Issuu on Google+

B 8 Caderno B

GAZETA DE ALAGOAS, 19 de abril de 2013, Sexta-feira

VIDA BOA LIVROS & IDEIAS ARREDORES LAZER. Toda criança um dia fantasiou viver

Ao final da visita a turminha pode tirar fotos em cima dos bichos ou, se preferir, dentro de um ovo de dinossauro TON CRUZ FOTOS: AIL

aventuras fantásticas em meio a dinossauros. Instalado no estacionamento do Maceió Shopping, o parque temático Mundo Jurássico resgata um pouco desse encanto com suas incríveis réplicas robotizadas em tamanho natural. A Gazeta foi até lá conferir essa ‘viagem no tempo’

PASSEIO

No horário da manhã a equipe do Mundo Jurássico agenda visitas monitoradas para as escolas. No início da semana a Gazeta acompanhou a excursão da galerinha do colégio Espaço Educar. Com vocês, nossos pequenos paleontólogos

ANIMAL O tema parece inesgotável: o fascínio em torno das feras pré-históricas que habitaram a Terra há milhões de anos persiste, e ainda leva crianças dos cinco aos 80 anos a imaginar como seria o mundo povoado por essas fantásticas e temíveis criaturas. Aqueles que não veem problema em admitir a idade vão recordar a ‘febre jurássica’ que invadiu a cultura pop no início dos anos 1990; primeiro com o famoso programa infantil Família Dinossauro, de Jim Henson – aquele do Dino da Silva Sauro, lembra? –, e logo em seguida com o surgimento de outros seres pré-históricos não exatamente adeptos da filosofia “precisa me amar” do personagem Baby Sauro: os incríveis dinossauros do longa-metragem Jurassic Park – Parque dos Dinossauros, de Steven Spielberg. Uma maneira divertida de você e seus pequenos experimentarem algo aproximado da sensação de ver de perto alguns daqueles bichos imensos que estrelaram o filme de Spielberg é visitando a exposição itinerante Mundo Jurássico. Instalada numa grande tenda no estacionamento do Maceió Shopping, não é difícil imaginar desavisados tomando sustos com os grunhidos ameaçadores vindos lá de dentro. Os sons, claro, saem de 19 dinossauros robotizados produzidos na China e montados cenograficamente num ambiente que simula o seu habitat em priscas eras. “As réplicas são baseadas em estudos aprofundados de paleontólogos e arqueólogos. São dinossauros em tamanho real, de acordo com o período de vida. Temos réplicas de dois a oito metros de altura”, explica o gerente de produção Leandro Reis, responsável pela montagem e acompanhamento do parque. “A mostra Mundo Jurássico é a maior exposição de réplicas de dinossauros do planeta. Estamos circulando pelo Brasil desde 2009, sendo sucesso de público em todas as cida-

des. Já passamos por praticamente toda as capitais, Rio, São Paulo, Belo Horizonte, Recife, Salvador, Manaus, Natal, Belém, Brasília, Campo Grande, Teresina, Porto Alegre e Florianópolis, e agora chegamos à capital alagoana”. Os robôs possuem um mecanismo articulado com motores e engrenagens que lhes proporciona movimentos semelhantes aos de seres vivos. Externamente, uma mistura de borracha e espuma nos dá a nítida impressão da textura de um réptil real. Sensores próximos ao cercado ativam os bonecos, cuja sonorização – que simula a respiração e os ruídos dos animais – causa arrepios. A garotada, claro, se diverte à beça. Alguns deixam transparecer um misto de curiosidade e espanto. Os mais afoitos tiram fotos em cima das criaturas. Braquiossauro, espinossauro... Ninguém, porém, chega perto do popstar do mundo dos dinossauros, o famoso tiranossauro rex – um bicho que deve ter uns seis metros de altura. Totens ilustrativos e textos sobre a vida na Terra antes do homem acompanham as réplicas com dados e curiosidades. Apesar do tamanho dos robôs e do aspecto ameaçador, Leandro garante que a criançada não sente medo e adora os dinossauros. “Nossa exposição tem um caráter didático e lúdico, de reproduzir mesmo o que vive no imaginário de todos nós acerca do assunto. Como todos emitem sons, a sensação de realidade fica ainda maior, mas nosso intuito não é causar esse ‘medo’ nas pessoas, e principalmente as crianças entendem muito bem isso... A maioria delas já conhece alguma coisa sobre o tema, e acaba que elas é que nos dão verdadeiras aulas de paleontologia”, diverte-se o gerente do parque temático. ‡

