Issuu on Google+

Jornal de um novo tempo

Fotos: Valter Campanato/ABr

Brasília, Distrito Federal, 31 de agosto de 2011 - Ano 20 nº 767 - www.dfnoticias.com.br - dfnoticias@uol.com.br - Exemplar R$ 1,00

Deputada Jaqueline Roriz é inocentada com 265 votos O plenário da Câmara Federal absolveu, ontem, à noite, a deputada Jaqueline Roriz (PMN-DF), por 265 votos contra 166 e 20 abstenções, no processo de cassação por quebra de decoro do mandato da parlamentar. Para que fosse cas-

sada era preciso que houvesse no mínimo 257 votos favoráveis. O advogado de defasa de Jaqueline, José Eduardo Alckmin adotou como tese da defesa que fatos anteriores ao mandato não caracterizam quebra de decoro.

PIRATAS FAZEM A FESTA É fácil encontrar todo tipo de transporte pirata circulando livremente nas ruas do Distrito Federal. Muitas pessoas negam que usam esse meio de transporte, porém concordam com a motivação para usá-los, que são: transporte de péssima qualidade, que não respeita os horários, sujos... Várias pessoas apontam a falta de fiscalização como explicação para o aumento do número de piratas e o fato que a legislação vigente no DF está em desacordo com o Código de Trânsito, que é uma lei federal, por isso a quantidade de recursos que tramitam no Tribunal de Justiça questionando as apreensões de veículos que fazem esse tipo de transporte. Mas o DFTrans afirma que faz constantes operações com Detran e Polícia Militar para inibir a pirataria. Alguns condutores de vans aproveitam da desinformação da população quanto aos itinerários que fazem para dizer que elas podem rodar. O DFTrans informa que um número bem pequeno de vans só pode rodar em zonas rurais, nunca fazendo o itinerário dos ônibus.

Página 4

Foto: A. Sabino

Página 4

PERISC

PIO

Carona em jatinho parece não ser problema

De rosca

Ninguém entende o motivo pelo qual as cinco Vilas Olímpicas que estão prontas não estão funcionando, enquanto isso muitas crianças estão no meio da rua sem ter o que fazer. Esse problema vem desde o ano passado. Ao todo são 12 Vilas que deveriam estar prontas no DF.

Atire a primeira pedra quem não pegou carona nos aviãozinhos dos amigos. Outro dia um certo governador do Norte do país pegou carona num avião de um empresário que um companheiro de Brasília intermediou. Lembram?

Mundo Melhor

Jardim Botânico celebra aniversário

ONG luta pelos direitos dos animais A ProAnima entra em ação contra os maus tratos aos animais no DF. A situação de animais é terrível, a instituição resgata estes animais, cuida e procura uma lar adequado.

Governo Federal

Brasil tem que ter coragem Página 3

Foto: Antonio Cruz/ABr

Belos condomínios dão ao Jardim Botânico uma área privilegiada. A primeira etapa de regularização está quase completa. Há muito o que comemorar no aniversário da cidade, mas a regularização é a bandeira dos moradores.

Página 6

Cultura

Foto: Divulgação

Cocoricó em Brasília

Atividade Parlamentar

Legislando com as necessidades

A garotada de Brasília vai poder curtir de perto os personagens da turma do Cocórico. O espetáculo traz Júlio, Alípio, Lola, Zazá, Lilica e Caco que vão vivem diversar aventuras.

Foto: Caio Gallucci

Página 7

Profundo conhecedor das demandas da população, o deputado distrital, Rôney Nemer elabora projetos que facilitam a vida dos moradores, como a criação de bicicletários e ciclovias no Distrito Federal. Também empreende ações para a família que considera peça fundamental na sociedade. Página 3

Foto: Divulgação


2 Brasília, 31 de agosto de 2011

Frase

PIO

Wasny presta conta

Shoppings cobram

Foi bastante concorrido o evento de prestação de contas do mandato do deputado distrital Wasny de Roure(PT), no sábado, pela manhã, no auditório da Câmara Legislativa. Faltaram lugares.

Prevenir é preciso

O deputado Agaciel Maia promete continuar a luta e mostrar, no julgamento do mérito, que lei não é inconstitucional. “Ninguém vai simplesmente estacionar num shopping. Existe, aí, tanto nos shoppings quanto nos supermercados, uma relação de consumo que não deve ser explorada com uma dupla taxação ao consumidor”, explica, lembrando que R$ 40 milhões por ano são tirados do bolso da população e dos salários dos trabalhadores.

Procura-se: tapaculo-de-brasília

Com a intenção de preservar a vida e evitar acidentes, o deputado Benedito Domingos criou o Projeto de Lei 231/2011, que foi sancionado. O projeto obriga construtoras a instalarem equipamentos de proteção em varandas, sacadas e janelas de prédios que deverão ser entregues aos seus proprietários.

Segunda via de graça Divulgação

A pesquisadora da Universidade de Brasília (UnB), Luane Reis dis Santos, tenta encontrar um pássaro tipicamente brasiliense. Descoberto em 1958, durante a construção da capital, o tapaculo-de-brasília (Scytalopus novacapitalis) sempre foi considerado uma espécie rara. Há 30 anos, 68 indivíduos foram registrados e todo o Distrito Federal.

“As nossas famílias são extremamente violentas. Depois, a gente se espanta de o Brasil ter índices de violência tão altos”, pesquisadora Lúcia Cavalcanti Williams, da Universidade Federal de São Carlos.

A partir de agora, quem tiver a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou o Certificado de Renovação de Licenciamento de Veículos (CRLV) roubados ou furtados não precisará mais pagar pela segunda via. O direito é garantido pela Lei nº 4.615. Para garantir a gratuidade, é indispensável que o motorista apresente ao Detran-DF o boletim de ocorrência policial, com uma cópia autenticada, em até 60 dias após o roubo ou furto.

Paz agora é lei

Olho Vivo Queimaduras, afogamentos, quedas, sufocações e envenenamentos estão entre os tipos de acidentes mais comuns que ocorrem dentro de casa, mas a maioria pode ser evitada com procedimentos simples, por isso a campanha Olho Vivo – Pais Prevenidos Evitam Acidentes. De acordo com dados do Ministério da Saúde, os acidentes representam a principal causa de óbitos de pessoas de até 14 anos no Brasil. No total, mais de 5 mil crianças morrem todos os anos. No Distrito Federal, a situação não é diferente. A cada um dia e meio, uma criança vem a óbito por ocorrências desta natureza.

Divulgação

PERISC

DF NOTÍCIAS

Ultrapassou o limite

A análise feita pela 5ª Inspetoria de Controle Externo do Tribunal de Contas do Distrito Federal aponta que, no primeiro quadrimestre de 2011, a despesa líquida com pessoal no Poder Executivo local ultrapassou 90% do limite legal previsto.

De autoria da deputada distrital Rejane Pitanga, o projeto que institui o Programa de Promoção da Cultura da Paz nas unidades do Sistema Público de Ensino do Distrito Federal foi criado com base no aumento de casos de violência nas escolas, como o bullying, agressão a professores, alunos, servidores e membros da comunidade, furtos e depredação de escolas. Vamos colocá-lo em prática.

TCDF

Mais cursos , mais vagas

A Universidade de Brasília (UnB) abriu cinco cursos e 204 vagas, para o ano de 2012. São graduações em engenharia aeroespacial; engenharia química; teoria crítica e história da arte; além de bacharelados em educação física e fonoaudiologia. Agora, é estudar e se preparar para o vestibular.

Artigo

Brasil maior e manco O Governo Federal lançou, no início do mês, o Plano Brasil Maior, que delineia uma nova política industrial, tecnológica, de serviços e de comércio exterior, com o objetivo de aumentar a competitividade dos produtos nacionais, a partir do incentivo à inovação e à agregação de valor. Uma corajosa e aposta do Governo que implica renúncia fiscal de R$ 25 bilhões e financiamentos facilitados via BNDES, de 2011 a 2014, na ordem de R$ 500 bilhões. Boa parte dos eventuais ganhos em competitividade, porém, vai se perder nas estradas esburacadas, nos portos e aeroportos deficientes e mal operados, na precariedade das poucas ferrovias e hidrovias. O atraso na infraestrutura de transporte e a falta de visão multimodal provocam custos logísticos de 11.6% do PIB brasileiro, contra 8,7% nos Estados Unidos. Essa diferença de 3 pontos porcentuais do PIB representa R$ 120 bilhões, quase o lucro total das 500 maiores empresas nacionais

no ano passado, segundo a última edição de Melhores e Maiores, da Exame. Esse custo impacta a competitividade e as margens de lucro dos agentes econômicos brasileiros, reduzindo-lhes a capacidade de poupança e de investimento, o que desacelera o crescimento, eleva os preços finais e inibe o consumo. Para que o slogan do Brasil Maior, “Inovar para Competir. Competir para Crescer”, se potencialize de fato, o país precisa investir, nos próximos anos, R$ 400 bilhões para elevar a infraestrutura de transporte de obstáculo a fator de competitividade, segundo o Plano CNT de Transporte e Logística 2011. Para que o Brasil aproxime sua infraestrutura rodoviária à dos países desenvolvidos e à maioria dos nossos competidores diretos no mercado internacional, precisa investir R$ 177 bilhões para construção de 9.600 quilômetros de novas rodovias, duplicação de 15 mil quilômetros, pavimentação de 7.600 quilômetros e recuperação

