Issuu on Google+

Manual do aluno 2013/1


Manual do aluno 2013/1

SUMÁRIO

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA FACULDADE SUMARÉ TROTE SOLIDÁRIO CARTEIRINHA ESCOLAR SUA IDENTIFICAÇÃO BILHETE ÚNICO ESCOLAR E-MAIL ALUNO ONLINE MOODLE RENOVAÇÃO DE MATRÍCULA CANCELAMENTO DE MATRÍCULA TRANCAMENTO DE MATRÍCULA DESTRANCAMENTO DE MATRÍCULA TRANSFERÊNCIAS INTERNAS TRANSFERÊNCIAS DE TURNO/UNIDADE DESISTÊNCIA OU ABANDONO DOS ESTUDOS (EVASÃO) AVALIAÇÃO DO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM CRITÉRIOS DE REPROVAÇÃO REVISÃO DAS PROVAS FREQUÊNCIA ABONO DE FALTAS COMPENSAÇÃO DE AUSÊNCIA LICENÇA MATERNIDADE COMO SOLICITAR A COMPENSAÇÃO DE AUSÊNCIA OU LICENÇA MATERNIDADE RECUPERAÇÃO COLAÇÃO DE GRAU OUVIDORIA ESTÁGIO ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES SUMARÉ CULTURAL CLUBE DE VANTAGENS REVISTA ACADÊMICA ELETRÔNICA SUMARÉ (RAES) REVISTA É SUMARÉ SUMARÉ “EU INDICO” SUMARÉ NAS REDES SOCIAIS BOLSAS DE ESTUDO INFORMAÇÕES GERAIS

3 7 7 7 7 7 8 8 8 8 9 9 10 10 10 11 11 12 12 12 12 12 13 13 13 14 14 14 15 15 15 16 16 16 18 22


CARO ALUNO CARO ALUNO Neste manual você encontrará informações importantes. Nossa intenção é auxiliá-lo a melhor usufruir os serviços prestados pela Instituição e tornar mais fácil sua vivência acadêmica aqui na Faculdade Sumaré. Além disso, nosso intuito é facilitar as informações quanto às normas e políticas de nossa Instituição. Esperamos que você encontre, nestas páginas, respostas que elucidem as dúvidas que possam surgir. Seus professores, coordenadores, comunidade administrativa, todos trabalham para lhe proporcionar serviços acadêmicos de qualidade e estão prontos para tornar memorável a sua passagem pela Sumaré.

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA FACULDADE SUMARÉ A estrutura administrativa organizacional da Faculdade Sumaré é composta pelos seguintes órgãos: Conselho de Gestão Superior Órgão máximo de natureza consultiva, deliberativa e normativa da Faculdade, a ele compete supervisionar as atividades didáticas e pedagógicas dos cursos e programas da Faculdade.

a) Superintendência A Superintendência, representada por um Diretor Superintendente escolhido e designado pela Entidade Mantenedora, é o órgão que superintende, coordena e fiscaliza todas as atividades administrativas necessárias para o funcionamento da Faculdade Sumaré.

b) Diretoria Geral A Diretoria Geral, representada por um Diretor Geral, é o órgão gestor, que planeja, coordena e fiscaliza todas as atividades de desenvolvimento do projeto pedagógico institucional da Faculdade. É constituída por um Diretor escolhido e designado pela Entidade Mantenedora com mandato de três anos, podendo ser reconduzido por assessorias especializadas.

c)

Coordenadoria de Curso

Coordenadorias de Curso são órgãos executivos dirigidos, cada um deles, por um Gestor de Atividades, denominado Coordenador de Curso, designado pela Entidade Mantenedora dentre os professores de disciplina específica do curso correspondente, com, no mínimo, título de Mestre e qualificação adequada, além de, no mínimo, cinco anos de experiência docente no Ensino Superior.

d)

Colegiado de Curso

Cada curso tem o seu colegiado, composto por cinco professores, dos quais um é o Coordenador do curso, que o presidirá, e os demais eleitos por seus pares, com mandato de dois anos, e um representante dos alunos eleito dentre os representantes de classe, com mandato de um ano.

3


Manual do aluno 2013/1

Objetivo Geral: Educação de qualidade, conectada ao binômio homem-sociedade, interferindo e sofrendo influências de seu meio, consciente de sua missão da educação com mentalidade transformadora, colocando-se como parte integrante do processo e em contínua evolução.

Objetivos Específicos: I - Formar profissionais competentes, técnica e cientificamente, com concepção humanística e visão global, comprometidos com a qualidade de vida, capazes de desempenhar integralmente a profissão abraçada e exercer plenamente a cidadania; II - Formar profissionais nas diferentes áreas do conhecimento, que abrangem os cursos para formação de professores, de gestores para as organizações nas diversas especialidades, e no campo da informação e comunicação, aptos para a inserção em setores carentes de profissionais e com reflexos no desenvolvimento da sociedade brasileira; III - Incentivar o espírito de investigação científica, visando ao desenvolvimento da ciência, da tecnologia, da criação e difusão da cultura e, desse modo, desenvolver o entrosamento do homem com o meio em que vive; IV - Reunir professores com alta titulação e experiência profissional, comprometidos com o Ensino Superior, a produção de novos conhecimentos e a difusão dos mesmos à sociedade, sob a forma de serviços, eventos e cursos de extensão; V - Utilizar tecnologias e metodologias avançadas de ensino, visando a proporcionar aos alunos uma maior e melhor aceleração de aprendizagem, bem como lhes ensejar a oportunidade de conhecer e utilizar esse instrumental em suas futuras profissões, além de ser um instrumento de melhoria no atendimento acadêmico aos docentes e discentes; VI - Promover a divulgação de conhecimentos culturais, científicos e técnicos que constituem patrimônio da humanidade e comunicar o saber através do ensino, de publicações ou de outras formas de comunicação; VII - Suscitar o desejo permanente de aperfeiçoamento cultural e profissional, bem como a formação continuada, a partir de programas de aperfeiçoamento e pós-graduação; VIII - Estimular o conhecimento dos problemas do mundo presente, em particular os nacionais e regionais; prestar serviços especializados à comunidade e estabelecer com esta uma relação de reciprocidade; IX - Promover a extensão de conhecimento, aberta à participação da população, visando à difusão das conquistas e benefícios resultantes da criação cultural e da pesquisa científica e tecnológica geradas na Instituição; X - Promover, indissociavelmente, o ensino de graduação e de pós-graduação, a pesquisa e a extensão como funções básicas e fundamentais; e XI – Manter relacionamentos com organizações empresariais e educacionais, com ou sem fins lucrativos, firmando parcerias para o intercâmbio de conhecimentos, inserção dos alunos no mercado profissional, aperfeiçoamento e atualização dos projetos dos cursos, envolvimento conjunto na formação complementar de professores e alunos, promoção da cultura, da troca de experiências e aprimoramento técnico e científico.


