts. 4.7 e 1 Co. 3.16);

BCD RECORDS

há desejos nos jovens. Isso é muito natural, quem não os têm constitui exceção. Talvez por doença. “O namoro, sem que cada um cuide de si mesmo, é ocasião propícia para o despertamento de desejos da juventude que, se não controlados, podem causar a ruína moral do jovem”. •Artigo extraído do Livro Namoro, noivado e casamento, Erivaldo de Jesus, Ed. Geração Masters.

Passamos o seu vinil para CD, Vhs para DVD e o seu K7 para CD. Gravamos o seu testemunho. Fazemos tratamento acústico em sua igreja. Mais informações: 27- 3045-7935 / 9868-4077


10

fale conosco: jornaletv@hotmail.com

Vitória, junho de 2008

entrevista

Divulgue sua empresa 2ª parte da entrevista com o Pr. Francisco Vieira, ex-bruxo “Tio Chico”

neste jornal

3229-3332

Ele foi o 2º maior bruxo do Brasil Hoje é conhecido como Pr. Francisco

continuação... ETV: Como foi a sua conversão ao Evangelho? •Pr. Francisco: Eu fui procurado no centro espírita por uma mulher dizendo que era casada; que tinham tirado o seu “marido”; e ela o queria de volta, porém ela mentiu. Era uma “mulher de vida livre” (prostituta), que tinha um amante ao qual dizia ser seu marido, porém na realidade, ele era casado com uma mulher evangélica, que temia a Deus; que acreditava que Jesus Cristo iria resgatar seu marido do mundo das drogas e da prostituição. Pois bem, eu lhe dei uma relação do material para fazer o “trabalho” e ela me trouxe, fui a uma encruzilhada lá em Brasília, quando o demônio

que estava no meu corpo foi naquela residência e voltou em alta velocidade, fez a incorporação em mim e disse: “Tio Chico, o endereço que você me deu está errado, a casa que eu fui não pude entrar, porque lá tinha uma crente orando de joelhos. Aonde tem crente orando eu não entro, porque a oração de crente é muito forte e arrebenta comigo”. Nesse momento eu não questionei e fui embora. •ETV: E essa mulher lhe procurou novamente? •Pr. Francisco: Depois de uma semana ela voltou furiosa, me questionando se eu tinha feito o “trabalho”, porque até então não tinha acontecido nada, e eu falei que tinha sido feito, porém não fez efeito algum. Veja

bem, não que o “Tio Chico” tinha feito o “trabalho” errado, mas como é que Deus iria permitir, se a Bíblia fala que “as portas do inferno não prevalecerão contra os escolhidos do Senhor Jesus”? E aquela serva de Deus era a igreja do Senhor Jesus, mulher temente e de oração? •ETV: E o que aconteceu? •Pr. Francisco: Eu olhei para aquela mulher que me questionava e disse: Se você crê que este homem pode voltar pra sua casa, me traga 150 velas de cores diferentes. Se ele não voltar pra você, eu deixo de ser “pai-de-santo” e macumbeiro. Ela me trouxe o material. Eu saí de Brasília para Unaí - MG; nesse dia me acompanharam duas “mães-de-santo”, dois “filhosde-santo”, um cambom e um ogam. Era uma noite escura, não tinha lua; a única luz daquele lugar era das 150 velas acesas em círculo. Naquele momento começou o ritual, eu fiquei em posição de “sentido” no meio do círculo de velas e por fora ficaram as “mães-de-santo” dançando e os rapazes batendo os atabaques, puxando o “ponto” e cantando “louvor” ao diabo. Ele vinha e incorporava em mim, só que nesse dia o diabo não incorporou, ele se materializou, porém, o Rei da Glória passou primeiro, aleluia! •ETV: O Senhor Jesus lhe visitou naquele lugar? •Pr. Francisco: Eu estava com os olhos fechados quando uma mão potente e poderosa tocou em meu peito e

me jogou a uma distância de três metros; ao cair não me machuquei. Porque quando o diabo toca no homem ele machuca; ele arrasa a vida da pessoa, porém, quando Deus toca, Ele restaura, transforma, purifica; ou seja; Ele dá vida e vida com abundância. •ETV: Como você conseguiu se levantar daquela experiência com Deus? •Pr. Francisco: Naquele momento quando eu estava ao chão que abri os olhos, aquelas pessoas que estavam comigo naquele local fugiram na Kombi. Ali só restaram as velas acesas, o meu carro estacionado à minha esquerda e os tambores caídos a minha direita. Naquele momento senti um calor e uma claridade, quando olhei, atrás de mim tinha uma “bola” de fogo com um tamanho aproximado de dez metros de altura e de dentro saiu o diabo vestido de gravata e paletó em forma de homem com os olhos azuis, cabelos loiros, na mão direita estava com um tridente escrito em ordem decrescente “exú - tranca-rua”, na mão esquerda estava com um caldeirão de ferro enorme contendo fogo e sangue e por fora estava escrito: “exu caveira – deus de todas as doenças e deus da morte”. O diabo olhou pra mim, me deu boa noite e eu respondi: “boa noite!” Ele perguntou se eu sabia quem era ele e eu o respondi: “tu és o meu mestre”. Eu sabia que era o diabo porque eu convivia com ele há onze anos e ele