Diretoria Suéllen Vieira Barreto - Presidente

Redação Francisca Rocha - Editora franciscapautas@gmail.com

dfnoticias@uol.com.br redacaodfnoticias@uol.com.br

Vivianne Frota - Repórter annefrota@bol.com.br

www.dfnoticias.com.br

Cledson Soares - Design gráfico

de pavimento de 28.700 quilômetros. Com vistas à Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíadas de 2016, serão necessários cerca de R$ 10 bilhões para a construção e ampliação aeroportos e outros R$ 13 bilhões em projetos rodoviários urbanos em todo o país, para construção de 553 km de corredores expressos para ônibus, os chamados BRTs e a construção de 338 km de vias urbanas. Outros R$ 57 bilhões são necessários para a construção de 500 km de metrôs ou três urbanos e implantação dos Veículos Leves sobre Trilhos (VLT), nas principais cidades do país. O sistema ferroviário brasileiro demanda outros R$ 94 bilhões para adequar-se às necessidades do país, com a recuperação de 4.600 quilômetros de ferrovias e construção de novos 11 mil quilômetros. Apesar da participação das ferrovias já ter passado de 17% para 25% no transporte de carga, ainda falta muito para o mínimo de 40% ideais. Precisamos, com urgência, modernizar nossas áreas portuárias e retroportu-

DF NOTÍCIAS Expediente O DF NOTÍCIAS é de propriedade da DF Notícias Editora Ltda SIG - Quadra 3 Bloco B Entrada 75 2º Andar CEP 70610-400 - Brasília-DF

árias, executar obras de dragagem e de derrocamento, construir novos portos e melhorar os acessos terrestres, para atender às necessidades da navegação marítima nacional. O Brasil deve investir também no aprimoramento da infraestrutura hidroviária, de modo a aproveitar seus mais de 40 mil quilômetros de rios navegáveis. Hoje, o transporte hidroviário no país não atinge 3% do total da movimentação de bens, quando deviria ser de cerca de 12%. Havendo decisão política, os recursos aparecem. E, tal qual na política industrial e de inovação, o Governo deveria buscar parcerias na iniciativa privada para suprir suas deficiências de capital e gerência para superar os gargalos em infraestrutura de transporte. Sem isso, o Brasil Maior pode tropeçar na estrada. Clésio Andrade, senador e presidente da Confederação Nacional do Transporte (CNT)

e-mail: redacaodfnoticias@uol.com.br

Os artigos e matérias assinadas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.

Telefones: 3964-0777 e 3039-2631

Impressão F. Câmara Gráfica e Editora.


Brasília, 31 de agosto de 2011 3

DF NOTÍCIAS

Política – Deputado

Rôney Nemer é funcionário público e procura ouvir a população para elaborar projetos e proposições ao Governo para melhorar a qualidade de vida no Distrito Federal

Seu lema é atender a demanda da população E

leito pela terceira vez, o deputado distrital Rôney Nemer (PMDB/ DF) é líder do bloco PMDB, PTC, PSC, PTdoB e PSL na Câmara Legislativa, é presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Ciência, Tecnologia, Meio Ambiente e Turismo, e compõe as comissões de Assuntos Fundiários e Defesa do Consumidor. Destaca que tem o compromisso de trabalhar pela qualidade de vida dos moradores do Distrito Federal, pelo desenvolvimento equilibrado das regiões administrativas e batalha pela geração de postos de trabalho para a população. Em visita ao DF Notícias, o deputado destacou seus principais projetos e declarou a iniciativa primordial de fazer um mandato de qualidade voltado para as famílias do DF. DFN - Quais os principais projetos para este ano? Na verdade os projetos que estão tramitando na Câmara Legislativa são frutos das demandas das pessoas que nos procuram. Dessa forma, foi aprovado o Projeto de Lei Nº 586/2007, que obriga a instalação de bicicletários em todo o Distrito Federal. Os pontos para guardar as bicicletas devem ser instalados em agências bancárias, empresas públicas, estações do metrô e escolas públicas. Para mim, a meta é estimular o uso da bicicleta como meio de transporte, diminuindo o número de veículos, aliviando o trânsito e diminuindo a emissão de gases poluentes. A bicicleta é um meio rápido e ecologicamente correto de transporte. A construção de bicicletários é fundamental para dar condições de mobilidade aos ciclistas. Procuramos também realizar trabalhos que possam solucionar os problemas, como o acesso ao hospital, por exemplo. Uma pessoa tem que esperar lon-

Foto: A. Sabino

go tempo para fazer um exame ou fazer uma consulta tem que ser assistida por alguém, nesse momento de aflição, por isso digo que o parlamentar no DF acaba fazendo papel de vereador. O que a gente faz é atender muito a comunidade no gabinete, principalmente por e-mail, redes sociais e pessoalmente. Existe o projeto que foi considerado inconstitucional, o da Arquitetura Pública, onde o Estado vai oferecer engenharia pública gratuita. O que queremos é fazer com que as pessoas tenham acesso a essa área, da mesma forma que temos direito à saúde, ao advogado. Outro projeto nosso é o que institui a limpeza nos parquinhos. A iniciativa foi tomada após inúmeros relatos de mães que viram seus filhos adoecerem ao entrar em contato com areia contaminada em parques de diversas cidades do DF. Também apresentamos um projeto de lei que obriga o GDF a custear a distribuição gratuita de medicamentos para o tratamento dos portadores de Artrose, Artrite Reumatóide (AR) lombalgia, febre reumática, lúpus e enfermidades relacionadas. Garantimos dessa forma que as pessoas tenham direito a um tratamento digno e eficaz. Os medicamentos muitas vezes não cabem no orçamento das famílias. Outro projeto de suma importância é o Projeto de Lei 775/2008, que deu origem a Lei 4397, de 2009, que dispõe sobre a criação do sistema cicloviário no Distrito Federal. O objetivo é incentivar o uso de bicicletas para transporte, por meio da criação do Sistema Cicloviário do DF que gera segurança aos ciclistas, desafoga o trânsito e preserva o meio ambiente. Já apresentei uma infinidade de proposições ao Executivo. O senhor tem algum trabalho voltado para o entorno? Bom, quero implantar este mesmo projeto de engenheiros no entorno, por isso estou fazendo várias reuniões com moradores

“Tratamos de assuntos de interesse da população do DF”, disse.

do entorno como, Luziânia, Santo Antônio do Descoberto e Águas de Lindas. As pessoas esquecem que tudo tem crescer mais na mesma proporção, tem que aumentar a população, mas tem que ter os equipamentos públicos de qualidade. Por exemplo, se aumenta a população e não aumenta a capacidade do posto de saúde vai dar problema, se não gera emprego, gera a violência e assim por diante. Porque Águas Lindas é uma das cidades mais violentas? Porque lá o desenvolvimento urbano é desenfreado, não tem planejamento nenhum, ou seja, o que temos trabalhado no entorno é a qualidade de vida da população. A população está aumentando, então a cidade tem que ter equipamentos públicos, a saúde, segurança, transporte, etre outros.

Cristiano busca solução para aprovados em concursos

Foto: Divulgação

O

tormento de passar em um concurso e não ser chamado já faz parte do cotidiano de milhares de aprovados no DF. Pessoas que investiram tempo e dinheiro em carreiras públicas, estão em condições de desenvolver as funções, mas são impedidos pela burocracia do Estado. Desde 2009 que o deputado Cristiano Araújo (PTB), (foto), sensibilizado com esses problemas, tem realizado inúmeras reuniões com integrantes de cadastros reserva e representantes de diversos órgãos do GDF na busca de soluções para essas pessoas. Com esse esforço, centenas de concursados foram contratados em órgãos como as secretarias de Saúde e Educação, Detran, Adasa, Secretaria de Agricultura, Emater e outros. “Abracei essa causa e estou trabalhando na Câmara Legislativa para que hajam recursos suficientes para a contratação de todos os concursados aprovados em concursos do GDF”, afirma. Em recente reunião com o secretário de Administra-

ção Pública, Denilson Bento, juntamente com representantes de recém-aprovados, Cristiano recebeu do governo a garantia de que os cadastros reserva serão esgotados e que os concursos sob risco de vencimento serão prorrogados. “Temos feito pedidos às áreas técnicas do GDF para que se empenhem em resolver as situações pendentes, porque concursos estão sob risco de vencimento”, afirmou. Nessas conversas, foi reafirmado ao deputado o compromisso do governo com a melhoria do sistema público de saúde, o que necessariamente passa pela ampliação do quadro de servidores.