GESTÃO ACADÊMICA Diretor Geral Prof. Dr. João Paulo dos Santos Netto

Secretária Geral Luciane Aparecida Fávaro

Bibliotecária Geral Vanda dos Santos

Coordenadora de Gestão de Docentes Profª Cleonice Nazaré do Nascimento

Gestor da Unidade Sumaré Prof. Julio Araujo

Gestor da Unidade Imirim Prof. Getúlio Ferreira

Vice-Diretor Acadêmico da Área de Gestão Prof. Me. José Carlos Sobral Maciel

Coordenadora da Pós-Graduação e Extensão e Pesquisa Profª. Dra. Maria Ines Santos

Coordenadora de Ensino a Distância Profª. Ivone Ithourald

Coordenador do Núcleo de Empregabilidade Sumaré (NES) Prof. Me. Carlos Rubens Zacarias

Coordenadora de Secretariado Executivo Bilíngue, Comunicação Institucional e Eventos Profª. Dra. Ana Lúcia M. Novais

Coordenação de Administração, Recursos Humanos, Logística e Marketing Coordenador dos cursos na Unidade Imirim Prof. Me. Joaquim Domingos Maciel

Coordenadora dos cursos na Unidade Santo Amaro Profª. Ma. Andrea Micchelucci

Coordenadora dos cursos nas Unidades Bom Retiro e Tatuapé I Profª. Ma. Adriana Polloni

Coordenadora dos cursos na Unidade Sumaré Profª. Ma. Irani Aparecida Reinaldo

Coordenação de Ciência da Computação, Sistemas de Informação, Redes de Computadores, Banco de Dados, Tecnologia da Informação e Sistemas para Internet Coordenadora dos cursos na Unidade Sumaré Profª. Ma. Olinda Nogueira Paes Rizzo

5


Manual do aluno 2013/1

Coordenação de Pedagogia Coordenadora do curso na Unidade Sumaré Profª. Ma. Andréia Martins

Coordenadora do curso nas Unidades Imirim e Santo Amaro Profª. Ma. Margarete Ligia Pinto Vieira

Coordenadora do curso na Unidade Tatuapé I Profª. Ma. Angela de Almeida Mogadouro Calil

Coordenadora do curso nas Unidades Belém e Bom Retiro Profª. Ma. Regina Célia Barbosa Ferreira de Almeida

Coordenadora de Letras - Língua Espanhola - Língua Inglesa e Língua Portuguesa Profª. Ma. Mariana Barone Beauchamps

Coordenador do Curso de Geografia Prof. Me. Davi Silvestre Fernandes Martins

Coordenador do curso de História Prof. Dr. Everaldo de Oliveira Andrade

Coordenação da Comissão Própria de Avaliação (CPA) Profª. Ma. Roberta Rotta Messias de Andrade

Coordenador dos cursos de Ciências Contábeis e Gestão Financeira Prof. Me. Hamilton Cesar Moura


Trote Solidário trote solidário A Sumaré apoia o “trote” convencional, com finalidade de integração dos novos alunos, seja em suas dependências, imediações, ou ainda, em circunstâncias que envolvam o nome da Sumaré. Esta é uma política adotada pela Instituição, além de ser exigência da Lei Estadual 10.454, de 20 de dezembro de 1999.

carteirinha carteirinha escolar escolar Serve para identificar o estudante e liberar o seu acesso às dependências da Instituição e também para receber desconto nas empresas parceiras do Clube de Vantagens Sumaré.

sua identificação sua identificação O Registro Acadêmico (RA) é um número de identificação que o aluno recebe no ato da matrícula e que o acompanha até a conclusão do curso. É composto apenas por números. Para acessar os serviços online oferecidos pela Instituição é necessário utilizar o RA como login e o CPF como senha, podendo ser alterada depois do primeiro acesso.

bilhete único

bilhete único escolar

Para ter o bilhete único, o aluno deve fazer o cadastro pelo site da SPTRANS. A Instituição envia automaticamente à SPTRANS o banco de dados de todos os alunos matriculados. É de responsabilidade do aluno consultar o site www.sptrans.com.br ou telefonar para o número 156 e verificar se o cadastro está correto e liberado para solicitação do bilhete. Em caso afirmativo, o aluno poderá dirigir-se a qualquer posto de venda de bilhete e fazer a solicitação.

e-mail e-mail A Sumaré disponibiliza, aos seus alunos, uma conta de e-mail exclusiva, composta pelo número do Registro Acadêmico (RA) e completado pela extensão sumare.edu.br. Por exemplo: 092999@sumare.edu.br. Este e-mail é o principal canal de comunicação entre a Instituição e o aluno. Para verificar novas mensagens e estar inteirado a respeito das novidades, o aluno deverá acessá-lo com frequência por meio do provedor Gmail.