sempre se materializava pra mim, porque eu tinha pacto. Naquele momento o diabo falou: “servo bom e fiel, se humilha diante do teu senhor”, eu prontamente me ajoelhei e beijei os seus pés, ao levantar beijei também as suas mãos, ele furioso, jogou o tridente ao chão apontou o dedo em minha direção e falou que eu era incompetente. Eu com raiva lhe questionei: “Incompetente por quê? Você sempre realizou os meus “trabalhos” e agora pela segunda vez você não consegue realizar”. E ele me respondeu: “Eu não posso realizar, porque essa mulher não é casada, ela é uma mulher de “vida livre” que eu uso para destruir os lares. •ETV: Então o diabo tinha um propósito na vida daquela mulher? •Pr. Francisco: Sim, e naquele momento o inimigo continuou me falando: “E este lar eu não posso destruir, porque o amante dela é casado com uma mulher que pertence ao “homem lá de cima” e contra Ele eu não tenho poder” •ETV: E o que aconteceu nesse momento? •Pr. Francisco: Deus abriu os meus olhos e comecei a me questionar: “Se estou a onze anos servindo a um deus que não tem poder, que me usou pra sacrifícios e só me usava pra coisas erradas”. Nesse momento eu olhei para o diabo e disse: “Então estou servindo a um deus errado, eu agora vou


11 Divulgue

fale conosco: jornaletv@hotmail.com

Vitória, junho de 2008

sua empresa

neste jornal

3229-3332 servir ao Deus dos crentes”. Quando eu falei isso, ele ficou furioso e disse: “Você não vai porque eu detesto os crentes e tenho ódio do Deus dos crentes, porque Ele é o meu inimigo número um”. Eu afirmei mais uma vez que iria servi ao Deus dos crentes e ele me ameaçou: Vou te matar de um acidente de carro, porque eu não quero que você sirva ao “Homem lá de cima”. •ETV: E Deus permitiu o acidente? •Pr. Francisco: Permitiu, era propósito de Deus, porque eu só viria pela dor. •ETV: Qual a sua experiência nesse acidente?

•Pr. Francisco: Eu estava num carro com quatro dias de uso, ainda não tinha nem placa, vinha numa reta há 90 km/h e o carro deu oito capotadas, a estrada não tinha buraco. Antes eu senti um vento e vi uma nuvem escura. Quando olhei pelo retrovisor, o diabo tinha se materializado em “pombagira”, soltou um sorriso bem sínico e deu oito capotadas em meu carro, o teto encostou-se ao assoalho. •ETV: Como o senhor conseguiu sobreviver a este terrível acidente? •Pr. Francisco: Eu sofri um traumatismo craniano, 50% do meu crânio é platina, houve um desvio no

nervo óptico, por isso não enxergo pelo olho direito, tenho sonda e platinas pelo corpo, só na perna esquerda tenho quinze grampos. O diabo causou esse acidente pra me matar, mas quando Deus tem um plano na vida de um homem, o diabo pode machucar e quebrar, porém, Deus pega aquele homem e o recicla. •ETV: E a recuperação no hospital? •Pr. Francisco: Fui levado ao IML e dado como morto, porém Deus não permitiu. Fiquei 3 anos e meio hospitalizado – 6 meses em coma na UTI, nesse período fui submetido a 26 cirurgias na cabeça,

2 no olho, 2 na garganta, 2 no estômago e 2 na perna, aceitei Jesus Cristo como o meu Salvador no hospital e hoje estou aqui pregando o Evangelho para honra e glória do Senhor. Aleluia!

O mais interessante que eu acho e que é bíblico; é que o diabo é um derrotado e nós não somos vencedores, nós somos mais do que vencedores. Glória a Deus! Aleluia!


12

Vitória, junho de 2008

empresas de Deus

fale conosco: jornaletv@hotmail.com

Divulgue Dê preferência às empresas que investem no reino de Deus

sua empresa

neste jornal

3229-3332


Jornal É Tempo de Vitória - JUNHO de 2008  

Jornal Winter e alessandra jesus gospel evangelico

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you