Cristiano também argumentou da necessidade de imediata contratação de aprovados no Detran, DFtrans e DER. Diego Mourão, nomeado para o cargo de Técnico de Trânsito Rodoviário (TTR) do DF, disse que o empenho do deputado foi fundamental para sua admissão. “O deputado Cristiano Araújo sempre nos ajudou, sempre mostrou que tem gente que realmente trabalha na Câmara Legislativa apoiando nossa causa”, explicou Mourão. Na semana passada, Cristiano reuniu-se com uma comissão formada por aprovados no cadastro re-

Este trabalho está tendo resultado? As pessoas entendem, correm atrás pedindo orientação, os prefeitos nos procuram para pedir ajuda. Acho que não tem problema nenhum, mas é preciso fiscalizar para saber onde o recurso está sendo colocado. Porque penso que investir no entorno é fazer bem para Brasília. Deputado qual a sua opinião sobre as ações do governo Agnelo? Apoio o governo e continuarei apoiando. Acredito que está um pouco devagar, mas poderia ter mais celeridade, principalmente para ter uma resposta para a população. Acho que melhorou muito a saúde, mas não é fácil restaurar a saúde publica no estalar de dedos. Agora é engraçado, porque quanto mais melhora serva do último concurso para soldado do Corpo de Bombeiros do DF. O encontro foi realizado na presidência da Câmara Legislativa com a participação do comandante-geral em exercício da corporação, coronel Júlio César. Agendado pelo petebista, a reunião teve o objetivo de buscar o apoio do presidente da Casa, deputado Patrício (PT) para a causa dos concursados. Eles esperam a realização dos testes de aptidão física, pendentes de realização pelo Centro de Seleção e Promoção de Eventos (Cespe) para 2037 aprovados nas fases iniciais. “Há mais de 11 anos que não são efetivadas contratações no Corpo de Bombeiros de Brasília e o quadro desses profissionais está bastante desfalcado”, considerou Cristiano. A vacância nos quadros da corporação é de 4,3 mil homens, segundo dados da própria corporação. O comando dos bombeiros afirmou que estão em contato com o Cespe para a conclusão das etapas de testes. O recurso orçamentário para as admissões já está garantido para os próximos quatro anos e de acordo com os concursados.

o povo de outras cidades vem para cá. Quando a gente conseguir informatizar o sistema muita coisa vai mudar, porque na hora que a pessoa consultar aqui e passar o cartão dela o dinheiro do SUS vem para Brasília. As obras estão chegando , como o Veículo Leve sobre Pneus (VLP) e o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) que estavam parados, pois a licitação estava pronta e o Tribunal de Contas suspendeu. Acredito que o importante neste momento é uma harmonização maior entre os poderes e quem vai ganhar com isso é a população. Falta uma ação de cooperação, de informação técnica para questionar as ações. Então, acredito que nesse segundo semestre o governo vai melhorar muito. O senhor acredita que o transporte público como está prejudica Brasília na Copa do Mundo? Não, porque o Plano Diretor Transporte Urbano (PDTU) foi aprovado e acho que as coisas vão melhorar bastante. Acho que o DF precisa de corredor exclusivo para o transporte, e também dá outras opções para população, porque se isso não acontecer, as pessoas vão continuar comprando carro, não que isso seja ruim, mas é ruim para o trânsito de Brasília. Porque as pessoas não vão deixar seu carro em casa para pegar um metrô ou um ônibus que leva quatro horas para chegar ao seu destino. Tendo transporte de qualidade e rápido vai ameniza muito o trânsito. Ainda existe o problema dos cargos? É hipocrisia achar que um parlamentar não vai querer indicar pessoas para ocupar cargos no governo. Essa relação existe nos governo local, federal e até nas prefeituras. Agora, acho que você tem que indicar pessoas com qualidade, competentes, com embasamento nas áreas. Até cargo para atender a comunida-

de tem que ter, pois a pessoa que atende o público, tem que ter paciência. Quem procura o gabinete são pessoas humildes e quem tem grana não precisa da força do Estado.

Considerações finais Bom, estou no meu terceiro mandato e tentando fazer menos coisas, porém com qualidade. Nos anteriores, atendia num dia 250 pessoas. Nas últimas pessoas eu estava cansado, o cérebro não assimilava mais nada. Agora, estou dividindo com a minha equipe, pois cada um fica responsável por um tema para atender com qualidade. Quem chegar ao gabinete será atendido. Acredito na família como a célula principal da sociedade, não adianta montar hospital, colocar polícia na rua, não adianta nada, se não investimos numa rede de proteção social a família e a melhor forma de proteger uma família é que ela tenha sustentabilidade, ou seja, que alguém da família trabalhe para que possa sustentar. Muitos lares são desfeitos pela falta de recursos, dificuldades, por exemplo. Por mais que uma pessoa seja humilde, mas o filho tenha referências de vida, de exemplo, ele vai ter poucas chances de virar um marginal lá na frente. Por isso, é muito importante que haja ocupação dos jovens, pois se a gente não ofertar ações, escolas a eles, o crime organizado oferta. Todas as minhas ações, em forma de projetos de lei, indicações, emendas ou em defesa das categorias de servidores públicos (DER), técnicos de nutrição, auditores de atividades urbanas, fiscais de limpeza pública, servidores do SLU, Novacap, Emater, DFTrans, Detran e outros), tiveram por objetivo garantir um futuro melhor para as famílias do DF.

GDF pode ser obrigado a publicar pagamentos O projeto do deputado Chico Leite (PT), que torna obrigatória a publicação, na Internet, dos pagamentos feitos em cheque ou mediante transferência eletrônica pela administração direta ou indireta do DF, foi aprovado ontem ( 30) pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Outros dois projetos de Chico Leite também foram aprovados: um deles define diretrizes e critérios para a realização de licitações e contratações sustentáveis no DF e o outro determina a divulgação do Diário Oficial do DF na Internet. O deputado salientou que isso já vem sendo feito, mas isso não pode ser uma faculdade, por se tratar de obrigação legal, a fim de garantir a publicidade aos atos da administração pública. Entre os demais projetos aprovados pela CCJ, figuram: - PL 83/11 (na forma de substitutivo do relator), da

deputada Liliane Roriz (PRTB), que torna obrigatória a realização e publicação anual de demonstrativo contendo dados estatísticos relativos à mulher e seu encaminhamento à CLDF; - PL 45/11 (com emenda modificativa), também de Liliane Roriz (PRTB), instituindo o dia da Transparência Pública no DF, a ser comemorado em 03 de abril; - PL 199/11 (na forma do substitutivo do relator), do deputado Benício Tavares (PMDB), que torna obrigatória a realização de ecocardiograma em recém-nascidos portadores da síndrome de Down; - PL 1443/09 (com emendas modificativas), de iniciativa da deputada Eliana Pedrosa (DEM), que institui no calendário oficial do DF, do Dia da Segunda sem Carne, previsto para realizar-se na primeira segunda-feira do mês de outubro.


4 Brasília, 31 de agosto de 2011

DF NOTÍCIAS

ATUALIDADE -

No Distrito Federal, o número de veículo que faz transporte pirata está aumentando. Uns usam a desculpa que o transporte público deixa a desejar, outros dizem que falta fiscalização

Piratas circulam

livremente pelo DF Fotos: A. Sabino

Vans pegam passageiros fora do itinerário

N

o horário de rush durante a semana ou nos sábados quando a fiscalização não se faz presente, as vans irregulares percorrem o Distrito Federal fazendo a festa. Mas não só as vans, como todo tipo de veículo faz transporte pirata, como carros de passeio, ônibus, micro. Um ônibus flagrado por nossa reportagem levava a seguinte placa: ‘ a serviço do GDF’. Anunciava o itinerário para o P Sul e alardeava que passaria pelo centro de Taguatinga. Todo dia é fácil flagrar esse transporte irregular funcionando pela cidade sem nenhuma inibição. As vans foram proibidas de circularem nas ruas da cidade desde de 2008. Segundo alguns cobradores das vans, elas têm autorização para circular, mas de acordo com o Transporte Urbano do Distrito Federal, DFTrans, as vans não possuem autorização para operar nesses itinerários, algumas podem e são licenciadas para atender algumas linhas rurais. Marco Antônio Campanella, diretor geral do DFTrans ressaltou, porém, que os veículos podem atender apenas linhas rurais. Campanella classificou como irregulares os itinerários que vem sendo percorridos pelos carros flagrados pela reportagem. “Essas linhas são piratas e não existem. São totalmente ilegais. Vamos acionar a fiscalização para tomar as providências cabíveis”, completou. Se forem pegos pelos fiscais, os permissionários terão de pagar multa de R$ 240 e, em caso de reincidência, o valor pode chegar a R$ 1,8 mil, segundo o DFTrans.

A ilegalidade também é verificada na quantidade de passageiros que esses carros transportam e na velocidade que andam. Na pressa para pegar mais passageiros, os motoristas desenvolvem velocidade acima do permitido. Maria Vicentina, dona de casa, que entrou numa van na Comercial Norte de Taguatinga, no sábado, declara que nem dá tempo de se segurar direito, pois os motoristas voam. “E sempre estão lotadas. O que falta é fiscalização. Quem não vê que as vans estão funcionando a todo vapor?”, ressalta Maria. Leila Maria de Souza afirma que não é contra o transporte alternativo, mas é contra a falta de respeito que existia. “Cansei de ver cobradores, motoristas destratando as pessoas no trânsito, os usuários. Elas só andavam com a quantidade de passageiros acima do limite, som alto e corriam muito. Além disso eram muito sujas”, conclui. Já Armando da Silva de Jesus, administrador de empresa e morador da Ceilândia, acredita que as vans não devem voltar nunca mais. “Imagine esses motoristas dirigindo com imprudência, irresponsáveis. O trânsito já está caótico, imagine com esses loucos ?”, adverte. Geralmente o transporte pirata se concentra da Rodoviária para itinerários mais próximos com Asa Norte, Asa SUL Cruzeiro, São Sebastião e Lago Sul. Eles permitem um número maior de viagens e contam com um esquema sofisticado para burlar a fiscalização. Pessoas chamadas laçadores abordam os passageiros oferecendo as viagens que são levados até o carro.