Como

acessar?

Digitar no browser do seu navegador o endereço http://www.gmail.com, o nome de usuário é númerodoRA@sumare.edu.br e a senha é o número do CPF sem pontuação.

7


Manual do aluno 2013/1

aluno nline aluno online O Aluno online é um ambiente virtual que disponibiliza todos os serviços, bem como o acompanhamento da vida acadêmica do aluno, de forma fácil e ágil como, por exemplo, notas, documentos e outros. Para utilizar esta área, basta acessar o portal www.sumare.edu.br, na parte superior em “Área Restrita” no primeiro campo insira o (RA) e no segundo sua senha (CPF).

moodle moodle O Moodle é um ambiente virtual de ensino e de aprendizagem de código aberto, livre e gratuito. É uma ferramenta que auxilia professores e alunos em um ambiente interativo, que é praticamente uma extensão da sala de aula. Para acessar o ambiente, siga os passos: 1º - Entre no Aluno Online, faça sua autenticação utilizando login e senha; 2º - Acesse a aba Serviçoss e clique no link do Moodle, de acordo com seu semestre letivo. Pronto, você está logado. Em caso de dúvidas ou problemas de acesso, o aluno deve enviar e-mail para suporte_moodle@sumare.edu.br ou telefonar para 3067-7984.

renovação renovação de matrícula A cada semestre, o aluno deverá efetuar a renovação de sua matrícula em duas etapas, pré-matrícula online e confirmação presencial, na Secretaria da Unidade onde estuda, atendendo às datas informadas nos editais semestrais de rematrícula. Para a renovação, é imprescindível o pagamento de débitos anteriores. A não renovação implica em abandono do curso e a desvinculação com a Instituição. Caso o aluno venha a perder o vínculo com a Sumaré e resolva retomar os estudos deverá realizar novo Processo Seletivo, respeitando os prazos estabelecidos pela Faculdade.

cancelamento cancelamento de matrícula O cancelamento de matrícula é o ato pelo qual o aluno se desliga da Sumaré, perdendo todos os vínculos. O cancelamento só pode ser requerido se o aluno estiver regularmente matriculado e sem débitos.


trancamento trancamento de matrícula O trancamento de matrícula é concedido ao aluno que estiver regularmente matriculado e sem débitos com a Sumaré. Só poderá ser requerido após completar o 1º semestre do curso. Verifique o prazo máximo para permanência de trancamento:

CURSO

PERÍODO MÁXIMO

PARA TRANCAMENTO DE MATRÍCULA

Administração Ciências Contábeis Secretariado Executivo Bilíngue Sistemas de Informação Ciência da Computação Pedagogia Letras- Português Letras - Inglês Letras - Espanhol História Cursos Tecnológicos

4 semestres 4 semestres 3 semestres 4 semestres 4 semestres 4 semestres 3 semestres 3 semestres 3 semestres 3 semestres 2 semestres

O trancamento de matrícula poderá ser solicitado de acordo com a data fixada no calendário escolar.

destrancamento destrancamento de matrícula O aluno deverá preencher requerimento na Secretaria da Unidade onde estudou, solicitando o destrancamento de sua matrícula. Posteriormente, poderá solicitar aproveitamento de estudos pelo site da Faculdade.

9


Manual do aluno 2013/1

transferências transferências internas (curso)

São permitidas transferências somente para cursos afins, quando houver vagas. O aluno interessado em transferir-se de curso deverá fazer a rematrícula para o próximo semestre do curso atual. Após a rematrícula, solicita o aproveitamento de estudos após o término do período letivo. De posse do resultado da análise, o aluno decide se mudará de curso. Antes de solicitar transferência para um curso, é necessário observar se é da mesma área. São cursos afins: ADMINISTRAÇÃO

CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

CIÊNCIAS CONTÁBEIS

PEDAGOGIA

Marketing Logística Recursos Humanos Secretariado Eventos

Redes de Computadores Banco de Dados Sistemas de Informação Gestão da Tecnologia da Informação

Gestão Financeira

Letras - Língua Portuguesa, Língua Espanhola e Língua Inglesa História Geografia

transferências

transferências de turno/unidade

As transferências de turno ou Unidade deverão ser solicitadas pelo Aluno Online. Após fazer a solicitação online, o aluno deverá protocolar, na Unidade onde estuda, uma declaração comprobatória do motivo da transferência. O deferimento da solicitação está condicionado à existência de vagas e oferta do curso na Unidade/turma de destino.

desistência ou abandono

desistência ou abandono dos estudos (evasão)

A não renovação da matrícula implica em abandono de curso e desvinculação do aluno com a Faculdade. Para reativar a matrícula, o aluno deverá prestar novo processo seletivo e se enquadrar à nova grade curricular, caso exista alteração desde a sua desistência.