Empolgado e dando aulas de paleontologia para os coleguinhas, o ‘especialista’ Hermano Turella achou a exposição radical. Seus dinossauros favoritos são o tiranossauro rex e o espinossauro, espécies para as quais ele ensaia uma comparação ao tentar explicar os bichos para reportagem. “O que eu mais gosto é que eles são grandes e ferozes”. Viajando longe, o pequeno imagina como seria um embate entre os gigantes.

Stênio Matias Santana, 6 anos Não tem jeito, o terrível tiranossauro rex é campeão em qualquer parada. O mais popular dos dinossauros também é a grande estrela da exposição Mundo Jurássico. O garotão Stênio Matias Santana, como todo o resto da galerinha, adora o bicho e ficou impressionado com o tamanho do animal: vendo nas gravuras dos livros na escola, ele não tinha ideia de que a criatura fosse tão grande. Imaginando como seria uma hipotética convivência entre os humanos e as feras pré-históricas, o jovem disse que não teríamos a menor chance – “A gente teria que matá-los”, disse o garoto, repreendido em seguida pela professora, que disse que não devemos matar os animais.

Laura Lis, 6 anos Simpática e muito falante, a pequena Laura Lis conta que “adora dinossauros desde pequena”, quando via os monstrões na televisão, e que achou o passeio muito legal. Os pequenos, que estão estudando sobre o assunto na escola, ficaram encantados com os bonecos gigantescos. “Parece até que são de verdade”, disse Laurinha.

Os dinossauros continuam a invadir Hollywood

Serviço O quê: exposição Mundo Jurássico Onde e quando: no estacionamento do Maceió Shopping; de seg. a sáb., das 14h às 22h; dom. e fer., das 14h às 21h Ingressos: de R$ 20 a R$ 50; pacotes: R$ 60 (3 pessoas), R$ 80 (4 pessoas), R$ 100 (5 pessoas), de seg. a sex.; R$ 75 (3 pessoas), R$ 100 (4 pessoas), R$ 125 (5 pessoas), sáb. e dom. e feriados Informações: 3235-5301 e 9925-7299

Se o cinema é mesmo uma ‘fábrica de sonhos’, o diretor Steven Spielberg certamente é um de seus mais talentosos artesãos. Com excepcional domínio da linguagem cinematográfica, em 40 anos de atividade ele foi capaz de construir um expressivo catálogo de realizações no campo do cinema fantástico. Só para ter uma ideia da moral de Spielberg, o cineasta francês François Truffaut certa vez disse que ele tem “o dom muito especial de dar credibilidade ao extraordinário”. Há 20 anos, Spielberg surpreendeu o público mais uma vez ao revolucionar as técnicas de efeitos especiais com Jurassic Park – Parque dos Dinossauros, filme que conquistou o mundo todo com a mais perfeita caracterização de criaturas pré-históricas jamais feita no cinema. Desde os primórdios Hollywood tenta ressuscitar os dinossauros, mas foi Spielberg

quem conseguiu mostrálos de forma realista, como se existissem de verdade. O trabalhoso método de produzir sequências eletrizantes que mesclam o uso de bonecos eletrônicos com animação digital deu resultado. Em comemoração ao vigésimo aniversário de Jurassic Park, Spielberg relançou o filme nos cinemas em formato 3D. No Brasil os fãs vão ter que esperar até agosto REPRODUÇÃO

REPÓRTER

Hermano Turella, 7 anos

RICARDO LÊDO

LUÍS GUSTAVO MELO

As impressões da criançada

para conferir a versão repaginada da obra. E como em Hollywood ninguém brinca em serviço, tudo indica que um quarto filme da série chegará às telas em 2014. Haja história...


Matéria Mundo Jurássico