Ônibus pegam passageiros em paradas no SIG

A Lei nº 239, de 10 de fevereiro de 1992, disponibiliza mecanismos para o gerenciamento do transporte público no DF. A regulamentação ficou por conta da Lei nº 953, de 13 de novembro de 1995. O artigo 28 do documento, que dispõe sobre o transporte irregular de pessoas, caracteriza como fraude a prestação de serviço, público ou privado, de coletivos de passageiros, de forma remunerada. As penalidades para o motorista flagrado em situação ilegal incluem multas de R$ 2 mil a R$ 5 mil e a apreensão do carro. O condutor ainda pode ser obrigado a fazer cursos de reciclagem indicados pelos órgãos de trânsito. O diretor geral do DFTrans explica que todos os dias os fiscais do órgão estão na rua, assim como os parceiros Polícia Militar e Detran. O número de autuações por transporte pirata realizado pelo Detran foi de 628 multas, até julho de 2011 . Um grande problema enfrentado pelo DFTrans e Detran ao multar um carro por fazer transporte pirata e fazer a apreensão do veículo é a apresentação de recursos por advogados no Tribunal de Justiça do DF que usam uma jurisprudência em que a Lei Distrital entra em conflito com a Lei Federal, principalmente quanto às apreensões. Segundo o advogado Heyrovsky Torres, a medida administrativa contemplada pelo art. 231 do Código de Trânsito traz como medida administrativa a retenção do veículo, e não sua apreensão. Conforme vasta jurisprudência do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, retenção e apreensão têm significados

Cobrador de ônibus pirata oferecem vagas para Taguatinga centro e PSul

Povo Fala Você usa o transporte pirata? “ Não. Acho que deve ser mais fiscalizado, mas fica difícil se o Governo não dá a devida atenção. Até porque os ônibus que vão para algumas cidades parecem sucatas e sem falar que demoram muito. Desse jeito as pessoas acabam usando o transporte pirata”. _______________ Lucilene Pinheiro, comerciante, 27 anos “Não costumo pegar transporte irregular. O problema é que não tem ônibus, tem dias que passo duas horas esperando e ele não passa. Por isso, as pessoas continuam usando. Se a gente tivesse um transporte de qualidade, as pessoas não pegariam as vans irregulares”. _______________ Maria do Socorro, doméstica, 50 anos

“Não.O governo precisa tomar vergonha na cara e arrumar o transporte. Sou contra usar o transporte irregular. É muito perigoso, mas não existe fiscalização. Ainda circulam muitas vans, carros, ônibus piratas e ninguém recebe multa nenhuma”. _______________ Socorro Freitas, jornalista, 44 anos

diferentes. Apreensão é o ato de tomar com base legal. Recolhe-se o veículo ao depósito e lá permanece sob custódia do órgão que o apreendeu e com o ônus para o proprietário. Retenção, de acordo com vasta ju-

Governo Federal

Brasil pode usar crise global para dar salto de desenvolvimento Conforme a Agência Brasil, a presidenta Dilma Rousseff afirmou, ontem, que o Brasil pode usar este momento de crise econômica que atinge países desenvolvidos para dar um salto de desenvolvimento. Segundo ela, é preciso coragem para enfrentar situações como essas. “Temos a convicção de que crise a gente não enfrenta se apequenando, se atemorizando, sendo covarde;

Foto: Antonio Cruz/ABr

a gente enfrenta é com coragem. Coragem significa ter consciência da nossa força e

ter a firme determinação de que temos todas as condições de transformar essa crise em um outro momento de salto para o Brasil”, disse ao acrescentar que isso ocorreu após a crise econômica enfrentada em 2008. Dilma disse ainda que o grande desafio de seu governo é garantir saúde, educação e segurança de qualidade à população. A presidenta assegurou que irá usar toda sua determi-

Fotos: A. Sabino

nação para isso. “Vou perseguir isso 24 horas por dia.” Ela participou no final desta manhã, em Cupira (PE), de cerimônia onde foram assinados os primeiros 37 contratos no âmbito do programa de Financiamento das Contrapartidas do Programa de Aceleração do Crescimento (Cpac), no valor total de R$ 300 milhões, entre o governo federal, a Caixa Econômica Federal e o governo do estado de Pernambuco.

risprudência, é o ato adotado a fim de sanar a irregularidade (lavrar o auto de infração) no local e logo após, liberar o veículo. E no caso de flagrante de transporte remunerado de passageiros, o Código de Trânsito preceitua como

medida administrativa a retenção do veículo e não sua apreensão. Deste modo, a apreensão do veículo é ilegal. Em alguns desses recursos, o Governo acabou perdendo a batalha judicial, pagando as custas processuais e dano moral aos motoristas. Foram apresentadas até maio de 2011, cerca de 700 recursos. Segundo o DFTrans, os fiscais diante do problema estão argumentando e fundamentando melhor as infrações para evitar ter quer perder as ações impetradas na Justiça. De acordo com o gerente de Fiscalização e Policiamento do Detran, Marcelo Madeira, os fiscais no momento de abordagem estão pedindo que as pessoas desçam do transporte irregular, e aplicam a multa no valor de R$ 85. Estão aplicando o Código de Trânsito em vigor. Para Idelsom de Morais, padeiro, que já fez transporte irregular, a multa aplicada é baixa. “Quando pagamos com desconto a multa é pouca, perto do que arrecadamos com as viagens. O Governo tem que oferecer transporte de qualidade para a população. Os ônibus têm que obedecer os horários. Sem isso e sem fiscalização os piratas vão continuar circulando”, alerta Idelsom. O certo é que o transporte pirata circula folgadamente em todo o Distrito Federal. Jovina da Silva, estudante, chama a atenção das autoridades. “Sei que não é seguro entrar numa van ou outro tipo de veículo para chegar em casa, mas esperar ônibus por um longo tempo e ainda ir em pé, é um tormento. Só sabe, quem tem quer se locomover usando esse transporte ruim”, reclama a estudante.

Inscrições para o FAC As inscrições para apresentar projeto no Fundo de Apoio à Cultura 2011 começam hoje. Atuais beneficiários que desejarem participar do Edital 2011 devemter finalizados seus projetos ontem, 30 de agosto. As inscrições seguem até 18 de setembro às 23h59min e serão feitas, apenas, por meio eletrônico (via internet) através da plataforma do SALIC WEB oferecido em parceria pelo Ministério da Cultura. O

link estará disponível pelo www.sc.df.gov.br. Os proponentes que tiverem prestação de contas pendente de análise pelo Conselho de Cultura e Conselho de Administração até a data de abertura das inscrições poderão participar do processo seletivo, no entanto, apenas poderão receber os recursos financeiros após a aprovação da prestação de contas, observado o prazo de um ano de vigência do processo seletivo, previsto nos editais.


DF NOTÍCIAS

Brasília, 31 de agosto de 2011 5

CIDADE

– O Jardim Botânico, cidade a 17 quilômetros do Plano Piloto, é um refúgio para aqueles que buscam tranquilidade, segurança e contato com a natureza, moradores, mas moradores esperam a legalização da região. Povo Fala Como é morar no Jardim Botânico?

Jardim Botânico

completa sete anos

“Moro aqui há muitos anos e hoje tenho qualidade de vida. A cidade é bem localizada fica a poucos minutos do Plano Piloto. Com a chegada do asfalto ao setor comercial, espero que se torne um estacionamento de verdade. E quem sabe as mudanças auxiliem na regularização da região”. _______________ Jorge de Souza, servidor público Fotos: A. Sabino

“Não tenho muito o que reclamar. A cidade é muito tranquila, a gente não vê muitos assaltos, crimes, tem segurança. Porém, deveriam dar mais atenção ao transporte. As pessoas esperam, de 3h a 4h por um ônibus”. ______________

Maria dos Reis Aparecida, vendedora

“Essa cidade é muito tranquila, precisam iluminar as vias que passam em frente aos condomínios, pois muitas vezes não adianta ter iluminação e segurança dentro da propriedade, se na rua não têm”. __________