avaliação avaliação do processo ensino-aprendizagem A avaliação do desempenho escolar é feita por disciplina, incidindo sobre a frequência e o aproveitamento. A frequência às aulas e demais atividades escolares é permitida apenas aos alunos regularmente matriculados, sendo considerado reprovado na disciplina o aluno que não obtenha frequência mínima de setenta e cinco por cento das aulas e demais atividades programadas. O resultado parcial e final da avaliação é traduzido em nota expressa em grau numérico de zero a dez, variando de cinco em cinco décimos, sendo que as frações intermediárias serão arredondadas para mais. Atendida a exigência do mínimo de setenta e cinco por cento de frequência às aulas e demais atividades, o aluno será considerado aprovado quando obtiver média aritmética geral de aproveitamento semestral igual ou superior a 6.0 (seis inteiros). O aproveitamento semestral será obtido por meio da média aritmética das duas médias bimestrais. Quando as médias semestrais forem iguais ou superiores a 4.0 (quatro inteiros) e inferiores a 6.0 (seis inteiros) o aluno deverá submeter-se a uma avaliação final (exame). A média final será o resultado da média aritmética com base na média do semestre e da nota da avaliação final. Será considerado aprovado o aluno que obtiver, após a avaliação final, média igual ou superior a 6.0 (seis inteiros). As disciplinas nas quais o aluno ficar reprovado serão oferecidas utilizando metodologia adequada, inclusive na modalidade online, devendo o aluno realizar todas as atividades propostas. O aluno que ao final do semestre estiver reprovado em até 2 (duas) disciplinas terá direito à continuidade dos estudos, devendo matricular-se no semestre seguinte.

reprovação critérios de reprovação O aluno que reprovar em cada disciplina por nota ou faltas deverá cursá-la como recuperação. Muitas reprovações impedem o prosseguimento aos estudos no semestre seguinte, por consequência aumenta o tempo do curso. Veja a quantidade máxima de reprovações por curso: Cursos Bacharelados e Licenciaturas: 6 (seis) reprovações distribuídas nos semestres, ou 3 (três) concentradas no mesmo semestre. Cursos Tecnológicos: 4 (quatro) reprovações distribuídas nos módulos semestrais, ou 3 (três) concentradas no mesmo semestre.

11


Manual do aluno 2013/1

provas

revisão das provas O Regimento da Instituição concede a revisão de nota atribuída desde que o aluno, por requerimento, solicite ao Coordenador do curso no prazo de até 24 horas após a publicação e aguarde o parecer. Não existe revisão de prova substitutiva ou de exame.

frequência Frequência

Como previsto no Regimento Geral, o aluno matriculado nos cursos oferecidos pela Sumaré, independentemente dos demais resultados obtidos, será considerado reprovado caso não obtenha frequência mínima obrigatória de 75% nas disciplinas.

abono abono de faltas Existem quatro circunstâncias especiais, descritas a seguir, assegurando ao aluno, por força de Lei Federal, a dispensa da obrigatoriedade da frequência às aulas (abono das faltas):

Alunos que se enquadrem em uma das seguintes situações: Militar em exercício de carreira; Trabalho Eleitoral; Fazer parte de Tribunal de Júri; Ser membro da comissão do Prouni e participar das reuniões. O aluno em alguma destas situações deverá apresentar documento, na Secretaria da Unidade em que estuda, a fim de comprovar a convocação. Nenhum professor está autorizado a receber comprovantes para justificativa de faltas ou atestados médicos de qualquer natureza.

compensação compensação de ausência Conforme previsto no Decreto-Lei 1.044/69, os alunos com doenças infectocontagiosas, fraturas e cirurgias terão compensadas as suas ausências com o regime domiciliar desde que a ausência seja devidamente comprovada por atestado médico com identificação do problema de saúde de acordo com a Classificação Internacional de Doenças (CID), entregues, comprovadamente, na Secretaria da Unidade em que estuda.

maternidade licença maternidade A gestante fica desobrigada da frequência às aulas por um período de três meses, a partir do 8º mês de gestação. O procedimento para a utilização desse benefício é idêntico ao descrito no item anterior. A Lei 6202/75, de 17.04.1975, assegura à gestante esse benefício desde que a documentação comprobatória seja entregue na Secretaria da Unidade em que estuda de acordo com os prazos.


como solicitar como solicitar a compensação de ausência ou licença materindade

O Regime Domiciliar é aplicado para os casos de licença maternidade ou compensação de ausência. Trata-se da realização de pesquisas e trabalhos referentes aos temas perdidos para que não haja prejuízo ao aprendizado. O aluno regularmente matriculado e que estiver enquadrado na Legislação em vigor, deverá requerer, na Secretaria da Unidade em que estuda, por escrito, a aplicação do regime domiciliar, com o atestado médico anexo (deverá conter papel timbrado, período de afastamento, carimbo com CRM, assinatura do médico e o CID), diretamente ou por meio de representante devidamente autorizado (por procuração com firma reconhecida), no prazo máximo de 3 (três) dias úteis, a partir da data de afastamento. O estudante sob regime de atividade domiciliar não fica dispensado da realização de provas e exames, que devem ser efetuados no retorno às atividades escolares, conforme definido pela Coordenação de cada curso. Para tanto, o aluno é responsável por procurar a Coordenação, a fim de agendar as datas para fazer as avaliações perdidas ou por ocasião das provas substitutivas. Os casos excepcionais serão analisados pela Direção.

recuperação Recuperação

O aluno em recuperação, em qualquer disciplina, terá duas alternativas: cursar a(s) disciplina(s), atendendo às exigências de frequência e de aproveitamento, sem prejuízo de frequência das disciplinas do período subsequente; ou participar das recuperações especiais ofertadas durante o semestre letivo. O aluno que obtiver a dispensa de disciplinas já cursadas anteriormente não terá desconto na mensalidade.

colação colação de grau Para colar grau o aluno deverá ter cursado todos os semestres de seu curso, ter alcançado aprovação em todas as disciplinas, ter realizado estágio, atividades complementares e Enade, quando exigido nos ciclos avaliativos do MEC. A colação de grau poderá acontecer em evento externo ou nas dependências da Instituição.

diploma diploma

Depois de ter cumprido todas as etapas exigidas para a colação de grau, o aluno terá direito ao seu diploma. As providências para registro junto à Universidade de São Paulo (USP) são tomadas pela Secretaria Geral da Faculdade. Os casos de apressamento de diplomas devem ser requeridos na Secretaria Geral, com o anexo de comprovação da necessidade do apressamento.