Bianca Caroline, comerciante, 18 anos

U

ma cidade formada por condomínios rodeados pelo Cerrado, muito verde e qualidade de vida, mais ainda é uma região irregular. O Jardim Botânico recebeu este nome devido à área de proteção ambiental do Parque Jardim Botânico de Brasília. As propriedades foram custeadas pelos próprios moradores e geralmente são todas cercada. A maior parte tem ruas arborizadas, grandes jardins e infra estrutura visando o bem estar dos moradores, com câmaras de segurança, porteiros, moto segurança, serviços, como salão de beleza, lanchonete, academia e locadoras de vídeo. Além disso, há quadras poliesportivas, pista de corrida e salões de festa. Atualmente, são 31 condomínios e mais de 35 mil habitantes. A área do Jardim Botânico era para ser uma ocupação temporária. A região cresceu muito nos últimos anos, mas os serviços de infraestrutura não acompanharam este crescimento. As consequências da falta de planejamento não deixaram brechas para a construção de uma cidade com equipamentos públicos como escolas e postos de saúde sem contar que todo o comércio se concentra na principal via de acesso à cidade. Além disso, quem depende do comércio tem que ir de carro o que acaba congestionando o estacionamento. Para os moradores, isso se deve a falta de vagas e da concentração do comércio em uma única área. Para a moradora Ana Luiza da Silva essa situação é péssima, pois gostaria apenas de ir ao mercado com calma, mas não sabe o que fazer quando não consegue estacionar. Segundo ela, os caminhões não respeitam, param atravessados em qualquer lugar. “Fica muito difícil sair para ir ao comércio aqui perto, porque o local não tem estacionamento. Apesar de terem começado a asfaltar o local. Tomara

Fotos: A. Sabino

Planlatina ainda pode-se encontrar grandes casarões antigos, inclusive, muitos em bom estado apesa do ano

que vire um estacionamento com sinalização e tudo”, disse. A cidade está localizada em área privilegiada. Por isso, a administração do Jardim Botânico está ampliando e criando estacionamentos e isso inclui a sinalização das vagas, identificação das paradas para deficientes e de carga e descarga. Além do estacionamento, a cidade vem recebendo uma série de reformas, recuperação e obras. Entre elas, estão à recuperação e ajardinamento da DF-001, a pavimentação da Avenida do Sol, corte do mato, limpeza dos terrenos, instalação de postos e de iluminação nas vias e a criação de um sistema de captação para escoamento das águas. O administrador do Jardim Botânico, Cesar Trajano de Lacerda destacou que estão realizando obras para recuperar o que ficou perdido durante anos. Segundo ele, tudo está sendo feito em benefício da cidade. “Estas ações vão melhorar ainda mais a

Suvinil lança tinta AntiBactéria No Brasil, a Suvinil lançou este mês a tinta acrílica antibactéria, recentemente aprovada pela Anvisa. A tinta reduz 99% dos microorganismos na superfície da parede por dois anos. Agora, além da qualidade e tecnologia já conceituadas e das mais de 1500 cores que permitem fazer da parede um item de decoração importante para o ambiente, a Suvinil oferece bem estar e a segurança de que os usuários estarão protegidos dentro de casa. Fruto de um amplo estudo de pesquisa e desenvolvimento, motivado pelo conceito constante de inovação enraizado na cultura da marca, o Suvinil Acrílico AntiBactéria possui fórmula exclusiva composta por agentes antibacterianos que atuam na parede, eliminando 99% a manifestação desses microorganismos. A tinta pode ser lavada sem que perca a sua ação, o que a torna ideal para ser utilizada também

em hospitais, escolas e clínicas pediátricas. Eugenio Luporini Neto, Vice-Presidente de Tintas e Vernizes e Repintura da BASF para a América do Sul, reforça a relevância do produto para o segmento de mercado. “O

mercado de produtos antibactérias cresceu 25% nos últimos três anos. Como líderes do mercado de tintas, saímos na frente para garantir que os anseios dos consumidores

sejam atendidos também no nosso segmento. Este é o primeiro e único produto com essas características do Brasil”, explica ele, que reforça. O Suvinil Acrílico AntiBactéria foi testado e aprovado conforme os parâmetros da norma JIS 2801:2000 (Japanese Industrial Standard), do Japão, para produtos antimicrobianos. O teste para atividade e eficácia garantiu o poder da tinta. “As bactérias podem formar biofilmes na superfície da tinta e esta metodologia permite verificar a eficácia do produto aplicado na superfície da parede contra as principais bactérias”, explica Viviane Alves da Silva, do Laboratório de Microbiologia da BASF. O Suvinil, Acrílico AntiBactéria está disponível no mercado em todas as cores Selfcolor, desde julho. Para mais informações sobre os produtos e lançamentos da Suvinil, acesse www.suvinil.com.br

qualidade de vida de cada morador. Quero ter uma boa relação com os síndicos. Aposto na parceria com a comunidade”, disse. Cesar ressaltou que pretende trazer melhorias para o Jardim Botânico, por isso solicitou uma escola pública de Ensino Fundamental, Batalhão da Polícia Militar, Delegacia de Polícia e Corpo de Bombeiros. “Tudo isso vai beneficiar e auxiliar na regularização dos condomínios. Espero que pelo menos 80% esteja regularizado.” Outro ponto importante refere-se ao transporte. Segundo o administrador, é preciso criar um planejamento para o transporte urbano da cidade. A partir do dia 13 de outubro a Administração realizará reuniões com os síndicos e moradores, afim de buscar soluções para o problema da falta de transporte urbano. Os encontros terão início dia 13 de outubro. A administração atende hoje 31 condomínios. Destes,

apenas oito foram regularizados. Estância Jardim Botânico, conjunto A, H (parcial), I e J; Mansões Califórnia, Portal Lago Sul; São Diego; Jardins do Lago, quadra 1 e 9; Morada de Deus; Chapéu de Pedra; Residência Santa Mônica; e Setor Jardim Botânico (da Terracap). De acordo com o administrador, em breve mais 50 condomínios farão parte da poligonal, a pedido do Governo Federal.

História

O Setor Habitacional Jardim Botânico foi criado em 1999. Há três anos a área foi transformada na Região Administrativa do Distrito Federal - RA XXVIII. A criação da RA se deu em 31 de agosto de 2004, pela Lei 3.435. A área de preservação ambiental oferece aos visitantes trilhas ecológicas, orquidário e viveiros com plantas ornamentais e medicinais do Cerrado brasileiro.

Programação de aniversário 01/09 – Quinta-Feira 09h às 11hs – Brincadeiras com brinquedos infláveis; Apresentação Cultural de Escolas; Recebimento do Fogo Simbólico e Corte do Bolo. Local: Galpão da Feira do Produtor. 02/09 - Sexta-Feira 10h – Sessão Solene em Comemoração ao Aniversário da Administração Regional do Jardim Botânico. Local: Prédio da Administração. 18h – Shows com: JORGE VERCILLO, NEGA MALLUKA E NILSON FREIRE. Local: Estacionamento da Administração. 03/09 – Sábado 09h – Exposição dos trabalhos das entidades; Apresentação de música, dança e teatro; Homenagem a um casal de trabalhadores deficientes. Local: Estacionamento da Administração.

Funcionários do SIA querem transporte O Setor de Indústria e Abastecimento (SIA) é responsável por 56% da arrecadação de ICMS do DF com mais de 80 mil trabalhadores, quase 4 mil empresas e 300 mil pessoas que circulam pelo local todos os dias. Todo o setor de abastecimento de combustível sai do Setor de Indústria. Nestas condições o transporte que passa no setor não atende à demanda da região. Diante da reclamação de funcionários e empresas, pois para pegar ônibus na região é preciso se deslocar por grandes distâncias ou ir até a EPTG ou Estrutural. Para os que empregam a questão acaba sendo financeira e até prejudica o trabalho, porque muitas vezes têm pagar mais de duas passagens ou até mesmo abonar o atraso, devido a demora do ônibus. Não para por ai a recla-

mação de quem usa o transporte púplico. Em boa parte do SIA não exitem paradas de ônibus, geralmente as pessoas sabem que é um ponto, porque tem movimento de pessoas ou uma placa. O administrador do SIA, Edson Buscacio destacou que está ciente desta demanda. Segundo ele, foi uma das primeiras medidas a serem tomadas assim que assumiu a administração. “ Oficiamos a demanda há quase quatro meses, porque sabemos que é prioridade para os trabalhadores do SIA. Por isso, solicitamos ao DFtrans a abertura de novas linhas de ônibus, que possam atender todos os trechos. Outra preocupação é quanto aos abrigos, pois falta um mês apenas para a época das chuvas. Como não recebemos nenhuma resposta resolvemos por meio da administração construir estes abrigos”, enfatizou.

De acordo com o DFTrans, o SIA tem mais 30 linhas de ônibus passam pelo setor, todas vindas de outras cidades. A assessoria informou que ainda está em estudo a definição destas novas linas, mas não exite um prazo, porque no momento não tem mais ônibus para entrarem em licitação. O diretor-geral, Marco Antônio Campanella disse que a cidade vai receber transporte. “Vão ser colocadas mais linhas de ônibus, mas é preciso aguardar para que esta demanda seja atendida. Ainda não existe um prazo, mas será curto”. São 15 novos abrigos de ônibus a serem realizados pela administração. O primeiro será construído em frente a Brasal, a demanda é de acordo com a devida necessidade. Trecho 1, quatros abrigos; trecho 2, quatro; trecho 3, quatro; e trecho 4, três abrigos.


6 Brasília, 31 de agosto de 2011

DF NOTÍCIAS

No DF, estima-se que existam 30 mil animais, entre cães e gatos, nas ruas. Todos os dias a ProAnima recebe dezenas de pedidos de recolhimento de animais, cuida e encaminha a adoção

É crime: Abandono e maus tratos de animais O

Brasil dispõe de diferentes abrigos para cães abandonados, porém também está com o triplo de cães nas ruas, geralmente porque muitos donos que fazem seus animal se reproduzir e os abandonam por diversos motivos. A Associação Protetora dos Animais do Distrito Federal (ProAnima) visa promover a harmonia e interação entre humanos e animais. Além disso, desenvolve campanhas educativas que mobilizem a sociedade para o respeito à vida dos animais. O abandono de animais além de ser uma crueldade acaba sendo também uma violação dos direitos dos animais, além de servir de fonte para possíveis problemas à saúde pública. Animais de rua não recebem cuidados, ficam desnutridos, adquirem doenças que podem ser transmitidas para as pessoas como a raiva, ou até mesmo levar o animal à morte por falta de cuidados. A associação foi criada há 8 anos com o intuito de defender o direito à vida, por um grupo de pessoas preocupados com animais em situação de risco.

Foto: A. Sabino

ProAnima apoia animais na hora de serem adotados A ProAnima além do trabalho que vem realizando todos esses anos no recolhimento, tratamento e encaminhamento para adoção de cães e gatos, tem uma grande preocupação em orientar e conscientizar a população. A atuação é feitas por

meio de ações educativas, gestões para o avanço e aplicação da legislação, campanhas de combate aos maus tratos a animais, formação de alianças entre diversos setores da sociedade civil e poder público para o avanço dos direitos dos animais.

um lugar para cada animal, mas no Brasil e em Brasília já têm muitos abrigos e que ninguém adota. Sem falar que são superlotados, isso pode até prejudicar a saúde do animal, não que eles não cuidem, mas prejudica o desenvolvimento”, disse. A ProAnima ressaltou que não recolhe animais para abrigos, mas que durante as campanhas trabalham com uma pequena rede de lares temporários, voluntários com poucos animais. Porém, o objetivo maior é entregar o animal para adoção, mas com toda a devida ação, informando o adotante dos riscos e das condições do animal. A instituição realiza vários projetos: Pelo Amigo, é um programa criado para a adoção do animais domésticos, vacinados, vermifugados, esterilizados e saudáveis; Pangaré, trabalho realizado contra carroceiros. A ideia é tirar os animais das vias da cidade e caso o animal não esteja mais em condições de ficar nas ruas ele é aposentado; Campanhas de animais em Circo, pois está na legislação nacional a proibição, já que muitas vezes são ex-

Para a diretora geral Simone Lima essa é forma de ajudar os animais educando o cidadão para com os animais. “É uma entidade que ajuda todos os animais abandonados ou mau tratados. Nossa intenção é sensibilizar a população educando, ensinando por meio da legislação, sempre com ideias novas sobre o respeito aos animais e fazer com que as pessoas que venham a adotar um animal tenham disposição e condições para cuidar”, destacou. Simone explicou ainda que as campanhas e ações são realizadas de diversas formas como manifestações, atos públicos, palestras, cursos, abaixo assinados, atendimento ao público online. A maior campanha está sendo através da imprensa, mídias sociais, participação em conselhos públicos e grupo de trabalho governo-sociedade, ações civis junto ao Ministério Público. Para a recém formada em veterinária Marleide Azevedo Lima, 25 anos a situação dos abrigos é uma falta de vergonha, pois a lotação pode muitas vezes prejudicar os animais. “Acredito que é muito importante ter

ABO realiza saúde bucal em instituições do DF A

educação em higiene bucal é algo que deve ser priorizado pelas pessoas. Dessa forma é mais fácil fazer uma prevenção das doenças que aparecem em decorrência. Crianças carentes de 14 instituições filantrópicas do Distrito Federal estão recebendo atendimento e acompanhamento odontológico gratuito e de qualidade por meio da Associação Brasileira de Odontologia do DF. A empresa visa facilitar o acesso da comunidade a saúde bucal oferecendo mais comodidade, conforto e acessibilidade e sem custo para as pessoas que não têm condições. A ABO já realizou mais de 2 mil atendimentos. O Projeto de odontologia na comunidade vem sendo promovido por meio de parceiros como a Oral-B, Colgate que fornecem material para o atendimento e os kits para as crianças. O objetivo é um projeto de promoção, prevenção e recuperação da saúde bucal das crianças, adolescentes e jovens de instituições filantrópicas do DF.

Durante as palestras, os profissionais fazem demonstrações e orientam a maneira correta de escovar os dentes, sobre a importância do uso frequente do fio dental e a escovação diária, além de outras formas de higiene bucal. Está é uma forma de oportunizar um espaço de promoções e reflexão na sociedade informando que é direito de todos o acesso a saúde bucal. O programa visa também à necessidade de educar e de levar informações sobre os cuidados com a higiene da boca para coordenadores e pedagogos das instituições participantes e demais interessadas, por meio das palestras que são ministradas por cirurgiões-dentistas.

ABO A saúde começa pela boca. Afinal, um sorriso bonito abre portas, melhora o humor e dentre outros benefícios. A associação é uma sociedade civil, sem fins lucrativos, pessoa jurídica de direito privado e realiza ações de caráter social. Está ação exis-

te desde 2002 e tem caráter permanente. As instituições que são cadastradas no projeto recebem o atendimento por tempo indeterminado, desde que mostrem interesse pela participação.

um tratamento. O trabalho realizado nas instituições é gratuito, pois foi uma maneira de fazer com que as crianças tenham saúde bucal. Além de orienta las como devem fazer uso desse benefício no dia a dia”, destacou.

O cirurgião-dentista e presidente da ABO/DF, Hamilton Melo esclarece que é do Estatuto da instituição promover a higienização da boca e também tem cunho social. “No país diversas comunidades encontram dificuldades de acesso a este tipo de atendimento ou até mesmo Fotos: Divulgação

Jovens do DF recebem orientações sobre higiene bucal

Atendimento especializado Cada uma das 14 instituições beneficiadas recebe, no mínimo, duas visitas anuais do projeto, com flúor, profilaxia, entre outros. A primeira vista é feita por voluntários cirurgiões-dentistas que vão até as instituições levando informações sobre como manter a saúde bucal e fazendo triagem dos casos que mais precisam de atendimento. No segundo momento, as crianças selecionadas recebem tratamento odontológico gratuito até o fim do ano no consultório da ABO/ DF, em Brasília. Ao detectar o que cada criança precisa na triagem, elas são encaminhadas para fazer exames clínicos, para depois serem são orientadas ao tratamento adequado.

plorados; Campanha contra a matança de animais, que muitas vezes são realizadas pela Centro de Controle da Zoonoses DF(CCZ). A partir de várias ação é possível atender vários animais e reduzir a quantidade animais nas ruas e com tratamento adequado.

Como ajudar Maus tratos em animais é crime. Segundo a legislação de proteção animal, que estabelece que maltratar animais é crime e que é dever do Estado fazer cumprir a legislação. Ajude a transformar a realidade das relações entre bichos e pessoas. Faça a diferença para que possamos interromper o ciclo de abandonos, maus-tratos, super população e exploração de animais. Existem várias formas de ajudar como, contribuição em dinheiro, associação, voluntariado, parcerias e divulgação. Se você perdeu ou achou um animal, envie um e-mail (com fotos de até 50K) para achadoseperdidos@proanima.org.br que nós publicaremos aqui, gratuitamente. Não esqueça de deixar suas informações de contato.

Geralmente é atendido por instituição em média 200 crianças. A equipe de atendimento vai toda equipada com todos os instrumentos necessários. Por isso, a ABO tem um consultório odontológico próprio, onde oferece procedimentos básicos como exame clínico, procedimentos de urgência e emergência, radiologia, orientação e prevenção, endodontia, ortodontia e cirurgia de baixa complexidade. Além disso, entrega um kit com escova de dente, pasta e fio dental para cada criança. O presidente da ABO/ DF, Hamilton ressaltou a importância dos projetos da associação que atende crianças carentes. “Ações como essas são fundamentais na vida de qualquer jovem, porque uma criança com dor de dente às vezes nem sabe falar aonde dói. Por isso, acho que temos que cuidar com carinho de todas, e não deixas - lás sentindo dor nenhuma, pois ninguém gosta de sentir dor”, disse. Até o final do ano a ABO não tem condições de atender mais instituições. Porém, a associação está aberta para as empresas ou instituições que queiram ser parceiros nessa causa, pois o custo do atendimento é alto e a demanda também. Para fazer parte do projeto ou receber o atendimento é preciso encaminhar um oficio solicitando e informando quantas crianças e a necessidade.