13


Manual do aluno 2013/1

ouvidoria

ouvidoria

A ouvidoria é um canal de interlocução entre a Instituição e o aluno que não teve seu questionamento solucionado pelos setores competentes. A ouvidoria é a última instância a ser procurada, devendo ser acionada somente quando todos os demais canais de comunicação tiverem sido esgotados e o problema não tiver tido resposta. A ouvidoria não deve ser utilizada para contestar uma resposta dada por outro setor, pois será mantida a solução já apresentada, seja qual for.

estágio estágio Para melhor acompanhar a colocação dos alunos no mercado de trabalho, a Instituição tem o Núcleo de Empregabilidade Sumaré (NES). O NES disponibiliza vagas de trabalho, acompanha todo o processo de estágio, firma parcerias com empresas para oferta de estágio e busca as melhores soluções para os estudantes. O NES é coordenado pelo Prof. Me. Carlos Rubens Zacarias, que viabiliza e convalida o processo de estágio. O estágio é importante para que o aluno possa desenvolver a prática e conhecer o mercado de trabalho da profissão que escolheu. Existem dois tipos de estágio curricular supervisionado: o obrigatório e não obrigatório. O estágio curricular supervisionado obrigatório deve ser realizado pelos alunos dos cursos de bacharelado e das licenciaturas, pois faz parte do projeto pedagógico de cada curso e tem carga horária definida. Se não for realizado impossibilita o aluno de colar grau e obter diploma. Já o estágio curricular supervisionado não obrigatório é desenvolvido como atividade opcional para todos os cursos da Instituição. Ambas as formas de estágio são chamadas de supervisionados porque são simultaneamente acompanhados pela Instituição e pela empresa cedente. Nos casos em que o aluno já trabalha na área, as horas de atividades profissionais podem ser convalidadas como estágio curricular supervisionado. Neste caso, o aluno deve entregar ao professor orientador a documentação específica. Prazos, manual de estágio, documentação a ser entregue e modelo de relatório de estágio podem ser obtidos no portal da Instituição.

atividades complementares atividades acadêmicas complementares As atividades acadêmicas complementares são atividades extraclasse que devem ser desenvolvidas pelos alunos dos cursos de Bacharelado e Licenciatura, conforme orientação dos professores responsáveis pelo acompanhamento das atividades. Possuem carga horária específica para cada curso. As atividades complementares propiciam a aquisição do conhecimento e da criatividade por meio de estudos e práticas presenciais independentes. São exemplos de atividades complementares:


participação em congressos, palestras etc. A comprovação de que o aluno tenha feito a atividade complementar deve ser efetuada mediante certificado, declaração ou outro documento que certifique a participação e a carga horária. O controle e o acompanhamento do cumprimento da carga horária das Atividades Acadêmicas Complementares dos acadêmicos ficarão sob a responsabilidade de um professor designado para a Unidade em que o aluno estuda. Leia o regulamento de Atividades Acadêmicas Complementares no Ambiente Aluno On-line.

sumaré cultural sumaré cultural

O Sumaré Cultural é um canal interativo criado para comunicar os eventos culturais espalhados pela cidade de São Paulo. Seu objetivo é levar aos alunos informações atuais sobre lançamentos de filmes, peças teatrais, shows, exposições, livros, entre outros eventos que possam enriquecer a cultura geral. Além de informar-se a respeito do que há de mais atual na área, o aluno também poderá participar de questionários e ganhar brindes ou ingressos para assistir a eventos gratuitamente ou com descontos. Encontrará também eventos que servirão para validar as horas de atividade complementar. As atrações são divulgadas no link do Sumaré Cultural, que está localizado no site da Instituição. Se tiver sugestões, dúvidas e informações, escreva para sumarecultural@facsumare.com.br

clube de vantagens clube de vantagens O Clube de Vantagens Sumaré é um espaço, no site, destinado à promoção de benefícios de diversos produtos ou serviços. Empresas tornam-se parceiras a fim de oferecer descontos à comunidade Sumaré. O Clube de Vantagens tem parceria com diversos segmentos das áreas de serviços educacionais, cultura, lazer, diversão etc. Para utilizar os serviços, receber descontos em produtos, usufruir de condições especiais oferecidas pelo Clube de Vantagens Sumaré, basta apresentar a carteirinha no estabelecimento parceiro. Para indicar estabelecimentos ou obter outras informações, escreva para clubedevantagens@facsumare.com.br.

raes revista acadêmica eletrônica sumaré (raes) A Revista Acadêmica Eletrônica Sumaré é digital, com publicação semestral, destinada a divulgar trabalhos, pesquisas, estudos etc. Recebe trabalhos da comunidade acadêmica Sumaré e também dos acadêmicos e profissionais de outras instituições. Os trabalhos são analisados e, se estiverem de acordo com as normas e a linha editorial, são publicados no site, ficando lá de forma ininterrupta. A participação dos alunos, matriculados em qualquer semestre, é incentivada pela Instituição. O hábito de escrever artigos desde o início da vida acadêmica prepara o aluno para o Trabalho de Conclusão de Curso e para a Pesquisa.

15


Manual do aluno 2013/1

é sumaré

revista é sumaré É universitária de caráter livre, impressa, com tiragem de 40 mil exemplares, publicação trimestral. O conteúdo é independente, não relacionado às áreas de atuação da Sumaré. Comunica os acontecimentos de forma mais amena. A revista é um espaço de pensamento, crítica e reflexão. O objetivo é possibilitar à Comunidade Acadêmica agregar conhecimento profissional ou pessoal.

eu indico sumaré eu indico Em reconhecimento à fidelidade do aluno veterano, que indica a Instituição aos conhecidos, a Instituição criou o Programa Sumaré Eu Indico, que funciona da seguinte forma, o aluno indica amigos para o vestibular e ambos ganham. Entenda como: Se o indicado pelo aluno for aprovado no vestibular e efetuar a matrícula, o aluno recebe um crédito de R$ 50,00 por indicação; O indicado ganha 50% de desconto no primeiro semestre do curso e até 15% de desconto durante o curso.

redes sociais sumaré nas redes sociais As redes sociais tornaram-se o meio de comunicação mais ágil e está cada dia mais popular. Por este motivo, várias instituições e empresas mantêm uma ou mais contas nesses ambientes. Estima-se que mais de 40 milhões de brasileiros acessam a internet, pois podem expressar suas opiniões, consultar e disseminar informações com muito mais facilidade e agilidade. Além de se relacionarem virtualmente. Veja algumas dicas importantes, pois sua conduta nas redes sociais reflete seu comportamento na vida real. O mau uso pode prejudicar seus relacionamentos e, até mesmo, sua carreira. Responsabilidade: você é responsável por tudo que publicar na internet. Por isso, procure dar somente informações verdadeiras, citando a autoria do conteúdo, quando necessário. Consequências: antes de postar qualquer conteúdo, pense no resultado que ele pode gerar. Em caso de dúvida, não publique. Espere, respire, repense. Eternizado: todo o conteúdo publicado na internet fica eternizado. Muitas vezes pode ser usado como prova, em caso de configuração de crimes, como calúnia, injúria, difamação, racismo, ameaça, uso não autorizado de marcas etc. Dados: cuidado ao fornecer seus dados. Verifique se a página é confiável. Identifique-se: não faça uso de pseudônimos, nem de anonimato. Assuma seus comentários e publicações na internet. Seja Você: converse como conversaria com seus amigos. Seja você mesmo! Faça isso sem desrespeitar outras pessoas.


Errando: quando cometer um erro, assuma-o o mais rápido possível. Também não vale corrigir o erro para tentar passar despercebido. Deixe um aviso que errou. Errar é humano. A linha entre o real e o virtual é muito tênue. Por isso, se você se identifica como aluno da Sumaré nas mídias sociais, está associando seu nome à Instituição. Em momento algum a Sumaré restringe esta associação. Porém, espera-se o bom senso e responsabilidade. Se preferir, antes de publicar algum conteúdo, fotos, vídeos que estejam relacionados à Sumaré, informe ao setor de Comunicação e Marketing. Além de confirmar que o conteúdo é adequado, você poderá receber ajuda na divulgação. Existem centenas de sites, blogs, wikis, agregadores de conteúdo e redes sociais. Conheça os principais deles: Facebook: a rede social! É a maior rede social. Criada em fevereiro de 2004, em poucos anos virou febre mundial. Seu maior atrativo é a socialização com pessoas do mundo inteiro. O Facebook da Sumaré está disponível em www.facebook.com/sumareoficial Orkut: o maior estado do Brasil! Seu número de usuários ultrapassa o número de habitantes de qualquer estado brasileiro. O Orkut está filiado ao Google. Adicione o Orkut da Sumaré, utilize o endereço http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=7235535951172294055. Twitter: tudo em 140 caracteres! Desde julho de 2006, quando foi criado, conquistou os internautas. É considerado um microblog. As mensagens rápidas postadas pelos usuários espalham-se pela rede, nas páginas de seus amigos ou seguidores. O Brasil está entre os países que mais utilizam essa ferramenta. O endereço do Twitter da Sumaré é www.twitter.com/sumareoficial. Blog Mundo Sumaré: O Blog traz frequentemente assuntos diversos, com linguagem descontraída. Além de ler os assuntos, nossos alunos também podem contribuir com conteúdos, que serão analisados e, se relevantes, serão publicados. O endereço do blog da Sumaré é www.sumare.edu.br/blog Youtube: sua TV na internet! É o principal agregador de vídeos. Possibilita o compartilhamento de audiovisuais no formato digital e a criação de canais, como se fosse uma TV on-line. Acesse os vídeos da Sumaré, disponíveis em www.youtube.com/sumareoficial. Flickr: seu álbum de fotos virtual! É o principal agregador de fotos. Foi criado em fevereiro de 2004. Possibilita o compartilhamento de fotos e vídeos de curta duração. Muitos usam como álbum de fotos, outros como portfólio. Fickr da Sumaré, disponível em www.flickr.com/sumareoficial Foursquare: onde você está agora? Sistema de geolocalização que permite ao usuário indicar onde está por meio de um aplicativo no celular. Os check-ins dados para localizar o usuário podem ser disparados nas redes Twitter e Facebook. Agora que você já sabe como funcionam as mídias sociais, adicione a Sumaré e compartilhe informações. Caso necessário, fale com o setor responsável pelo e-mail: sumareoficial@sumare.edu.br.

17


Manual do aluno 2013/1

bolsas de estudo bolsas de estudo A Sumaré, por meio de seu Programa de Democratização do Acesso à Educação Superior, viabiliza ao aluno a inserção na Faculdade e também prevê sua permanência até a conclusão do curso. Assim, cria várias formas de oferecer mensalidades com descontos, bolsas de estudo parciais e integrais. A Sumaré tem parceria com programas governamentais para oferecer bolsas de estudo parciais ou integrais. Veja a seguir quais são e como participar destes programas.