Brasília, 31 de agosto de 2011 7

DF NOTÍCIAS

Foto: Caio Gallucci

CULTURA – Júlio e sua turma chegam a Brasília para divertir

a garotada. O Cocoricó está em Uma Aventura no Teatro, com os personagens originais do programa que é sucesso da TV

Cocoricó o

A

show

turma do Cocoricó chega na capital com espetáculo show para toda criançada. Além dos bonecos motorizados, criados especialmente para esta montagem, o show contará com as mais famosas canções desses quinze anos de programa para embalar os pequenos. Júlio e sua Turma foram convidados pelo primo João para fazerem uma participação num show na cidade. Embarcam para essa aventura, preparados para cantar apenas uma música, mas quando chegam ao circo para a apresentação, são surpreendidos com mais uma novidade: os outros artistas que fariam parte do espetáculo cancelaram seus números, e caberá a Júlio, Alípio, Lola, Zazá, Lilica e Caco a animada tarefa de tomar conta do evento. Decidem apresentar todas as canções que eles cantam no dia a dia, no Paiol, e convidam João para participar dos números musicais com eles, já que o primo é um expert em street dance. A partir daí a Turma enfrentará diversos desafios, e junto com a criançada precisará encontrar soluções para que o espetáculo continue. Afinal, o show não pode parar!

Serviço: Local: Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional Claudio Santoro Endereço: St Cultural Norte S s/n - Próximo a Rodoviária - Quando: De 03 a 04/09 Horário: Sábado, às 19h Domingo, às 17h - Preço: R$80,00 (inteira) e R$40,00 (meia) Informações: (61) 3325-6256.ou 3325-6239 - Classificação Indicativa: Livre

Foto: Divulgação

Aulas de Tango para todos

Take 6 Tour Brasil 2011

Jota Quest. Por sinal, “E a Gente Sonhando” foi gravado com jovens músicos da sua terra natal, Três Pontas, no sul de Minas Gerais. A banda que acompanha o cantor é composta por Lincoln Cheib (bateria), Wilson Lopes (guitarra), Gastão Villeroy (baixo), Kiko Continentino (teclados). O convidado especial é o jovem cantor de Três Pontas, Bruno Cabral.

Participações A 30ª Noite Cultural T-Bone terá como de costume a participação de grupos e artistas locais. Desta vez, o palco da Noite será dividido pelas cantoras Sandra Duailibe e Célia Rabelo, acompanhada pelos músicos: Boréu (percussão) e Felix Jr. (Violão Sete Cordas).

Granja 2011

Foto: Divulgação

A festa vai receber grandes atrações da música sertaneja. Entre os dias 02 a 10 de Setembro, no Parque de Exposições Granja do Torto. A partir das 22h. No dia 02, tem Pedro Paulo & Matheus e Abelvolks; Dia 03, João Bosco & Vinícius e Jorge Henrique; Dia 06, Gusttavo Lima e Humberto & Ronaldo; Dia 9, Cristiano Araújo e Fred & Gustavo; Dia 10, Brasília Capital Sertaneja (Henrique & Ruan / Junior & Marlon / Rangel Castro / Roniel & Rafael / CLeber & Cauan). Serviço: Local: Parque de Exposições Granja do Torto Quando: 2 a 10 de Setembro, às 22h Preço: Arena: R$ 20,00, Área VIP: R$ 40,00, Camarote da República: R$ 60,00 e Camarote Prime: R$ 100,00 Informações: (61) 8400-1880 Classificação: 16 anos

Com o objetivo de promover, na capital brasileira, um dos principais ícones da cultura argentina, os professores Ana Szerman e Guillermo Abraham realizam mais uma edição do projeto Tango para Todos. A ideia principal é oferecer à comunidade candanga aulas gratuitas dessa bela dança. Neste ano, 18 regiões administrarivas do Distrito Federal foram contempladas. Os cursos terão duração de 15 horas cada, sendo que destas, 5 serão destinadas a parte teórica e cultural e, as outras 10, a aulas práticas de tango de salão. Os workshops serão ministrados durante o resto do ano de 2011 e uma parte de 2012, no período noturno. Em cada cidade, serão oferecidas 50 vagas para alunos da comunidade ou da escola (25 homens e 25 mulheres), totalizando 900 vagas. As aulas têm três horas diárias, em cinco dias da semana (de segunda a sexta de preferência), além de conteúdo prático e teórico. As inscrições poderão ser realizadas por alunos acima de 16 anos, através do e-mail: seductango@gmail.com. Na mensagem, devem constar as se-

guintes informações: identidade (RG) ou CPF ou ainda número da certidão de nascimento; uma referência telefônica, emails dos casais e também o nome completo. É necessário que os alunos tenham mais de 16 anos. Mais informações: Confira o cronograma dos cursos. Saiba mais: www.seductango.com Foto: Divulgação

Com o patrocínio da Petrobras e da Eletronorte, o Açougue Cultural T-Bone supera todas as expectativas e traz a Brasília no dia 15 de setembro o grande cantor e compositor mineiro Milton Nascimento acompanhado da sua banda para a realização da 30ª edição da Noite Cultural, em show gratuito na Comercial da 312 Norte. Milton Nascimento apresentará grandes sucessos da carreira, tais como Bailes da Vida, Canção da América, Coração de Estudante etc. O novo álbum “E a Gente Sonhando”, também estará presente com sua interpretação para a faixa título, composta no início da sua carreira, mas só agora gravada, e a regravação de “O Sol” conhecida do grande público com o

pela” não é apenas o herdeiro da rica tradição do doo-wop e grupos gospel dos anos 50, mas também o líder da segunda onda do jazz e dos grupos vocais pop que surgiram na década de 1990. Com este legado notável desde a sua fundação, estes vencedores de múltiplos Grammy continuam a olhar para frente acompanhando a primeira década do século 21 se desdobrar. A versatilidade do grupo e a rica harmonia abriram portas para gravar e fazer participações com grandes ícones do jazz, incluindo Quincy Jones, Ella Fitzgerald e Stevie Wonder. Classificação: Livre. Mais informações: http://www. take6brasil.com.br

Foto: Reprodução

Milton no Açougue Cultural T-Bone

O famoso grupo norte-americano se apresentará em Brasília, no dia 6 de setembro, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. A turnê 2011 inclui ainda São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba e Recife. Música de cabeceira de Tim Maia, 10 Grammy Awards, 16 Billboards, outros inúmeros prêmios e a conquista de ouvintes em muitas partes do mundo. Este seria um bom resumo da trajetória do Take 6 se não fosse um detalhe: trata-se do principal grupo vocal do mundo e um dos principais polos de influência da música negra americana e brasileira. O grupo de jazz “a ca-

Foto: Divulgação

Espetáculos para adolescentes As noites dos fins de semana de setembro serão de muita emoção nos palcos da Cia teatral Néia e Nando. Conflitos e histórias de amor adaptadas e dedicadas aos jovens, em duas espetáculos do Jogo em Cena: Cinco e Todo Mundo tem um medo e um segredo. “A proposta é de apresentar os valores e torná-los temas de discussão entre os adolescentes.”, justifica o diretor Nando Villardo.

No dias 3 e 4, o espetáculo Cinco, que foi inspirado no filme Clube dos Cinco, de John Hughes e conta a história de cinco adolescentes que são obrigados a passar um sábado de castigo no colégio. Nos dias 10 e 11, Todo Mundo tem um medo e um Segredo, uma adaptação do livro “Clube do Beijo”, da escritora paulista Márcia Kupstas. Serviço: Local: Escola Parque 307/507 sul Quando: dia 03/09, às 21h; 04/09, às 20h; 10, às 21h e 11, às 20h. Preço: R$ 30 (inteira) R$ 15 (meia) Informações: (61) 8199-2120 Classificação Indicativa: Livre

Festival Internacional de Cinema Infantil Depois de levar quase um milhão de crianças às salas de cinema, o Festival Internacional de Cinema Infantil chega a sua nona edição, em dez cidades brasileiras e com mais de 100 filmes de 20 países. Em Brasília, onde o festival está presente desde o início, as exibições começam a partir do dia 26 de agosto, no Cinemark do Shopping Pier 21. As crianças vão assistir títulos inéditos de diversos países, em versões dubladas, fazendo um pequeno panorama do cinema direcionado às crianças. Entre os longas escolhidos, estão o documentário Oceanos, o nacional Uma Professora Muito Maluquinha, e a animação O Mundo Encantado de Gigi, entre outros. Serviço: Local: Cinemark Pier 21 Endereço: SCES, trecho 2. Quando: até o dia 04/09 Horário: Sexta a Domingo, Verifique a programação Preço: R$5,00. Classificação Indicativa: Livre


8 Brasília, 31 de agosto de 2011

DF NOTÍCIAS

SAÚDE

Foto: Divulgação

Doenças Causadas

pelo Cigarro A cada oito segundos uma pessoa perde a vida por doenças relacionadas ao cigarro