Bolsa Escola Pública e Universidade na Alfabetização (BEPA) O que é: A Secretaria Estadual da Educação tem o Programa Ler e Escrever que se constitui como um conjunto de linhas de ação articuladas que inclui formação, acompanhamento, elaboração e distribuição de materiais pedagógicos e outros subsídios - política pública para o Ciclo I, que busca promover a melhoria do ensino em toda a rede estadual. O Ler e Escrever foi criado, tendo como meta ver, plenamente alfabetizadas, todas as crianças com até oito anos de idade (2ª série/3º ano) matriculadas na rede estadual de ensino, bem como garantir recuperação da aprendizagem de leitura e escrita aos alunos das demais séries/anos do Ciclo I do Ensino Fundamental. Quem pode participar: Alunos dos cursos de Pedagogia e Letras a partir do primeiro semestre de curso. Os alunos não podem ser encaminhados no último semestre, a menos que já tenham participado do programa no semestre anterior. Contrapartida: Disponibilidade de 4 (quatro) horas diárias, de segunda à sexta-feira, para atuar como auxiliar do professor regente, colaborando na alfabetização dos alunos das escolas públicas estaduais; Disponibilidade para participar de duas reuniões presenciais por mês (cada uma com duas horas de duração) com um Professor Orientador, na Faculdade; Disponibilidade para realizar as atividades de EAD disponibilizadas pelo Professor Orientador no Moodle BEPA. Observações Importantes: Se o aluno pesquisador tiver quatro faltas na escola, em um mês, ele será desligado do Programa pela Faculdade e voltará para a condição de aluno pagante. Duas faltas consecutivas, justificadas ou não, nas reuniões de orientação, implicam no desligamento do Programa (Atividades no ambiente virtual são computadas como faltas) e o aluno voltará para a condição de aluno pagante. Benefício: Ao aluno é dada a isenção total das mensalidades e até R$ 200,00 como auxílio-transporte e alimentação. Quais são os primeiros passos para quem quer ingressar no BEPA? Participar da palestra de divulgação do Programa organizada periodicamente pela Equipe Gestora do Programa na Faculdade; Procurar a pessoa responsável pelos Programas na Secretaria da Unidade e ver quais são as vagas disponíveis; Preencher um requerimento informando qual a Diretoria de Ensino escolhida. A Secretaria Central (da Faculdade) realizará o cadastro do aluno no sistema e a reserva de vaga na DRE indicada. Uma vez realizada a reserva, o aluno será avisado que deverá se apresentar na Diretoria de Ensino para a escolha da escola. Comparecer à DRE para a escolha.


Perguntas frequentes: 1.Qual é a duração do contrato? Do momento no qual o aluno é encaminhado para a escola até o final do ano letivo. No ano seguinte o aluno pode ser reencaminhado. Para isso é necessário esperar pela determinação da Secretaria Estadual da Educação.

2.Quem arca com as mensalidades nos meses de interrupção do contrato? O aluno

3.Qual valor será pago nos meses de interrupção do contrato? Depende da tabela adotada: Tabela Sumaré ou Tabela Social.

4.Por quantos meses o aluno se torna pagante? Depende das determinações da SEE.

5. O que pode ser feito para que não haja essa interrupção? A mudança, no final do ano, para o TOF (Programa semelhante da Secretaria Municipal da Educação).

6. Durante quantos anos o aluno pode participar do BEPA? Durante todos os anos do Curso (levando em consideração os meses de interrupção do pagamento).

7. Como é feito o pagamento do auxílio transporte? Os valores são depositados em uma Conta do Banco Santander sempre no último dia útil de cada mês. O auxílio transporte só é depositado integralmente se o aluno tiver 100% de frequência na escola durante o mês. No último dia de cada mês, o aluno pesquisador deve pegar a folha de frequência devidamente preenchida na escola na qual atua e entregá-la, impreterivelmente, até o dia 05 do mês seguinte na Secretaria da Faculdade.

8. O aluno pesquisador tem férias? O aluno pesquisador do BEPA não tem férias. No mês de julho, em geral, ele é dispensado das atividades na Escola, podendo ser chamado para as atividades de Planejamento (o não comparecimento leva ao não pagamento do mês e nesse caso, o aluno torna-se pagante). No mesmo de julho, mesmo que dispensado das atividades escolares, o aluno pesquisador participa, obrigatoriamente, de uma reunião presencial na Faculdade e realiza as atividades de EAD propostas.

9. O que pode levar o aluno a ser desligado do Programa? O desligamento do Programa pode ser solicitado pelo aluno pesquisador, pelo Professor Orientador (pelo não cumprimento das obrigações) ou pelo Diretor da Escola (por não cumprimento das obrigações, faltas, mau desempenho, atitudes e vestimentas inadequadas etc.). Se, por algum motivo de responsabilidade do aluno (faltas, não entrega da lista de frequência etc.) a Faculdade não receber o repasse da Secretaria Estadual da Educação, o aluno terá que arcar com a mensalidade do mês.

Toda Força ao Primeiro Ano do Ciclo I (TOF) O que é O Programa Ler e Escrever da Prefeitura da Cidade de São Paulo tem por

19


Manual do aluno 2013/1

objetivo desenvolver as competências de leitura e escrita dos alunos do Ensino Fundamental, com ênfase maior nos dois primeiros anos de escolaridade. Está organizado em três etapas: -

Toda Força ao 1º Ano (TOF),

-

Projeto Intensivo no Ciclo I (PIC) e

-

Ler e Escrever em Todas as Áreas no Ciclo II.

O TOF (Toda Força ao 1º ano) prevê a presença de um aluno pesquisador, estudante universitário de Letras ou Pedagogia, que acompanha e auxilia o trabalho do professor do 1º ano. Esse aluno tem como atribuições contribuir na elaboração de diagnósticos pedagógicos dos alunos, no planejamento de atividades complementares de leitura e escrita, na execução de atividades didáticas, sempre em parceria com o professor regente da sala de aula.