N

a data em que é lembrado o Dia Nacional do Combate ao Fumo (29/08), o coordenador do programa de Controle do Câncer e Tabagismo da Secretaria de Saúde do DF, Celso Rodrigues, afirma que há muita coisa a comemorar neste dia, pois aqui no Distrito Federal o percentual de fumantes chegou 38% da população e hoje diminuiu para 12%. A cidade está aparelhada para atender o fumante a que quer deixar o vício. “Há 61 postos da rede de saúde onde o morador da cidade pode procurar para fazer tratamento em grupo. No Brasil o percentual de fumantes chega a 17%. Este é um número expressivo e é preocu-

pante , pois o cigarro provoca várias doenças”, alerta o pneulomogista. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o cigarro é um dos principais causadores de doenças no mundo. Milhões de pessoas morrem todos os anos por doenças desencadeadas por milhares de substâncias nocivas à saúde presentes no cigarro. Quanto maior o tempo de vício, maiores as chances do fumante desenvolver uma ou mais doenças, como o câncer de pulmão, câncer de boca, câncer de laringe, câncer de estômago, leucemia, infarto do miocárdio, enfisema nos pulmões, impotência sexual, bronquite, trombose vascular, redução da capa-

cidade de aprendizado memorização (principalmente em crianças e adolescentes), catarata, aneurisma arterial, rinite alérgica, úlcera do aparelho digestivo, infecções respiratórias, angina. Os médicos afirmam que, o corpo humano leva de um a dois anos para limpar os resíduos deixados pelo cigarro num ex-fumante. E para aqueles que não fumam, vale a pena dizer que a nicotina é uma substância que vicia rapidamente. Experimentar um cigarro pode ser a porta de entrada para este perigoso vício. E para quem é fumante passivo (aquele que fica em ambientes fechados respirando a fumaça de cigarro) o peri-

315/08 de autoria do ex-senador Tião Viana, cujo teor contempla a adequação da Lei 9294/96 às diretrizes da CQCT. Porém, essa tramitação vem evoluindo de forma arrastada em função do lobby da indústria do tabaco conforme já denunciado por vários senadores. Já o PL 316/08 do senador Romero Jucá tramita simultaneamente e concorrentemente ao PL 312/2008. Enquanto o PL 315 busca aperfeiçoar a legislação federal proibindo o ato de fumar em recintos coletivos fechados, sem admitir fumódromos, o PL 316 mantém os fumódromos e de certo modo até piora a lei federal vigente, pois exclui da redação que as áreas reservadas para fumar devem ser

go é desenvolver algumas das doenças acima, principalmente as respiratórias. A Organização Mundial da Saúde estima que quase 6 milhões de pessoas devem morrer este ano por causa do fumo no planeta e, sendo 600 mil fumantes passivos. Não há níveis seguros de exposição à fumaça do cigarro e a aprovação dessa lei é fundamental para que o Brasil avance, tanto do ponto de vista da saúde pública como do socioeconômico.

PL 312/2008 X PL 318/2008 Para mudar esse cenário, tramita desde 2008 no Senado Federal, o projeto de lei (PL)

Uso de lágrima artificial tem limite A

utilização de lágrimas artificiais para aliviar o desconforto causado pela seca tem limites. No Distrito Federal, este ano, a umidade relativa do ar já rondou os 10% e deve ficar baixa esta semana, de acordo com previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o uso de lágrimas artificiais é liberado. Entretanto, o especialista do Hospital Oftalmológico de Brasília (HOB), oftalmologista Eduardo Rocha, alerta para o fato de que “o hábito de pingar a lágrima artificial é liberado, mas não pode ser indiscriminado”. Com conservantes - O colírio de lágrima artificial,

explica o oftalmologista do HOB, contém uma série de substâncias que auxiliam na hidratação do olho e no tratamento das alterações causadas pela Síndrome do Olho Seco na superfície ocular. Ele chama a atenção para aqueles que contêm conservantes e, se aplicados em excesso, podem levar a sérios danos nas camadas mais externas da córnea e da conjuntiva. “O ideal é que o colírio seja usado, no máximo, seis vezes por dia”, adverte. O uso além desse limite pode causar mais irritação, vermelhidão e ardência ocular. As lágrimas artificiais estão disponíveis em forma de colírio ou gel. Têm composição diversificada, compostas por água, solução salina, emolientes (glicerol), polis-

Foto: Divulgação

Aplicar lágrimas artificiais, nos olhos, mais de seis vezes ao dia pode acarretar danos à córnea e à conjuntiva, alerta oftalmologista do HOB

sacárides, lípides, gelatinas, e outros elementos. O Ph é semelhante ao da lágrima natural (7,4) ou levemente alcalino, ajuda a aumentar o conforto do paciente duran-

te as aplicações. “O uso das lágrimas permite combater a baixa lubrificação ocular, evitando inflamações na córnea (ceratite) e na conjuntiva (conjuntivite) oca-

sionadas pelo excesso de evaporação da lágrima em tempos mais secos”, explica Eduardo Rocha. Sem conservantes - O especialista do HOB lembra que para os casos mais severos de Síndrome do Olho Seco, a indústria farmacêutica já desenvolveu colírios sem conservantes e também aqueles, nos quais os conservantes se degradam em contato com o meio ambiente. “Quando o colírio não tem conservante, o seu uso é liberado e o paciente pode pingá-lo a cada 20 ou 30 minutos, por exemplo”, compara. O uso de lágrimas artificiais, independente das condições climáticas, também é comum em ambientes onde as pessoas ficam expostas ao ar condicionado, fumaça ou poeira por longos períodos. Eduardo Rocha aconselha aqueles que passam

exclusivamente para esse fim, legalizando a utilização desses espaços para consumo e atividades laborais. O Governo do Distrito Federal gasta R$ 18 milhões por mês com tratamento médico-hospitalar de fumantes e o pneumologista Celso Rodrigues adverte: “É fundamental que as pessoas que fumam venham a abandonar a dependência química que é muita séria. O Estado pode ajudá-la com tratamento.” Maria Ângela dos Santos, ex-fumante, afirma que fez uma economia e tanto, após deixar o vício. “ Hoje gasto o dinheiro do cigarro que é em torno de R$ 300 por mês, em leite e pão e frutas para os meus filhos. Eu queimava dinheiro.”

horas em locais climatizados e sentem ardência e vermelhidão ocular, a procurarem o oftalmologista para uma avaliação de superfície ocular e das pálpebras. Inflamações das margens palpebrais (blefarites/meibomites) e alergias, pois também são consideradas no diagnóstico diferencial destas queixas.

Contra-indicações As lágrimas artificiais podem ser usadas por todas as pessoas a não ser que tenham histórico de alergia aos conservantes ou aos compostos do colírio. “É importante que o usuário de lágrimas artificiais com conservantes utilize o produto em até 45 dias após romper seu lacre. Os colírios que não dispõe de conservantes devem ser utilizados no mesmo dia e descartados caso haja sobra”, alerta o médico.

Mercado de trabalho

CURSOS do SENAC Administração de Serviços Hospitalares – 60h Aprenda a realizar os processos administrativos de um hospital, desenvolvendo atividades de apoio às áreas de administração e finanças, controle de agendas dos profissionais, emissão de guias de convênios, relatórios e ainda, atendimento ao cliente interno e externo. Requisitos: Idade mínima de 18 anos, ter o Ensino Médio completo, ter conhecimentos em informática e ser profissional de Saúde. INVESTIMENTO: R$ 170,00 / 2 x R$ 85,00 Local Sobradinho

Período previsto 05/09 a 03/10

Horário previsto 19h às 22h

Cabeleireiro – 400h – Incluindo Prática Supervisionada Aprenda a utilizar as técnicas de embelezamento e tratamento dos cabelos, aplicando os conhecimentos teórico-práticos de corte, modelagem e colorimetria, aliados a criatividade e ao senso estético, e ainda a orientar e atender o cliente com excelência. Requisitos: Idade mínima de 18 anos e ter o Ensino Fundamental completo. INVESTIMENTO: R$ 1.470,00 / 7 x R$ 210,00 Local Sobradinho

Período previsto 05/09/11 a 07/02/12

Horário previsto 8h às 12h

Faturamento de Convênios Médico-Hospitalares e de Laboratórios – 100h Aprenda a realizar atividades de controle e cobrança de convênios, regulamentação de planos de saúde, pacotes e glosas dentre outras atividades relacionadas ao faturamento médico hospitalar e laboratorial. Requisitos: Idade mínima de 18 anos, ter o Ensino Médio completo, conhecimentos básicos de informática e ser profissional de Saúde ou áreas afins, ou ter concluído o curso de Recepção em Serviços de Saúde. INVESTIMENTO: R$ 420,00 / 3 x R$ 140,00 Local Período previsto Horário previsto Gama 05/09 a 10/10 14h às 18h Informática Básica com Internet – 100h Aprenda a trabalhar com o sistema operacional Windows, editando documentos com o editor de texto (Word), efetuando cálculos e criando gráficos (Excel), formatando apresentações eletrônicas (Power Point) e utilizando a Internet por meio do aplicativo Internet Explorer. Requisitos: Idade mínima de 14 anos e ter, no mínimo, a 5ª série do Ensino Fundamental. INVESTIMENTO: R$ 320,00 / 2 x R$ 160,00 Local Período previsto Horário previsto Jessé Freire 05/09 a 10/10 8h às 12h 05/09 a 21/10 19h às 22h INSCRIÇÕES: Para efetuar a matrícula, os interessados devem comparecer à secretaria escolar de uma das unidades do Senac, das 9h às 18h, levando os seguintes documentos e respectivas cópias: RG, CPF, comprovante de escolaridade, e comprovante dos demais requisitos do curso escolhido. Informações adicionais podem ser obtidas pelo telefone 3313-8877 ou pelo endereço eletrônico http://www.senacdf.com.br/.


DF Noticias