Quem pode participar Alunos dos cursos de Pedagogia e Letras, a partir do 2º semestre. Não podem participar alunos do último semestre de curso (se o aluno ainda estiver com o contrato vigente ele poderá continuar atuando).

Contrapartida: Disponibilidade de 4 (quatro) horas diárias, de segunda à sexta-feira, para atuar como auxiliar do professor regente, colaborando na alfabetização dos alunos das escolas públicas municipais; Disponibilidade para participar de duas reuniões presenciais por mês (cada uma com duas horas de duração) com um Professor Orientador, na Faculdade; Disponibilidade para realizar as atividades de EAD disponibilizadas pelo Professor Orientador no Moodle TOF.

Observações importantes: Duas faltas consecutivas, justificadas ou não, nas reuniões de orientação, implicam no desligamento do Programa (Atividades no ambiente virtual são computadas como faltas) e o aluno voltará para a condição de aluno pagante.

Benefício Hoje: R$ 484,32 + R$ 132,00 de ajuda de custo para o transporte. Com o valor recebido, o aluno fica responsável pelo pagamento da mensalidade da Faculdade. Os valores são depositados no dia 15 de cada mês, em uma Conta do Banco Bradesco. As faltas cometidas são descontadas do valor.

Quais são os primeiros passos para quem quer ingressar no TOF? Cadastrar-se no site do CIEE; Realizar, pelo site, a inscrição para a prova de ingresso; Realizar, no próprio CIEE, a prova na data e horário agendados; Se aprovado (o aviso é enviado por e-mail), procurar pela pessoa responsável pelo Programa na Unidade de Curso, para saber sobre as vagas disponíveis e receber as orientações para a efetivação do contrato. Perguntas frequentes 1.Qual é a vigência do contrato? Um ano, prorrogável por, no máximo, mais um ano. Após dois anos de atuação no TOF,


o aluno tem que deixar o Programa. Se o aluno já tiver participado de outro Projeto do CIEE, o tempo dos dois Projetos é somado, perfazendo, no máximo, dois anos.O contrato precisa ser renovado após um ano, mas não há interrupção nos pagamentos.

2. O aluno pesquisador tem direito a férias? Após 11 meses de trabalho, o aluno adquire o direito de gozar de 1 mês de férias. Mesmo estando de férias na escola, o aluno deve continuar frequentando as reuniões de Orientação presenciais e realizando as atividades de EAD no ambiente virtual.

3. Após o término do Contrato com o TOF o aluno pode participar do BEPA? Após completar dois anos de estágio no TOF, o aluno pode se inscrever para o BEPA, mesmo já tendo participado no 1º semestre de curso. O aluno pode desistir de um dos Programas e se inscrever no outro (desde que comunique oficialmente sua desistência). A troca de Programas deve ser feita sempre no final do ano letivo para que as atividades desenvolvidas não sejam descontinuadas. 4. O que pode levar o aluno ao desligamento do Programa? O desligamento pode ser solicitado pelo aluno pesquisador, pelo Professor Orientador (pelo não cumprimento das obrigações) ou pelo Diretor da Escola (por não cumprimento das obrigações, faltas, mau desempenho, atitudes e vestimentas inadequadas etc.)

Quem são os Professores Orientadores? Unidade Sumaré: Professora Maria Elena Roman de Oliveira Toledo maria.roman@sumare.edu.br

Unidade Santo Amaro: - período matutino: Professora Maria Elena Roman de Oliveira Toledo: maria.roman@sumare.edu.br - período noturno: Professora Fernanda Matuda fernanda.matuda@sumare.edu.br

Unidade Imirim: Professora Carla Ferrari carla.ferrari@sumare.edu.br

Unidade Tatuapé I: Professora Zilá Moura zilah.moura@sumare.edu.br

ProUni Quem pode participar: Candidatos deverão ter cursado todo o Ensino Médio em escola pública, ou em escola privada com bolsa integral, ter alcançado pontuação mínima de 400 pontos no ENEM e renda familiar per capita de 1,5 salário mínimo. O candidato não pode tirar zero na redação do vestibular. Renovação da Bolsa: Ter aproveitamento do curso em, no mínimo, 75% das disciplinas cursadas. Contrapartida: Ter aproveitamento do curso em, no mínimo, 75% das disciplinas

21


Manual do aluno 2013/1

cursadas, alcançando aprovação em, pelo menos, 3 (três) disciplinas. Benefício: Isenção total das mensalidades enquanto o aluno estiver regularmente inscrito no Programa. Site do ProUni, http://prouniportal.mec.gov.br

Financiamento Estudantil (FIES) Quem pode participar: Alunos matriculados em qualquer um dos cursos da Sumaré que tenham realizado o ENEM do ano anterior. Contrapartida: Pagar, no máximo, R$ 50,00 a cada 3 (três) meses durante o curso. Benefício: Financiamento de até 100% do valor do curso, com taxa de juro de 3,4% ao ano. Isenção de fiador para estudantes dos cursos de licenciatura; com renda familiar per capita de 1,5 salário mínimo; e bolsistas parciais do ProUni. Ao concluir o curso, o beneficiado terá carência de 18 (dezoito) meses para começar a pagar as parcelas. Mais informações estão disponíveis em http://www3.caixa.gov.br/fies

informações gerais informações gerais A Lei 13.541, de 7 de maio de 2009, proíbe o consumo de cigarros ou qualquer outro produto derivado do tabaco, nos recintos de uso coletivo, total ou parcialmente fechados . Não é permitido o uso de celular em sala de aula. É proibido o comércio nas dependências da Instituição. É proibido o consumo e a comercialização de bebidas alcoólicas nas dependências da Instituição.



Manual do Aluno 2013/1_13_marco